Gestão Pública: Sim, o IPTU de Haddad é progressista

Tempo de leitura: 5 min

Mapa publicado pela Rede Brasil Atual

O IPTU do Haddad é progressivo?

do Gestão Pública, sugerido pelo Manoel Martins, no Facebook

Como é que se define o valor do IPTU para uma residência?

(Artigo não revisado, perdoe algum erro!)

Por exemplo: uma casa térrea, com um banheiro só e fachada simples deve possuir um valor de venda menor que uma casa que seja vizinha, com piscina e fachada em mármore branco, com 8 banheiros, certo? Quanto mais luxuosa é uma casa, um imóvel, mais caro.

Agora, considere duas casas idênticas em bairros diferentes. No primeiro bairro temos segurança pública menor, mais assaltos, ruas esburacadas e nenhum equipamento público num raio de 10 quilômetros. No segundo bairro temos ruas sem buracos, várias guaritas policiais, posto de saúde no quarteirão ao lado. Embora as casas sejam exatamente iguais, só estejam em bairros diferentes, qual casa você acha mais cara? A do bairro seguro ou a do bairro inseguro e com ruas esburacadas?

Do ponto de vista do governo e dos funcionários públicos, a lógica de valoração de imóveis numa cidade segue uma sequencia de “pontuações”. Primeiro define-se quanto vale o terreno, através da multiplicação da quantidade de metros quadrados do terreno pelo valor do m2 naquele bairro. Depois pontua-se a construção, se existir: tantos pontos para a fachada se for de luxo, tantos pontos se a casa estiver num bairro nobre, tantos pontos a menos se a rua for de terra… assim por diante. Essa pontuação e a metodologia dela é definida em lei específica para cada cidade.

O IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) é imposto municipal, definido pela prefeitura com base neste valor venal – é a chamada “base de cálculo” do imposto. O IPTU é um percentual deste valor venal, quanto mais caro o imóvel, mais caro o IPTU.

Acontece que estas tabelas utilizadas pelas prefeituras ficam anos, em muitos casos décadas, sem atualização, o que ocasiona principalmente em cidades onde o mercado imobiliário é muito dinâmico, como Campinas e São Paulo, por exemplo, grandes divergências entre o valor venal calculado pela prefeitura e o valor venal real dos imóveis.

São Paulo

Haddad procedeu um ajuste que pouquíssimos prefeitos tem coragem de fazer. Sempre brinco que ladrão só tem medo de duas coisas: Tropa de choque e cachorro grande. Já os prefeitos tem medo de duas coisas: Tribunal de Contas e reforma tributária.

Porque em especial no caso dos prefeitos, as mudanças tributárias afetam quem está muito perto deles: os parentes do prefeito são afetados com a mudança do IPTU, os vizinhos do Prefeito são afetados, os amigos, os funcionários públicos… É diferente do Presidente da República, que pode mudar o Imposto de Importação a hora que bem entender e poucas reclamações chegarão até ele.

Regressividade

Existe uma crítica muito séria e profunda no Brasil sobre nosso modelo tributário, que é em geral regressivo, ou seja: todo mundo paga o mesmo tanto de imposto ou pior, quem ganha menos paga mais imposto. Suponha que você vá até o bar da esquina e lá você encontre o Paulo Lemann, empresário brasileiro mais rico atualmente com uma fortuna de 21 bilhões de dollares. Você e ele pedem uma latinha de Coca-Cola (sem o rato) e pagam isso no caixa. Vocês pagaram o mesmo preço não só na latinha de Coca-Cola, mas também pagaram o mesmo ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias, que é estadual) sobre a latinha. O ICMS que você pagou em relação à sua renda ou dinheiro disponível é muito, muito, muito maior do que o ICMS que o Lemann pagou em relação a renda dele ou em relação ao dinheiro disponível dele (Mesmo que você seja o Eike Baptista).

Não acredita? Façamos as contas. Suponhamos que a latinha custe R$ 3,00 e a alíquota de ICMS seja 18%, então pagaram R$ 0,54 de ICMS.

Se o patrimônio dele crescer a velocidade da poupança e a sua renda for de R$ 5.000,00 por mês – você contribuiu para os cofres públicos cerca de 21 mil vezes mais do que ele, proporcionalmente. É justo?

Isso é regressividade tributária. Quem ganha menos paga proporcionalmente mais impostos do que quem ganha mais.

Progressividade tributária

Antigamente existia a CPMF, o tributo mais progressivo, creio, que já existiu no Brasil. A Contribuição Provisória sobre a Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e Direitos de Natureza Financeira (CPMF) incidia sobre a movimentação financeira. Se o Lemann movimentasse 1 bilhão de uma conta corrente para outra, pagaria 0,38% dessa transferência para os cofres públicos. Se você movimentasse seu salário, também pagaria essa alíquota. Portanto, não se tratava da progressividade tributária exatamente… mas havia um outro elemento nesta história…

A CPMF foi extinta no início do primeiro governo Lula e quem trabalha na saúde pública sabe o quanto o orçamento da saúde pública caiu, pois a CPMF era utilizada para custear a saúde. Perceba que o dinheiro dos especulação financeira era convertido em saúde pública, utilizada em seu maior nível por pessoas de baixa renda. Neste aspecto, era um imposto bem progressivo.

Em resumo, a progressividade tributária é um tipo de Robin Hood nacional. Tira de quem tem mais e precisa menos do dinheiro (Alexandre Almeida, o Rei do Camarote) para dar aos que tem menos e precisam mais do dinheiro (Nós, professores e não entrevistados pela Veja São Paulo, em geral).

Haddad ensaia um IPTU mais progressivo ou seja: quem tem maior patrimônio deve pagar, proporcionalmente mais. Abaixo, analise o mapa do reajuste do IPTU em São Paulo. Quem mora nas áreas centrais pagará mais IPTU proporcionalmente do que quem mora nas áreas periféricas.

É muito imposto para nada!

Não, a carga tributária brasileira não é alta. Ela é menor do que em muitos países desenvolvidos. O que complica no Brasil é que o Estado é ineficiente ao aplicar os recursos públicos. E NÃO, não é ineficiente porque desperdiça dinheiro com corrupção. Embora a corrupção seja um problema gravíssimo em nosso país e precise ser combatida com todas as forças, acredite: para cada R$ 1,00 perdido com corrpupção no Brasil, perdemos R$ 1000,00 com burrice de políticos e técnicos que não tem ideia do que estão fazendo no Estado, que não conseguem planejar e implementar políticas de Estado e políticas públicas efetivas.

O IPTU do PT em São Paulo, é progressivo?


Certamente é um avanço neste sentido. Mas a progressividade estrita é relacionada com a forma e conteúdo do tributo. A progressividade, de forma mais ampla, precisa ser vista como forma de redistribuição da produção na sociedade, portanto precisa ser analisada tanto no aspecto da arrecadação quanto no aspecto da forma como o dinheiro público é gasto.

Na ótica da despesa, de como os recursos públicos são gastos, os corredores de ônibus implantados em São Paulo elucidam mais um enfrentamento do governo em relação aos grupos com maior disponibilidade de recursos (quem tem carro) para melhorar a vida de quem não detém estes recursos (quem depende do transporte público).

Políticas como essas, alinhadas e conjugadas como a revisão de IPTU e melhoria de serviços públicos de transporte podem ser classificadas como “progressivas” ou melhor: progressistas.

Leia também:

Haddad denuncia o “terrorismo” midiático contra o reajuste do IPTU

Apoie o jornalismo independente


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

francisco niterói

Conceicao/azenha

Muito bom qualificar o debate, pois a situacao só piora a cada dia. Mesmo no campo dito “progressista”.

Acabei de receber um e-mail que me deixou de bica aberta pela burrice e desinformacao. Nele, um post do ricardo kotscho dizendo que”como era possivel ninguem perceber que sumiram 500 milhoes” do cofre e, mesmo o hadadd, em dez meses nao tinha visto.

QUANTA BURRICE. Os fiscais deixavam de lancar IMPOSTO X E LANCAVAM UM DECIMO, por ex. Nao era dinheiro do cofre, eram creditos CONSTITUIDOS A MENOR. Como o kotscho nao entendeu isso. As guia do imposto eram lancadas a menor e com isso pagas a menor. Nao saia dinheiro do cofre, entrava bem menos. E o HADDAD saindo de incompetente com o kotscho. Que, pelo visto, nao leu direito as noticias.

Vejam por si só a BESTEIRADA :

http://contextolivre.blogspot.com/2013/11/haddad-x-kassab-ninguem-notou-o-sumico.html

Luís Carlos

É a indignação seletiva da burguesia que odeia pagar impostos. Seu lema: sonegar sempre!

Dinis

Quando a conta do IPTU chegar os mais pobres estes levarão um susto, pois, pela mídia pensam que estão ferrados. Este pessoal que reclama não vota no PT mesmo!

Dilam e Padilha no 1º turno!

Viva o Brasil

    Julio Silveira

    Engano seu cidadão, é que nem todos são como vaca no brete.
    Tem gente que prefere o respeito e não faz tudo que seu mestre mandar.

Daniel

Tudo é fácil de se criar justificativas.

Eu como Arquiteto e Urbanista vejo mais uma medida de elitização do centro. Medida esta que vai de encontro com o plano diretor.
Esse “IPTU progressivo” está igual a Maluf quando mandou todos os pobres para a periferia. Quer dizer quem tem mais condições de ter casa, carro, plano de saúde, pagar escola etc, tem condições de pagar IPTU no centro, região com a melhor infra da cidade. Agora quem é pobre tem que morar no fim do mundo sem transporte, hospital, escolas….. etc

A esquerda deste país está ficando rídicula. Qualquer besteira que fazem justificam: É para os pobres… será?

    fausto

    Concordo.
    Disse em outro comentário sobre o mesmo tema: este IPTU não esteve congelado nos últimos anos. No alto de Pinheiros ele foi multiplicado quase que por 4 entre 2008 e 2013.
    Minha avó, professora aposentada, não tem o mesmo patrimônio, renda, etc que advogados, executivos, etc que moram na região.
    Ela está sendo penalizada, já que não há qualquer contrapartida em serviços públicos.
    A própria maneira de se estabelecer esse IPTU, como disse o texto, é uma piada – vide o que aconteceu com os comerciantes do Brás, que arrumaram calçadas e ruas com dinheiro próprio e foram premiados com um aumento exorbitante no IPTU.
    Nada de IPTU progressista: isso chama-se “falta de coragem para enfrentar o mercado imobiliário”

    Daniel

    Acho que o problema não é a falta de “coragem”. As empreiteiras são as maiores financiadores de campanha. Este IPTU está resolvendo o problema atual das construtoras: falta de terreno em área boas de São Paulo. Vai ficar cada vez mais difícil para pessoas que querem morar em área com infraestrutura de SP resistir à incorporados.

    Antes que venham os fanáticos. As empreiteiras financiam o PT e o PSDB. Não fico nessa discussão ridícula PT x PSDB ou VEJA x Blogs (Financiados pelo governo)

Romanelli

tá difícil combater o PIG e a imprensa oficial, hein ?

Sinceramente, demora-se DÉCADAS pra se construir a imagem dum veículo HONESTO E ISENTO, e poucos meses pra se colocar tudo a perder

Haddad, por seus méritos e/ou deméritos, passará, e o que sobrará ?

Escuta, nem HADDAD nem o PT inventaram a roda. Este a,b,c do artigo, este monte de falácias, chega a ofender e cansar ..os conceitos dados ao IPTU, um imposto feito pra BANCAR as despesas do dia a dia da cidade, e repassado aos munícipes proporcionalmente de acordo com o valor VENAL dos seus imóveis, já tem décadas e décadas de uso.

HADDAD esta AUMENTANDO A CARGA tributária ..ELE mesmo e os técnicos disseram (pra bancar “novas despesas e programas”, alegam) ..aumento muito maior do que a INFLAÇÃO que vem sendo aplicada TODO ano em SP ..um que de tão grande foi quebrado em parcelas por 3 anos ..aumento dado de acordo com a ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA havida nos últimos tempos, em boa parte por IMPREVIDÊNCIA do Governo Federal.

Ademais, como venho dizendo, AUMENTO no valor venal dum BEM não significa aumento de renda, isso se afere com Imposto de Renda ..muito menos aumento venal é fruto de aumento das despesas e/ou custos municipais, a não ser de outras base tributárias que quase ninguém fala..

É MENTIRA que o pobre não irá pagar nem sentir tal derrama ..ele vai sim sentir o peso (assim como dum pedágio) pela indexação da economia, no valor da consulta médica, no dentista, plano de saúde, escola, advogado, em diversos produtos e serviços que serão majorados a titulo de REPASSE ..inclusive no aluguel

Soma-se ainda a esta SOPA de injustiças a INFINIDADE de isentos, de PROPRIETÁRIOS (e não de indigentes e/ou excluídos), que NÃO se justifica, pois eles mesmos se servem dum ou doutro serviço (coleta, luz, asfalto, lazer, parques e praças, escolas, creches, saúde etc) ..assim, aqui, nem que um valor simbólico, deveria ser RESTITUÍDO

PIOR ainda quando falamos em bairros que tem ilhas de FAVELAS e de prosperidade separada por alguns metros de distancia.

Aqui,multiplica-se ainda a sensação pela INFÂMIA administrativa que esta sendo cometida, o fato de a PMSP estar sendo beneficiada com menos custos e mais prazos pra sua divida, inclusive com MAIS recursos baratos, que NÃO estão sendo repassados por quem até hoje pagou caro, o munícipe agora mais tributado..

..mais ainda, a certeza de que a CORRUPÇÃO municipal não cessa, muito menos a legislação e a Justiça célere dão conta ou inibem a proliferação de novos desperdícios (inclusive por parte do Poder Legislativo) e/ou dos desvios..

    Palma

    Um aviso aos desinformados, pobre não paga IPTU.

Sr.Indignado

Aqui no Brasil, há outra fator, que talvez seja maior que a corrupção: A INEFICIÊNCIA no serviço público. Há algumas exceções é claro. É preciso fazer jus ao dinheiro da nação.

FrancoAtirador

.
.
Mensagem de Alerta, Desagravo e Convocação

Ao Prefeito de São Paulo Fernando Haddad:

A ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA DAS COMUNICAÇÕES E A IMPUNIDADE NO BRASIL

Historicamente, no Brasil, as administrações da Esquerda vêm sendo massacradas pela Mídia Bandida*.
No caso do Partido dos Trabalhadores (PT), pelo menos, desde 1986, quando assumiu a primeira Prefeitura de Capital, com a eleição de Maria Luíza Fontenelle, em Fortaleza.
Em 1989, então, quando o PT chegou pela primeira vez à Administração dos Municípios de São Paulo, com Luíza Erundina (PT/PCB/PCdoB), e de Porto Alegre (PT/PSB/PCdoB), com Olívio Dutra, foi um ‘Deus nos Acuda’ para a Direita Midiática Reacionária*.
Além disso, para maior desespero dos Clãs das FamíGlias proprietárias do Oligopólio Empresarial G.A.F.E.* de Comunicações, o desempenho da Esquerda nas eleições municipais de 1988 foi tão bom, que credenciou dois candidatos à conquista da Presidência da República nas primeiras eleições presidenciais diretas, desde 1960 (quando Jânio Quadros e Jango foram eleitos, diretamente, Presidente e Vice-Presidente, respectivamente), que ocorreriam no segundo semestre daquele mesmo ano de 1989, conforme previsto pela Nova Constituição Federal que fora promulgada em 5 de outubro de 1988:

Luiz Inácio LULA da Silva, então Deputado Federal do PT, eleito constituinte pelo estado de São Paulo, em 1986, com a maior votação para a Câmara Federal, até aquele momento, no Brasil; e

Leonel Brizola, à época Governador do Estado do Rio de Janeiro, eleito em 1982, apesar de mais uma tentativa de Golpe da Rede Globo, daquela feita na apuração dos votos pela Proconsult, e reeleito em 1986, pelo PDT
(oriundo do antigo PTB dos ex-presidentes eleitos Getúlio Vargas, que foi ‘suicidado’ em 1954, ante a iminência de Golpe de Estado promovido, em grande medida, pela Gang das Empresas de Mídia* da época, inclusive pelo Jornal O Globo, e João Goulart, o Jango, que foi derrubado pelo Golpe Militar de 1964 com o apoio incondicional da mesma Quadrilha Midiática*),
partido que acabara de eleger, também em 1988, o Prefeito Municipal do Rio de Janeiro.

Finalmente, chegou a campanha eleitoral presidencial de 1989 e, diante da absoluta falta de perspectiva dos candidatos de Centro (PMDB, PSDB) e de Direita (PDS, PFL) e depois de derrubar a candidatura Silvio Santos, a Máfia Empresarial G.A.F.E.* abraçou a candidatura do ‘Caçador de Marajás’, Fernando Collor de Mello, estampado em Capa da Revista Veja, um inexpressivo Governador de Alagoas, filiado a um tal Partido da Reconstrução Nacional (PRN) nacionalmente desconhecido, elevado pela Mídia Fora-da-Lei* à condição de ‘Salvador da Pátria’, ‘Supremo Protetor dos Descamisados’.

Então, em dezembro de 1989, veio a campanha do segundo turno da disputa eleitoral entre Collor e LULA, e, com ela, o último debate manipulado pelo Jornal Nacional da Rede da Globo de Televisão, que culminou por dar a vitória ao ‘Caçador de Marajás’, que assumiu a Presidência em março de 1990 e dois anos depois foi deposto do cargo, com o aval do mesmo Bando Midiático* que o elegeu.

Depois disso, sem mais delongas, as mesmas FamíGlias do Clã G.A.F.E.*, sob o mesmo discurso de ataque contra as Administrações de Esquerda, alcançaram as seguintes façanhas, entre inúmeras outras:

1) Derrubaram o PT da Prefeitura de São Paulo, em 1992, elegendo Paulo Maluf (PDS).

2) Elegeram Presidente, por duas vezes, em 1994 e 1998, sendo a reeleição comprada, o incompetente Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP), importado da Sorbonne, via United States of America.

3) Bancaram a candidatura à Presidência, em 2002, de José Serra (PSDB-SP), ex-ministro do Planejamento e da Saúde dos Desgovernos FHC (PSDB/PFL), acobertando ao máximo todas as falcatruas promovidas pelos Tucanos no período em que desgovernaram o País, de 1995 a 2001.

4) Como de praxe, com uma campanha sórdida de oposição, desde o início do segundo mandato petista reconquistado em 2000 na Capital Paulista, impediram a reeleição, em 2004, da Prefeita Marta Suplicy, que retirou a Cidade de São Paulo do meio do Lixo em foi jogada pelos ex-prefeitos Paulo Maluf e Celso Pitta.

5) Em 2006, dessa vez apoiando a candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB-SP) à Presidência contra a reeleição do Presidente LULA, que já havia sido, em 2005, objeto da tentativa de destituição do cargo pelos mesmos Golpistas de Plantão de Manchetes Mentirosas*, levaram a eleição presidencial para o segundo turno por meio da mais escandalosa Manipulação Fotográfica que se tem notícia. [Sobre o tema, estamos aguardando, com grande expectativa, a publicação do Livro escrito por Azenha, Vianna e Mello.]

6) Na eleição presidencial de 2010, desta é provável que a maioria se recorde, já com a Internet proporcionado uma militância significativa, com razoável poder de influência na campanha, juntaram-se a Integralistas, Monarquistas, Maçons Reacionários, Militares Empijamados e Mijões de Quepe Fardados, Católicos de Extrema-Direita, Evangélicos Fundamentalistas, Nazistas Decrépitos e NeoFascistas, os mais velhos saudosos da Ditadura Militar e os mais novos desejosos de uma similar, todos reunidos para eleger José Serra Presidente, o ‘Mais Preparado Administrador’ e ‘Valoroso Homem de Princípios’, com a ajuda prestimosa da esverdeada Marina Silva, a ‘Pura’.
A campanha contra a candidata petista Dilma Vana Rousseff, tachada pelos opositores de Bruxa Atéia, Lésbica Atoa, Guerrilheira ‘Ladrona’, Terrorista Matadora, Assassina de Criancinhas e Assaltante de Bancos, entre outras baixezas pouco humanas inomináveis, foi talvez a mais vil e degradante promovida pela Direita e pela Extrema-Direita em pleitos eleitorais de todos os tempos.
Casos emblemáticos, no curso da ofensiva dos Empresários de Mídia do Quadrado Bruxo* contra a candidata do PT ao cargo de Presidente da República, foram a ‘Ficha Falsa do DOPS’, publicada na Capa do Jornal Folha de S.Paulo, e a ‘Bolinha de Papel Chumbo’ na cachola do ‘Candidato Mais Preparado’, certificada por um tal de Perito Molina especialmente contratado pela Rede Globo de Televisão para dar veracidade a uma Mentira Deslavada. [Ah! Não fossem os Blogs Sujos…]

7) Nos últimos 15 anos, senão mais, montaram no estado de São Paulo um Mega-Esquema de Troca de Favores com os Governos Tucanos, através de Contratos Irregulares, Desvio de Verbas, Arrecadação Ilegal de Campanhas Eleitorais, e, em suma, de Corrupção Generalizada entre Empresas Privadas Fornecedoras de Bens, Concessionárias ou Prestadoras de Serviços à Administração Pública, com envolvimento direto ou indireto até de Secretários e dos próprios Prefeitos e Governadores demotucanos.

Hoje, apesar de três gestões consecutivas do PT na Presidência, conquistadas com muita luta e abnegação de homens e mulheres, principalmente d@s militantes e simpatizantes da esquerda democrática, essa Organização Criminosa das Comunicações* continua impune, ainda que moralmente ré confessa e, quando não, com provas documentais cabais da maioria dos crimes perpetrados contra a República Federativa do Brasil.
Sem Regulação dos Meios de Comunicação de Massa, Excelentíssimo, Honesto, Idealista, Competente e Corajoso Prefeito Fernando Haddad, a sua Administração é a próxima vítima, como já está sendo.

E, lamentavelmente, Senhor Prefeito da Capital Paulista, perderá com a sua queda a maioria dos Cidadãos e Cidadãs de São Paulo, a Maior Cidade do País, e, por conseguinte, parte importante da População BraSileira será prejudicada, e, com ela, a Esperança de um Novo BraSil, mais Justo e Solidário.

!!! À LUTA, SENHOR PREFEITO !!!

!!! LEI DE MEIOS, JÁ !!!
.
.
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%B5es_gerais_no_Brasil_em_1982)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%B5es_municipais_no_Brasil_em_1982)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%B5es_municipais_no_Brasil_em_1985#Diretas_nas_capitais)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%B5es_municipais_no_Brasil_em_1988)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%A3o_municipal_de_S%C3%A3o_Paulo_em_1988)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%A3o_presidencial_no_Brasil_em_1989)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%B5es_municipais_no_Brasil_em_1992)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%A3o_municipal_de_S%C3%A3o_Paulo_em_1996)
(http://www.cartamaior.com.br/?/Opiniao/A-compra-de-votos-para-a-reeleicao-de-FHC/26654)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%A3o_municipal_de_S%C3%A3o_Paulo_em_2000)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%A3o_presidencial_no_Brasil_em_2002)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%A3o_municipal_de_S%C3%A3o_Paulo_em_2004)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%A3o_presidencial_no_Brasil_em_2006)
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Elei%C3%A7%C3%A3o_presidencial_no_Brasil_em_2010)
.
.

Fabio Passos

Aumentar o imposto sobre o patrimônio dos ricos e reduzir o dos mais pobres.
Corretíssimo.

A “elite” branca colocou o PiG para fustigar Haddad?
Excelente.
Prova inequívoca de que Haddad acertou onde devia.

Imagine as sandices que o PiG vai fazer quando o psdb for varrido do mapa em 2014…

É isso aí, grã-finos pilantras… essa moleza vai acabar. rsrs

RETAS DE VISTAS

A todos os internautas do Viomundo, um grande abraço. Infelizmente o custo para possuir um computador pessoal é muito alto para alguém que tem a minha renda. Com o aumento em alguns gêneros de primeira necessidade, deliberei cortar gastos e sobrou para minha conta na Internet. Felizmente tenho muitos livros para suprir a minha necessidade de ler. Doravante, o Jornal das emissoras comerciais de TV voltarão a ser os meus únicos meios de informação.

Deixe seu comentário

Leia também