VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Blog do Planalto ri da Folha: “Eta turminha ranheta”


21/12/2010 - 17h28

Terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Eta turminha ranheta

do blog do Planalto

Vejam se não é coisa de gente ranzinza: a Folha de S. Paulo gastou uma coluna de 100 cm² de tinta e papel importados e isentos de impostos para apontar uma contradição entre o que o presidente Lula disse no programa de rádio “Café com o Presidente” de ontem e o pronunciamento que fez à Nação em 22 de dezembro de 2008. O título do texto publicado na edição de hoje do caderno Mercado é: “Lula agora pede responsabilidade na hora de gastar”.

É um exemplo do tipo de jornalismo sem compromisso com a verdade, que publica tudo que está na cabeça do editor ou do repórter, sem amparo na realidade. No caso, bastaria ter consultado a íntegra do pronunciamento do presidente clique aqui.

Todas estas informações estão disponíveis na página mantida pela Secretaria de Imprensa da Presidência .

No pronunciamento, o presidente disse aos brasileiros e brasileiras que não tivessem “medo de consumir com responsabilidade” e, se tivessem dívidas, procurassem “equilibrar seu orçamento” antes:

E você, meu amigo e minha amiga, não tenha medo de consumir com responsabilidade. Se você está com dívidas, procure antes equilibrar seu orçamento. Mas, se tem um dinheirinho no bolso ou recebeu o décimo terceiro, e está querendo comprar uma geladeira, um fogão ou trocar de carro, não frustre seu sonho, com medo do futuro.

Porque se você não comprar, o comércio não vende. E se a loja não vender, não fará novas encomendas à fábrica. E aí a fábrica produzirá menos e, a médio prazo, o seu emprego poderá estar em risco.

Assim, quando você e sua família compram um bem, não estão só realizando um sonho. Estão também contribuindo para manter a roda da economia girando. E isso é bom para todos.

No Café com o Presidente, ele disse que as pessoas deveriam aproveitar e comprar o que quisessem, “mas com muita responsabilidade para não se endividarem”:

Que as pessoas aproveitem e comprem o que quiserem comprar, mas com muita responsabilidade para não se endividarem, porque o mês de janeiro é sempre muito pesado. Então, é importante que a gente não perca o senso de responsabilidade nas nossas compras. Comprar, fazer a dívida necessária, mas sabendo que a gente precisa ter um 2011 tranquilo. Portanto, não vamos passar 2011 apenas pagando o que a gente gastou em 2010. Vamos gastar o suficiente para não atropelar a esperança e o futuro de todos nós.

Quem tenta encontrar contradição entre uma fala e outra está buscando pelo em ovo. A contradição só existe na cabeça dos ranhetas.

Para ler a íntegra, ouvir ou ler o discurso, vá ao blog do Planalto.





56 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Alvaro Tadeu Silva

20 de janeiro de 2011 às 09h32

Governo Sarney, greve no Banco do Brasil. Eu saía do prédio do BB na Rua Senador Dantas (Rio) e fui abordado por um jovem repórter, tão jovem que talvez fosse um estágiário. Fez algumas perguntas sobre a greve e franziu o cenho quando viu que eu a apoiava totalmente. No dia seguinte, levei o maior susto, minha entrevista saiu no jornal O Globo. Todas as palavras a mim atribuídas eram verdadeiras, mas o tratamento redacional tentava me levar a contradições que não havia. Fiquei injuriado. Agora, janeiro/2010, numa breve parada no Jornal Nacional, prestei atenção no Hélder Pereira (é assim o nome dele? em homenagem a D.Hélder???). É idêntico ao jornalista que me entrevistou há décadas. Se não forem a mesma pessoa, ideologicamente, são gêmeos. Vade retro…

Responder

Afernando

26 de dezembro de 2010 às 19h40

Para o PIG o copo estará sempre meio vazio e para o governo o mesmo copo estará meio cheio. Alguns dias atrás a Folha fizera a "retrospectiva" dos oito anos do governo Lula. Claro que eu não vou perder meu tempo lendo, pois eu conheço a linha editorial deles, portanto, sei exatamente o que eles vão dizer. Por outro lado, também quem não vê defeito e nem erros no Governo também não os leio. Um sim só tem valor quando se sabe dizer um não e o não só tem valor quando se sabe dizer um sim.

Responder

Mário SF Alves

23 de dezembro de 2010 às 14h09

A "análise" do PIG é sempre extemporânea. É a arte de parar o tempo, de congelar tudo que não seja seu interesse ou não esteja ao alcance de seus próprios umbigos. Afinal, o Brasil era feito por ele e o uso do cachimbo faz a boca torta. Ver contradição onde se poderia ver dinâmica da economia é soda!

Responder

Prevent Senior

23 de dezembro de 2010 às 09h57

Venhamos e convenhamos que o operário mudou a cara do país, e isso muitos tentaram e o máximo que fez foi roubar e muitoooo… Lula sou mais você.

Responder

    Jairo_Beraldo

    23 de dezembro de 2010 às 20h18

    Só faltou fechar o seu governo com odesfecho da Operação Sathiagraha. Esta sujeira vai ficar como nódoa em seu belo governo.

Marcelo Ramos

23 de dezembro de 2010 às 08h52

Internet ainda é coisa nova para a Folha. Eles ainda não se acostumaram a ser desmentidos publicamente. É uma comédia.

Responder

SérgioFerraz

23 de dezembro de 2010 às 03h33

Desejo um pésssimo 2011 para a ranheta Falha de SP e para os demais membros de nossa máfia-midiática.

Responder

TARCÍLIO MESQUITA

22 de dezembro de 2010 às 23h14

Quanto mais esses jornalecos (folha, estadão e globo, assim mesmo com minúsculas) tentam diminuir a figura do LULA (assim mesmo, em letras garrafais) mais eles desmilinguem-se e o LULA agiganta-se.

Responder

george

22 de dezembro de 2010 às 18h39

Até pouco tempo atrás , eu fazia um tremendo esforço e lia a folha, como um mal necessário. Agora ficou es tá praticamente impossível.

Responder

O_Brasileiro

22 de dezembro de 2010 às 18h19

Eu ate entendo a estupidez da Folha.
Mas o dificil e entender a estupidez dos que copiam a Folha…

Responder

Baixada Carioca

22 de dezembro de 2010 às 14h42

Ora, ora, ora. Se não fosse a Folha, quem seria? Um jornal que mantém um repórter "todinho", como diz o Cloaca, cujo objetivo é buscar informações que possam ser deturpadas, espera-se o quê?

Ia dizer "ainda bem que vivo no Rio" aí me lembrei dO Globo. Calo-me!

Responder

Carlos A. Rosse

22 de dezembro de 2010 às 13h06

Sou a favor de não dar repercussão a matérias defecadas pela Farça de São Paulo.

Responder

Marat

22 de dezembro de 2010 às 11h23

Assim como a o Impostômetro, o Sonegômetro, o Pedagiômetro e o Impostôrmetro, gostaria que vocês, blogueiros progressistas, criassem o "Estupidômetro" para o PIG… Olha que a briga pelo topo seria muito forte: Folha, Globo, Estadão, Veja et caterva…

Responder

    El Cid

    22 de dezembro de 2010 às 11h27

    Ranheta e burra! Por que apontar contradição na fala do Presidente Lula sobre questões econômicas, que são dinâmicas por natureza, distanciadas em mais de um ano , ainda mais sobre níveis de consumo ?

    É patente a oposição ranheta e burra da FSP.

Arthur Schieck

22 de dezembro de 2010 às 10h51

uma coisa que eu percebo nos textos jornalisticos, especialmente na TV eh que jornalista adora um "mas" ou "porem", mesmo que este nao faca sentido.

Responder

jofripus

22 de dezembro de 2010 às 10h45

Azenha,
Acho que a folha devia mudar seu slogan para "folha, um jornal sem pé (e principalmente) nem cabeça.". Me parece mais correto.

Responder

Fernando Oliveira

22 de dezembro de 2010 às 09h59

A Folha (de São Serra) não é ranheta não… É vagabunda mesmo!… E se por acaso encontrasse todo os cínicos, cretinos "pelos em ovos" que vive procurando, poderia se tornar o maior fabricante de perucas do mundo….

Responder

Aracy_

22 de dezembro de 2010 às 04h48

A Folha é um salão de cabeleireiros de ovos.

Responder

Julio

22 de dezembro de 2010 às 04h09

Um exemplo de consumo responsável é não comprar/assinar Folha.

Responder

Nilva

22 de dezembro de 2010 às 02h02

Nem te ligo !

Responder

Virgílio

21 de dezembro de 2010 às 21h39

O melhor mesmo é deixar até de passar os olhos nas notícias da Folha e do UOL. Agora mesmo tinha uma chamada no UOL – Caos Aéreo: 24% de atrasos… nos vôos Internacionais, sobretudo da TAM.Que tal? No meio da reportagem, falava que um dos fatores são as nevascas na Europa. É um tipo de jornalismo do esgoto… lixo da pior qualidade!

Responder

    Gustavo Pamplona

    21 de dezembro de 2010 às 23h48

    Virgílio… Este negócio de "caos aéreo" ficou até cômico e divertido…

    Acontece um probleminha num aeroporto nos EUA… o PIG acha um jeito de trazer o "caos aéreo" para o Brasil, acontece um outro probleminha num aeroporto da Euopa, o PIG novamente tenta trazer o "caos aéreo" para o Brasil.

    Eu assisti agora a pouco um vídeo no site do JN (*) falando sobre o "caos aéreo" na Europa e me diverti vendo as cenas de passageiros dormindo no chão dos aeroportos, outros pegando trens e por aí vai.

    Não importa se você vive num país "desenvolvido" ou não… Todo mundo é sujeito as mesmíssimas coisas. Afinal de contas… ninguém é capaz de voar por conta própria…

    E sabe o que mais me diverte: É o PIG achar que isto algum dia pode derrubar um presidente… (hahahhahahaa)

    (*) Já tem um bom tempo que parei de assistir o JN na íntegra pela TV.

    El Cid

    22 de dezembro de 2010 às 11h28

    Gustavo, os ranhetas da Folha não publicaram a ausência de contradição no discurso do presidente Lula, explicitada no blog do Planalto. E, para não perder o costume, colocam um adendo no final da matéria para nos lembrar que a turma do Lula é autoritária e não perde a chance de quer meter o bedelho no reino encantado da libertinagem da imprensa.

    Folha, vocês, além de ranhetas, são ridículos.

    Gustavo Pamplona

    22 de dezembro de 2010 às 14h40

    E isto aí… Marcus Vinicius, vulgo "conterrâneo". ;-)

mello

21 de dezembro de 2010 às 21h33

Os jornalões não escondem a frustração, o despeito e a impotência diante do sucesso popular, nacional e internacional do Presidente Lula. Rasgam-se todos.

Responder

sergio

21 de dezembro de 2010 às 21h29

Slogan ideal para a Folha: lixo tóxico.

Responder

Svibra

21 de dezembro de 2010 às 21h24

Incrível como estamos todos dando tanto valor ao que os míseros (com todo o respeito) 3 ou 4% pensa e diz.

Vamos usar melhor nossas energias para alargar o caminho que Lula abriu: vamos apreender e ensinar o que é ser brasileiro – ter pátria, defende-la e por ela ser defendido – levar o interesse coletivo da nossa sociedade a um patamar maior do que o do nosso próprio e os das empresas aqui instaladas ou que aqui operam.

Responder

Polengo

21 de dezembro de 2010 às 21h10

Pois é, nas últimas 32.476 vezes, eu via a manchete dos ranhetas e pensava: meu deus, agora não dá mais pra piorar.

Agora são 32.477.

Responder

Luis

21 de dezembro de 2010 às 20h51

Tenho uma proposta concreta para o Tiririca, a ser apresentada como projeto de lei:
Proj de Lei nº —
"Dispõe sobre o uso das tintas de impressão dos jornais do PIG"
Art.1º. Os jornais do PIG ficam obrigados a usar tintas de impressão neutras quimicamente.
Parag. único – Entre seus componentes ficam proibidos produtos químicos que causem danos às mucosas anais.
Art. 2º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.
Justificação (e não, justificativa): dispensa-se justificação.

Responder

Marat

21 de dezembro de 2010 às 20h43

"[…] a Folha de S. Paulo gastou uma coluna de 100 cm² de tinta e papel importados e isentos de impostos para apontar uma contradição"… esse é o maior problema: agredir a natureza, para repetir as mesmas bobagens, para as mesmas pessoas lerem, para repetirem os comentários dos dias anteriores, para os mesmos votarem no PSDB e verem o Brasil do PT evoluir e SP do PSDB ir para o buraco…

Responder

Gerson Carneiro

21 de dezembro de 2010 às 20h32

É a comprovação do que escrevi hoje cedo em outro post: o caso da venda dos leitos do SUS pelo Goldman e a queda da USP na classificação do Webometrics, nem uma linha sequer; quanto ao que o Lula diz a marcação é implacável.

Não há muito o que dizer desse jornalismo porco.

Responder

    Marcos

    21 de dezembro de 2010 às 23h45

    E o pior: fazendo um esforço hercúleo e inútil para encontrar uma contradição no que o Lula disse naquela ocasião e no que disse agora. Está claríssimo que não houve qualquer contradição. O país está avançando como nunca, sob o comando de um governante extraordinário (o Lula), o maior / melhor que já tivemos, e os manés do PIG tentando o tempo inteiro encontrar pêlo em ovo. A má-fé, a maldade, a soberba e o egoísmo brutal adoeceram essa gente. Não tenho dúvida de que essa gente está muito enferma (da alma).

    Gerson Carneiro

    22 de dezembro de 2010 às 09h39

    se deixar os danados encontram contradição até no discurso de Jesus na Santa Ceia.

Francisco

21 de dezembro de 2010 às 20h21

Às vezes eu me pergunto se o Estadão contrata e paga o pessoal que participa da sua versão eletrônica. Eu fico seriamente na dúvida se são pessoas normais. Talvez sejam adolescentes, sei lá… (adolescente não é lá muito normal mesmo). De todo modo, não é concebível que sejam pessoas que já tenham lido algum, qualquer um, livro sobre História do Brasil. Todas tentam sintetizar questões complexas em duas ou quatro frases que sempre acabam com a palavra "petralhas". Parecem ser de torcida organizada ou algo assim… me assustam…

Responder

    Santos

    22 de dezembro de 2010 às 00h36

    Você que falou de profissionais novos, devem começar a separar o repórter/jornalista da pessoa. As vezes, o repórter acha que tudo isso que ele escreveu é uma besteira sem tamanho, mas fazer o que? é o editor e o dono de jornal que pagam o salário dele, então ele deve escrever o que os bam-bam-bam do aquário querem ler.

    Lembram da Maria Rita Kehl ? Do que aconteceu com ela quando ela resolveu escrever o que achava REALMENTE?

    Pensem nesse fator.

Bernardeth Arcanjo

21 de dezembro de 2010 às 20h21

Perderam e perderam feio! E agora vão fazer o que?
Jogaram todas as fichas no Padin pade Çerra e dançaram "bunitinho"!
Eu gostaria de algum blogueiro por ai me desse notícias do Bispo Bergoinzine de Guarulhos e também do Mala veia! Alguém sabe onde andam?

Responder

    marinho

    22 de dezembro de 2010 às 07h27

    Mala veia apreceu fazendo uma reportagem na globo (hic,hic,hic) ha mais ou menos dois dias nos seu rjtv

David R. da Silva

21 de dezembro de 2010 às 20h03

Só em saber que o PIG não paga impostos……estou furioso…..Mil vezes Bandidos! GOLPISTAS! Pregam o livre mercardo 24 horas e não PAGAM IMPOSTOS, especialmente sobre o PAPEL….é muita picaretagem…Vamos exigir cobrança de impostos pro PIG e já! de Belo Horizonte.

Responder

Edemerson Aquino

21 de dezembro de 2010 às 19h24

Gente,
quem ainda lê jornal? Com internet, deve fazer mais ou menos 5 anos que não sujo (literalmente) os meus dedos com essa porcaria. Esses jornais não servem nem pra embrulhar peixe !!!

Responder

Blog do Planalto ri da Folha: “Eta turminha ranheta” » O Recôncavo

21 de dezembro de 2010 às 19h17

[…] Blog do Planalto ri da Folha: “Eta turminha ranheta” Nunca antes na história deste país um presidente esteve tão a vontade para rebater a grande mídia, ex-formadora de opinião. Amanhã vão dizer: "Presidente se despede com ataques à imprensa". O PIG é, antes de tudo, previsível. Por Charles Carmo Do Blog do Planalto por meio do Vi o mundo […]

Responder

Gustavo Pamplona

21 de dezembro de 2010 às 19h13

Escolham o slogan:

1 – "Folha: Não dá para ler."
2 – "Folha: Um jornal a desserviço do Brazil"
3 – "Folha.com – Primeiro jornal em tempo irreal em língua portuguesa"

Responder

    Gerson Carneiro

    21 de dezembro de 2010 às 20h18

    Ah, eu prefiro esse:

    4 – "Folha – O jornal do Gargamel".

pperez

21 de dezembro de 2010 às 19h12

Entre outras utilidades da Folha, O Globo e Estadão está a de servir de mictório e cagatório para os lulus.
Digo que é um prazer utilizar os bons serviços destes periódicos nesta tarefa.

Responder

Gustavo Pamplona

21 de dezembro de 2010 às 19h11

[youtube XanPs8qVg34 http://www.youtube.com/watch?v=XanPs8qVg34 youtube]

Responder

El Cid

21 de dezembro de 2010 às 19h02

O importante é não deixar sem resposta!!! Minimizar qualquer tentativa pignolenta de enganar a opinião pública!!! Rir bem muito da cara deles e desejar-lhes um ótimo Natal e um Feliz Ano Novo…

Responder

El Cid

21 de dezembro de 2010 às 18h53

Ainda bem que não leio e não limpo a b…. com a referida ! Basta o Estado de Minas…

Responder

Paulo Villas

21 de dezembro de 2010 às 18h37

O Globo , na edição de domingo , publicou um caderno especial sôbre a era Lula. Adorei, coube certinho na caixinha do Zulu , o meu gato.

Responder

Maria Lucia

21 de dezembro de 2010 às 18h21

O Lula é um Patrimônio Nacional!
Ele é que pensa que vai ficar só descansando durante dois ou três meses, depois que descer a rampa do Palácio do Planalto ! Vai dar não! Uns quinze dias, está de ótimo tamanho. Mais do que isso, morreremos de saudade.
Precisamos do Lula, com suas magistrais aulas de bom senso e lucidez, para contrabalançar tanta estupidez que a propaganda empurra goela abaixo da população há séculos, sem dó nem piedade.
Precisamos do Lula para acreditarmos em nós mesmos – enquanto um Povo e uma Nação – e em nossa imensa capacidade de superação. Precisamos da sua sabedoria, da sua inocência e da sua infinita paz interior.

Responder

Jorge

21 de dezembro de 2010 às 18h19

Ranheta e birrenta. Tadinha da FSP, agora só falta o clássico "te odeio, te odeio, te odeio…", mas feito às claras.

Mas em se tratando de PiG, acho que eles querem é fechar com chave de ouro; birrentos gostam de ter a última palavra.

Responder

Eleonora Balbo

21 de dezembro de 2010 às 18h15

O jornalismo acanalhado da Folha de S.Paulo tem de ser denunciado pelo que é: jornalismo acanalhado, de acanalhamento da opinião pública.

Achei patético esse "meninos ranhetas", usado à guisa de crítica. Farejo aí a solidariedade corporativa de jornalistas com jornalistas. Enquanto jornalista defender jornalista, a coisa não melhora. É como traficante defender traficante, porque, se um dançar, dançam todos. ACHEI horrível essa matéria do blog do planalto. De fato, é equivalente à da Folha, só que a favor. Lula AINDA NÃO ENCONTROU jornalismo que lhe faça justiça. Lula está ANOS LUZ à frente do jornalismo brasileiro.

Responder

Glecio_Tavares

21 de dezembro de 2010 às 18h10

Cada vez que entro no site da folha e leio comentarios la, entendo que a folha ajuda a criar uma realidade paralela, onde pessoas sem noção, acham a realidade lixo que gostariam de viver. A folha ja morreu só falta uma pá de terra. Não está na hora de cortar subsidios de impostos para veículos que não ajudam o Brasil de verdade?

Responder

    Bertold

    21 de dezembro de 2010 às 21h23

    Infelizmente a FSP não depende de venda de jornal ou de qualidade produtiva (nem os outros do PIG). Com os governadores do PSDB gastando quase R$900 milhoes/ano dos cofre estaduais com compras de assinaturas e "otras cositas" deles, sem contar gastos com publicidade, podem se manter tranquilamente.

José Ferreira

21 de dezembro de 2010 às 18h09

O presidente mais popular nos últimos tempos, endeusado pelo povo e odiado pela mídia, pois estes fazem partes dos resquícios que se locupletaram ao longo dos anos dos benefícios dos outroras poderosos sob a benção dos regimes ditadoriais.

Responder

Julio Silveira

21 de dezembro de 2010 às 18h07

Esses caras são riziveis. No meu tempo de serviço militar existia a figura do soldadinho do passo certo, era quando o batalhão marchava a passos iguais e vez por outra um descordenado saia do passo. Fcando ele, e apenas ele a desafinar na marcha, e condenando todo o trabalho a imperfeição . Eram os momentos em que o sargento, comandante do grupamento em ordem unida, parava e mandava o sujeito pagar flexões para passar um vexame educativo.
Acho que está faltando um sargentão para enquadrar esse PIG, fazê-los pagar umas flexões, faze-los passar por um vexame educativo para só depois os mandarem de volta a marcha humilhados. Arrogantes, parecem os soldados do passo certo.

Responder

Almeida Bispo

21 de dezembro de 2010 às 18h03

Hehehehehe!
Os "cumpanhêros" com essa história de pobre consumir…
Aguardem, o PIG vai entrar de cheio numa campanha ecológica "pela preservação da natureza": não consuma. Seu consumo (se você não é da classe dos iluminados) destrói a natureza.
"A gente não sabemos escolher presidente; a gente não sabemos tomar conta da gente; tem gente dizendo que nós é indigente. A gente somos inútchêo! A gente somos inútchêo!"
Para o PIG a música (Inútil) do Ultrage a Rigor sempre será e sempre terá que ser um hino brasileiro.

Responder

Rios

21 de dezembro de 2010 às 17h53

A Falha de SP é incrível…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding