VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Exército derrotou Bolsonaro em queda de braço, diz Manuel Domingos, e aceitará Lula se ex-presidente for eleito em 2022
Manuel e o novo comandante do Exército, mascarado. Reprodução
Entrevistas Política YouTube

Exército derrotou Bolsonaro em queda de braço, diz Manuel Domingos, e aceitará Lula se ex-presidente for eleito em 2022


31/03/2021 - 19h13

Da Redação

O rompimento dos militares com seus procedimentos já foi dado, quando o então comandante do Exército, Eduardo Villas Bôas, disparou mensagem no twitter, depois de ter consultado outros generais, pressionando o Supremo Tribunal Federal a não conceder habeas corpus ao ex-presidente Lula, em 2018.

Jair Bolsonaro foi o candidato das Forças Armadas, com autorização inclusive para fazer campanha dentro dos quartéis.

Porém, ao afastar o ministro da Defesa com o objetivo de demitir o comandante do Exército, Edson Leal Pujol, o presidente da República venceu a batalha, mas foi derrotado na guerra pela corporação: o escolhido para suceder Pujol foi Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, que havia sido autorizado pelo comandante a dar uma entrevista no domingo passado ao Correio Braziliense.

Para o professor Manuel Domingos, que estuda os militares brasileiros há mais de 40 anos, a força da corporação se sobrepôs.

Diferentemente de Bolsonaro, o Exército entende que o objetivo número um agora é combater a pandemia.

Com política oposta à de Bolsonaro, Exército segue lockdown e tem mortalidade de 0,13%, foi o provocativo título da reportagem do Correio, que trouxe declarações do então responsável pelo setor de recursos humanos e de saúde do Exército, agora guindado ao comando geral.

A taxa de letalidade no Brasil é de 2,5%.

“Todas as medidas sanitárias, diretrizes emanadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), corroboradas pelas nossas diretorias de saúde, são rigorosamente cumpridas em nossos quartéis”, disse o general que agora chefiará o Exército.

A entrevista de Paulo Sérgio foi vista como uma tentativa do então comandante Pujol de afastar ainda mais o Exército da calamidade sanitária, depois da saída de um general do Ministério da Saúde.

A presença de Ernesto Pazuello no cargo era vista com desconforto por algumas altas patentes, por associar o Exército diretamente ao fracasso do combate à pandemia no Brasil.

Para o professor Manuel Domingos, vivemos de fato um regime muito militarizado, que certamente fará tudo o que estiver ao seu alcance para permanecer no poder em 2022.

Mas o analista não acredita que Bolsonaro tenha força para fazer mais que alguma arruaça, por se tratar, nas palavras de Manuel Domingos, de uma “marionete”.

Manuel Domingos acredita que as Forças Armadas vão aceitar os resultados de 2022, mesmo que o eleito seja o ex-presidente Lula, até porque na atual queda de braço com o Bolsonaro os comandantes militares demitidos sairam de cena como defensores da legalidade.

Veja a íntegra da entrevista no topo.

Manuel Domingos Neto nasceu em Fortaleza em 1949. Graduou-se em História pela Universidade de Paris VI, em 1976. Obteve o título de Mestre em Sociedade e Economia na América Latina, pela Universidade de Paris III, em 1976, e o título de Doutor em História pela mesma universidade, em 1979. Foi pesquisador da Casa de Rui Barbosa, superintendente da Fundação Centro de Pesquisas Econômicas e Sociais do Piauí, estado pelo qual também foi deputado federal. Professor da Universidade Federal do Ceará e professor associado da Universidade Federal Fluminense, foi também vice-presidente do CNPq e presidente da Associação Brasileira de Estudos de Defesa (ABED).





4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Eduardo

02 de abril de 2021 às 12h46

Conheço de perto centenas de empresários, funcionários públicos , políticos profissionais, doutores, viúvas da ditadura e velhos idiotas nojentos e despreparados influenciadores de esposa, de filhos, sobrinhos, irmàos, amigos e vizinhos responsáveis pela desgraça em que se encontra o país. Sou eu também responsável porque nãos fui capaz de influênciar ou impedir essa boiada manca que votasse doentiamente contra Haddad ou até Ciro e cairmos em desgraça elegendo um miliciano, ladrão de galinhas, de rachadinhas, especialista em dar tiros e mentir, um doente mental que nào aceita se tratar, que se tornou um dos maiores genocidas pós Hitler. Concluindo o desabafo: é importantíssimo e faço questão que o pré-morto General Villas Boas saiba que deixará um imenso registro de imbecilidade é um rastro de desgraça, um monte de merda para o povo sofrer e limpar e que sua vida de nada serviu à nação.

Responder

Caio Mendonça

01 de abril de 2021 às 09h07

Isso deve ser o velho e bom embuste do EB.
Pq os generais largariam a picanha.
E outra se entregam o país assim como entregaram para os EUA pq teriam esse amor a farda e a um exército que nunca foi lá essas coisas.
O fato e que no Brasil tem um monte de brasileiro vendido para os americanos.
Esses políticos atuais daqui são na sua imensa maioria pro EUA.
Ou não foi a lava jato que confabulava com os EUA. O Moro ia todo mês pra lá.
E se analisar os últimos golpes na América latina chega-se a mesma conclusão. Um grupo de políticos golpistas que tomaram o poder ou tentaram, porém todos os golpistas alinhados com os interesses de Washington seja republicano ou democrata.
O EB me parece bastante alinhado com Washington.
Bolsonaro parece um soldadinho americano no Brasil. É um político bem alinhado com os EUA.
Biden mal entrou e já deu um ultimato na Bolívia. Qdo aconteceu o reverso na Bolívia os EUA não disseram absolutamente nada. Foda-se o Evo.
A doutrina Truman tá muito em alta ainda.
E o povo tb merece, pois e completamente cabeça de bagre. Vc tinha um país bom, não era ótimo, mas era bom e agora temos isso aqui que nem bico tem.
Qdo eu escuto falar dessa lava jato eu me lembro do desenho americano do Zé Carioca de uns 10 anos atrás dizendo que brasileiro era ladrão.
Vai me desculpar, mas riem da nossa cara no exterior, pois corruptos TAMBÉM passaram a perna no povo.
Mas se tá bom assim pra que mudar. O povo cagou no pau.
Para fazer isso era melhor não fazer nada, pois mesmo com a roubalheira o país crescia. E justiça seletiva nem justiça é. Desempregou milhões e cadê tucano na gaiola. NAO TEM. É tudo santo.
Tem que negar a verdade e isso.
Po, a esse custo seria melhor deixar o barco rolar. O país teria crescido mesmo com a roubalheira.
E o pior de tudo o Lula apresentou as provas que a lava jato nunca apresentou.
A este custo de terra arrasada e inviável. Parece que bombardearam aqui. Terra arrasada.
VAMOS ser francos acusar o peão com base numa notícia de jornal parece um poema do Bandeira. E depois o sujeito vai receber um prêmio desse dono do jornal. Mas que balaio de gato. Que fuzuê. Que zona da porra.

Responder

Gerley

01 de abril de 2021 às 07h40

Tb é fogo, né ! Um monte de gente votou nele e agora tão reclamando.
Agora Inês é morta. Não adianta reclamar agora. Principalmente pq gente que ganha bem e tem dinheiro votou nesse político em massa.
Depois que fez a cagada não tem como consertar. Como vai consertar o avião no ar.
Impeachment pode esquecer, não vai ter. Ele tem o congresso na mão a base de comprar com dinheiro.
Falta menos de 2 anos para eleição. O lira é velho conhecido dele. Não vai assinar pedido nenhum. E se assinar não passa.
E a maioria do congresso ainda e pro ele.
Acho praticamente impossível ele sair antes dos 4 anos mesmo com essa matança.

Responder

Zé Maria

31 de março de 2021 às 21h56

Excerto

“As Forças Armadas vão aceitar os resultados de 2022,
mesmo que o eleito seja o ex-presidente Lula,
até porque na atual queda de braço com o Bolsonaro
os comandantes militares demitidos
saíram de cena como defensores da legalidade.”
.
Os Oficiais da Ativa aceitarão, com certeza.
Os Milicos de Pijamas Mijados, dificilmente.
.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Blogs & Colunas
Mais conteúdo especial para leitura