VIOMUNDO

Diário da Resistência


PT pede que investigações da Lava Jato se estendam ao governo FHC
Política

PT pede que investigações da Lava Jato se estendam ao governo FHC


12/02/2015 - 11h27

3 - bancada-pgr

1 - bancada-mj1

A Bancada do PT na Câmara dos Deputados esteve  com vice-procuradora-geral da República, Ela Wiecko, e com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.  Foto: Salu Parente/PT na Câmara

por Conceição Lemes

Nessa quarta-feira (11), 18 deputados da bancada na Câmara, incluindo o líder Sibá Machado (AC), foram à Procuradoria-Geral da República e ao Ministério da Justiça cobrar isonomia nas investigações da Operação Lava Jato e criticar a parcialidade da Polícia Federal (PF) no caso.

Na PGR, o grupo foi recebido pela vice-procuradora-geral da República, Ela Wiecko,e  protocolou uma representação, solicitando que as investigações da Lava Jato sejam estendidas ao período que vai de 1997 a 2003.

Na representação (na íntegra ao final), os parlamentares petistas justificam:

No âmbito da denominada OPERAÇÃO LAVA JATO, realizada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal, tomou-se conhecimento, pela imprensa, do teor do Termo de Colaboração Premiada e de vários depoimentos prestados pelo Sr. Pedro José Barusco Filho, ex-Gerente Executivo de Engenharia da Petrobras, onde reconhecera o recebimento de propina em vários contratos celebrados por empreiteiras com a Petrobras.

Embora tanto a imprensa como os próprios agentes de investigação tenham dedicado especial atenção ao período de 2003 em diante, o Sr. Pedro José Barusco Filho revelou em detalhes que o pagamento de propinas na Petrobras teve origem em 1997, mesmo ano em que abriu a sua 1ª conta corrente no exterior para receber o valor das propinas.

Causa surpresa e estupefação que diante da extrema gravidade dos fatos relatados pelo declarante – que revelam a origem do pagamento de propinas na Petrobras – não tenha havido qualquer indagação nem aprofundamento pelos agentes de investigação!

Na representação ao PGR, os petistas  questionam a falta de interesse dos agentes em saber quem era o Diretor de Exploração e Produção da Petrobras na época em que, segundo Barusco, o esquema teve início, ou se outros funcionários também participaram das atividades ilícitas ou, ainda, como era feito o pagamento das propinas:

Com o máximo respeito, ao assim de conduzirem, os agentes de investigação têm atuado de maneira parcial, dirigida e ilegal, com a nítida intenção de apenas apurarem o período de 2003 em diante, utilizando o procedimento investigatório com fins político-partidários, com o único objetivo de isentar de responsabilização quaisquer ilícitos perpetrados em período anterior a 2003, ou seja, durante o Governo FHC..

A representação acrescenta:

E, ao assim se conduzirem, além de inquestionável desvio de poder, pode, em tese incorrer os agentes de investigação na prática de crime de prevaricação.

Em função da gravidade dos fatos apresentados  a bancada do PT pede ao procurador-geral da República:

Determinar a imediata instauração de procedimento investigatório para apurar os crimes declarados pelo Sr. Pedro Barusco, tanto no âmbito da Petrobras, como da Transpetro, no período de 1997 a 2003, já que de 2003 em diante já existe investigação em curso;

Caso já tenha sido instaurado o procedimento investigatório ora requerido, que seja informado o seu resultado, com a possibilidade de vista dos autos e a extração de cópias que se fizerem necessárias.

No Ministério da Justiça, a  Bancada  foi recebida pelo ministro José Eduardo Cardozo, ao qual foi solicitado que tome todas as medidas necessárias para esclarecer os fatos relatados na representação à PGR:

(…)se verdadeiras as supostas afirmações da suposta delação vazada pela imprensa é necessário e imperioso que sejam apurados com profundidade todos os fatos, pois que em tal hipótese configurariam os mesmos gravíssimas infrações à lei penais.

A bancada encaminhou ainda ofício ao superintendente geral da PF, delegado Leandro Daiello, onde critica a parcialidade da instituição no caso da Lava Jato.

No documento, a bancada menciona também a reportagem “Delegados da Lava Jato exaltam Aécio e atacam PT na rede”, publicada pelo jornal O Estado de São Paulo no dia 13 de novembro de 2014, para corroborar a crítica:

Acresça-se a isto, que exatamente no mês anterior aos depoimentos aqui relatados, matéria jornalística de autoria de Julia Duailibi publicada no Estado de S. Paulo de 13 de novembro de 2014, sob o título “DELEGADOS DA LAVA JATO EXALTAM AÉCIO E ATACAM PT NA REDE” revela que Delegados e Agentes de Polícia Federal que atuam na Operação Lava Jato utilizaram-se das redes sociais para a um só tempo atacarem a Presidenta Dilma Rousseff, o ex-Presidente Lula e o Partidos dos Trabalhadores e a elogiarem PSDB e o então candidato Aécio Neves.

E ainda, tem reiteradamente noticiado a imprensa, situações que estão sob apuração da Polícia Federal na Operação Lava Jato, algumas submetidas a sigilo legal, indicando a possibilidade de “vazamentos seletivos” de informações.

Ao superintendente geral da PF a bancada pede:

a) Esclarecer se a Polícia Federal esta investigando a corrupção na Petrobrás que antecede ao ano de 2003? Em caso negativo, o que justificaria a ausência desta investigação?

b) Esclarecer quais as razões do delegado responsável pela condução do inquérito não arguiu o depoente Pedro Barusco sobre o esquema de pagamento de propinas anterior a 2003?

c) Esclarecer se a Polícia Federal instaurou processo disciplinar para apurar os fatos narrados pela matéria jornalística publicada pelo Estado de S. Paulo (13/11/2014), sob o título “DELEGADOS DA LAVA JATO EXALTAM AECIO E ATACAM PT NA REDE” e qual o resultado desta apuração? Em caso negativo, qual a justificativa para instaurar o processo disciplinar?

d) Esclarecer se a Polícia Federal instaurou processo investigatório para apurar os “vazamentos seletivos” noticiados pela imprensa? Houve a aplicação de alguma sanção disciplinar? Em caso negativo, porque não foi instaurado nenhum processo investigatório?

Integraram a comitiva petista, além do líder Sibá Machado, as deputadas Margarida Salomão (MG), Moema Gramacho (BA) e Rejane Dias (PI), e os deputados Andres Sanchez (SP), Angelim (AC), Fernando Marroni (RS), Givaldo Vieira (ES), João Daniel (SE), Jorge Solla (BA), Leo de Britto (AC), Leonardo Monteiro (MG), Margarida Salomão (MG), Moema Gramacho (BA), Nilto Tatto (SP), Odorico Monteiro (CE), Paulo Pimenta (RS), Ságuas Moraes (MT), Valmir Prascidelli (SP) e Zé Carlos (MA).

Lava Jato — Representação do PT ao Procurador-Geral da República.pdf by Conceição Lemes

Lava Jato — Ofício da Bancada do PT ao Superintendente da Polícia Federal.pdf by Conceição Lemes

Lava Jato – Ofício da bancada do PT ao Ministro da Justiça.pdf by Conceição Lemes

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



31 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

ROBERTO STARCK LEMOS

15 de fevereiro de 2015 às 21h34

ATÉ QUE ENFIM RESOLVERAM TOMAR UMA ATITUDE, TODOS E PRINCIPALMENTE ESTES BANDIDOS, CANALHAS DO PSDB TEM QUE SER INVESTIGADOS E PUNIDOS EXEMPLARMENTE!!!

Responder

FrancoAtirador

15 de fevereiro de 2015 às 15h23

.
.
BANESTADO, CUNHA E LAVA-JATO: TUDO A VER

Ao GGN, Meire Poza, contadora de Alberto Youssef,
afirmou que Giovani Gionédis é dono da EBCP.

A empresa recebeu R$ 1,2 milhão em nota fria a pedido Ari Ariza,
empresário que se diz íntimo de Eduardo Cunha

Meire comentou que a EBCP “é uma empresa de Curitiba, de um empresário chamado Giovani Gionédis. Quem intermediou essa operação [entre GFD e EBCP] foi o Ari Ariza, que me falou que é grande amigo do deputado Eduardo Cunha, embora o deputado não tenha sido citado nessa operação.”

http://jornalggn.com.br/noticia/condenado-no-banestado-recebeu-nota-fria-a-pedido-de-amigo-de-eduardo-cunha

Responder

    FrancoAtirador

    15 de fevereiro de 2015 às 15h31

    .
    .
    Meire Poza, contadora de Alberto Youssef,
    disse em entrevista à RedeTV!
    que um dos operadores do doleiro
    era o senhor Ari Ariza,
    que se gabava de “resolver qualquer problema”
    de notas fiscais [frias] com o deputado
    Eduardo Cunha, Presidente da Câmara.

    Ari Ariza, que diz ter amizade forte com Eduardo Cunha,
    é Ari Teixeira de Oliveira Ariza,
    condenado em 2010 a pagar R$ 500 mil de multa
    por operações cambiais fraudulentas realizadas em 2002,
    num processo que envolveu a Eucatex (de Paulo Maluf),
    Flávio Maluf e a Corretora Bônus-Banval,
    aquela do padrinho de Paulo Roberto Costa,
    o falecido José Janene (PP).

    (http://www.conversaafiada.com.br/tv-afiada/2015/02/12/video-bomba-%E2%80%8Bnota-leva-eduardo-cunha-a-lava-jato)
    .
    .

FrancoAtirador

15 de fevereiro de 2015 às 15h04

.
.
Após 20 anos de pesquisa no estado de São Paulo

os tucanos finalmente descobriram uma maneira

de fazer os paulistas pagarem pelo ar encanado.

(http://www.airbloq.com.br/?page_id=14)
(http://www.airbloq.com.br)
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    15 de fevereiro de 2015 às 15h41

    .
    .
    Moradores Sem Água Recebem Multa na Conta da Sabesp

    Por William Cardoso, no jornal Agora São Paulo

    Moradores da capital que dizem passar até duas semanas com apenas duas horas de água por dia ou com pouca pressão nas torneiras começaram a receber nessa semana a conta da Sabesp com multa por consumo acima da média.

    Pelas regras da companhia, a penalização é de 20% na conta para quem registrar aumento menor que 20% e de 50% para alta de consumo acima de 20%.

    A dona de casa Maria de Lourdes Pereira, 58 anos, foi surpreendida anteontem com uma conta de R$ 513,67. Só de multa, vai pagar R$ 164,91, porque tinha média de consumo de 11 m³ e gastou 37m³, segundo a Sabesp. Nos 12 meses anteriores, nunca ultrapassou 14m3 de consumo.

    “A água da rua nem tem força para encher a caixa. Estou até aproveitando a chuva e jogando das calhas em balde”, diz ela, que mora com os filhos e o marido no Itaim Paulista (zona leste de SP).

    (http://www.agora.uol.com.br/saopaulo/2015/02/1588258-moradores-sem-agua-recebem-multa-na-conta-da-sabesp.shtml)
    .
    .
    ESTÁ NA HORA DA MARCHA DOS “SEM”
    .
    .

Cláudio

15 de fevereiro de 2015 às 03h13

Será que finalmente vão tomar providências contra a direita extremamente abusada e abusiva deste país & Cia ?

**** ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
**** ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ ****
♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ ****

************* Abaixo o PIG brasileiro — Partido da Imprensa Golpista no Brasil, na feliz definição do deputado Fernando Ferro; pig que é a míRdia que se acredita dona de mandato divino para governar.

Lei de Mídias Já!!!! **** … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. **** … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

Responder

Vlad

14 de fevereiro de 2015 às 14h35

O ladrão, apanhado durante o roubo, exige (indignado) que seja também indiciado o ladrão que roubou 15 anos antes dele.

Muito bom.

Responder

    Julio Silveira

    15 de fevereiro de 2015 às 08h20

    É um começo. Por que, quem garante que o ladrão impune desde quinze anos atrás não continue roubando? Se o ladrão crimnalizado de hoje não tentar isonomia legal, o impune é que não o fará.

abolicionista

13 de fevereiro de 2015 às 23h58

Puro jogo de cena. Só que não tem ninguém pra filmar…

Responder

renato

13 de fevereiro de 2015 às 22h13

Demorou..

Responder

O Mar da Silva

13 de fevereiro de 2015 às 15h00

Precisa fazer isso com a Dilma e exigir o corte do financiamento do PIG via SECOM. Mas cadê coragem?!

Nem o PSoL teve essa iniciativa.

Responder

wanildo alves

13 de fevereiro de 2015 às 13h33

Caro Azenha, o problema maior que existe em toda essa movimentação, se deve ao fraco desempenho político do cidadão brasileiro. O nosso eleitor é muito fraco politicamente e na hora de votar pensa individualmente, pouco se importando com o Brasil e os brasileiros. Nosso sistema político também está ultrapassado e carece de uma reforma urgente, pois só assim sairemos desse marasmo político em nos encontramos.

Responder

Elias

13 de fevereiro de 2015 às 12h52

Demorou. Antes tarde do que nunca. Se bem que muitas vezes “tarde” acaba em nunca. Torcemos para que a Representação do PT (já aceita) possa trazer verdades do período 1997/2002 (governo FHC) quando iniciou isso tudo que a Lava Jato vem investigando. Por mais que a Globo tenha proibido citar FHC e PSDB no Jornal Nacional, no Jornal da Globo e Globo News, à Justiça, ao que se sabe, não sofre nenhuma proibição. Seria um descalabro. Sendo assim, a investigação ampliada terá mais conteúdo e poderá esclarecer a acusação de Paulo Francis contra a diretoria da Petrobras precisamente em 1997. Não dá para aceitar que se apresente doze fatias de um bolo feito de dezessete pedaços. Por que esconderam cinco fatias no armário?

Responder

Cláudio

13 de fevereiro de 2015 às 04h13

**** ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
**** ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ ****
♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ ****

************* Abaixo o PIG brasileiro — Partido da Imprensa Golpista no Brasil, na feliz definição do deputado Fernando Ferro; pig que é a míRdia que se acredita dona de mandato divino para governar.

Lei de Mídias Já!!!! **** … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. **** … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

Responder

FrancoAtirador

13 de fevereiro de 2015 às 02h44

.
.
Fernando Haddad humilha Estoriador Villão na Rádio Jovem Pan

“Você tem todo o tempo do mundo
para falar mal da Prefeitura,
eu tenho um dia só pra me defender”

(http://jornalggn.com.br/noticia/a-entrevista-de-fernando-haddad-a-jovem-pan)
.
.

Responder

hc

12 de fevereiro de 2015 às 23h54

Ao MM Dr. Moro.

É de se falar que quando se fala em quadrilha deve-se investigar todos os crimes cometidos por ela, será que entende o que é uma ação continuada. Talvez supra governo.

Lembre-se das declarações de JOSÉ SERRA no WIKILEAKS, via Folha, vamos vender a Petrobrás e teremos que criar algo ligado a ela, Petrobrás, para o PMDB. Não pense que não há pessoas que percebem as facilidades dos movimento do jogo.

Responder

Marcilio Leite

12 de fevereiro de 2015 às 23h12

Fabio Angelo Peinado , seja honesto pois no seu Face está claro que você é PSDBista e adepto do eterno candidato Jose Serra. Cara de pau tem limites ainda mais quando já se tem idade.

Responder

Messias Franca de Macedo

12 de fevereiro de 2015 às 22h23

PT pede que investigações da Lava Jato se estendam ao governo FHC

publicado em 12 de fevereiro de 2015 às 11:27

Por jornalista Conceição Lemes

(…)

FONTE: https://www.viomundo.com.br/pol

Responder

Messias Franca de Macedo

12 de fevereiro de 2015 às 22h14

…”Ocês” já viram o Cid Moreira de saias?

A dica é do El Cid!

http://g1.globo.com/jornal-nacional/edicoes/2015/02/11.html#!v/3959909

ou aqui:

http://glo.bo/1EZrnjV

Responder

Renata

12 de fevereiro de 2015 às 21h19

O que deveria ser sigiloso sai na imprensa e todo mundo acha normal, há tempos já se sabe que a corrupção não começou em 2003 e sobre isso nada se fala. A bancada do PT está certa, é questão de equidade, de justiça, creio que nem a mais gorda coxinha pode dizer que está errado o que a bancada está pleiteando.

Responder

Julio Silveira

12 de fevereiro de 2015 às 19h53

Ministro da Justiça que em tese é o chefe da PF, o que por sí só já o define como cumplice, ministro escolhido pela? Dilma, que é sua chefe que por sí só já a define como? Cumplice. A Procuradoria? Indicação do governo do PT, logo, partido cumplice.
A cumplicidade, que se transforma em incompetência politica, passou a ser uma marca desse PT, mas tem outras novidades negarivas que só os CDF conseguem defender.

Responder

Flavio de Oliveira Lima

12 de fevereiro de 2015 às 19h38

Até que enfim fizeram alguma coisa. Mas que essa pressão não pare, tem que continuar, assim como a campanha do pig nunca para. Tem que lutar mais, e sempre!

Responder

AlvaroTadeu

12 de fevereiro de 2015 às 16h54

Em todos os blogs progressistas esse tal “lukas”,um troll dos mais repugnantes, mete sua colher para colhêr frutas podres irrigadas com água do Rio Tietê.

Responder

    Lukas

    13 de fevereiro de 2015 às 15h28

    Não adianta tentar agradar, sou comprometido.

J C Martins

12 de fevereiro de 2015 às 15h20

Não tenho simpatia por religião.
Não torço para nenhum time de futebol.
Não pertenço a partido político.
Mas acho que o PT é, na sua maioria, composto por um bando de dorminhocos castrados.

Responder

    renato

    13 de fevereiro de 2015 às 22h12

    Conhece a estória do coveiro?

Lukas

12 de fevereiro de 2015 às 12h30

Talvez devesse ir até Getúlio Vargas. Por que a timidez?

Responder

    Alexis

    12 de fevereiro de 2015 às 15h16

    Ao Getúlio Vargas não precisa. Mas pode ir até o Aécio Neves, ao José Serra, ao Geraldo Alckmin, ao Aloísio Nunes, ao José Anibal.

    abolicionista

    12 de fevereiro de 2015 às 16h20

    Seria como abrir a caixa de pandora, quem sabe lá no fundo a gente encontra uma esperança?

Carlos

12 de fevereiro de 2015 às 11h57

Sabe, acho que é bom eles arrumarem umas cadeiras pra poderem esperar sentados… Será que ainda não não entenderam? Se fossem gente do futebol, teriam pedido pro técnico da Alemanha mandar o time de marcar gols quando já estava nos 4 a 0.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.