VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Pochmann pode ir ao segundo turno em Campinas


29/09/2012 - 20h47

28/09/2012 – 20h56
Petista sobe 10 pontos e eleição pode ter segundo turno em Campinas, diz Ibope

DE CAMPINAS, na Folha

O candidato do PSB à Prefeitura de Campinas, Jonas Donizette, segue na liderança das intenções de voto, com 42% na pesquisa Ibope divulgada nesta sexta-feira (28).

Mas a diferença para o segundo colocado caiu 14 pontos percentuais desde o último levantamento, divulgado em 31 de agosto.

Na ocasião, Donizette liderava com 50% das intenções de voto, e o atual prefeito, Pedro Serafim (PDT), vinha em segundo, com 12%.

Agora, o pedetista subiu para 15%, e Marcio Pochmann (PT), que tinha 8%, alcançou 18%. Como a margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos, os dois estão tecnicamente empatados em segundo lugar.

Arlei Medeiros (PSOL), Doutor Campos (PRTB) e Silvia Ferraro (PSTU) receberam 2% das respostas. Rogério Menezes (PV), 1%. Brancos e nulos foram 12%, e não sabem ou não responderam, 6%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 25 e 27 de setembro, com 756 pessoas, e está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), sob o número SP-01245/2012.

Considerando apenas os votos válidos (excluindo brancos, nulos e indecisos), o Ibope apontou que Jonas Donizette (PSB) teria 51%, Marcio Pochmann (PT) 22%, e Pedro Serafim (PDT) 18% dos votos.

REJEIÇÃO

A lista de rejeição entre os sete candidatos de Campinas é liderada por Pedro Serafim (PDT), com 34%. Em segundo lugar, vem Jonas Donizette (23%) e Marcio Pochmann (15%).

Silvia Ferraro aparece com 13%, Doutor Campos com 12%, Arlei Medeiros com 11% e Rogério Menezes com 10% de rejeição. (MARÍLIA ROCHA)

Leia também:

Rubens Casara: “Risco da tentação populista é produzir decisões casuísticas”

Gurgel pede arquivamento de denúncia contra deputado que recebeu de Cachoeira

Luiz Flávio Gomes: “Um mesmo ministro do Supremo investigar e julgar é do tempo da Inquisição”





5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

mello

30 de setembro de 2012 às 12h45

Pochmann será uma boa novidade no quadro político brasileiro. Ele e Haddad representam a renovação. Pequena renovação, mas de altíssima qualidade.

Responder

Marcelo de Matos

30 de setembro de 2012 às 10h11

Essa eleição em Campinas é uma viagem às entranhas do pluripartidarismo brasileiro. Jânio Quadros, debochadamente, dizia que os partidos políticos são garrafas vazias, cada qual com seu rótulo. Jânio e Collor, aleatoriamente, lançaram mão de uma dessas garrafas para chegar à Presidência. Deu no que deu: por falta de sustentação política, ganharam, mas, não levaram. Ou levaram, em outro sentido. Em Campinas temos a esdrúxula união de PSB, PCdoB, DEM e PSDB, em apoio a Donizette. O PT uniu-se ao PSD de Kassab, que contribuiu com a vice de Pochmann. Afinal, há alguma diferença entre o PSB e o PSD? Ambos são pau para toda obra. O PSB não é, mas, está na base de apoio a Dilma. Em breve poderá estar em aliança com os mesmos parceiros partidários de Campinas para a eleição presidencial: DEM, PSDB… O PCdoB, dessa vez, não irá junto. Pudera! Seria dar muita bandeira, não acham?

Responder

    francisco niterói

    30 de setembro de 2012 às 11h48

    Marcelo,
    Aqui no RJ, no centro noroeste, Regiao que vai de Nova Frigurgo a Itaperuna, mais ou menos fazendo fronteira com MG, o DEM era muito forte. É so vc ver o “famoso” mapa vermelho ou azul da eleicao 2010, azul representando onde o Serra venceu e vermelho onde a Dilma venceu.
    No estado, a Dilma venceu, mas na regiao a que me refiro, a coloracao é praticamente azul. O DEM lá era forte.
    Vc se lembra que o PSD do Kassab foi criado para “permitir” oposicionistas virarem governistas? E que tb poderia se unir ao PSB?
    Veja o que aconteceu : o PSD nao esta decolando muto e o DEM ta morrendo.
    E o que aconteceu, por exemplo, no noroeste fluminense?
    Viajei de carro pela regiao e TODO o DEM migrou pro PSB, oposicao pra situacao e, acima de tudo, muita grana pra campanha, que esta sendo cara e toda de ex-DEM que viraram “socialistas”. ” Gargalhei ” o tempo todo vendo os cartazes dos “novos socialistas”.
    Enquanto a midia faz “disco arranhado de mensalao” o tempo todo, o PSB aproveita e, com a cumplicidade da midia, arrasta toda a fisiologia a “pegar um naco” do governo, impunemente, sem nenhum contraponto por parte desta mesma midia.
    Ou seja, vem surgindo um movimento amorfo, de uma direita fisiologica e cuja unica funcao é tomar posse do ESTADO. Tudo isso com os olhares complacentes da midia que, de forma obtusa, só pensa naquilo: destruir o PT, mesmo que pra isso traga para o centro do poder elementos que a populacao tinha jogado para fora. Obviamente que com a ajuda do novo “PMDB”.
    Veja só: o povo matou o DEM e outro partido “ressuscita” o mesmo com os olhares complacentes da midia que nao vê essa fraude contra a vontade popular.
    Realmente, pra ” matar o PT” a midia faz qq coisa.

Alexandro Rodrigues

30 de setembro de 2012 às 07h25

Boa notícia para Campinas. Pochmann é um cara sério!

Responder

Urbano

29 de setembro de 2012 às 22h54

A situação das eleições para prefeito em Recife está mais ou menos como mostram esses dois vídeos, cujos links estão informados abaixo.

http://www.youtube.com/watch?v=C1qTIzpIo6M&feature=fvwrel

http://www.youtube.com/watch?v=L9IS5IyypQw&feature=player_embedded#!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding