Altamiro Borges: AGU pede bloqueio de R$26,2 mi de 223 terroristas que depredaram o Planalto, Congresso e STF

Tempo de leitura: 2 min
Arte: Amarildo (@amarildocharges)

AGU pede bloqueio de R$ 26,2 mi dos golpistas

Por Altamiro Borges, em seu blog

Nessa sexta-feira (14), a Advocacia-Geral da União (AGU) anunciou que ingressou com uma ação para que mais 45 terroristas sejam condenados a ressarcir os cofres públicos pela depredação das sedes do Palácio do Planalto, Congresso Nacional e Supremo Tribunal Federal (STF) no fatídico 8 de janeiro.

A AGU elevou o valor do pedido de bloqueio. Ele subiu dos R$ 20,7 milhões apontados anteriormente para R$ 26,2 milhões.

Segundo o órgão, o acréscimo foi feito após atualização do cálculo dos prejuízos no prédio do STF.

O custo do vandalismo no Supremo aumentou de R$ 5,9 milhões para R$ 11,4 milhões.

Como informa o site UOL, “os acusados nesta nova ação foram presos em flagrante no interior do Palácio do Planalto, tiveram a prisão preventiva decretada e atualmente são investigados criminalmente pelos atos. Parte deles está em liberdade provisória sujeita a medidas cautelares. Com a nova ação, já são seis processos movidos pela União para responsabilizar participantes ou financiadores dos atos golpistas”.

Bloqueio atinge 223 terroristas

O bloqueio de bens penaliza os “executores” – os que participaram diretamente da invasão e depredação dos prédios dos Três Poderes e foram presos em flagrante – e os que financiaram o fretamento de ônibus dos terroristas para Brasília e outras estruturas logísticas.

Com esse sexto processo, o total dos punidos atinge 223 terroristas, três empresas, uma associação empresarial e um sindicato patronal.

“A AGU pediu a condenação definitiva dos envolvidos para ressarcir os cofres públicos”, afirma o site.

Ainda falta apurar e punir outros promotores da ação golpista do 8 de janeiro. Entre os financiadores, até agora só foram penalizados os bagrinhos.

Não há o nome de nenhum grande empresário urbano ou rural, de nenhum famoso agrotroglodita.

Alguns deles se expuseram antes da ação terrorista e depois sumiram – inclusive das redes digitais e da mídia corporativa.

Também falta pegar os “insufladores” do vandalismo – tanto os influenciadores digitais como os parlamentares que adoram “lacrar”.

STF determina depoimento do “capetão”

Mas ainda falta punir, acima de tudo, o principal mentor de mais essa tentativa de estupro da democracia brasileira. Jair Bolsonaro segue impune, sem qualquer represália. Por enquanto, só ameaças e insinuações.

Nessa sexta-feira (14), o ministro Alexandre de Moraes, do STF, determinou finalmente que a PF tome o depoimento do ex-presidente sobre os atos golpistas.

“Determino à Polícia Federal que proceda a oitiva de Jair Messias Bolsonaro, no prazo máximo de 10 (dez) dias, devendo a Procuradoria-Geral da República ser previamente avisada do dia agendado para, se entender necessário, acompanhar a oitiva”, sentenciou.

Agora é aguardar o que vai dar esse depoimento.

Leia também:

Altamiro Borges: Anderson Torres pode apodrecer na cadeia sozinho e enjeitado

Altamiro Borges: Nelson Piquet esconde muambas do amigo ”fujão” em sua casa em Brasília

Apoie o jornalismo independente


Siga-nos no


Comentários

Clique aqui para ler e comentar

Sandra Rezende

Como Bolsonaro recebeu o Alvorada. Em 46 fotos, (o saudoso fotojornalista) Orlando Brito mostra detalhes da residência oficial do presidente da República antes da passagem de Bolsonaro.
https://twitter.com/frenteampla13/status/1648563752923541506?s=46&t=AYRgV-ht05eQiS7QIkcP2Q

Zé Maria

“A PF já procurou no galpão de alguma fazenda esses móveis surrupiados?”

https://twitter.com/frulanis/status/1647806712911474688
https://twitter.com/Marx31430250/status/1648120931632533504

“E o pessoal achou q a Ex-primeira dama
ia ficar só nas moedinhas do espelho d’água”

https://twitter.com/mmita01/status/1648070273327833091

Zé Maria

https://pbs.twimg.com/media/Ft0gahoWIAAUvDC?format=jpg

Lula e Janja querem comprar Móveis para o Palácio do Alvorada
porque os Originais foram Furtados pelo Casal que morava lá.

https://twitter.com/FalaChupetinha/status/1647508685520814082

Zé Maria

CÓDIGO PENAL
Decreto Lei nº 2.848/1940
[…]
TÍTULO XI
Dos crimes contra a Administração Pública
CAPÍTULO I
DOS CRIMES PRATICADOS POR FUNCIONÁRIO PÚBLICO
CONTRA A ADMINISTRAÇÃO EM GERAL

Peculato
Art. 312. Apropriar-se o funcionário público de dinheiro,
valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular,
de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo,
em proveito próprio ou alheio:

Pena – reclusão, de dois a doze anos, e multa

§ 1º Aplica-se a mesma pena, se o funcionário público,
embora não tendo a posse do dinheiro, valor ou bem,
o subtrái, ou concorre para que seja subtraído, em
proveito próprio ou alheio, valendo-se de facilidade
que lhe proporciona a qualidade de funcionário.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/del2848compilado.htm

Zé Maria

Detalhe:

Os Móveis que desapareceram do Palácio do Alvorada
e que estavam registrados no Livro-Tombo dos Bens
Pertencentes ao Patrimônio da União Federal devem
ser cobrados dos Antigos Moradores, Jair e Michelle,
que não fizeram o devido Registro, por Escrito, da
retirada e do destino dos referidos bens.

O Caso recente dos Presentes recebidos pela Presidência
da República de Autoridades de Países Árabes demonstra
que o Casal que ocupava o Palácio da Alvorada, até o mês
de Dezembro de 2022, considerava-os como bens pessoais.

É um Excelente Paradigma a ser utilizado numa Ação Penal.

Zé Maria

A Advocacia Geral da União (AGU) deve também ajuizar
Ação contra Jair e Michelle Bolsonaro para que devolvam
ou digam onde se encontram os Móveis do Alvorada. sob
pena de, em não o fazendo, ressarcir o Estado Brasileiro,
em Pecúnia correspondente ao Valor atualizado dos bens,
sem prejuízo de Eventual Indenização à União Federal.

Deixe seu comentário

Leia também