Jeferson Miola: Terroristas acobertados pelo Exército e o déficit do exercício de poder civil diante da grave questão militar

Tempo de leitura: 2 min
Há menos de 3 dias da posse do presidente Lula, golpistas seguem amotinados no pátio do QG do Exército, em Brasília, impedindo o desmonte do acampamento. Foto: Reprodução de vídeo

Os abusos militares e o déficit do exercício do poder civil

Por Jeferson Miola, em seu blog

As áreas administradas pelo Exército são verdadeiras fábricas de produção, organização e planejamento de atos de terror contra a democracia e o Estado de Direito.

Os atos terroristas de 12 e 24 de dezembro em Brasília, cujos perpetradores arquitetaram os planos no pátio do Quartel General do Exército, evidenciam que o comando do Exército já não é meramente conivente com o terrorismo, mas no mínimo cúmplice – senão o cérebro desta política de terror, como foi durante a ditadura com os atentados do Riocentro e na sede da OAB.

As áreas administradas pelos militares pertencem ao território nacional. Não são espaços autônomos, independentes, ou sem lei.

Como em qualquer parte do território brasileiro, ali também vigora o sistema legal e a Constituição do país.

As áreas do Exército não são território estrangeiro, como embaixadas, onde é assegurada uma imunidade diplomática relativa, mas nunca para terroristas.

A responsabilidade administrativa dos militares nestas áreas se circunscreve às questões de segurança nacional, para a própria defesa das instalações e dos interesses militares do Brasil.

Deste ponto de vista, portanto, jamais deveria haver consentimento institucional para que tais áreas fossem ocupadas para acampamentos de qualquer natureza, menos ainda para o amotinamento de fascistas, homicidas e terroristas.

A jurisdição dos militares nestas áreas não é absoluta, e não se sobrepõe à legislação brasileira [como o Código Penal] para servir, como serve hoje, de escudo de proteção e refúgio seguro para homicidas, criminosos e terroristas que barbarizam o país.

É inaceitável a covardia disfarçada de parcimônia com que as instituições civis como a PF, o MJ, a PM/DF e a PGR têm se comportado em relação aos terroristas acobertados pelas cúpulas partidarizadas das Forças Armadas.

Há um enorme déficit de exercício do poder civil diante da grave questão militar no Brasil. Sem a superação deste déficit a democracia brasileira continuará correndo sério risco de sobrevivência.

Leia também:

Marcelo Zero: É possível salvar a democracia brasileira?

Manuel Domingos Neto: Por que a febre de renúncia dos comandantes militares antes da posse de Lula?

Apoie o jornalismo independente


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

Zé Maria

“O quarto preso na Operação Nero, contra vândalos que espalharam terror
em Brasília, é Samuel Barbosa Cavalcante [PL/RO], de 43 anos.
Ele foi candidato a deputado estadual por Rondônia, é empresário
e teria comprado combustível no dia dos ataques.”

Repórter MIRELLE PINHEIRO
https://twitter.com/mirelle_ap/status/1608470754550579200

Zé Maria

“O comandante da Marinha, Almir Garnier Santos decidiu quebrar o protocolo
e não comparecerá à solenidade de passagem do comando para o sucessor.
É um desrespeito ao povo brasileiro que elegeu Lula e uma atitude
que desconhece o caráter constitucional DE ESTADO das Forças Armadas.”

IVAN VALENTE
Deputado Federal Reeleito (PSOL/SP)
https://twitter.com/IvanValente/status/1608962998156300288

Zé Maria

.
.
No Estertor do Mandato Miliciano,
Recruta Zero dá o Último Suspiro.
.
.
“Tradução da live do Bolsonaro:
“Cometi crimes, mas não foi culpa minha. A culpa é de quem descobriu.
Não tenho nada a ver com esses malucos nos quartéis,
mas peço que eles não me abandonem.
Não vou dar golpe. Tenham pena de mim.
Sou um merda.”

https://twitter.com/AntonioTabet/status/1608828342165475336
.
.

Zé Maria

Terrorismo e Jovem Pan: http://tiny.cc/fvk2vz

Desde o dia 21 de dezembro o movimento Sleeping Giants Brasil @slpng_giants_pt promove uma campanha de desmonetização do conglomerado de mídia JP: #DesmonetizaJP #DesmonetizaJovemPan 

O objetivo é fazer com que empresas não fomentem financeiramente
um canal de comunicação que dissemina fake news, discurso de ódio
e ainda fomenta teses golpistas. 

A mobilização vem surtindo efeito e, de acordo com o movimento, 7 empresas
já pararam de anunciar na Jovem Pan, entre elas “Quinto Andar, Ponto Frio, TIM, Burger King e Natura”, por enquanto. [*]

O desembarque desses anunciantes deixou o grupo de comunicação em desespero. 

Segundo levantamento feito pela “Novelo Data”, a Jovem Pan já tornou privados,
desde o início da campanha de desmonetização, pelo menos 376 vídeos de 4 de seus canais no YouTube.

Além disso, há inúmeros outros conteúdos da emissora que foram
sumariamente excluídos das redes sociais, entre eles vídeos dos programas
“Morning Show” e “Pingos nos Is” com ataques de Jair Bolsonaro e do PL às
urnas eletrônicas e sobre [contra] vacinação infantil. 

O levantamento digital da Novelo Data revela que a Jovem Pan é o veículo de
comunicação preferido de “George Washington de Oliveira Sousa”, o terrorista
que tentou explodir uma bomba em um caminhão-tanque [carregado com
60 Mil Litros de Combustível] próximo ao aeroporto de Brasília. 

“O empresário bolsonarista, George Washington, que confessou ter montado
um artefato explosivo numa área de acesso ao Aeroporto Internacional de
Brasília, tem Rodrigo Constantino, comentarista da Jovem Pan, como a pessoa
mais compartilhada nas redes sociais.
Além disso, a comentarista Ana Paula Henkel, recentemente desligada do canal,
foi a segunda pessoa a ser seguida pelo extremista. Também se destaca o fato
de que apenas dois veículos de mídia são seguidos por George Washington:
Jovem Pan News e Revista Oeste, sendo que a Jovem Pan News e pessoas
ligadas a emissora correspondem a mais de 20% de todas as contas seguidas por
George Washington”, diz o movimento Sleeping Giants Brasil. 

https://twitter.com/revistaforum/status/1608238725242277888
https://revistaforum.com.br/midia/2022/12/28/jovem-pan-favorita-do-terrorista-entra-em-pnico-com-fuga-de-anunciantes-faz-operao-limpeza-129394.html

[*] Atualização:
https://twitter.com/slpng_giants_pt/status/1608477008874377216
https://twitter.com/slpng_giants_pt/status/1608527823547011072

Zé Maria

.

“[Presidente do Senado, Rodrigo] Pacheco atende Janja
e posse de Lula não terá tiros de canhão

A futura primeira-dama recebeu pedidos de pais
de autistas e entidades protetoras dos animais
para que não fossem usados fogos nem tiros
porque os barulhos incomodam.”

https://twitter.com/CentralEleicoes/status/1608512718050304001

.

Zé Maria

Hoje, o Brasil está recuperando o Poder Civil.

Deixe seu comentário

Leia também