VIOMUNDO

Diário da Resistência


Michelle garantiu empréstimo de R$ 518 mil a doceira que fez vídeo atacando lockdown
Política

Michelle garantiu empréstimo de R$ 518 mil a doceira que fez vídeo atacando lockdown


01/10/2021 - 10h00

“Lockdown não salva, lockdown mata. Governador deixa a gente trabalhar”, disse a doceira Maria Amélia Campos em vídeo que postou nas redes sociais, em protesto contra Ibaneis Junior (MDB-DF).

Maria Amélia, que serve à primeira-dama Michelle Bolsonaro, foi uma das beneficiadas com empréstimo de baixo custo da Caixa Econômica Federal.

Recebeu R$ 518 mil.

De acordo com denúncia da revista Crusoé, Michelle acionou o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, para conseguir empréstimos para amigos bolsonaristas.

O cabeleireiro Waldemar Caetano Filho, o florista Rodrigo Resende e a loja Derela Modas, que também é promovida pela esposa do deputado federal Eduardo Bolsonaro, Heloisa, aparecem na lista do balcão de negócios da primeira-dama.

Um e-mail publicado pela revista comprova o tráfico de influência com dinheiro público.

A primeira-dama jamais explicou o motivo de ter recebido em sua conta bancária R$ 89 mil em depósitos feitos pelo coordenador da rachadinha no gabinete de Flávio Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Fabricio Queiroz, e da esposa dele, Márcia.

Fabricio depositou 21 cheques na conta de Michelle e Márcia, cinco cheques de R$ 3 mil e um de R$ 2 mil, totalizando 27 depósitos.

Ao tentar explicar os depósitos, o presidente Jair Bolsonaro disse que se tratava de um empréstimo que ele recebeu de Fabrício na conta da esposa.

“A questão da minha esposa. Não é apenas esta vez. O Coaf fala que foram R$ 24 mil. Na verdade foram R$ 40 mil. Foi uma dívida que foi se acumulando dele até que eu cobrei dele e a maneira de cobrar foi o quê? Me dá um cheque”, disse Bolsonaro.

No entanto, como se sabe agora, foram 21 cheques e o valor total é de R$ 89 mil.





8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Sandra

02 de outubro de 2021 às 13h02

Maria Amélia é proprietária de uma rede de doceiras que atende exclusivamente a “elite” brasiliense. Lojas altamente luxuosas em locais nobres da Capital: Asa Norte, Sudoeste, Asa Sul, Águas Claras, Jardim Botânico.

Responder

robertoAP

01 de outubro de 2021 às 18h39

Como no ditado:
CASAL QUE ROUBA UNIDO, CONTINUA ……LADRÃO !!!

Responder

Rogerio de Faria

01 de outubro de 2021 às 17h52

Para que serve dinheiro público, senão para ajudar os amiguinhos do poder.

Responder

Aurea Geraldo

01 de outubro de 2021 às 17h05

Fazer favor para amigos tem um preço : com quanto Micheque ficou para fazer todo esse mimo?

Responder

Zé Maria

01 de outubro de 2021 às 14h37

É o Adiantamento Compulsório dos 10% pra Tesouraria?

Responder

Zé Maria

01 de outubro de 2021 às 12h57

Parece que a Micheque vai voltar rapidinho para os EUA,
para tomar a segunda dose da vacina em nova Iorque.

Responder

Riaj Otim

01 de outubro de 2021 às 11h37

Amei a bondade da primeira dama. É assim que se faz e não deixar que amigos moram de fome

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding