VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Com apoio de sindicato, bolsonaristas promovem ato contra restrição a restaurantes
Mário de Oliveira, via Fotos Públicas
Política

Com apoio de sindicato, bolsonaristas promovem ato contra restrição a restaurantes


27/01/2021 - 10h24

O Carteiro Reaça em ação

Da Redação, com assessoria do PSDB e Agência Sindical

Levantamento feito nas redes sociais mostra que o protesto de donos de bares e restaurantes contra as restrições do Plano São Paulo, convocada para esta quarta-feira, estão sendo insufladas por bolsonaristas com o objetivo de desgastar a imagem do governador João Doria.

Deputados como Frederico D’ávila, Carteiro Reaça, Douglas Garcia e Carla Zambelli, entre outros perfis, todos adeptos do negacionismo do presidente e adversários declarados do tucano, estão usando suas redes sociais para convocar para o ato e se aproveitando do assunto para inflamar seus seguidores.

“Os bolsonaristas, que até ontem rechaçavam a vacina e hoje querem se apropriar dela, estão se aproveitando de um momento delicado para fazer proselitismo político. Eles não têm sensibilidade para com os mais de 215 mil com os mortos e suas famílias nem com os doentes internados em hospitais lotados ou morrendo sem ar pelo Brasil. Tudo que importa para o bolsonarismo é vencer a eleição em 2022”, afirmou o presidente do Diretório Estadual do PSDB-SP e secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi.

“É lamentável que usem do sofrimento das pessoas, sejam os doentes ou os empresários que passam por dificuldades, para incitar, mais uma vez, o ódio e a discórdia. Se tivessem usado seu tempo para falar de prevenção ao invés de propagar mentiras sobre a doença talvez tivéssemos saído dessa crise com mais agilidade e muitos dos problemas desses empresários fossem minimizados”, completou.

O governador João Doria anunciou medidas mais restritivas do Plano São Paulo na última sexta-feira, depois que o Centro de Contingência da Covid-19 detectou um aumento de casos, internações e óbitos causados pela doença.

As medidas vão vigorar até o dia 7 de fevereiro. Até lá, nenhuma região poderá progredir às fases amarela e verde, as mais flexíveis em relação ao atendimento presencial.

PS do Viomundo: 

O Sindicato dos Trabalhadores em Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares convoca a categoria a manifestar-se hoje (27), às 14 horas, na Avenida Paulista, pela retomada segura das atividades. Concentração no Vão Livre do Masp.


Para o Sinthoresp, a nova decisão do Governo do Estado de interromper o funcionamento de bares e restaurantes, diariamente a partir das 20 horas e por todo o dia nos finais de semana, pode prejudicar a sobrevivência de estabelecimentos e devastar o emprego. No ano passado, a entidade calcula corte de 100 mil postos de trabalho em todo o Estado.





1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Marcos Boldrin

27 de janeiro de 2021 às 12h19

Sindicato de pelegos. Puxa sacos.
Perderam a boquinha.
Pq esses “sincalistas” não vão trabalhar no bar e no restaurante no lugar de quem gosta mais de sua vida.
Se eu não me engano antes da reforma trabalhista o Brasil tinha uns 16 MIL sindicatos.
Isso aí não é sindicato isso é a extensão do braço do patrão, não defendem o trabalhador, pelo contrário, entregam o coitado do peão que for lá reclamar da empresa.
Esse tipo de sindicalista é igual o Paulinho da força sindical. PELEGO.
Esse tipo de sindicato e sindicalista qdo o cara trabalhador que levou uma queixa lá no sindicato assim que o trabalhador vai embora o sindicato liga na empresa e dedura, cagueta, entrega o trabalhador para o patrão. PELEGO.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding