VIOMUNDO

Diário da Resistência


Juliana Cardoso: Culpar as vítimas e criminalizar a luta por moradia é sórdido demais
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil
Política Resistir e Lutar 01/05/2018 - 22h43

Juliana Cardoso: Culpar as vítimas e criminalizar a luta por moradia é sórdido demais


Por Juliana Cardoso

Bombeiros fazem rescaldo de escombros de prédio que pegou fogo em São Paulo.Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Enquanto morar for um privilégio, ocupar é um direito

por Juliana Lula Cardoso*

Neste momento de dor e sofrimento, me solidarizo com as famílias que perderam tudo do pouco que tinham.

Esta tragédia é resultado previsível da falta de política pública habitacional e de direito à cidade.

Consequência também da crise econômica e social que assola o Brasil do Golpe e empurra os pobres cada vez mais para a vulnerabilidade.

Culpar as vítimas e criminalizar a luta por moradia e os movimentos sociais é muito sórdido.

ILEGAL é não ter onde morar.

ILEGAL e criminoso é dar um golpe no país e fazer a PEC do fim do mundo que congela recursos públicos e investimentos sociais por 20 anos.

IRREGULAR é o governo acumular tantos prédios públicos inativos e abandonados, descumprindo a Constituição.

Esta prática recorrente dos governos do PSDB, com Alckmim, Doria e agora Covas, no estado e no município, de negligenciar o seu papel e culpabilizar o povo é sádica e perversa.

As pessoas precisam compreender que embora esta ocupação não seja ligada a nenhum dos movimentos de moradia maiores e mais organizados de SP, as pessoas que moravam lá têm os mesmos direitos, o povo se entende e se ajuda por isto há tanta gente lá no Largo do Paissandu querendo ajudar, é porque as vitimas desta tragédia merecem toda a nossa solidariedade e apoio.

*Juliana Cardoso  é vereadora PT/SP.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Leia também:

Em mensagem do Dia do Trabalhador, Lula enfatiza desmanche da economia

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Otto

06 de maio de 2018 às 15h41

Então não existem pretensos “líderes” de “movimentos sociais” que acharcam os pobres sem moradia, fazendo bullying caso atrasem o pagamento o “aluguel” e mesmo despejando estas famílias se não conseguem juntar o dinheiro para os exploradores. Dinheiro que não reverte em melhorias na infraestrutura dos prédios ocupados. Canalhas autocráticos que não discutem as questões junto com os sem teto e possuem ainda residência própria e carro novo, enquanto estas famílias vivem em condições degradantes. Estranho o silêncio dos articulistas do Viomundo frente a esta questão.

Responder

Julio Silveira

05 de maio de 2018 às 10h58

A falta de empatia da elite cleptocratica nacional com o povo nacional do Brasil é classica. Sua hipocrisia e sordidez os acompanham historicamente na evolução dos tempos. Portanto, só com um povo ligado e em permanente estado critico é que estarão preparados para identificar a astucia que empregam para que consigam se passar por povo, e assim evitar serem conduzídos por eles a pesadelos.

Responder

FrancoAtirador

01 de maio de 2018 às 23h20

.
Na Globo é Assim:
Se a Vítima é Pobre,
A Culpa é da Vítima.
.

Responder

    FrancoAtirador

    01 de maio de 2018 às 23h40

    .
    Era um Prédio Público Federal Abandonado,

    Cedido pela União à Prefeitura de São Paulo
    .


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!