VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Margarida Salomão é a favorita para vencer  no 2º turno em Juiz de Fora: ”O vento está mudando”
Política

Margarida Salomão é a favorita para vencer no 2º turno em Juiz de Fora: ”O vento está mudando”


19/11/2020 - 12h03

Margarida Salomão sai na frente em Juiz de Fora e é a favorita para vencer a disputa no 2º turno

Candidata do PT, que obteve 39,46% dos votos no primeiro turno, ganhou o apoio do PCdoB e PSOL, e já tem o suporte do PV. Ela é favorita para derrotar empresário milionário, que disputa pelo PSB e tem a rejeição até dos tucanos. “O vento está mudando. Essa eleição trouxe muitos recados importantes ao sistema político. Cabe a nós compreendê-los”, afirma

PT Nacional

Vitoriosa no primeiro turno das eleições municipais em Juiz de Fora (MG), com 102.489 votos (39,46%), a deputada federal Margarida Salomão (PT), professora universitária e uma das mais combativas parlamentares no Congresso Nacional em defesa da educação pública, desponta como a favorita para comandar a cidade.

Ela largou na frente na construção de uma política de alianças com outras forças progressistas, fechando acordos com com o PSOL e o PCdoB para ganhar as eleições em 29 de novembro, e já tinha o apoio do PV desde o início da campanha eleitoral.

“O vento tá mudando. Essa eleição trouxe muitos recados importantes para o sistema político. Cabe a nós compreendê-los”, diz a deputada federal.

Favorita nas eleições, Margarida enfrenta neste segundo turno o empresário Wilson Rezato, dono de uma construtora, que obteve menos de 23% dos votos em 15 de novembro.

Nesta quarta-feira, Margarida ganhou o apoio de um adversário histórico, o ex-deputado federal Marcus Pestana, fundador do PSDB em Minas, que declarou apoio à petista, mesmo reconhecendo divergências profundas.

“A diferença entre os dois candidatos que disputam o segundo turno é abissal”, declarou Pestana.

De acordo com o tucano, Rezato se entregou às atividades empresariais, com seus negócios atropelando o interesse público e a legislação municipal. “Nunca participou das lutas do povo em defesa da democracia e da justiça social”, declarou Pestana.

Nesta quarta-feira, em entrevista à rádio CBN, a candidata do PT declarou que pretende governar adotando um programa de desenvolvimento inclusivo na cidade, que tem mais de 516 mil habitantes, de acordo com o IBGE, e é a quarta cidade mais populosa de Minas Gerais.

“Nossa campanha tem como eixo político o direito à cidade de todos e todas as pessoas de Juiz de Fora”, disse. “Vamos ter uma proposta de desenvolvimento inclusivo para todos. Não basta simplesmente produzirmos mais riqueza. É preciso que as pessoas partilhem essa riqueza que venhamos a produzir”, adiantou.

Participação popular

Margarida defende um programa de governo com a participação da população.

“Teremos um processo de planejamento territorializado, ouvindo quem mora naquele local sobre seu dia a dia e sua vida”, destacou a petista.

“A periferia é onde vive grande parte dos trabalhadores e trabalhadoras negras. Então, é lógico que se você quer ter uma cidade em que tudo é para todos, temos que contemplar essa parte da cidade, que é menos beneficiada e a requer de fato a intervenção de políticas públicas”, defendeu.

Margarida já esteve reunida na última terça-feira, 17, com a candidata Ione Barbosa (Republicanos) – terceira colocada na disputa municipal, onde obteve 56.669 votos (21,83%).

“As conversas que tenho feito são de altíssimo nível. Disse a Ione que, é claro, a mim interessa se ela se dispuser a fazer um apoio público. O mais importante foi reconhecer a bela campanha que ela fez, a expressividade política da sua candidatura e tê-la, portanto, como interlocutora, eu vindo a ser prefeita de Juiz de Fora”, explicou à CBN.

A candidata voltou a reafirmar o compromisso de ter um secretariado paritário, mas sem antecipar nomes.

“Nós podemos fazer um secretariado paritário de gênero, com uma participação importante de negros e negras de Juiz de Fora”, disse.

“Os melhores quadros possíveis. Vocês sabem que sou botafoguense e se lembram como o João Saldanha fez para ganhar o tricampeonato escalando um time de feras. Para trabalhar comigo, tem que ser fera. E assim vão ser todas essas pessoas”, prometeu.

Da Redação



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


3 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Henrique Martins

19 de novembro de 2020 às 17h06 Responder

Zé Maria

19 de novembro de 2020 às 14h17

É de apavorar a Fortuna do Candidato da Coligação
de PSB/DEM/PL/PSD/Cidadania, Oponente no 2º Turno
da Candidata Margarida Salomão (PT) à Prefeitura do
Município de Juiz de Fora, em Minas Gerais.
São Dezenas de Apartamentos, Mútuos e Dinheiro Vivo, num
total declarado à Justiça álp de + de R$ 85 MILHÕES,
sendo que apenas em relação a uma Aplicação Financeira
no BRADESCO foi declarada a Importância de R$ 10 MILHÕES,
além de 50% de Participação numa Empresa de Engenharia
no valor de R$ 12 MILHÕES:
Isso explica por que o candidato do PSB está coligado com DEM, PL e PSD,
Partidos dos “liberais ricos, especuladores e oportunistas”,
que querem se apropriar das Verbas Públicas para enriquecer ainda mais.

https://politica.estadao.com.br/eleicoes/2020/candidatos/mg/juiz-de-fora/prefeito/wilson-rezato,40

Responder

Zé Maria

19 de novembro de 2020 às 13h57

É de apavorar a Fortuna do Candidato da Coligação
de PSB/DEM/PL/PSD/Cidadania, Oponente no 2º Turno
da Candidata Margarida Salomão (PT) à Prefeitura do
Município de Juiz de Fora, em Minas Gerais.
São Dezenas de Apartamentos, Mútuos e Dinheiro Vivo, num
total declarado à Justiça Eleitoral de + de R$ 85 MILHÕES,
sendo que apenas em relação a uma Aplicação Financeira
no BRADESCO foi declarada a Importância de R$ 10 MILHÕES,
além de 50% de Participação numa Empresa de Engenharia
no valor de R$ 12 MILHÕES:
Isso explica por que o candidato do PSB está coligado com DEM, PL e PSD,
Partidos dos “liberais ricos, especuladores e oportunistas”,
que querem se apropriar das Verbas Públicas para enriquecer ainda mais.

https://politica.estadao.com.br/eleicoes/2020/candidatos/mg/juiz-de-fora/prefeito/wilson-rezato,40

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!