VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Com 95,6% dos votos contados, Castillo tem 83.549 votos de vantagem sobre Keiko
Reprodução
Política

Com 95,6% dos votos contados, Castillo tem 83.549 votos de vantagem sobre Keiko


08/06/2021 - 11h10

Da Redação

Faltando contar apenas 4,4% dos votos, o candidato Pedro Castillo tem uma vantagem de 83.549 votos sobre Keiko Fujimori nas eleições presidenciais do Peru.

Os votos do Exterior já foram quase todos contados. Nos Estados Unidos, por exemplo, Keiko teve vantagem superior a 20 mil votos.

De acordo com o Escritório Nacional de Processos Eleitorais, houve 85.225 votos no Exterior.

Com isso, são reduzidas, mas não nulas, as chances de uma virada na reta final.

A candidata do fujimorismo já deu uma entrevista lançando dúvidas sobre o resultado e sugerindo fraude.

Pedro Castillo, por sua vez, está na sede de sua campanha em Lima cercado por apoiadores, a quem pediu paciência.

O dólar subiu e a bolsa de valores abriu em queda no Peru.

O “mercado” contava com uma vitória de Keiko, para manter as políticas neoliberais previstas na Constituição fujimorista do Peru.

Castillo pretende estatizar a principal riqueza do país, as reservas de gás natural.

De acordo com o diario El Comercio, os locais de votação ainda não contabilizados representam 325.750 eleitores, mas é preciso considerar abstenção, brancos e nulos.

Se for mantida a média de comparecimento de 75%, seriam cerca de 240 mil votos.

Para vencer, Keiko precisaria ter aproximadamente 70% dos votos restantes.





1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

10 de junho de 2021 às 16h39

Um fato intrigante sobre uma notícia internacional divulgada pela Mídia Venal é o de que há pessoas de esquerda no Brasil protestando contra o Presidente da Argentina que teria afirmado
que “os mexicanos vieram dos indígenas, os brasileiros da selva, e nós [argentinos] chegamos de barcos da Europa”.
Ora, ainda que a afirmação fosse integralmente verdadeira,
nós, brasileiros, deveríamos sentir orgulho de nossa origem silvícola, com muita honra,
e os argentinos sim, por outro lado, lamentar serem colonizados pelos brancos europeus racistas e predadores.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding