VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Opinião do blog

Seu dinheiro e o Morumbi de Pirituba


16/06/2010 - 20h48

por Luiz Carlos Azenha

A novela tem começo, meio e fim previsíveis.

À derrota espetacular de Juvenal Juvêncio, o presidente do São Paulo FC, nos bastidores, se seguirá o clamor por jogos da Copa do Mundo em São Paulo.

“Copa no Brasil sem jogo em São Paulo é um absurdo”, dirão as vozes óbvias, com a devida repercussão na imprensa e na televisão.

Surgirá, então, como “salvadora”, a proposta de uma arena bilionária em Pirituba, que mais tarde seria cedida ao Corinthians, assim como aquele elefante branco do Pan, o Engenhão, acabou entregue ao outrora glorioso Botafogo, aquele que vendeu o estádio para fazer shopping.

É sempre assim: os recursos públicos, de todos nós, escorrem à vontade para atender a interesses particulares.

E, se ninguém se opuser a esta loucura, vai acontecer de novo: o Brasil gastará alguns bilhões para construir um estádio desnecessário em uma cidade que já tem vários estádios com o objetivo de sediar meia dúzia de jogos de uma Copa do Mundo.

O curioso é ver a estranha coalizão política que se forma em defesa de Pirituba. Todo mundo querendo levar o seu. Tristes trópicos.

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


147 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Guilherme Milani, SP

05 de julho de 2010 às 21h25

Qual o papel do Andrés Sanches como chefe da delegação Brasileira na Copa do Mundo da África do Sul senão "viabilizar" aos olhos do mundo os jogos de 2014 em SP numa nova arena? Mais escancarado, impossível. E o timeco de Parque São Jorge, quem diria, vai ganhar um estádio novinho às custas do dinheiro público, exatamente como ganhou aquele malfadado e tosco campeonato mundial de 2000. Pra times e dirigentes medíocres, só mesmo fazendo caridade com o chapéu alheio. Sem comentários…

Responder

Rick

22 de junho de 2010 às 23h59

Para banqueiros trilho~es de dolar estadio para o povo não !!! como se a reforma do murumbi não custase bilhôes!!!

Responder

Alex

22 de junho de 2010 às 10h15

Interessante é o fato de pouco se falar na nova Arena Palestra Itália, que será construida apenas com dinheiro privado, que será o melhor estádio da América Latina, com 45 mil lugares e com padrão FIFA. Não precisa ser a abertura, mas a Arena terá total condição de receber jogos do Brasil e de outras seleções.

Responder

João

22 de junho de 2010 às 12h03

O Laudo Natel fez o povo pagar o Morumbi, o Corinthians tb tem direito.

Responder

    Alex

    22 de junho de 2010 às 10h10

    O Corinthians, o Palmeiras, o São Paulo, nenhuma instituição privada tem o direito de se beneficiar de dinheiro público.

francisco.latorre

19 de junho de 2010 às 11h29

sintomático..

quem defende a negociata é o demotucano daniel sorrillo. reaça anti-lula.

negocião.. também quero..

vão fazer um centro comercial..

aí a tucanalha põe metro.. urbaniza.. e diz que não teve dinheiro público.

com apauso dos gambás invejentos.

e mais..

lula.. o maior entre os corintianos.. mandou bala. a favor do morumbi.

ele sabe.. é maracutaia.

..

Responder

Fernando

18 de junho de 2010 às 12h43

O Corinthians é só a ponta final, o que interessa mesmo a prefeitura é a licitação para a construção (de alguns BILHÕES).
Por este motivo, pode ser, que o prefeito mude até de time que torce, se já não o fez.

Responder

Alexandra

18 de junho de 2010 às 00h04

Isso aí… Vai ver lá na França e na Alemanha eles tem problemas nas periferias de Berlim e de Paris como aqui, onde o povão tem que pegar buzão às 5 da manhã em Campo Limpo, Ermelino Matarazzo, Tabõao, etc., e com muita sorte não ser assaltado ou morrer num acidente numa Van clandestina. Definitivamente não precisamos de obras de infra-estrutura e de melhores condições de vida.Viva a irresponsabilidade! Viva a gastança! Moramos num paraíso e não tem nada demais construir mais um estádio de futebol numa cidade que já tem pelo menos 3 ou quatro! Liberou geral. Vamo que vamo!!!

Responder

Bobera

17 de junho de 2010 às 22h43

Quem decretou que o Estado brasileiro não pode financiar obras para a Copa 2014 e Olimpiadas 2016?

O Stade de France foi construído apenas com recursos privados?

O Estádio Olímpico de Berlim foi reformado sem nenhum centavo do governo alemão?

Os comentários estão muito neoliberais por aqui. "Dinheiro público, NÃO!!!" Como assim? E os investimentos que são necessários? Parece que há uma certeza que os recursos públicos serão desperdiçados e não haverá retorno de forma alguma. O governo brasileiro deve sim, investir nos dois grandes eventos e cuidar para que o retorno e o legado sejam úteis para o Brasil futuramente. Como todo investimento.

Responder

Fabio

17 de junho de 2010 às 22h37

O dinheiro para a reforma do morumbi viria de onde?E o dinheiro para as desapropriações que seriam necessárias para a construção de estacionamentos?
Reformar o velho ou construir um novo , acho que daria no mesmo pois ambos necessitariam de dinheiro público.
E se é para colocar dinheiro público para construir estádio , que se construa numa região mais necessitada da cidade onde junto com o estádio seja investido em infraestrutura , transporte, hospitais e isso traga desenvolvimento para essa região carente .
Pirituba não tem nada concreto, só especulação. Até o momento o que se tem de concreto é o veto ao morumbi.
Só para apimentar a discussão , a inauguração total do morumbi ocorreu em janeiro de 1970 , Laudo Natel foi vice governador em 1962 , substituiu Ademar de Barros como Governador em 1966 por 8 meses.

Responder

Gerson

17 de junho de 2010 às 22h28

Mãos ao Alto II

Prefeitura quer túnel de 12 km para circulação de trens entre Lapa e Brás (tá lá no site do Estadão)
http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,prefei

Enlouqueceram de vez !

Responder

Sagarana

18 de junho de 2010 às 01h03

Ô Azenha, será que a sua ficha tá caindo também?

Responder

Bobera

17 de junho de 2010 às 22h54

Primeiro: O presidente Andres Sanchez já declarou que o Corinthians não assumirá o novo estádio, se é que ele vai existir.

Azenha, vc precisa se informar melhor sobre este assunto.Abra o link abaixo.
http://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mun

Segundo: O Estado está proibido de financiar obras para a realização da Copa? Quem decretou isso? O Stade de France foi construído unicamente pela iniciativa privada? E o Estádio Olímpico de Berlim? Não teve nenhum centavo de "recurso público" para ser reformado?

O Estado brasileiro deve sim, investir na Copa 2014 e Olimpíadas 2016 e organizar-se para obter o devido retorno.

Responder

j. p. badaro

17 de junho de 2010 às 19h41

No calor da discussão vale tudo, mas em nome de um mínimo de justiça é preciso desmentir algumas bobagens ditas sobre o Laudo Natel e um suposto favorecimento dele em favor do SPFC. Começa que o Morumbi foi inaugurado em 1960, e ele só assumiu o governo DOIS ANOS DEPOIS, e como governador eleito pelo povo. É verdade que, como bom filhote da ditadura, foi indicado como governador biônico para o período 1971/1975, mas ai o Estádio do Morumbi estava mais do que pronto. Eu vivi a época, e não me lembro de ter ouvido qualquer denúncia ou rumor de desvio de verbas do governo em favor do SPFC. Ao contrário, o clube passou um longo período sem jogadores de expressão e, logicamente, sem vitórias, por onde se concluiu que esse lance de desvio de dinheiro é papo de botequim, pura dor de cotovelo. No mais, o Azenha está rigorosamente certo. É seu dinheiro na roda, sim, em favor do Morumbi de Pirituba. E não adianta o governador de plantão e o Kassab darem entrevistas negando que haverá dinheiro público nisso, pois a partir do momento que se cogita da utilização de um terreno sobre o qual pesa declaração de utilidade pública, o meu, o seu e o dinheiro de todo mundo já começou a dançar…

Responder

maria

17 de junho de 2010 às 19h19

O dinheiro para o morumbi virá de onde?

Responder

Fernando

17 de junho de 2010 às 20h59

O PIG tá querendo botar o novo estádio na conta do Zé Dirceu.

Responder

    Claudio Marcio

    17 de junho de 2010 às 22h57

    "o Engenhão, acabou entregue ao outrora glorioso Botafogo, aquele que vendeu o estádio para fazer shopping."

    Voce ta mal informado.
    1 – O Botafogo é "O Glorioso" desde 1910, ano em que passou a ser assim chamado, por ter feito uma campanha campeã marcada por sete goleadas. Foi fundado em 1894, um dos clubes mais antigos do país, e conquistou seu primeiro título estadual em 1907.
    2 – O Botafogo é o atual campeão carioca e das 17 disputas de turno, returno e finais esteve presente em 15 vezes! Não há motivos, portanto, para o "gracejo" de "outrora glorioso.
    3 – O Estádio João Havelange, popularmente conhecido como "Engenhão" nao foi "entregue" ao Botafogo. Foi ganho em licitação pública, onde participaram outros clubes e empresas interessadas. Paga o aluguel mensal de 36 mil reais a Prefeitura do Rio de Janeiro desde agosto de 2007 e arca com os custos de manutenção que gira em torno de 300/400 mil reais mensais.
    4 – O Botafogo não "vendeu" seu estádio para um shopping. O estadio foi demolido na década de 1970, quando sua sede social tambem foi vendida a Vale do Rio Doce. O arranjo financeiro com o shopping , que possibilitou a reforma da sua sede social e a construção de um moderno CT, nao implicou em venda alguma do antigo estádio ( que já nem existia porque ja havia sido demolido!). O shopping fez a sua construção no terreno da sede social e sobre a cobertura do mesmo foram construidos gramados, concentração da equipe profissional com uma dúzia de apartamentos, além de um ginásio de basquete e vôlei, três piscinas para sócios, quadras polivalentes, restaurante e etc.

    Jairo_Beraldo

    17 de junho de 2010 às 23h03

    e a tchurma de aloprados do PT, que são os de SP.

Evandro

17 de junho de 2010 às 20h44

Azenha, na boa, sardinhas, porcos e bambis estão em polvoroza. Só vou lembrar uma coisa: 4 x 2.

E o Coringão vai ter seu estádio em Pirituba com direito a abertura de Copa do Mundo.

Corintiano paga imposto e corintiano quer estádio.

O Corinthians é um patrimônio cultural da cidade de São Paulo e do Brasil.

Não me venha com essa conversa neoliberal de que o Estado não pode dar um estádio pra plebe rude.

Pode sim.

E o Lula é nosso avalista.

Esperneiem, o estádio do Timão vem aí!

PS: Não parem de trabalhar e pagar impostos. Não soneguem nada porque assim nosso estádio fica bonitão e confortável!

Responder

    Lucas

    17 de junho de 2010 às 21h17

    Legal. Ao invés de coprar leite pros filhos vai no campo encochar e ser encochado. Depois sai quebrando tudo. E ainda quer dinheiro fácil. Toma vergonha na cara. Vá lutar pelo direito do povo brasileiro. Aplicação dos rescursos em SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA, HABITAÇÃO, ETC.

    Carlos

    17 de junho de 2010 às 23h18

    Faça-me o favor, dar de presente um estádio desnecessário a um clube que, em cem anos, além de não conseguir ganhar uma Libertadores sequer, não teve competência para construir uma estádio decente, não conseguindo ir além daquela coisa da Marginal s/nº.

Paulo

17 de junho de 2010 às 20h43

Olá,

Será que o “Copa no Brasil sem jogo em São Paulo é um absurdo” vai ganhar eco de verdade?
Eu, por mim, não tô nem aí se não hover jogos em SP.

Responder

    Jairo_Beraldo

    17 de junho de 2010 às 23h04

    Eu também estou me enrugando todo de preocupação!

Paulo Cavalcanti

17 de junho de 2010 às 19h23

Passam o "Piritubão" – para o coringão, e fazem o que, com aquela pocilga que está lá em Itaquera, doado pelo Jânio Quadros???? Ah!!! E tem outra pocilga lá no Parque Ecológico do Tietê, que agora resolveram reformar. Terreno para o povão construir casa, não arrumam, agora o Corinthians, tem no Tatuapé, no Parque Ecológico, Itaquera, e agora está querendo Pirituba???? É o fim da linha!!!!

Responder

    Yacov

    17 de junho de 2010 às 20h45

    Ah, entendi: Só o São Paulo pode ter um estádio do porte do Morumbi, construído com recursos públicos, né??? Evidente que ninguém é favorável a construção de um estádio nestas condições. Mas pelo que eu entendi, o projeto que havia sido aprovado pela FIFA foi mudado ad hoc. Porquê??? Será que a iniciativa privada, tão decantada pela tucaNADA, em parceria com o Governo do Estado e a Prefeitura, não são capazes de reformar o estádio para a Copa de 2014??? Isso para mim é puta atestado de incompetência. A meu ver, se São Paulo ficar de fora não fará a mínima falta. Aliás, a tucaNADA, com seu eterno complexo de vira-latas, é a maior crítica da Copa e das Olimpíadas no BRASIL, pois que fiquem sem nenhum dos eventos. Sâo Paulo não pode ser e não será a pedra no caminho do desenvolvimento do BRASIL.

    "O BRASIL DE VERDADE não passa na gLobo – O que passa na gLObo é um braZil para TOLOS"

Fulvio Godoy

17 de junho de 2010 às 18h40

Sou piritubano e corintiano, e não sou favorável à construção do estádio com recursos públicos em Pirituba, a cidade de São Paulo e até mesmo o distrito de Pirituba tem outras prioridades; só lembrando que alguns bairros de Pirituba sequer tem rua asfaltada, iluminação pública, rede de esgoto e um sistema de transporte descente.

Paixão à parte, creio que a opção mais racional para São Paulo seja a Arena Palestra, que está sendo reformada com recursos particulares, ficará pronta em 2012, têm fácil acesso à marginal Tietê e o principal, fica próximo do terminal RODOFERROVIÁRIO da Barra Funda.
Esqueçam abertura da Copa em São Paulo, Maracanã é o estádio ideal para isso, mas a Arena Palestra é a melhor opção para São Paulo.

Responder

    daniel sorrillo

    17 de junho de 2010 às 21h07

    Querido piritubano ACORDE !!!
    É exatamente isto que a sua região precisa, ou seja, é a oportunidade imperdível do seu bairro ser lembrado pelos governos, e com um evento deste e com um empreendimento de deste porte, toda a pirituba será melhorada, continuação do metrô desde a Barra Funda, o outro metro (linha 6) São Joaquim Brasilândia, novas estações da CPTM, duplicação da RPM, abertura de uma avenida na marginal tiete até o jaraguá (margeando a linha do trem). ACORDA PIRITUBANO CORINTIANO, SE NÃO FOR AGORA NÃO VAI SER NUNCA MAIS. É o seu bairro melhorando.

    Fulvio Godoy

    18 de junho de 2010 às 12h56

    Caro, Daniel Sorrillo

    Sou favorável à construção do estádio em Pirituba desde que seja construído com recursos particulares de patrocinadores como Nike e Traffic, assim, a administração estadual e municipal seria OBRIGADA a melhorar a infraestrutura da região, caso contrário, meu caro, é INADIMISSÍVEL investir inicialmente 1 BILHÃO de reais na construção de um estádio, Pirituba precisa de infraestrutura e não de um elefante branco construído com dinheiro PÚBLICO (a exemplo do Engenhão, no RJ).

    A propósito, o que aconteceria com os bairros pobres em torno da RPM, como Vila Mirante, Canta Galo, Aparecidinha? E a Brasilândia? É um bairro de classe média??? Os pobres seriam expulsos da região???

    Pirituba

    13 de julho de 2010 às 16h35

    será mesmo que o metrô vai chegar a pirituba? qual o custo disso, aliás isso é o que mais me preocupa: qual o custo disso para o povo de são paulo.

@MiguelBBargas

17 de junho de 2010 às 13h29

(Continuação)

A história é muito parecida com o apagão de 2001, quando em 1995 e 1996, José Serra era ministro do Planejamento, e planejou a expansão do sistema elétrico brasileiro, contando com a mão invisível do mercado, privatizando as distribuidoras de energia, e deixando por conta de empresas privadas investirem em geração. Em 2001, o sistema estava em limites críticos. Bastou uma estiagem fazendo o nível dos reservatórios baixarem, para que o Brasil fosse obrigado a racionar energia elétrica por meses.

A CBF (e a FIFA) ainda estão abertos à possível construção de novo estádio em São Paulo, coisa que o governo demo-tucano paulista é contra, alegando que o Morumbi atende. O problema é que Comitê Paulista formado por demo-tucanos ficaram um ano sem planejamento viável de modernização do Morumbi, e voltam à estaca zero com um novo projeto mais barato, e ainda sem garantias de verbas para cumprir.

Responder

    daniel sorrillo

    17 de junho de 2010 às 17h50

    Éééé… o comitê é formado por demotucanos, mas como seria se fosse formado pelos os "DOLAR NA CUECA"" e os "VALÉRIOS DO PT": Seriam os DITADÓLARES OU DITADOMENSALÃO, ou ainda os do CUECÃO DO PT !!!

    Paulo Cavalcanti

    17 de junho de 2010 às 19h19

    Quanta ignorância, meu Deus!!!!! Deve ser discípulo do Mainardi, agora comentarista esportivo da Jovem Pan.

    Leider_Lincoln

    17 de junho de 2010 às 19h48

    Como assim"SE FOSSE"?!? NÃO É! É, ito sim, formado por pessoal do DEM e do PSDB, meu caro, a incompetência, a sem-vergonhice e a safadeza é de vocês, não nossa. O Mensalão, é cria do PSDB de MG, Valério aprendeu tudo com o PSDB. E por falar em ditadura, meu caro, quem tem uma polícia criminosa, assassina e incompetente? Quem ESPIONA professores? Quem infiltra policiais em movimentos sociais? É o Serra, ô mané! Não sei com que tipo de gente você está acostumado a escrever, mas não venha aqui vomitar asneiras não. Volte para o Esgoto de onde você deve ter saído. Vá lá, babar ovo para o cara dos 50 mil, vai. Quem sabe ele te dá algum!

    daniel sorrillo

    17 de junho de 2010 às 20h55

    Concordo Leider, o PT aprendeu com o PSDB, PMDB e o DEM, e como são alunos dedicados e mais competente no que fazem, OS PETISTAS ELABORARAM UM MENSALÃO AINDA MAIOR E MAIS SÓRDIDO.
    Em matéria de maracutaia PT É ALUNO NOTA 10 E COM LOUVOR !!!! Convenhamos, afinal para o PT Hugo Cháves (amigo do Lula e da Dilma) é um Deus e o Dirceu é seu PROFETA !!!! ACORDA BRASIL !!!!

    Yacov

    17 de junho de 2010 às 20h56

    Éééééé… Parece o Galvão Bueno narrando… CALA A BOCA GALVÃO!!! Comparado aos ladrões profissionais e instituídos dos PSDB, DEM e PP, o PT não passa de um aprendiz de batedor de carteiras. Pelo que eu saiba, o Valério esta na origem dos mensalões com o Azeredo do PSDB em MInas, não??? E o suposto mensalão do PT não foi comprovado. Esse povo da direita reaça é de uma irresponsabilidade e de uma desfaçatez incomensuráveis… Se eles não dão conta do recado, e nunca dão, procuram logo alguém para jogar a culpa por sua incompetência e inépcia. É de lascar…

    "O BRASIL DE VERDADE não passa na gLObo – O que passa na gLOBo é um braZil para TOLOS"

    daniel sorrillo

    17 de junho de 2010 às 21h21

    Éééé mesmo "a verdade não passa na Globo", NÃO FALAM MAIS NADA DA CORRUPÇÃO DO PT.
    E falem mal pra ver se o Hugo DIRCEU Chaves não fecha !!!!!! Ainda falam da direita, e diz que são democráticos e de esquerda… Que esqueda que nada… são é ditadores, gafanhotos inveterados !!!!!!
    Afinal o termo "corruPTo" é bem próprio do PT, e não dá para negar, tem PT até em sua grafia.
    ACORDA BRASIL !!!!!

    cassio oliveira

    17 de junho de 2010 às 22h18

    Garoto, que salada. Dirceu não tem como fechar a Globo. Lula pode colaborar, desde que não financie a dívida da família Marinho – a maior devedora privada do Brasil – com dinheiro do BNDES. O mesmo vale para a editora Abril, segunda maior, de situação amenizada pelos contratos milionários fechado com o PSDB de SP. De resto, triste situação a de vocês, oposição a Lula: ter que debater quem rouba mais por falta de indicadores relevantes que o governo de turno e sua candidata têm de sobra: emprego, renda, PIB, etc.
    Um cordial abraço

@MiguelBBargas

17 de junho de 2010 às 13h28

(Continuação)
Seguindo as regras de mercado, a diretoria do tricolor decidiu contratar um escritório internacional, o GMP, com tradição em reformas semelhantes. Em maio deste ano, um novo projeto acabou aprovado pela Fifa com elogios.

Maio foi o prazo final para apresentar mudanças nos projetos e junho é o tempo para apresentar garantias de cumprimento do cronograma financeiro.

O São Paulo FC não conseguiu viabilizar o orçamento de R$ 630 milhões da reforma apresentada à Fifa. Então, o clube mudou novamente seu projeto para baratear, ficando a reforma em R$ 265 milhões. Como o prazo para mudanças nas propostas acabou há cerca de um mês, o Comitê Organizador desqualificou o Morumbi.

(continua)

Responder

@MiguelBBargas

17 de junho de 2010 às 13h27

(Continuação)

Seguindo a cartilha neoliberal demo-tucana, José Serra e Kassab, deixaram tudo por conta da mão invisível do mercado, para que a iniciativa privada e a diretoria do São Paulo Futebol Clube se virassem com a reforma do estádio, de sua propriedade.

É sabido que os clubes brasileiros tem dificuldades financeiras até para manter seus craques, apesar de também ser sabido da má gestão e corrupção de muitos cartolas. Mas, até por isso, era óbvio que deixar tudo na mão de clubes tinha tudo para não dar certo. Era necessário formar um tipo de parceria público-privada, com forte proteção ao interesse público, e com forte fiscalização estatal para impedir desvios.

(continuação)

Responder

@MiguelBBargas

17 de junho de 2010 às 13h27

Publicado no sítio "Amigos do Presidente"

Neoliberalismo de Serra provocou apagão da Copa 2014 em SP

Em maio do ano passado a Fifa confirmou as 12 sedes da Copa do Mundo de 2014 no Brasil, incluindo o Estádio Morumbi na capital Paulista, mediante reformas.

José Serra (PSDB/SP) e Gilberto Kassab (DEMos/SP) fizeram sua festa particular diante dos holofotes televisivos. O Morumbi deveria abrir a Copa e ser uma das sedes das semi-finais.

O comitê paulista organizador da Copa é comandado pelo tucano Caio Luiz de Carvalho, presidente da SPTURIS ─ Empresa de Turismo e Eventos da Cidade de São Paulo (estatal da prefeitura).

(Continua)

Responder

Benedito

17 de junho de 2010 às 13h15

Não sou palmeirense (aargh!), mas o Palestra Itália seria o estádio mais conveniente pra São Paulo na Copa. As obras já começaram, fica perto do metrô, perto da Marginal Tietê e ao lado de dois grandes Shopping Centers que poderiam negociar o espaço dos seus estacionamentos para os dias de jogos da Copa. O Pirituba poderá se transformar num saco sem fundo de falcatruas, o Pacaembu é tombado pelo patrimônio histórico e o Morumbi é fora de mão, com acesso difícil, não tem espaço pra estacionamento, não tem metrô nem trem e é longe de tudo e de quase todos. Por que não o Palestra?

Responder

    Jairo_Beraldo

    17 de junho de 2010 às 23h05

    Mas o curintias está louquinho pela construção dele.

luiz reis

17 de junho de 2010 às 12h49

A farra é clara e em todo grande evento é assim! A iniciativa privada aqui e em outros lugares do mundo odeia investimento público como transferência de renda (aumento de aposentados) ou pagamento de salários, mas adora quando o estado entra para salvar empresas ou investir em eventos privados. O Morumbi é privado então o dinheiro para sua reforma tem que ser privado, assim como a construção de qualquer estádio tem que ser com recursos privados. Aliás, o presidente Lula afirmou quando o Brasil foi escolhido como sede em 2014 que os investimentos em infraestrutura e logística seriam públicos, mas os estaádios seriam todos com recursos privados, já que o "legado" que fica é exatamente serem utilizados como arena para diversos eventos esportivos ou não e, segundo me consta, por exemplo, um show da Madonna não é um evento em que o estado seja investidor… ou estou totalmente enganado? É safadeza sim e lamento imensamente que este governo não consiga se impôr diante dos Ricardos Teixeiras da vida… sou Dilma desde criancinha e espero que ela dê uma travada nessa palhaçada toda! É MUITO dinheiro!!!

Responder

LuisCPPrudente

17 de junho de 2010 às 11h56

Dinheiro Público não pode ser gasto num estádio particular (nem para reformar nem para ampliar) e tampouco na construção de um novo estádio.

São Paulo já tem vários estádios, o certo era reformar o Morumbi, que é um estádio razoável, já está previsto a chegada do metrô próximo deste estádio, era só fazer outras melhorias viárias que privilegiasse o transporte público.

A Arena de Barueri não sei se tem a capacidade mínima exigida pela Fifa, se tiver, não deve ficar tão caro para a iniciativa privada fazer os ajustes necessários para adequar este estádio. E Barueri não é longe da capital paulista.

Responder

    Jairo_Beraldo

    17 de junho de 2010 às 23h06

    Está em São Paulo…isso basta.

Tomudjin

17 de junho de 2010 às 11h52

Até que enfim, o estádio do corinthians vai sair.
Tudo bem que vai ter que mexer nos bolsos de palmeirenses, santistas, sãopaulinos etc.
Fico as vezes em dúvida sobre quem está a mais tempo no poder: Kim Jong-il ou Ricardo Teixeira.

Responder

EdiSilva

17 de junho de 2010 às 11h52

Uma vez glorioso, sempre glorioso!
Viva o fogão!
O que é que o Fogão tem a ver com esta briguinha do outrora grande estado do Brasil?

Responder

Paulo V

17 de junho de 2010 às 11h47

Chega de quererem mamar nas tetas do contribuinte!
Porque não fazem que nem o Grêmio, que deu o estádio dele para a certa construtura que já está começando a erguer a Arena. Alías, a mesma construtura aí do buraco de SP, logo familiarizada com as interpéries do tempo nesta região.
Dêem o Murumbi e mais 20 ou 30anos de 70% da renda do novo estádio.

Responder

Marcelo de Matos

17 de junho de 2010 às 11h31

Se fizermos uma campanha contra a construção de estádios com dinheiro público em Sampa o que ocorrerá? O dinheiro irá todo para o Rio, como já foi no Pan e irá, agora, na reforma do Maracanã. Construir um estádio para depois doá-lo ao Corinthians é uma empreitada que agradará não só ao corintiano Lula, mas, ao palmeirense Serra e ao (sei lá) Kassab. Os políticos não deixarão passar em branco essa oportunidade de angariar votos da massa. O triste é saber que construiremos grandes estádios para abrigar um futebol de veteranos que terminaram seus melhores dias no velho mundo. Para justificar tanto investimento precisaríamos de uma organização futebolística moderna, o futebol empresa, que vingou em outras plagas, e não os nossos arcaicos clubes sociais. Enfim, não adianta chorar: a gastança virá, com baixo retorno financeiro e esportivo.

Responder

    Jairo_Beraldo

    17 de junho de 2010 às 23h08

    Só de tirar de sunpaulu já estaremos conquistando uma grande façanha!

Carlos

17 de junho de 2010 às 14h21

Se o dinheiro a ser gasto nesse Piritubão for dos paulistas e paulistanos, tudo bem. Não podem é usar dinheiro meu, que sou goiano e nós goianos nada temos a ver com essa história.

Responder

vinicius

17 de junho de 2010 às 14h06

Caro Azenha,a cho que antes de qualquer coisa devemos pensar se realmente vale a pena construir outro estado, e a reforma do Morumbi, tem sim que ser bancada pela iniciativa privada, afinal se for o governo é mfacil..a viuva entra com a bolsa e os espertos com o bolso..vide aqui no Rio, Engenhão, todo o complexo construido para o pam, a propria vila do pam, Cidade da Musica, e cadê as melhorias efetivas em transito, vias……

Responder

vinicius

17 de junho de 2010 às 13h51

Painel: Kassab opera em sintonia com Ricardo Teixeira para tirar Morumbi da CopaDE SÃO PAULO

Publicidade
Na contramão de suas declarações públicas contrárias à construção de novo estádio em São Paulo para 2014, Gilberto Kassab (DEM) operou em total sintonia com Ricardo Teixeira para retirar do Morumbi a abertura e eventualmente qualquer participação na Copa, informa o "Painel" da Folha, editado por Renata Lo Prete (íntegra somente para assinantes do jornal e do UOL).

A articulação culminou com uma visita recente do prefeito, levado pelo empresário J. Hawilla, dono da Traffic, à fazenda do presidente da CBF.

No encontro reservado, examinou-se um esboço de projeto do "Piritubão", arena multiuso a ser erguida na zona norte da cidade.

"Eu não posso vetar o Morumbi", disse o prefeito tricolor aos presentes. "Mas vocês encontrem os meios técnicos que nós vamos em frente."

Leia a coluna na Folha desta quinta-feira, que já está nas bancas.

Responder

Fernando

17 de junho de 2010 às 13h42

Esse estádio podia se chamar Sarneyzão.

Responder

francisco.latorre

17 de junho de 2010 às 13h40

ora..

morumbi?..

e aí?.. como a fifa ia faturar algum?..

vai sair mesmo um estádio privado.. cheio de facilidade$ tungana$..

o mesmo esquema do rio grande do norte.. cessão de áreas.. renúncia fiscal.. privataria maquiada.

morumbi?.. ora?.. e a quadrilha fifa?.. não leva nada?..e o ricardo teixeira.. nada??..

e o sanchez?.. que era dualibi e entrou pra cobrir a sujeira.. nada?..

negócio$.

e será com nosso dinheiro sim. indiretamente. sem dar pinta.

..

Responder

    Dr Marcelo Silber

    17 de junho de 2010 às 12h20

    comentário oco, sem conscistência nenhuma…
    Quadrilha, roubalheira (misturado com tortura e assasinatos, né!!!) foi a construção do Morumbi
    Laudo Natel, filhote da ditadura,amigão do peito de Emílio Garrastazu Médici (remember…) gerente da operação OBAN (argh!!) desviou até cimento para a construção do Estádio da elite carcomida paulista…
    xô atraso, viva a nova arena multi uso do Sport Club Corinthians Paulista
    (o time do povo de Sampa..)

    Diamante Negro

    17 de junho de 2010 às 13h35

    Só um completo onagro desconhecedor da história gloriosa do São Paulo Futebol Clube para com extrema dor de cotovelo insinuar que a construção do Cícero Pompeu de Toledo foi feito graças à roubalheira política. Mal sabe ele quanto tempo levou para ser erguido esse estádio e quanto tempo sacrificou o clube e o próprio time do SPFC que passou uma década sem ganahr nada, investindo tudo na cosntrução do Morumbi. Quando não souber o que escrever, fique quieto, procure saber a história e se tiver PROVAS da "roubalheira", apresente-as

    Miguel

    17 de junho de 2010 às 21h45

    Parece é que você que nãoi conhece a curta e obscura história do próprio clube. O sr. Laudo Natel, ex ecutivo do Bradesco, foi presidente do SPFW e governador biônico de SP, depois que o titular, Adhemar de Barros, foi cassado. Adhemar, que era dono da Imobiliária Aricanduva, de onde saiu o terreno terraplanado com um empréstimo escandaloso concedido pelo poder público – você sabe ao menos quem era a 'Leonor' que deu o nome ao sub bairro onde fica o estadio? Saberia que parte do "pagamento" foi o Canindé, que a burguesia assanhada tinha invadido e tomado dos alemães, depois de tentar fazer o mesmo com o Palestra?

    Miguel

    17 de junho de 2010 às 21h45

    Sabe que a doação dos 90 mil m² de propriedade do estado, ao clube, determinava contrapartidas nunca efetivadas? Que pra arrecadar fundos, o governador-cartola botou alunos da rede pública pra vender um carnê, o "Paulistão", difundido como verba pra construção de um estádio PÚBLICO? Que sacos de cimento para construções de represas foram parar nessa mesma copnstrução?

    Essa conversa de "passar uma década sem ganhar nada" só serve pra quem acha que o futebol começou com o Telê. Com apenas uma década de existência, time característico da reduzida elite, de onde sairiam os fundos pra construir esse estádio, quando ainda não existiam cotas de tv nem patrocínios milionários, mesmo sem pagar nem um faxineiro?

    francisco.latorre

    17 de junho de 2010 às 23h12

    uma década?..

    melhor se informar.. pra não dar vexame.

    ..

    e a questão da hora é a arena sanchez-cbf-fifa-serrassab.

    ..

    Miguel

    18 de junho de 2010 às 12h01

    Se informe voce sobre essa história horrenda. Quando Janio Quadros foi prefeito e tentou barrar essas falcatruas, elas já vinham de longe. Agora procure aí na rede quando Janio foi prefeito.

    Yacov

    17 de junho de 2010 às 21h03

    APOIADO!!!!

    "O BRASIL DE VERDADE não passa na gLObo – O que passa na glOBo é um braZil apra TOLOS"

    francisco.latorre

    17 de junho de 2010 às 23h09

    túnel do tempo?..

    bom mesmo foi o campeonato do kia.. com jogos anulados.

    tá devendo.. não adianta chiar.

    ..

Jordam

17 de junho de 2010 às 13h35

Estava lendo todos os comentários, o fato de as informações ainda estarem meio desencontradas, o certo que a arrogância da Diretoria do São Paulo, faz com que a CBF e FIFA baixassem a bola principalmente do Marco Aurélio, um protótipo piorado do Chico Lang, isso por que sou corintiano, agora tem uma coisa que estive pesquisando, o novo estádio seria construído não com dinheiro público e sim com o mesmo Banco que está trazendo o Felipe Scolari para o Palmeiras mais um grupo de empreiteiras, então não seria construído com dinheiro público. Mas como as coisas não estão claras devemos esperar para o final da Copa o que realmente será feito, até por que a CET esta fazendo um estudo de impacto no Play Center pode ser que o estádio seja construído por ali e nem fosse em Pirituba.

Responder

Supertramp68

17 de junho de 2010 às 12h56

Ora se o Lula "indica" empreiteiras para o Timão, leva os jogadores para comemorar o titulo com ele em Brasilia. Por que não dar um Estadio novinho ao Crintians? O Lula pooode….

Responder

    Franciscão

    17 de junho de 2010 às 18h30

    Segundo o seu próprio candidato a Presidencia, o Zé Defunto, o Lula pode tuuuuuuuuudo, né mesmo supertraste?

    Supertramp68

    17 de junho de 2010 às 19h29

    Os esquerdinhas do Maranhão que o digam…

    Jairo_Beraldo

    17 de junho de 2010 às 23h10

    Estamos falando de espoliadores paulistas…não baixe o nivel!

    Supertramp68

    18 de junho de 2010 às 11h58

    Mil desculpas Beraldo, falar da realidade do PT, realmente é baixar o nível.

    Yacov

    17 de junho de 2010 às 21h13

    Falou bem Supretrapo, O LULA PODE, fez 14 universidade e fará este estadiozinho brincando. Já o Çerrágio não pode nem com ele mesmo, não consegue nem reformar o Morumba para daqui 4 anos… Aliás vocÊ consegue explicar como é que o Çerra entrou na Secretaria do Planejamento de Sampa, no governo Montoro, com saláriozinho de Professor e saiu de lá RICO, comprando mansão e o escambau??? E os diplomas dele, cadê??? Não tem, né… CALA A BOCA GALVÃO!!!

    "O BRASIL DE VERDADE não passa na gLOBo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS"

    Geraldo Galvão

    18 de junho de 2010 às 02h10

    Você é tão escroto que não tem nome nem rosto. Covarde.

    Supertramp68

    18 de junho de 2010 às 14h50

    CALA A BOCA GALVÃO!!!!
    hahahahahahahahahah

Franciscão

17 de junho de 2010 às 09h39

O IMBRÓGLIO DO MORUMBI 3

O Grande, o Gigantaesco Esporte Clube Corinthians Paulista, vai viavilizar com recursos exclusivamente da iniciativa privada seu Estádio, moderno e a altura de sua história, que poderá sim ser utilizado no grande Torneio Internacional que se avizinha.

Aos sãopaulinos ingênuamente revoltados com os destinos que a incompetência de sua administração lhes reservou, só resta agora a resignação de sua real expressão dentro do cenário do futebol do Estado.

Em tempo, um recadinho ao querido Jairo Beraldo: O Corinthians não precisa e nunca precisou que ninguém lhe desse nada, nobre parmeirista!

Saudações Alvi-negras!

Responder

    Ivan Lima

    17 de junho de 2010 às 13h30

    O Corinthians precisa de gente que lhe dê uma Libertadores, pois é chato ser o único grande paulista que nunca a conquistou. Também precisa parar de utilizar apenas o estádio construído e mantido com recursos públicos, o Pacaembu. É certo, alguém precisa dar um estádio para o Corinthians, Que não seja, mais uma vez, com o dinheiro do povo.

    Franciscão

    17 de junho de 2010 às 18h13

    A única vez aqui em nosso Estado que o Governo deu doinheiro para construção de um estádio, foi para a construção do Morumbi, como bem destaco em meu comentário. Em ralação à Libertadores, fico com Washington Oliveto: Um torneiozinho menor… hahahahahahaha

    Yacov

    17 de junho de 2010 às 21h14

    Mas se o povo é corinthiano, qual é o problema????????????????????????????

    "O BRASLI DE VERDADE não passa na gLobo – O que passa na gLObo é um braZil para TOLOS"

Franciscão

17 de junho de 2010 às 09h39

O IMBRÓGLIO DO MORUMBI 2

O conjunto de reformas exigidas para que o elefante branco se adeque ao padrão organizacional da FIFA, esse Estádio sim, um bom exemplo da má aplicação do dinheiro público pelo então Governador Laudo Natel, como bem sabemos todos nós conhecedores da história e dos desvios dos governos biônicos da Ditadura Militar, somava a quantia de alguma coisa em torno de 600 milhões de reais.

O Clube do Morumbi, ao buscar recursos no mercado, deparando-se com o pragmatismo de sua real expressão enquanto potencial de captação, conseguiu levantar apenas 250 milhões. Um projeto adaptado aos recursos possíveis então, foi apresentado na maior cara dura à FIFA, que como não poderia deixar de ser, nem sequer perdeu tempo em analizar.

Responder

Franciscão

17 de junho de 2010 às 09h38

O IMBRÓGLIO DO MORUMBI 1

Prezado Azenha,
completamente constrangido venho aqui afirmar que você está redondamente equivocado quanto a sua avaliação do imbróglio do Morumbi. Vou creditar sua tão inusual miopia crítica, ao fato de tratar-se você de um sãopaulino convicto, como evidencia tão obviamente o conjunto de avaliações enviezadas de seu post.

Ao contrario do que afirma o seu arrogante dirigente Juvenal e a mídia corporativista, como de costume alinhada incondicional ao privilégio, o Morumbi não foi excluído de sua participação na Copa. Por incompetência, não conseguiu incluir-se!

Responder

Supertramp68

17 de junho de 2010 às 09h37

Ora se o Lula "indica" empreiteiras para o Timão, leva os jogadores para comemorar o titulo com ele em Brasilia. Por que não dar um Estadio novinho ao Crintians? O Lula pooode….

Responder

Luiz Clete

17 de junho de 2010 às 09h32

Isso aconteceu para mostrar para nós, paulistanos, que nada aqui é pensado. Do aeroporto de congonhas ao estadio do morumbi, passando pelas marginais, elevado e outos, tudo feito em cima de uma unica logica: levar vantagem em cima do dinheiro publico atraves da especulação imobiliaria. Especulação que fez a cidade crescer sem planejamento e se perder na ocupação.

Responder

dalva godoy coelho

17 de junho de 2010 às 09h30

Os BAMBIS são de uma arrogancia que não tem limite, dizem que o tal de são paulo futebol clube seus torcedores são da elite de São Paulo, mas nenhum empresario da elite quer por dinheiro no CAMPINHO deles pois é um ELEFANTE BRANCO, e agora ficam com essa choradeira, tem sim que fazer um outro estadio, e eles que fiquem com o ESTADIO mais que ultrapassado.

Responder

    francisco.latorre

    17 de junho de 2010 às 14h56

    cotovelo. doendo.

    ..

    Pedro Rocha

    17 de junho de 2010 às 13h37

    Cotovelo quebrado e latejando muito…coitadinha da gambazona

daniel sorrillo

17 de junho de 2010 às 09h14

Azenha, te admiro a muito tempo, concordo que um empreendimentos deste não deve ser em benefício de nenhuma organização priovada, mesmo vendo que seu artigo está tão sectarista. Tenho certeza que vc não mora na Vila Sônia, na Vila Pompéia, nem no Pacaembu e nem concece Pirituba. (Pirituba é um bairro da Zona Oeste/Noroeste,as margens da marginal Tietê entre as Pontes da Anhanguera e Piqueri). E o referido imóvel é lindeiro ao início da Rodovia dos Bandeirantes e a linha férrea. (desculpe mas também vejo que não conhece o projeto). Querido, São Paulo necessita de um centro de eventos que não perturbe seus moradores/munícipes, que se tenha acesso fácil sem precisar entrar na cidade (rodoanel) e futuro 3º aeroporto de SP Perus/Caieras. Além disto, traria um legado para aquela região da periferia tão castigada, com a estrutura e equipamentos que ficarão para aquele povo tão sofrido.
DÁ PRAFAZER SEM DINHEIRO PÚBLICO É SÓ QUERER !!!! COMPLEXO E ARENA PIRITIUBA, URGENTE !!!!

Responder

    Roberto

    17 de junho de 2010 às 13h12

    Caro Daniel, pelo que expôs muito bem, esta obra não tem relação com a Copa. É uma "necessidade" da cidade, certo? O que o Azenha coloca, também muito bem, e que você não entendeu é que a urgência da Copa criará a necessidade de auxílio governamental, extrapolando o orçamento, que será coberto por quem? Pela inciativa privada? Não!!!! Pelo nosso dinheiro.

    daniel sorrillo

    17 de junho de 2010 às 14h02

    Meu querido, até o momento todos estavam de acordo com o projeto morumbi, que qualquer um sabe que no final quem iria bancar seria indiretamente o contribuinte. (e veja que o morumbi já fou erguido com dinheiro público indireto de governos (ex. governo Sr. Laudo Natel). Portanto o que estou falando é que tirem os grandes eventos de dentro de bairros povoados, centralizados e sem estrutura viária suficiente e parem de perturbar a nosa cidade.
    NÃO GOSTARIA, MAS SE FOR PARA COLOCAR DINHEIRO PÚBLICO NO MORUMBI, NO PARQUE ANTARTICA, NA FAZENDINHA, É PREFERÍVEL QUE SE INVISTA EM UM OUTRO LUGAR DE MELHORAR ACESSO E QUE DEIXE UM LEGADO PARA A NOSSA PERIFERIA. E o imóvel de Pirituba é o local que tem a maio viabilidade.
    E DÁ PRA FAZER SEM DINHEIRO PÚBLICO (interessados é o que não falta).

    Fernando

    17 de junho de 2010 às 11h41

    O Engenhão fica no bairro Engenho de Dentro, no subúrbio do Rio, e não trouxe nenhuma melhora ao sofrido bairro, pelo contrário, aumentou a violência e o engarrafamento mesmo em dias sem jogo. E a população não tem qualquer acesso a ele pra praticar esportes.

    Élcio

    17 de junho de 2010 às 11h48

    O que vc está dizendo, meu caro Daniel, é que qualquer ladroagem vale a pena desde que seja para ajudar o meu time, no seu caso o Curintxa. Mas não venha jogar a sua falta de compromisso ético pra cima das outras torcidas não. Ajuda do poder público (doação de terreno, isenção de impostos, facilidades de infra-estrutura, etc.) é algo muito diferente de construção pelo poder público. Não percebe a diferença?

    daniel sorrillo

    17 de junho de 2010 às 19h08

    NÃO ! O que estou dizendo que se é pra gastar dinheiro público, que se gaste com infraestutrutura na sofrida periferia e não nos Murumbis da vida, que já se rolou muita grana dos contribuintes e spo benefecia os da alta classe.

    Luiz Carlos Azenha

    17 de junho de 2010 às 14h34

    Conheço Pirituba, assim como conheço todos os principais bairros de São Paulo. Você se esqueceu que sou repórter?

    Leider_Lincoln

    17 de junho de 2010 às 19h50

    São Paulo não é a "locomotiva"? Que use dinheiro do estado e da prefeitura então. Eu não toleroi um único centavo brasileiro nesta palhaçada. E São Paulo não precisa de mais um espaço não. Precisa é de aprender a votar. Gostam do Serra? Kassab? Quércia? Maluf? Fiquem com eles e se virem!

    daniel sorrillo

    17 de junho de 2010 às 21h26

    SÃO PAULO JÁ APRENDEU A VOTAR MEU CARO, APREENDEU AS DURAS PENAS COM A SOFRÍVEL MARTA E SUAS MARACUTAIAS…. NUNCA MAIS ELEGERÁ UM PETISTA…. VIRAM O QUE É CORRUPÇÃO E INCOMPETÊNCIA.

Sérgio

17 de junho de 2010 às 07h42

Não poderiam os clubes, os patrocinadores, o Município, o Estado e a União custearem a construção de um magnífico estádio a altura de São Paulo e do Brasil?
O nosso Maraca sempre foi motivo de orgulho para nós aqui do Rio. O novo estádio também seria e, depois da
Copa, poderia servir para a realização das finais de campeonatos, de grandes jogos e outros eventos.
O dinheiro público atenderia a todos os clubes locais e ao esporte em geral.
Por que os governantes paulistas descartam investir nisso? Falta de dinheiro não pode ser…

Responder

    Supertramp68

    17 de junho de 2010 às 09h41

    Ô Sergio, por que não no Recife? Tem que ser em SP?

Robson

17 de junho de 2010 às 07h40

Depois da VERGONHA do Pan, que até hoje não se sabe para onde foram os milhoes do superfaturamento das obras, temos que passar por mais uma desgraça do governo LULA.

1o- colocou o filho para trabalhar no Corinthian
2o – "convidou" o presidente do clube para ser o dirigente na copa, como gesto de boa vontade
3o. deixa um legado público para o timão.

sou corintiano mas tenho vergonha de ver o clube envolvido nesta "jeitinho brasileiro"

Responder

    Roberto

    17 de junho de 2010 às 11h35

    Bem, certamente dos 13 milhões de emprego que o Lula deixará escrito na historia do país, COM CERTEZA a maioria deles tambem foi para corintianos. Voce pode incluir esta entre as "desgraças" do governo Lula.

    Leider_Lincoln

    17 de junho de 2010 às 19h52

    Você deveria ter vergonha é de escrever como um semi-analfabeto e argumentar como analfabeto e meio.

    Yacov

    17 de junho de 2010 às 21h21

    Qual o problema do filho do LULA trabalhar no Timão??? Pelo que eu saiba ele é um profissional super competente e não está roubando ninguém. E o próprio Andre Sanches ( que para mim é um bundão) já disse que o Timão não tem condições de administrar o tal, suposto, eventual e ainda não construído estádio, depois da copa. Não tem jeitinho brasileiro nenhum aí, camarada, isso é coisa de sua cabeça. Não precisa se envergonhar de nada, não. E deixe de lado esse seu complexo de Vira-latas.

    "O BRASIL DE VERDADE não passa na glOBo – O que passa na gLOBo é um braZil para TOLOS"

carlos hely

17 de junho de 2010 às 07h29

São Paulo deve ficar sem os jogos da copa. Se os paulistanos quiserem tem que é pegar um busão e ir para outros estados para assistir.

Responder

    Leider_Lincoln

    17 de junho de 2010 às 19h52

    Apoiado!

    Yacov

    17 de junho de 2010 às 21h25

    Concordo ipsis literis, camarada!! A tucaNADA não vive metendo o pau na realizaçaõ da COpa e das Olimpíadas no BRASIL??? Quando o LULA conquistou estes eventos para o BRASIL , parecia que ele tinha trazido uma praga para o país. Pois agora que peguem busão ou avião (tá baratinho, né?!?) para ver os jogos em outro estado. Simples.

    "O BRASIL DE VERDADE não passa na gLOBo – O que passa na gLOBO é um braZil para TOLOS"

    francisco.latorre

    19 de junho de 2010 às 11h19

    são paulo não tem só tucano não.

    pior é goiás.. que não tem nem pt.

    tem que se virar com o pmdb.. não é leider?..

    ..

Sérgio Tenório

17 de junho de 2010 às 06h29

Época de festas juninas, nada mais justo que seja agora a formação de uma quadrilha: Kassab, Marco Polo, Ricardo Teixeira…

Responder

Jefferson

17 de junho de 2010 às 05h24

Já havia sido noticiado em maio que o Kassab e o Andrea Matarazzo estariam planejando isto (um estádio com dinheiro público ao "Curintia"). Vale lembrar que o diretor do SPFC,Marco Aurélio Cunha, é vereador pelo DEM.
Vale também lembrar que coincidentemente ONTEM, o Cunha foi eleito Líder do DEM na Câmara de Vereadores de SP.

Cabe ainda ressaltar que o SPFC já havia apresentado um projeto há quase dois meses, que havia sido aprovado pela FIFA, e estranhamente recuou. Justamente na semana de abertura da COPA.

Só registro aqui que sou são paulino e pouco me importo com o Morumbi na COPA ou não. Só não concordo com a farra de dinheiro público neste caso.
Construam um novo estádio então, mas sem um centavo do nosso dinheiro (em mais uma daquelas obras superfaturadas).

Por fim podemos chegar a seguinte equação:
– Kassab + Juvenal Juvêncio/M.Aurelio Cunha(vereador do DEM) + Ricardo Teixeira(que deu a taça de "bolinhas" a pouco tempo ao SP) + Andres Sanchez (que está como chefe da delegação lá na Africa)

Responder

felipe augusuto

17 de junho de 2010 às 01h43

Não haverá gringo que sentirá mínima falta de SP na copa, e os únicos que não irão rir caso aconteça serão os paulistas, o resto do país vai rir e muito.

Será tipo um "cala a boca galvão", nenhum gringo vai entender, mas os brasileiros em geral irão se divertir.

Responder

Estevam Silva

17 de junho de 2010 às 01h08

Tomara q o Lula não nos decepcione! Com esse envolvimento dele agora no Corinthians, vou ficar muito bravo se o time receber qquer centavo público, mesmo que seja BNDES!!!

Responder

Midionauta

17 de junho de 2010 às 00h46

Azenha, e os vídeos do Serra prometendo (e comemorando) o Morumbi para a abertura da Copa de 2014, você já viu? Pode escolher:

Com o Datena: http://www.youtube.com/watch?v=oW9L013XL0c

Com o Kassab: http://www.youtube.com/watch?v=sWuMPmz2ALw

abs!
:D

Responder

Gerson

17 de junho de 2010 às 00h44

Pirituba deve ser a bola da vez então.

A prefeitura de SP andou falando em fazer por lá um centro de convenções que teria o dobro do tamanho do Anhembi além de uma rede hoteleira pela facilidade de acesso pelo Rouboanel.(parece ser a mesma área que estão falando para o estádio).

Detalhe: O metro não chega em Pirituba (para na Barra Funda) e um pouco mais á frente (uns 5 km) estão falando em construir o novo Aeroporto Internacional, já no município de Caieiras, em uma área que pertencia a Cia.Melhoramentos.

Especulação é o que não falta.

Agora como é que vão fazer tudo isso numa região onde o metrô não chega ??

Responder

    daniel sorrillo

    17 de junho de 2010 às 09h37

    Querido o projeto contempla uma estação de metrô dentro do empreendimento, com a continuidade da linda mais 3 estações a partir da Barra Funda, (metrô de superfície) sem precisar desapropriar ninguém e sem túneis, utilizando a via férrea existente. Além disto a linha 6 São Joaquim Brasilândia terá o seu terminal no outro lado do imóvel (Pirituba e Brasilândia são bairros vizinhos).

Dr Marcelo Silber

16 de junho de 2010 às 23h42

Azenha
Ao contrário de vocês, ganhei meu dia !!!!.Juvenal Juvêncio é esnobe, arrogante e achou que ganharia " na mamata" a reforma do Morumbi. Viva os novos tempos!!! Lula se chama Luis Inacio da Silva e não Laudo Natel.
SP precisa sim, de uma arena multi uso, nova e moderna!!! SP tem uma rede de hotéis que é o orgulho do Brasil,restaurantes maravilhosos e a vocação da capital de negócios do hemisfério sul. Ha 20 anos recebe o GP Brasil de formula 1 (graças a prefeita Erundina) e as maiores feiras e congressos médicos do hemisfério!!! Lula não é bobo, sabe que a Copa precisa de SP e SP e o Corinthians (que é o time do povo) precisam de um Estádio.
Desnecessário é investir dinheiro público no feio e ultrapassado Morumbi.

Responder

    Paulo

    17 de junho de 2010 às 01h23

    Cara, como vc falou besteira!! São Paulo precisa de transporte público decente, segurança pública eficaz. Saúde pública para gente e não para animais Precisa de boas escolas. Salários melhores para seus professores. Estádio de futebol?? Com dinheiro público para no final das contas dar de presente a uma diretoria corrupta como a do Corínthians??? O Morumbi, do jeito que está, é melhor que a maioria dos estádios da África do Sul. O Maracanã é muito mais velho e ultrapassado que o Morumbi, porém, esta no Rio de Janeiro, sede da CBF. Quem ousa descartar aquele mausoléo?
    Fora Ricardo Teixeira e sua corja de ladrões!!!. Será por isso que o senhor Andres Sanches chefia a delegação brasileira na África???

    Ed.

    17 de junho de 2010 às 13h50

    Paulo, pra dizer que outros falam besteira, fala besteira, desconhecendo e denegrindo o Maracanã, que não tem nada a ver com essa estória. Comparado ao Morumbi: é maior, tem estação de trem interligado ao metrô, tem amplo estacionamento, tem cobertura nas arquibancadas, tem campo maior, tem área maior, entorno mais espaçoso, sua última reforma de atualização é mais recente, tem acesso por vias expressas, sedia eventos multi-uso recordes mundiais, é recordista mundial de público em futebol, é conhecido e reverenciado no mundo todo e já sediou abertura e encerramento de Copa do Mundo… Quanto à investimentos em outras áreas, faz sentido.

    Clóvis

    17 de junho de 2010 às 07h43

    Prezado fanático,
    ninguém havia aventado um investimento público no Morumbi, tanto que mesmo este ditador do JJ, mesmo sendo saopaulino nao gosto dele tambem, havia se negado a fazer uma reforma de estapafurdios 600 milhoes!
    Aposto que SO o novo estadio, nos moldes da FIFA, saira mais de 1 bilhao! Isso nao sai da cartola, e so ver os custos dos estadios sulafricanos!

    Gerson Carneiro

    17 de junho de 2010 às 13h11

    "Seo dotô me dê licença, pra minha história contá
    eu sou fio do Nordeste, não nego meu naturá…" Vaca Estrela e Boi Fubá – Composição: Patativa do Assaré

    Vamo pará com essa brigaiada aí!

    Em Irecê, sertão da Bahia, onde nasci, tem o Arranca Toco. Estádio que dá de 10×0 em qualquer estádio de Sun Palo.

    A linha do trem passa bem no meio do campo. A virada de tempo acontece quando o trem passa. E tem um estacionamento pra mais de 10 mil jegues. E não tem flanelinha. É tudo de grátis. Portanto, dêxa de bestage.

Dr Marcelo Silber

16 de junho de 2010 às 23h29

Luiz Carlos Azenha e blogueiros do atraso !!
Vergonhoso é você e alguns blogueiros "progressistas" (progressista+são paulino)=tucano !!!! (hehehehehehe) defenderem investimentos públicos no Sâo Paulo F.C. Já não basta ter construido o ultrapassado ´Morumbi com o desvio de dinheiro público pelo vergonhoso "Laudo Natel" chefão da OBAN em SP e governador bionico do "grande" Emilio Garrastazu Médici.Incrivel como o time da "plutocracia elistista tucana "de SP pauta a imprensa e voçes caem direitinho…Teremos um novo Estádio em SP, uma grande arena multi-uso,que gerará empregos e desenvolvimento em SP, com o auxílio do Presidente Lula, crédito do BNDS e construção pela construtora Oderbrecht.
Será o Estadio do Sport Club Corinthians Paulista, que só com a venda de camarotes, cativas e using name recuperará rapidamente o investimento feito.
Não fiquem como tartarugas ninjas do passado. O Brasil abrirá a Copa em 2014 no novo Estádio do Timão
o resto é chororô (ehehehehhehe)

Responder

    clemes

    17 de junho de 2010 às 03h04

    Dr. Marcelo, o Azenha é santista. Abs

    Dr Marcelo Silber

    17 de junho de 2010 às 00h37

    Conceição
    È lógico que eu sei disso!!
    Mas deixa eu dar uma "zoadinha"..hehehehe
    Abs e boa noite, amiga
    Marcelo

    Clóvis

    17 de junho de 2010 às 07h39

    Se a grana não for dada ao Corinthians acho tanto melhor! Levará um empregos para pirituba. Mas, sinceramente, pq acreditar que o Corinthians agora irá conseguir esta grana privada?

    Renato Mont, SP

    17 de junho de 2010 às 07h43

    Putz, ouço essa lenga-lenga há 48 anos….

    kkkkkk

    Se liga, curintiano não tem tradição nem estádio…. Cala a Boca Dr Marcelo !!!

    Leider_Lincoln

    17 de junho de 2010 às 19h53

    Ai meldels! Um novo dvorak metido a bacharel pela Uniban…

    francisco.latorre

    19 de junho de 2010 às 11h21

    inveja mata.

    ..

    Yacov

    17 de junho de 2010 às 21h30

    É isso aí!!!!

    "O BRASIL DE VERDADE não passa na gLOBo – O que passa na gLOBo é um braZil para TOLOS"

    Guilherme Milani, SP

    05 de julho de 2010 às 21h29

    O senhor tomou seu Prozac hoje?

Augusto

16 de junho de 2010 às 23h25

É sempre assim mesmo, Azenha. Infelizmente a cara-de-pau desse povo é demais! Quando se trata de de conceder 7% de reajuste aos aposentados, que mal cobre a inflação, é populismo, é compra de voto, etc. Aparece em todos os jornais! O Jornal da Globo, com Jabour, desce o pau. Tudo por causa de uma migalha que vai representar uma merreca a mais no final do mês de milhões de aponsentados (pessoas que trabalharam por um longo tempo da vida e com isso ajudaram o país). Uma paranóia por causa de nada. O Estadão chama o sempre disponível e "culto" financista Raul Veloso para mostrar que o país não aguenta tanto populismo e vai quebrar. Agora, para dar dinheiro, a fundo perdido, para o futebol, onde só tem ladão, aí não tem problema, pois, afinal, trata-se de investimento. Todo mundo que estiver no meio vai sair com os bolsos cheios de dinheiro, pode apostar. Este país é uma piada, com os aplausos da mídia!

Responder

    Clóvis

    17 de junho de 2010 às 07h37

    O próprio Lula a princípio era contra este aumento e o fim do fator previdenciário…

josé paulo badaro

16 de junho de 2010 às 23h08

Para quem não sabe, independente da Copa haverá uma estação do metrô na Av. Francisco Morato, provavelmente com o nome Estação São Paulo Futebol Clube, tal qual a do Corinthians. Dali até a porta do Estádio tem uns 2 km ou menos, a serem percorridos a pé, de ônibus ou van. Portanto, problema de transporte de massa não é. Área para construção de estacionamento existe, mas implicaria em detonar boa parte da chamada área social do clube. Apesar disso o SPFC tem interesse nesse estacionamento, pois em curto espaço de tempo recuperaria a grana investida, bastando lembrar que quem dá na mão de um flanelinha 30 ou 50 realetas para o marginal não riscar o carro, pagará de bom grado para deixá-lo num estacionamento coberto. A próposito, não há como solucionar o problema de estacionamento no caso do Pacaembú, bastando lembrar que embaixo da Pça. Charles Miller foi construído um piscinão. A menos que funcione como estacionamento em dias de jogo, mas dependendo de combinar com São Pedro, claro.

Responder

Leider_Lincoln

16 de junho de 2010 às 22h49

Azenha, Bauru tem estádio? Por que não lá? Ou em Campinas, São José dos Campos, Ribeirão…

Responder

Leider_Lincoln

16 de junho de 2010 às 22h41

Ah, a jestão tucana! Como eles são jêniosssssssssss!!!!

Responder

Vlado

16 de junho de 2010 às 22h36

Que isso, mano?
É nóis na fita!
Num se preocupe que a torcida paga a grana que o governo colocar lá!
E dá-lhe curingão!!

Responder

Glecio_Tavares

16 de junho de 2010 às 22h34

A cidade abriga um novo estadio, com estacionamento e espaço para convenções. Mas e o pacaembu? Vai ser duro chegar a um consenso, mas sou totalmente contra um projeto envolvendo o estadio 'privado' feito pelo Laudo Natel enquanto governador no tempo da ditadura. Alem de ter que refazer o panetone precisa construir estacionamento, metro e tudo com dinheiro publico? Chega né. Um estadio para 50 mil pessoas não pode custar mais que os 600 milhões da dita reforma. E quanto se gasta com estacionamento, metro e infraestrutura? O estadio tinha que ser proximo a rede hoteleira e a um aeroporto. Temos diversas linhas de metro, porem nenhuma que serve a um aeroporto. A nossa infraestrutura é um lixo. Os mais de 20 anos de governo dos seres das trevas estão cobrando seu preço. No dia do jogo da seleção a cidade inteira ficou intransitavel.

Responder

    Paulo

    17 de junho de 2010 às 01h26

    Outro "semcenternada" querendo ganhar uma arena de bandeja para os incompetentes do Curintiá…

    francisco.latorre

    17 de junho de 2010 às 12h03

    já a libertadores..

    nem com 600 milhões.

    ..

    Yacov

    17 de junho de 2010 às 21h33

    O Centenário ainda não acabou, amigão. Não cante vitória (ou derrota no caso), antes do tempo. Não cuspa contra o vento…

    "O BRASIL DE VERDADE não passa na GLOBo – O que passa na gLObo é um braZil para TOLOS"

    francisco.latorre

    17 de junho de 2010 às 23h07

    libertadores.. que é bom.. já era.

    ..

    Glecio_Tavares

    18 de junho de 2010 às 11h57

    Latorre, parece que ja estava tudo orquestrado pois ate o metro ja mudou sua prioridade, voces sãopaulinos é que acreditaram nessa historia da carrocinha, muitos dos seus torcedores votaram no Kassab por causa do anão de jardim marco aurelio cunha. Deu no que deu. http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/753035-met
    18/06/2010-07h51
    Metrô de SP muda plano após veto a Morumbi para Copa 2014 EVANDRO SPINELLI

Ana

16 de junho de 2010 às 22h13

Por que não adaptar o Pacaembu, aplicando dinheiro público no patrimônio público?

Responder

    Bonifa

    17 de junho de 2010 às 14h31

    O Pacaembu é tombado pelo patrimônio histórico. É imexível.

Fernando

16 de junho de 2010 às 21h56

O presidente Lula prometeu em entrevista ao programa Bola da Vez da ESPN Brasil que não haverá dinheiro público do governo federal na Copa 2014 e na Olimpíada 2016.

Responder

josé paulo badaro

16 de junho de 2010 às 21h46

Sou são-paulino de carteirinha; não vou muito com a cara do Juvenal Juvêncio, mas nessa estou com ele. Se quiserem enfiar dinheiro em melhorias no Morumbi que o façam com recursos privados, e não esperem que o SPFC implore por isso. Quem precisa de um Morumbi para realizar um pedaço da Copa na maior e mais adiantada cidade do país é a CBF e por extensão a FIFA, e então que paguem. Não nos recusamos a discutir uma participação e/ou indenização por benfeitorias realizadas. Essa patifaria, essa sacanagem de querer tirar o Morumbi da jogada só um trouxa não percebe, é porque com um novo estádio dá para desviar toneladas de dinheiro. Se ficassem limitados a melhorias no Morumbi, sairia bem mais barato, e em consequência daria muito menos margem para "começões". De resto, e aposto que a imensa maioria dos tricolores paulistas pensa como eu, tô pouco me lixando se vai haver aqui, ou não, algum jogo da COPA de 2014. Aliás, melhor que não tenha pois a cidade já é uma zona só em dias normais, imagine num dia de um evento desses….

Responder

@stelles_br

16 de junho de 2010 às 21h21

O Rio não tinha nenhum outro estádio além do Maracanã em condições adequadas pro Pan. O Engenhão não precisava ser tão grande, mas era necessário.
O problema do Morumbi me parece a questão de ser particular e com localização complicada. Se bem que Pirituba ou Guarulhos tb são soluções meio loucas, era importante arrumar algum terreno perto de transporte de massa (trem ou metrô) tal como o Engenhão foi erguido, junto à Linha Amarela (importante via expressa do Rio) e junto a principal linha de trem da cidade.

Responder

    daniel sorrillo

    17 de junho de 2010 às 09h29

    Querido carioca, o imóvel em questão é lindeiro a Rodovia dos Bandeirantes e servido pela Rodovia Anhanguera, e além disto Pirituba está na Zona Oeste no sentido Castelo da Marginal Pinheiro, e com estação de trem e não necessitará de desalojar nenhum morador para fazer o complexo e para esticar o Metrô da Lapa/Barra Funda até lá (Somente duas estações). Alí é o melhor lugar de São Paulo para isto.

Renato

17 de junho de 2010 às 00h12

O Governo do Estado e a Prefeitura "Garantem" que não haverá dinheiro público. Quero ver quando o todo poderoso Teixeirão dizer que se não for erguido um novo estádio são paulo não será sede. Como é bom ser amigo do presidente da CBF.

Responder

Rafael Rodrigues

17 de junho de 2010 às 00h12

O Corinthians está há pouco tempo de avaliar um novo projeto de INVESTIDORES PRIVADOS para um estádio. Aguardemos para ver se será em Pirituba (aposto que não).

E, caso não seja erguido um estádio público, a alternativa é qual? Dar dinheiro público ao SPFC? Aí vc acha justo? Ali já tem muita verba pública, não faz sentido dar mais, em pleno século 21.

Responder

Jairo_Beraldo

17 de junho de 2010 às 00h01

Para o curintia não pode dar…em tempo algum!!!

Responder

    Jordam

    17 de junho de 2010 às 13h36

    Poxa Jairo te admiro mas anti-TIMÃO não rsrsrsrsr abraços amigo.

    Yacov

    17 de junho de 2010 às 21h37

    P'ro Coringão não pode dar, mas para qualquer outro outro você dá facinho, facinho, né?? Eita papinho bambi…

    "O BRASIL DE VERDADE não passa na gLOBo – O que passa na gLObo é um braZil para TOLOS"


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!