VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Depois de 2 mil casos de covid e 60 mortes, garis que carregam lixo contaminado esperam há 6 meses por resposta do João Trabalhador
João Doria se fantasiou de gari várias vezes para se descolar da imagem de coxinha. Reprodução.
Política

Depois de 2 mil casos de covid e 60 mortes, garis que carregam lixo contaminado esperam há 6 meses por resposta do João Trabalhador


09/06/2021 - 20h34

Da Redação

Desde 20 de dezembro os garis de São Paulo, através de seu sindicato, pedem ao governador João Doria, o João Trabalhador, que sejam incluídos no grupo prioritário da vacinação contra a covid.

São, segundo o presidente do sindicato que os representa, 17.500 profissionais de limpeza urbana. Mais de 10% já pegaram covid, 534 permanecem afastados e 60 morreram da doença.

O sindicalista diz que recebeu da Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), hoje, a promessa de intermediação para conseguir o pleito.

Caso os garis continuem a ser desconhecidos pelas autoridades, farão greve.

Afinal, já são quase seis meses de espera.

Os garis, nas ruas, lidam com as máscaras descartadas pelas pessoas. Já os que trabalham na coleta do lixo, lidam diariamente com todo o descarte feito em casas e apartamentos de pessoas contaminadas que estão cumprindo quarentena.

Daí, o alto número de contaminações, estima o presidente do Sindicato (ver entrevista acima).

NOTA

São Paulo, 07 de junho de 2021

O SIEMACO São Paulo, sindicato que representa os trabalhadores e trabalhadoras da Limpeza Urbana na capital, e o STERIIISP, sindicato que representa os motoristas da Limpeza Urbana na capital, vem a público expressar sua indignação pela não vacinação das duas categorias, afirmando que irão realizar um protesto sanitário pelos serviços de coleta de lixo e varrição de ruas da cidade de São Paulo, na manhã nesta terça-feira, dia 08 de junho, em várias garagens e alojamentos, e em frente da Prefeitura Municipal de São Paulo.

A medida enérgica é a única forma encontrada para chamar a atenção e o apoio da população e das autoridades, visto que, por diversas vezes, o SIEMACO São Paulo e o STERIIISP tentaram o caminho do diálogo com todos os órgãos responsáveis, buscando a vacinação imediata das categorias.

Além da reunião realizada nesta segunda-feira (07/06), com a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, a sra. Patrícia Ellen da Silva, sem sucesso, foram protocolados pedidos ao governador João Doria Júnior, ao então prefeito Bruno Covas, à Secretaria Municipal de Saúde, à Câmara Municipal de São Paulo e diretamente à Autoridade Municipal de Limpeza Urbana (Amlurb), mas sem que houvesse uma resposta sequer aos pedidos destas entidades sindicais.

Uma demonstração de descaso total com esses trabalhadores e trabalhadoras que tanto fazem pela nossa cidade e pelos paulistanos.

Lembramos que o risco de contágio na Limpeza Urbana é alto, visto a forma de trabalho exercida por esses profissionais, seja na varrição das ruas, dentro dos caminhões de coleta, no recolhimento de grande quantidade de lixo infectado e outros postos de trabalho que, consequentemente, os deixam expostos diretamente ao vírus.

É justo que as categorias que estão entre as que mais se expõem, em nome da saúde de todos os paulistanos, sejam colocadas imediatamente na vacinação contra a COVID-19.

Esses trabalhadores e trabalhadoras atuam incessantemente, inclusive nos momentos mais críticos desta grave crise de saúde pública, colocando suas vidas e de seus familiares em risco, oferecendo um serviço essencial para o controle da pandemia em toda a sociedade e contribuindo diretamente para a redução dos índices de contágio desta doença.

Este inevitável protesto é a única forma de buscarmos um justo direito aos trabalhadores e trabalhadoras da Limpeza Urbana, para que possam continuar exercendo suas atividades com segurança.

Esperamos um retorno dos órgãos responsáveis, com uma resposta positiva para a vacinação das categorias.

Atenciosamente,

André Santos Filho
Presidente do SIEMACO São Paulo
José Alves do Couto Filho
Presidente do STERIIISP





2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Feitosa filho

09 de junho de 2021 às 22h43

Talvez ele pense igual aquele jornalista.
E muitos pensam. Fato !
O cara é um excelente gari, mas médico não pode ser excelente porque entrou por cotas.
As vezes, o preconceito é tão latente que as palavras só mostram esse preconceito e nada mais.
Se o povo negro dependesse disso todo mundo morria de fome.
Vivemos num mundo que não tem emprego NEM para todos os brancos. Ou a pessoa se reinventa como dizem os marketeiros da administração ou chora qdo as crianças estiverem chorando de fome por falta de comida no prato.
O mundo moderno não tem emprego para todo mundo. Esse é o problema número 2 a resolver, o primeiro é saúde para todos. A covid mostra isso de forma clara.
No filme Robocop de 86/7 os neo-liberais privatizaram a polícia e puseram um robô para fazer o trabalho DA polícia. Isto era surreal. Mas os EUA tinham Reagan.
Como vai fazer ?
O povo vai viver do coração de alguns poucos que tem coração. E se ninguém ajudar ?
Vai virando uma bola de neve esse problema do pouco emprego.
Na Índia a HMI se adaptou a realidade local pq os indianos “pediram”.
Faz guerra e emprega a rapaziada, mas e a moçada. Vai trabalhar na fábrica de estilingue para guerra.
Oh que potência !

Responder

Lula Lula

09 de junho de 2021 às 21h10

Pergunta se alguém sabe o nome da faxineira que trabalha na empresa.
O amor passa bem longe do coração dos humanos. As vezes, até na igreja falta isso.
Piorou se vc for de cor. Aí vc é completamente invisível nessa África do Sul disfarçada.
O João trabalhador é só mais um neo-liberal.ismo.
Ainda vai demorar uns 20 anos para cair a ficha do PSDB. Só um povo “otário” para aceitar o neoiaserenuncafoi.
Coitado dos garis. Eles são os mais expostos a covid-19. O serviço deles é muito mais arriscado do que de médico e enfermeiro.
Mas o marketeiro não brinca em serviço. Nenhum deles.
O neo-liberal ismo é bem ruim para o povo.
Nós somos só um número para eles e para alguns só um caso e nada mais.
Não tão nem aí para o povo pobre. Morreu. Troca.
Não foi o PT que ganhou 4 seguidas, foi o PSDB que perdeu. O neo-liberalismo e uma caca. Não funciona.
Vc acha que o João trabalhador não trabalha. 5 . Vc da conta de 5. Aliás, era 5 ou 6.
Epa. 56. OOOO
O povo com certeza prefere o bife no prato. E não neo-liberalismo. Por isso o PSDB só perde. Talvez ganhe, mas por um lance da sorte.
Se o Lula disputar. Passa a régua tranquilo.
O povo prefere o arroz, o feijão e o bife.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding