Na MTV, Emicida bota o dedo na ferida

Tempo de leitura: < 1 min

sugestão do Igor Felippe

Emicida ganha prêmio e faz show na MTV com bandeira do MST

21 de setembro de 2012

Da Página do MST

O rapper Emicida subiu ao palco do VMB 2012, o prêmio promovido pela MTV aos melhores artistas do ano, para receber o prêmio de melhor música do ano e fazer uma apresentação com a bandeira do MST.

Emicida, que disputou cinco prêmios, venceu na categoria melhor música com “Dedo na ferida”, composta depois da reintegração de posse que expulsou 1600 famílias da comunidade do Pinheirinho, em São José dos Campos, no começo do ano.

Depois de receber o prêmio, o rapper levantou a bandeira do MST e denunciou que a Polícia Militar de São Paulo impede que as famílias da comunidade do Moinho, no bairro do Campos Elíseos, em São Paulo, que pegou fogo na segunda-feira, voltem para seus barracos.

Emicida voltou ao palco, ao lado de Rashid, para fazer uma apresentação da música “Dedo na Ferida” com a bandeira do MST. Outra bandeira ficou hasteada durante toda apresentação em frente dos toca-discos do Dj Nyack.

O rapper levantou a bandeira do MST, mas não apareceu nenhum close. Enquanto o DJ fazia os scratches, a MTV mostrou apenas metade do boné do Movimento, sem mostrar o símbolo.

Leia também:

Rui Martins: Governo Dilma financia a direita

Requião: Não me arrependo de ter extinto a publicidade oficial

Maria Rita Kehl: Retórica de Alckmin é a da ditadura

Safatle: O conservadorismo filho bastardo do lulismo

 

Apoie o jornalismo independente


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

Apoio ao Emicida

Apoio a atitude do Emicida. Lembro que o primeiro contato que tive com “o outro lado”, aquele que nem minha escola e nem a televisão me mostravam, foi através de algo inusitado, como uma manifestação mal noticiada na imprensa ou uma fala de alguém num programa de televisão que era abafada nos primeiros 40 segundos. Foram coisas desse tipo que me despertaram a dúvida de que o Brasil não era a grande potência e que a revista Veja não dizia a verdade (posteriormente, descobri também que a VEJA também não estava isolada no papel de desinformar). O que você acha que deveria ser feito, se estivesse no lugar do Emicida? Deixar de ir à premiação e perder a oportunidade de se manifestar numa mídia que poderia causar alguma repercussão além dos muros? Será que alguns jovens que acompanharam a apresentação do rapper não vão pesquisar na internet o que ele estava querendo dizer? Bom, isso já me parece bastante significativo.

Marco Carvalho

Não conhecia esse cara, mas já estou gostando.

sil

Salve Emicida!

Gerson Carneiro

E o Supla, o punk de boutique, nem se ligou no que o Emicida estava dizendo. Punk da massa cheirosa.

Francisco

Emicida é o Chico Buarque possível nos nossos dias que correm, Quem não gostar, bota um boné e faz melhor.

Só o fato de olhar para o lado de fora da janela, já é um mérito, numa geração de egocentricos narcisistas…

O que deveria chamar a atenção é que Emicida, ligado a um movimento social urbano, cumpriu a função social e politica da arte (feio ou bonito, bem ou mal, isso é outro papo) que seria, por excelencia, da música… sertaneja.

E não é preciso falar cuspindo, ou com cara de ódio para cumprir esta tarefa. “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga, é uma denuncia e é lindissima. Os sertanejos devem isso ao país e ao seu povo: os sertanejos têm a cara enfiada no problema rural, mas não conseguem dar vazão a temáticas que afligem muitos de seus fãs, seja de forma politizada ou lirica.

Joice

A gente, pelamor! A MTV promoveu um espetáculo dedicado ao RAP onde os participantes estavam soltinhos pra dizer e fazer o que quiserem e vão se queixar que não deram close na bandeira nem no boné. Eu assisti e não vi nem um tiquinho de tentativa de censura, o que realmente me incomodou no programa foi o nível da nova cara do RAP, inclusive o desinformado do Emicida dizendo que é a PM que está impedindo os moradores a voltarem as suas casas na favela do Moinho (na verdade é a GCM), o que salvou foi o RAP de vangarda, salve Racionais.

    Log

    Joice, é a PM e a GCM.

Midas

Mas como tem gente que fala besteira pra aparecer. Posa de progressista, mas não consegue esconder o conservadorismo reacionário. E qual a melhor forma de perpetuar o conservadorismo? Desqualificando quem protesta contra a violação da dignidade humana. Quem impõe uma cidadania de segunda classe ao povo em defesa de seus privilégios? A elite, a grande responsável pela existência de favelas, miséria, discriminação. Se o povo não começar a se organizar ao invés de ficar esperando a benevolência de quem o oprime vai esperar mais 500 anos. Emicida deu um exemplo que aponta o caminho certo. Quem não gosta, é porque vestiu a carapuça. E como diz Bob Marley: “se a carapuça serviu, deixe eles vestirem”.

Rodrigo Leme

Emicida é parte da máquina de marketing da música no Brasil. A diferença é que o nicho dele é essa pasteurização do “povo contra elite”, que a essa altura já lhe rendeu o suficiente para entrar na categoria “porco capitalista”.

    sandro

    É Noblat.
    Contra o emicida só fornecida.
    É vc mesmo noblat??

    Márcio Gaspar

    A diferença é que o nicho dele é essa pasteurização do “povo contra elite” Qual o problema nisso? Já que tem rico contra pobre e favelado, contra o pobre que consegue comprar carro, sendo mais um carro no caminho das BMs,empresário contra participação de resultados no lucro em que o trabalhador teve participação. Para qual nicho eles falam/defendem? E você, em qual nicho você se encaixa, qual você defende?

    Log

    Exatamente, o que importa é que ele está do lado do povo. Além disso faz músicas que tocam o ponto certo.

henrique de oliveira

Esse cara nunca mais aparece na midia do PIG.

Willian

MTV faz parte do consórcio midiático que edita a Veja. Emicida deveria ter se negado a aparecer neste emissora. Pô, mas aí ele não venderia CD pra playboyzada que assiste a emissora. Emicida e Criolo são os queridinhos daquele pessoal meio intelectual meio de esquerda da capital paulista, papel que já foi desempenhado pelos RAcionais MC’s.

Pô, mas este pessoal da Veja tá muito light ultimamente. Além do cara ser indicado com esta música, ele ainda ganha? Não tem como fraudar isto, não? Fico imaginando se fosse uma música sobre o mensalão. A galera aqui estaria cheio de teoria conspiratória…rs

denis dias ferreira

Ainda bem que ainda existem brasileiros que não temem comprometer-se e que não hesitam em estragar a festa se preciso for. Valeu Emicida.

Rose SP

Está ai a voz do oprimido! literalmente metendo o dedo na ferida!

Deixe seu comentário

Leia também