VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Jeferson Miola: “Orçamento de guerra” é mentira inventada por Maia e Guedes para socorrer especuladores; não é para combater o Covid-19
Agência Brasil
Política

Jeferson Miola: “Orçamento de guerra” é mentira inventada por Maia e Guedes para socorrer especuladores; não é para combater o Covid-19


05/04/2020 - 03h37

“Orçamento de guerra” é mentira inventada por Maia e Guedes para socorrer especuladores

por Jeferson Miola, em seu blog

O verdadeiro propósito da PEC 10/2020, que institui o “regime extraordinário fiscal, financeiro e de contratações” apelidado de “orçamento de guerra”, não é o combate da pandemia do coronavírus, mas o socorro a bancos e especuladores.

E não deverá ser um socorro qualquer; a “ajuda” poderá ultrapassar a cifra de R$ 600 bilhões.

O tal orçamento de guerra é uma mentira inventada por Rodrigo Maia e Paulo Guedes para permitir que o Banco Central [BC] compre ativos podres desovados por bancos e parasitas financeiros que deveriam falir, mas que serão salvos pelo governo Bolsonaro.

A PEC propõe uma dezena de medidas que, com o estado de calamidade pública decretado em 20 de março, o governo já estava autorizado a executar em regime de excepcionalidade, sem absolutamente nenhuma necessidade de mudar a Constituição.

Aliás, é discutível a validade de mudança constitucional na vigência do estado de calamidade, como assinalou a deputada petista Gleisi Hoffmann na tribuna da Câmara.

Assim como é proibido emendar a Constituição durante intervenção federal, estado de sítio e de defesa [artigo 60 da CF], o mesmo deve valer na calamidade pública.

A única medida da PEC que efetivamente exigiria mudança constitucional para ser executada, mas que não se destina ao combate do coronavírus, é a que autoriza o BC “a comprar e vender direito creditório e títulos privados de crédito em mercados secundários, no âmbito de mercados financeiros, de capitais e de pagamentos”.

A sacanagem é ainda maior com a permissão para o BC comprar os títulos podres nos chamados mercados secundários, onde são feitas negociações secretas entre especuladores corruptos e operadores do BC.

Neste mercado secundário nada impedirá, por exemplo, que o BC pague 100 reais por um título podre que não vale mais que 5 reais!

A pandemia do COVID-19 está sendo aproveitada para este assalto monumental da oligarquia aos cofres públicos.

Enquanto isso, mais de 100 milhões de brasileiros padecem de fome, sofrem e correm risco de morrer devido ao atraso criminoso do pagamento da renda mínima de míseros 600 reais.

A economia brasileira iniciou a espiral de estagnação destrutiva com as políticas ultraliberais impostas a partir do golpe de 2016.

O desastre econômico com Guedes já estava no ápice quando surgiu a pandemia. Era uma bomba armada, prestes a detonar.

Com a pandemia, a destruição econômica ganhou impulso aterrador, pois o principal antídoto ao COVID-19 é a paralisação máxima da atividade humana e produtiva ao nível mínimo essencial.

A pandemia não é, evidentemente, a causa genuína da depressão econômica cujos sinais já estavam muito evidentes.

A queda geral da atividade econômica derivada da quarentena trouxe à tona, de outra parte, o esgotamento da farra das finanças com ativos tóxicos.

É inaceitável, portanto, que o esforço de combate ao COVID-19 seja cinicamente instrumentalizado para salvar especuladores que até ontem conspiravam livremente contra a economia nacional.

Não é aceitável que o mercado e a especulação se beneficiem da pandemia para se livrar dos títulos podres das suas carteiras.

Em 2019, o lucro líquido dos 3 maiores bancos privados [Itaú, Bradesco, Santander] foi de R$ 63,3 bilhões; 20% maior que 2018. Este lucro fantástico, apropriado privativamente por apenas 3 bancos e acionistas super-ricos, equivale a quase metade do orçamento do Ministério da Saúde para 2020.

Na iminência de catástrofe humanitária no Brasil com as ameaças genocidas do Bolsonaro e sanitárias com o coronavírus, a oligarquia calhorda confirma toda sua indecência.

Na porta giratória do governo genocida, o dinheiro que deveria garantir renda mínima digna de pelo menos 2 salários mínimos mensais para o povo pobre e famélico, é desviado para alimentar a ganância da classe dominante saqueadora.

 



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


15 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

07 de abril de 2020 às 14h58

Utilidade Pública: https://t.co/TLATrrtu5c

https://pbs.twimg.com/media/EVAburLU0AIz8oc?format=jpg

Auxílio Emergencial: https://auxilio.caixa.gov.br/

Para ter acesso ao Auxílio Emergencial,
você deve cumprir, cumulativamente,
os seguintes requisitos:

– Ter mais de 18 anos;

– Não ter emprego formal;

– Ter renda familiar mensal de:
Até R$ 522,50, por pessoa ou
Até R$ 3.135,00, renda familiar total.

– Exercer atividades de trabalho
em uma das seguintes condições:
1) Micro Empreendedor Individual (MEI);
2) Contribuinte individual ou facultativo do RGPS (INSS);
3) Trabalhador Informal

– Não ter recebido rendimentos tributáveis,
no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70

– Não receber os seguintes benefícios:
Previdenciário;
Assistencial;
Seguro-desemprego;
Programa de Transferência de Renda Federal

Bolsa Família não impede receber o Auxílio.
Quem recebe Bolsa Família poderá receber
o Auxílio Emergencial, desde que seja mais vantajoso.
Neste período o Bolsa Família ficará suspenso.

O benefício no valor de R$ 600,00 será pago
por 3 (três) meses, para até 2 (duas) pessoas
da mesma família.

Para as famílias em que a mulher seja a única
responsável pelas despesas da casa, o valor pago
mensalmente será de R$1.200,00.

O Auxílio Emergencial é um benefício financeiro
destinado aos trabalhadores informais,
microempreendedores individuais (MEI),
autônomos e desempregados, e tem por
objetivo fornecer proteção emergencial
no período de enfrentamento à crise causada
pela pandemia do Coronavírus – COVID 19.

Quem estava no Cadastro Único até o dia 20/03,
e que atenda as regras do Programa, receberá
sem precisar se cadastrar no site da CAIXA.

As pessoas que não estavam no Cadastro Único até 20/03,
mas que têm direito ao auxílio poderão se cadastrar
no site: https://auxilio.caixa.gov.br/ ou pelo
APP CAIXA|Auxílio Emergencial.

Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar
se vai receber o auxílio emergencial, consultando no
próprio site ou APP.

https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio

Agradeça ao PT e aos demais Partidos de Oposição
que propuseram o valor de 1 Salário Mínimo por pessoa,
que o desgoverno Bolsonaro/Guedes/Moro não quis pagar.

Responder

Jaderson Oliveira

06 de abril de 2020 às 15h08

Brasil. Tudo na mais perfeita “Ordem.”

Responder

thila rocha

06 de abril de 2020 às 10h33

Esqueceu de incluir o nome do anastasia.!
Até agora as medidas dos 4 (quadrilha) só beneficiaram o “mercado”.
E finalmente o guedes conseguiu o sonhado trilhão.
Pode acredita,r agora ele vai embora .

Responder

Sérgio

06 de abril de 2020 às 07h57

Esses políticos não tem jeito tudo ladrão. Porque não criam uma peca para diminuir os salários deles.

Responder

Nwto

06 de abril de 2020 às 02h15

Ainda bem que susto quando vi o enunciado da notícia pensei que estavam tentando combater de verdade, agora fiquei tranquilo estão entrando no mundo real, não no jogo Pokémon onde vc imagina a realidade.

Responder

Zé Maria

05 de abril de 2020 às 19h13

https://twitter.com/i/status/1245087462348722177
Pessoal tá perguntando pro Marréco de Maringá
qual é o “28º Estado do Brasil” que não adotou
suspensão total … Dããã …
https://twitter.com/jojopancada/status/1245087462348722177

Responder

Zé Maria

05 de abril de 2020 às 19h05

https://twitter.com/i/status/1246878856088293377
Segunda-feira?
O senhor é muito otimista, Senador.
Só se for segunda-feira, 28 de dezembro …
#PagaLogoFiáDaPuta
https://twitter.com/esuplicy/status/1246791061902635009

Responder

Zé Maria

05 de abril de 2020 às 18h59

https://twitter.com/marcofeliciano/status/1246814916092153857
Ao invés do presidente pedir JejumPeloBrasil
seria muito mais digno da parte dele pagar logo
os 600 reais pro povo comprar comida.
#PagaLogoFiáDaPuta
https://twitter.com/detremura/status/1246782202840580097

Responder

Zé Maria

05 de abril de 2020 às 18h57 Responder

Regina

05 de abril de 2020 às 18h08

o Maia enterrou os
trabalhadores com aprovação da Pec , o povo sem trabalho sem estudo não pode
analisar o que essa gangue q domina país faz com o nosso dinheiro dos impostos sai por traz da quarentena para os bancos falidos americanos, Onde estão os políticos . OAB STF para nos defender…….O Brasil vazio de tudo,

Responder

Zé Maria

05 de abril de 2020 às 17h08 Responder

Regina

05 de abril de 2020 às 16h33

já fiz a cima

Responder

Miranda

05 de abril de 2020 às 14h39

A grande habilidade dessa corja para falcatruas e manipulações ja era sabida desde muito. O que me espanta é saber que eles ainda gozam de aprovação de cerca de 30% de nosso povo.

Responder

Zé Maria

05 de abril de 2020 às 04h56

Guedes e Maia estão fazendo acrobacias ilegais no Texto
da Constituição Federal, com essas PECs sorrateiras.

Não há como burlar a Lei Orçamentária Anual (LOA)
e fazer um Orçamento Paralelo ‘Clandestino’.
Isso sim seria um “Pedalão” inconstitucional sem pecedentes.

Responder

Zé Maria

05 de abril de 2020 às 04h47

Destaque

“A pandemia não é, evidentemente, a causa genuína da depressão econômica cujos sinais já estavam muito evidentes.”

“O desastre econômico com Guedes já estava no ápice quando surgiu a pandemia.
Era uma bomba armada, prestes a detonar.”

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!