VIOMUNDO

Diário da Resistência


CPI da Covid inclui no relatório final dez novos nomes na lista de indiciados
Política

CPI da Covid inclui no relatório final dez novos nomes na lista de indiciados


26/10/2021 - 12h23

Da Redação, com Agência Senado

A CPI da Covid vota hoje o relatório final.

A cúpula decidiu nesta segunda-feira (25/10) ampliar a lista de pedidos de indiciamento e incluir 10 novos nomes.

Com isso, o número de indiciados no relatório aumenta de 68 para 78.

Segundo o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI, estes dez nomes foram incluídos na lista de pedidos de indiciamento após sugestões de colegas:

Regina Célia de Oliveira, servidora e fiscal do contrato da Covaxin no Ministério da Saúde;

Helio Angotti Neto, secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde;

Antônio Jordão, presidente da Associação Médicos pela Vida;

José Alves Filho, dono da empresa Vitamedic;

Alex Lial Marinho, ex-coordenador de logística do Ministério da Saúde;

Marcelo Pires, ex-funcionário da pasta;

Heitor Freire de Abreu, ex-coordenador do Centro de Coordenação de Operações contra a Covid-19;

Hélcio Bruno, que teria intermediado negociações suspeitas de vacinas;

Thiago Fernandes da Costa, servidor do Ministério da Saúde; e

Amilton Gomes de Paula, reverendo que teria intermediado negociações suspeitas de vacinas.





6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

26 de outubro de 2021 às 23h34

Aprovado o Parecer do Relator da CPI da Pandemia por 7×4.

Responder

Zé Maria

26 de outubro de 2021 às 15h17

Parece que o Senador Cloroquina também está na Lista.
Na verdade, há muito tempo, o Heinze já deveria ter sido indiciado pela Polícia Federal por Racismo e Homofobia.
É o Líder AgroPop-Nazi-Ruralista no Rio Grande do Sul.

Responder

    Zé Maria

    26 de outubro de 2021 às 16h17

    “O senador Heinze reincidiu aqui todos os dias, apresentando estudos falsos, logo negados pela ciência. Pela maneira que incitou o crime em todos os momentos, eu gostaria de nesta última reunião dar um presente
    à vossa excelência, que será o 81º indiciado desta CPI”,
    disse o Relator da CPI da COVID no Senado Federal

    Heinze foi ávido defensor do uso da cloroquina
    no enfrentamento da covid-19 ao longo de todas
    as reuniões da CPI da Covid-19.

    Em todos os seus discursos, defendeu a narrativa
    de que médicos que se posicionam a favor do
    tratamento precoce são perseguidos, e citou
    pesquisas falsas para tentar comprovar a eficácia
    da cloroquina.
    A defesa do tratamento precoce foi a base de seu
    relatório [apresentado em separado].

    https://congressoemfoco.uol.com.br/area/congresso-nacional/renan-pede-indiciamento-de-heinze-por-defesa-do-kit-covid

    https://www.redebrasilatual.com.br/politica/2021/10/renan-pede-indiciamento-de-heinze-na-cpi-da-covid

    O Covidão dos Federais
    cada vez aumenta mais

    https://congressoemfoco.uol.com.br/area/congresso-nacional/confira-os-81-nomes-listados-em-pedidos-de-indiciamento-da-cpi/

    Zé Maria

    26 de outubro de 2021 às 16h38

    O Relator leu os nomes de 81 pessoas e empresas
    com pedidos de indiciamento indicados pela CPI.
    Segundo Renan, o “primeiro indiciado” é o Presidente
    da República, Jair Bolsonaro.
    Em seguida, apresentou outros nomes de Seis Ministros
    e ex-ministros:
    Eduardo Pazuello,
    Marcelo Queiroga,
    Onix Lorenzoni,
    Ernesto Araújo,
    Wagner Rosário e
    Walter Braga Netto.

    A lista de indiciados também inclui Três dos quatro filhos do presidente Jair Bolsonaro:
    o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ),
    o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e
    o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ).

    O relatório final sugere o indiciamento dos deputados
    federais
    Bia Kicis (PSL-SP),
    Carla Zambelli (PSL-SP),
    Carlos Jordy (PSL-RJ),
    Osmar Terra (MDB-RS) e
    Ricardo Barros (PP-PR).

    Ainda na parte da manhã da sessão o senador e integrante
    da comissão Alessandro Vieira (Cidadania-SE) pediu a inclusão do também
    senador Luis Carlos Heinze (PP-RS)
    no relatório final, como indiciado, por conta da reiterada
    disseminação de notícias falsas sobre a pandemia.
    O relator acatou o pedido e decidiu indiciar o parlamentar
    gaúcho.

    https://www.redebrasilatual.com.br/politica/2021/10/cpi-da-covid-senador-paulo-guedes/

    Zé Maria

    26 de outubro de 2021 às 19h02

    O Proponente do Indiciamento de Heinze,
    acaba de retirar a Proposta. Renan aceitou.

    Assim, o Número Total de Indiciados retorna
    para Oitenta: Bozo-ba-bá e os 79 Covidões.

    Zé Maria

    28 de outubro de 2021 às 19h17

    INDICIADOS PELA CPI DO SENADO POR

    CRIMES CONTRA A HUMANIDADE:

    JAIR BOLSONARO, Presidente da República:
    Prevaricação;
    Charlatanismo;
    Epidemia com resultado morte;
    Infração a medidas sanitárias preventivas;
    Emprego irregular de verba pública;
    Incitação ao crime;
    Falsificação de documentos particulares;
    Crimes de responsabilidade (violação de direito social e
    incompatibilidade com dignidade, honra e decoro do cargo);
    CRIMES CONTRA A HUMANIDADE (nas modalidades
    extermínio, perseguição e outros atos desumanos).

    GENERAL EDUARDO PAZUELLO, ex-Ministro da Saúde:
    Epidemia com resultado morte;
    Emprego irregular de verbas públicas;
    Prevaricação;
    Comunicação falsa de crime;
    Crimes contra a humanidade (nas modalidades extermínio,
    perseguição e outros atos desumanos).

    ONIX LORENZONI, ex-Ministro da Cidadania, ex-Chefe
    da Secretaria-Geral da Presidência da República,
    atual Ministro do Trabalho e Previdência:
    Incitação ao crime;
    CRIMES CONTRA A HUMANIDADE (nas modalidades
    extermínio, perseguição e outros atos desumanos).

    MAYRA PINHEIRO, Secretária do Ministério da Saúde:
    Epidemia com resultado morte;
    Prevaricação e
    CRIME CONTRA A HUMANIDADE.

    EDUARDO PARRILLO, empresário, Dono da Prevent Senior:
    Perigo para a vida ou saúde de outrem;
    Omissão de notificação de doença;
    Falsidade ideológica e
    CRIME CONTRA A HUMANIDADE.

    FERNANDO PARRILLO, empresário, Dono da Prevent Senior:
    Perigo para a vida ou saúde de outrem;
    Omissão de notificação de doença;
    Falsidade ideológica e
    CRIME CONTRA A HUMANIDADE.

    PEDRO BATISTA JÚNIOR, diretor-executivo da Prevent Senior:
    Perigo para a vida ou saúde de outrem;
    Omissão de notificação de doença;
    Falsidade ideológica e
    CRIME CONTRA A HUMANIDADE.

    CARLA GUERRA, médica da Prevent Senior:
    Perigo para a vida ou saúde de outrem e
    CRIME CONTRA A HUMANIDADE.

    RODRIGO ESPER, médico da Prevent Senior:
    Perigo para a vida ou saúde de outrem e
    CRIME CONTRA A HUMANIDADE.

    FERNANDO OIKAWA, médico da Prevent Senior:
    Perigo para a vida ou saúde de outrem e
    CRIME CONTRA A HUMANIDADE.

    FLÁVIO CADEGIANI, médico [experiências com proxalutamida]:
    CRIME CONTRA A HUMANIDADE.

    Lista dos 80 Indiciados pela CPI do Senado,
    e Respectivas Imputações Criminais:

    https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2021/10/26/veja-a-lista-dos-indiciados-da-cpi-no-relatorio-de-renan-calheiros


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding