VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Jamil Chade: Ao falar sobre racismo no G-20, Bolsonaro choca, constrange e até indigna participantes
Foto: Palácio do Planalto
Política

Jamil Chade: Ao falar sobre racismo no G-20, Bolsonaro choca, constrange e até indigna participantes


21/11/2020 - 20h08

Bolsonaro deixa participantes do G-20 “em choque” ao falar de racismo

Por Jamil Chade, no UOL

A decisão de Bolsonaro de usar a cúpula do G-20 para reclamar de protestos contra o racismo no Brasil gerou um amplo constrangimento e choque entre algumas delegações estrangeiras e até indignação entre as agências da ONU.

Ao discursar na abertura da reunião virtual, o presidente fez uma alusão à morte de João Alberto Silveira Freitas. Mas não como muitos esperavam. “O Brasil tem uma cultura diversa, única entre as nações. Somos um povo miscigenado”, afirmou Bolsonaro.

“Foi a essência desse povo que conquistou a simpatia do mundo. Contudo, há quem queira destruí-la, e colocar em seu lugar o conflito, o ressentimento, o ódio e a divisão entre raças, sempre mascarados de ‘luta por igualdade’ ou ‘justiça social’. Tudo em busca de poder”, disse.

Uma parcela das delegações não entendeu imediatamente do que se tratava.

Mas, para quem acompanhava a situação no Brasil, a atitude foi considerada como um ato “sem sintonia” com o discurso de direitos humanos das entidades internacionais, principalmente num momento em que a pandemia afeta de forma desproporcional a parcela mais vulnerável da população.

Uma negociadora de alto escalão de um país europeu que acompanha a reunião confessou à coluna que ela e outros ficaram “em choque” ao ouvir a “tese de conspiração” sobre o racismo no Brasil.

“Como é que, em pleno século 21, ainda escutamos tais discursos”, questionou a diplomata, na condição de anonimato.

Fontes ainda confirmaram que diplomatas estrangeiros trocaram mensagens comentando a atitude do brasileiro, enquanto outros, sem saber o motivo da declaração, buscavam entender do que Bolsonaro falava.

Na delegação de uma das agências da ONU, a reação foi de indignação.

Chamou ainda a atenção que nenhuma referência tenha sido feita pelo presidente sobre a vítima e nem sobre a necessidade de uma resposta que leve em consideração a Justiça.

A reação de Bolsonaro também gerou preocupação de governos diante de seu comportamento em relação aos direitos humanos e sua recusa em colocar em questão a ação de policiais.

Uma parcela dos diplomatas latino-americanos, porém, não se surpreendeu.

Negociadores lembraram como, em meados do ano diante dos debates na ONU sobre a morte de George Floyd, o governo brasileiro optou por tentar enfraquecer uma resolução no Conselho de Direitos Humanos que visava investigar e pedir uma apuração sobre o caso nos EUA.

O Itamaraty ainda deu ordens para que a delegação do Brasil nos debates saísse em defesa do papel da polícia.

Numa nota oficial publicada nesta sexta-feira, a ONU destacou que morte de João Alberto Silveira Freitas “é um ato que evidencia as diversas dimensões do racismo e as desigualdades encontradas na estrutura social brasileira”.

Em um comunicado, a organização repudiou o fato de o brasileiro ter sido “brutalmente agredido” e pede investigação. “A violenta morte de João, às vésperas da data em que se comemora o Dia da Consciência Negra no Brasil, é um ato que evidencia as diversas dimensões do racismo e as desigualdades encontradas na estrutura social brasileira”, diz a ONU.

“Milhões de negras e negros continuam a ser vítimas de racismo, discriminação racial e intolerância, incluindo as suas formas mais cruéis e violentas”, afirmou.

“Dados oficiais apontam que a cada 100 homicídios no país, 75 são de pessoas negras. O debate sobre a eliminação do racismo e da discriminação racial é, portanto, urgente e necessário, envolvendo todas e todos os agentes da sociedade, inclusive o setor privado”, apelou.

“A proibição da discriminação racial está consagrada em todos os principais instrumentos internacionais de direitos humanos e também na legislação brasileira”, disse.

A ONU Brasil ainda pede que as autoridades brasileiras garantam “a plena e célere investigação do caso e clama por punição adequada dos responsáveis, por reparação integral a familiares da vítima e pela adoção de medidas que previnam que situações semelhantes se repitam”.

 



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Diego Silva

22 de novembro de 2020 às 18h10

Sabe-se lá pq o exército gasta tanto dinheiro formando oficiais tão fracos, alguns até atingindo o generato, como o borrão.
(Bozo) tenta evitar são os movimentos de massa na rua. Isto parece bastante claro.
Tem medo da massa na rua contra o governo.
Os protestos contra a Dilma (plantados ou não) começaram por causa de centavos na passagem de ônibus em 2013.
Vale a pena ir num lixo de supermercado desses tipo Carrefour ou shoppings centers fazer compras ? Para ser espancado e morto ?
Sinceramente NAO.
Após pagar as compras os seguranças dão um cacete no cliente e matam. E antes de pagar, os seguranças ficam a seguir o cliente negro pela loja. Pq será ? Reparem que dificilmente seguem brancos.
Não vale a pena ir nesses locais fazer compras sendo negro, moreno e até branco pobre. Nunca se sabe o que farão conosco pobres.
Só querem dinheiro essas empresas racistas.
Apareceu um vídeo, mas não o vídeo dos caixas, nenhum vídeo de celular nos caixas onde houve o suposto furdunço.
E cadê a segurança feminina que disseram que passou o rádio e que o cliente teria brincado (teria BRINCADO) com ela. Será que isso é verdade como a suposta discussão ? Brincadeira é motivo para tamanha ignorância.
Pululam versões de um Carrefour reincidente e acostumado a fazer essas coisas racistas em várias das suas lojas.
Já sei. A CULPA é da VITIMA como disse o nosso gênio na presidência e o seu vice igualmente gênio do exercito. Esse é o MITO de vcs ?
Foi um desastre ENORME a atuação desses seguranças e pior ainda a atuação do Bozo.
Não quero dizer não, mas no geral usam muito os músculos e bem pouco os neurônios.
Se matam e matam por um patrão dono de bilhões (que nem mora no Brasil ) e que paga centavos de um rolo de papel higiênico para os funcionários.
Acho que a mais valia ainda e atual.
Pensa gente. Não cobram nada de pensamentos.
Não pensou o corpo padece agora.
Então, se acontecer algo assim conosco o presidente palhaço vai falar as mesmas coisas de nós. É isso ?
Realmente mitou !

Responder

robertoAP

22 de novembro de 2020 às 17h46

Ele é a maior vergonha que o povo brasileiro em todos os tempos, já sentiu de alguém ou de alguma coisa, que representou o país em qualquer área.

Responder

IBSEN

22 de novembro de 2020 às 08h51

Muito boa blá blá. Na prática, provavelmente, já tivemos muitos outros Betos depois do episódio do Carrefour. Temos que fazer como nos EUA e protestar de verdade, com milhões nas ruas. Mas somos brasileiros, né!

Responder

Zé Maria

21 de novembro de 2020 às 22h52

Os Racistas Brancos são os únicos que
negam que há Racismo no braZil.
Pois a Segregação Histórica dos Negros na Sociedade braZileira
é tão Evidente e está tão presente na Realidade do País
que negá-la é uma Demonstração Atroz de um Preconceito Ignorante, senão Maldoso, Indesculpável.

Responder

Zé Maria

21 de novembro de 2020 às 20h23

BolsoAsno disse que só enxerga verde e amarelo.
Deve estar se referirindo aos Comunistas Marcianos e Chineses.

Responder

    Luiz Mattos

    22 de novembro de 2020 às 17h35

    Boa essa.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!