VIOMUNDO

Diário da Resistência


Opinião do blog

Procurando emprego para Lula (no Exterior)


29/06/2010 - 20h05

por Luiz Carlos Azenha

É uma novela sem fim. Apesar dos desmentidos, o assunto sempre volta: o presidente Lula estaria procurando um emprego no Exterior, para quando deixar o Planalto. Ora como secretário-geral das Nações Unidas, ora como integrante de algum organismo internacional.  Será na OMC? No BIS? Na FAO? Será como embaixador da UNICEF? Enviado para a paz no Oriente Médio?

O que leva jornalistas a especular tão insistentemente a respeito de um suposto emprego de Lula no Exterior, em 2011?

Não posso responder por eles. Posso especular, tanto quanto eles especulam.

1. Lula, de fato, está procurando emprego no Exterior. Mas, como não convém assumir isso publicamente agora, desmente sempre…

2. Lula não está procurando emprego no Exterior e a mídia brasileira quer arranjar um emprego para Lula no Exterior a qualquer custo…

Não disponho de informações que confirmem ou desmintam a primeira hipótese.

Como o Palácio do Planalto desmente continuamente as especulações, prefiro acreditar nos desmentidos.

Porque, como já ficou demonstrado na ficha falsa da ministra Dilma Rousseff, no dossiê-duplo proposto pela Folha de S. Paulo (um contra José Serra, outro contra Eduardo Jorge) e em muitas outras crises ao longo do governo Lula (para não falar naquela pesquisa Datafolha fora da curva, que “elegeu” Serra há algumas semanas), prefiro analisar o histórico — e este joga contra dar crédito às especulações da mídia.

O que há por trás de tantas tentativas de empregar Lula fora do Brasil, então?

Especulo:

1. Confirma os preconceitos da própria mídia de que tudo o que um petista quer é uma “boquinha”, se possível paga em euros ou dólares; como se sabe, o monopólio do idealismo no Brasil, aos olhos da mídia, pertence ao capital; atrás do idealismo “de esquerda”, reza a cartilha midiática, se escondem interesses pecuniários. Lula empregado no Exterior, em alguma sinecura vistosa, se encaixa plenamente no mesmo preconceito que Fernando Collor usou contra Lula, em 1989: o operário que tinha um som três-em-um muito sofisticado, bem acima do que sua renda supostamente permitia. Ou seja, Lula só pensa em tirar de sua militância alguma vantagem pessoal.

2. Lula, no Exterior, ocupado com a África ou a crise no Irã, ficaria distante de um eventual governo da candidata Dilma Rousseff, permitindo à mídia que tratasse a (possível) mandatária como tratou Lula: uma crise ou caos por mês. Ou seja, seria o renascimento da teoria que Fernando Henrique Cardoso adotou assim que Lula parecia a caminho da vitória em 2002. “Ele vence, mas fracassa. Eu volto por cima da carne seca”, teria meditado o então presidente. Mais tarde, durante o mensalão, FHC adotou a teoria do sangramento de Lula, que resultaria em um presidente-candidato sofrendo de anemia aguda às vésperas da reeleição. Lula empregado no Exterior, em alguma ONU da vida, facilitaria o sangramento de Dilma, se e quando necessário.

3. Lula, antecipadamente empregado no Exterior, permitiria à oposição dizer ao eleitorado, durante a campanha de 2010, que Lula está se lixando para Dilma. “O Lula até emprego já arranjou no Exterior”, argumentariam. Uma forma de fazer crer aos eleitores que a era Lula de fato terminou e que Lula está mais preocupado com seu próprio futuro do que com o futuro de seu projeto político, de sua candidata ou do Brasil.

4. Lula, empregado no Exterior, permitiria jogar sal na perspectiva que realmente apavora a oposição e, portanto, a mídia: Dilma eleita em 2010, reeleita em 2014 e Lula de volta em 2018.

Fiquem à vontade para votar em qualquer uma das quatro opções, nas quatro ou para inventar alguma outra. Pelo menos aqui a gente abre o jogo e não vende isso como “notícia”: é mera especulação.





63 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Luiz

12 de julho de 2010 às 18h41

como você, não concordo com este preconceito de que petista só quer uma boquinha. quem quer boquinha são os outros, o pt brigava por isso antes do poder, não dá para chamar de boquinha os enormes roubos e rombos não explicados. como brasileiro, filiado ao pt em 1981, que dei o voto a este cara, me sinto lesado e enganado com a falta de caráter quando fugiu da raia e se escondeu para não explicar os escândalos. tudo pelo poder. vocês não são diferentes dos outros, e o senhor também já esteve do outro lado, sr azenha. a boquinha depende apenas de que lado da balança se está.

Responder

O Brasileiro

02 de julho de 2010 às 20h07

Ou eles têm medo da força política do Lula e de suas articulações…
Ou eles pensam que o Lula é como o FHC, que acha que só tem coisa boa pra ele fora do Brasil.

Responder

francisco.latorre

01 de julho de 2010 às 02h31

lula será cidadão. do brasil e do mundo.

e vai falar o que quiser. quando quiser.

aí bicho pega.

temem. com razão.

lula cidadão.

do brasil e do mundo.

..

Responder

Queiroz

30 de junho de 2010 às 15h47

Lula 2011 presidente da Petrobrás. O pré-sal é nosso Bye Bye pig e tucanalhas 2018.

Responder

Queiroz

30 de junho de 2010 às 15h17

Lula presidente da Petrobrás. O pré-sal é nosso Bye Bye 2018

Responder

Elias São Paulo SP

30 de junho de 2010 às 14h54

Lula tirou o Brasil do “arquivo” de países capachos dos EUA. De maneira sutil, Lula soube “desarquivar” uma pasta do FMI que era a pupila dos olhos do capitalismo internacional. É pouco? Tem mais, tem muito mais. Só a direita fascista, entreguista e alucinada não quer ver tudo que Lula fez nestes sete e meio anos de governo. O “inimigo interno” que a Ditadura Militar tanto estigmatizou, hoje está à vista de todo brasileiro de bom senso. O inimigo hoje trabalha diuturnamente contra o Brasil. O povo, nas urnas, devagar, saberá distingui-los e desprezá-los. Não é fácil inverter as posições da casa grande e da senzala.

Responder

    Pitagoras

    01 de julho de 2010 às 13h32

    Basta ver os tucanos se unindo aos demos…quem diria?

Almeida Bispo

30 de junho de 2010 às 14h39

A pequenez desse pessoal não os deixa enxergar que ser presidente da República – em seu país, obviamente – é o maior cargo… o último degrau a que alguém pode chegar. Nada se compara a isso salvo situação análoga de outros presidentes e ex-presidentes, obviamente, a qual o presidente de um país não pode sê-lo de outro. Mas o viralatismo é tão grande; mas, tão grande que tem alguns que acham que ser um puxa-saco de Washington na ONU, por exemplo, é mais dignificante do que ter sido presidente do Brasil. Fazer o quê, né? Vira-lata, vira-lata est. Ad aeternum. Só que Lula não é desse time. E por isso é Lula, "o Cara".

Responder

Gerson Carneiro

30 de junho de 2010 às 14h25

Lula vai trabalhar longe, mas muito longe. Tão longe que vai ser preciso dar a volta na terra de avião, e no final descer no Brasil.

Responder

Souza

30 de junho de 2010 às 14h08

A pergunta que o PiG deveria estar fazendo é: QUAL VAI SER A OCUPAÇÃO DE SERRA QUANDO PERDER EM 2010?

Responder

Pitagoras

30 de junho de 2010 às 16h58

Depois de bater na tecla de que Lula nunca trabalhou, que é ignorante, não tem "diproma", agora a direita raivosa-incompetente-inconsciente-decadente-repelente vem nos encher o saco com essa de onde o Lula vai trabalhar. Resposta: em qualquer lugar e sempre vai colaborar e realizar muito mais que qualquer desses verdadeiros analfas funcionais portadores de diplomas de tudo que é biboca.
pau neles Lula!

Responder

Valentin

30 de junho de 2010 às 13h32

No inicio da vida de politica de Lula, no final dos anos 80 e começo da de 90, cansei de ouvir que Lula tinha uma mansão no bairro Morumbi em SP, com 4 empregados e total mordomia. Muitos amigos me questinonavam porque sempre votei em Lula e o defendi e defendo diante dos PRECONCEITOS de pessoas que o odeia informadas pelo PIG e seus articulistas sola de botina.
Passados quase 30 anos, a receita continua, agora na forma de arrumar um empreguinho pra ele longe do Brasil.
Ainda bem que hoje a internet com blogs com o seu Azenha e outros tantos, funcionam como um antídoto para todo esse veneno que os decadentes tentam inocular nos desinformados ou mal informados.
Vila Lula, melhor presidente que o Brasil já teve. Vila os blogs que fazem o contra-ponto ao PIG. e Viva Dilma, futura e primeira mulher a presidir esse querido Pais , hoje respeitado em todos os cantos o planeta.

Grato
Valentin

Responder

dvorak

30 de junho de 2010 às 13h09

Prefiro esperar pela teoria conspiratória do Rayovac, ele é mestre nisso….

eheheheheheheehehehehe

Responder

Fabiano

30 de junho de 2010 às 12h49

Quantas vezes eles disseram que Lula queria um terceiro mandato??

Responder

juca

30 de junho de 2010 às 12h46

Rezo todo dia pra Dilma ganhar agora, porque PSDB é retrocesso, um verdadeiro desastre, mas gostaria já em 2014 e uma liderança nova, pois faz parte da essência da democracia a alternância de poder. O PT tem seus méritos, mas confiar eternamente o destino do país a um partido tão "pragmático" considero um erro, então, salve a democracia e a alternância de poder, uma terceira via será bem vinda e desejada.

Responder

    Zaidem

    30 de junho de 2010 às 20h46

    Juca, o PSDB está no poder em São Paulo, há quase 20 anos e vc não fala em alternância de poder?

Regina Gartz

30 de junho de 2010 às 12h27

Azenha, Sua especulação número três está corretíssima. Eles influenciam, hoje acho que poucas pessoas, mas ainda influenciam. Hoje, quando me encaminhava para pegar o ônibus para o trabalho, às 6h da manhã, ouvi a conversa registrada abaixo, em uma praça de Joinville, com equipamentos de ginástica, entre pessoas que faziam exercício (senhoras e senhores). __Uma senhora, falando bem alto: – O que o Lula quer é ser presidente da ONU. Ele é muito esperto! __Um senhor bem calmo, falando em tom baixo, respondeu: – Todo o governo que o Lula está fazendo é pensando nos pobres, o governo que ele está fazendo é o melhor que eu já vi. __A senhora retrucou, mais alto ainda: – Que nada Sr. Fulano, ele só pensa nele, não está e nunca pensou em pobre coisa nenhuma, ele só quer coisas pra ele. __E repetiu o que ouviu ainda mais alto, acho que para tentar convencer o colega de ginástica e quem passava na rua: – O que o Lula quer é ser presidente da ONU.__Gostaria de ter parado para dar uma força para o Sr. Fulano, mas não tinha jeito, eu perderia o ônibus.

Responder

    Hans Bintje

    30 de junho de 2010 às 14h18

    Frau Gartz:

    Nem se preocupe em perder o ônibus. Na próxima vez que a boa senhora falar "que o Lula quer é ser presidente da ONU", basta responder:

    – Jetzt gehts los! Jetzt gehts los!

    Das duas, uma:

    1) Ela não entende nada, então deixa para lá;

    2) Ela descobre qual é a origem do povo que está apoiando o Lula na eleição para "presidente da ONU".

Sergio Castro

30 de junho de 2010 às 11h46

Sempre tive a impressão que em 2002, a direita e o PIG aceitaram de maneira mais comportada a vitória de Lula certos de que este faria um governo desastroso e eles voltariam ao poder em 2006 numa "marcha triunfal", deu no que deu. Acreditar que Lula fora do país e Dilma um desastre seria a receita para o retorno ao poder será outro fora da oposição. Mas que seria interessante ver o Lula cogitado sériamente para um cargo internacional só para ver o "principe da Sorbonne" atear fogo as vestes lá isso seria…

Responder

Bonifa

30 de junho de 2010 às 11h42

Todas as hipóteses sem dúvida foram examinadas pela bola de cristal desregulada do Otavinho. Mas o querem mesmo é ver o Lula pelas costas o quanto antes. Se possível, com cargo burocrático no exterior, impossibilitado de qualquer protagonismo tanto na política brasileira quanto no panorama externo, onde o papel da ONU reflete a grande complexidade de administrar pressões incalculáveis oriundas de diversos grupos de nações.

Responder

Hans Bintje

30 de junho de 2010 às 11h02

Eu também quero empregar o Lula no exterior.

Por que imaginar que o trabalho da Plural Imprensa Gloriosa (PIG do Hariovaldo) ficaria mais simples com a eventual ausência de Lula do país?

Ficaria mais fácil silenciar o Azenha, o Nassif, o PHA? É muito difícil acreditar nisso.

Um texto de Luis Nassif sobre Dilma Rousseff mostra quem são os verdadeiros "postes" ( http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/estadao-… ):

"No início da campanha, a mulher era tratada pelos espertos como poste. Começa a crescer nas pesquisas, continua como poste, na visão dos espertos. Passa o candidato dos jornais… que insistem espertamente no poste. No Roda Viva, há uma polêmica entre o poste e o esperto: o poste deixa o esperto com cara de poste.

Chamar o pequeno de poste é grosseria; chamar o grande, é despeito. Manter a mesma grosseria nas duas circunstâncias, é falta de esperteza, ou como se fazer jornalismo com postes. Descrever uma entrevista onde quem entrou como esperto saiu como poste, é ridículo."

Bem-vindo ao mundo, Lula!

Responder

Fernando

30 de junho de 2010 às 10h52

Até 2.018 está garantido. É Dilma lá por oito anos. Essa mulher vai surpreender o mundo. Nem o Lula ganha dela em 2.014. Em 2018 ganha quem ela apoiar.

Responder

Renata Silver

30 de junho de 2010 às 10h50

Lula não fica pedindo pelamordedeus para entrar em nenhum círculo internacional importante. Em todos, ele é CONVIDADO. Na Cop 15 — lembram? — ele foi chamado para participar da reunião para tentar salvar a conferência. Como presidente de país emergente, ele não participaria, mas o Sarkosy confiou na habilidade do Lula em negociações e ele participou. Lula sentou-se ao lado da rainha da Inglaterra a convite de Sua Majestade. Obama o chama de "o cara". Lula foi costurar acordo Irã-Turquia. Só aqui no Brasil o PIG não valoriza a importância internacional do Lula. E, agora que a carreira dele em organismos supranacionais parece óbvia, ficam tentando transformar isso em coisa menor. Sabe o que é isso? Despeito! Sem educação formal, o cara deixa todos esses "estudados" comendo poeira!

Responder

    Christiano Almeida

    02 de julho de 2010 às 23h06

    Ou talvez outra 'coisa'!

Dulce

30 de junho de 2010 às 10h24

Olá Azenha,

Concordo INTEIRAMENTE com a opção abaixo. O Lula por perto "mela" os planos da oposição, pelo seu poder de mobilização.

2. Lula, no Exterior, ocupado com a África ou a crise no Irã, ficaria distante de um eventual governo da candidata Dilma Rousseff, permitindo à mídia que tratasse a (possível) mandatária como tratou Lula: uma crise ou caos por mês. Ou seja, seria o renascimento da teoria que Fernando Henrique Cardoso adotou assim que Lula parecia a caminho da vitória em 2002. “Ele vence, mas fracassa. Eu volto por cima da carne seca”, teria meditado o então presidente. Mais tarde, durante o mensalão, FHC adotou a teoria do sangramento de Lula, que resultaria em um presidente-candidato sofrendo de anemia aguda às vésperas da reeleição. Lula empregado no Exterior, em alguma ONU da vida, facilitaria o sangramento de Dilma, se e quando necessário.

Responder

Supertramp68

30 de junho de 2010 às 10h19

Sem duvida a quarta é a mais verossimil. Só nao sei se o Brasil aguenta o PT no poder até 2022.

Responder

    José Carlos

    30 de junho de 2010 às 10h30

    Não sei de qual Brasil você, fala: no meu, não só aguento como quero, e muito, o PT na condução do meu País para uma grande potência mundial!!!

    Pitagoras

    01 de julho de 2010 às 13h39

    Ô trampo…o Brasil dos fascistóides realmente não vai aguentar…e espero que nesse período esses traidores de uma figa sumam de vez da pátria amada!

Paulo Chacon

30 de junho de 2010 às 10h13

LULA será o próximo PAPA.

Responder

    Pitagoras

    01 de julho de 2010 às 13h40

    Melhor que o Papa atual é qualquer um…isso é um insulto ao Lula.
    De qualquer forma votaria nele…a Igreja se renovaria de vez.

assalariado.

30 de junho de 2010 às 10h05

A história da luta de classes no Brasil,já mostrou que toda liderança,dita popular,que nasce das luta sociais,o capital e seu braço politico ideológico(PIG = Partido da Imprensa Golpista),se lança a fazer guerra de guerrilha,que dependendo de onde esta liderança "nasçeu",geograficamente,eles,a elite do latifundio manda assassinar,se for da cidade,põe seu carater numa rifa.Através de seu partido mor(PIG),a burguesia capitalista e seus baba ovo da classe média,não necessariamente jornalista,não perdem tempo pra mandar os recados de seus donos,manipular é preciso!!!

Responder

Ana Cruzzeli

30 de junho de 2010 às 09h00

É Azenha
Quem começou essa história foi Nicolas Sarkozy propondo que Lula se candidatasse a Secretário Geral da ONU, Lula ,( macaco velho ) lá atrás fazia o jogo do desentendido já sabendo que a Mídia Golpista poderia usar isso contra a candidatura de Dilma e na tangente conseguindo capitanear esse prestígio internacional para Dilma.
Até hoje eu fico impressionada com a arquitetura mental do Lula.
Ele é muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito inteligente.

Responder

    Ana Cruzzeli

    30 de junho de 2010 às 09h18

    A h Azenha, eu não votei!!!
    A minha eleita é a número 4disparado

Dias Melhores

30 de junho de 2010 às 05h26

Voto na opção nº 5, que é a mescla da 2 com a 4.

Responder

Gerson Carneiro

30 de junho de 2010 às 03h17

E Lula quer lá saber de emprego no exterior!

Duarnte o governo da Dilma Lula vai ficar é no sítio "Los Fubangos" observando e dando aquela ajudinha básica só pra atazanar a oposição.

Responder

Gerson Carneiro

30 de junho de 2010 às 03h15

O PIG entra em contradição a todo tempo.
Passou oito anos chamando Lula de bêbado e analfabeto.
Agora reconhece a qualificação do Lula até para ocupar cargo na ONU.

Para todos esses cargos que o PIG está encontrando eu indico FHC pois este tem mais diploma que o Lula.

Responder

Macos

30 de junho de 2010 às 02h56

Especulando… A mídia é mesquinha como a oposição. Faz essa onda toda para dizer que Lula está de olho grande numa boa teta no exterior e, caso o tal cargo não apareça, ainda vão dizer que ele apostou tudo neste cargo e perdeu. Incompetente esse Lula.
Prefiro ficar com a definição do próprio, que disse ser o cargo de secretário geral da Onu ideal para um diplomata e não para um político. Lula na Onu ia ter briga todos os dias com a turma dos EUA.

Responder

juçania facchin

30 de junho de 2010 às 02h07

Azenha, moro em Florianópolis, e fiquei sabendo hoje de uma história assustadora.É sobre o estupro de uma menina de 13 anos, por 3 adolecentes. Todos eles estudantes do Colégio Catarinense. Um dos meninos é filho de delegado, outro filho de um dos diretores do grupo RBS, o terceiro ainda não se sabe a identidade. Por favor, vc como um jornalista sério, poderia se certificar se é verdade, pois ao que parece estão tentando abafar o caso. Como vc deve saber o grupo RBS comando rádios, jornais e televisão aqui e no Rio Grande, então das notícias da terrinha só acabamos sabendo aquilo que eles querem, mas isso é grave demais. se for verdade a sociedade catarinense deve tomar conhecimento.

Responder

    Garapuvu

    30 de junho de 2010 às 10h34

    Também sou de Floripa. Faço coro ao comentário de Juçania. A família Sirotsky está pro Sul, como as famílias Jereissati e Magalhães estão pro nordeste. Mandam e desmandam. Seria de grande valia a mobilização dos meios de comunicação de fora daqui.

    William Alves

    03 de julho de 2010 às 20h57

    Juçania
    Dê uma olhadinha no blog http://www.tijoladasdomosquito.com.br/. O mesmo vem denunciando este caso a algum tempo.

SérgioFerraz

30 de junho de 2010 às 01h26

Se existe de fato uma destas opções não sei.
Só sei que pode-se acabar com isso, rapidinho, se for anunciado que Lula fará parte do ministério de Dilma.

Responder

Marat

29 de junho de 2010 às 23h58

Ele ainda vai acabar ganhando uma vaga de fiscal do FBI (Festival de Besteiras da Imprensa)… emprego duro e contínuo…

Responder

Carlos J.Ribeiro

29 de junho de 2010 às 23h52

O Pres. Lula já deixou a entender que, saindo da presidência, vai atrás de algumas questões que ainda não estão bem esclarecidas, e pretende colocar tudo em pratos limpos. Mensalão, dossiês, etc. – Talvez isso explique a vontade de "alguns" que querem vê-lo longe do Brasil.

Responder

    Exilado

    30 de junho de 2010 às 07h24

    Concordo. O Estadista Lula é um exemplo de planejamento estratégico e conduções táticas. Pelo Brasil, aceita fazer retiradas ou ganhar tempo táticos. Eles, o PIG, devem se lembrar de uma fala do Estadista que disse "que nada esquecia, que ele se lembrava que quando cresceu na política, logo quiseram regulamentar a propaganda política "sem imagens ou fotos" públicas (ou seja, da imensa maioria de pessoas que o apoiava)". É claro que ele vai querer tirar tudo "a limpo", pois é o que qualquer pessoa honrada deve fazer. E já aprenderam também que o homi, quando quer, é pior do que um chato com galochas! ESSE É O CARA!

Fabio_Passos

29 de junho de 2010 às 23h36

Se o futuro presidente tiver compromisso firme de acabar com o Apartheid Social e decidir enfrentar interesses da "elite" branca e rica… a presença de Lula no Brasil e sua ativa participação política será fundamental para viabilizar o avanço.

A população se identifica e confia muito em Lula. As forças progressistas não podem abrir mão deste fabuloso capital político.

Responder

dukrai

29 de junho de 2010 às 23h11

Lula vai ficar livre e solto que nem passarin e essa turma quer arrumar uma ocupação pra ele não ficar por aí com 100% do tempo disponível juntando gente, dando idéias e detonando com os fascistóides made in Miami.

Responder

    Enoque

    30 de junho de 2010 às 10h38

    Factível.
    Querem ver "O CABRA" longe se possível em um foguete a caminho de Marte ou outra Galáxia.
    Resumindo: Querem que ele vá prá PQP!

    augustinho

    30 de junho de 2010 às 11h19

    Isso mesmo! Ja pensou se ele resolve durante uns seis meses fazer duas palestras por semana em cada faculdade ou grande empresa que o convide e ainda repercutindo na internet…. Vai esclarecer tantas cabeças que a midia pig
    … justifica a tentativa de exilar o cabra.

Polengo

29 de junho de 2010 às 22h57

Azenha,

eu acho que é só o hábito. Como aquela fábula do escorpião.

(Dizia uma freirinha à outra: você tem o hábito de sair à noite?)

Responder

Augusto

29 de junho de 2010 às 22h39

Querem ver o Lula longe daqui, com certeza…

Responder

Emilio_Matos

30 de junho de 2010 às 01h19

Srs,
o projeto de lei abaixo parece extremamente interessante. Possibilita a utilização de assinaturas eletrônicas para projetos de lei de iniciativa popular. Não vi, evidentemente, nenhuma repercussão na mídia. Já enviei até e-mail para deputados tentando pressionar pela aprovação…
http://legis.senado.gov.br/mate-pdf/77251.pdf

Responder

sergio

30 de junho de 2010 às 01h02

lula aqui e dilma também, quanto à oposição que apresente um candidato decente nas próximas eleições, pois, esse já era

Responder

beattrice

30 de junho de 2010 às 00h28

Azenha,
há exatamente duas horas em todas as inserções veicula-se propaganda do Serra mentindo que ele é o pai dos genéricos, que ele insiste em roubar do Jamil Haddad, e do Programa DST/AIDS, que ele insiste em roubar da Lair Guerra.

Responder

beattrice

30 de junho de 2010 às 00h26

Voto na quarta alternativa.
Mas na minha opinião, eles não gostariam de mandar o Lula para o exterior, eles gostariam de mandar o Lula para Marte, ou Plutão, ou mais longe.

Responder

    Flavio Lima

    30 de junho de 2010 às 08h44

    Tambem voto na quarta alternativa.

Giovani papareia

30 de junho de 2010 às 00h14

Azenha, isto aqui de onde vem parece sério. Sabe de algo?
http://contextolivre.blogspot.com/2010/06/noticia…

Responder

Bruno Cabral

30 de junho de 2010 às 00h05

Eu vota na opção 4

Responder

Beto Crispim - BH

29 de junho de 2010 às 23h55

Lula pode fazer o que bem quiser da vida dele depois de terminado seu mandato. Tem moral, credibilidade, experiência para estar onde quiser. Não é mais só cidadão brasileiro, se tornou um cidadão do mundo. Em 2018 terá totais condições de retornar ao governo como presidente. O que a mídia não suporta foi o ostracismo político em que o guru deles, FHC, se meteu. Um político que ficou 8 anos no poder, não consegue fazer o sucessor, não consegue organizar uma oposição, não é lembrado nem pra disputa da prefeitura da capital do seu Estado. Deixou de ser referencia até no meio intelectual. Lula fará sua sucessora e ainda se torna referência internacional.

Responder

    augustinho

    30 de junho de 2010 às 11h37

    E liberdade tambem, pra tomar sua cerveja quando bem entender e lastnotleast pra mandar o Rother do NYT repetir o que escreveu ou envia-lo direto para a #@*:?//*¨&[email protected]

Jairo_Beraldo

29 de junho de 2010 às 23h43

Para o PIG, Azenha (excelente polemica), todas as alternativas estão corretas. Se uma não colar, vão usando todas, uma a uma, e se possível criando mais factóides ainda.

Responder

Carlos Cruz

29 de junho de 2010 às 23h38

Que o Lula tem cacife para representar, e bem, nosso país em qualquer organismo internacional, é público e notório. Que a inveja ("vejam que ele foi recusado", ou qualquer coisa assim…) também é notória. Mas não é ele quem quer. Já deve estar sendo sondado. Se não estiver, basta ser ministro do governo Dilma e se candidatar após seu segundo mandato. Aí serão 24 anos de um governo nacionalista, que deseja o bem estar dos seus, e não mais um entreguista ralé. A direita vai morrer sem o dinheiro federal…

Responder

Gerson Carneiro

29 de junho de 2010 às 23h36

Deixa eu dá uma especuladinha também:

Dona Hillary Lari Lari êh (ôh ôh ôh) e o PIG estão planejando mandar Lula na primeira missão tripulada a Marte.

Responder

Gerson

29 de junho de 2010 às 23h35

Azenha, vc esqueceu de citar aquela "história" do TERCEIRO MANDATO.

Fomos bombardeados nos jornais, internet, emails etc., que o Lula queria um terceiro mandato, por mais que ele negasse.

Esse pig é mais do que manjado. Não engana nem criancinha mais.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding