VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Dilma propõe plebiscito para fazer a reforma política


24/06/2013 - 17h34

LUIZA DAMÉ e  CATARINA ALENCASTRO, no Globo Online

BRASÍLIA – A presidente Dilma Rousseff abriu na tarde desta segunda-feira a reunião com governadores e prefeitos das capitais com objetivo de definir uma linha de ação conjunta para melhorar os serviços públicos no país. A presidente destacou que busca soluções para as reivindicações que vem das ruas. Ela defendeu um plebiscito para uma Constituinte exclusiva para a reforma política, além de propor lei para a corrupção ser crime hediondo.

– Mais do que um debate estamos aqui para procurar soluções. Buscamos respostas, todas elas republicanas e participativas, aos problemas que inquietam e mobilizam o povo brasileiro – disse Dilma na abertura da reunião que convocou com todos os governadores, prefeitos das capitais e seus principais ministro – O povo está nas ruas dizendo que quer as mudanças, está nos dizendo que quer mais cidadania. Quer serviços públicos de qualidade, mecanismos mais eficientes de combate à corrupção – disse ainda a presidente Dilma.

Antes do encontro, a presidente recebeu no Palácio do Planalto representantes do Movimento Passe Livre, que iniciou a onda de protestos pelo país com o objetivo de reduzir as tarifas de ônibus.

A presidente listou quais são os cinco pactos que ela propõe agora: o primeiro ponto é a estabilidade fiscal; uma reforma política com a proposição de um plebiscito para uma Constituinte com fim exclusivo de tratar desse assunto; recursos e ações exclusivas para o SUS; plano para o transporte público, com o anuncio de desoneração de PIS e Cofins para o diesel e para a energia que move veículos da rede de transporte; e ações para a educação, com destinação de 100% dos recursos do pré-sal para o setor.

– Estamos passando por um inequívoco processo de mudança, talvez a mais ampla que o país já vivenciou – afirmou a presidente, que reforçou que é preciso ouvir o que dizem as manifestações nas ruas.

Ela deu destaque, dentro do pacto de reforma política, à definição de regras mais severas para corrupção, inclusive prevendo a possibilidade de que seja considerada crime hediondo, quando for dolosa.

Ela destacou que o que está acontecendo no país é reflexo de um processo de inclusão social, e que “agora o povo nas ruas quer mais”.

– Quer uma representação política permeável, uma sociedade em que o cidadão, e o não o direito econômico, esteja em primeiro lugar. É bom que o povo esteja dizendo isso em alto e bom som. Cabe a cada um de nós ouvir.

Dentro do primeiro pacto, de responsabilidade fiscal, Dilma destaca que o objetivo é garantir estabilidade econômica, com controle da inflação.

Sobre o segundo pacto, de reforma política, Dilma afirmou que o segundo pacto gira em torno da “construção de ampla e profunda reforma política, que amplie a participação popular e amplie o horizonte da cidadania”

– Todos nós já sabemos que esse tema entrou e saiu várias vezes na pauta do país, temos a iniciativa de sair do impasse – disse a presidente, que propôs um plebiscito popular para criar uma constituinte específica para a reforma política.

No terceiro ponto, a presidente colocou o SUS, e destacou que a classe médica não precisa se preocupar com a importação de médicos do exterior, já que será dado prioridade aos profissionais brasileiros antes de se oferecer postos de trabalho a profissionais de outros países.

– Não se trata de medida hostil a nossos médicos, mas uma ação emergencial em encontrar médicos em número suficiente e com disposição para as regiões mais remotas. Sempre oferecemos primeiro aos médicos brasileiros as vagas, só depois chamaremos os estrangeiros.

Dentro das medidas de mobilidade urbana – o quarto pacto, Dilma anunciou a aguardada desoneração do PIS e da Confins para o óleo diesel, que movimenta esses veículos do transporte público.

– Decidi destinar mais R$ 50 bilhões em investimentos para obras de mobilidade urbana e investir em metrôs, tivemos a incorreta opção de não investir em metrô.

Por fim, no pacto pela educação pública, a presidente reforçou que nenhuma nação se desenvolve sem educação em tempo integral, creches, ensino profissionalizante, e universidades, e afirmou que condição essencial nesse pacto é a boa remuneração dos professores.


Leia também:

#changebrazil: “Sujar o governo brasileiro no mundo”

O aviso de incêndio soou: A esquerda diante do “gigante verde-amarelo”

Passe Livre diz ao Planalto que mobilidade urbana é direito, não mercadoria

Marcio Sotelo e Patrick Mariano: A hora de discutir o papel da PM é agora

Cebes e Abrasco apontam à Dilma os caminhos para a saúde



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


165 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Fernando

26 de junho de 2013 às 02h00

Para o FrancoAtirador so serve povo na rua que concorde com as suas ideias. E esse Messias Franco saiu direto dos anos sessenta. Tao tudo perdidim.

Responder

Valmont

25 de junho de 2013 às 16h59

Vejam de onde veio o mote O Gigante Acordou:

Da TFP, de 1964!

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=qwYS5tKVZ2Q

* TFP – Tradição, Família e Propriedade – organização FASCISTA dirigida por Plínio Salgado, líder do movimento integralista.

É mole? Esse Godzilla é um ZUMBI FASCISTA!

Responder

Stedile: "É hora do governo aliar-se ao povo ou pagará a fatura no futuro" - Viomundo - O que você não vê na mídia

25 de junho de 2013 às 16h41

[…] Dilma propõe plebiscito para fazer a reforma política […]

Responder

PPP

25 de junho de 2013 às 15h54

ASSINE, É IMPORTANTE FORMA DE PRESSÃO!
http://www.avaaz.org/po/petition/Reforma_Politica_Ja_Plebiscito/?rc=fb&pv=2
O Brasil é um país com elevados níveis de corrupção, e onde a influência do poder econômico através de lobbys e financiamento de campanhas de políticos é totalmente desproporcional à força do povo em influenciar nas decisões do Congresso Nacional. Desta forma, apenas uma ampla reforma política que, dentre outros, acabe com o financiamento privado nas campanhas, pode reduzir esta desigualdade vigente. Como os legisladores deste país têm se mostrado incapazes de promover esta reforma, a presente petição visa dar apoio a intenção da Presidenta de estabelecer um plebiscito para criar uma constituinte específica e promover assim, com sustentação popular, a Reforma Política!!

Responder

Bonifa

25 de junho de 2013 às 15h38

A Presidenta Dilma precisa tomar uma medida urgente. Estamos navegando entre Silas e Caribdes a grande velocidade, e é preciso manter o olhar duplamente atento e a mão firme no leme para mudanças contínuas, rápidas e até bruscas de rota, ou bateremos em um ou outro monstro marinho. A medida urgente a ser tomada é mandar uma ordem expressa para seus parlamentares, para que assumam a posição de que nada, – absolutamente nada – está definitivamente decidido quanto aos meios de mudança imediata e radical na Saúde Pública. A complexidade do problema é imensa e as questões de fundo não foram abordadas pela Presidenta em sua reunião com os executivos estaduais e municipais, enquanto foi dado ênfase a um aspecto secundário que envolve enormes e justos questionamentos. A Presidenta deve sinalizar não apenas aos médicos, mas a todos os profissionais de saúde, dentistas, enfermeiros, psicólogos e técnicos auxiliares, sinalizar para todos eles que todos serão chamados a ser ouvidos e a contribuir com as decisões de mudança, e que o governo federal não tomou decisões irrevogáveis e está completamente aberto ao debate amplo de todas as questões relacionadas com a Saúde. Isso é urgente, mais que urgente, é crucial.

Responder

Valmont

25 de junho de 2013 às 15h37

Blog do Planalto desmente Presidente da OAB, que afirmou suposta desistência do plebiscito:

Nota à Imprensa

Em relação às declarações de hoje do presidente da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, a Presidência da República esclarece:

1. A presidenta Dilma Rousseff recebeu hoje o presidente da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, e o diretor do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, Márlon Reis, que lhe apresentaram uma proposta de reforma política baseada em projeto de lei de iniciativa popular.

2. A presidenta da República reiterou a relevância de uma ampla consulta popular por meio de um plebiscito.

3. A presidenta ouviu a proposta da OAB, considerou-a uma importante contribuição, mas não houve qualquer decisão. O governo continuará ouvindo outras propostas de reforma política que lhe forem apresentadas.

Secretaria de Comunicação Social
Presidência da República

—-

Ficou feio na foto. Pego na mentira o Presidente da OAB.
Fonte: http://blog.planalto.gov.br/

Responder

PPP

25 de junho de 2013 às 15h37

As forças contra o povo se unem! | TIJOLAÇO | “A política, sem polêmica, é a arma das elites.”
http://www.tijolaco.com.br/index.php/as-forcas-contra-o-povo-se-unem/

As forças contra o povo se unem!
25 de Jun de 2013 | 14:34

Há uma guerra em curso.
Toda a direita e a porção mais fisiológica da base governista iniciaram uma ofensiva sem tréguas contra a proposta de Dilma Rousseff de convocar, por plebiscito, uma Constituinte para reformar as estruturas políticas que as ruas estão repudiando.
Isto não tem nada de novo. Quem se esquece do primeiro parágrafo da Carta Testamento de Getúlio Vargas, que se lembre:
“Mais uma vez, as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e novamente se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam, e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes.”
Agora e de novo tentam jogar sobre ela, que tem uma vida de sofrimentos e dedicação ao Brasil, o “mar de lama” em que eles próprios chafurdam.
Eduardo Cunha, o da MP dos Porcos – como diz o seu ex-chefe Garotinho – fala em nome da Câmara –  ” a Casa é contra esse plebiscito” – e ameaça com “tumulto”.
Ronaldo Caiado, idem.
O presidente da OAB, que é contra a constituinte e o plebiscito – ao contrário da principal seção da entidade, a de São Paulo, que defende a iniciativa – e sai de uma reunião com a Presidenta anunciando aos quatro ventos que ela “desistiu”da proposta.
Claro que a Secretaria de Comunicação da Presidência – que também é contra a constituinte e contra a Presidenta – permanece muda. Quem fala é José Eduardo Cardoso, o cóccix mais flexível da Esplanada.
A democracia e o governo legítimo do Brasil estão em perigo, porque este ousou propor um plebiscito e atacar privilégios.
Planeja-se o assassinato político da Presidenta por ela ter cometido o gravíssimo crime de pretender que a soberania popular seja exercida pelo voto.
Depredação, sim; eleição, não!
Chamar o povo a decidir, agora, é atentar contra a Constituição e a Democracia!
O golpismo está em marcha e não podemos tergiversar.

As forças contra o povo se unem! | TIJOLAÇO | “A política, sem polêmica, é a arma das elites.”
http://www.tijolaco.com.br/index.php/as-forcas-contra-o-povo-se-unem/

Responder

Marcela

25 de junho de 2013 às 15h23

A igreja pregando para os convertidos.

Responder

Marcela

25 de junho de 2013 às 15h18

Menos. Bem menos.

Responder

Zanchetta

25 de junho de 2013 às 14h36

Também acho que devíamos fazer uma assembléia constituinte específica de reforma política e todos os que estiverem envolvidos pelas alterações saiam dos seus cargos e tenhamos eleições já com as novas regras… que tal?

Responder

IZA

25 de junho de 2013 às 14h27

OS VIGARISTAS E CRIMINOSOS DA GLOBO QUE INSUFLARAM A MASSA, AGORA SÃO CONTRA OUVIR AS VOZES DAS RUAS.
PLEBISCITO JÁ!
QUEM TEM MEDO DE OUVIR O POVO?

Responder

PPP

25 de junho de 2013 às 14h04

Quero NBR padrão teleSUR!

Señal en vivo — teleSUR

http://www.telesurtv.net/el-canal/senal-en-vivo

Responder

trombeta

25 de junho de 2013 às 13h54

Fica claro que a histeria contra o plebiscito parte dos setores conservadores que apostavam no pior para apresentar um salvador da pátria para ‘pacificar’ o país.

Levaram um direto de esquerda, e agora, se vê que as mudanças que eles tanto bradavam em praça pública tinham outra intenção que não a de limpar o país da corrupção.

Pouco importa o instrumento jurídico utilizado, a ideia central da presidente é que o processo tenha a participação popular, mobilização popular e a energia dos jovens renove as velhas práticas que a globo e os políticos de direita dizem que querem mas, na verdade, não querem.

Responder

Bacellar

25 de junho de 2013 às 13h48

Na Faria Lima a PM é miguxa na Maré senta o dedo, bandeira do Brasil pra midia é “show de democracia” bandeira vermelha é arruaça e oportunismo, jornalista independente fica 3 dias preso depois de ser espancado, bombadinho quebra a prefeitura, chora na dp, e ta liberado! Eta tigrada sangue-ruim!
Eu que sou paranóico, só que não!

Responder

Bacellar

25 de junho de 2013 às 13h37

9 mortos no Complexo da Maré? Procede essa noticia? Que nojo! Estou falando que agora a policia e a midia vão fazer “triagem de manifestaçòes”!

Responder

Irineu

25 de junho de 2013 às 12h49

O JEITO “VATICANO” DE VER AS COISAS.
Alguma coisa se move em prol de um objetivo e transformação de um País.
Um País que vejo comparado a um elefante forte , porém parasitado pela corrupção em que sente suas forças se esvaindo…
_Numa plataforma parcial analisamos apenas um prato da balança causando um tremendo desequilíbrio.
_Porém na plataforma imparcial fazemos uma análise mais abrangente, construtiva e objetiva.Onde podemos equilibrar os pratos
_Há um jeito “VATICANO” e covarde de ver as coisas: Parte dos dinossauros políticos sentam no próprio rabo e acusam os outros , ocultam seu lixo sob o tapete num conchavo e conluio com uma mídia manipuladora.(PIG)
_Não podemos isentar nenhum político que atua de forma corrupta sugando a máquina pública, vale lembrar que também há grandes “empresas” envolvidas nos processos porém também ocultada.
_Desde o inicio desse país há sempre essa troca de farpas, um politico acusando o outro porém o povo ficando distante.
_ A corrupção é uma cria do homem e esta por todo lado, não é apenas um partido e sim vários…..”todos”.
_ Acompanhamos o julgamento do mensalão vilipendiado pela mídia.(PIG)
_ Tomara que sejam condenados.
_Porém a turma do “VATICANO” comemoram sentadas sobre o tapete da sujeira ocultada pela mídia conchavada.
_ PORQUE O LIVRO DO AMAURY RIBEIRO ( PRIVATARIA TUCANA) foi ocultado pela mídia?(PIG). Foi o maior saque que o Brasil sofreu e esta silenciado.
_ A imparcialidade permite vermos as coisas filtrando-as.
_ Portanto, não há partidos ou políticos que devemos isentar, cometeu ato de corrupção deve ser julgado e condenado.
_ ESSA PARCIALIDADE ‘VATICANA’ NO BRASIL EXISTE DESDE O SEU DESCOBRIMENTO. ALIÁS SERÁ QUE O BRASIL FOI DESCOBERTO?

Irineu -sp

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    25 de junho de 2013 às 13h04

    Irineu, a partir de agora quem deixar o mesmo comentário mais de uma vez no site será banido. É preciso dar espaço para outras opiniões, por favor. abs

João Vargas

25 de junho de 2013 às 12h38

Este negócio de transformar corrupção em crime hediondo é coisa pra inglês ver. De nada adianta um crime prever duzentos anos de cadeia se ninguém vai cumprir. Tem que mexer nas leis penais e processuais. Criar um rito especial para os crimes de corrupção evitando os eternos recursos, acabar com o foro privilegiado,criar meios eficazes de reaver o dinheiro desviado, eleger a Justiça Federal como foro competente e criar Varas especializadas para julgá-los. Com estas singelas medidas acredito que o combate à corrupção seria bem mais eficiente.

Responder

Jorge Souto Maior: Vencendo o terrorismo do medo - Viomundo - O que você não vê na mídia

25 de junho de 2013 às 12h29

[…] Dilma propõe plebiscito para Constituinte exclusiva fazer a reforma política […]

Responder

Aurélio Braga

25 de junho de 2013 às 12h29

Quem sabe a aproveitamos a mesma Constituinte, e além da reforma política, fazemos uma reforma tributária para aumentar um pouquinho a arrecadação do governo brasileiro, que é tão BAIXA comparada a de outros países, como os números mostram claramente:

Com um terço da população do Brasil, o Reino Unido tem o dobro da arrecadação de impostos

O Brasil e o Reino Unido (que inclui a Inglaterra) são países com economias mais ou menos do mesmo tamanho, em termos de PIB total. No entanto, a população do Reino Unido é apenas um terço da população brasileira: 63 milhões de habitantes, contra pouco mais de 190 milhões de habitantes no Brasil.

Muito bem. Vamos provar aqui que, a razão pela qual o governo brasileiro NÃO TEM como oferecer serviços públicos com a mesma qualidade britânica, é porque o governo brasileiro arrecada POUCO dinheiro com os impostos.

“O quê?? Ohhhh que absurdo!! Eu pago tantos impostos!”

Jura?

Mas não é o suficiente para o Brasil ter serviços de qualidade britânica…

Vamos aos números…

No Orçamento fiscal do ano de 2012, o governo central do Reino Unido teve uma arrecadação total de impostos de 592 bilhões de libras esterlinas.

fonte: https://en.wikipedia.org/wiki/2012_United_Kingdom_budget

Pela cotação atual da libra esterlina, que é de uma libra esterlina valendo R$ 3.41, temos que o governo britânico arrecadou cerca de 2 TRILHÕES DE REAIS em impostos no ano de 2012.

Já o governo federal brasileiro teve “arrecadação recorde” em sua história, no ano de 2012, conforme noticiado pela mídia, superando pela primeira vez a barreira de 1 trilhão de reais. Mais especificamente, a arrecadação do governo brasileiro em 2012 foi de R$ 1,029 trilhão.

fonte: http://economia.terra.com.br/noticias/noticia.aspx?idNoticia=201301231738_TRR_81942240

Ou seja, a arrecadação de impostos do governo central britânico em 2012 (2 trilhões de reais) foi equivalente ao DOBRO da arrecadação de impostos do governo federal brasileiro no mesmo ano (1 trilhão de reais).

Isso em dois países que tem PIB mais ou menos do mesmo tamanho. Ou seja, a “carga tributária” britânica parece ser maior do que no Brasil, “abocanhando” uma proporção maior do PIB.

Mas isso são apenas os valores brutos. Devemos analisar agora os valores PER CAPITA, ou seja POR CABEÇA.

O governo britânico precisa oferecer serviços públicos para apenas 63 milhões de pessoas, enquanto o governo brasileiro precisa oferecer serviços públicos para mais do TRIPLO de pessoas, mais de 190 milhões de pessoas.

Vamos ver qual é a arrecadação de impostos PER CAPITA (por cabeça) de cada país…

Arrecadação do Reino Unidos, de 2 trilhões de reais, dividida pela população britânica, de 63 milhões de pessoas = 31 mil e 746 reais por cabeça

Arrecadação do Brasil, de 1 trilhão de reais, dividida pela população brasileira, de 190 milhões de pessoas = 5 mil e 263 reais por cabeça

OU SEJA:

Enquanto o governo britânico tem 31 mil reais por pessoa para gastar, o governo brasileiro tem apenas 5 mil reais por pessoa para gastar.

O governo britânico tem SEIS VEZES MAIS RECURSOS por pessoa, para gastar, do que o governo brasileiro.

E você ainda quer que o governo brasileiro faça MILAGRE, provendo serviços públicos de qualidade britânica, mesmo tendo SEIS VEZES MENOS recursos por pessoa do que o governo britânico!

Responder

    Wagner

    25 de junho de 2013 às 13h21

    A questão é a forma de arrecadar. Fez um comparativo? A arrecadação britânica é párea com a brasileira? A arrecadação DEVE ser proporcional a renda, a riqueza. Devemos sim aumentar a arrecadação, mas antes de tudo, sistematizá-la de forma justa, clara e transparente.

    Attila Louzada

    25 de junho de 2013 às 15h09

    Sem dúvida, mas, enquanto isso, como gastar numa proporção que não se tem? Esse é o mote do neoliberalismo: estado mínimo. Já que não há recursos de origem tributária, deixe-se a sociedade se virar como puder – mas nada de cobraríeis impostos, certo? Por isso uma reforma tributária é essencial, o que está cada dia mais evidente. Os britânicos mais ricos pagam mais, ao contrário do que ocorre por aqui. As alíquotas do imposto de renda penalizam amargamente a classe média; a máxima, 27,5%, vale para mim, professor, e para o Eike Batista. E todos, inclusive os políticos que não querem a reforma, embora não tenham peito de dizê-lo, os Eikes têm ene meios de se beneficiar de artifícios legais para se exonerar de muito imposto. O Brasil é e sempre foi injusto com seus cidadãos, e tão injusto que só recentemente eles descobriram que o são.

Carlos Lima

25 de junho de 2013 às 12h04

A REVOLUÇÃO TORRE DE BABEL, desorientou até os manipuladores. Vai afundar o país numa crise sem precedentes, ninguém, ninguém pensou nos trabalhadores e na estabilidade do emprego, a esquerda vivendo na nostalgia das épocas de chumbo, o direita jogando gasolina no fogo e a mídia como sempre desinformando e inflando para ter notícia, foi a teoria do caos em prática, OS NEW MANIPULADOS sem saber até do que estão reclamando e toda mídia achando bonito, foi uma vergonha para todos os brasileiros verdadeiros que sabem quanto custa uma nação desestabilizada, o PT é fraco, O PSDB é lixo político, por isso os NEW MANIPULADOS sequestrou a identidade política do país não estudam história e não sabem o que fazem, traçaram para o seus pais um futuro incerto. Manifestar é salutar, porém é saber como e o que protestar é preciso que se realmente acontecer uma constituinte abranja os gastos que os governos tem na mídia, tirar esta sangria de dinheiro para sustentar artistas e jornalistas medíocres sem nenhum conteúdo patriótico, só o modismo imposto pelo seus patrões, são os come dorme das telinhas os riquinhos regados também a dinheiro público, e tem que cobrar imposto de igrejas as máquinas de enriquecer padres e pastores, tem que mexer em tudo..não é VIVA OS NEW MANIPULADOS DIGITAIS, VIVAAAAA….

Responder

matheus

25 de junho de 2013 às 12h04

Os juristóide vivem no mundinho fantasioso do “deveria ser”. São constra uma “constituinte específica” porque não se enquadra numa teoria abstrata de como deveria ser uma constituinte.

Nem a Constituinte de 87-88 se encaixa, espertalhões! A constituição de 1988 foi elaborada pelo Congresso Nacional, e não por assembléia eleita apenas para isso, e não foi aprovada pelo povo em plebiscito. Para piorar, esse Congresso era composto em quase 1/3 por parlamentares nomeados pela Junta Civil-Militar (os chamados “biônicos”, na gíria da época).

A operação de Guerra Psicológica dos golpistas falhou em controlar e esvaziar completamente as manifestações. O sucesso foi parcial e se apoiou na inexperiência política da maioria dos participantes – só que estes, pela participação e debate, tendem a aprender. As assembléias populares e protestos em periferias se multiplicam, e as organizações de esquerda discutem pautas comuns e frentes anti-autoritárias/anti-fascistas. Os agentes provocadores serão cada vez menos eficientes para um povo que experimenta uma nova onda de politização. A pauta genérica “contra a corrupção” pode ser sedutora para a classe média conservadora, criada a leite com pera. Mas na periferia urbane e no campesinato, o buraco é mais embaixo!

Avante camaradas! Vamos enfiar essa Reforma Política goela abaixo da oligarquia podre e sanguinária e de seus sócios estrangeiros!

Responder

Messias Franca de Macedo

25 de junho de 2013 às 11h38

“… QUEM SABE FAZ A HORA…

##################

RENAN APOIA PLEBISCITO. MERCADANTE DÁ AS DATAS

Iniciativa de chamar plebiscito por constituinte para fazer reforma política ganha corpo; presidente do Senado, Renan Calheiros não manifesta oposição à consulta; “Nada mais natural que a sociedade participar diretamente das decisões”, disse; prerrogativa constitucional da convocação é do Congresso; Renan estará hoje com Dilma; ministro da Educação, Aloizio Mercadante aponta duas datas para realização da consulta popular: 7 de setembro e 15 de novembro; OAB lança campanha de esclarecimento; mídia internacional ecoa
(…)

FONTE: http://www.brasil247.com/pt/247/poder/106466/Renan-apoia-plebiscito-Mercadante-d%C3%A1-as-datas.htm

####################

… NÃO ESPERA ACONTECER!” Geraldo Vandré

Felicidades a nós todos!

…Ah! E continuemos – mais do que nunca(!) – protestando, pacificamente! Óbvio, caso os [eternos, nefastos, MENTEcaptos, aloprados e famigerados] OPOSITORES DA NAÇÃO BRASILEIRA não radicalizem, mais uma vez!…

… E continuemos pintados para a guerra! Mesmo porque a luta contra o fascismo é eterna!

Hasta la Victoria Siempre!

Respeitosas saudações democráticas, progressistas, civilizatórias, nacionalistas, antigolpistas e antifascistas,

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós enquanto ações e reações!
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Wildner Arcanjo

25 de junho de 2013 às 11h25

Afinal de contas, é possível ou não é possível, juridicamente, convocar constituintes para refazer parte da Constituição? Azenha, tem alguém que possa ser entrevistado que possa elucidar este questionamento? O que se vê na mídia sobre o fato é mais torcida contra do que uma análise técnica. Eu sei que um dispositivo válido e a P.E.C., mas esta têm que ser votada pelo Congresso e Senado, e sancionada pelo Presidente (mais ou menos assim). No caso de Assembléia Constituínte, os entes envolvidos na análise e propostas são extra quadros das esferas dos três poderes e são eleitos (por voto popular) para o específico fim. Nada mais sensato pois não dá para colocar a mudança política nas mãos daqueles que mais são beneficiados pelo atual sistema.

Responder

    Wildner Arcanjo

    25 de junho de 2013 às 11h52

    Só um adendo: os Constituíntes, podem ser especificados pelo poder Legislativo, porém existem regras definidas que os incompatibilizam com as representações políticas daquela casa.

    Valmont

    25 de junho de 2013 às 11h59

    Aí está uma opinião abalizada.
    [trecho extraído do site conjur.com.br, que se posiciona contra a reforma da Constituição via constituinte]

    Proposta legítima
    Para o ministro aposentado do STF Francisco Rezek, ex-juiz da Corte Internacional de Justiça de Haia, a nomenclatura “Constituinte” é menos importante diante do atual quadro do país. Ele considera que a presidente Dilma Rousseff parte da premissa correta de que os atuais membros do Congresso Nacional não são os melhores quadros para empreender uma reforma política.

    O que importa, para o ministro, é que há uma reação diante da onda de manifestações nas ruas e da perda de representatividade dos membros do Congresso Nacional, que demonstram a necessidade de se fazer com urgência a reforma no sistema político do país. Ou seja, enxergam na ação da presidente uma boa intenção, que pode ser levada a cabo de outra forma.

    “Um colegiado que fosse eleito só para tratar da reforma política, que não fosse constituído pelos membros regulares do Congresso, teria mais qualidade”, afirmou Rezek. O ministro afirmou que a discussão não é nova. Nos anos 1980, lembrou, se discutiu a possibilidade da eleição de uma Assembleia Constituinte separada do Congresso, que se dissolvesse após a elaboração da Constituição. Ao fim, se decidiu transformar o Congresso em Assembleia Nacional Constituinte.

    “A ideia é correta. Não seria propriamente uma Assembleia Constituinte. Nós teríamos aí um colegiado para a reforma política na Constituição, para modificar na Constituição apenas o necessário para que o produto dessa mudança signifique a autêntica reforma política que todos esperam alcançar. É uma questão de adaptar a nomenclatura, mas a ideia é a melhor possível”, defendeu o ministro aposentado.

bento

25 de junho de 2013 às 11h09

Assim é que se joga zadrez politico presidenta Dilma…devolveu a jogada para os ratos de sempre…o stf,a direitinha,os facistoides,a esquerdas dos blogs,o pig,a mãe Joana,a cia,o fmi,os bancos,…”NÃO PODE…NÃO DÁ…É INCONSTITUCIONAL…LERO,LERO,LERO…”isso galera mostra tua cara…SAIAM DA TOCA…

Responder

Messias Franca de Macedo

25 de junho de 2013 às 11h08

… NÃO TEM JEITO, NÃO!…

… A presidente Dilma Rousseff tem que, IMEDIATAMENTE, proferir pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, objetivando explicar ao povo brasileiro, didaticamente, que existem *forças notoriamente nocivas que ‘ontem’ diziam apoiar as [legítimas e democráticas] ‘vozes das ruas’ e que, agora – quando ‘as vozes das ruas poderão, enfim, ser escutadas’ – esses mesmos oportunistas, eternos algozes do povo trabalhador brasileiro – e cínicos traidores desavergonhados da nação – assumem uma postura diametralmente oposta, recorrendo a discursos do tipo ‘ouvir as vozes das ruas é prática de governos autoritários, antidemocráticos’ (sic) & outras baboseiras, criando factóides, com o único propósito de preservar interesses escusos/espúrios, portanto, inconfessáveis… Interesses escusos/espúrios, portanto, inconfessáveis, (ir)responsáveis pela situações de corrupção, inaceitável impunidade, estúpidas desigualdades e injustiças sociais, atraso do país e desencadeamentos das recentes manifestações de veemente protestos da população brasileira…
*indentificando-as!
… A verdade tem que prevalecer! O embate está posto! A nossa subdemocracia de [‘nois’] bananas – mais uma vez arranhada por delinquentes – fenecerá ou ganhará sobrevida! ‘As vozes das ruas’ “poderão decidir o jogo”!…

… NÃO TEM JEITO, NÃO!… O confronto está radicalmente posto! E a história escreverá que não fomos ‘nós do lado de cá’ que barbarizamos as discussões!…

… NÃO TEM JEITO, NÃO!… Presidente Dilma Vana Rousseff, A Magnífica, respeitosamente, conclame e confie no leal, honesto, sapiente e impávido povo trabalhador brasileiro!…

Felicidades a nós todos!

E continuemos pintados para a guerra! Mesmo porque a luta contra o fascismo é eterna!

Hasta la Victoria Siempre!

Respeitosas saudações democráticas, progressistas, civilizatórias, nacionalistas, antigolpistas e antifascistas,

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós enquanto ações e reações!
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Carlos Lima

25 de junho de 2013 às 11h01

A voz de quem esta trabalhando e que precisa do emprego nunca foi ouvida, agora a voz dos NEW MANIPULADOS DIGITAIS sobrou eco, dos professores nunca ouviram nada, dos micro empresários os escravos dos governo, continuaram doentes pagando tudo isso, é uma vergonha. SALVE OS NEW MANIPULADOS DIGITAIS, nos tornaremos um país virtual, sem realidade. A materialização nas manifestações foi caótica, desmoronou bases que não poderiam o principio de maioria democrática foi trocado pela MANIPULAÇÃO, os caras caçam até namorada pela internet, não ia da outra seriam MANIPULADOS UMA HORA OU OUTRA. TEMOS AGORA UM GOVERNO DIGITAL VIRTUAL, E TRABALHADORES NAS FABRICAS PAGANDO POR UMA REALIDADE INEXISTENTE. VERGONHA NÉ PESSOAL, ATÉ OS BLOGS SUSTENTARAM ESSA INSANIDADE. VIVA OS NEW MANIPULADOS DIGITAIS.

Responder

Renato

25 de junho de 2013 às 10h25

A Dilma será derrotada no plebiscito que deverá ser realizado ou no dia 07/09 ou no 15/11.

O Risco disso é muito alto para pouco beneficio. Quando convoca uma assembleia constituinte, a constituição atual sairá de vigor. Tivemos muitas conquistas na nossa Constituição.

A sociedade entende que a reforma política pode ser feita através de uma PEC. Eu apoio a proposta feita pela a OAB, CNBB e MCEE.
-Fim do Financiamento Privado.
-Eleições proporcionais em dois turnos.
(1º Turno: Define o Coeficiente Eleitoral
2º Turno: Define as Listas. – O Número de candidatos será o dobro das vagas conquistadas pelo partido
)

Responder

    Raquel

    25 de junho de 2013 às 11h23

    A PEC para a Reforma Política perambula no Congresso há tempos. Acontece que os Congressistas, especialmente PSDB/DEM/PPS não querem a aprovam. pq não querem perder seus gordos financiamentos privados de campanha, especialmente com banqueiros e empresas de petróleo estrangeiras. Por isso a Dilma sugeriu o plesbiscito só para este fim e que forçará os Congressistas a mudança!

    Valmont

    25 de junho de 2013 às 11h52

    Raquel, você sintetizou bem os fatos. Só não entende quem não quer: os conservadores de sempre, os que faturam com o sistema podre que aí está. Estes jamais acatarão o clamor das ruas e lutarão com unhas e dentes para preservar o status quo. Os neoliberais derrotados querem apenas derrubar a Presidente, reassumir o pleno comando da casa grande e mandar o povo de volta às senzalas. Este é o embate que hoje se instala no Brasil: mudar profundamente o sistema político-partidário ou regredir ao velho sistema autoritário, clientelista, corrupto e excludente, onde impera absoluto o poder econômico das corporações transnacionais e seus gerentes vendilhões do Brasil.

Jose Mario HRP

25 de junho de 2013 às 10h24

Enquanto isso no estúdio da Grobo, começa a gravação do remake:
A Nau dos Insensatos!

Responder

Jose Mario HRP

25 de junho de 2013 às 10h17

Dilma chama STF para uma conversa em seu Palácio!
Assunto será a reforma politica e os caminhos para chegar a ela.
Não sei se aqueles babacas vão aceitar ir a um lugar onde não serão a autoridade máxima.
Aliás quem dirá ao Joaquinzim que lá ele não poderá mandar os outros calarem a boca?
Esse STF é a maior ópera bufa que já houve!
Nem Monty Python fez melhor!!!!

Responder

Tiago

25 de junho de 2013 às 09h56

Da perspectiva legal, essa “Constituinte específica” é sim inconstitucional, e, se a classe política do país fosse séria, desnecessária.

A reforma política e dos partidos não precisa passar por mudanças na Constituição, as distorções atuais podem ser corrigidas e regulamentadas por legislação específica. É pena que no atual Congresso não há a possibilidade de uma reforma séria ser elaborada e aprovada…não apoio uma Constituinte mas talvez seja o único jeito de pressionar a classe política.

Responder

    Carlos de Sá

    25 de junho de 2013 às 11h04

    Mas não corre o risco do STF trancar a pauta como fez com o projeto que estava tramitando no congresso a poucos dias?
    Achar que o congresso irá dar respostas sérias para resolver as questões colocadas nas ruas é esperar demais, não?
    Na verdade eu sou a favor de uma ampla Assembléia Nacional Constituinte.
    Tratar de temas como o sistema tributário que no nosso país é regressivo (paga mais quem tem menos), sistema judiciário, além do sistema eleitoral temos que discutir também a representação do congresso aprofundando a proporcionalidade (um homem um voto) – pra que uma casa conservadora como o SENADO? que é dominado pelos oligarcas.
    Aí sim começaremos a fazer mudanças estruturais que poderão fazer justiça para os brasileiros como a melhoria da saúde, educação e minimizar a tão propalada corrupção que na verdade é apenas a consequência das injustiças sociais que vivemos neste país.
    Ouvi outro dia uma frase interessante: “A corrupção é apenas o lubrificante das engrenagens da injustiça social no país e no mundo. Temos que desmontar as engrenagens que é o mau gerador de outros.”

    Tiago

    25 de junho de 2013 às 13h49

    Colega Carlos de Sá, como você, eu também sou descrente que nosso Congresso se aprofunde em uma reforma política, infelizmente. No entanto, esse papel caberia sim ao Congresso, através de reformas nas legislações que regem os partidos e as eleições. É lamentável que nossos parlamentares simplesmente não debatam, não discutam, não cumpram o seu papel.

    Por isso disse que talvez a Constituinte seja a única maneira de efetivamente pressionar a classe política por mudanças. Mas não é algo trivial, pois, além de uma “Constituinte específica” não estar prevista na nossa norma jurídica, isso invalidaria a Carta atual. É um precedente perigoso, a meu ver.

    tales-filho

    25 de junho de 2013 às 11h24

    Certas mudanças tem que passar sim pela reforma da Constituição, pois hoje lá constam itens que poderão sofrer alteração em relação ao que está especificado hoje.

    Tiago

    25 de junho de 2013 às 11h56

    Pois é, amigo tales-filho, pra essa situação que você citou que existe a Proposta de Emenda Constitucional…o problema é que a convocação de uma Constituinte invalida a Carta atual, e esse, creio, é um precedente delicado e perigoso.

    Foi uma jogada inteligente da Dilma, pois emparedou a classe política, mas o tema tem que ser discutido com cuidado.

Eduardo Oliveira

25 de junho de 2013 às 09h19

Em um país democrático, um plebiscito como a presidenta DILMA propõe, é um reconhecimento espetacular para o crescimento consciente de uma Nação soberana. Opositores políticos a qualquer plebiscito são inimigos da soberania popular.

Responder

Fernando

25 de junho de 2013 às 09h19

http://veja.abril.com.br/090806/p_054.html

Enfim, um debate

Lula defende uma Constituinte, é acusado
de golpismo – mas a idéia, em si, não é má

[…]

Responder

R Godinho

25 de junho de 2013 às 09h10

A idéia é boa, devolve a soberania a quem de direito. Mas acho que o plebiscito deveria ter três perguntas:

– Você convoca a Assembléia Nacional Constituinte, com objetivo de realizar uma reforma política?

– Você convoca a Assembléia Nacional Constituinte para refazer toda a Constituição?

– Você não convoca a Assembléia Nacional Constituinte?

Deixa o Povo decidir o que quer…

Responder

Vlad

25 de junho de 2013 às 09h02

Isso aí de plebiscito a ser marcado, mini-constituinte a ser eleita, deliberações e elocubrações ao limite do torpor, se fosse juridicamente possível (coisa que dizem que não é), seria apenas para empurrar com a barriga para ver se as pessoas cansa de protestar e volta a ondinha normal onde surfam as ratazanas.
De novo tratam as pessoas como retardados.
Ela não pode prometer pelos outros.
O que ela poderia fazer, APENAS PARA DAR UM EXEMPLO, seria extinguir, JÁ, uns dez desses ministérios inúteis que o Pai da Copa e das Olimpíadas criou. Cinco já seria suficiente. Seria um gesto CONCRETO, mesmo que de alcance financeiro modesto, de que deu ouvidos à sociedade. Seria uma mudança de rumo em direção oposta ao clientelismo e acomodação de ladrões em cargos públicos. Um começo concreto.
E de quebra, poderia mandar o ministro da educação de volta a seu posto, pois aspone pra ficar sugerindo idiotice é o que não falta. Embora, pela prioridade que o PT dá à educação, até se compreende que ele esteja lá, viajando e papagaiando.

Responder

    Vlad

    25 de junho de 2013 às 09h03

    putz…”cansam”*

    Romanelli

    25 de junho de 2013 às 10h29

    cansa mesmo é ver o país ter perdido DOIS anos e meio tetando adiar o fim da novela do MENSALÃO – inclusive em se decretando definitivamente a prisão de chantagista e LADRÃO

    ..e agora, agora tentar mais este aplique, este CACO pra cima da população ao tentar refrear a angustia do povo que clama por SEGURANÇA, JUSTIÇA célere e consequente, transporte publico, SAÚDE e educação

    Colega, lembro que o projeto das diretas JÁ só tomou a rua depois que a OAB e igreja resolveram puxar nossos “corajosos líderes” (e olha que tinha ido na frente, sabe ??!! ..mesmo assim o treco só foi adiado por um tempo, após ser concretizado com a eleição do FARSESCO de Alagoas pra substituir o substituto do Tan-crédo (este caudilho que vinha nos cabresteando desde Vargas)

    Agora é do mesmo, foi OAB e CNBB anunciarem a sua “bala mágica” pra nossa presidenta acompanhar a carreata “dos que NÃO tem mais o que FAZER e ou propor”.

    Valmont

    25 de junho de 2013 às 11h32

    É a reedição da “passeata dos cansados”?
    Vocês cansam muito fácil.
    Seus discursos conservadores é que já encheram o saco de todo o mundo.

Mardones

25 de junho de 2013 às 08h57

Excelente ideia da Dilma. Agora espero que o povo vá às ruas para exigir que inclua no plebiscito mais uns itens, tais como:

– Reestatização da Vale do Rio Doce, das Ferrovias e do Sistema Telebrás;

– Revogação da Lei do Petróleo do FHC, reestatizando a Petrobrás;

– Imposto sobre as fortunas;

– Auditoria da Dívida Pública;

– Lei de Médios.

Responder

    JOTACE

    25 de junho de 2013 às 13h50

    Caro Mardones,

    Promoção da agricultura familiar,mais um item para tua patriótica lista.

Ted Tarantula

25 de junho de 2013 às 08h52

a politica como a vida é um pouco como andar de bicicleta: ou vc vai pra frente ou cai…não existe o modo “freeze”.

Responder

Dilma propõe plebiscito para Constituinte exclusiva fazer a reforma política | Blog do Fajardo

25 de junho de 2013 às 08h34

[…] disposição para as regiões mais remotas. Sempre oferecemos primeiro aos médicos brasileiros as vagas, só depois chamaremos os […]

Responder

walter

25 de junho de 2013 às 08h25

Tenho vindo regularmente a esse espaço criticar a passividade, a falta de compromisso da Presidenta com o voto que a elegeu.
Não posso deixar, desta vez de elogiar a retomada do protagonismo que deveria haver desde o começo do governo.
Muitos falam que se faz o governo do possível. Mas mesmo assim deve-se demonstrar diuturnamente que se tenta o governo do prometido.Para deixar bem claro aos eleitores que as coisas não acontecem por inércia do governo, mas sim por leniência e mau caratismo do Congresso.
Eu não quero o governo do possível.
Quero Ley de Medios, quero regulação dos impostos sobre grandes fortunas e heranças, quero regulamentação da database do servidor público, quero caracterização de corrupção ativa como crime hediondo, quero o fim da contratação sem concurso em todas as instâncias do Estado,quero transporte público realmente PÚBLICO, quero auditoria da dívida interna e externa, quero o julgamento célere do mensalão tucano, quero celeridade na justiça sob pena de improbidade administrativa, enfim são tantas coisas…
O governo tem que protagonizar demandas progressistas, mesmo que perca no Congresso, onde não tem maioria absoluta, mas que deixe claro ao povo que cumpriu a promessa e que quem impede de acontecer são os deputados e senadores, e que se dê sempre nome aos bois, dos que votam contra a população e em interesse próprio.
PLEBISCITO JÁ!CONSTITUINTE EXCLUSIVA! REFORMA POLÍTICA!

Tenho reclamado muito ultimamente, fico feliz em poder dizer, Valeu Presidenta! Essa aí , valeu meu voto!

Responder

Saçuober

25 de junho de 2013 às 08h21

Se for pra ir para as ruas defendendo a constituinte, estarei lá.
Todo poder emana do povo, os golpistas não aceitam.

Responder

Romanelli

25 de junho de 2013 às 08h18

E DILMA tenta enterra a esquerda de vez.

INFELIZMENTE, demonstrando estar despreparada e não tendo projeto, nem equipe pra gerir emergências, a presidenta, mais uma vez, ofereceu medidas generalistas pra tentar conter a ânsia do povo e, quem sabe com isso, conseguindo enterrar de vez as esperanças dos progressistas em se manterem no poder a partir das eleições do ano que vem.

Pra esta reforma, DILMA, se antecipando em minutos ao anuncio da OAB e da CNBB que defendem o tema, propõe que se faça uma AMPLA reforma política que seria executada por UM CACO, por uma “Constituinte exclusiva” dirigida ao tema, esta que seria CONVOCADA por plebiscito popular.

A razão do plebiscito é que este legitimária tal reforma, e as críticas praticamente se fundam no FATO de que em se conseguindo 3/5 dos votos hoje no Congresso, tamanho esforço e barulho NÃO seriam necessários e o projeto poderia ser inclusive acelerado.

Fora de não discutir detalhes menores – como se seriam estes ou outros políticos que tratariam do caso – outrossim aqui é de nos perguntarmos sobre o tal plebiscito ..POR ACASO a turma esta querendo MAIS UMA carta em branco do povo ?

Afinal, o que se defenderia nesta tal reforma ? O que o governo e sua base pensam ?

NÃO !!! penso que plebiscito é pro POVO determinar, e não, MAIS UMA VEZ, delegar pra que outros o façam embasados em seus próprios interesses.

Aliás, já que os governistas se dariam ao trabalho de consultar o POVO, que tal então ele estender o questionário e plebiscitar outros pontos que hoje afligem a alma do povo que ESTA NAS RUAS ..e com um detalhe, que aqui os POLÍTICOS, diante do resultado, fizessem cumprir a vontade daqueles que eles juram representar.

Dentre alguns plebiscitos objetivos, penso que poderiam ser colocadas peguntas como?

-Vc é a favor da prisão perpétua pra crimes reincidentes contra a vida ?

-Vc quer a diminuição da maioria penal ?

-concorda com que a idade pra condutor tb diminua ?

-é contra o voto do MENOR inimputável ?

-Vc é a favor do VOTO OBRIGATÓRIO ?

-Vc é favorável a que ANALFABETO vote ?

-Vc concorda com o VOTO SECRETO de parlamentares ?

-Vc quer que seu voto também seja impresso ?

-Vc concorda com o foro privilegiado ?

-Vc concorda com a prisão especial ?

-Vc concorda com benefícios assessórios que DIMINUEM as penas dos condenados ?

Então, pra mim plebiscito é assim, NA LATA, com Congressistas seguindo a risca a vontade da maioria, esta que DECIDIRIA, e não como quer nossa DILMA, com o povo novamente delegando a títeres, o poder deles nos conduzir às cegas oura vez.

Responder

Gerson Carneiro

25 de junho de 2013 às 08h13

– Sou contra tudo isso que está aí.
– Então vamos mudar?
– Ah, não. Mudança é golpe petista.

Responder

    Romanelli

    25 de junho de 2013 às 10h38

    Com cada vez mais são raros os espaços reservados pra debate e democracia (eu mesmo já fui caÇado no Nassif já faz um tempo) eu tomo a liberdade de propor a debater com você, e com os colegas, sobre o que imaginamos que poderiam ser as tais mudanças lá no espaço do Eduardo Guimarães, visto que este daqui é muito “dinâmico”..

    Ou vc, ou vc se contentou com as palavras de DILMA de ontem ?

    abrá, e até lá

    Bonifa

    25 de junho de 2013 às 12h54

    Obra prima, caro Gerson. Divulgue, por favor.

Gerson Carneiro

25 de junho de 2013 às 08h12

– Nunca somos ouvidos.
– Então vamos fazer um plebiscito?
– Ah, não. Plebiscito é golpe petista.

Responder

    Romanelli

    25 de junho de 2013 às 10h35

    plebiscito é pro POVO DEFINIR ..e não pra dar, mais uma vez, CARTA BRANCA a quem diz que o representará, os mesmo que NUNCA apresentam idéias e projetos (inclusive com cronograma e orçamento se´rio) de forma clara e ética

    Valmont

    25 de junho de 2013 às 11h15

    Há uma falsidade no seu pensamento: o plebiscito não dará “carta branca” ao governo ou aos parlamentares que aí estão. A proposta é definir uma pauta muito específica (sistema político-eleitoral) e ELEGER representantes DO POVO para discuti-la de forma independente do atual Congresso.
    Isto é óbvio. Apenas não entendem aqueles que querem preservar o sistema podre que aí está. O STF quer continuar legislando em matéria político-eleitoral ao sabor dos casuísmos. A maioria dos parlamentares deseja preservar o sistema podre que os elege sempre, mediante o abuso do poder econômico.

    Romanelli

    25 de junho de 2013 às 11h36

    aliás, acho que v já percebeu, sou dos poucos que acha que se tem que preservar o que NÃO presta

    agora, por outros lado, sou dos que necessita de MEDIDAS concretas

    Pq convenhamos, de projetos estou farto, ainda mais nos que estouram em prazos e verbas (vc sabia que a NORTE SUL, mesmo depois do JUQUINHA, ainda não dá pista de quando irá terminar ?)

    Romanelli

    25 de junho de 2013 às 11h43

    Valmont, vou tentar outra vez pq acho que o outro comentário talvez tenha se perdido

    O voto dos nossos congressistas é SECRETO, logo, toda votação que passa por lá é SIM uma caixa preta, uma carta em branco que serve a todo tipo de acordo, do honesto ao espúrio ..isso fora as traições e abandonos de ultima hora

    E como falava, num país em que um ex ministro da Justiça, da Defesa e presidente do STF disse que rasurou a constituição, o JOBIN, e mesmo por isso não foi admoestado e ficou livre pra tomar satisfação da ABIN com seu sistema de escuta comprado na internet ..convenhamos..

    srá mesmo eu que estou embasado em falsidades ?

    JOTACE

    25 de junho de 2013 às 14h08

    Parabéns, Gerson ! O que acontece é que a oposição quer apenas rosetar, semear a confusão e a discórdia entre os brasileiros, tudo conforme o figurino que tenta impor…

jose carlos lima

25 de junho de 2013 às 07h52

A lógica que permeia o movimento é o mesmo Brasil afora: Destruição, destruição, destruição. Querem o caos para que a população, acuada, peça intervenção militar: 15 ônibus destruidos em Brasilia. Lamentável que grupos fascistas tenha se pegado carona e se apropria do movimento justo do MPL. A elite nacional, que de boba não tem nada, foi rápida no gatilho e, através dos meios de comunicação impôs sua pauta aos protestos e põe lenha na fogueira, a Globo, através do Faustão, incentiva a violência nas ruas, muitos brasileiros não tem noção do que de fato está ocorrendo, o que há por trás disso

http://atarde.uol.com.br/brasil/materias/1513383-vandalos-depredam-15-onibus-em-brasilia

Na Tunísia a primavera pediu o fim da ditadura, enquanto que aqui ela pede o seu retorno. Na Túnisía conseguiram o que pediram, por aqui conseguirão? Ou seja, conseguirão jogar o país num novo ciclo ditatorial? Pelo andar da carruagem, sim. O que noto é que estes jovens não passam de marionetes, gostaria muito de saber quias forças ocultas estão por trás desses atos que tem deixado um rasto de desturição, agora a noite em Goiânia a cidade fico em estado de pânico, os jovens tomaram a cidade, sairam destruido tudo, carros, postos de gasolina, qual será o próximo passo: Armas nas mãos desses ensadecidos? Ou Estamos mais para a Libia do que para a Tunisia. O petróleo e outras riquezas são o objetivo das tais forças ocultas, eu nem não caio nessa de acreditar que tudo é lindo e maravilhoso, participei de um ato que, como escrevi, foi pacífico até um certo momento: Quando as hienas da ditadura chegaram cai fora, faça uma busca no Google sobre as manifestações hoje e o resultado é estarrecedor: O clima de terror e destruição tomou de conta do país.
http://www.google.com.br/#sclient=psy-ab&q=24%2F06%2F2013+manifestantes&oq=24%2F06%2F2013+manifestantes&gs_l=hp.3…12218.25082.1.25420.51.34.1.0.0.6.294.7741.2-32.32.0.crnk_timediscountb..0.0.0..1.1.17.psy-ab.GUS41vRJoRw&pbx=1&bav=on.2,or.r_qf.&bvm=bv.48293060,d.dmQ&fp=6541eadc93f5db8b&biw=1366&bih=667

Enfim, é só uma questão de tempo estes grupos serem armados por estes cujos objetivos muitos nem desconfiam no momento, brasileiros, acordem, o gigante pode ser colocado abaixo a qualquer momento, é só uma questão de tmepo, há várias denúncias dando-nos conta de que o buraco é mais embaixo, que não se trata apenas de um golpe da direita, é isso também, mas não é somente isso, estes jovens, transformados em marionetes, estão sendo pagos para provocar depredações e vandalismo, não se tratam de atos espontâneos, é só uma questão de tempo as armas chegarem às mãos dos tais “apartidários”, e assim conseguirão o que querem: O retorno da ditadura e, da parte dos agentes estrangeiros, a destruição e a tomada de nossas riquezas, do pré-sal, acordem, leiam isso

Change Brazil: Quais são os reais objetivos deste movimento entreguista?

https://www.viomundo.com.br/politica/changebrazil-sujar-o-governo-brasileiro-no-mundo.html

Wanderley Guilherme dos Santos: Dilma deveria ter denunciado o golpe
http://www.conversaafiada.com.br/politica/2013/06/23/wanderley-dilma-nao-denunciou-a-manha-golpista/

Eu não disse que as armas iriam chegar às mãos dos “apartidários”?Jandira Feghali: Grupos fascistas foram pagos para praticar vandalismo
https://www.viomundo.com.br/denuncias/jandira-feghali.html

P.S.- O que me chama a atenção é que os meios de comunicação de GO, bem como o JN/Globo ocultaram o clima de terror que se instalou em Goiânia, esconderam que, em meio a depredação lojas e inclusive um posto de gasolia foram destruidos, não mostraram o povo com medo nas ruas e indo embora prá casa a pé, apesar de terem seus carros destruidos nesta noite, este meios de comunicação continuam pondo lenha na fogueira, de forma que vejo que os inimigos interno e externo estão de mãos dadas, se bem que de forma natural eles sempre estão de mãos dadas, inclusive se mostraram insatisfeitos quando Dilma derrubou os juros e, graças a uma boa engenharia, como é típico da nossa burguesia, esta se apoderou de uma manifestação de início justa e bacana, a do pessoal do MPL que, como se sabe, já não tem mais o controle da situação, quem manda agora são os meios de comunicação que, mesmo tendo seus carros incendiados, isso é café pequeno, compram outro, o objetivo é maior, mais à frente, caso consigam derrubar Dilma, comprarão novos carros, no fundo no fundo querem que o povo se foda:

Duas mulheres são atropeladas no DF durante protestos

http://arquivo.dm.com.br/texto/gz/123959

O protesto em Goiânia, minuto a minuto

http://arquivo.dm.com.br/texto/gz/123827

Um adendo: O Diário da Manhã faz parte deste movimento que quer por lenha na fogueira, por isso, como os demais meios de comunicação, ocultou o clima de violência que tomou conta da cidade, as pessoas sendo assaltadas nas ruas

Carro da TV SerraDourada é destruido

http://goias24horas.com.br/11716-carro-da-tv-serra-dourada-e-totalmente-destruido-em-manifestacao-no-paco/

A destruição do patrimônio publico pelos manifestantes em Goiânia

http://goias24horas.com.br/11699-alguns-baderneiros-fizeram-arruaca-quebraram-orelhao-e-atacaram-a-pm-na-praca-da-biblia/

Para bom entendedor uma palavra basta: O monstro emergiu das águas turvas e está aí com os dentes à mostra

Como disse, se na Tunísia pediram o fim da ditadura, por aqui pedem seu retorno. Qualquer lema vale a pena quando a burrice não é pequena. O que vale é a emoção das marionetes que não se dão conta de que nosso a direita impôs não apenas sua pauta como também etapas a serem cumpridas até o golpe final. Depois não digam que não avisei, tá bom.

https://www.viomundo.com.br/politica/o-aviso-de-incendio-soou-a-esquerda-diante-do-gigante-verde-amarelo.html

As propostas de Dilma à nação. Será que a direita golpista vai aceitar ou vai continuar optando pelo caos total, creio nesta segunda opção pois, como disse, os golpistas tem objetivos “maiores” e que, com certeza, significará mais grana no bolso dos rentistas e mais miséria para o povo brasileiro

http://www.interativa87.net/2013/06/politica-dilma-quer-corrupcao-como.html

E nessa falta de discernimento que tomou de conta do país, o jogador Ronaldo virou a Geni, quem não apoia o golpe é detonado, qualquer semelhança com o clima que se instalou no pais para a derrubada de Jango não é mera coincidência, não podemos negar: Os entreguistas sabem fazer o tricô e, como disse, muitos que se imaginam espertos, como é caso de Kajuru, não passa de uma marionete a serviço de interesses que a nossa vã filosofia não ousa imaginar

http://arquivo.dm.com.br/texto/gz/123811

Responder

Roberto Locatelli

25 de junho de 2013 às 07h13

Essa proposta de Constituinte convocada por plebiscito é do tipo que separa o joio do trigo. Agora veremos se os mauricinhos e patricinhas que foram à rua destruir patrimônio público querem mudanças para melhor DE VERDADE. Desconfio que não.

Responder

Osvaldo

25 de junho de 2013 às 06h51

Caros colegas,

O processo que se iniciou exige muita sensatez. Pessoas que são direitistas sem partido, mas que tem atuado como agitadores das manifestações, tem apostado num clima de acirramento.
O vídeo desse sujeito que é conhecido pelas posições de direita, convoca “nós do lado de cá” a proteger o país da tentativa de golpe petista. Falam “nós conseguimos de concreto a redução da tarifa”. Ele faz uma análise de se os “métodos” da mobilização estão sendo eficazes ou não. E convoca os seus adeptos a resistir ao “golpe bolivariano de Dilma Rousseff” referindo-se à proposta do governo de realizar um plebiscito para convocar uma Constituinte para a Reforma Política (proposta que eu avalio muito positivamente).
A retórica dele não me convence: me parece estranha essa ênfase em anunciar publicamente que eles não são responsáveis por ações terroristas.
Ele está jogando com uma provocação muito básica: de que qualquer movimento de esquerda vista a carapuça e saia às ruas de forma irrefletida. Me parece uma aposta (não explicitada) num clima de acirramento, onde qualquer situação de caos possa ser gerada, sem que se encontre os responsáveis, favorecendo o argumento de que se trata “das tática de guerrilha tradicionais da esquerda”
Já li relatos que (especulativos ou não) tem apontado para o estranhamento dessas manifestações que tem levado o caos às estradas e outros locais. Os questionamentos que considerei pertinentes são:
1)não se trata de um tipo de manifestação dos movimentos sociais essa de levar o caos às populações e regiões. Então, quem está?
2)um exemplo isolado é o do sujeito que atirou bombas no Itamaraty: era um homem condenado 5 vezes, alguém que não tinha nada a perder e que pode, portanto, se tratar da ação de criminosos que foram pagos para levar o caos às manifestações.
3) um outro relato de um médico que participou das manifestações em BH apontou para uma desconfiança: ao ter dificuldade de socorrer um ferido nas manifestações, por conta da ação da polícia, um encapuzado que estava acirrando o confronto na manifestação, percebeu a necessidade de socorro, falou ao ouvido do médico e disse que ele era militar (tentando facilitar o acesso do médico a uma ambulância).
Enfim, são todo relatos de experiências diversas. Mas não me parece que esse tipo de ação seja “espontânea”.
Acho que é preciso uma ação refletida por parte de quem está ainda indo às ruas e cuidar para não favorecer esse tipo de situação.
Aqueles que estão patrocinando esse tipo de ação, não tem nenhuma boa fé. Aliás não é à toa que o título do artigo de Wanderley Guilherme dos Santos foi “contrabandos autoritários na boa fé alheia”.
A fala do sujeito me pareceu provocativa (para que “a esquerda” queira reagir com acirramento) e ao mesmo tempo hipócrita.
Some-se a isso o fato de que muita gente está ficando absolutamente confusa. Tive a chance de saber de um conhecido meu que está fora do país que acredita que há chances de golpe dos dois lados (do governo e da oposição). É um absurdo. Além do governo não ter qualquer vocação autoritária, é bem possível que nem goze de proeminência sobre as forças armadas (isso foi objeto de questionamento quando Dilma trocou Nelson Jobim pelo Celso Amorin)
É isso. Se necessário, respondam no e-mail.
Segue o link com espaçamentos entre as partes:
http:// http://www.youtube.com/watch?feature=player _embedded&v= f4Oqd80UQFE#at=200

Responder

    Valmont

    25 de junho de 2013 às 14h48

    Concordo com você, Osvaldo.
    A direita quer o enfrentamento nas ruas, o acirramento, a guerra civil.
    Eles fogem do enfrentamento institucional, dentro das regras democráticas, assim como fogem das urnas, onde são derrotados há mais de 10 anos.
    Se a esquerda tiver inteligência neste momento, deixará os fascistas falando sozinhos nas ruas. Que eles enfrentem a polícia.
    Neste momento, o caminho são as instituições democráticas, o debate qualificado na imprensa e nas tribunas de todo o País, o plebiscito e as reformas exigidas pela sociedade.
    Eles querem a ruptura das instituições democráticas. Cabe a nós defendê-las e fortalecê-las.

PPP

25 de junho de 2013 às 06h06

DILMA, abra os olhos!

Demita o casal BB[Bernardo, Barbie] e todos da área de comunicação, junto com o Cardozo!

Caso contrário, viveremos sempre sob ameaça da rede Glolpe…

………….leiam……..

————————————————————————

Faustão e o crime da Globo

Por Altamiro Borges

Em pleno domingo (23), o apresentador Fausto Silva decidiu utilizar uma concessão pública de televisão, a TV Globo, para fazer proselitismo político, atiçar os protestos de rua e ainda tentar pautar os movimentos juvenis. “Muitas vezes eu ouvia falar que o jovem brasileiro fica na internet, o jovem brasileiro é alienado… Alienado é o cacete!”, afirmou a estrela global, em clima de comício. Para ele, as mobilizações devem prosseguir, principalmente “contra a corrupção”, e devem incidir inclusive nas eleições do próximo ano.

“Esses garotos foram inteligentes, foram corajosos, motivaram todo mundo. Começou com a passagem de ônibus. Mas isso é um pingo de água que transbordou. Aqui cada um tem um assunto pra falar, contra a corrupção, pela honestidade e competência… Outra coisa: acabou aquele negócio no ano que vem: ganha a Copa, você ganha a eleição. Copa do Mundo é uma coisa, eleição é outra coisa… Por isso eu falo aqui há 500 anos: urna não é penico. Se todo mundo tiver consciência, como a grande maioria que foi às manifestações, vamos fazer o Brasil um país digno para todo mundo”.

O discurso de Faustão não tem nada de ingênuo. A poderosa emissora, a quem ele serve e que já causou tantos estragos ao Brasil, tenta capitalizar o descontentamento das ruas e orientar seus próximos passos. O seu alvo principal é o governo Dilma. “Quem está mandando sabe que a chapa está quente, está fervendo”, enfatizou no programa dominical. Ele ainda instigou sua despolitizada platéia. “O Brasil está bem na saúde?”, perguntou, para ouvir o coro do seu auditório: “Não!”. Depois, ele questionou sobre educação, transporte e segurança para ouvir a mesma resposta negativa. Já no quadro “Dança dos Famosos”, durante o programa, o ator Tiago Abravanel gritou “acorda Brasil” e a atriz Bárbara Paz repetiu a palavra de ordem. Pareceu algo ensaiado!

A iniciativa do apresentador global impactou até setores da própria mídia. O colunista Maurício Stycer, do UOL, registrou no título do seu artigo que “Faustão quebra regra da Globo e faz manifestação política no meio do programa”. Para o jornalista, “o pronunciamento surpreendeu. Primeiro, porque a Globo, como quase todas as empresas, não permite que seus contratados façam manifestações políticas no ambiente de trabalho. E também porque, como outras celebridades que tomaram posições semelhantes nos últimos dias, o apresentador sempre evitou declarações de cunho político”.

Mas não cabe surpresas! A golpista Rede Globo, que num primeiro momento satanizou os protestos – é só lembrar o discurso hidrófobo de Arnaldo Jabor contra os “vândalos”, que “não valem 20 centavos” -, agora tenta pegar carona nas manifestações. Seu objetivo é pautar e enquadrar o movimento para servir aos seus interesses políticos e econômicos de classe. Isto explica porque na maioria dos protestos pelo país afora um dos principais gritos dos manifestantes é “O povo não é bobo; fora Rede Globo”.

Pena que o governo Dilma até agora não acordou para este tema tão delicado para a democracia nativa. Em outros países do mundo, uma concessionária pública que cometesse o crime estrelado por Fausto Silva seria exemplarmente punida com a suspensão da sua outorga!
http://altamiroborges.blogspot.com.br/2013/06/faustao-e-o-crime-da-globo.html

Responder

Gerson Carneiro

25 de junho de 2013 às 03h26

E o reaça Marco Antonio Villa (aquele que já previu o fim do Lula umas 500 vezes), tucano membro do Instituto Milenium, mais uma vez quebrou a cara:

Gravou o Programa do Jô (exibido na madrugada deste dia 25.06 e gravado antes do pronunciamento da Dilma) defendendo Constituinte para Reforma política.

Ou seja, o reaça defendeu no Programa Jô o pacto proposto por Dilma sem saber da proposta dela, se soubesse seria contra como sempre é, pois entrevista foi gravada antes do pronunciamento dela. Não tem preço!

Responder

    Nuno

    25 de junho de 2013 às 11h42

    hehe essa aí não tem preço mesmo. se a entrevista ainda não tivesse ido ao ar, será que ele ligaria pro jô pedindo a não exibição?

Leo

25 de junho de 2013 às 01h23

Bom, Dilma já tem um aliado, o Oráculo também apóia uma reforma via constituinte. Se bem que em matéria de se desdizer esse é mestre…

http://www.dpnet.com.br/anteriores/1998/04/17/brasil1_0.html

“BRASÍLIA – O presidente Fernando Henrique Cardoso defendeu ontem a instalação de uma Assembléia Nacional Constituinte restrita, que funcionaria a partir de 99, para discutir três temas: reformas tributária, política e do Judiciário. Fernando Henrique fez a proposta durante a instalação do gabinete do ministro extraordinário da Reforma Institucional, Freitas Neto, no terceiro andar do Palácio do Planalto. Freitas Neto lembrou que está em tramitação no Congresso emenda do deputado Miro Teixeira (PDT-RJ) sobre o assunto. “

Responder

Francisco

25 de junho de 2013 às 01h19

Já tem “sumidade” do STF dizendo que Constituinte é “inconstitucional”.

Um idiota lá disse que é só Dilma “decretar” outro que é só ela mandar para o Congresso.

Libera que eu vou!!!

Responder

FrancoAtirador

25 de junho de 2013 às 01h18

.
.
Com essa Mídia Bandida impatriótica livre, leve e solta, que está aí, articulada com setores reacionários (políticos, empresariais, militares, jurídicos e religiosos) da sociedade braZileira,

que colocou nas ruas uma massa amorfa de ególatras imbecis, bebezões narcisistas, consumistas hedonistas, individualistas apolíticos, demotucanos travestidos de apartidários, mercenários da última espécie e neonazistas infiltrados, adeptos conscientes ou inconscientes do movimento neofascista norte-americano Tea Party ou de coisa pior,

todos antipetistas/anticomunistas formados na matriz ideológica da Revista Veja (Reinaldo Azevedo, Augusto Nunes, Marco Antonio Villa) e nos livros ‘didáticos’ adotados em escolas e universidades particulares, de publicação da Editora Abril, de propriedade da famiglia do clã dos Civita,

– ideologia esta reforçada diariamente pelos jornais O Estado de São Paulo, da famíglia do clã dos Mesquita, e Folha de S.Paulo, da famíglia do clã dos Frias de Oliveira,

e repercutida e amplificada diuturnamente pelos diversos veículos de comunicação (Rádio, TV, jornais, sites) das Organizações Globo S.A. [Sociedade Anonymous] e suas afiliadas espalhadas por 99% do território brasileiro –

que não representam mais que um terço da população do BraSil [de acordo com cálculos da própria Presidenta da República Dilma Rousseff, em discurso acima publicado],
mas que falam presunçosa e arrogantemente em nome do Povo BraSileiro, como se fossem a maioria;

que estão criminosamente destruindo a imagem do Brasil no exterior

e engendrando um golpe civil, para apear o PT do Poder Executivo Federal, sob o apoio logístico do Departamento de Estado dos United States of America;

repito, com essa Mídia Bandida que está aí, praticando um crime após o outro contra a Economia do País, atentando contra a ordem constitucional e mesmo contra a independência nacional,

qualquer proposta de mudança que importe em melhoria das condições sociais, políticas, econômicas e administrativas, que forem de iniciativa do PT, ou de qualquer outro partido da esquerda em geral, ou ainda dos sindicatos e dos movimentos sociais organizados, será atacada, manipulada, distorcida e convertida em favor daqueles que tramam, em rede, contra a autonomia e a soberania nacional.

Trata-se da Guerra da Informação!!!

Esqueceram ?!?
.
.
P.S.

O Hans Bintje, braSileiro que mora na Holanda, comentou aqui no Viomundo sobre como está sendo visto o ‘braZilian moviment’ no exterior e opinou, trazendo como sempre importantes informações, distribuindo o comentário em 3 tópicos, sendo que o terceiro diz o seguinte:

“3) Neonazistas.
O Mossad percebeu: bandos de neonazistas agindo sem restrições ao lado de um dos bairros habitados por judeus em São Paulo [!!!}.
Pode-se não gostar da Dilma, mas esses seres são infinitamente piores do que ela e dos partidos políticos que a apoiam.”

Ora, o Mossad, todo o mundo sabe, é o Serviço Secreto de Israel. Age, portanto e logicamente, no interesse do povo judeu, em todos os países, inclusive no Brasil, como visto. Não há nada demais nisso, pois é assim que procede um governo que procura defender, em qualquer lugar do mundo, os interesses da própria nação que representa.

É assim também, por exemplo, que atua a C.I.A. (em português: Agência Central de Inteligência), o Serviço Secreto dos United States of America, órgão vinculado ao Departamento de Estado Norte-Americano. Normal, totalmente normal, dentro dos padrões internacionais.

A curiosidade que fica, depois desses deploráveis acontecimentos ocorridos nos últimos dias, inclusive com tentativas de invasões das sedes dos Poderes Executivo e Legislativo da República [da sede do Judiciário não se tem notícia…], é saber para que serve ou a quem serve a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), o Serviço Secreto Brasileiro que teoricamente deveria informar, em caráter preventivo, dando conhecimento dos fatos apurados, antecipadamente, à Presidenta de República, como Chefe de Estado que é.

E disse-se ‘teoricamente’, porque lá sítio da ABIN está descrito o seguinte:

“A Abin, órgão central do Sistema Brasileiro de Inteligência (Sisbin),
tem a seu cargo:
planejar, executar, coordenar, supervisionar
e controlar a atividade de Inteligência.
Em conseqüência, cabe-lhe a atribuição de executar
a Política Nacional de Inteligência
no mais alto nível do governo,
de forma a integrar os trabalhos
dos demais órgãos setoriais de Inteligência do país.

A Abin tem como competência assessorar
o Chefe de Estado [Presidente da República]
no desempenho de suas elevadas funções,
sobretudo em caráter preventivo,
assegurando-lhe o conhecimento antecipado de fatos
e situações relacionados ao bem-estar da sociedade
e ao desenvolvimento e segurança do país.”

(http://www.abin.gov.br/modules/mastop_publish/?tac=257)
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    25 de junho de 2013 às 03h45

    .
    .
    Os fascistas já estão tramando em rede para que o STF

    derrube a proposta de Assembléia Constituinte Exclusiva.

    E provavelmente o Supremo acate os anseios antidemocráticos.
    .
    .
    Caiu a Máscara dos ‘Anonymous Animals’* do ‘Change BraZil’.

    Não querem Justiça Social, querem Vingança Penal Sumária,

    por perderem no voto popular três eleições consecutivas.

    Não querem ‘democracia sem partidos e sem políticos’,

    querem mesmo é democracia só com policiais e sem povo.


    *Ao contrário do Ser Humano que é um Animal Político,

    os Anônymous do ‘Change BraZil’ são Animais Apolíticos.

    FrancoAtirador

    25 de junho de 2013 às 04h39

    .
    .
    Movimento Contra-Golpe em Ação

    (https://www.facebook.com/AnonymousAntiGolpeBrasil)
    .
    .
    Destaque

    Delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz

    descobriu que um conhecido Banqueiro Bandido

    está bancando a campanha contra a PEC 37

    liderada por Globo, Veja, Folha e Estadão:

Messias Franca de Macedo

25 de junho de 2013 às 01h08

A presidente Dilma Rousseff por Ernesto ‘Che’ Guevara:

“Para auscultar o coração de um povo não é preciso usar estetoscópio: bastar, apenas, ter coração!”

BRASIL NAÇÃO – em homenagem a presidente Dilma Vana Rousseff e ao [eterno] presidente Luiz Inácio Lula da Silva, extensiva ao honesto, sapiente e impávido povo trabalhador brasileiro

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Franca de Macedo

25 de junho de 2013 às 00h54

Prezado brasileiro Eduardo,

Hasta la Victória Siempre!

Felicidades!

“Não queremos ser heróis de nada; só queremos a companhia de outros braços!”

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós enquanto ações e reações!]
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

PPP

24 de junho de 2013 às 23h20

PARA RELEMBRAR:
——————————————————————
Do Estadão, em dezembro de 2009:
“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou e envia hoje ao Congresso um projeto de lei que caracteriza como hediondos os crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, peculato e concussão. “Pode ser que não resolva, mas pelo menos a gente começa a passar para a sociedade (a ideia de) que não há impunidade. Está muito forte na cabeça das pessoas que o cara que rouba um pão vai preso e que o que rouba R$ 1 milhão não vai preso”, disse o presidente, durante discurso na reunião realizada em um hotel de Brasília pela Controladoria-Geral da União (CGU) e pela Organização das Nações Unidas (ONU) para marcar o Dia Internacional contra a Corrupção.
 O presidente anunciou que levará ao G-20 (países ricos e principais emergentes) sua proposta de aumento das penas a serem aplicadas aos condenados por corrupção. “O que é um paraíso fiscal senão corrupção? As pessoas não querem discutir isso porque mexe com direito de quem tem bala na agulha.” Lula disse que, às vezes, o corrupto “é o cara que mais tem cara de amigo, é o que mais denuncia, porque acha que não será pego”. E acrescentou: “Temos que fazer o que estiver ao nosso alcance, para que, se não for possível acabar com toda a corrupção, pelo menos acabar com a maior parte dela.”

Responder

    Elias

    25 de junho de 2013 às 01h43

    Incrível, PPP! Realmente o Estadão publicou essa matéria há 4 anos e só agora o gigante acordou. Só agora a imprensa mostra cartazes nas mãos dos jovens pedindo o fim da corrupção. Mas nunca é tarde para levar adiante as inúmeras idéias de Lula para um Brasil e um mundo mais justo e igualitário.

J Souza

24 de junho de 2013 às 22h59

– Vamos ver se essas coisas vão sair do papel…

– O problema é que agora só um golpe salva a direita e os corruptores que “moram” nela… Só nos resta saber se os corruptores conseguirão enganar novamente o povo, como fizeram em 1964…

– O justo paga pelo pecador, ou, o Caco Barcellos paga pelo Ali Kamel…

– É fácil manipular a pauta: 1º rede Globo, com PEC 37 e corrupção (sem corruptores!), agora o governo com reforma política. O povo não quer saber nem de PEC37 nem de reforma política, o povo quer serviços públicos de boa qualidade a preços justos!

A REFORMA POLÍTICA QUE NÓS QUERÍAMOS JÁ ACONTECEU: O POVO NAS RUAS!

Responder

    J Souza

    24 de junho de 2013 às 23h05

    – Vários partidos já governaram o Brasil, e a corrupção sempre existiu. E sempre existirá enquanto os CORRUPTORES não forem punidos…

    Horridus Bendegó

    25 de junho de 2013 às 09h52

    PIG desesperado!

    A Globo trouxe até a Opus Dei pro debate com Ives Gandra dando aulas sobre a inconstitucionalidade da proposta…

    Jornal da Bandeirantes de ontem com editorial inconformado com a proposta.

    O PIG está em apuros!

abolicionista

24 de junho de 2013 às 22h48

Nunca é demais lembrar do Imposto sobre grandes fortunas.

Responder

Roberto Locatelli

24 de junho de 2013 às 22h32

Essa proposta é EXCELENTE porque coloca nas mãos do povo a decisão. E também porque centraliza e dá uma direção política à militância de esquerda.

Responder

anac

24 de junho de 2013 às 22h19

Dilma toda vez que foi confrontada com denuncia de corrupção em seu governo, até quando vinda dos CACHOEIRAS DA VEJA, afastou ou demitiu MINISTROS. DILMA é CONTRA a corrupção. É preciso dizer que corrupção existe em todos os lugares do mundo. A diferença é que no Brasil os corruptores não são punidos. Lembrando que os corruptores estão nos 1%. Então o problema da corrupção é a IMPUNIDADE e deve ser jogado no colo de quem é o responsável para punir: MINISTERIO PUBLICO e PODER JUDICIARIO, que deveriam denunciar e julgar os corruptos e os CORRUPTORES. No Brasil esses dois órgãos mostram competencia apenas para prender e punir pobre, p… e preto.

Responder

Fabio Passos

24 de junho de 2013 às 22h16

Os pistoleiros do PiG estão espumando de ódio?

Então a proposta é ótima. rsrs

Chupa, PiG!

Responder

anac

24 de junho de 2013 às 22h04

Por que convocar um congresso constituinte? Os políticos seriam eleitos APENAS para criar a nova constituição e depois o congresso constituinte seria dissolvido. E novas eleições seriam feitas para a criação de um novo congresso. Os políticos constituintes que criaram a nova Constituição saberiam que não iriam fazer leis constitucionais para se beneficiar pois com a dissolução e novas eleições poderiam ou não fazer parte do novo congresso. O povo é que decidiria.

Responder

    anac

    24 de junho de 2013 às 22h11

    Sou a favor de um Congresso unicameral. EXTINÇÃO DO SENADO.

    João Vargas

    25 de junho de 2013 às 12h20

    Assino embaixo.

laura

24 de junho de 2013 às 22h01

Acho a ideia ótima! O problema é deixarem….mas a proposta está feita.

Responder

anac

24 de junho de 2013 às 21h45

O governo tem que fazer do limão uma limonada. Se Dilma não agir, o PiG vai tentar transforma-la em um novo Jango. Avaliem se a Dilma e Lula tivessem seguido a cartilha econômica do PiG e direita de arrocho fiscal, extinção do bolsa família, aumento de juros, estaríamos como a Grécia vivendo o caos, desemprego, corte de salários e aposentadoria, fome, etc. Aproveitar o momento para propor a reforma politica, reforma tributaria com a criação do imposto sobre grandes fortunas, Lei da mídia, reforma penal com a corrupção e sonegação fiscal como crime hediondo. É pegar os tubarões. O momento é este. O PiG esta querendo monopolizar as manifestações em favor de seus interesses que vão contra as reivindicações dos manifestantes. A direita defende o aumento do juros e arrocho fiscal que significa cortes de gastos nas saúde, transporte, educação, etc. Juros mais altos compromete o orçamento retirando dinheiro da saúde, educação e transporte para pagar o ganho dos rentistas, ou seja, os juros. Estado mínimo é sinônimo de redução dos serviços públicos: saúde, educação e transporte. O mercado não corrige nada. Os capitalistas só visam o lucro. A crise de 2008 mostrou que os capitalistas defendem apenas seus interesses financeiros.

Responder

    Abel

    24 de junho de 2013 às 23h48

    Agora eu quero ver a Dilma chamar o Franklin Martins de volta, tirar o Bernardo e abrir o debate do novo marco das telecomunicações. Afinal, ela já viu com quem NÃO pode contar…

Mário SF Alves

24 de junho de 2013 às 21h20

Instantes após o cão raivoso da (in)Veja, como sempre, meter o malho na proposta de plebiscito(e quem dera fosse só na proposta) apresentada pela Presidenta, vejam só a pérola de comentários emitidos por alguns dos revoltosos seguidores, claramente incitado pelo referido Canis latrans:

1) “Eu só queria brincar de constituinte se fosse total. Para jogar a CF/88 no lixo e fazer outra totalmente nova, consultando o povo sobre temas como: conveniência da existência de cláusulas pétreas, Pena de Morte (inclusive para adolescentes de 16, 17 anos), trabalhos forçados para presidiários, progressão apenas após o cumprimento de 80% da pena, políticas de cotas, leis de incentivo como a Rouanet, tratamento fiscal privilegiado a clubes de futebol, etc…”

2) “Bom, agora a m… feita, para que esta não contamine a democracia teremos que de limpar. Temos que parar o país, fazer manifestações POLÍTICAS sim e escolher nossos representantes ou corremos o risco de perder o Brasil para os socialistas-comunistas enquanto nos distraímos em passeatas sem rumo. Agora, mais do que em qualquer outro momento, precisamos de FOCO!”

3)”Como sou médico, destaco a insistência em trazer os colegas estrangeiros. Dilma tenta iludir os desavisados exibindo os percentuais de médicos estrangeiros em outros países, mas omite que, nesses países, os médicos estrangeiros são submetidos a testes de proficiência (é cômico pensar que um mexicano ou um brasileiro teria um americano sob seu bisturi sem ter comprovado competência para tal). Que venham os médicos estrangeiros, desde que aprovados no revalida (teste para validação do diploma).

Um adendo: Poucos sabem é que muitos sectários do PT e MST enviaram seus filhos para estudar medicina em Cuba, isso porque eles não conseguiram êxito no nosso vestibular e em Cuba basta uma indicação do partido ou de seus satélites. Agora, para trazer os pimpolhos de volta querem driblar o revalida da mesma maneira que driblaram o vestibular.

Conto com sua voz para que a verdade venha à tona.”

4)”Toda essa confusão que explode no país apareceu em que Governo? Claro, no do PT! Queiram ou não, essa confusão foi causada pelo PT. Então, como confiar ou acreditar numa reforma política, envolvendo constituinte, pregada por essa gente? Respondo, não confio e não acredito que o resultado seja pensando no país! Essa turma ajudou a construir o caos de agora. O pior dessa tragédia, é que o PT aposta no caos (reforma política embutida na forma de constituinte) para fazer o que quiser neste país. Sugiro na reforma política, caso aconteça, o FIM DA REELEIÇÃO PARA PREFEITOS, GOVERNADORES E PRESIDENTE DA REPÚBLICA. MANDATO APENAS DE 5 ANOS. SUGIRO AINDA QUE O POLÍTICO QUE JÁ FOI PREFEITO, GOVERNADOR OU PRESIDENTE SEJA IMPEDIDO DE VOLTAR AO MESMO CARGO, SEMELHANTE AO QUE OCORRE PARA PRESIDENTE DOS EUA.”

E por aí vai… a coisa é de dar nó no estômago. Aquele que tiver saúde férrea… que siga o link:

http://www.m#rd*invejo$afascistaantiBrasil.com.br

Responder

    JOTACE

    24 de junho de 2013 às 21h59

    A dose que escorreu do esgoto, já basta…

    FrancoAtirador

    25 de junho de 2013 às 02h55

    .
    .
    Caiu a ‘Máscara’ dos Animais ‘Anônymous’*.

    Não querem uma ‘democracia sem partidos’ apenas.

    Querem também uma democracia sem Povo.
    .
    .
    *Ao contrário do Ser Humano que é um Animal Político,

    os Anônymous do ‘Change BraZil’ são Animais Apolíticos.
    .
    .

    FrancoAtirador

    25 de junho de 2013 às 04h52

    .
    .
    DISCÍPULO DO CANIS LATRANS DA VEJA

    CAIU A MÁSCARA DO ANIMAL APOLÍTICO

Nuno

24 de junho de 2013 às 21h09

O PIG partiu com tudo pra cima e tomou um contra-ataque! E sem impedimento!

Responder

Melo

24 de junho de 2013 às 21h06

TACADA E S P E T A C U L A R!!!! E AGORA FAUSTÃO, A CHAPA QUEIMOU VOCÊSSSSSS GLOBBBBB

Responder

João

24 de junho de 2013 às 21h04

A Constituinte exclusiva é inconstitucional; se passar pelo Congresso, não passa no Supremo.

E Dilma, bem assessorada, sabe disto. Está tirando o dela da reta.

Responder

    anac

    24 de junho de 2013 às 21h57

    Como a REFORMA CONSTITUCIONAL seria a via correta, mas o CONGRESSO tomado por políticos comprometidos apenas com seus interesses não promove Dilma procura uma solução. Pode-se até propor a dissolução do atual congresso com a convocação de uma nova constituinte. Dilma não se omite e esta tentando encontrar uma solução, dando a cara a tapa, enquanto os Joaquin Barbosa, Fernando Henrique, aecio, Dudu campos, e cia ltda estão escondidos debaixo da cama, com as calças sujas. Cadê os homens do Brasil? Cadê os Trancredos Neves, Brizolas, Ulisses Guimarães? Sabemos da IMENSA coragem da Dilma, mas é um pouco demais deixar toda a responsabilidade sobre suas costas, enquanto os homens ficam borrados de medo, calados.

    Luiz

    25 de junho de 2013 às 01h00

    Mas será que poderão simplesmente reduzir isso a uma decisão técnica do STF? Creio que existe ainda potencial de canalizar os gritos nas ruas (se for possível expurgar o ufanismo e as pautas introduzidas pela mídia) para uma pressão favorável a essa proposta. Aliás, ou Dilma está contando com isso ou está de fato tirando “o seu da reta” (de forma a evidenciar a má vontade do Congresso com qualquer proposta de mudança, antes de afundar de vez na tempestade causada pelo fogo amigo do MPL).

    Saçuober

    25 de junho de 2013 às 08h12

    Quem decide a convocação da constituinte é o povo através de um plebicito.

    Saçuober

    25 de junho de 2013 às 08h16

    Os constituintes eleitos com mandato específico, tem um ano para reformar a constituição, que depois será promulgada por outro plebicito.
    Numa democracia quem manda é o povo, não o PSTF.

    José Roberto

    25 de junho de 2013 às 10h04

    O mais inacreditável João é que essa senhora, que de boba não tem nada, sabe perfeitamente que a última vez em que tentaram encurralar o Congresso com estas propostas demagógicas foi em 1963, e pior, insuflando a quebra da hierarquia militar. Como terminou esta história todos já sabem…. ou fingem que não sabem.

Fabio Passos

24 de junho de 2013 às 21h02

Sou a favor.
O povo convoca e o povo aprova.

O atual sistema politico é uma farsa. Vivemos uma ditadura capitalista. Todo poder emana do capital e em seu nome é exercido.

Uma constituinte para resgatar a democracia é muito bem vinda.

Responder

    Roberto Locatelli

    24 de junho de 2013 às 22h06

    Excelente frase, Fabio!!

    Constituinte: o povo convoca, o povo aprova.

    Fabio Passos

    24 de junho de 2013 às 22h27

    É do PHA.
    E ele já bateu a fita de quem tem ojeriza ao povo decidindo o futuro do país…

    rsrs

    lukas

    24 de junho de 2013 às 23h10

    Sobre aborto ou maioridade penal o povo não é chamado a opinar. Plebiscito bom tem que ser combinado com o povo antes.

Bonifa

24 de junho de 2013 às 20h55

Agripino Maia, do DEM, o maior e principal tempo reservado à matéria, acaba de dizer no Jornal Nacional que só aceita o plebiscito se o Supremo aceitar a proposta. Ou seja, se o Gilmar Mendes aceitar, o que é muito improvável. Já a posição do próprio Jornal Nacional, segundo os juristas ouvidos pela Globo, é de que o plebiscito pela Constituinte específica seria ilegal e inconstitucional. Em outras palavras, a Globo e o DEM estão sentindo um grande calor na nuca.

Responder

    Mário SF Alves

    24 de junho de 2013 às 21h24

    Ou seja, a estratégia dos sem voto [e já descarada] é o pleno empoderamento do STF.
    ___________________________
    Enquanto isso, cadê o Barbosão do Mensalão, o mesmo que investiga, acusa, tira da cartola teorias esdrúxulas e se sujeita à espetacularização anti-PT da farsa do dito Mensalão? Seria ele uma carta do na manga do establishment para eventual mais um … à Paraguai

    Paulo Figueira

    24 de junho de 2013 às 23h14

    É o que deduzo, e com apoio de grande parte dessa galera que está nas ruas, será que contianuaremos a ser um Paraguai gigante?

    anac

    24 de junho de 2013 às 22h31

    Barbosão foi visto com as calças borradas. Problema de coluna…
    A DIREITA NÃO QUER MUDANÇA. Ela quer que o país retorne a 1998, ou seja, país QUABRADO, com o dólar a quatro reais, FMI ditando regras, os brasileiros sendo humilhados nas alfandegas dos aeroportos dos USA e Europa, Base de Alcântara e Amazonia entregue as forças armadas dos USA, PETROBRAS esquartejada e divida entre as multinacionais do petróleo, etc.
    A classe media vai deixar de comprar carro zero, viajar para Miami, nova York e Europa.

    Mário SF Alves

    25 de junho de 2013 às 16h29

    Sim. E que isso jamais se repita.

    Nem isso:

    Nem isso:

    Nem isso:

    E nem isso:

    Abel

    24 de junho de 2013 às 23h50

    Isso é ótimo – vão ter que explicar porque são contra… e pagar a conta na próxima eleição ;)

ricardo silveira

24 de junho de 2013 às 20h36

A questão é que as propostas da presidente não chegam ao conhecimento da população, o que chega, chega deturpado. A presidenta precisa ir à televisão em horário nobre e explicar à população o que está sendo proposto e as implicações, senão, o poder de destruição da Globo se encarrega de fazer com que o povo brasileiro continue sem saber o que está acontecendo. Vão continuar desgastando o governo e desacreditando-o e, não há lei que os impeça de mentir, de manipular, como vêm fazendo há anos.

Responder

    JOTACE

    24 de junho de 2013 às 22h33

    Caro Ricardo Silveira,

    Entendo que no momento nem tudo que o Brasil necessita pode ser provido pelo Executivo. Contudo, não posso compreender a ausência de uma referência sequer na proposta da Presidente à questão agrária no país, com os kátios donos do campo e receptores maiores das verbas a ele destinadas. Isto num país onde o povo é alimentado pela agricultura familiar, produto do trabalho dos sem-terras ou de igualmente abandonados pequenos proprietários. De qualquer forma, completa ou incompleta a proposta, todo o povo deveria tomar conhecimento do que ela é, e o que representa,afim de discutí-la como o grande e significativo passo que é na direção correta. Caso não se dê isso, vai vencer a enganação dos vende-pátrias com seus habituais porta-vozes comandados do exterior e infiltrados até como ministros (?!) no governo.

    Mário SF Alves

    25 de junho de 2013 às 16h47

    O ninho de vespas já foi demasiadamente atiçado nos últimos dias. Cada coisa a seu tempo. Mais dia menos dia essa antissocial e anti-econômica estrutura fundiária vai ter de mudar. De mais a mais, onde você ainda encontraria tamanha concentração de terras nas mãos de uma minoria? Nos EUA? Na China? No Japão? No Chile do ex-presidente Allende?
    ____________________________
    Ah! Sesmarias! Ah! Capitanias HEREDITÁRIAS! Ah! Inteligência portuguesa, pqp!

Francisco

24 de junho de 2013 às 20h35

A União libera grana e as prefeituras e governos estaduais seguram tudo…

O povo reclama com Dilma como se ela fosse prefeita ou vereadora, é mole?

Se Dilma ocupasse a TV durante uma semana explicando o que é o SUS e o que é a gestão por projetos fazia mais pelo país que assinando bilhões e bilhões.

Que é que vai acontecer? Vão entrevistar o Aécio que vai declarar: “Não é satisfatório!”.

E pronto! Passa a não ser.

Com uma frase, vai tudo para o ralo.

É o controle remoto, Dilma!!!

Responder

Messias Franca de Macedo

24 de junho de 2013 às 20h34

… ATENÇÃO, ATENÇÃO!… SAINDO DO FORNO!…

… O FAUSTÃO “DA GLOBO” É UM ‘INFAUSTÃO’ (sic) INÚTIL!

E VAPT VUPT!

É a tal da coisa: “‘Nois’ sofre, mas ‘nois’ goza!” Macaco Simão

LÁ VEM O MATUTO ‘BANANIENSE’ “COM AS ORELHAS EM PÉ”(!) – “E LIMPANDO OS OUVIDOS!” ARRI ÉGUA!…

E VAMOS *“AOS FINALMENTES”(!): … “Inté”! “Numsabe”?! Eu também “tô” protestando!…
*lembrando o saudoso Odorico Paraguaçu! Bom político – e militante(!) – aquele!

(“As elites são tão estúpidas que desprezam as próprias ignorâncias!” Eminente escritor e pensador humanista uruguaio Eduardo Galeano – e autor do ‘best-seller’ ‘As Veias Abertas da América Latina’.)

República Desses Bananas da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL, ‘o cheiro dos cavalos ao do povo’!

Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

trombeta

24 de junho de 2013 às 20h32

O sofá do clube militar voltou à normalidade.

Responder

Luiz Moreira

24 de junho de 2013 às 20h19

A Dilma tem antes é por para fora estes ministros de M que ela tem, mandar os DEP aliados calarem a boca e se mandarem para seus municipios e outras coisas mais para não perder ainda mais a moral. Chega de baboseiras e faça o certo e diga o que deve ser dito, sem panos quentes. Papo de político já encheu. Ontem a noite estava o cretino do FHC, falando num grupo de amigos da televisao. Todas as perguntas arranjadas. Bom era a Dilma pegar um horario e falar o que “esqueceram”. Compra da REELEIÇÃO, PETROBRAX(Criação familiar), VALE DO RIO DOCE, INDUSTRIA NAVAL, etc E falar duro, com escarnio. Fugiu o FHC para o CHILE? Porque? Para faturar depois.

Responder

Messias Franca de Macedo

24 de junho de 2013 às 20h17

QUEM SE OPORÁ ‘ÀS [LEGÍTIMAS E SOBERANAS] VOZES DAS RUAS’?!…

… A voz soberana, altiva e legítima do povo nas ruas exige [exige!] a instalação de uma Assembleia Nacional Constituinte específica para promover a tão necessária, imperiosa e inadiável reforma política… Mesmo porque a maioria do atual Congresso Nacional é composta por picaretas que, no máximo(!), “iriam mudar tudo para tudo continuar como está!” Ou seja, essa merda “que está aí!”…

IMPORTANTE: que o governo federal nomeie quadros capacitados para acompanhar os diálogos do próprio governo federal com ‘as vozes das ruas’! Monitorando – ‘pari passu’ – os desdobramentos desse processo democrático – e, identificando prontamente, aqueles [eternos!] que irão, inevitavelmente (sic), se insurgir contra as sábias ‘vozes das ruas’!…

EM TEMPO: nos preparemos: a DIREITONA – mais do que nunca raivosa e em polvorosa – já está “tramando poucas e boas” estripulias &$ maracutaias! Mesmo porque o gigante povo brasileiro parece ter, finalmente, acordado! Até que enfim, alvíssaras!…

… E viva o Brasil! E viva o honesto, sapiente e impávido povo trabalhador brasileiro!…

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós enquanto ações e reações!]
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Mauro

24 de junho de 2013 às 19h47

Conselho Municipal de Saúde,passou despercebido é como se não existisse,no entanto é uma ferramenta para melhorar a saúde isto quando não é manipulado pelos srs prefeitos,muitos ou quase na sua maioria os casos de dengue que lotaram os hospitais não aconteceriam se este conselho fosse atuante.

Responder

Iza

24 de junho de 2013 às 19h42

Sabe que o nome disso? Cheque MATE de Dilma.
A Direita já está gritando!
É melhor a molecada se preparar.
As Globos, Vejas e Folhas da vida, vão tentar esvasiar o movimento!
Esses vigaristas são contra qualquer Contituínte Exclusiva, mesmo que seja só para uma Reforma Política.
Sabem que não podem controlar!

Responder

    Paulo

    24 de junho de 2013 às 20h16

    Parece que a última escolha de Dilma para o STF não concorda com a Dilma e muito menos com você!

    http://brasiliaempauta.com.br/artigo/ver/id/2231/nome/Constituinte_exclusiva_nao_e_possivel__segundo_Luiz_Roberto_Barroso

    Fabio

    25 de junho de 2013 às 00h40

    É questão de metalinguagem que significa uma linguagem dentro da linguagem ou a linguagem técnica ou o popular “juridiquês”. Dilma não diz uma nova constituinte, que seria sim uma ruptura com a atual constituição e por isso ela não teria limites (começaria a constituição do “0”)acaso fosse aprovada como disse o ministro. Dilma se refere a fazer um plebiscito para, por emenda constitucional, alterar pontos da constituição. Não há previsão expressa dizendo que o cidadão pode emendar a constituição, mas interpretando a constituição é possível uma vez que todo poder emana do povo e em seu nome será exercido. Nossa constituição é popularmente conhecida como constituição cidadã. Com a palavra o congresso.

Bertold

24 de junho de 2013 às 19h42

Dá-lhe Dilma! Foi uma forma corajosa de passar a ofensiva e tomar a iniciativa política, Isso certamente deve sacolejar a direita que navegava batendo o remo mais forte do que podia a fim de deixar as águas bem turvas. Vamos ver agora até onde estavam dispostos a ir. Para mim, a cereja do bolo das propostas para serem pactadas é a reforma política. A proposta de um plebiscito para, enfim, tratar da reforma política, é um grande desafio de aglutinação popular em torno das mudanças. Os setores políticos de direita, através dos seus representantes no parlamento e no judiciário, com muita certeza vão espernear, pois uma vez desencadeado um processo constituinte com o povo nas ruas é inevitável não rediscutir a Constituição como um todo, principalmente tratar dos seus gargalos que nunca são regulamentados, entre os quais à mídia. Acho que muitos aqui devem se lembrar do quão foi limitado a participação popular na elaboração da Constituição de 88 após o esvaziamento da campanha das “Diretas Já”. Além dos partidos de esquerda, principalmente do PT, e de sindicalistas, a maioria ligados à CUT e alguns poucos movimentos populares organizados da sociedade civil, a verdade é que havia pouca mobilização popular no Congresso Constituinte para influir e decidir seus rumos. Durante a fase de discussão e elaboração nas diversas comissões até que foi razoavelmente contemplado muitas das propostas do campo popular e progressista. Mas foi nos momentos finais, nas fases de sistematização e redação que o bicho pegou e à direita, através da articulação de um grande bloco parlamentar chamado “Centrão” (é mole!), é que acabou dando as cartas finais do que seria definitivamente à nova Constituição brasileira após 21 anos de ditadura militar. Apesar de muita gente alienada e de muitos fascistas na rua atualmente, o norte dessa turba toda está em disputa. Levando-se em conta de estamos no ano véspera das eleições gerais de 2014, a disputa para valer passa, mais do que o cargo presidencial, também a ter caráter plebiscitário sobre o futuro geral do país.

Responder

Mauro

24 de junho de 2013 às 19h41

Que venha a reforma política pois a reforma dos políticos cabe a nos.

Responder

José BSB

24 de junho de 2013 às 19h37

Esse movimento do passe livre precisa de melhores lideranças. Atualizadas e bem informadas, se possível. Disseram que a presidente é “despreparada” para discutir melhorias no transporte público. Isso depois do governo federal liberar uma graninha (R$ 2,3 bilhões) para o governo de São Paulo investir na expansão do metro.
Se o PSDB vai entregar esse dinheiro na mão da alston ou comprar assinaturas da veja, cabe ao contribuinte paulista fiscalizar.

Responder

    Luiz

    25 de junho de 2013 às 00h41

    Simpotizo c eles, mas é incrível como eles alimentam a oposição. Adoraria que eles pensassem um pouco mais antes de sair dando tiros no próprio pé (ou eles acham que Aécio e cia estarão dispostos a discutir a tarifa zero?).

oziel f. albuquerque

24 de junho de 2013 às 19h31

Gostei do discurso da presidente Dilma, estou muito animado com a nossa presidenta.

Responder

Bacellar

24 de junho de 2013 às 19h21

Tambem achei boa jogada.
Outro dia ví num desses docs da II Guerra na tv uma frase do Churchill que se aplica nessa segunda feira chuvosa:
“não é o fim, não é nem mesmo o começo do fim, mas talvez seja o fim do começo”.

Responder

lukas

24 de junho de 2013 às 19h05

Por que os constituintes serão melhores que os deputados?

Responder

Seu Zé

24 de junho de 2013 às 18h59 Responder

    Paulo Agostinho

    24 de junho de 2013 às 19h16

    É muita horizontalidade pro meu gosto. Será que tratam assim também aos avós? A Dilma tem idade para ser avó desses meninos! Parece que o Gramsci escreveu alguma coisa desse tipo, associando uma sociedade antidemocrática com o desrespeito aos mais velhos. Cito de memória, mas acho que é no CC5.

    MANOEL

    24 de junho de 2013 às 20h05

    Isso mesmo seu Zé. Acho muito estranho estes caras terem se tornado amiguinhos aqui do blog, Inês, Azenha…..muito estranho, porque cegos este pessoal aqui não é. O que meus caros blogueiros?
    Este pessoal do mpl me parece com aquele carimbo dos partidos à esquerda do PT e que se juntaram ao que de pior existe da direita, simplesmente porque odeiam o PT. só isso.

Alberto Jorge Ramos

24 de junho de 2013 às 18h52

Grande Messias, falou com sabedoria e didática.

Responder

    Messias Franca de Macedo

    24 de junho de 2013 às 20h22

    Prezado e generoso brasileiro Alberto Jorge Ramos, muito obrigado pela deferência!

    Permito-me reproduzir considerações feitas originalmente em resposta ao comentário abaixo do não menos prezado e generoso brasileiro psgd – em seg, 24/06/2013 – 18:25

    Nos anima, sabermos que você e milhões e milhões de brasileiros e de brasileiras estão ao lado – conscientes, “firmes e fortes” -, da nossa eminente e impávida presidente Dilma Vana Rousseff! E nós todos – mais uma vez – sem medo de ser feliz!…

    Felicidades!

    E continuemos pintados para a guerra! Mesmo porque a luta contra o fascismo é interminável!

    Hasta la Victoria Siempre!

    “Não queremos ser heróis de nada; só queremos a companhia de outros braços!”

    BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós enquanto ações e reações!]
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

pereira

24 de junho de 2013 às 18h49

Dali DILMA. e assim que se mostrar para que serve um presidente, agora só uma pergunta com é que se pede um plebiscito, ela pode pedir diretamente ou tem que passar pelo o congresso.

Responder

    Regina Maria

    24 de junho de 2013 às 19h14

    Tomado emprestado de meu amigo Adriano:

    “Reforma política” é um chavão que muitos adotam, mas na hora de identificar o que deve ser reformado, todos discordam, por isso ela não se fez até hoje: não por preguiça, mas por falta de consenso…
    “Mini-Constituinte” é tema mais que controverso do ponto de vista de sua possibilidade jurídico-constitucional, ainda que com plebiscito, e pode parar no Supremo…
    Admitindo-se que tudo isso seja possível e desejável, seria preciso: 1) o Congresso se entender sobre a forma e o objeto do plebiscito (e aí outros assuntos podem entrar de “carona”, como temas religiosos, aborto, etc, não há garantia de “porteira”, só o voto dos próprios congressistas) e aprovar a respectiva convocação; 2) o plebiscito ser realizado; 3) se for concluído positivamente, autorizando a “Mini-Constituinte”, o Congresso precisa regular sua eleição, etc; 4) as eleições serem realizadas; 5) a “Mini-Constituinte ” aprovar as mudanças constitucionais (quais? fim do sistema proporcional, que a direita deseja desde 1988? parlamentarismo? abre-se a “porteira”…); 6) elas serem implementadas a partir da eleição seguinte. Ponham dois anos aí, isso se o “caso” não for ao Supremo, o que pode acontecer em cada uma das etapas acima.”

Manoel R.Mello Jr

24 de junho de 2013 às 18h18

Grande DILMA nossa Lider e Guerreira,tem todo o meu apoio para este Pacto.Viva a Democracia Brasileira , espero que sejam efetuadas as reformas necessarias neste Pais Maravilhoso, e que o povo apartir destas reformas separem os politicos do Joio e Trigo.

Responder

marcos- RS

24 de junho de 2013 às 18h17

Vamos ver como os filhos do Dr. Roberto vão engolir esta pauta propositiva !
Conv0carão os seus golpistas em Rede Nacional, Faustão será o porta-voz….

Responder

Messias Franca de Macedo

24 de junho de 2013 às 18h15

…Ô golpistas de meia tigela, pensem bem, se é possível golpistas de meia tigela pensarem bem (sic): “ocês” acham mesmo que uma mulher que, quando jovem, foi torturada covardemente durante 03 anos no interior do DOPS e de outras masmorras sórdidas da ‘ditabranda dos Frias e das organizações(!) globo’… “Cês” acham mesmo que uma mulher assim tão corajosa e competente irá ter medo das caretas do mesmos e eternos opositores da nação brasileira?!…

… Ah! Esses golpistas!…

(“As elites são tão estúpidas que desprezam as próprias ignorâncias!” Eminente escritor e pensador humanista uruguaio Eduardo Galeano – e autor do ‘best-seller’ ‘As Veias Abertas da América Latina’.)

República Desses Bananas da [eterna] OPOSIÇÃO AO BRASIL, ‘o cheiro dos cavalos ao do povo’!
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

    maria ferreira

    24 de junho de 2013 às 21h22

    É isso aí Messias. Apoiado

    Messias Franca de Macedo

    25 de junho de 2013 às 01h00

    Prezada brasileira Maria Ferreira, a recíproca é verdadeira:

    “Não queremos ser heróis de nada; só queremos a companhia de outros braços!”

    Felicidades!

    Respeitosas saudações democráticas, progressistas, civilizatórias, nacionalistas, antigolpistas e antifascistas,

    BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós enquanto ações e reações!]
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

Sérgio Pestana

24 de junho de 2013 às 18h14

Perfeito. Dilma, é só convocar as forças populares e verdadeiramente brasileiras para darmos apoio e mostrar ao mundo nossa disposição de transformar o país numa democracia onde seu povo é soberano e capaz.

Responder

Lu Witovisk

24 de junho de 2013 às 18h08

Estou tãoooo felizzzzzzz!!!! Da-lhe Dilma! AGORA o PIG entra em pane de vez kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Maisa

24 de junho de 2013 às 18h05

Será que a reforma, igualmente importante, da segurança publica nao vai entrar na discussão? será que temos o melhor aparato de segurança publica da história do Brasil? será que as nossas policias, todas elas, estão totalmente aparelhadas para prestar bons serviços a população? Será que o povo esta satisfeito,com a segurança publica oferecida pelo estado? Será que o governo nao tem nenhum interesse em mexer com a estrutura da segurança publica? Ou será que a manutenção desse descalabro em termos de segurança publica interessa aos governantes? Parece que a Dilma nao se interessou muito pelo assunto, nao eh mesmo ministro Cardoso?

Responder

Tomudjin

24 de junho de 2013 às 17h58

Este é apenas mais um dos muitos gargalos da blogosfera: Valer-se ainda de uma GloboNews para retransmitir as imagens de um ato presidencial.

Responder

    Wilson Júnior

    24 de junho de 2013 às 18h18

    Podiam ao menos ter usado a NBR né?

    Gersier

    24 de junho de 2013 às 19h39

    A NBR mostrou todo opronunciamento da Pesidenta.Assisti por ela.

    Valmont

    25 de junho de 2013 às 11h07

    Bem observado, companheiro.
    Odeio links do PIG.
    Isto mostra que ainda estamos pobres em termos de referências ou preguiçosos demais para buscá-las em outros lugares.
    O fato é que o PIG continua sendo a principal fonte de informação deste País.

Luís Carlos

24 de junho de 2013 às 17h54

Dilma está deixando a direita golpista em pânico. Ela está chamando o movimento para si a fim de empurrar novas reformas e avanços sociais.

Responder

    Thelma Oliveira

    24 de junho de 2013 às 18h20

    Tacada de mestre, né?

    Leo

    24 de junho de 2013 às 18h21

    Esse pronunciamento, principalmente sobre a reforma política, me deixou esperançoso como a muito não ficava, mas tenho lido de alguns advogados constitucionalistas que a convocação de uma constituinte exclusiva não é possível, pois a constituição atual só permitia uma reforma e já foi feita. E caso seja convocada uma constituinte estaríamos no processo de escrever uma nova constituição. Que seja, para fazer omelete tem que se quebrar os ovos!

    Pedreira

    24 de junho de 2013 às 21h00

    Vc pode ter razão. Mais não há letra maior que a vontade do povo! “Todo poder emana do povo e por ele é exercido”. A Constituição se curva quando o povo fala. A constituição é do povo e é o povo! Não há STF ou legislador que não mude de tese jurídica quando vê o povo na rua.

Paulo Agostinho

24 de junho de 2013 às 17h44

“…tivemos a incorreta opção de não investir em metrô.” Ufa, já era tarde, hein?

Responder

Messias Franca de Macedo

24 de junho de 2013 às 17h37

A PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF E O POVO “JOGARAM LIMONADA NA CARA DOS CARETAS”!

… A presidente Dilma Vana Rousseff, A Magnífica, foi brindada pela “sorte”: as ações, medidas e atitudes que seriam tachadas de “subversivas”, agora, são, explícita e ostensivamente, demandas reconhecidas, legítimas e urgentes da população brasileira. Portanto, os primeiros encaminhamentos oficiais e os que virão serão respaldados pela democrática vontade e necessidades populares…

… Caberá à população acompanhar as manifestações dos atores institucionais, ou seja, a postura de todos os representantes dos três Poderes. De agora em diante os bravateiros não passarão de meros bravateiros: as máscaras não deverão mais causar espantos nem tampouco servir para ocultar interesses inconfessáveis, notoriamente impopulares, antidemocráticos e antinacionalistas. Surge, no Brasil, pois, uma espécie de democracia participativa a substituir a democracia representativa, essa última radicalmente rejeitada e hostilizada pelas vozes das ruas…

ALVÍSSARAS: … A presidente Dilma Rousseff compreendeu o chamamento e o clamor das ruas. E, por verdadeiramente compartilhar desses anseios, conclama a todos e a todas pela construção de um Brasil efetivamente novo, forjado mais do que nunca pelo seu povo… No horizonte, a nação começa a ser materializada! “O gigante parece ter encontrado a bússola!”…

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós enquanto ações e reações!]
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

    psgd

    24 de junho de 2013 às 18h25

    Prezado Messias – O vosso comentário coloca de maneira didática, sucinta e acessível, ao entendimento de todos, as proposta da Magnífica. Pessoas como você devem estar sempre presentes nos meios de comunicação social. Cordiais saudações

    Messias Franca de Macedo

    24 de junho de 2013 às 18h55

    Prezado psgc, muito obrigado pela deferência!

    Nos anima, sabermos que você e milhões e milhões de brasileiros e de brasileiras estão ao lado – conscientes, “firmes e fortes” -, da nossa eminente e impávida presidente Dilma Vana Rousseff! E nós todos – mais uma vez – sem medo de ser feliz!…

    Felicidades!

    E continuemos pintados para a guerra! Mesmo porque a luta contra o fascismo é interminável!

    Hasta la Victoria Siempre!

    “Não queremos ser heróis de nada; só queremos a companhia de outros braços!”

    BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós enquanto ações e reações!]
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    eduardo

    24 de junho de 2013 às 20h11

    belas falas, Messias

    Messias Franca de Macedo

    25 de junho de 2013 às 00h55

    Prezado brasileiro Eduardo,

    Hasta la Victória Siempre!

    Felicidades!

    “Não queremos ser heróis de nada; só queremos a companhia de outros braços!”

    BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende de nós enquanto ações e reações!]
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

    Luiz

    25 de junho de 2013 às 01h17

    Sim, mas e a crise institucional que pode resultar da proposta? Ministros do Supremo e oposição sinalizando inconstitucionalidade com a mídia vociferando junto… bem arriscada essa jogada. Ainda mais se a constituinte exclusiva de fato não for possível e acabarmos com um nova constituição (muito espaço para coisas terríveis na era do terrorismo internacional e da Lei da Copa…).


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!