VIOMUNDO

Diário da Resistência


Eduardo Matysiak: Senti pena do Bolsonaro, sozinho, num bandejão em Davos. E você?
Reprodução de twitter
Política

Eduardo Matysiak: Senti pena do Bolsonaro, sozinho, num bandejão em Davos. E você?


25/01/2019 - 11h21

Senti pena

por Eduardo Matysiak, especial para o Viomundo

Senti pena de ver a figura de Jair Bolsonaro sozinho, isolado num bandejão em Davos, na Suíça, enquanto os maiores líderes mundiais, empresários e jornalistas discutiam questões urgentes, incluindo economia e meio-ambiente para o futuro global.

Usar o discurso de que ele é simples e optou por comer em um lugar barato para economizar é conversa para boi dormir.

Naquele momento, não precisávamos de populismo e marketing barato. Um lado que nunca foi seu, fato comprovado quando usufruiu de auxílio- moradia (mesmo tendo imóvel próprio) e do auxílio-mudança.

Bolsonaro recebeu da Câmara R$33,7 mil referentes a auxílio três dias antes de renunciar ao mandato de deputado federal para assumir a Presidência.

A viagem do clã Bolsonaro já se previa um fracasso. Viajou no aerolula ao qual ele e sua trupe sempre criticaram.

Sinto pena do Brasil, que voltou ao mapa da fome e à fidelidade canina aos EUA.

Oficialmente, o Jair nos representa, na prática, não, pois insiste no discurso de ódio, perseguição, despetização. Seu discurso vazio não representa ninguém.

“O Brasil é um grande país. Merece alguém melhor”. São as palavras do americano Robert Shiller, prêmio Nobel de Economia. “Ele me dá medo”, insistiu.

Medo e insegurança. Foi assim que empresários e economistas da elite mundial financeira internacional receberam, no Fórum Econômico Mundial, em Davos, o discurso de Bolsonaro – que, em 6 minutos, disse que o Brasil “mudou”.

Bolsonaro quer que o Brasil, atualmente 109º na classificação de melhores países, fique entre os 50 primeiros em quatro anos. Na visão de especialistas isso é impossível.

Em 2007, o ex-presidente Lula brilhou em Davos, com um discurso forte, cheio de vontade e imponência, falou por quase 40 minutos.

Três anos depois, o ex-metalúrgico terminou seu mandato cumprindo boa parte de suas promessas, tanto que em 2010 recebeu do fórum o prêmio estadista do ano.

Jair e seus ministros cancelaram a última coletiva de imprensa. O motivo?

Segundo seus ministros, cansaço, mas internamente o que pesou foram as fortes suspeitas em torno do filho, o senador eleito Flávio Bolsonaro e de seu amigo Fabrício Queiroz.

Nossa nação voltou ao complexo de viras latas, da chacota internacional, de baixar a cabeça para os interesses dos EUA, sem patriotismo.

O Brasil está dividido. Bolsonaro é a tragédia anunciada. O fim da corrupção está longe de acabar, ele só acabou com os ministérios da Cultura, Trabalho e Esporte.

Ousou dizer que nosso país é o que mais preza pelo meio ambiente. Mentira!

A cada dia nossas florestas são dizimadas pelos motosserras de ouro. Sinto pena daqueles que votaram na ilusão. Sinto pena do Brasil.

Eduardo Matysiak é fotojornalista e produtor cultural

Leia também:

Bolsonaro não tem preparo psicológico para o cargo, afirma Estadão, em editorial

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



12 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Lauri Guerra

29 de janeiro de 2019 às 01h33

Quando vi esta foto me veio à memória a imagem de um cachorro sarnento do qual ninguém quer chegar perto.
Aí me deu uma pena imensa…. do cachorro.

Responder

Eduardo

28 de janeiro de 2019 às 00h49

Senti pena dos brasileiros! De Jair Bolsonaro sinto apenas nojo!

Responder

Alcione

27 de janeiro de 2019 às 20h46

Quem não tem competência, não se estabelece!
Por isso eu não tenho pena do Bozo.
Infeliz!!!

Responder

Morvan

27 de janeiro de 2019 às 17h57

Boa tarde. Eu não me comiserei do sr. Bolsonaro, vulgo Biriliro. Tenho muita compaixão das gerações que não terão direito ao Brasil, justo por causa dele e dos privatistas. Compaixão de quem foi atingido por Mariana, Brumadinho e outras tragédias que virão.
A sua solidão, em Davos, não fora gerada por ninguém, salvo pela sua própria incapacidade de estar ali, representando quem quer que o fosse. Seu isolamento se deu pela sua própria falta de sapiência, em todos os sentidos. Ademais, quem quer almoçar ao lado de um saco de excremento?

Saudações “#LulaLivre é uma luta de [email protected] Não é luta de uma facção, ou de um país; é Justiça, no seu sentido puro.”.

Responder

Paulo Aguiar

27 de janeiro de 2019 às 08h52

EU sinto falta é da PÁÁÁÁÁTRIA EDUCADORA!
Me engana, que eu compro.”

Esse tal de “Lula Livre®”, isso é marketing. Clichê comercial. Frase publicitária, pra você comprar o “produto” lula®.
É tal qual a frase: “Coca-Cola® dá Mais Vida”, pra vender o produto Coca-Cola©. Fazer tua cabeça com frases de impacto.

Eis o jeitão VAZIO publicitário do PT® e do Petismo. Veja:

PT vive de clichês publicitários elaborados por marqueteiros. Nada espontâneo. Mas apenas um frio slogan (tal qual “Danoninho© Vale por Um Bifinho”/Ou o: “Fiat Touro®: Brutalmente Lindo”).
Não tem nada a ver com um Projeto de Nação. Eis:

0.
“Coração Valente©” [breguice].

1.
Pátria Educadora© [Huá, huá, huá].

2
“A Copa das Copas®”

3.
“Fica Querida®”

4.
“Impeachment Sem Crime é Golpe ©”

5.
“Foi Golpe®”

6.
“Fora Temer ®”

7.
“Ocupa Tudo©”

8.
“Lula Livre®”

9.
“eleição sem Lula é fraude®” [kuá!, kuá!, kuá!].

10.
“O Brasil Feliz de Novo ©”

11.
“Lula é Haddad Haddad é Lula®”

12.
“Ele não®”.

13.
“Haddad agora é verde-amarelo©” [rsrsrs].

14.
“Luz para todos®” (kkkkk).

——
Mais um recente clichezaço publicitário do PETISMO (Religião) e, também, do PT, — estilo “SKOL© a Cerveja que desce RedondO”.
Ei-lo:
15.
“Ninguém Larga a Mão de Ninguém®”.
16.
“Skol®: A Cerveja que desce RedondO”.

______
É o tal de “me engana que eu compro”.
O Petismo vive de ótimos e CALCULADOS mitos publicitários.
PT© é vigarista.
É exatamente igualzinho a “SKOL®: A Cerveja que desce RedondO”.

Responder

    Dilbert

    29 de janeiro de 2019 às 18h54

    Paulo, vc está querendo chamar atenção ou é só ignorância mesmo??

L'Amie

25 de janeiro de 2019 às 20h05

Elisa de Jesus, acorda, o Messias Salvador é outro. O Salvador não usou armas porque sua Missão era de PAZ. Ele não odiou ninguém, Amou e ama a Todos, até esse que voce adora. Ele chama-nos Irmãos. Um PATRIOTA, un NACIONALISTA , um BRASILEIRO, um cidadão e Militar que Ama sua PÁTRIA, Ama seu POVO e não o prejudica com retirada de conquistas sociais. Um legítimo Filho Brasileiro não entrega o Patrimônio de seu Povo aos piratas modernos. Onde você vive? Abra os olhos, abra a mente, abra o coração .

Responder

Zé Maria

25 de janeiro de 2019 às 19h31

Ó, Coitado! Do Chefão das Milícias de Extermínio …

Responder

Hudson

25 de janeiro de 2019 às 16h14

Bozo é o ALCA-poney tupiniquim: capo de crime organizado, montaria mansa para os EUA.

Responder

euclides de oliveira pinto neto

25 de janeiro de 2019 às 15h17

Está certo !!! Devemos todos bater palmas enquanto o palhaço dá cambalhotas !!!

Responder

Elisa de Jesus Pedrosa Aurélio

25 de janeiro de 2019 às 11h25

Essa publicação desmerece o povo brasileiro através do seu Presidente da República. Demonstra que o patriotismo situa-se em segundo plano em relação aos interesses politiqueiros da esquerda. Lamentável! Que bom seria se todos os brasileiros fossem premiados com mais atuação apartidária e sem ideologia da imprensa em geral.

Responder

    Julio Silveira

    25 de janeiro de 2019 às 16h13

    Larga mão de ser hipocrita. O seu lado politico deu um golpe contra a democracia. Criaram o rasicalismo politico até em campanha, fazendo propagandeando a morte de opositores, como se vê até hoje.
    Nem vem com essa conversa de que o povo deve ser cumplice com desmandos e acoitar seu mico despreparado. Deixa o Brasil fora da sua equação nada patriotica, por que quando convem vcs arrastam ele oara a vergonha internacional. Se seu escolhido vem se tornando um paria é por sua propria ação, personalidade e (in) competencia. O mundo, fora do Brasil, o civilizado, não se submete tão facilmente a ações defame news, não é carnavalizado como aqui.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!