VIOMUNDO

Diário da Resistência


Política

Estudantes da UFMG retiram homenagem feita a Anastasia


06/07/2013 - 10h21



por Nuno Gomes, via Facebook

O jornal Voz Acadêmica, publicado pelo Centro Acadêmico Afonso Pena (CAAP) da Faculdade de Direito da UFMG, informa a derrogação da Medalha José Carlos da Matta Machado entregue ao Governador Antonio Anastasia.

José Carlos da Matta Machado foi estudante da Faculdade de Direito da UFMG. Foi preso em 1968 no Congresso da UNE em Ibiúna e condenado a reclusão no DOPS-BH. Depois de solto, viveu clandestinamente. Em 1973 foi preso, torturado e assassinado.

Antonio Augusto Anastasia formou-se na Faculdade de Direito da UFMG, onde também obteve o título de mestre em Direito Administrativo. Em 1993 tornou-se professor de Direito Administrativo da instituição.

Leia também:

Sindifisco denuncia: PSDB quer censurá-lo para proteger Aécio e Anastasia

Anastasia tenta calar Sindifisco; presidente diz que não recua

Sindifisco diz que choque de gestão em Minas é engodo

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Tina

06 de julho de 2013 às 22h48

Não deveriam era ter dado. Retirar fica mais feio ainda…

Responder

Jeca Tatu

06 de julho de 2013 às 21h09

A minha pergunta é: e por que deram a medalha a esse espantalho? Teve algum mérito de fato ou foi uma questão de puxa-saquismo?

Responder

    Jorge Portugal

    07 de julho de 2013 às 13h38

    Foi puxa-saquismo mesmo, foram lá e tiraram.

Valcir Barsanulfo

06 de julho de 2013 às 17h36

O governador ainda não sabe a que veio;não passa de boneco de ventríloquo de seu “bofe” Aécio e de sua irmanzinha Andréa.

Responder

Julio Silveira

06 de julho de 2013 às 14h27

A cidadania que gosta de pedir respeito a essa turma, deve antes se conscientizar do que são e passar a exigir respeito dessa turma. Mas antes vão se respeitar gente.

Responder

renato

06 de julho de 2013 às 14h19

O POVO está conseguindo através dos jovens olhar para trás.
E ver quem não esta no caminho.

Responder

Eduardo

06 de julho de 2013 às 11h47

O Anastasia até pode merecer medalhas do Atletico Mineiro,da Assembleia Legislativa atual,do Sindicato da Construção Pesada , da Associação dos Empreiteiro de Obras,do Jornal Estado de Minas, do PSDB Jovem, no momento atual da Associação Medica e do Ministério Publico, mas jamais uma medalha com denominação “Jose Carlos da Matta Machado” Triste também é a “Medalha da Inconfidência”,cujo nome deveria ser substituido,pois é um grande desrespeito ao nosso mártir Joaquim José da Silva Xavier e aos Incomparáveis brasileiros Inconfidentes! É preciso derrogar Centenas senão milhares delas! Vamos respeitar a “Inconfidência Mineira”!

Responder

    Luiz Moreira

    06 de julho de 2013 às 23h29

    Eduardo!
    Concordo em número e gênero com tua colocação. Tiradentes foi um dos poucos militares realmente nacionalistas e comprometido com causas populares (conheci pessoalmente outro, Carlos Lamarca), e que, se sacrificou pela sua causa, e somente foi reconhecido 100 anos após. Aqui, neste país, os DEFENSORES da Pátria confundem esta posição com defensores do capital. Capital não tem pátria nem povo. Tem dinheiro e migram par onde está melhor explorar. Dias muito difíceis nos esperam nas próximas décadas. Vamos para uma situação da Europa ATUAL, sem ter gorduras para queimar e com um enorme vácuo de justiça social.E não vai ter emprego para os jovens nem cobertura social e médica para um grande número de idosos. Mas terá o CARIBE para as classes ricas e os quarteis para os militares.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.