VIOMUNDO

Diário da Resistência


Sedenta para derrubar Maduro, Globo põe no ar “notícia” de perfil fake de general brasileiro; veja que escandaloso
Reprodução de vídeo
Opinião do blog

Sedenta para derrubar Maduro, Globo põe no ar “notícia” de perfil fake de general brasileiro; veja que escandaloso


22/02/2019 - 21h43

Da Redação

A mídia brasileira está excitadíssima. A Globo e seus satélites, ou seja, as emissoras que vivem à sombra da Vênus Platinada, estão próximas de um orgasmo, que resultaria na queda de Nicolas Maduro.

O mesmo pode ser dito dos principais jornais brasileiros.

Como se fossem agentes do Mossad e da CIA ao mesmo tempo, eles reproduzem informações unilaterais e fantasiosas com a assinatura de… Donald Trump.

Trump que nega o aquecimento global, Trump que fala impropérios sobre negros, feministas e pessoas especiais… de repente o presidente dos Estados Unidos se transforma num anjo diante da Venezuela.

A cobertura é unilateral e caricatural, sem qualquer tipo de questionamento.

Por que a Cruz Vermelha não está participando da entrega de “ajuda humanitária” à força?

Por que a ONU não está participando da entrega de “ajuda humanitária” à força?

Por que a “ajuda humanitária” não é entregue ao Haiti?

E o congelamento de bens da Venezuela? A apreensão de ouro? O boicote que aprofundou a crise econômica?

Até a inflação é usada como argumento para derrubar Maduro — mas e o presidente José Sarney, no Brasil dos anos 80, os EUA não pensaram em derrubá-lo por causa da inflação?

Longe de nós a ideia de que a Venezuela é um paraíso.

Muitos chavistas históricos, aliás, se afastaram de Nicolas Maduro.

O chavismo, mesmo o de Hugo Chávez, fracassou na prometida industrialização da Venezuela para se livrar da dependência do preço internacional do petróleo.

Porém, os muitos problemas da Venezuela não serão resolvidos à bala.

Maduro só cai se houver um forte movimento contra ele dentro das Forças Armadas — que é justamente o que a propaganda da CIA está tentando conseguir, com sua guerra psicológica pelas redes sociais.

O interesse dos Estados Unidos foi explicitado pelo secretário de Estado Mike Pompeo, em discurso na Flórida: derrubar os governos da Venezuela, da Nicarágua e de Cuba.

Trata-se de uma guerra puramente ideológica, que nem os militares a serviço do governo de extrema-direita de Jair Bolsonaro abraçam.

Quando um general brasileiro foi indicado para integrar o Comando Sul dos Estados Unidos, pelo almirante Craig Faller, em discurso ao Senado dos Estados Unidos, o militar norte-americano deixou claro que enfrentar a influência da China, da Rússia e do Irã na região era um de seus objetivos.

Mas… a China é o principal parceiro comercial do Brasil. E a Rússia faz parte dos BRICs, um grupo criado com a intenção de reduzir a unipolaridade do planeta.

Portanto, vale mesmo a pena se aliar incondicionalmente aos Estados Unidos na “reconquista” de seu quintal?

Quantos por cento do petróleo venezuelano, a maior reserva do planeta, o Brasil vai levar se Washington se apossar do butim?

Estas questões não passam nem perto do noticiário.

Que não questiona a lenda da extrema-direita, espalhada por fake news na internet, segundo a qual o Hezbollah tem uma base oculta na Venezuela.

Só falta dizer que o Maduro casou com uma noiva de 8 anos de idade!

“O ditador carniceiro da Venezuela está negando comida a seus cidadãos e temos a obrigação de forçá-lo a se render”, este é o script da mídia brasileira, em consonância com a mídia dita “ocidental”.

Alguém aí já ouvir falar em guerra por recursos?

Pois é, é por isso que as toneladas de ajuda estão nas fronteiras da Venezuela e não no Haiti. E é por isso que o Mossad e a CIA se uniram — e já faz tempo — em sua guerra permanente de propaganda.

Quando Salvador Allende foi derrubado no Chile, em 11 de setembro de 1973, ninguém tinha ideia da extensão exata do envolvimento dos Estados Unidos.

Foram décadas para vir a público que a CIA organizou a “greve dos caminhoneiros”– na verdade foi um locaute patronal –, ajudou a formar uma “frente” política contra o governo socialista e “comprou” o diário El Mercurio, o principal do país, para espalhar as mentiras fabricadas em Washington contra Allende.

Se Maduro cair, como lembrou John Pilger, será o sexagésimo oitavo governo derrubado pelos Estados Unidos. Usando variações da mesma tática, tendo como pilar central a mentira.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Jardel

25 de fevereiro de 2019 às 23h00

Já está na hora do Tiririca se autoproclamar presidente do Brasil e resolver todos os problemas.
Se o Guaidó pode, o Tiririca também pode.

Responder

Jose Luiz

24 de fevereiro de 2019 às 12h46

A grande parte da imprensa mente, como sempre e principalmente a brasileira, sobre a situação da Venezuela.
O Brasil não serve de exemplo para outros países, e o povo brasileiro (o terceiro povo ignorante do mundo, é um fato) não serve de exemplo pra ninguém.
O que os EUA (país assassino e ladrão) quer é roubar o petróleo e o ouro da Venezuela, e com isso conta com o presidente desiquilibrado e totalmente ignorante do Brasil. Interessante, além de sermos um dos povos mais ignorantes do mundo, elegemos um cidadão (que foi expulso do exército) também altamente ignorante.
Maduro, como foi o Chavez e o Lula, um dos ídolos, e quem sabe a verdade, tem ele como ídolo, mas que vai pela mídia comprada, é um pobre ignorante.
Imagine o Brasil em guerra contra a Venezuela se o exército brasileiro não tem armas e munições para enfrentar os traficantes brasileiro? Seria um piada de muito mau gosto.
Você sabia que 95% do terrorismo no mundo é praticado pela CIA com interesses para os EUA.

Responder

    Nelson

    24 de fevereiro de 2019 às 17h45

    Meu caro José Luiz.

    No livro “Piratas e imperadores: antigos e modernos : o terrorismo internacional no mundo real”, o linguista e filósofo Noam Chomsky afirma que as duas maiores organizações terroristas do planeta são o governo dos Estados Unidos e o governo de Israel.

    Detalhe. Chomsky é nascido nos EUA e descendente de judeus. Portanto, a princípio, não pode ser acusado de padecer de ódio irracional ao grande país do norte e nem de antisemitismo.

Zé Maria

23 de fevereiro de 2019 às 23h10

https://pbs.twimg.com/card_img/1099484369775968256/LCqlB6rp?format=jpg&name=600×314

Cruz Vermelha denuncia uso ilegal de seu emblema na Venezuela

A Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha
e do Crescente Vermelho (FICV) afirmou neste sábado (23)
que organizações não ligadas à Cruz Vermelha estão usando
os emblemas da organização na Venezuela sem autorização.

https://twitter.com/Federation/status/1099374815394308102
https://www.rt.com/news/452272-red-cross-emblems-venezuela-aid/
https://br.sputniknews.com/americas/2019022313374277-venezuela-cruz-vermelha-emblemas-utilziados-sem-autorizacao/

Responder

Zé Maria

23 de fevereiro de 2019 às 22h57

“Eduardo Bolsonaro [Dudu Pintinho] é um inconsequente.

As relações de fronteira com a Venezuela estão tensas
e o ‘garoto’ defende a intervenção do Brasil no país vizinho.

Suas limitações cognitivas o impedem de perceber
que o governo deve intermediar e não alimentar conflitos.

Diplomacia sim.”

@IvanValente
Deputado Federal (PSoL/SP)

https://twitter.com/IvanValente/status/1099327622058778624

Responder

Zé Maria

23 de fevereiro de 2019 às 22h07

Quando os Partidos Republicano e Democrata se igualam nos EUA

Bem que o Bernie poderia ter escapado de passar este Vexame

https://twitter.com/rogerwaters/status/1099435542259945474

Responder

Bel

23 de fevereiro de 2019 às 10h27

Sintonizei na TeleSur e vi, que não se vê por aqui: um legítimo apresentador venezuelano apresentando as notícias de forma muito melhor que qualquer apresentador por aqui. A nossa triste TV brasileira tem muita a aprender com a TelaSur.

Responder

Zé Maria

23 de fevereiro de 2019 às 01h33

“Trump bloqueia ’30 bilhões’ da Venezuela em bancos
e oferece ajuda ‘humanitária’ de ’20 milhões’.
Entendeu? Se não, eu desenho!”

Roberto Requião
Eterno Senador e Governador

https://twitter.com/requiaopmdb/status/1099087136018653184

Responder

Zé Maria

23 de fevereiro de 2019 às 01h21

O Ator de Cinema de Hollywood, Danny Glover criticou
a Hipocrisia da ‘ajuda humanitária’ dos EUA à Venezuela:

“Primeiro retiram os bilhões de dólares que pertencem
legitimamente ao povo venezuelano, depois chegam
para ‘salvá-los’ com um punhado de dólares
que ainda chamam de ‘ajuda humanitária’.”

https://www.facebook.com/televisaodomundo/videos/1164245970416853/

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/video-danny-glover-critica-hipocrisia-da-ajuda-humanitaria-dos-eua-a-venezuela/

Responder

Zé Maria

22 de fevereiro de 2019 às 23h36

Espumem de Raiva, Fascistas FDPs!

https://www.facebook.com/carol.proner/posts/1866687626776487

O ex-Presidente Lula é oficialmente Candidato ao Prêmio Nobel da Paz.

Vencendo mais uma etapa na indicação ao Prêmio Nobel da Paz 2019,
Lula teve sua candidatura oficializada em 31 de janeiro,
com o término do prazo para indicações junto ao Comitê Norueguês.

Na primeira fase da campanha, o ex-Presidente conseguiu Apoio
de Todas as Categorias, incluindo Chefes de Estados
e Ganhadores do Prêmio em outras edições.

https://twitter.com/carolproner/status/1098799594518036482
https://twitter.com/carolproner/status/1099118951878017024

Responder

Zé Maria

22 de fevereiro de 2019 às 23h22

Venezuela
Últimas Notícias
22/02/2019

Autoridades venezuelanas denunciam “falso positivo”
na fronteira com o Brasil
Uma ampla ação midiática teve como objetivo ligar
um episódio de violência próximo à fronteira com o Brasil
à ação do governo venezuelano (http://bit.ly/2E4kgKZ)

https://twitter.com/i/status/1099081722413633536

Uma indígena foi morta e pelo menos outras 14 pessoas
ficaram feridas nesta sexta-feira (22) em um incidente
ocorrido em Kamaracupay, no município de Gran Sabana,
no estado venezuelano de Bolívar, perto da fronteira com o Brasil.

A vítima fatal, identificada como Soraida Rodríguez,
teria sido morta por uma “bala perdida”
enquanto estava em sua casa, informou a mídia local.

De acordo com investigações preliminares,
milícias armadas de Partidos oposicionistas que
apoiam o Impostor Guaidó estariam envolvidos.

O Ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Jorge Arreaza,
e o presidente da Assembléia Nacional Constituinte (ANC),
Diosdado Cabello, negaram veementemente um suposto confronto com membros da Guarda Nacional Bolivariana (GNB),
afirmando que o tipo de munição que foi usada no incidente
“não corresponde ao armamento utilizado pela GNB”, sendo
que um dos feridos teria sido alvejado por uma flecha.

“Se está demostrando que el evento ocurrido en Kumarakapay
no involucra a la Guardia Nacional Bolivariana por el tipo
de cartuchos que se usaron ahí [en el estado de Bolivar]”,
afirmou Diosdado Cabello.

O Chanceler da Venezuela Jorge Arreaza, por sua vez,
declarou na ONU que “as Armas usadas em Bolívar
não correspondem às Armas do Exército Venezuelano”

“¡Qué fácil es decir que Maduro mandó a matar a su pueblo!
Es un #FalsoPositivo”

https://twitter.com/teleSURtv/status/1099081722413633536

https://www.telesurtv.net/news/autoridades-venezuela-denuncian-falso-positivo-frontera-brasil-20190222-0052.html

Responder

a.ali

22 de fevereiro de 2019 às 23h07

que desinformados, hem venus platinada! que MICO!!!

Responder

Zé Maria

22 de fevereiro de 2019 às 22h12

A Globo agora virou Milícia do Trump.

Responder

    Julio Cesar

    23 de fevereiro de 2019 às 15h59

    Como assim agora? A Globo é um empresa que importa e injeta na veia do povo a cultura yanke desde sua criação. É a traficante que vicia o povo em sub cidadania. E o cavalo de troia feito do interesse da parceria milico autoritaria capacha quando esta se cruzou com o interesse do estado yanke, criando essa vexatoria subordinação para países que se afirmam soberanos e independentes. A Globo, meu caro, nunca foi nacional, pelo menos no que se refira ao interesses publicos do povo brasileiro, pois este sempre esteve em posição inferior aos interesses de seus proprietarios, que fizeram cultura nessa deturpação da nacionalidade.

    Zé Maria

    24 de fevereiro de 2019 às 00h23

    É Verdade, Julio. Muito bem Colocado.

    Independente do Governo de Plantão,

    a Globo sempre será Norte-Americana.

Marcelo

22 de fevereiro de 2019 às 22h12

Fico tocado com o apoio da Globo ao povo venezuelano. Peço que estes franciscanos também fiquem tocados pelos palestinos, pelos iemenitas e pelos norte-coreanos, tão atacados pelos EEUU.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.