VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Leandro Fortes: A bruxa de Canapi


17/07/2012 - 23h13

Blog do Leandro Fortes, em CartaCapital

A entrevista da ex-primeira-dama Rosane Collor no Fantástico revela muito da disposição da velha mídia com a CPI do Cachoeira, a qual quer ver enterrada o mais rapidamente possível.

Rosane, para quem não sabe ou não se lembra, era mulher de Fernando Collor de Mello e por ele foi colocada na presidência da extinta Legião Brasileira de Assistência (LBA). Lá, ela organizou um esquema de roubo e desvio de dinheiro que escoava verbas de Brasília para os corfres da família dela em Canapi, no sertão de Alagoas.

Dinheiro destinado ao combate à seca. Agora, transmutada em “pastora evangélica”, foi à TV Globo dizer que o ex-tesoureiro Paulo César Farias tinha muita influência no governo Collor e que o ex-marido mexia com bruxaria… Então, uma informação às novas gerações: PC Farias, entre outras atribuições, bancava as CALCINHAS de Rosane Collor.

A estratégia de dar voz à pastora Rosane, nesse momento, nada tem a ver com interesses morais, quiçá republicanos. A velha mídia quer atingir e demonizar o senador Fernando Collor para intimidá-lo na CPI do Cachoeira.

Collor investiu contra o procurador-geral Roberto Gurgel por este ter engavetado a Operação Vegas, que já tinha pego Demóstenes Torres, em 2009. Collor investe contra a Editora Abril e a revista Veja, e trabalha pela convocação de Roberto Civita e Policarpo Junior.

Collor, o monstro criado, alimentado e eleito pela TV Globo e pela Veja, em 1989. Esse mundo dá mesmo muitas voltas.

Leia também:

Collor diz que respostas de Gurgel comprovam que ele cometeu crime de prevaricação

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


41 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Jose Mario HRP

22 de julho de 2012 às 07h30

18 paus é pouco?
É muito pra tão bandida como ela!

Responder

sérgio

18 de julho de 2012 às 19h30

O PIG está possesso, suas malandragens foram reveladas na CPMI, Eumano Silva já dançou, logo o Poli terá o mesmo destino, Civita desmoralizado padece de um câncer, enquanto isso o Brasil vai mudando para a melhor.

Responder

Manuel Henrique

18 de julho de 2012 às 17h47

Atenção: o globo apronta mais uma: na campanha de assinatura digital do jornal, vejam que imagem eles usam: http://oglobo.globo.com/email_marketing/camp_relac_out10/globodigital/index.html

Isso é propaganda de óbvio cunho político-partidário. Uma fraude contra o consumidor e um crime contra a lei eleitoral. O Procon e o TSE ficarão quietos?

Aliás, o globo vai se aprimorando. A edição impressa do dia 17 é mais uma pérola do antijornalismo ali produzido. Uma das notícias mais importantes do dia foi a descoberta de que o contraventor Carlinhos Cachoeira pagava as contas dos secretários do governo Marconi Perillo (PSDB), em Goiás. Mas como o jornal tratou a informação? A principal manchete foi o jogo de basquete entre as seleções americana e brasileira! – certamente, um assunto da maior relevância, na opinião isenta dos editores. É por aí foi. Até a notícia de uma maçã transgênica que não escurece teve mais destaque do que o escândalo tucano em Goiás! Seria cômico, se não fosse grave. A notícia da farra do governo Perillo (PSDB) ficou escondida na coluna à esquerda, em chamadinha espremida e relegada para a dobra do jornal, cujo singelo título era: “Cachoeira paga despesas de secretários”. Que secretários e que governo o jornal não informou; talvez, não tenha achado que o leitor mereceria esta informação básica. Na primeira página, nem uma menção ao PSDB. Na página interna, só uma! INACREDITÁVEL! Agora, imaginem: e se fosse um governo do PT?

Responder

Fernando cerqueira

18 de julho de 2012 às 15h12

Totalitario tipo Cuba ,Coreia , China, onde a imprensa e livre ,e tem muitas opcoes de escolha!

Responder

Fabio Passos

18 de julho de 2012 às 13h42

joão roberto marinho está agindo diretamente para bloquear as investigações.

O pilantra da globo fez reuniões ameaçando e chantageando políticos.

O PIG está desesperado.
A globo atacando Collor é apenas mais um sinal.

O PIG é uma organização criminosa que idiotizou parcela significativa da classe média brasileira. Uma máquina de produzir imbecis a serviço da pior “elite” do mundo.
Estes bandidos do PIG são o sustentáculo de nosso subdesenvolvimento.
Uma âncora que nos mantém presos no atraso.

Responder

    Willian

    18 de julho de 2012 às 15h40

    Fábio Passos, sempre bem informado e provando sempre suas acusações.

    Jotace

    18 de julho de 2012 às 17h13

    Caro Fábio Passos,

    Excelentes e procedentes seus comentários. Realmente, o PIG tem idiotizado grande parcela do povo brasileiro, destacadamente na sua classe média como a de S. Paulo. Ela é simplesmente manipulada pelo PIG que a induz a aceitar como verdadeira a enxurrada de mentiras que escoam de esgotos como o Jornal Nacional, ‘notícias’ da Folha e do Estadão e as reporcagens da Veja. O PIG oligarca, apoiado pela grande mídia internacional, é o instrumento servil das multinacionais e tem sido o responsável pelos grandes males da América Latina. Cordial abraço, Jotace

Alexandre Felix

18 de julho de 2012 às 13h29

Oi pessoal…alguém sabe da Nicéia Pitta? :)

Responder

anac

18 de julho de 2012 às 13h11

A historia não mente.
E contra fatos não há argumento.
Collor, o caçador dos marajás, foi criado pelo PiGlobo para impedir que, mais do que Lula, Brizola chegasse a presidencia e cumprisse o que prometeu como primeiro ato: acabar com a concessão publica da Globo. Macaco velho, Brizola sabia que a sauva é o PiG, a poderosa globo liderando a quadrilha. Brizola assistiu o que o PiG de Carlos Lacerda fez com Getulio Vargas, devido a CLT e principalmente PETROBRÁS. Viu o que o PiG fez com Juscelino, 50 anos em 5, depois, com Jango e sua tentativa de reforma grária. Brizola sentiu na pele o poder do PiG, que tentou fraudar a eleição para governador do Rio de Janeiro, no famosos caso PROCONSULT.
Quando Collor foi defenestrado do poder, tendo como um dos motivos de capa da Veja um Fiat Elba, Brizola o recebeu com todas as pompas em sua chegada ao Rio vindo de Brasilia.
Brizola sabia que a criatura tinha sido sacrificada por contrariar interesses do criador, que assim como o criou do nada o destruiu.
Aí, desde o impeachmente de Collor, Veja, Globo e cia se acharam os verdadeiros donos do poder, donos do Brasil, capazes de tudo. Até o advento Lula….
Não conseguindo impedir a eleição de Lula, tentaram expurgá-lo do poder criando factóides diuturnamente, escandalos fabricados pela Veja e cia. Por sorte e graça de Deus não conseguiram. Dilma foi a proxima vitima. Eleita, tentaram de todas as formas paralizar o seu governo e criar condições para um golpe a lá Paraguai. Toda semana a sujissima veja criava escandalos com a ajuda do cachoeira. A Globo tratava de reverberar o escandalo a nivel nacional no seu JN. Até a PF desmolarizar com operação monte carlo, o PiG e seua aliados – veja, globo, cachoeira, demostenes, psdb, perillo e congeneres. Acabaram-se os factoides contra Dilma da Veja, que agora se limita a tentar evitar que o seu capo seja ouvido na CPI do PiG.
O PiG é ou não a sauva?,
Saúva que tem sete vidas.

Responder

Amaro

18 de julho de 2012 às 12h54

Collor já pagou pelos crimes que cometeu. Agora, se a pena da justiça brasileira é branda para os crimes cometidos por políticos, a culpa não é do Collor nem dos eleitores.A culpa é da justiça.

Nunca votei nem votaria no Collor. Mas ele foi eleito novamente, depois de cassado e cumprido a sua pena, pelo povo de Alagoas. O povo dadaquele Estado resolveu lhe dar mais uma chance.Portanto, ele tem todo o direito de fazer o que está fazendo na CPI do Cachoeira. E temos que admitir que ele é mais corajoso do que a esmagadora maioria dos parlamentares petistas.

Avante, Collor!

Responder

Geysa Guimarães

18 de julho de 2012 às 12h03

Tem gente interpretando da maneira incorreta.
Não se trata de defender Fernando Collor, mas de repudiar o uso “espetaculoso” de baixarias para desqualificar quem a ela se opõe.

Responder

alício

18 de julho de 2012 às 11h56

A fila anda. Viva Collor, fora çerra!

Responder

Julio Cesar

18 de julho de 2012 às 11h46

O pig criou o monstro em 1989 para manter o poder e continuar massacrando o povo brasileiro, a criatura o desagradou e ele o descartou, pensando ter acabado com ela. Mas muitos anos depois a criatura renasce, ganha força e se rebela contra o criador. VOU TORCER PELA CRIATURA, POIS O CRIADOR É O PRÓPRIO DEMO.

Responder

Gilson Raslan

18 de julho de 2012 às 11h43

O Collor, com passado sujo ou não, está cumprindo, e muito bem, o seu papel na CPMI. A tuCANALHA, incluindo aí os filhos do roberto marinho, está chiando, porque sabe que o senador “daquilo roxo” conhece o passado sujo desses canalhas e tem medo de que elle possa revelar ao povo brasileiro as suas sujeiras.

Responder

Gerson Carneiro

18 de julho de 2012 às 11h18

Grande contribuição da Rede Globo para o debate político nacional: briga de separação entre Collor e Rosane.

Responder

Gerson Carneiro

18 de julho de 2012 às 11h15

Tanta coisa importante acontecendo e a Rede Globo traz à baila a briga de separação entre Collor e Roseane. Baixaria pura. Mas parece que o Rodrigo Leme gostou do babado.

Responder

    Rodrigo Leme

    18 de julho de 2012 às 11h59

    Se você quer ver coisa importante, não é a TV de domingo à noite que vai entregar, seja o Fantástico seja o Fantástico versão evangélica do outro canal.

    augusto2

    18 de julho de 2012 às 16h57

    Aprecio muito quem raciocina pelo reverso.
    A entrevista da ex dama ex canapi collor Malta era tao desimportante, que a Globlefe tratou de colocar no horario super nobre, e de anuncia-la por uns tres ou quatro dias de chamadas, repetidamente.

juninho

18 de julho de 2012 às 11h12

Foi na veia Paciente. Desse “Estado totalitário” protagonizado pela Globo (PIG) a reaçada não reclama. Ao contrário, eles adoram.

Responder

Emilson Werner

18 de julho de 2012 às 10h46

O que eu REALMENTE não entendi na fala da pastora Rosane Collor, e que ninguém ainda se dignou a responder, é: Como é que faz pra um boi descer pro porão da casa da Dinda, vivo? Como é que carregavam os bichinhos lá pra baixo? Pela escada?

Responder

Zilda

18 de julho de 2012 às 10h43

Não se trata de perdoar Collor. Ele foi investigado, condenado e pagou a pena. Nós no Brasil precisamos entender isso: julgar e condenar são atribuições do Judiciário. E depois que a pessoa paga sua pena e muda o rumo de sua vida, não há o que ser censurado ou julgado novamente. a não ser que a pessoa volte a cometer delitos da mesma ou de outra natureza. Collor hoje é Senador eleito por parcela da população de Alagoas e isso precisa ser respeitado. Se na CPMI está tendo uma atuação a favor do Brasil e do povo brasileiiro, palmas para ele e melhor para nós que precisamos de representantes comprometidos com o destino nosso e do nosso país.

Responder

E. S. Fernandes

18 de julho de 2012 às 10h40

O empedimento de Collor foi o melhor que lhe aconteceu na vida.
Não permitiu que ele esculhambasse o país, embora fosse seu objetivo.
Daí veio o psdb com o seu chará, fhc, que fizeram o serviço sujo, a privataria.
Pagamos um alto preço, até hoje e por muito tempo.
Por mais que errou, Collor não vendeu a pátria
FHgagaC, sim, fez o serviço sujo pro império e antipovo.
Collor hoje se redime, ao menos parcialmente, do desejo de mal feito que queria mas não pôde fazer.
Lula o resgatou das trevas. É por isso que é tão odiado pelo pig.

Responder

Luís

18 de julho de 2012 às 10h24

Não entendo que se trate de defesa de Collor, mas sim de desmascarar os reais objetivos da matéria oportunista veiculada pela Globo com a ex-primeira dama, mesmo porque somente quem não quer ver pode deixar de admitir que se trata da mais baixa pressão para calar quem quer expor a bandalheira promovida pelo corporativismo midiático da pior espécie.
Não vi defesa de Leandro Fortes à Collor, mas sim aos fatos, como bom jornalista que é. Isso é muito diferente!
Existem os que querem transparência e os que querem impunidade! O que defendem Globo e Veja? Impunidade?

Responder

    Luiz (o outro)

    18 de julho de 2012 às 11h01

    Esquenta não, xará! Esse pessoal só tá querendo mesmo é trollar…

    J Fernando

    18 de julho de 2012 às 11h33

    Pois é, Luiz.
    Porque o cara está dando uma refrega na mídia não podemos concordar com ele?
    Uma coisa é concordar com a posição do Collor nesta CPI, outra muito diferente é apoiar o senador, votar no cara.
    O mais engraçado é que os argumentos dos trolls é sempre o mesmo: dizem ser um absurdo as reportagens que concordam com o Collor. Não usam argumentos CONTRA o que ele diz. Não tem UM comentarista contrariando o que Collor disse. Não tem um defedendo veja, cachoeira e demais. Todos batem só no bordão de que agora os petistas “defendem” o Collor.
    Querem enganar quem?

    Luís

    18 de julho de 2012 às 19h16

    Concordo com vocês J Fernando e Luiz (o outro). Lamento mesmo é essa tentativa de fazer parecer que Leandro Fortes fez defesa de Collor, etc.
    Quem acompanha o jornalismo brasileiro sabe que temos jornalistas e jornalistas, e Fortes assim como outros(as) integram grupo de jornalistas que não se curvaram à desonestidade intelectual e baixarias do corporativismo midiático. Se há realmente imprensa livre é representada por esses(as) jornalistas, porque se permitem apresentar argumentos contrários à empulhação hegemônica bancada pelo poder econômico que esvazia a política.

Mardones

18 de julho de 2012 às 09h43

Na mosca. O PIG ainda pensa que o brasileiro tem memória fraca. MEsmo depois de três derrotas nas eleições presidenciais.

Não vi a entrevista, mas sei que a reação na blogosfera foi imediata. É mais um tiro que saiu pela culatra.

As vítimas do PIG – eles não têm leitores, nem telespectadores – são tratadas como verdadeiros retardados mentais.

Ainda bem que existe o internete com nossos sujinhos.

Responder

Marcos André Lessa

18 de julho de 2012 às 09h01

Nossa, esse mundo dá voltas mesmo. Leandro Fortes defendendo Fernando Collor…

Responder

    eunice

    18 de julho de 2012 às 12h50

    É uma questão de comparação. Medição. Quem foi pior para o Brasil? Maluf ou FHC? Claro que foi FHC. Maluf roubou pontualmente.Enriqueceu, mas não destruiu todas as oportunidades futuras. O único mérito que se atribui a FHC de ter feito o plano economico, ainda que seja ele…, só mostra que outros de governos anteriores nada fizeram contra a inflação. Quando querem fazem, como ficou bem visto no caso dos juros, com Dilma. Eles sempre alegaram dificuldades para o combate à inflação… Será mesmo? Não acredito que o país se levante. Há muitas forças internacionais lutando no momento para atar o Brasil.Nem Dilma faz nada contra. Apenas aceita.

    Nelson

    18 de julho de 2012 às 17h47

    “O único mérito que se atribui a FHC de ter feito o plano economico, ainda que seja ele…, só mostra que outros de governos anteriores nada fizeram contra a inflação.”

    De minha parte, Eunice, não vejo mérito algum no governo FHC por conta da implantação do Plano Real.

    Primeiro, porque o plano seguiu linhas mestras pré-determinadas pelo duo FMI/Banco Mundial, que, a que eu saiba, não trabalha em prol dos verdadeiros interesses dos povos. A FHC e sua turma coube a tarefa de adequá-las ao caso brasileiro, fazendo com que a inflação caísse – sem dúvida, um efeito altamente positivo – assim como já havia caído e seguiria caindo em inúmeros outros países, quase sempre a partir de receituário do duo citado. O que precisamos compreender é que a redução dos altos índice inflacionários que campeavam em vários países era do interesse dos que dominam o planeta. Assim, não admira que o Plano Real tenha recebido fartos elogios dos mandatários dos países ricos, Estados Unidos à frente, que são os que realmente “dão as cartas” no duo FMI/Banco Mundial.

    Segundo, porque temos que enxergar o Plano Real no seu conjunto, não apenas no que toca à estabilização dos preços. O plano foi usado para “passar o mel no beiço dos brasileiros”, deixando a maioria quase que em transe, fissurado com a estabilização dos preços, ao mesmo tempo em que FHC implementava as medidas para as quais fora financiado e eleito pelo grande capital: a entrega do patrimônio público brasileiro, via privatizações, a uns poucos grupos econômicos, nacionais e estrangeiros; em suma, a entrega das riquezas do país. Com isso, FHC colocou-nos – talvez para sempre, temo – genuflexos diante do poder do grande capital. Assim, você tem razão, Eunice, quando afirmas que FHC “destruiu todas as oportunidades futuras”.

    Terceiro, Eunice, há ainda a constatação de que aqueles que nos ofereceram a queda da inflação e a estabilidade dos preços foram, no “frigir dos ovos”, os mesmos que nos fizeram passar, durante muitos e muitos anos, pelo desespero de conviver com índices inflacionários estratosféricos.

    Assim, Eunice, é preciso que desmistifiquemos o Plano Real e passemos enxergar toda a destruição, à socapa, veio com ele.

Willian

18 de julho de 2012 às 08h52

Realmente, este mundo dá muitas voltas. Vide a defesa acalorada do “Caçador de Marajás” feita pela blogosfera.

1989 – Veja e Collor x PT
1992 – Veja e PT x Collor
2012 – PT e Collor x Veja

Quem disse que este país não é divertido? hehehehehe

Responder

    Panino Manino

    18 de julho de 2012 às 10h21

    Me deu vertigem…

    Eu sei que é complicado olhar o Collor com bons olhos hoje, o passado dele é terrível, entretanto, se ele é um cara que no momento está no local certo e pode fazer algo de bom, não deve ser elogiado? Se não fosse permitido perdoar, já teríamos o matado, como não e ele está vivo e trabalhando, que se redima.

    Willian

    18 de julho de 2012 às 10h52

    O certo é tudo aquelo que coincida com sua opinião, correto?

Rodrigo Leme

18 de julho de 2012 às 08h26

O mundo dá tantas voltas que PT e prepostos ficam ofendidos em nome de Collor e o leandro Fortes sai defendendo a honra do indivíduo.

Responder

    lulipe

    18 de julho de 2012 às 11h09

    Concordo Rodrigo, e não vamos esquecer o quanto ele mesmo e o Maluf já foram satanizados pelo Lula e hoje são seus maiores aliados!!!

    J Fernando

    18 de julho de 2012 às 11h26

    Onde está defendendo Collor?
    Está esclarecendo que a, agora digníssima, EVANGÉLICA Rosane Collor também participou da corrupção à época.
    Cansa repetir: nenhum petista apóia Collor, e sim, concorda com suas intervenções na CPI do Cachoeira. Por acreditar que ele está certo não podemos concordar com ele?
    Nunca votei em Collor e jamais votarei. Pode sair como o herói maior da CPI, mas jamais terá meu voto.

    eunice

    18 de julho de 2012 às 12h55

    Collor não foi tão rançoso e perigoso. O que temem nelle é que ele filtrava os dominadores. Não era um capacho completo em troca de brilho, assim, tipo o cara certo escolhido em laboratório. Collor é inteligente. Não estou entrando no mérito total. Todos conhecemos Collor.

    Vinicius Garcia

    18 de julho de 2012 às 12h55

    O nome disso é politica. Ho Chi Min ganhou uma guerra contra uma potência (EUA), com o uso de acordos inicialmente absurdos, mas que no decorrer do tempo se mostraram certos. Os soviéticos serviram para expulsar o colonizador frances, esses mesmmos serviram para enfraquecer os soviéticos que posteriormente serviram para armarem o povo contra os americanos, isto sem contar com ajuda de chineses e outros europeus, tudo costurado a base de acordos e quebra dos mesmos, o resultado foi ver o exercito clamado como mais poderoso, sair com o rabo entre as pernas. Para determinados resultados, as vezes, justificam-se os meios.

    RicardãoCarioca

    18 de julho de 2012 às 13h43

    Se Cerra um dia fosse julgado, incriminado ou inocentado, estivesse quites com a sociedade e estivesse combatendo o crime, ele também passaria a ter o meu apoio, como Collor tem atualmente.

    Já o Maluf… concordo com vocês.

Fernando Antonio Moreira Marques

18 de julho de 2012 às 07h43

O Feitiço virou contra o feiticeiro…

Responder

Paciente

18 de julho de 2012 às 05h56

Quanto mais eu vejo a Globo mais eu fico apavorado com o que seja um Estado totalitário; a sensação é idêntica!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!