Datafolha diz que Dilma perdeu mais popularidade entre os mais ricos

Tempo de leitura: 2 min

Atualizado: 08/06/2013 19:40 | Por O Estado de S.Paulo, estadao.com.br

Pesquisa aponta queda de 8 pontos na aprovação de Dilma

do MSN

Porcentual de brasileiros que avaliam seu governo como ótimo e bom passou de 65% no mês de março para 57% neste mês segundo Datafolha

Pela primeira vez, desde o início de seu mandato, há dois anos, caiu a popularidade da presidente Dilma Rousseff. O porcentual de brasileiros que avaliam seu governo como ótimo e bom passou de 65% no mês de março para 57% neste mês, segundo pesquisa realizada na quinta e sexta-feira pelo Datafolha.

O mesmo instituto também verificou que, apesar da queda da popularidade, Dilma continua aparecendo como favorita entre os prováveis candidatos à Presidência da República na eleição de 2014. Numa disputa ao lado de Marina Silva (Rede), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), a presidente teria 51% dos votos. Embora esse número represente uma queda de 7 pontos em relação à pesquisa anterior, em março, já seria suficiente para Dilma liquidar a eleição no primeiro turno.

A série histórica de pesquisas do Datafolha sobre a popularidade de Dilma mostra que ela havia oscilado dois pontos para baixo em agosto do ano passado. Mas, como a margem de erro utilizada pelo instituto é de dois pontos para mais ou para menos, ela não foi considerada. Agora, porém, a variação de oito pontos é significativa.

Economia. De acordo com a pesquisa divulgada neste sábado, 8, a piora na imagem de Dilma está relacionada à questão econômica. A população está mais pessimista em relação ao quadro econômico do País. A preocupação com a inflação e o desemprego também é maior agora do que em levantamentos anteriores. Para 51% dos entrevistados, a inflação vai aumentar. Em março o índice era de 45%.

A perda da popularidade da presidente foi mais forte entre brasileiros que ganham mais de dez salários mínimos. Nesse grupo a queda foi de 24 pontos, segundo a pesquisa, que ouviu 3.758 pessoas em 180 municípios. Na divisão geográfica dos pesquisados, Dilma perdeu mais pontos na Região Sul: foram 13 pontos.

Empatados. Na pesquisa sobre a eleição presidencial, que mostrou Dilma com 51% das intenções de voto, o segundo lugar ficou com Marina Silva, com 16%.

É o mesmo porcentual que havia sido conferido à ex-senadora em março. Ela está tecnicamente empatada com Aécio Neves, que foi o único dos prováveis candidatos que cresceu em relação ao levantamento anterior: passou de 10% para 14%.

Uma vez que a margem de erro da pesquisa é de dois pontos, o Datafolha considera os dois candidatos tecnicamente empatados.

O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, apareceu em quarto lugar na pesquisa, com 6% das intenções das intenções de voto – o mesmo índice que havia obtido na pesquisa anterior.

Na Região Nordeste, onde a presidente teve seu melhor desempenho, de acordo com a pesquisa, as intenções de voto nela chegaram a 59%.

Na avaliação do Datafolha, o crescimento de Aécio foi impulsionado pelas recentes propagandas de seu partido, o PSDB, na TV e no rádio. Nessas aparições, o ex-governador de Minas deu ênfase à questão da inflação.

Leia também:

Crianças na ditadura militar: Tortura, exílio e clandestinidade

Apoie o jornalismo independente


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

Pesquisa CNT/MDA diz que Dilma se elegeria no primeiro turno – Viomundo – O que você não vê na mídia

[…] Datafolha diz que Dilma perdeu mais popularidade entre os mais ricos […]

bira

É só a Dilma reduzir em 50% os gastos com propagando, na Globo, Band e SBT que a inflação reduz, rs

rita

eu já vi e ouvi tanta coisa dessa mídia e que o tempo mostrou que não era nada…

Idalma

Socorrroooooo… Essa nem Freud explica. Dilma zerou os impostos da cesta básica, dos transportes públicos, reduziu a tarifa de energia elétrica em até 32% para a indústria, o desemprego atinge o menor nível histórico desde que iniciou a criação do índice, passa a ser a segunda mulher mais poderosa do mundo segundo a revista Forbes, e ainda perde oito pontos na pesquisa Data Falha?????? Ah! eu disse Data FALHA? Tá explicado… Freud pode dormir tranquilo que nem é preciso explicar(Daqui a pouco vem o Globope,avalizar o Data Falha, afinal não é por mero acaso que o Rei do PIG=Globo, contratou ambas, pra que a mentira venha parecer verdade, né).

Bruno

Vi a propaganda política do Aécio e do DEM e fiquei muito espantado com o modo como eles defenderem descaradamente a ideia de entreguismo como se fosse algo bom. A direita é a mesma de sempre e não melhorou em nada continuam baixos como sempre, agora tocam o terror na população com a inflação. Pelos artifícios que usam para conseguir votos já podemos concluir muita coisa sobre essa “massa cheirosa” que nivela o Brasil por baixo. Eles julgam os brasileiros como sendo tão estúpidos, a ponto de transformar uma bolinha de papel em pedra e um rico idiota(não sei se podemos generalizar) em uma boa opção para presidente. E em São Paulo parece que Alckmin pode deixar a cidade pegar fogo que na eleição seguinte os paulistanos continuam votando nele.
Nossa direita não tem um projeto para o país, só para seus bolsos.

Messias Franca de Macedo

… A PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF, A MAGNÍFICA, CONTATA OPOSIÇÃO! ENTENDA

########################

DILMA VÊ OPOSIÇÃO E VAI ÀS COMPRAS EM PORTUGAL

Presidente desembarca em Lisboa; primeiro encontro se dá com secretário-geral do partido socialista, Antonio José Seguro; participação do Brasil no capital de empresas portuguesas foi discutida; na segunda-feira 10, Dilma encontra empresários do país para aprofundar negócios; aérea TAP, estaleiro Viana do Castelo e estatais de águas e correios interessam a brasileiros; BNDES promete financiamento.

Lisboa – A presidenta Dilma Rousseff começou seus contatos políticos, hoje (9), em Portugal, conversando com a oposição. Dilma recebeu nesta tarde a visita do secretário-geral do Partido Socialista (PS), António José Seguro. A reunião tratou das relações entre Brasil e Portugal e de investimentos. De acordo com Seguro, os investimentos portugueses no Brasil não devem ser considerados estrangeiros, mas “investimentos de um país amigo”.
Portugal vive uma recessão nos últimos dois anos, enquanto a situação econômica do Brasil é “bem melhor”, segundo o secretário-geral. “Aprecio muito as declarações que a presidenta Dilma tem feito contra a austeridade e sobre a necessidade de haver políticas públicas a favor do crescimento”, disse Antonio José Seguro.
(…)

Gilberto Costa
Correspondente da Agência Brasil/EBC
9 DE JUNHO DE 2013 ÀS 18:44

##########################

… Aí, “é pra matar de vez” a oposição já ‘toMATADA’!…

… Chora, PIG: ‘o poste’ “inté” parece o Sol!…

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende nós enquanto ações e reações!]
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Vlad

Ufa!
Que bom.
Por um momento pensei que tinha sido entre os mais instruídos.

Messias Franca de Macedo

… AINDA SOBRE A MAIS RECENTE PESQUISA ‘DATAFALHA’!

… A informação de que a candidata Dilma Rousseff perdeu votos num grupo onde nunca teve [votos] (sic) “é o mesmo que chover no molhado” ou “pretender assombrar crianças mostrando o desenho da pantera cor-de-rosa!”… O ‘dataFALHA’ poderia até ter dispensado o dispêndio de energias e de custos financeiros, simplesmente “desprezando” esse segmento do eleitorado [tradicional!]!…

E VAPT VUPT!

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende nós enquanto ações e reações!]
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Urbano

E não é para menos, pois a rasteira que a Presidenta Dilma deu nos juros… Mostrem o Leão pra ver se eles se acalmam. Inclusive, é bom falar pros desavisados do impostômetro, que se não houvesse a sonegação, que gira em torno de quatrocentos e cinquenta bilhões de reais por ano, seria possível uma redução nesses impostos.

    Vlad

    A redução dos juros faz tempo que a Dilma impôs.
    E, ao que me consta, a popularidade não caiu absolutamente nada por contra disso.
    Caiu agora, que o BC começou a aumentar novamente.

lidia virni

Dicutir pesquisas do PIG é pura perda de tempo. Ainda mais que o próprio confessa que entrevistou basicamente seus seguidores, a classe rica. Logo depois do lançamento da campanha terrorista sobre o tomate, a popularidade dela continuava alta, e de repente caiu? Inflação, crescimento do “risco país”?? E o que o Biden veio fazer aqui? Propor o cincremento dos negocios bilaterais a um governo em vias de falencia (segundo o terrorista PIG)? Cansei dessa baboseira oposicionista.

Olavo

E agora o bicho pegou de vez pra Dilma, a RECORD, a única TV que de vez em quando fazia um contra-ponto no PIG, aderiu de vez pro lado dos caras. Eu acho o governo deve ter algum trunfo guardado, caso contrario não se justificaria essas atitudes de omissão frente a tanto ataque da direita.

Messias Franca de Macedo

“NUMDISSE?!”

#######################

NÃO, DILMA, NÃO EVOLUA!

Em entrevista à revista Veja, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), faz a mais escancarada defesa do fisiologismo já vista na história republicana; sob o título “Dilma precisa evoluir”, ele defende a abertura dos cofres federais e a distribuição de emendas aos parlamentares do PMDB e da base aliada, em troca do apoio à reeleição; será que Dilma precisa mesmo pagar um preço tão alto aos profissionais da política?

FONTE: mídia

abolicionista

É fato que não se pode confiar no Datafalha, mas a Dilma merece o chacoalhão. Se não democratizar a mídia, a mídia tiraniza o Brasil. Está na hora de criar coragem e enfrentar os leões, será que Dilma finalmente irá admitir a situação catastrófica da mídia brasileira? Provavelmente não…

Fernando Brito: O jogo da direita em marcha. De novo – Viomundo – O que você não vê na mídia

[…] Datafolha diz que Dilma perdeu mais popularidade entre os mais ricos […]

Messias Franca de Macedo

… A presidente Dilma Rousseff tenta não se envolver com a política do baixo clero, ou seja, a precária condição na qual a instituição Presidência da República não estabelece a devida e prudente equidistância em relação às negociatas e outras tratativas com os parlamentares, Portanto, a atitude da presidente dignifica e eleva a natureza do cargo [de presidente da República]… E, ainda assim, a presidente Dilma Rousseff é obrigada “a tapar as narinas” e fazer determinadas concessões em nome da tal governabilidade… Ou seja, a presidente Dilma Rousseff desenvolve esforços para se equilibrar na linha tênue que, na política de Pindorama, separa o poder Executivo do Legislativo, fortalecendo, pois, a nossa ‘subdemocracia’ de bananas! Ademais, os setores oligárquicos – sobretudo através da “grande” mídia nativa – despejam, ininterruptamente, um arsenal de maldades e estorvos outros contra o governo legitimamente eleito…

… Interessante, creio que o(a) (e)leitor(a) observou: amparados pelo PIG, “os mais letrados da sociedade brasileira” continuam os mesmos de sempre!…

UM AVISO A SETORES DA CLASSE MÉDIA: votar em Marina Silva pode até passar a ideia de, digamos, certo charme!… Votar no neto do Miguel Arraes pode até “reforçar” a imagem de independência ideológica!… Aos que pretendem “votar orientados pelo fígado” (sic), o outro neto(!) agradece!… “Ah! Se o Joaquim Barbosa fosse candidato!” expressa o subgrupo de (e)leitores(as) amarrados ao coronelismo! “Quem se importa?!” Ou “Who cares?!”, no pernóstico jargão britânico do atual presidente do *”supremoTF”!…
*”supremoTF”: aspas monstruosas e letras submicroscópicas! À exceção dos ínclitos e catedráticos juristas Ricardo Lewandovski, Teori Zavascki e Luís Roberto Barroso

RESCALDO: a presidente Dilma Rousseff, A Magnífica, será reeleita em primeiro turno! Independentemente da vontade “dos mais letrados” e de o próximo pleito presidencial “reunir 238 ou 239 candidatos e candidatas oponentes à candidatura situacionista!…”

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende nós enquanto ações e reações!]
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

    Mário SF Alves

    Ah! Como é bom ser e estar ao lado dos legítimos vencedores. E só assim; e ainda que ao menos uma vez na vida, né não, caro Messias.
    _____________________________
    E viva a presidenta Dilma, a magnífica! E abaixo o RADICALISMO neoliberal da pior elite do mundo, a serviçal do imperialismo norte-americano.

FrancoAtirador

.
.
Nada a preocupar.

Está tudo sob ‘controle’…
.
.

    FrancoAtirador

    Mário SF Alves

    Inclusive, no duplo sentido da sentença [all under control {que inglês, pqp!}]. Né, não, Franco?

Rasec

Lembrando que em junho/2005, no auge do mensalão, Datafolha apontava que Lula tinha 36% de ótimo/bom e 44% de regular, totalizando 80% de aprovação. No Datafolha de agora, Dilma tem 57% de ótimo/bom e 33% de regular, totalizando 90% de aprovação! Ou seja: Dilma/2014 vai ganhar!

Carlos J. R. Araújo

My God, tanto esperneio por nada. Imagine-se: tudo por causa do Datafalha! Pois é. A “explicação” da “queda” é a mudança das opiniões dos “ricos”! Só bebendo. E o mundo se acaba. Os leitores dos blogs ainda estão na Idade Média? Acreditam em bruxas e duendes?

    Fernando

    Meu sobrinho aos 5 anos, após dar um depoimento sem nexo, justificou: “Foi só pra enfeitar minha boca”. Essas notícias, também sem nexo, servem pra enfeitar o jornal. É como dar atenção à essas crianças paulistas quatrocentonas, cheias de infantilidade.

Eugenio carlos

Como pode uma pesquisa Dilma cai 8 e Aécio sobe 4 , e quem neste brasil asssite programa politico, dsliga a tv que assiste programa politico do Psdb ou outros. Manipulaçao pura desde 2002 a folha veja e estadao e globo tentam tentam mas nada.

J. Carlos de Assis: Na política econômica de Dilma, nem uma coisa, nem outra – Viomundo – O que você não vê na mídia

[…] Datafolha diz que Dilma perdeu mais popularidade entre os mais ricos […]

Samira Silva

Não dá para acreditar no Datafalha. Para essa gente a manipulação de dados e o engodo são a regra. Eles são do quanto pior melhor. O neocolonialismo ganha com a miséria e o desgoverno. O PSDB, o DEM, o PDS, o PP sabem bem disso. Além da corrupção, essas são suas regras.

jacó

Ela é uma DEUSA na politica e uma excelente PRESIDENTA é 100% aprovada.

    Marcelo de Matos

    O quê? Essa Dilma está cada vez mais popularesca. Vou acabar votando no Eduardo Campos.

    Fernando

    Vai com Deus… quer dizer, sem Ele, que é Petista Roxo e tá com “A Magnífica”, como disse alguém ai acima. kkkkkkkkkkkk

ejedelmal

Isso não adianta nada. O motivo está aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=U08cmyvhtFs

Lima

Pelo jeito só o controle remoto não está resolvendo! Pelo jeito o Governo não conhece, ou não acredita, no velho ditado popular: “Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”. De manhã, a tarde e a noite a mídia dizendo que o País tá uma “M…”, já tem gente acreditando!

Olavo

Eu acho que esquema do PT engomado (é quem comanda o Partido)é se eleger com o voto dos pobres e militância e governar com a classe média (essa aberração, como diria Marilena Chaui), se o bicho pegar chama o LULA, lá na época da eleição. Por isso a direita nunca ataca a Dilma e sim o LULA, ele é o alvo, o governo pode chegar na eleição com 10%, se o LULA entrar, vira o jogo, daí a preocupação dos caras com o LULA, esse é o cara, como diria o Obama.

    Saulo

    KKKK !!!! Se o Anti-ético Never disputar sozinho a eleição chega em segundo lugar !!! KKKK !!!!!

Fabio Passos

A “elite” branca esta desesperada porque sabe que PiG-psdb vao desaparecer em 2014.
O PiG lancou o natimorto aetico never e esta lutando para ressucitar defunto. aetico never esta atras da Marina e isto sem duvida com ajuda do datafraude. rsrs

Brasileiro

Essa pesquisa no Nordeste, não passou nem perto, de nenhuma região por onde deveria passar a grande obra eleitoreira da “Transposição do São Francisco”, por que senão, as opiniões e os comentários seriam impublicáveis contra ela e seu inventor!!!

J Souza

Dilma, para de assistir TV e de ler Folha e Veja!
Convida o pessoal pra tomar um chimarrão, Dilma.
Esse negócio de arrogância foi o que levou teus “conterrâneos” (Dilma é mineira, mas age como gaúcha) Vargas e Goulart à derrota…
“Trata bem” teus aliados. Tu não és melhor do que eles, e não és nada sem eles!
Anula a mídia golpista, como o Lula fez, e não dá força a eles.
Demite hoje essa Helena Chagas!
Promove hoje o Gilberto Carvalho!
Chama “pra ontem” o Franklin Martins!
E… Se for preciso… Chama até o José Dirceu, porque nessas horas não dá para confiar nos covardes. E o teu governo está cheio deles…

    Antonio Vieira

    É bem por aí!

    Maria Thereza

    E pegando carona nas sugestões, manda ir para o Paraná que quer governar o estado. Não deixa ir só, não. Tem que levar o maridão, pra dar apoio. Quanto á moça da secom, se for por falta de assinatura, posso emprestar a caneta.

    Ester Neves

    Faço minhas as suas palavras J Souza!

    Alexandro Rodrigues

    Chamar Vargas de covarde é desconhecer completamente a história do Brasil! Deixa a cartilha militante de lado e estude um pouco!

    Aliás, depois de Vargas, Brizola e Elis Regina, não saiu nada que preste do Rio Grande do Sul (vide Dona Dilma Controle Remoto!) deveriam se separar logo do Brasil e virar província argentina já que eles se acham tão superiores do Brasil mulato que tanto odeiam!.

lulipe

Enfim, o povo parece estar acordando….

    FrancoAtirador

    .
    .
    Pelo contrário, Cabo lulipe.

    Agora mesmo que adormeceu

    nos braços da Mídia Bandida.
    .
    .

Carina

É, o bicho está pegando! Luz vermelha no governo! Os ricos não votam em Dilma mesmo. É tirar do governo os ministros trapalhões para ter de volta toda a militância de esquerda firme na campanha. É pouco, não? Terá Dilma a coragem de dar tal passo?

Messias Franca de Macedo

GASPARI: FHC PRODUZIU PEÇA DE PROPAGANDA PARA DILMA
Por Brasil 247

################

Fala matuto!

O HONESTO, SAPIENTE E TRABALHADOR POVO BRASILEIRO VENCEU: COM AS VITÓRIAS DE LULA E DILMA!… E VIVA O VERDADEIRO *BRASIL!…
*BRASIL grafado com ‘S’ – e não com o ‘z’ dos colonizados opositores ao Brasil (grafado com ‘S’)! Brasil com ‘S’ construído com o suor e o sangue derramados no frutífero e legítimo labor do dia a dia…

BRASIL (QUASE-)NAÇÃO [depende nós enquanto ações e reações!]
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Marat

Ainda é um pouco cedo para se traçar possíveis resultados para as eleições presidenciais. Dilma pode crescer, ou cair, de acordo com as políticas adotadas. De todo modo, a impren$$$a venal (ou seja, mais de 80% dela) vai fazer de tudo para que outro partido vença. Tal impren$$$a, lógico, tende a apoiar Aécio, pois tem os mesmos objetivos e ideais de entreguismo aos EEUU e submissão aos interesses das multinacionais. Só que, se o mineiro não decolar, os jornali$$$ta$$$ do PIG deverão escolher entre a fanática religiosa e o enigma de Pernambuco… A impren$$$a terá uma dificuldade adicional: Por mais que ela esconda o caos instalado em SP, seu candidato tem chances reais de perder as eleições locais. Portanto, os líderes piguistas deverão arregaçar as mangas (por mais que odeiem fazer isso) e trabalhar em duas frentes!

    Antonio Vieira

    Sem falar que, no segundo maior colégio eleitoral, terra das Gerais e do Aécio Never, é provável que o Pimentel se eleja!

Aroeira

MATÉRIA PUBLICADA NO BLOG DA CIDADANIA EM 02/06/2013 E ELABORADA COM BASE EM INFORMAÇÕES VEICULADAS NA FOLHA DE DOMINGO PASSADO. SE FOSSE PUBLICADA HOJE ESTARIA ATUALIZADÍSSIMA.

Dilma caiu e o PIG não viu?!
(Por Eduardo Guimarães)

Quem quiser ter uma pálida ideia da quantidade de trapaças políticas que serão empreendidas pela direita midiática no ano que vem para tentar recolocar o PSDB no poder tem que prestar atenção a uma das mais claras que já se viu e que foi lançada neste domingo.

A suposta “notícia” é bombástica. Sendo verdadeira, encerraria o fato político mais importante dos últimos dez anos: segundo a Folha de São Paulo, após uma década em que os dois presidentes da República que o país teve no período desfrutaram de popularidade nas alturas, a atual detentora do cargo teria sofrido uma IMENSA queda de popularidade.

Não é pouca coisa. Só no período mais difícil do governo Lula (2005) algumas pesquisas chegaram a registrar, por dois ou três meses, recuo em sua popularidade. E isso no âmbito de uma crise política só comparável à que provocou o impeachment de Fernando Collor.

De janeiro de 2006 para cá, tanto Lula quanto Dilma vieram ganhando popularidade mês a mês. O primeiro terminou seu mandato (2010) com cerca de 80% de aprovação e a segunda, até as últimas sondagens oficiais divulgadas chegara ao mesmo patamar do antecessor.

Eis que, neste domingo, o país recebe uma informação que encerra um terremoto político: segundo a Folha de São Paulo, que também é dona do instituto de pesquisas Datafolha, Dilma perdeu nada mais, nada menos do que DEZ PONTOS PERCENTUAIS de aprovação.

Por muitas vezes este Blog duvidou de pesquisas de opinião sobre política. Contudo, sempre durante campanhas eleitorais. Nesses momentos, o instituto Datafolha, entre outros, divulgou números que depois não vingaram e o candidato que seria prejudicado por eles acabou vencendo a eleição.

Neste momento de bombardeio midiático contra Dilma, até daria para crer em uma sua queda de popularidade. A campanha contra ela está avassaladora. Não passa um só dia sem que os grandes meios de comunicação digam ao país que está à beira do abismo.

Se a “notícia” sobre a enorme queda de popularidade de Dilma tivesse vindo de uma pesquisa Datafolha ou Ibope, apesar da suspeição de esses institutos serem vinculados a interesses políticos até daria para acreditar neles devido ao ímpeto da campanha de desmoralização do governo que se vê em curso.

O grande problema é que a informação não foi apurada por nenhum instituto de pesquisa conhecido. O jornal oposicionista não diz quem fez a pesquisa e não dá detalhe algum sobre ela além do tamanho do tombo da popularidade de Dilma.

Ainda assim, vá lá, tenhamos boa vontade. Uma fonte palaciana poderia, sim, ter feito essa inconfidência a um dos maiores inimigos do ocupante do Palácio do Planalto – traição é quase uma norma na política.

Mas mesmo com toda boa vontade do mundo, reflitamos um pouco mais.

Segundo a Folha, a estrondosa queda de popularidade de Dilma teria ocorrido em abril após a presidente, em março, ter dado declarações que, na visão do veículo, contemporizaram com mais inflação em troca de mais crescimento econômico.

Até aí, tudo bem. Se formos analisar a razão para essa perda de popularidade, porém, vamos concluir que uma legião de brasileiros, que em uma década jamais deixou de apoiar o governo federal, de repente mudou de ideia por uma simples frase da presidente.

Eita povo politizado e atento, o brasileiro! Sendo verdade, estamos melhorando muito…

Mas não é só isso. Como é que a mídia, os institutos de pesquisa, os partidos de oposição, enfim, todos aqueles que anseiam há UMA DÉCADA por uma notícia dessas perderam a chance de apurar que, após tanto tempo, finalmente a artilharia deles surtiu efeito?

A última pesquisa de um grande instituto sobre a aprovação de Dilma foi a CNI-Ibope, divulgada em 19 de março. Nela, 79% dos entrevistados disseram aprovar a forma com que ela governa o país.

Em abril – quando, segundo a Folha, Dilma despencou – não foi divulgada nenhuma pesquisa, mas isso não significa que tanto o governo quanto seus adversários pararam de apurar a popularidade da presidente.

Como acreditar que uma queda tão expressiva de popularidade – dez pontos, em estatística, é uma enormidade – tenha ocorrido e a mídia e os partidos de oposição, com seus mega institutos de pesquisa, não perceberam nada e que só o governo percebeu?

O mais impressionante, no entanto, talvez não seja o “cochilo” da oposição midiática, mas a recuperação da popularidade da presidente por ela ter permitido a alta dos juros em abril e, de novo, agora em maio.

A tese sugere que juros mais altos eram um clamor nacional. Como Dilma aceitou encher um pouco mais os bolsos dos banqueiros, sua popularidade se recuperou e voltou para onde estava, ou quase para onde estava, pois hoje teria recuperado 8 dos 10 pontos perdidos.

Sob um fenômeno tão incrível (literalmente), claro que não dá para apurar se isso de fato ocorreu. Como nenhum grande instituto de pesquisa e os partidos de oposição não apuraram nada e a popularidade da presidente teria se recuperado após cair, só o que se tem é a palavra da Folha.

Fontes do governo que certamente não falaram à Folha, no entanto, disseram a este Blog exatamente o contrário, que a popularidade de Dilma não cedeu um mísero ponto e, mais ainda, que não deve ceder.

Não se descarta a possibilidade de o governo não querer admitir uma queda de popularidade que apurou. Mais uma vez, diante da imensa campanha que tomou toda a grande mídia e que vende que o país estaria em ruínas – enquanto o governo se cala –, não seria de espantar.

Contudo, é de se perguntar o que o vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, veio fazer em um país arruinado, à beira do abismo. E, ainda por cima, louco para fazer negócios com ele, praticamente implorando aos empresários brasileiros que façam negócio com seu país.

Mas vejam só o Partido da Imprensa Golpista, hein… Quanta incompetência, meu Deus! Finalmente a popularidade de Dilma caiu, só que o PIG não viu.

A volta do voto censitário

Está rolando no Facebook uma petição de militantes do PSDB que, na prática, reinstitui no país o voto censitário.

Para quem não sabe, voto censitário é a concessão do direito apenas àqueles cidadãos que atendem certos critérios que provem condição econômica.

No Brasil, o voto censitário foi estabelecido pela constituição de 1824 e abolido pela de 1891.

O voto censitário esteve em vigor durante todo o período monárquico brasileiro. Para os padrões da primeira metade do século XIX, o critério exigia renda de 100 mil-réis para votar.

Abaixo, a imagem da campanha fascista que está recebendo adesões de montes de eleitores de oposição.

João Grillo

Dilma volta para os números de Março passado e Aécio ganhou 4 com a guerra dos tomates…Descontando a margem de erros, 2 ou 3… Ainda falta muito para empatar com Marina, que tem mais simpatia dos sempre “contra” universitários… Aécio tem que partir pra cima dos 6% do Eduardo…E fica nisso mesmo, se o Lula não for candidato…Sei não, mas, sei lá!

Caracol

Chongas.
A “popularidade” caiu porque ter empregada doméstica ficou mais caro.

    Sara Bentes

    Deixe de bobagem Caracol. O salário da empregada doméstica continua do mesmo precinho mini. Aumentou apenas 8% do FGTS. A gritaria das patroas era apenas uma gritaria da ignorância.

renato

O Trabalho da mídia esta trazendo resultados.
Dilma, parece boneco de Judas, amarada no poste.
Apanha direto, até mesmo de seus aliados, que
também começam a ficar com medo de perder a mamata.
E outros estão ficando de saco cheio, de avisa-la.
Olha aí os juros, quando muitos da base aliada
disseram para não subir ela subiu duas vezes e vai
para a terceira.E então a globo que queria que subisse,
trouxe um monte de expertos dizendo que ela não deveria
subir, mais sim abaixar.Caiu na arapuca assim, simplesinho
Não conversa com o povo…Não usa a TV para aparecer..
É claro que rico não vota, pobre parou de consumir…?

Messias Franca de Macedo

FHC COLOCA EM SUSPEIÇÃO O SEMPRE SUSPEITO ‘DATAFALHA’! ENTENDA

###########################

ELIO GASPARI

O tucanato botou o dinheiro para trabalhar
Com os juros a 8%, FHC saiu da paz da renda fixa, que durante seu governo pagava 26,6%, e foi para a produção
A repórter Vera Magalhães publicou uma informação que encheu de júbilo o comissariado petista.
Fernando Henrique Cardoso, dois de seus ex-ministros e mais seis sócios criaram uma empresa que investirá num empreendimento imobiliário. Chama-se Sarlat e tem R$ 1,9 milhão de capital, com R$ 222 mil dele.
O ex-presidente explicou: “É difícil encontrar investimento em renda fixa que dê alguma coisa”.
Investimento em renda fixa é aquele em que o sujeito fica em casa e seu dinheiro rende os juros fixados pelo Banco Central. Durante o tucanato, esse tipo de aplicação rendeu, na média, 26,6% ao ano, com um pico de 45%. Hoje, a Selic paga 8%.
Em 1995, quem botava dinheiro em fundos de renda fixa nos Estados Unidos faturava 10,9%. Em Pindorama, naquele ano, renderam 18% em valores reais.
FHC tem toda razão: “É difícil encontrar investimento em renda fixa que dê alguma coisa”. Portanto, é melhor botar o dinheiro para trabalhar.
Os tucanos da Sarlat mostraram que confiam no país e patrocinaram uma linda peça de propaganda para a doutora Dilma.

em http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/113115-o-tucanato-botou-o-dinheiro-para-trabalhar.shtml

#######################

QUEM MENTIU?! O referido instituto de pesquisa que afirma: a presidente Dilma Rousseff perde intenção de votos entre os mais ricos! Ou os mais ricos que, favorecidos pela [auspiciosa] política econômica implementada pelo governo da presidente Dilma Rousseff, responderam – ‘com o fígado’ – aos questionamentos da pesquisa?!…
… Se a resposta à indagação acima indicar a segunda alternativa, os ricos, além de mentirosos [segundo o Datafolha!], seriam [ainda segundo o mesmo Datafolha!] preguiçosos, ineficientes, improdutivos e rentistas por excelência!…
… Bom, considerando ‘o domínio do fato’ da ‘plausível’ e ‘não tênue’ possibilidade de as duas projeções serem verdadeiras (sic)… Bom, aí, nenhuma novidade em Pindorama! “Tudo como antes no Quartel de Abrantes!” [Risos]… É só passar a régua e… VAPT VUPT!

… Lá isso é oposição, sô?!… Uma oposição pelo amor de Deus! O país e a civilidade merecem – e agradecem, penhoradamente!

República de ‘Nois’ Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Ulisses

No dia 2 de junho de 2013, Eduardo Guimarães, publica um artigo citando que, para a Folha de São Paulo, Dilma tinha caído 10 pontos percentuais em sua aprovação sem dizer qual tinha sido a pesquisa. Agora vem este mesmo jornal publicar pesquisa dizendo caiu 8%. Caramba, não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem!

LEANDRO

Tá colhendo o que lula plantou. Foram oito anos de crescimento e fartura de dinheiro no mundo e não fez o que era preciso. Infraestrutura, baixos impostos, reforma tributária… Só fez dar bolsas, agora chegou a conta e o dinheiro acabou.

Alexandro Rodrigues

Bye Bye Dilma 2014!

Cláudio Fajajrdo

Pode ser até manipulação da Folha. Pode ser, mas o governo da presidente Dilma deu margens para tanto. Há descontentamento no Congresso, entre os defensores de direitos humanos, entre os nacionalistas e, finalmente, descontentamento entre aqueles que já estão temendo a inflação. A presidente caminhava prepotente e orgulhosa com os debaixo e com alegre submissão com os de cima. Uma hora a vida se vinga. Já tem gente pensando em “LULA, VOLTA! VOLTA, LULA!”.

Rodrigo Leme

Considerando que os mais ricos são uma parte ínfima do país, seria necessário que Dilma caísse pesado entre as outras classes para compor os 8% de queda. Não adianta querer atrelar a queda à classes que o petismo considera “incapazes” de ter opinião.

Jose Mario HRP

2014:

Jr Fidalgo

Já começou um movimento para “culpar” a pesquisa pela queda de Dilma. Lógico, desde quando pode-se confiar de olhos fechados em algo que sai do Grupo Folhas? Mas acho que o buraco é mais embaixo. Se Dilma continuar apanhando, sem reagir, vai apanhar cada vez mais e, dizem os ancestrais, que água mole em pedra dura tanto bate até que fura. Ou seja, a presidenta tem que ir à TV, no horário das novelas, e falar com as pessoas. Caso contrário, vai continuar um bombardeio mediático cada vez mais feroz, sem nenhuma contrapartida do lado do governo. A “tática” de “deixar rolar” porque isso não atinge o “povão” não está dando certo, até porque temos uma classe média aí que só pensa com o bolso e com os referencias preconceituosos de sempre. Outro ponto é que, se não houver algum tipo de reação por parte do governo, o apoio voluntário de militantes partidários ou digitais vai continuar em processo de esgarçamento.

Cezar Gouvêa

Nesse caso não me parece que seja “…a economia, estúpido”. O fulcro está não ausência de governo, na medida que nossa mídia golpista, já no embalo da eleição de 2014, diz o que melhor lhe parece, mente para ressaltar os erros como convier à estratégia direitista, inventa a crise que estiver mais à mão no contexto do momento, e não há nenhuma contestação governamental nem de sua estrutura de apoio, que está aí para auferir os ganhos de ser situação, sem os ônus do desgaste político de ser governo. Além disso, tendo Ministros como o da Justiça, ausente ou criando impecílios à patroa, e o da Comunicação, deixando livres para ousarem e abusarem os barões da Globo, e enchendo-lhes as ‘burras’ de dinheiro, para que precisa de inimigos a futura candidata do PT?

Jose Mario HRP

Com 51% dos votos válidos já dá para ter + 04 anos.
O resto se recupera até 2014.
O que não dá é aturar tucanagens de novo.

pereira

É mais o que acham o governo dela ruim só são 9%, é uma situação ruim para a oposição, por que o que diz a pesquisa eles vão ter que remar muito, para conseguir o segundo turno, quem esta achando mole olhe o fhc em 1998, os dados eram quase ao contrário a sua aprovação, e ele levou no primeiro turno, agora a Dilma tem que pagar uma velha conta, a conta da enfase que ele deu no início do seu governo a mídia, quando ela pagar essa conta, as coisas voltam ao normal, e os candidatos da oposição nunca levaram uma porradinha, quando levaram com esses percentuais viram lama.

    José Silva

    Está esquecendo que esses 9% representam mais que o dobro de ruim no final do governo Lula que eram 4%. Se em menos de 3 anos de governo, Dilma já conseguiu dobrar o índice de ruim ou péssimo o que aconteceu nas demais faixas, como a de regular por exemplo? Eu acredito que voto seguro mesmo é só daqueles que acham o governo ótimo e bom, quando o cidadão está entre os que acham ruim ou péssimo com certeza não votará pela continuidade e aqueles que acham regular estão abertos a fazer uma outra opção.
    A oposição já sabe que está lascada, mas isso não quer dizer que eles vão jogar a toalha, o mais provável é que venham com muito mais força para tentar não morrer totalmente e do meu ponto de vista Dilma está longe de ser uma política com jogo de cintura suficiente para enfrentar isso, pois fala grosso com quem é mais frágil e fino com os poderosos e deixa isso muito a mostra para toda sociedade.
    O povão mesmo não tá nem pensando em eleição, e existe muito espaço pra bater nesse governo que pode ser facilmente taxado de mais “privatizador” que o governo FHC, que não trata aposentado como Lula tratava, que tem em seu partido muitos quadros importantes que defendem gays, e aborto em detrimento da proteção à família, que dá isenção de impostos para empresários ricos e poderosos e vira as costas para professores, médicos, e o funcionalismo público em geral. Se Dilma está pensando que se elege só com os que saíram da linha de miseráveis eu tenho minha dúvidas, pois mesmos esses estão querendo o que o governo enfrenta muita dificuldade para prover, que é desenvolvimento com melhor distribuição de renda como aconteceu ao longo do governo Lula.
    Mas de tudo isso existe do meu ponto de vista uma grande diferença entre Lula e Dilma que pode ser o fiel da balança, os movimentos sociais, Dilma trata quase todos com desprezo e arrogância, coisa que Lula jamais fez e portanto quando chega a hora da colheita colhemos o que plantamos, e acho que a plantação que Dilma fez é bem diferente da que Lula fez!!! Pra ficar bem claro o que penso, ou o Lula volta ou anulo o meu voto!!!

Deixe seu comentário

Leia também