VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Altamiro Borges: Popularidade de Bolsonaro corre o risco de derreter
Agência Brasil
Política

Altamiro Borges: Popularidade de Bolsonaro corre o risco de derreter


16/09/2020 - 10h47

Taxa de desemprego deve crescer no país

Por Altamiro Borges, em seu blog

Com a redução pela metade do auxílio-emergencial (de R$ 600 para R$ 300) e a diminuição do isolamento social, a taxa de desemprego deve crescer nos próximos meses.

Segundo o IBGE, 10,4 milhões de pessoas foram demitidas durante a pandemia, mas a maior parte não buscou emprego. Isto deve mudar agora!

De fevereiro a junho, a taxa oficial de desemprego subiu de 11,4% para 13,2%, segundo os dados oficiais.

O índice não captou os milhões de demitidos.

De acordo com o próprio IBGE, 9,9 milhões de pessoas (9,3% da população ativa) deixaram de procurar vagas em função do auxílio e da quarentena. Agora, o quadro muda!

Não é só arroz que virou produto de luxo

Além do aumento da taxa real de desemprego, a inflação também será indigesta para Bolsonaro.

Não é só o arroz que virou produto de luxo.

Os preços de outros produtos da cesta básica e de outros setores também disparam.

Como registra a Folha, “a indústria da construção alerta governo sobre preocupação inflacionária”.

Segundo levantamento feito pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), a alta dos custos das matérias-primas para o setor nos últimos dias tem sido persistente e intenso.

“Aço, cimento e PVC são os principais focos de preocupação”, descreve uma notinha sem muito alarde do jornal.

Também sem maior destaque, a Folha ironiza já no título: “Roupa é o novo arroz, dizem vendedores de shopping”.

Segundo a matéria, “o consumidor que voltou ao shopping depois da quarentena esperando liquidações ouviu de vendedores que a roupa é o novo arroz”.

Com a taxa de desemprego mais sintonizada com a realidade e o risco do repique inflacionário, a popularidade do “capetão” Bolsonaro pode derreter rapidamente.

Já há quem especule sobre o perigo de saques e revoltas contra a fome em centros urbanos. A conferir!



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

17 de setembro de 2020 às 09h40

Agora que provou do gostinho eleitoral do auxílio emergencial
BolsoAsno é capaz de tirar dinheiro da Saúde e da Educação
para inventar um programa que leve a marca do desgoverno.
Aliás, a Mídia Venal está em campanha tentando que seja feito
pela Desvinculação das Receitas Orçamentárias Obrigatórias,
retirando-as de Estados e Municípios, via ‘PEC do Pacto Federativo’,
cujo deputado relator é o mesmo da LDO no Congresso Nacional.

Responder

    Zé Maria

    17 de setembro de 2020 às 11h17

    Em Tempo

    O Relator da LDO e da PEC do ‘Pacto Federativo’
    é um Senador Medíocre Puxa-Saco do BolsoAsno.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!