VIOMUNDO

Diário da Resistência


Dallagnol explica a corrupção no Brasil: Cristãos de verdade foram para os Estados Unidos
Opinião do blog

Dallagnol explica a corrupção no Brasil: Cristãos de verdade foram para os Estados Unidos


23/09/2016 - 14h33

Captura de Tela 2016-09-23 às 14.32.54

“Em razão da minha cosmovisão cristã, eu acredito que nós temos uma janela de oportunidade, que Deus está abrindo para mudanças. Se a igreja luta por isso, Deus está respondendo” — Deltan Dallagnol

Da Redação

Em O Maluco Solitário e o Ministério Público, Maria Cristina Fernandes traça um interessante perfil do procurador Deltan Martinazzo Dallagnol nesta sexta-feira, 23, no Valor Econômico.

A jornalista faz um balanço das palestras que o integrante da Força Tarefa da Lava Jato tem feito pelo Brasil em defesa das 10 medidas anticorrupção propostas pelo MPF ao Congresso.

“O coordenador da Lava Jato tem uma interpretação culturalista da história. Acha que foi a colonização portuguesa quem legou a corrupção à terra natal. Quem veio de Portugal para o Brasil foram degredados, criminosos. Quem foi para os Estados Unidos foram pessoas religiosas, cristãs, que buscavam realizar seus sonhos, era um outro perfil de colono“.

A própria jornalista ironiza Dallagnol: “O espírito cristão dos colonizadores americanos não os impediu de dizimar a população nativa, colecionar genocídios em sua política externa e conviver com o pesadelo de uma Casa Branca ocupada por Donald Trump. Mas o ex-estudante de Harvard só trouxe admiração pelas instituições americanas. O mesmo fascínio alimenta em muitos de seus compatriotas a ilusão de que o Brasil seria uma grande Amsterdã se os holandeses não tivessem sido expulsos. Não cogitam o Brasil como uma versão ampliada da África do Sul”.

O óbvio analfabetismo político e histórico do procurador nos permite, no entanto, localizar o “pecado original” brasileiro que ele pretende remediar: a falta de cristianismo, ou do tipo “certo” de cristianismo.

Não foi o escravismo, a concentração de terras, a contínua pilhagem da colônia pelos interesses econômicos de Portugal que fez do Brasil o que é: não, foi a falta de “pessoas religiosas, cristãs”.

Isso apenas confirma que Dallagnol acredita liderar uma cruzada para livrar o Brasil do belzebu.

Curiosamente, como notamos anteriormente, nenhuma das dez medidas sugeridas pelo MPF ao Congresso trata diretamente da questão da sonegação de impostos, que representa perda de cerca de R$ 500 bilhões anuais aos cofres públicos. Por exemplo, eliminar o Carf, o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, a instância que permite aos grandes empresários extirpar o diabo dos impostos — ou pelo menos atrasar o pagamento de autuações da Receita

Por isso, se um dia for feito um powerpoint da Operação Zelotes, aquela que investigou corrupção no Carf, acreditamos que ele terá como figura central a ambulante Débora, recentemente detida pela Polícia Militar de São Paulo por vender bebidas sem licença na avenida Paulista, em São Paulo.

O “pecado original” mencionado pelo procurador Dallagnol nos remete ao livro A tolice da inteligência brasileira, de Jessé Souza, no qual o autor esculacha intelectuais respeitadíssimos à esquerda e à direita, de extração liberal, por terem naturalizado a ideia de uma hierarquia entre Europa/Estados Unidos e o Brasil, na qual obviamente ficamos por baixo.

Jessé nota a absoluta imbricação entre Estado e iniciativa privada no Brasil, completamente descartada pelos liberais, que acreditam que todos os pecados são do Estado e todas as virtudes da iniciativa privada.

Repetimos agora, no Brasil, a “santa aliança” dos anos 80 nos Estados Unidos, entre fundamentalistas cristãos e fundamentalistas do mercado. Nossa jabuticaba é fazer isso através de funcionários públicos de um Estado supostamente laico.

A fala do coordenador da Lava Jato é assustadora não apenas por revelar ignorância histórica, mas pela proposta de uma solução messiânica calcada num TED “cristão”.

Ah, e como ele é Martinazzo Dallagnol, não compartilha da “culpa coletiva” dos que herdaram o “sangue ruim” dos portugueses, como os Da Silva.

Leia também:

A carta aberta do ex-deputado Dr. Rosinha a Sérgio Moro: assassinos de reputações 

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



74 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Kelvison

01 de novembro de 2016 às 17h22

Eu entendo e concordo com o ponto de vista do Dallagnol… o problema não é a herança sanguínea… mas sim uma consequência de convivência… passa de geração a geração… questão cultural mesmo. Essa questão sanguínea não passa, a não ser questões genéticas… Já a questão cultural (comportamental) passa por causa da convivência familiar e social. Pelo menos é o que acredito. Porém penso também que existam diversos outros fatores que possam influenciar.

Responder

FrancoAtirador

27 de setembro de 2016 às 01h27

.
.
Piada do Ano em braZ-ilha

Deputado Onyx Lorenzoni, do DEM,

é o Relator do Projeto Anti-Corrupção.
.
.

Responder

Clovis Pacheco F.

26 de setembro de 2016 às 17h04

Aqueles moleques imbecis que respondem pelo nome de Deltan Martinazzo Dallagnol e de Sérgio Moro, sendo que o primeiro exerce a função de procurador de nem sei de que, e o segundo, a de juiz federal, para mim, são as melhores demonstrações vivas da vertiginosa e abissal queda de nível das carreiras do judiciário, nos tempos atuais. Queda tão patente que a instituição, pelo menos no meu entender, deixou de merecer as maiúsculas, em se tratando de suas instituições específicas, como a magistratura, o ministério público e quejando. Noutros tempos, que cheguei a presenciar, era um dos setores mais prestigiados da burocracia de Estado brasileira, e isso, mesmo sem que os ganhos d’antanho chegassem sequer perto do que vem ocorrendo na atualidade, não só quanto às faixas salariais, mas também com relação às vantagens adicionais. Seguir carreira no Judiciário de então, que estava mais próximo de merecer as maiúsculas, era sonho de muitos dos melhores estudantes de Direito, e para lá se encaminhavam muitos dos melhores diplomados. Curiosamente, em comparação, a função de delegado de polícia era vista com certo desdém, como vala comum dos maus alunos, que se por acaso servissem para alguma atividade advocatícia, seria quase que somente a de “dotô adêvogado datavênia de porta de xilindró”, como dizíamos nós, pejorativamente, os jornalistas de então. Ou então, iam para meros cargos burocráticos do Estado ou empregos na iniciativa privada fora do setor jurídico. Hoje as condições estão se alterando. Mais lentamente, mas bem visível, a carreira policial ganha, progressivamente, maior respeitabilidade, e o exemplo patente disso é o número expressivo e crescente de delegados que fazem mestrado e doutorado em Direito Penal, em Sociologia Jurídica ou Sociologia Criminal, em Antropologia Jurídica e até em outras carreiras estranhas à polícia, como a Filosofia, a Literatura, a História. Esses últimos, obviamente, procuram cultura geral, diversificação de conhecimentos, apuramento intelectual. Mas parece-me que os melhores alunos das faculdades de Direito, hoje, preferem atuar como advogados na área empresarial, em que os ganhos são muito maiores, ou pelo menos, podem ser bem mais altos, que nos cargos do judiciário. Está aí uma das explicações – não a única, obviamente – da baixa do nível dentro de tal carreira, que já foi a mais nobre de todo o aparelho de Estado. Há entre os alunos mais brilhantes os que procuram a advocacia dos ramos contenciosos, do Direito Civil, e os que ficam na área do Direito Penal se tiverem grande talento para defender criminosos milionários. Ou se foram grandes especialistas, nesse ramo, e seu renome seja bastante para atrair clientes bem pagantes. Daí os “leões do júri”. O dotô Dallagnol já mostrou a que veio. Não bastando a evidentíssima parcialidade, digna de fazer dupla com o famigerado juiz Sergio Moro, tanto que prefere suas convicções pessoais às evidências formais. Fora isso, o doutorzinho berda-merda da mula ruça mostrou que, em se tratando da concepção de História, é dos tais que se guiam por estereótipos! Suas convicções, nesse ponto – pois não vão além de convicções palpiteiras – são o sempre empobrecedores estereótipos! Pauperismo intelectual absoluto! “O Brasil foi colonizado por bandidos”, diz o eminentíssimo sábio, como se isso fosse verdade absoluta! Muito maior percentual de criminosos foi enviado no século XVIII à Austrália, pelas autoridades inglesas, assim como à Nova Zelândia, e nem por isso tais países são hoje valhacouto de criminosos. Nunca se demonstrou, estatisticamente, qual foi o percentual de degredados que foram enviados ao Brasil colonial. Mas sabe-se, entretanto, que bom número dos que cumpriam sentença de degredo eram pessoas cujo delito era porque não se coadunavam com as normas religiosas de então, ou simplesmente, eram cristãos novos – judeus convertidos – de quem Portugal queria se livrar, por ódio fanático e preconceito, ou seja, o primeiro racismo organizado dos tempos modernos. Paralelamente, foi apontada a tremenda cincada cometida pelo dotô Dallagnol em louvar o sentimento cristão dos povoadores das treze colônias inglesas que resultaram nos Estados Unidos, como se, ipso facto, fossem todas elas altamente benéficas. Basta vermos o já citado massacre de índios, ao lado da exploração muito mais desumana que a nossa do trabalho escravo. A guerra civil que resultou numa divisão do PIS e, corolário, no assassinato de Lincoln. A expansão em territórios do México e depois, no Caribe – Cuba e Porto Rico – e mais as Filipinas. O posterior imperialismo político e econômico. Etc. Etc. Etc… Será preciso escrever mais?

Responder

Bel

26 de setembro de 2016 às 12h26

E por que o Dallagnol ainda não foi para os estados unidos? Ele é cristão ou veio de Portugal?

Responder

FrancoAtirador

25 de setembro de 2016 às 02h18

.
.
Historicamente, ao Longo do Processo Civilizatório,

quanto mais tempo uma Nação Permanece Submissa
sob o Jugo Inquisitorial Político-Religioso Absolutista,

mais Demora haverá na Obtenção do Conhecimento
e no Desenvolvimento Científico-Tecnológico do País.

O Mais Grave, porém: não terá a Noção da Importância
da Liberdade e da Igualdade nas Relações Humanas.
.
.

Responder

Airoldi lacroix bonetti junior

24 de setembro de 2016 às 23h23

O governo português deve ser informado urgente dessa desastrosa declaração de um partidário procurador fazendo discurso político com dinheiro público no partido do pmpf em seus templos religiosos

Responder

Airoldi lacroix bonetti junior

24 de setembro de 2016 às 23h10

Se o mimado procurador fosse fazer todo esse circo nos eua ou emPortugal, já estaria preso, vai pros eua xarope…..

Responder

Sérgio

24 de setembro de 2016 às 11h44

Depois da decisão emitida pelo TRF livrando o Moro do Grampo Ilegal e Divulgação também ilegal, da conversa entre Dilma e Lula, não há mais nada a se esperar das Instituições Jurídicas .

Somente a população nas ruas dispostas a tudo mudará este quadro macabro que nos prepararam!!!

Responder

Eder

24 de setembro de 2016 às 11h29

ELE PARECE QUE NEM SABE QUE A AMÉRICA É O PAÍS MAIS CORRUPTO DO MUNDO. O mundo todo sabe, SÓ NÃO SABEM OS BATISTAS DE DALLAGNOL, EVANGÉLICOS QUE ACREDITAM QUE É PRECISO SER BATIZADO EM ÁGUA CORRENTE PARA SE PURIFICAR. Feito isto está salvo. Este discurso do Promotor, é ensinado nas igrejas evangélicas tradicionais – metodistas, batistas, presbiterianos, anglicanos, luteranos e até os testemunhas de Jeová e adventistas, etc. ELE FOI COLONIZADO E NÃO PERCEBEU! Dede sempre. SOU DE ORIGEM METODISTA, nasci nesta igreja e sempre ouvia nas “escolas dominicais”, que os países mais ricos do mundo, eram os de origem evangélica. EVANGÉLICOS SÃO LOUCOS POR DINHEIRO. Cresci ouvindo isto, mas como não sou burro, fui pesquisar, e descobri que os ditos “cristãos verdadeiros” matavam, roubavam, e foram para a América expulsos pelos ingleses nobres, por que eram pobres que nem jó e lá não tinha terras para eles, tudo pertencia aos nobres. Na América os imigrantes, QUE O PROMOTOR CHAMA DE EVANGÉLICOS, expulsos da Inglaterra, assassinaram os moradores originais de lá – os chamados indígenas – e tomaram suas terras e ouro. ESTES SÃO OS VERDADEIROS EVANGÉLICOS DESTE PROMOTORZINHO, SEJA: ASSASSINOS E LADRÕES!.No entanto os Batistas sempre defenderam o estado laico. Parece que o Promotor se esquece que este é um dos “dogmas” dos Batistas, que se originam da rebeldia à igreja anglicana, controlado pelo estado monárquico absolutista. Nos EE.UU. os batistas são a maior denominação religiosa do sul americano. Seja, são maioria na região mais conservadora da América. Foi ali que eles se estabeleceram. Vieram para o Brasil, mais precisamente para Santa Bárbara do Oeste/PR, após a guerra civil americana, que acabou com a escravidão dos negros. O espírito escravocrata era muito forte no sul americano, como ainda é o conservadorismo ali. Vieram para o Brasil, “atrás de terras baratas” e depois passaram a querer transformar o Brasil em um país convertido ao cristianismo evangélico batista. Em 1.870 lançaram, junto com outras denominações ditas evangélicas, o “Manifesto para Evangelização do Brasil”. Os batistas de hoje são conservadores, ao contrário de seus antepassados, que pregavam a liberdade religiosa e a educação, como forma de liberdade e foram, por isso, perseguidos.o Promotor parece que não conhece a história de sua igreja, pois esta lutou contra os poderes vigentes na época e por isso os seus lideres foram presos, acusados de tudo quanto é coisa ruim, ACUSAÇÕES baseados em “convicções” dos contrários á sua fé e eram vistos pelos poderosos DA ÉPOCA – OS NOBRES INGLESES – como uma ameaça à liberdade. O promotor se esqueceu ou não conhece a história de sua igreja, onde muitos inocentes foram levianamente acusados e mortos, muitos de forma cruel. ANTES DE FALAR ASNEIRAS, DALLAGNOL, devia estudar sua religião, ia descobrir que seus líderes, lutavam contra o que ele faz hoje. Lutavam por justiça e contra os justiceiros. JUSTIÇA SE BASEIA EM PROVA, JUSTICEIROS SE BASEIAM EM SUAS CONVICÇÕES!

Responder

Kelmen Eloy Fernandes

24 de setembro de 2016 às 10h45

APROVEITE E VÁ PARA MAIS LONGE DOS QUE FORAM OS CITADOS VÁ PARA O QUINTO DOS INFERNOS E LEVE PROCURADOREZINHOS E JUIZINHOS GOLPISTAS COMO VOCÊ . AGORA PROMETA QUE VOCÊS NUNCA MAIS VOLTARÃO VÃO PARA O DIABO QUE OS CARREGUE . PENSE COMO O VERDADEIRO POVO BRASILEIRO AMA VOCÊS !

Responder

    Conceição Lemes

    24 de setembro de 2016 às 11h08

    Kelmen, letras minúsculas nos comentários, por favor. Maiúsculas dificultam a leitura. sds

Leandro A. Barichello

24 de setembro de 2016 às 10h02

BOM DIA SENHORES E SENHORAS
DEBATES SÃO SEMPRE BEM VINDOS, E SABEM POR QUAL MOTIVO? NÃO LEVAM A NADA!
POUCO IMPORTA O QUE PENSEM OU FALEM OU ESCREVAM, O FATO ESTÁ CONSUMADO, FINITO. HAI CAPITO?
E PODEM CHAMAR DE GOLPE OU DO NOME QUE DESEJAREM, MAS A VERDADE É QUE SOMOS UMA DEMOCRACIA. EXPLICO:

QUANDO O LULA VENCEU PELA PRIMEIRA VEZ, MUITAS PESSOAS NÃO QUERIAM, REVOLTARAM-SE, ESCREVERAM, MANIFESTARAM DE VÁRIAS FORMAS SUA INDIGNAÇÃO MAS O POVO DESEJOU, A MAIORIA DESEJOU E VENCEU A DEMOCRACIA.
AGORA A MANEIRA DE CHEGAR FOI DIFERENTE, MAS COMO NAQUELA ÉPOCA A MAIORIA NÃO QUER MAIS O PT, O POVO NÃO QUER MAIS O PT.
FICOU CLARO PARA QUALQUER BRASILEIRO DE INTELIGÊNCIA MEDIANA A MANEIRA DE GOVERNAR DO PT.
SENDO ASSIM SENHORES, A MATEMÁTICA É CLARA.
MAS CASO OS SENHORES DECIDIREM QUE ESTA SITUAÇÃO É INADMISSÍVEL EXISTEM MUITOS OUTROS PAÍSES ONDE PODERÃO VIVER BEM PRÓXIMO DA CONDIÇÃO QUE EM POUCOS ANOS ESTARÍAMOS, PAÍSES COMO VENEZUELA, BOLÍVIA, COSTA RICA, CUBINHA, ALGUMA DITADURA DA ÁFRICA…SINTAM-SE A VONTADE.
OU PAREM DE RECLAMAR E APONTEM SOLUÇÕES E MELHORIAS PARA OS ABSURDOS QUE FORAM COMETIDO NOS ÚLTIMOS 12 ANOS. (Não estou isentando quem veio antes, mas se vamos cobrar todos teremos que retroceder até o Império. )
E FALANDO EM HISTÓRIA E PORTUGUESES, PESQUISEM O PRIMEIRO CASO DE CORRUPÇÃO NO BRASIL.
SOMENTE CONQUISTAREMOS ALGUMA COISA VALIOSA QUANDO AGIRMOS COMO UMA NAÇÃO, UNA!

Responder

    Conceição Lemes

    24 de setembro de 2016 às 11h09

    Leandro, letras minúsculas nos comentários, por favor. sds

Morvan

24 de setembro de 2016 às 09h41

Bom dia.

Dallagnol É Xarope“, sem trocadilhos.

Ali, são todos mamados, varridos. Não foram escolhidos à toa. O Império conhece seus centuriões…
O problema não é só o mal que estão fazendo, destruindo a infanta defunta democracia. É o que produzirão futuramente. O Ordenamento Jurídico do país foi para o vinagre. Este, em si, é o problema. A visão tacanha de quem deveria entender um mínimo de patriotismo, de Governança, faliu.
Suspeitava-se, e era verdade, de não termos uma elite com um mínimo de sensatez. Putz, como é ruim não queimar a língua!

Saudações “#ForaTemerGolpsista; a política sem discussão: eterna fábrica de coxários“,
Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

Responder

Joao Maria

24 de setembro de 2016 às 08h10

Eu sou da Silva com orgulho, e este xarope esta vencido. Deixa chapado.

Responder

FrancoAtirador

24 de setembro de 2016 às 06h32

.
.
As Instituições Judiciais Continuam Funcionando Normalmente… Para Prender Lula…

https://pbs.twimg.com/media/CtFbEclXgAENYFX.jpg
https://twitter.com/priscilavanti/status/779504940532326400
.
.

Responder

Cláudio

24 de setembro de 2016 às 04h26

:
: * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta por sabujos sujos a serviço dos ianque$ e do $ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria) dos canalhas direitistas…
::
Encontrei nesta madrugada uma anotação minha para postagens (que ocorreram) nos blogs progressistas quando eu dizia (antes das eleições 2014) que “O povo brasileiro não pode perder essa eleição de 2014 pois se a direita retornar ao poder novamente não vai deixar pedra sobre pedra para um outro futuro governo popular trabalhista em 2018.”…
::
.:.
* 1 * 2 * 13 * 4
*************
.:.
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
* * * * * * * * * * * * *
* * * *

Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lula (sem vaselina) 2018 neles (que já tomaram DE QUATRO) !!!!

* * * *
* * * * * * * * * * * * *
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Responder

Cláudio

24 de setembro de 2016 às 04h13

:
: * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta por sabujos sujos a serviço dos ianque$ e do $ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria) dos canalhas direitistas…
.:.
* 1 * 2 * 13 * 4
*************
.:.
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
* * * * * * * * * * * * *
* * * *

Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lula (sem vaselina) 2018 neles (que já tomaram DE QUATRO) !!!!

* * * *
* * * * * * * * * * * * *
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Responder

Álvaro Zetta

24 de setembro de 2016 às 01h32

Concurseiro idiota é isto aí!!! A pessoa estuda para um concurso público e apenas não é um imbecil, idiota perfeito porque ninguém é perfeito!!!

Responder

FrancoAtirador

23 de setembro de 2016 às 23h37

.
.
Você Sabia Que…

Nos Abençoados Estados Unidos da América do Norte Não Existe

Ministério Público Federal Independente do Poder Executivo Central.

Lá no Big Brother, o Attorney General (Procurador-Geral),

além de Acumular a Função de Advogado-Geral da União,

é Também o Chefe do Departamento (Ministério) da Justiça,

Nomeado pelo Presidente da República com Aval do Senado.

Portanto, lá nos IúnáitStêits, a PGR é um Órgão de Governo.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Procurador-Geral_dos_Estados_Unidos
.
.

Responder

Messias Franca de Macedo

23 de setembro de 2016 às 23h11

O ‘FHC Príncipe da Privataria’ do correligionário almofadinha de merda João Dória ‘Senior’ dentro do balaio de DEMOTucanos no mais recente [Mega]escândalo envolvendo “os canalhas, canalhas, canalhas” nazifascigolpistas, infames antinacionalistas/entreguistas &$, por óbvio, [mega]CORRUPTOS da eterna oPÓsição ao Brasil e ao [verdadeiro] honesto povo trabalhador brasileiro

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

(…)
Ainda, como já divulgado nos dados da Mossack, a Agropecuária Veine possui o consórcio Veine-Santa Amália, com a empresa Santa Amália, que tem o mesmo endereço que a Brasil SA Importação e Exportação, empresa supostamente usada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para enviar dinheiro à ex-amante Miriam Dutra.
(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://jornalggn.com.br/noticia/big-data-o-imperio-do-grupo-globo-em-paraisos-fiscais

Responder

Messias Franca de Macedo

23 de setembro de 2016 às 23h02

Xadrez do MPF como ameaça à democracia

O XADREZ DO GOLPE

QUI, 22/09/2016 – 07:04

(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://jornalggn.com.br/noticia/xadrez-do-mpf-como-ameaca-a-democracia

Responder

José Carlos Vieira Filho

23 de setembro de 2016 às 22h56

Vivemos hoje, tristemente, num país ocupado.
Para sentir o gosto e o cheiro disso, recomendo um filme do Costa Gravas, Seção Especial de Justica.
Link: https://www.youtube.com/watch?v=RARvX-ztxgQ

Responder

Bacellar

23 de setembro de 2016 às 22h46

Se me permitem; singela charge de nossa humilde lavra; https://estudiotm.files.wordpress.com/2016/08/convictos.jpg

Responder

Messias Franca de Macedo

23 de setembro de 2016 às 22h20

… Ainda sobre “os cristãos” do tal procurador aloprado ‘menino maluquinho’ com nome de xarope amargo!

[Perdão pelo fora de pauta não tão fora de pauta assim!
Mais mísseis nos colos IMUNDOS dos nazigolpistas &$, por óbvio, [mega]CORRUPTOS!]

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

Big Data: O império do Grupo Globo em paraísos fiscais
23/09/2016 – 16:24

Por eminente e impávida jornalista Patricia Faermann

O GGN revela, com exclusividade, os dados da família Marinho e de offshores da Rede Globo em Bahamas, peças-chave da negociata pelos direitos de transmissão da Copa de 2002
(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://jornalggn.com.br/noticia/big-data-o-imperio-do-grupo-globo-em-paraisos-fiscais

Responder

    Messias Franca de Macedo

    23 de setembro de 2016 às 22h43

    … E, pasme, ‘coxinhada’ [quase]anencéfala nem um [nem um!] petista está arrolado no Listão do Bahamas Leaks, o mais recente [mega]escândalo que revela a natureza CORRUPTA da eterna oPÓsição ao Brasil e ao honesto povo trabalhador brasileiro!
    E até tu “ex-supremo” ‘joaquim Mossack Fonseca Ostracismo barbosa’?
    Meu povo do bem, vamos espalhar para o povão!
    Ainda temos uma semana para as eleições municipais!
    Portanto, mãos à obra!
    R-UA-S!
    RUAS!
    E JÁ!

    ***
    (…)
    Na sequência dos dados suíços, foi a vez do Panamá Papers ser divulgado pelo Consórcio em abril de 2016. Assim como no Bahamas, o alemão Süddeutsche Zeitung foi o primeiro a ter acesso ao Big Data, que ia além: trazia todas as contas, transações e contratos de offshores ligadas à panamenha Mossack Fonseca, conhecida por ser uma grande lavadora de dinheiro pelo mundo. No Brasil, desdobramentos deste dados, que já estavam ao acesso não só de Rodrigues, como também do Estadão e da emissora Rede TV!, revelaram ser clientes da Mossack políticos principalmente do PMDB, mas também do PSDB, PDT, PP, PDT, PSB, PTB e PSD.
    Além disso, a TV Globo foi mencionada diversas vezes em investigação de lavagem de dinheiro do banco De Nederlandsche, com transações financeiras irregulares em paraísos fiscais, supostamente para pagar os direitos de transmissão da Copa Libertadores. Também foi arrolado nessa nova sequência de dados nomes como o ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa, e outros investigados da Lava Jato.
    (…)

    em
    ‘Big Data: O império do Grupo Globo em paraísos fiscais’

    FONTE [LÍMPIDA!]: http://jornalggn.com.br/noticia/big-data-o-imperio-do-grupo-globo-em-paraisos-fiscais

    Messias Franca de Macedo

    23 de setembro de 2016 às 22h44

    BOMBA! EXTRA! SENSACIONAL! A MANSÃO TRIPLEX (SIC) CASA IMUNDA DOS NAZIGOLPISTAS ESTÁ CAINDO!
    E A CANOA FURADA!

    O DEMoTucano ‘Aecím’ está ‘mor(T)o’ junto com os criminosos Marín(ho) da máfia Global!
    “E bote Global nisto!”
    Entenda

    $$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

    (…)
    Também a partir dessas novas publicações, o GGN conseguiu cruzar informações para revelar que além de o PSDB ter sido o maior beneficiado dos doadores para campanhas eleitorais com contas secretas no HSBC suíço, em 2010, o senador Aécio Neves foi também o candidato à presidência que mais recebeu.
    (…)

    Messias Franca de Macedo

    23 de setembro de 2016 às 22h46

    … A MANSÃO TRIPLEX (SIC) CASA IMUNDA DOS NAZIGOLPISTAS ESTÁ CAINDO!
    E OS PEDALINHOS [Risos] FURADOS!…

    Viram, estropícios desalmados?

José Carlos Vieira Filho

23 de setembro de 2016 às 22h03

Ora, o menino é um digno cidadão americano do “deep south”, do “bible belt”.
Está aqui como missionário, civilizador.
Avisem a ele que os praedikant holandeses (seus colegas) decretaram que: não existe pecado do lado de baixo do equador.

Responder

FrancoAtirador

23 de setembro de 2016 às 21h45

.
.
#DesejoProTemer Bombando o Dia Inteiro

no Aniversário do Verme Político Conspirador

HashTag Chega aos TTs do Twitter Mundial

http://trendingtopics.mx/search.php?u=%23DesejoProTemer

http://trendsmap.com/topic/%23desejoprotemer
.
.

Responder

Leleco

23 de setembro de 2016 às 21h43

Como a Dilma recusou-se a ser a protagonista de um Projeto de Nação , muito antes do golpe , a idiotia uniu-se com a elite predadora ,tiraram o pirulito do frágil Estado Democrático de Direito do futuro do brasileiro . Daí brotou o fascismo com o enorme microfone na mão. E os filhos do Roberto Marinho , entre um bom queijo e um caro vinho , no Jardim do Éden Botãnico , pautando o simulacro da realidade de um pobre país. Só volto a acreditar se der Lesa-Pátria para essa corja toda.

Responder

Ana

23 de setembro de 2016 às 20h55

gostaria que ele formasse uma comunidade levando todos os que nele acreditam, oferecesse um chazinho (e tomasse, também), e acabasse com toda esta raça.

Responder

tiao

23 de setembro de 2016 às 20h43

Esse cara que tem nome de laxante precisa urgentemente encontrar um rola.

Responder

anac

23 de setembro de 2016 às 20h10

Ou seja, o discurso de sempre, a culpa é do povinho que deve voltar a condição de escravo. Ele é o salvador. Coxinha ta lascado pois jogado na mesma lata de lixo, descendente de português, mas se acham ingleses. Estamos perdidos.

Que toquem dobrados os sinos, a justiça está morta.

Responder

Luiz Fernando Nunes Rodrigues

23 de setembro de 2016 às 19h50

Esse procurador é doente

Responder

FrancoAtirador

23 de setembro de 2016 às 19h35 Responder

marco

23 de setembro de 2016 às 19h20

Esse indivíduo,é mais um desses IMBECIS FUNCIONAIS que pululam entre nós.E com a cumplicidade de grande parte da nossa sociedade.Notadamente,a PEQUENA BURGUESIA. E os adeptos dessas religiões que surgem entre nós,toda semana.Os cabeças de tais seitas,esses fazem somente,pra ganhar dinheiro.

Responder

Mario Lobato da Costa

23 de setembro de 2016 às 19h05

Nos meus tempos de ginásio (lá se vão 50 anos) eu li “BANDEIRANTES E PIONEIROS, de Vianna Moog, escrito em 1954, no qual o autor fala sobre idéias muito parecidas com as do Dallagnol.
Daqui um tempo, quem sabe, dentro de sua “modernidade”, ele também comece a citar o Mein Kampf, para justificar os métodos da FarsaJato.

Responder

Edson do Nordeste

23 de setembro de 2016 às 18h21

Eu pensava que ele tivesse um pouquinho de sanidade!
MAS, É COMPLETAMENTE LOUCO!
A CENA DO CHAROPADO DO DALAGNOLL PREGANDO PARECE CENA DE FILME AMERICANO!
ESSES CARAS NÃO SE CONSIDERAM BRASILEIRO E MUITO MENOS SUL-AMERICANOS!

Responder

Julio Silveira

23 de setembro de 2016 às 18h13

Kkkkkkkkk, seria trágico se não fosse cômico. Kkkkkkkkkk. Esse meu país. Kkkkkkkk.

Responder

Homero Mattos Jr.

23 de setembro de 2016 às 18h13

“A existência do Colonizador reclama e impõe uma imagem do colonizado. Álibis, sem os quais a conduta do Colonizador, sua existência, pareceria escandalosa. …a preguiça …Nada poderia legitimar melhor o privilégio do Colonizador que seu trabalho; nada poderia justificar melhor o desvalimento do colonizado que sua ociosidade. O retrato mítico do colonizado conterá então uma inacreditável preguiça. O do Colonizador: o gosto virtuoso da ação. Subalimentação; baixos salários; futuro bloqueado; significação irrisória de seu papel social …a independência da acusação de quaisquer condições sociológicas e históricas, institui o colonizado como ser preguiçoso. A preguiça é constitutiva da essência do colonizado. Verdadeiramente, o colonizado importa pouco para o Colonizador. (que) Longe de querer apreender o colonizado na sua realidade, preocupa-se em submetê-lo a essa indispensável transformação. … o colonizado “não é isso”, “não é aquilo”. Jamais é considerado positivamente. “Eles são imprevisíveis”… “Com eles nunca se sabe!”…
Uma estranha e inquietante impulsividade parece comandar o colonizado. É preciso que o colonizado seja bem estranho, em verdade, que permaneça tão misterioso após tantos anos de convivência… despersonalização… afogamento no coletivo anônimo. “Ele são isso… Eles são todos iguais”. Se a empregada doméstica não vem certa manhã, o Colonizador não dirá que ela está doente, ou que ela engana, ou que ela está tentada a não respeitar um contrato abusivo (sete dias em sete). Afirmará que “não se pode contar com eles”. … acontecimentos pessoais, particulares, da vida de sua empregada; essa vida na sua especificidade não o interessa, sua empregada não existe como indivíduo.
… esse delírio destruidor do Colonizador … ”
http://passalidadesatuais.blogspot.com.br/2010/12/o-retrato-do-colonizado-precedido-pelo.html

Responder

Luiz

23 de setembro de 2016 às 17h27

E o pior de tudo é que ainda tem muita gente que acha esse tipo de pessoa genial. Observem as fisionomias de moro e do delagnou, são mais ou menos parecidas. Fisionomias lombrosianas, tipo assim, meio que fixados, alucinados, enfim, loucos mesmo.

Responder

roberto

23 de setembro de 2016 às 17h14

O fanático não sabe que a Austrália foi formada basicamente com a ralé da ralé ,mandada para lá pela coroa inglesa, que queria se livrar da bandidagem.
Mas o país cresceu e hoje é uma super potência de primeiríssimo mundo, fruto de governos patriotas,voltados para o desenvolvimento e uma Justiça Justa, viu , seu Dallagnolzinho, uma Justiça justa , não essa draga que você e os corruptos da Justiça Brazuca praticam. Quase todos os australianos descendem daqueles primeiros bandidos que aportaram por lá e criaram um fantástico país, pois não existe o tal DNA criminoso, em que você, analfabeticamente acredita.
Tome um banho de patriotismo, deixe de ser parcial e corrupto, que talvez isso encoraje e incentive a Justiça Brazuca a ajudar o país, e não jogá-lo no lixo,como estão fazendo seus alucinados parceiros, em todos os escalões dos antigos 3 Poderes, atualmente 3 Desgraças.

Responder

Serjão

23 de setembro de 2016 às 16h22

Muito Bareta, Kojak, Bat Masterson, Daniel Boone e Rambo.
Muita cavalaria chegando para nos salvar dos selvagens vermelhos e pelados, estupradores de nossas alvas donzelas, recatadas e do lar!

Responder

Nelson

23 de setembro de 2016 às 15h57

É de abismar. E pensar que são mentes como a desse procurador as que são ressaltadas pela mídia hegemônica, as que fazem sucesso “na telinha” .

Sérgio Moro, por exemplo, foi, por muita gente, galgado à categoria de divindade. Quando fiz duras críticas ao juiz, um ex-colega de banco, hoje advogado, chegou a me retrucar afirmando que “Moro é na terra o que Jesus Cristo é para a Igreja”.

Com gente desse tipo a dominar o país, que o Patrão Velho tenha piedade de nós.

Responder

Francisco Niterói

23 de setembro de 2016 às 15h55

Sonegação de 500 bilhões , acredito.

Se fosse só 500 milhões seria já um avanço

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    23 de setembro de 2016 às 16h08

    Corrigido! Obrigado.

Jarbas Simonetti

23 de setembro de 2016 às 15h40

Na escola, quando alguem defendia a teoria do procurador Deltan, nosso professor de História recomendava que fosse para a Guiana Holandesa.

Responder

Edgar Rocha

23 de setembro de 2016 às 15h24

Mais um postulado revelador do imaginário de nossas elites. Dallagnol está de mãos dadas com Greca. Vem à público o que há muito ouvíamos pelos cantos. No colégio, eu estudava numa escola na Vila Matilde. Parece até que eu estou escutando certos professores conservadores que tive. Este discurso nunca saiu da moda. Este rapaz é fruto do que sempre pensou a classe média, mas não tinha suporte ideológico, inteligência, nem apoio logístico para se afirmar perante a maioria. É a certeza de que agora poderão restituir seus preconceitos mascarados em livre pensar, em liberdades individuais, no direito exclusivo de proferir impropérios que torna possível a esta gente mostrar suas garras. Eles têm o judiciário, as polícias, o poder econômico, a máquina do Estado e a força externa do império em sua defesa, desde que defendam os interesses externos, claro. A razão para tanto absolutismo não é outra, senão a ausência de enfrentamento, a coalizão tolerante e submissa e o medo de perder o brilho, caso não se busque uma unanimidade. Esta, se mantém, no entanto, às custas do silêncio e do controle dos que saem perdendo neste jogo.

Responder

Marco André

23 de setembro de 2016 às 15h23

Sonegação anual de R$ 500 BILHÕES, segundo o Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (SINPROFAZ).

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    23 de setembro de 2016 às 16h08

    Obrigado! Já corrigimos.

a

23 de setembro de 2016 às 15h22

Êpa, Êpa! Saravá, Aleluia! Parece que acaba de sair do armário, em busca de um “Templo do Povo”, o Jim Jones brasileiro (ou será português e/ou italiano?).

Responder

    anac

    23 de setembro de 2016 às 20h12

    Dallagnol já falou que deseja ser pastor. O novo Jim Jones. Que se vá para os USA.

Daniel

23 de setembro de 2016 às 15h08

O Prof. Jessé Souza explica e descontrói este discurso no brilhante livro “A tolice da inteligência brasileira”…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.