VIOMUNDO

Diário da Resistência


Jaques Wagner perguntou sobre Paulo Preto dois dias antes de ser alvo da PF
Política

Jaques Wagner perguntou sobre Paulo Preto dois dias antes de ser alvo da PF


26/02/2018 - 12h53

Da Redação

O deputado federal Paulo Teixeira (PT-SP) fez hoje um pedido a colegas de partido, através do twitter:

Alerta aos petistas! Nao cogitem nomes como candidatos à Presidência da República porque a Policia Federal instaura inquérito e pede busca e apreensão na casa do sujeito. Já ocorreu com o Lula, com Haddad e agora com o Jaques Wagner.

O ex-governador da Bahia e atual secretário de Desenvolvimento sofreu busca e apreensão da Polícia Federal em seu apartamento na manhã desta segunda-feira, em Salvador.

Também houve buscas na sede da secretaria que ele comanda.

É a Operação Cartão Vermelho, que apura superfaturamento nas obras da Fonte Nova, que sediou jogos da Copa de 2014.

O PT classificou de “invasão” e denunciou perseguição política.

“A sociedade brasileira está cada vez mais consciente de que setores do sistema judicial abusam da autoridade para tentar criminalizar o PT. A invasão da residência do ex-governador Jaques Wagner por agentes da Polícia Federal, na manhã de segunda-feira (26), é mais um episódio da campanha de perseguição contra o Partido dos Trabalhadores e suas principais lideranças”, disse o partido, em nota assinada pela senadora Gleisi Hoffmann.

“A escalada do arbítrio está diretamente relacionada ao crescimento da pré-candidatura do ex-presidente Lula, nas pesquisas, nas manifestações populares, nas caravanas de Lula pelo Brasil. Quanto mais Lula avança, mais tentam nos atingir com mentiras e operações midiáticas”, acrescenta o texto.

Wagner era tido nos bastidores como possível plano B, se o ex-presidente Lula for impedido de disputar o Planalto em 2018. A Bahia é estado decisivo para que Lula ou um candidato indicado por ele chegue ao segundo turno.

Segundo o Correio da Bahia, o superintendente da PF em Salvador, Daniel Justo Madruga, afirmou que “deveria ter condução coercitiva hoje para que [os acusados] não pudessem combinar resposta. Mas, por decisão do Supremo Tribunal Federal, as conduções estão suspensas. Em razão disso, pedimos a prisão preventiva, que foi negada pela Justiça”.

Wagner, o atual secretário da Casa Civil da Bahia, Bruno Dauster, e o empresário Carlos Dalton foram indiciados por fraude a licitação, superfaturamento, desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro.

A PF diz que o ex-governador é suspeito de receber R$ 78,5 milhões de propina relativos às obras da Fonte Nova.

A delegada Luciana Matutino afirmou que “dos R$ 82 milhões de doação, só R$ 3,5 milhões foram declarados, pelo que apontam as investigações até agora. De acordo com as investigações a licitação da Fonte Nova foi direcionada e decidida pela governadoria. A maioria das vezes a propina foi paga em espécie”.

De “prova” material, mesmo, “15 relógios de luxo [foram] apreendidos na casa do ex-governador”, informou o matutino baiano.

“A operação busca mais elementos a respeito de tudo que foi levantado. Muita coisa se tem nas delações da Lava Jato. Verificamos que o então governador recebeu boa parte do valor desviado para pagar campanha”, afirmou a delegada Matutino.

As delações de 77 executivos da Odebrecht estão sendo questionadas pela defesa do ex-presidente Lula, a partir da perícia da Polícia Federal que constatou, segundo o advogado do ex-presidente, adulteração das provas apresentadas pela empreiteira.

A reforma da Fonte Nova foi tocada por uma Parceria Público Privada (PPP) e teria sido direcionada para beneficiar o consórcio Fonte Nova Participações (FNP), formado pelas empresas Odebrecht e OAS.

No sábado, diante da identificação de R$ 113 milhões do operador do PSDB, Paulo Vieira de Souza, o Paulo Preto, em contas fora do Brasil, Wagner tuitou:

A Justiça no Brasil é realmente igual para todos? Por que o tratamento dispensado ao PSDB é diferente daquele dispensado a outros partidos, especialmente ao @ptbrasil? Por que, quando se trata de investigar e acusar o @ptbrasil, prazos são acelerados e a ânsia de punir, tanto por parte da imprensa quanto da Justiça, é sempre maior? Por que um caso como o de Paulo Preto, apontado como o operador financeiro do PSDB paulista, até hoje não foi concluído, mesmo depois de tantos anos?

Paulo Preto permanece livre, leve e solto, apesar do acúmulo de indícios de que ele desviou milhões que poderiam ter beneficiado o hoje chanceler Aloysio Nunes, o ex-governador paulista José Serra e o atual governador Geraldo Alckmin, todos tucanos, como o Viomundo relacionou aqui.

Leia também:

Breno Altman: Militares avançam sobre o governo Temer

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Cleusa

26 de fevereiro de 2018 às 17h31

Cada dia que passa eu tenho mais nojo dessa corrupta levajeito! Não suporto mais esses canalhas destruindo o nosso presente e futuro! Colocam tudo nas costas daqueles que são nacionalistas como são os parlamentares do PT! Esse pessoal da pf é ridículo! Um bando de burros, presunçosos e irresponsáveis! Irão pagar muito por isso!

Responder

    Rivellino

    27 de fevereiro de 2018 às 23h43

    Creuza:

    O verdadeiro mecenas do brega Petismo dá MAIS DINHEIRO que Lei de Incentivo e podeia ajudar a favela aí:
    .
    O Sr. Wesley, por tabela, ajudava com dinheiro os projetos educativos e culturais do Brasil: Por exemplo: sertanejo universitário da Era hiper baranga lula-dilmista.
    .
    Joesley adora, venera, ama, difunde, estimula e divulga.
    .
    Além de muitas outras coisas! Com dinheiro se faz de tudo e se “toca” muito projeto pra frente, não é mesmo?
    O português Kit-dilma (Projeto educativo de idioma pra escolas).
    .
    Dilma sempre soube despistar e — via baruscos da vida –, “roubar por tabela!”
    .
    ¿¿Por que não ajudou as favelas em 13 anos de petismo??
    .
    O gôsto particular de dilma e como presidente do Brasil foi um gôsto enormemente nivelado por baixo. Muito do baixo nível! Ao estilo do gôsto de Anitta; de Canivete Semgalo etc.

Julio Silveira

26 de fevereiro de 2018 às 16h34

Sinceramente não consigo entender o espanto, se o PSDB chegou a filiar elementos da Policia Federal e presenteou-lhes com cargos importantes. É evidente que tudo de ruim que o PSDB plantou no país teve a conivencia da PF e sua rede tucana construida. Mas, minha surpresa é ver que ainda temos gente importante na politica hoje oposição que mantem a fé no republicanismo, vindo de militantes que praticaram até tiro usando como alvos a cabeça de uma presidente eleita, e nem escondiam, ainda que tivesse sido uma presidente sem estatura para o posto. Mas, foi a que deu as melhores condições de trabalho para essa PF. Que ao final pode justamente ter sido esse motivo para o ato controverso, o motivador da perseguição ao simbolo que ela representava.

Responder

Lukas

26 de fevereiro de 2018 às 14h36

Este aí não perde a hora…

Responder

Julio Silveira

26 de fevereiro de 2018 às 14h09

Rsrsrsrs, aonde o Lula e a Dilma trancafiaram a inteligencia do PT?

Responder

Julio Silveira

26 de fevereiro de 2018 às 14h08

Rsrsrsrs, aonde o Lula e a Dilma trancafiaram a inteligencia do PT.

Responder

Deixe uma resposta