Atlas, Ipec, Datafolha e Quaest mostram Lula à frente de Bolsonaro e venceria neste domingo

Tempo de leitura: 2 min
Foto: Ricardo Stuckert

Da Redação

Na tarde deste sábado,29-10, foram divulgadas quatro pesquisas eleitorais sobre o segundo turno que acontece neste domingo, 30.

A saber: Atlas/Intel, Ipec, Datafolha e Quaest.

A coleta de dados da Atlas/Intel é aleatória via questionário eletrônico e com pós-estratificação da amostra de resultados “de acordo com as características do eleitorado nacional”.

Já a coleta de dados do Ipec, Datafolha é feita presencialmente com o entrevistado.

Atlas/Intel

A Atlas/Intel foi a primeira que saiu.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 53,4% dos votos válidos, e o presidente Jair Bolsonaro (PL), 46,6%.

A pesquisa Atlas/Intel coletou, segundo o instituto, 7.500 entrevistas entre os dias 26 e 29 de outubro, ao custo de R$ 35 mil pagos com recursos próprios. O nível de confiança é de 95%, e o número de registro no TSE, BR-00388/2022.

Segundo a Atlas/Intel, votos brancos, nulos e eleitores que não souberam opinar: 1,9%.

Ipec

Lula tem 54% dos votos válidos, e Bolsonaro, 46%.

Os dois candidatos mantiveram os mesmos índices do levantamento anterior.

Resultados se referem à intenção de voto no momento das entrevistas.

Levantamento foi feito entre quinta-feira (27) e sábado (29) e tem margem de erro de dois pontos, para mais ou para menos.

Datafolha

Segundo a pesquisa Datafolha divulgada neste sábado, Lula tem 52% dos votos válidos no 2º turno, e Bolsonaro, 48%

Pesquisa foi feita nesta sexta-feira (28) e neste sábado (29) e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Segundo o instituto, Lula e Bolsonaro ‘estão no limite dessa margem, com maior probabilidade de o petista estar à frente’.

Nos votos totais, o resultado é: Lula (49%), Bolsonaro (45%), brancos/nulos (4%) e não sabem/não responderam (2%).

Quaest

Em votos válidos, Segundo a pesquisa Quaest, Lula tem hoje 52% contra 48% de Bolsonaro.

Em votos totais, a pesquisa mostra Lula com 46% e Bolsonaro com 43%

Segundo a Quaest, estão empatados na margem de erro.

Ainda há 5% de indecisos.

Leia também:

Observatório das Eleições: O que foi destaque nas redes durante o debate na Globo

Observatório das Eleições: O realinhamento dos campos lulista e bolsonarista no 2º turno

Apoie o jornalismo independente


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

Zé Maria

.
.
PRF COMETE CRIMES ELEITORAIS POR ORDEM DO GOVERNO

Bolsolão mandou a Polícia Rodoviária Federal (PRF)
conduzir seus Eleitores nas Viaturas da própria PRF.

Bolsolão também mandou a PRF parar os Ônibus
Intermunicipais que conduzem Eleitores Pobres
(presumidamente votantes em Lula) aos Locais
de Votação, em todo o Brasil, principalmente em
Seções Eleitorais no Interior da Região Nordeste.

.
Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF),
intimou neste sábado (29/10) o ministro da Justiça, Anderson Torres,
para que ele explicasse, no prazo de 3 horas, operações policiais
deflagradas no segundo turno das eleições que supostamente
beneficiariam a campanha do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O despacho foi assinado no bojo de uma ação impetrada pelo PSB,
que questiona supostos “traços abusivos” em “medidas cautelares
e a prática de atos de persecução criminal por parte de órgãos
integrantes do sistema de justiça brasileiro”.

Segundo o partido, tal prática é marcada por uma seletividade
que implica em desequilíbrio do pleito eleitoral.

Ontem mesmo, em publicação no Twitter, o ministro de Bolsonaro
afirmou que a pasta fará uma grande operação para evitar crimes
eleitorais que envolverá a integração de 10 mil policiais federais
com cerca de 500 mil agentes das forças de segurança estaduais.

Íntegra do despacho de Gilmar Mendes:

https://www.conjur.com.br/dl/despacho-gilmar-prf.pdf

https://www.conjur.com.br/2022-out-30/gilmar-alexandre-pedem-explicacoes-ministro-policia-federal

.

    Zé Maria

    .

    “TSE Proíbe Operações da PRF e da PF que Afetem Transporte Público”

    O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre
    de Moraes, proibiu na noite deste sábado (29/20) a Polícia Federal (PF)
    e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de realizar qualquer operação
    que afete o transporte público de eleitores neste domingo (30/10).

    Na decisão, Moraes disse que os diretores de ambas as corporações
    policiais podem ser responsabilizados criminalmente em caso de
    descumprimento.

    Ele também vedou a PF de apresentar resultados de operações
    relacionadas às eleições.

    O ministro atendeu a pedido do deputado Paulo Teixeira (PT-SP),
    que acionou o TSE pedindo providências para que a PF e a PRF
    não fossem mobilizadas em favor da campanha do presidente
    Jair Bolsonaro, que tenta a reeleição, e em desfavor da campanha
    do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    O parlamentar fez o pedido alegando haver notícias de que a PRF
    estaria preparada para realizar operações especiais em estradas
    neste domingo (30).

    Ele também citou reportagem de emissora de TV sobre a abertura
    de investigação pelo Ministério Público para apurar suposto “USO POLÍTICO da PRF”.

    Moraes justificou a decisão diante da proximidade do pleito.

    “O processo eleitoral, como um dos pilares da democracia,
    deve ser resguardado”, afirmou o ministro.

    Acrescentou que cabe ao TSE “fiscalizar a lisura dos procedimentos
    de maneira que não se altere a paridade nas eleições” .

    Antes de conceder a liminar (decisão provisória), o presidente do TSE
    havia dado 4 horas para que a PRF e a PF prestassem informações
    sobre operações especiais no dia da eleição.

    Ele considerou, contudo, que as informações “não foram suficientes
    a refutar as notícias amplamente divulgadas, não havendo,
    até o momento, indicação sobre as razões que justificam as operações
    específicas implementadas no segundo turno das eleições, exceto
    a de coibir a compra de voto”.

    A Polícia Federal (PF) informou hoje já estar cumprindo a decisão do ministro Alexandre de Moraes.

    A Polícia Rodoviária Federal (PRF) não se manifestou até o momento.

    https://www.conjur.com.br/2022-out-30/tse-proibe-operacoes-prf-pf-afetem-transporte-publico

    .

mario Borges

Complementando o comentário anterior:

Vou refrescar a sua memória capitão.

O senhor chamou o Lula de rapaz e eu chamei seus filhos asquerosos aqui no blog de rapazinhos.

Aliás, não é a primeira vez que te pego no pulo por causa deste tipo de coisa.

Cara, és um completo imbecil.

mario Borges

Alô capitão

Uma palavra inusitada que o senhor usou durante o debate na Globo me mostrou que o senhor anda lendo os meus comentários.

Se eu fosse o senhor não continuava nesta toada não porque no que depender de mim eu seco a última gota de sanidade que ainda resta em você. Ta ok??? Miliciano da gema.

mario Borges

Eita dona Zambelli. Que mole a senhora deu para nós de esquerda na véspera da eleição em que seu mito não é o favorito.

Valeu dona. IDIOTA!

Zé Maria

Datafolha confirma Pesquisa IPEC e aponta
que, no Estado de São Paulo, LULA tirou
a Diferença de Votos pró-Bolsonaro.

Datafolha (Presencial)
28-29/10/2022
SÃO PAULO
Presidente da República

Estimulada
VOTOS VÁLIDOS

LULA = 49%

Bolsolão = 51%

.

    Zé Maria

    LULA Amplia Vantagem em Minas Gerais

    Datafolha (Presencial)
    28-29/10/2022
    MINAS GERAIS
    Presidente da República

    Estimulada
    VOTOS VÁLIDOS

    LULA = 53%

    Bolsolão = 47%
    .

    MG
    VOTOS TOTAIS

    Lula = 48%
    Jair Bolsonaro = 43%
    Em Branco/Nulos = 5%
    Não sabe/Não respondeu: 4%

    .
    Tá Pelada a Coruja!
    .

Deixe seu comentário

Leia também