VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Enquanto líderes mundiais se vacinam na frente das câmeras, Bolsonaro impõe 100 anos de sigilo ao seu cartão de vacinação
Política

Enquanto líderes mundiais se vacinam na frente das câmeras, Bolsonaro impõe 100 anos de sigilo ao seu cartão de vacinação


08/01/2021 - 20h50

Da Redação

Na tarde desta sexta-feira, 08-01, Débora Diniz tuitou:

Bingo.

Debora Diniz é antropóloga, professora de Direito da Universidade de Brasília (UnB) e pesquisadora. É autora de estudos sobre bioética, feminismo, direitos humanos e saúde.

Ao contrário do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que diz que não tomará vacina contra a covi-19 (apesar de o Brasil já ter mais de 200 mil mortes pelo novo coronavírus), líderes mundiais estão se vacinando nas frentes das câmeras.

O primeiro foi o republicano Mike Pence, 61 anos, que está deixando a vice-presidência dos Estados Unidos. A sua sua esposa, Karen Pence, também foi imunizada.

Os democratas Joe Biden, 78 anos, e Kamala Harris, 56, eleitos presidente e vice-presidente dos EUA, também se vacinaram. Os dois televisionaram o momento para incentivar os americanos a se imunizar.

Do outro lado do mundo, Benjamin Netanyanhu, primeiro-ministro de Israel, também se vacinou contra a covid.

Na Inglaterra, a rainha Elizabeth II, 94 anos, e o seu marido, o príncipe Phillip, 99,  também serão vacinados publicamente para incentivar a vacinação.

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, de 61, é de centro-esquerda e também confirmou que vai receber o imunizante. “Para acabar com todas as dúvidas, assim que a vacina estiver aqui, o primeiro a se vacinar serei eu”, disse.

O mesmo prometem fazer o presidente da Argentina, Alberto Fernández, de 61,  e o da Rússia, Vladimir Putin, de 68.

Alguns ex-presidentes americanos confirmaram que serão vacinados.

Os democratas Barack Obama, 59 anos, Bill Clinton, 74, e o republicano George W. Bush, também de 74 anos, já se ofereceram e também devem tomar a vacina em frente às câmeras.

Enquanto isso, no Brasil, o Palácio do Planalto decretou sigilo de até 100  anos ao cartão de vacinação de Jair Bolsonaro.

A revelação foi publicada na coluna de Guilherme Amado, na revista Época. A matéria é de Eduardo Barretto:

Em resposta a um pedido da coluna por meio da Lei de Acesso à Informação, a Presidência afirmou que os dados “dizem respeito à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem” do presidente, e impôs um sigilo de até cem anos ao material.

Bolsonaro já atacou diversas vezes as vacinas contra a Covid-19.

Em uma delas, afirmou:

“Lá no contrato da Pfizer, está bem claro: ‘Nós não nos responsabilizamos por qualquer efeito colateral. Se você virar um chimpan…, um jacaré, é problema seu”.

Algumas reações no twitter aos 100 anos de sigilo imposto pelo governo federal ao cartão de vacinação de Bolsonaro.

Paulo Pimenta @DeputadoFederal: “Depois de dizer que não tomará vacina, agora ele pede sigilo do cartão da mesma. Bolsonaro é o DNA da mentira”. 

Deputada Maria do Rosário @mariadorosario: “Bolsonaro decreta 100 anos de sigilo sobre sua vacinação. Ou seja, enquanto faz campanha contra a vacinação e impede a vacina de chegar aos brasileiros/as, é possível que ELE e a FAMÍLIA, já estejam até vacinados!!!? Trata seus seguidores pior q gado. Gado, eles vacinam!” 

Márcia [email protected]: A MENTIRA DO GENOCIDA SOB SIGILO! 

Professor Glauco [email protected]: Inflação do mais pobres chega a 6,3%. Mas a preocupação do Governo Federal é proibir a divulgação da carteira de vacinação do Bolsonaro. Cada dia é um absurdo diferente!





1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Simone Lins

09 de janeiro de 2021 às 10h00

Militares do exercito alardeam que a Aman é uma escola de excelência, mas será que é mesmo ?
Olha o Bozo.
Não sabe fazer nada no mundo civil.
Faz tudo mal feito.
Fica claro que é uma escola de guerra e nada mais, pois vemos um monte de militar trabalhando em vários órgãos e cargos em Brasília, porém deram uma carterada, não entraram por concurso.
Sendo amigo e parente fica difícil acreditar em méritos próprios.
Ruiu o discurso maçante, enfadonho e 171 da meritocracia.
Meritocracia é uma falácia. Mentira mesmo.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding