VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Na quinta, 14hs, SP faz teste da internet gratuita em praça


29/07/2013 - 23h29

Praças Digitais – Teste de Conceito

enviado por Patricia Cornils, via Facebook

A Secretaria de Serviços da Prefeitura Municipal de São Paulo convida a população da cidade a participar do teste de conceito das Praças Digitais. No dia 1º de agosto às 14hs, na Praça Dom José Gaspar (Centro), vamos abrir o sinal de wi fi livre e gratuito, a ser testado pela população.

O teste é mais um passo para a implantação do projeto Praças Digitais. Ele é fundamental para que a iniciativa seja bem-sucedida, porque vai permitir à Secretaria de Serviços e à população avaliar os termos do serviço a ser prestado e sua qualidade.

O padrão a ser testado foi estabelecido pela Secretaria de Serviços e pela Prodam para a prestação do serviço público de wi fi nas 120 praças (Meta nº 58 do Programa de Metas 2013-2016 da Prefeitura). Seus principais itens são os seguintes:

— conexão de 512 kbps efetivos e por usuário, para download e upload;

— qualidade, estabilidade e garantia de banda que contemplem diversos usos da internet, inclusive streaming, voz sobre ip e video;

— infraestrutura que assegure o acesso à internet por meio de dispositivos de diversos tipos, como smartphones, tablets, notebooks, netbooks;

— a neutralidade não pode ser quebrada. O prestador de serviço não está autorizado a filtrar o tráfego por IP de origem ou de destino, por aplicação ou por conteúdo, exceto para cumprir legislação em vigor;

— medição da estabilidade, disponibilidade e capacidade da banda por meio do SIMET – Sistema de Medição de Tráfego Internet, disponível pela internet para qualquer usuário; e pelos SIMET-Boxes, desenvolvidos pelo NIC.br e doados ao projeto Praças Digitais.

O teste do conceito será realizado com a colaboração da Idea – Planejamento de Redes Metropolitanas. A Idea vai deixar o sinal aberto na Praça Dom José Gaspar até que o prestador de serviço a ser escolhido pela licitação das Praças Digitais inicie a instalação de sua rede – a Dom José Gaspar será uma das 120 Praças Digitais. O teste também vai permitir avaliar o prazo necessário para instalar equipamentos e conexão em uma praça.

A Coordenadoria de Conectividade e Convergência Digital vai acompanhar o teste e, durante toda sua duração, coletar os dados gerados pelo sistema de gerenciamento da Idea e pelo SIMET, além de receber contribuições e sugestões dos usuários pelo Twitter (@wifi_livre) e pelo Facebook (Wifi_Livre) do projeto.

O que: Lançamento do Teste de Conceito das Praças Digitais
Onde: Praça Dom José Gaspar, Centro, SP.
Quando: dia 1º de agosto, quinta-feira, 14h00

Leia também:

Ramonet: Serviços de espionagem já controlam a internet

Sergio Amadeu pede a internautas que pressionem deputado

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


18 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Marmeladov

30 de julho de 2013 às 17h01

Se o sistema paulistano “internet na praça” funcionar, a cidade de São Paulo – a maior do Brasil – estará se igulando neste aspecto com a ridícula Rio das Ostras, RJ, que já tem o sistema implantado há 10 anos.

Responder

    Roberto Locatelli

    30 de julho de 2013 às 18h35

    Por que você acha a cidade de Rio das Ostras “ridícula”? Se eles têm internet grátis nas praças, no mínimo nesse quesito estão mais avançados que nós. Se a Prefeitura contratar médicos cubanos, estarão melhor do que nós também na medicina, já que nós teremos que nos contentar com esses mauricinhos e patricinhas que são reprovados no Revalida…

    Luís CPPrudente

    30 de julho de 2013 às 23h09

    Muito bom mesmo. Quero esse serviço e esses médicos cubanos na minha cidade também.

Neotupi

30 de julho de 2013 às 14h19

A única coisa que gostaria de saber (e o Viomundo poderia apurar) é porque a prefeitura vai licitar para empresas privadas (que no final das contas cai num backbone de uma tele privada) em vez de fazer convênio direto com a Telebras, como está fazendo o governo do DF. A prefeitura de Vinhedo (SP) fez convênio com a Telebras e oferece wifi gratuito para toda a cidade.

Responder

    Conceição Lemes

    30 de julho de 2013 às 16h19

    Neotupi, farei esta pergunta eles. abs

    José Sena

    31 de julho de 2013 às 09h32

    Prezados,
    No estado do Pará existe o navegapara onde existe internet de graça nas praças de muitas cidades paraenses, fruto de convênio entre governo do estado e a estatal Eletronorte, que fornece banda nas suas fibras óticas. Porque não fazer o mesmo com Furnas e o governo Carioca?

    José Sena

    31 de julho de 2013 às 09h34

    Prezada Conceição, corrigindo a resposta anterior,
    No estado do Pará existe o navegapara onde existe internet de graça nas praças de muitas cidades paraenses, fruto de convênio entre governo do estado e a estatal Eletronorte, que fornece banda nas suas fibras óticas. Porque não fazer o mesmo com Furnas e o governo Paulista?

    lukas

    30 de julho de 2013 às 22h13

    Por que eles querem para agora e não para daqui cinco anos.

    Neotupi

    31 de julho de 2013 às 05h14

    A Telebras já está com ponto de presença na cidade de São Paulo desde maio. Só não contrata se não quiser. Tecnicamente, é viável o PRODAM fazer uma rede própria junto com a Telebras, inclusive mais ambiciosa, em vez de privatizar o serviço para a Telefonica ou Net-Virtua. Se há motivos para não fazer isso, parecem ser outros, e é isso que eu gostaria de entender.

Hans Bintje

30 de julho de 2013 às 12h14

Eu vou testar a rede da prefeitura de SP com meu velho laptop.

O bichinho roda Linux e o sistema ocupa 35 Mb de espaço em disco: http://www.hardware.com.br/livros/linux/slitaz.html

E é lindão:

Em termos de tecnologia, o pessoal da UFMG está na frente. Sei disso porque estou trabalhando nesses últimos meses com essa turma.

Gostaria de ver se São Paulo vai conseguir recuperar esse atraso.

Responder

    AlvaroTadeu

    30 de julho de 2013 às 23h05

    Quem falou em UFMG? Uma aluna de letras dessa universidade não consegue sequer baixar um livro inteiro de dentro da biblioteca, porque, alega ela, o sistema é muito lento e sempre trava. De onde você está falando? da Engenharia?

    Hans Bintje

    31 de julho de 2013 às 12h00

    AlvaroTadeu

    Por favor, identifique a aluna, que sistema ela tentou usar e quando fez isso.

    E repito: tecnologicamente, os mineiros estão muito a frente dos paulistas.

italo

30 de julho de 2013 às 10h33

Tem internet de graça em praça de SP, vai ser um furo no JN, tudo que a Dilma não faz o PSDB faz. Difícil vai ser convencer o usuário à levar um lap top para uma praça em SP e tomar um tiro na cara porque o PSDB dá internet de graça para pobre.

Responder

    Rodrigo

    30 de julho de 2013 às 11h53

    O projeto é da prefeitura. Do PT

    AlvaroTadeu

    30 de julho de 2013 às 23h12

    Calma, Italo, esse projeto é da Prefeitura de São Paulo, Administração Fernando Haddad, do PT. Aliás, em 2004, no programa da Marta constava WLAN grátis para boa parte da Capital, instalando antenas no alto dos prédios públicos da cidade. De lá para cá, houve grande modernização, chegaram os smartphones, tablets e os ultrabooks, net e notbooks já vêm com dispositivos internos que captam transmissões wi-fi, sem a necessidade do modem especial necessário àquela época.

    Luís CPPrudente

    30 de julho de 2013 às 23h16

    Italou, italou, tá entalado mesmo! De tanto entalado o sujeito acha que o prefeito ainda é o Kassab e a administração do PSDB!!!!

Julio Silveira

30 de julho de 2013 às 08h07

A prefeitura de São Paulo, agora do PT, também poderia rever aquela doação do terreno publico feita pelo prefeito anterior a Globo.
Gostaria de ver no partido do governo municipal coragem na hora de enfrentar os hipócritas de São Paulo e resgatar para a cidadania daquele município o que é dele. E não fazer parte da hipocrisia dominante, fazendo tudo o que tiver que ser feito para defender a cidadania.

Responder

    Luís CPPrudente

    30 de julho de 2013 às 23h18

    Chiiiiiii, e o medo das organizações da famiglia Marinho!

    Bem que eu queria que o Haddad fosse mais corajoso e desse uma de Brizola.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!