VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Dilma e Lula cobram liberdade para Assange: ”Denunciou ao mundo as falcatruas dos EUA; documentos indesmentíveis”
Política

Dilma e Lula cobram liberdade para Assange: ”Denunciou ao mundo as falcatruas dos EUA; documentos indesmentíveis”


11/09/2020 - 16h01

Em março, o ex-presidente Lula se reuniu com o pai do ativista, em Genebra Foto: Ricardo Stuckert

Dilma e Lula prestam solidariedade e pedem a libertação de Julian Assange, do Wikileaks

Ex-presidentes brasileiros denunciam tratamento cruel dado ao militante que denunciou ao mundo as arbitrariedades e abusos, além dos crimes de guerra, cometidos pelos Estados Unidos. “Todos os países democráticos deveriam gritar por sua liberdade”, disse Lula. “Ele está sendo perseguido e esmagado por uma máquina de mentiras manipulada pelo lawfare”, reforça Dilma

PT Nacional

Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff denunciaram nesta sexta-feira, 11 de setembro, o julgamento na Inglaterra do pedido de extradição do jornalista Julian Assange, fundador do Wikileaks, para os Estados Unidos.

“O Assange deveria ser tratado como herói por ter denunciado ao mundo as falcatruas do Departamento de Estado americano. Todos os países democráticos deveriam gritar por sua liberdade”, disse Lula, em manifestação publicada nas redes sociais.

Dilma também cobrou a libertação do jornalista: “Ele está sendo perseguido e esmagado por uma máquina de mentiras manipulada pelo lawfare”.

Em nota divulgada em seu site, a ex-presidenta do Brasil declarou que o jornalista, preso há um ano e meio na Inglaterra, está sendo mantido em regime de completo isolamento e sem receber atendimentos médico e psicológico.

Antes de ser preso, passou sete anos refugiado na embaixada do Equador em Londres, tendo recebido cidadania equatoriana e passaporte diplomático.

Mas tais direitos foram rasgados pelo governo de direita que tomou o poder no Equador, o que permitiu que o governo britânico o capturasse, para atender ao interesse dos aliados norte-americanos.

“Negar a extradição de Assange para os Estados Unidos é uma questão de dignidade humana, respeito pela justiça e medida de cunho civilizatório”, declarou Dilma.

Assange tornou públicos, entre 2010 e 2011, crimes de guerra cometidos pelo Exército norte-americano nas invasões ao Iraque e ao Afeganistão.

Por isso, pode responder por espionagem e conspiração nos EUA. Ao todo, são 18 acusações, que podem render uma pena de 175 anos ao jornalista.

Autoridades americanas teriam dado garantias verbais ao Reino Unido de que Assange não corre risco de ser condenado à pena de morte nos EUA.

Dilma aponta, em nota publicada em seu site, que o crime de Assange foi divulgar documentos oficiais, portanto indesmentíveis.

“Além de crimes de guerra, [os documentos] mostram que agências de inteligência dos EUA insuflaram conspirações para desestabilizar governos legítimos e autorizaram manobras ilegais para beneficiar corporações norte-americanas contra suas concorrentes”, aponta a ex-presidenta.

“Tudo isto está registrado nos milhares de documentos internos dos serviços de espionagem e inteligência dos Estados Unidos que o WikiLeaks noticiou. Os Estados Unidos não desmentem os crimes, mas decidiram aniquilar o mensageiro que os revelou”.

Da Redação



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

[Wasp] Lisbeth Salander

14 de setembro de 2020 às 18h49

”Denunciou ao mundo as falcatruas dos EUA; documentos indesmentíveis”

Que os dois ignoraram largamente na epoca. Dilma teve o telefone privado invadido pela NSA e nem percebeu… até ficar sabendo via WikiLeaks e mesmo assim nao deixou de puxar o saco de Killary e Osbama. Foi aprovar a lei anti-terrorismo para ser usada pela direita contra as massas que saíram em defesa de seu mandato…

A guerra hibrida que hoje devasta o país poderia ter sido evitada com um pouquinho de coragem.

Responder

Antonio Luiz Teixeira

13 de setembro de 2020 às 19h56

#FreeAssange
Assassinato Colateral (Collateral Murder), com legendas em português:

https://youtu.be/oTulcstgjvo

Responder

    Zé Maria

    15 de setembro de 2020 às 09h40

    O Título Assassinato Colateral (Collateral Murder) é uma Referência
    ao Termo “Dano Colateral” (Collateral Damage) criado e disseminado
    pelos EUA com o objetivo de atenuar o Efeito Psicológico Negativo
    causado no público e nos soldados pelos Bombardeios da OTAN nas
    Populações Civis, Não-Combatentes, dos Países Atacados.
    Um Eufemismo para Massacre de Pessoas Inocentes que passou a ser
    amplamente utilizado pela Mídia Ocidental Internacional, a partir dos
    Genocídios decorrentes das Operações Militares na Guerra do Kossovo.
    Aqui no Brasil, a expressão “Dano Colateral” é muito usada pela Polícia
    Militar após as mortes de moradores dos Morros e da Periferia baleados
    nos tiroteios promovidos pela PM. “Bala Perdida” é Termo Equivalente.

Antonio Luiz

13 de setembro de 2020 às 18h18

Colateral Murder ou Assassinato Colateral, este foi o principal documento/vídeo que desencadeou a saga americana pela cacada ao WikiLeaks e a Assange. Divulgado em 2010, expôs a farsa de que a guerra de ocupação americana tivesse propósitos humanitários. Por isto, Assange jamais foi perdoado ou esquecido.
Como um tributo a ele por sua coragem e coerência, e em sua solidariedade, o vídeo original com legendas em português foi produzido:
https://youtu.be/oTulcstgjvo

Responder

Henrique Martins

12 de setembro de 2020 às 12h00

URGENTE

À Fiocruz,

https://br.sputniknews.com/opiniao/2020091116061190-pouco-provavel-a-vacina-bcg-ser-usada-em-adultos-contra-coronavirus-diz-especialista/

Diante destas colocações eu digo que a BCG não vai impedir a Covid, mais vai amenizar ou fazer com que a pessoa não tenha nenhum sintoma.
Depois eu digo que se funcionar os riscos de efeitos adversos serão o mesmo de qualquer outra vacina nova. Ocorre que o mundo terá que encarar mesmo uma vacina nova.
Por último eu digo que não há risco da vacina faltar ao menos no Brasil porque ela só é aplicada na rede pública para crianças e para adultos só é aplicada com recomendação médica. Sequer está disponível na rede privada.

A dúvida que vejo quanto a vacina BCG é a viabilidade dela ser aplicada no grupo de risco, sobretudo nos idosos. Essa é a incógnita! Em minha opinião, essa hipótese tem que ser ventilada.
Senão resolveremos o problema da economia com as pessoas trabalhando normalmente e se sentindo bem e o grupo de risco vai continuar se contaminando e morrendo em UTIs.
A vacina da febre amarela também vai fazer efeito, mais ela de cara é contra-indicada para o grupo de risco. Então ficamos na mesma.

Responder

Zé Maria

12 de setembro de 2020 às 02h01

#FreeAssange

Julian Assange é Perseguido pela OTAN,
porque o Wikileaks trouxe ao Mundo
as Provas Documentais dos Crimes
perpetrados pelos Governos dos EUA
contra outros Países, não apenas da
África, Ásia e América Latina – inclusive,
por óbvio, o Brasil – como também da
Europa, notadamente aqueles cujos
governos não colaboram e também
não se submetem ao Eixo Central
financiado pelas Mega-Corporações.

Aliás, já em 2011* – portanto, antes das
publicações de Edward Snowden
vazadas por Bradley/Chelsea Manning –
Assange alertou** para a implantação
de um Sistema de Vigilância Global
(Turbine)***, operado pela TAO (CNO)****,
divisão para coleta de informações de
Guerra Cibernética (Cyberwarfare)*****
da NSA, por meio do Programa Quantum,
Anos depois detalhado por Snownden:
https://pt.wikipedia.org/wiki/QUANTUM_(programa_de_vigil%C3%A2ncia)
https://www.ibtimes.com/nsa-quantum-program-leaked-edward-snowden-reveals-how-us-government-spies-offline-computers-1541438

* https://wikileaks.org/the-spyfiles.html
https://en.wikipedia.org/wiki/Global_surveillance_disclosures_(1970%E2%80%932013)#2010%E2%80%932013

** https://vimeo.com/32979497

*** https://en.wikipedia.org/wiki/TURBINE_(US_government_project)

**** https://en.wikipedia.org/wiki/Tailored_Access_Operations

**** https://en.wikipedia.org/wiki/Computer_network_operations

***** https://en.wikipedia.org/wiki/Cyberwarfare

Para além das Questões Comerciais, os Norte-Americanos têm medo
que a Hawei, Multinacional Chinesa de Tecnologia, sirva de Instrumento
de Espionagem para a China, porque, por experiência própria, sabem
que é tecnicamente possível. Hoje, a 5G é “Top One” da Guerra Híbrida.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!