VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Veja diz que MBL mandou atacar o próprio outdoor para se vitimizar

24 de março de 2018 às 23h58

As fotos reproduzidas pela ITV mostram a farsa do “protesto” contra Fidel Castro em Cuba (Fotos ITV e reprodução revista Veja)

Da Redação

O Movimento Brasil Livre foi badaladíssimo pela mídia brasileira, quando era útil para promover o impeachment de Dilma Rousseff.

Kim Kataguiri, um dos “expoentes” do movimento, tornou-se colunista da Folha de S. Paulo.

Fernando Holiday elegeu-se vereador em São Paulo.

Renan Santos teve livre acesso aos microfones das emissoras de TV.

Mas, os ventos mudaram.

Primeiro a Folha, depois O Globo e agora a revista Veja resolveram investigar o MBL.

A Veja, ela mesma, quem diria, na edição deste final de semana denuncia o movimento como produtor de fake news.

A reportagem, assinada por Eduardo Gonçalves, sugere que as finanças do Movimento Brasil Livre são obscuras e que a posição política do grupo flutua, como se fosse uma “máquina de marketing” de aluguel: primeiro João Doria, depois Jair Bolsonaro e agora Flávio Rocha, o dono da Riachuelo, flertaram com o movimento.

A revista atribui ao MBL uma fake news que viralizou, segundo a qual cubanos teriam virado de costas durante o funeral de Fidel Castro, numa forma de protesto.

O Ilisp, que se apresenta como think tank de liberais de São Paulo, chegou a denunciar a Folha e o G1 por borrarem de propósito a fotografia que registrava o acontecimento, em Santiago de Cuba.

Mas, sites dedicados a desmascarar os mentirosos em rede demonstraram que as pessoas que aparecem de costas (ver fotos acima), na verdade, eram voluntários que formavam uma barreira de proteção ao cortejo.

Segundo a reportagem, o MBL tem um gasto fixo de R$ 40 mil mensais para impulsionar suas publicações no Facebook, uma enormidade, que ajuda a explicar o alcance das postagens do grupo.

A Veja vai além.

Diz que, em 2016, depois que as ocupações de escolas no Paraná por secundaristas arrefeceram, o MBL pagou pela instalação de um outdoor com elogios à sua própria atuação — e em seguida promoveu a vandalização do outdoor para posar de vítima.

Um dos organizadores do MBL, Kim Kataguiri, rebateu: “É um jogo sujo que a imprensa está fazendo, é um jogo sujo que o establishment está fazendo. Insinuando ainda que o MBL se vende. Quem se vende mesmo, e todo mundo sabe, é a Veja. Que sempre fez matéria encomendada. O engraçado é que ela nunca ataca o seu maior financiador: o governador Geraldo Alckmin”.

Afinal, quem está mentindo nesta polêmica?

Considerando o histórico de ambos, provavelmente os dois.

Apoie o VIOMUNDO

Crowdfunding

Veja como nos apoiar »

O lado sujo do futebol

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Entre os mais vendidos da VEJA, O Globo, Época e PublishNews. O Lado Sujo do Futebol é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. Um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva, revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos. Mostra como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. Fifa e CBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. Um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as Copas do Mundo.

por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet.

Compre agora online e receba em sua casa!

 

5 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

a.ali

26/03/2018 - 23h22

se merecem… são uma corja de fascistas, de mentirosos, de safados … e todos os adjetivos cabíveis nesse bando de mecatrefes…

Responder

Viviane

26/03/2018 - 09h00

Veja X MBL? Que se matem!

Responder

Gustavo Horta

25/03/2018 - 20h33

POR QUE A (PSEUDO)JUSTIÇA, OU A JUSTICA À BRASILEIRA, SÓ ANDA A PERSEGUIR O PT, SE É “TUDO FARINHA DO MESMO SACO”?
> https://gustavohorta.wordpress.com/2018/03/22/por-que-a-pseudo-justica-ou-a-justica-a-brasileira-so-anda-a-perseguir-o-pt-se-e-tudo-farinha-do-mesmo-saco/

…Minha conclusão é que até podem ser todos farinha, mas não são do mesmo saco. E se o PT, o Partido dos Trabalhadores, é o único perseguido é porque ele difere dos demais. Os políticos do PT podem até ser farinha, mas, definitivamente, são de sacos e de qualidade muito diferentes.

Responder

Bel

25/03/2018 - 11h04

Alguém entendeu esse daqui? Estão querendo fazer os coxinhas acreditarem que a transmissão do STF do dia do julgamento do HC de Lula foi ¨grampo do Moro¨? Leiam e belisquem-se: papotv.com.br/posts/em-jogada-de-mestre-sergio-moro-grampeia-o-stf-e-transmite-ao-vivo.

Responder

Deixe uma resposta