VIOMUNDO

Diário da Resistência


Bolsonaro mentiu em rede nacional sobre seminário e livro, que nunca foi distribuído em escolas pelo MEC
Reprodução Jornal Nacional
Falatório Política

Bolsonaro mentiu em rede nacional sobre seminário e livro, que nunca foi distribuído em escolas pelo MEC


29/08/2018 - 12h53

Reprodução Jornal Nacional

Nono Seminário LGBT Infantil citado por Bolsonaro existe e ocorreu em sede da URSAL. Sensacionalista

“Kit gay”: Livro mostrado por Bolsonaro no Jornal Nacional nunca foi distribuído em escolas

Fake news: Bolsonaro mentiu em rede nacional ao falar sobre o inexistente “kit gay” e tentar mostrar um livro sobre sexualidade que seria distribuído em escolas públicas; Ministério da Educação já havia desmentido a informação em 2016 e esclarecido que o livro em questão jamais foi comprado pelo governo brasileiro ou distribuído em escolas.

Da Forum

Jair Bolsonaro, candidato à presidência pelo PSL, mentiu em rede nacional na noite desta terça-feira (28) ao tentar atacar políticas anti-homofobia nas escolas.

Na entrevista ao “Jornal Nacional”, ele citou o famigerado “kit gay”, que nunca existiu, e afirmou que um livro sobre sexualidade destinado a adolescentes é distribuído em escolas públicas.

A fala se deu quando tentava justificar frases homofóbicas proferidas em 2010.

Na época, o parlamentar teceu críticas a um evento de cunho LGBT que aconteceu na Câmara dos Deputados.A mentira já começou quando afirmou que, na ocasião, estava sendo realizado o “9º Seminário LGBT infantil”.

O evento, no entanto, se tratava do “9º Seminário LGBT” com o tema “infância e sexualidade”.

O militar da reserva, então, disse que no evento estava sendo lançado o livro “Aparelho Sexual e Cia” que, segundo ele, seria distribuído em escolas públicas.

Bolsonaro tentou mostrar o livro ao vivo e ainda afirmou: “Tirem as crianças da sala, se bem que na biblioteca das escolas públicas tem”.

O tal livro, no entanto, jamais foi comprado pelo governo brasileiro ou distribuído em escolas públicas.

A informação já havia sido desmentida pelo Ministério da Educação em uma nota divulgada em 2016.

“O Ministério da Educação (MEC) informa, em nota, que não produziu e nem adquiriu ou distribuiu o livro “Aparelho Sexual e Cia”, que, segundo vídeo que circula em redes sociais, seria inadequado para crianças e jovens brasileiros. O MEC afirma ainda que não há qualquer vinculação entre o ministério e o livro, já que a obra tampouco consta nos programas de distribuição de materiais didáticos levados a cabo pela pasta”, diz a nota.

Confira o que foi publicado no site do governo federal:

O Ministério da Educação (MEC) informa, em nota, que não produziu e nem adquiriu ou distribuiu o livro “Aparelho Sexual e Cia”, que, segundo vídeo que circula em redes sociais, seria inadequado para crianças e jovens brasileiros. O MEC afirma ainda que não há qualquer vinculação entre o ministério e o livro, já que a obra tampouco consta nos programas de distribuição de materiais didáticos levados a cabo pela pasta.

O vídeo que circula nas redes sociais sustenta que o governo distribuiu e, assim, estaria “estimulando precocemente as crianças a se interessarem por sexo”.

O Ministério da Educação informa que o livro em questão é uma publicação da editora Cia das Letras e que a empresa responsável pelo título informa, em seu catálogo, que a obra já vendeu 1,5 milhão de exemplares em todo o mundo e foi publicada em 10 idiomas.

As informações equivocadas presentes no vídeo, inclusive, repetem questão que tinha sido esclarecida anos atrás. Em 2013, o Ministério da Educação já havia respondido oficialmente à imprensa que “a informação sobre a suposta recomendação é equivocada e que o livro não consta no Programa Nacional do Livro Didático/PNLD e no Programa Nacional Biblioteca da Escola/PNBE”.

O ministério também disse que a revista Nova Escola, edição 279, de fevereiro de 2015, que traz a matéria “Educação sexual: Precisamos falar sobre Romeo…”, uma reportagem sobre sexo, sexualidade e gênero, dirigida a professores, “não é uma publicação do MEC, e sim da Editora Abril”.

“O vídeo que apresenta as obras como sendo do MEC, em nenhum momento, comprova a vinculação do Ministério aos materiais citados, justamente porque essa vinculação não existe”, enfatiza a nota, divulgada, na noite desta quarta-feira (13), pelo ministério.

Leia também:

Marcelo Zero: Lula já ganhou





6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Bel

30 de agosto de 2018 às 16h16

O cara é candidato a presidente pelo Partido Social Liberal (PSL) e quer acabar com a esquerda!!?? Então vai acabar com o próprio partido, a não ser que esteja usando de ¨expertise¨ . Social-Liberal não é ideologia mais à esquerda do que outra coisa qualquer?

Responder

Hudson

29 de agosto de 2018 às 19h44

Boçalsauro demonstrou ser um mentiroso compulsivo!

Responder

Julio Silveira

29 de agosto de 2018 às 16h46

O Brasil é prodigo em produzir mito manos.

Responder

maria do carmo

29 de agosto de 2018 às 16h20

Prezados internautas querem saber o que Bonner pensa dos senhores, entrem e leiam do principio ao fim, e estarrecedor no Luis Nassif online politica: Um dia com Willian Bonner e nove mestres da Usp em 20-08-2014 entenderam antes das eleicoes de 2014 Bonner acha que os telespectadores sao todos idiotas ( inclusive os que respondem o que quero para o Brasil, serao os cabos eleitorais gratuitos do candidato da Globo ) so que o povo nao e bobo, eu mesma assisto o jornal da globo para saber a quantas andam a manipulacoes, e mais facil saber as noticias do Brasil em grandes jornais de outros paises, a globo acha que brasileiro e tolo a globo defende as elites a perseguicao ao estadista Lula inocente preso sem prova com Supremo e tudo e a prova, Globo manipuladora, manipuladora, manipuladora ate quem nao e petista esta escandalizada com a Globo e judiciario com a perseguicao ao melhor presidente da republica que o Brasil teve, ate quem nao e petista, pois os inteligentes sabem que hoje e oEstadista Lula amanha podera ser ele!

Responder

maria do carmo

29 de agosto de 2018 às 15h33

Globo ja nasceu de mentira ( pesquizem como a mesma foi adquirida pelo Roberto Marinho ) apoiada por judiciario que tem lado que faz politica, com salarios e mordomias que fazem corar o judiciario Europeo, ja deveriam ter impedido Bolsonaro de ser candidato que defende tortura etc., etc., etc.,, desequilibrado, totalmente despreparado, e permitirem tambem que candidatos milionarios custeiem suas proprias candidaturas, judiciario politico que protegem Alkimin o santo de pau oco com manobras chicanas para perseguirem o estadista Lula inocente e preso sem provas presidente que mais fez pelo Brasil, que saiu com o maior indice de aprovacao apoz oito anos, reconhecido pelo mundo, esse nao e o meu Brasil em que judiciario agia como verdadeiro sacerdocio austeridade e principalmente o Supremo era o quardiao da Constituicao que tem sido aviltada sem o menor pudor por ministros vaidosos cada um querendo fazer suas proprias leis, o Brasil e um pais muito grande a balburdia e o caos da justica que nao respeita a constituicao a presidente do Supremo que faz o que quer, empurrando decisoes importantissimas a seu bel prazer mostrando que tem lado, o seu papel e defender a democacia e a constituicaonao e o que tem ocorrido e como se nao bastasse juntamente com Raquel Dodge outra que tem lado e partido e outras irresponsaveis resolveram cair no samba no sagrado Supremo, enquanto o pais e vendido a preco de banana em final de feiras e se desmorona e vivemos uma ditadura de toga sem democracia, sem esperanca realmente esse nao e o meu Brasil!

Responder

lulipe

29 de agosto de 2018 às 15h03

Será que algum jornalista da Globo ainda terá coragem de entrevistar o mito?? Ontem foi um massacre no JN.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding