VIOMUNDO

Diário da Resistência


CUT rebate site Metrópoles: O objetivo das Brigadas Digitais é melhorar a comunicação entre a Central e sua base
Política

CUT rebate site Metrópoles: O objetivo das Brigadas Digitais é melhorar a comunicação entre a Central e sua base


15/06/2022 - 19h42

Brigadas Digitais da CUT são instrumentos de luta por direitos dos trabalhadores

Ao contrário do que foi publicado no site Metrópoles, objetivo das brigadas é melhorar a comunicação entre a Central e a sua base, seja ela a formada por dirigentes, militantes ou simpatizantes

CUT Nacional

Tendo em vista a matéria publicada no dia de hoje, 15 de junho de 2022, no site Metrópoles, sob o título “CUT cria brigadas digitais no WhatsApp para enviar material pró-Lula”, a Central Única dos Trabalhadores tem a informar o seguinte:

1 – O projeto Brigadas Digitais da CUT é uma ferramenta que vem sendo desenvolvida e aperfeiçoada desde 2018, com o objetivo de modernizar e agilizar a comunicação da Central com os milhares de dirigentes, militantes e assessores que fazem parte das entidades filiadas e das respectivas instâncias organizativas (CUTs estaduais, Ramos, Confederações, sindicatos e associações).

2 – Todos os integrantes das Brigadas Digitais são pessoas físicas que se inscreveram e se cadastraram voluntariamente na ferramenta e deram consentimento para receber tudo que é produzido pelo setor de comunicação da CUT porque querem, espontaneamente,  conhecer e divulgar as ações desenvolvidas pela Central em prol dos trabalhadores/as, denunciar as políticas e propostas que prejudicaram e/ou vão prejudicar a classe trabalhadora, pressionar de forma legítima e cidadã os poderes constituídos e as organizações patronais para defender os interesses de toda classe trabalhadora, urbana e rural.

3 – A CUT não fez, não faz e não vai fazer propaganda político partidária. A CUT historicamente sempre se posicionou nos processos eleitorais, mas nunca pediu, não pede e não vai pedir voto para qualquer candidato. A CUT não propagou, não propaga e não vai propagar notícias sem veracidade ou comprovação. As Brigadas são também um instrumento para que possamos combater, junto às nossas bases sindicais, a disseminação das mentiras, calúnias e o ódio que tomou conta das redes sociais a partir de 2018.

4 – Assim como mantém contratos com jornalistas, advogados, economistas e vários outros especialistas em suas respectivas áreas, a CUT conta com assessoria especializada na gestão de redes sociais e comunidades digitais, para ajudar a otimizar o uso dessas ferramentas junto ao nosso público, devidamente adequada às legislações em vigor. Essa assessoria especializada em nada difere das inúmeras empresas do mercado que prestam serviços a empresas, órgãos públicos e personalidades.

5 – A CUT reafirma a sua autonomia frente aos partidos políticos, de qualquer espectro ideológico e sua total independência frente ao Estado, aos governos e às organizações patronais. Essa é uma determinação aprovada no congresso de fundação da CUT em 1983 e se constitui em uma das cláusulas pétreas do nosso estatuto.

Por isso, repelimos toda e qualquer insinuação de ingerência externa nas nossas instâncias de decisão ou em nossos meios de comunicação.

6 – A CUT, assim como qualquer outra organização da sociedade civil organizada, reitera o direito de manter seus canais de comunicação com seus dirigentes, assessores, militantes e simpatizantes, para que eles acompanhem as atividades da Central, lutas, mobilizações e posicionamentos políticos frente aos assuntos que interessam a classe trabalhadora, direito esse garantido pela Constituição Federal.


Executiva Nacional da CUT





6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

16 de junho de 2022 às 05h47

Pesquisa Eleitoral Exame/Idéia

Lula Ganha de Bolsonaro na Região Sudeste

Além de MINAS GERAIS, onde de LULA está bem à frente,

nos Estados de SÃO PAULO e do RIO DE JANEIRO

Futuro Presidente LULA TAMBÉM VENCE BOLSONARO

https://classic.exame.com/wp-content/uploads/2022/06/EXAME-IDEIA-SITE_SP_v16.jpg

https://classic.exame.com/wp-content/uploads/2022/06/EXAME-IDEIA-SITE_RIO-DE-JANEIRO7.jpg

Na CIDADE DE SÃO PAULO, LULA TEM 42%

DA PREFERÊNCIA DOS PAULISTANOS,

ENQUANTO O ASNO GENOCIDA TEM 35%.

A Capital Paulista representa 38% do
Eleitorado do Estado de São Paulo.

Responder

Zé Maria

16 de junho de 2022 às 05h02

“Emenda de Autoria do Deputado Federal Rogério Correia (PT=MG)
aprovada na Comissão de Trabalho restabelece o Valor do Salário
Mínimo em 2023 com Correção pela Inflação do Período, mais Ganho
Real pelo Crescimento do PIB: (https://bit.ly/3zEg3w4)

https://twitter.com/RogerioCorreia_/status/1536760233028210689

https://ptnacamara.org.br/site/comissao-aprova-emenda-do-pt-para-garantir-correcao-do-salario-minimo-em-2023-pela-inflacao-do-periodo-mais-ganho-real/

Responder

Zé Maria

16 de junho de 2022 às 02h18

O Bolsonaro faz Campanha Antecipada à Reeleição, com Motociatas, até na Flórida/EUA.
E o Gabinete do Ódio está permanentemente acionando as Milícias Digitais
por Telegram, WhatsApp, Instagram, Facebook, Twitter, Tik Tok e o Diabo a 4.
E nenhum Repórter da Mídia Venal se infiltrou nesses Grupos de Fake News,
muito menos procurou ‘Especialistas’ para ‘denunciá-los’ e incriminá-los’.
O que o Metrópóles fez foi uma jogada casada com a “Bancada do Crime”.
Aliás, a #ZambelliNaCadeia, servindo-se da Reportagem, já ajuizou no TSE.
Os Cutistas foram ingênuos ao pensarem que essa Milícia não faria Jogo Sujo.

Responder

Zé Maria

16 de junho de 2022 às 01h05

Com isso, esse site tá fazendo propaganda do Bolsonaro.
Pensaram que a Mídia Venal Neoliberal ia dar colher de chá?
A Ideologia do Capital estará sempre contra o Trabalhismo.
Os NeoFascistas Bolsonaristas já entraram com Ação no TSE.

Responder

    Zé Maria

    16 de junho de 2022 às 02h41

    Sendo para prejudicar a Eleição do Lula, Vale Tudo na Imprensa-Empresa Tradicional.
    O Jornal O Globo já repercutiu a Reportagem Favorável à Reeleição de Bolsonaro. E a “Bancada do Crime” (Centrão) já ajuizou Ação Eleitoral no TSE. O Estrago tá feito.

    Zé Maria

    17 de junho de 2022 às 01h05

    Na realidade, todo mundo faz ‘Campanha Eleitoral Antecipada’
    nesta época equivocadamente denominada de ‘Pré-Campanha’.

    ‘Pré’-Campanha Eleitoral é uma Ficção criada para punir Candidato
    que desagrada o ‘Status Quo’ do Poder Político, Econômico e Judicial.

    Não cabe impor uma data para Início da Campanha Eleitoral, mas sim o Término.
    Não só porque é impraticável cumpri-la integralmente, como também porque é
    Inconstitucional a Proibição da Liberdade de Manifestação do Pensamento e,
    portanto, a da Expressão da Preferência Político-Partidária. inclusive a Eventual
    Candidato a Cargo Eletivo, a qualquer tempo – só limitado às vésperas do Pleito -.
    Além disso, atualmente, não há Parâmetro Isonômico Objetivo para embasar
    as Decisões da Justiça Eleitoral, em todas as suas Instâncias, sobretudo do TSE.

    O Poder Legislativo Federal deve estabelecer os Critérios para esta Efetivação,
    pois é o Representante Popular Legítimo para promover Alteração na Lei Eleitoral.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding