VIOMUNDO

Diário da Resistência


Juízes manifestam solidariedade a Lula e dão injeção de ânimo na militância; veja vídeo
Ricardo Stuckert
Política

Juízes manifestam solidariedade a Lula e dão injeção de ânimo na militância; veja vídeo


22/03/2019 - 23h42

Participantes das atividades de solidariedade ao ex-presidente Lula, começando pelos três que estão atrás, da esquerda para a direita: André Luiz Machado (juiz titular da 1ª Vara do Trabalho do Cabo de Santo Agostinho/PE), José Augusto Segundo Neto (juiz do Trabalho – TRT 6ª) e José Antonio Correa Francisco (juiz do Trabalho Substituto da 11ª Região).

Na frente, também da esquerda para a direita: Rui Portanova (desembargador no Tribunal de Justiça do RS),.Leador Machado ( juiz do Trabalho no TRT 10, Araguaína,TO), Raquel Rodrigues Braga (TRT RJ), Germana de Morelo  (juíza do Trabalho TRT/17, Vitória-ES); Edevaldo de Medeiros, juiz titular da Primeira Vara Federal de Itapeva-SP), Magda Biavaschi, desembargadora aposentada do TRT4), Maurício Brasil (juiz de Família em Salvador-BA) e Mario Sergio M. Pinheiro (desembargador do Trabalho 1ª Região). Foto: Eduardo Matysiak

Lula: “A História não é compreendida no momento em que ela acontece”

“Nós não viemos aqui afrontar o poder Judiciário, nós viemos aqui dizer que somos parte do Judiciário”, afirma juiz que visitou o ex-presidente nesta quinta-feira (21)

PT Nacional

Lula foi visitado nesta quinta-feira (21) por um grupo de juristas de várias regiões do país. O encontro foi organizado pela Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) e teve a presença de juízes e desembargadores, entre eles Edevaldo de Medeiros, Leador Machado, Rui Portanova, André Luiz Machado, Luciana Bauer, Mário Sergio Pinheiro, Germana de Morelo, Magda Barros Biavaschi, José Antonio Correa Francisco, entre outros.

Os juristas, antes da visita, passaram pela Vigília Lula Livre e falaram com a militância. Leador Machado, juiz do trabalho no estado do Tocantins, fez um alerta: “Ou a gente consegue efetivamente fazer com que o Supremo Tribunal Federal (STF) assuma novamente a sua função de garantir a Constituição, que ele não fez até agora neste processo. Ele foi omisso durante o tempo todo, ou então nós não vamos ter mais o regime democrático, onde as instituições funcionam neste país.”

Quem também deu seu parecer sobre a prisão política de Lula foi a desembargadora Magda Barros Biavaschi. “Todos os grandes líderes, e foram poucos, que minimamente buscaram reduzir as profundas e abissais desigualdades deste país escravocrata foram defenestrados.”

A juíza Luciana Bauer, da 17ª Vara Federal de Curitiba foi categórica. “A Lava Jato é uma quebra na democracia”. Ela ainda acrescentou. “Todo juiz tem que ter a neutralidade, a gentileza, a paciência e a temperança pra julgar aquele que está sob a clava, sob a espada penal.”

Após o encontro com o ex-presidente, o juiz federal Edevaldo de Medeiros, de Itapeva, no interior de São Paulo, trouxe um recado de Lula. “A História não é compreendida no momento em que ela acontece.”

Ele ainda falou sobre a importância do encontro com o ex-presidente. “Nós não viemos aqui afrontar o poder Judiciário, nós viemos aqui dizer que somos parte do Judiciário e que nós queremos que a nossa instituição funcione muito bem”. Leador Machado complementou. “Um dos pedidos do presidente Lula é que nós continuemos acreditando nas nossas instituições.”

Raquel Rodrigues Braga, juíza da 2ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, também falou com a militância sobre a presença dos juristas em Curitiba nesta tarde. “Nós viemos aqui defender a regra do jogo. Se o devido processo legal for ameaçado cada um de nós está vulnerável.”

Como está o Lula?

Além de falar da importância das instituições, Edevaldo de Medeiros falou sobre como foi recebido pelo ex-presidente. O juiz contou que Lula preparou um café e conversaram sobre economia e política. “Quem não quer um café feito pelo presidente Lula?”.

Ele descreve ainda um humorado diálogo entre ele Lula.

– Ele perguntou: ‘Açúcar ou adoçante?’
– Eu falei: açúcar.
– Ele disse: ‘não tem’.”

Ele comparou o ex-presidente a um leão e acrescentou. “Tem um gigante ali. Tem um homem muito forte e corajoso” e concluiu: “O presidente Lula está com excelente saúde.”

Assista ao pronunciamento dos juristas após a visita ao ex-presidente Lula:

Vigília Lula Livre

Os juristas fizeram questão de exaltar a importância da luta da Vigília Lula Livre, que há 349 dias resiste em frente ao prédio da Polícia Federal, em Curitiba.

André Luiz Machado, juiz federal da 1ª Vara de Santo Agostinho (PE) falou. “Imaginando a solidão e o sofrimento do presidente Lula, eu fico imaginando como para ele é importante essa manifestação de vocês (da vigília). Talvez o presidente Lula esteja vivo, esteja com sua cabeça erguida por causa desta experiência de solidariedade que nós estamos construindo. E isso não vai acabar até que ele saia desta prisão. Lula Livre.”

A juíza Raquel Braga concluiu. “O que vocês fazem aqui não tem preço pra História do Brasil.”

Da Redação Da Agência PT de Notícias

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Maurício

23 de março de 2019 às 23h20

Lula nao deveria estar preso foi um excelente presidente fez o Brasil ser respeitado em todo mundo fez o pais andar pra frente agora este juizes verdadeiros judas terão que dobrar seus joelhos perante o rei dos e ouvir esta mensagem apartai vos de mim malditos ide para o fogo do inferno preparado para satanás e seus anjos serão todos julgados perante a justiça divina e cada um receberá sua recompensa pelas atrocidades cometidas aqui nesta terra

Responder

Zé Maria

23 de março de 2019 às 19h55

Novamente Juristas assinam
Manifesto pelo Estado de Direito
após outra ação da Lava Jato

Jornal GGN – Juristas e advogados criminalistas divulgaram na noite desta sexta (22) um “manifesto pelo retorno ao
Estado Democrático de Direito”, em contraponto à última fase
da Operação Lava Jato no Rio de Janeiro, que levou à prisão,
sem fundamentos plausíveis, o ex-presidente Michel Temer.

No manifesto, os autores chamam atenção para o apoio
de outros juristas e criminalistas, membros do Ministério Público
e do Judiciário, à operação ostensiva contra Temer e seu caráter midiático.
“É evidente que o País entrou em momento de total desrespeito
à ordem jurídica, o que põe em risco não apenas os que
já são vítimas deste descalabro, mas também todos nós
cidadãos, que, a qualquer momento poderemos ser também
alcançados por esta violência inconsiderada”, afirmam.

Íntegra:

MANIFESTO PELO RETORNO AO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO

A Sociedade brasileira tem assistido nestes últimos anos uma escalada contrária ao Estado Democrático de Direito.
A prisão do ex-presidente Michel Temer despertou, mesmo em seus adversários políticos, como muitos dos subscritores deste documento, a certeza de que é necessária a cessação do uso da lei par fins políticos, com o fito de manipular a opinião pública.

O fato é que chega a surpreender que pessoas formadas em Direito e que devem ter prestado um concurso de suficiência técnica e moral para ingressar em seus cargos cheguem a praticar atos que se constituem em verdadeiras aberrações jurídicas.
Estas só servem para destruir a higidez das instituições.
Atuando como se fossem donos do Poder e não simples representantes dele, os autores de tais comportamentos em nada contribuem para os objetivos que artificialmente são invocados para acobertá-los.
É sabido e ressabido que a legislação do País exige para a supressão preventiva da liberdade de qualquer indivíduo, seja ele um cidadão despido de qualquer autoridade, seja um ocupante ou ex-ocupante de Poder, a ocorrência de requisitos essenciais, previstos em lei e na conformidade de circunstâncias específicas.
Prisões sem tal cumprimento são meras violências e atentados contra direitos fundamentais dos cidadãos.

É evidente que o País entrou em momento de total desrespeito à ordem jurídica, o que põe em risco não apenas os que já são vítimas deste descalabro, mas também todos nós cidadãos, que, a qualquer momento poderemos ser também alcançados por esta violência inconsiderada.
Se a cúpula do Poder Judiciário e a própria Sociedade não se manifestarem diante dos citados desmandos, o risco de que se avolumem ainda mais coloca-nos ante a iminência de uma completa supressão dos direitos e garantias individuais, que, aliás, já são temidos por muitos, os quais vislumbram, no que vem ocorrendo, um preâmbulo preparatório da derrocada final da Democracia.

1. Celso Antonio Bandeira de Mello
2. Weida Zancaner
3. Pedro Serrano
4. Marco Aurélio de Carvalho
5. José Eduardo Cardozo
6. Fabiano Silva Santos
7. Gabriela Araújo
8. Miguel Pereira Neto
9. Antonio Carlos de Almeida e Castro ( kakay)
10. Lenio Streck
11. Bruno Salles
12. Pedro Carriello
13. Marcelo Nobre
14. Geraldo Prado
15. Carol Proner
16. Gisele Cittadino
17. Alberto Toron
18. Maurício Zockun
19. Daniela Teixeira
20. Carolina Zancaner Zockun
21. Gabriela Zancaner Bandeira de Mello
22. Fernando Fernandes
23. Ernesto Tzirulnik
24. Kenarik Boujikian
25. Eleonora Nacif
26. Estela Aranha
27. Pietro Alarcón
28. Maurides Melo Ribeiro
29. Maíra Fernandes
30. Roberto Podval
31. Luzia Paula Cantal
32. Roberto Tardelli
33. Marina Chaves Alves
34. Vitor Marques
35. Guilherme Lobo Marchioni
36. Cristiano Maronna
37. Luis Guilherme Vieira
38. Antonio Pedro Melchior
39. Eder Bomfim Rodrigues
40. Juarez Tavares
41. Angelita da Rosa
42. Carmen da Costa Barros
43. Gisele Ricobom
44. Fábio Tofic Simantob
45. Luiz Fernando Pacheco
46. Reinaldo Santos de Almeida
48. Valeska Teixeira Zanin
49. Cristiano Zanin
50. Sergio Graziano
51. Fernando Tristão Fernandes
52. Otávio Espires Bazaglia
53. Rafaela Azevedo de Otero
54. Rodrigo José dos Santos Amaral
55. Breno de Carvalho Monteiro
56. Wagner Gusmão Reis Junior
57. Esmar Guilherme Engelke Lucas Rêgo
58. Douglas de Souza Lemelle
59. Raphael da S. Pitta Lopes
60. Ricardo José Gonçalves Barbosa
61. Beatriz Vargas Ramos
62. Antonio Carlos Mendes
63. Magda Barros Biavaschi
64. Anna Candida Serrano
65. Margarete Pedroso
66. Luciano Rollo Duarte
67. Alvaro de Azevedo Gonzaga
68. João Ricardo Dornellesh
69. César Caputo Guimarães
70- Leonardo Isaac Yarochewsky
71 – Laio Correia Morais
72 – Gisele Cittadino
73 – Eliane O. Barros
74 – Luciana Worms

Responder

Cidão

23 de março de 2019 às 19h43

Nao é a toa que Obama disse que o Lula é O cara. Pouquissimo estudo, mas sobra inteligencia.
Sem duvida nenhuma é um politico de primeiro quilate.
Só o prenderam pq ele ajudou os pobres, se nao ajudasse os pobres, mas somente ajudasse banqueiros, executivos, industriais estaria solto.
O CEO da Vale está solto com 300 mortes nas costas.

Responder

Julio Cesar

23 de março de 2019 às 11h58

O Lula é um cidadão brasileiro que incorporou o espirito do povo verdadeiramente brasileiro. O espirito da luta contra a injustiça, do sacrificio e do amor a patria e ao fraterno povo brasileiro, pela representação que faz e mostra na sua resistencia contra os canalhas das canalhas oligarquias mercenarias e corruptas que dominam o país a tempos, aplicando seus golpes e estelionatos contra as decisões democraticas populares.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.