VIOMUNDO

Diário da Resistência


Opinião do blog

Ah, os analistas!


24/04/2010 - 23h49

Um leitor deixou esta notícia na caixa de comentários do blog.

Agora, que deixei de gargalhar, digo que como notícia isso tem tanto valor quanto a minha previsão de que o Santos FC será o campeão paulista de 2010.

É como a famosa “média de pesquisas”. Se você tirasse a média das pesquisas de véspera publicadas no Rio Grande do Sul, em 2002 (ver aqui), concluiria: Germano Rigotto vencerá Tarso Genro na disputa pelo governo gaúcho por 55,3% a 41,9%.

O resultado da votação, de acordo com o TRE,  foi de 52,6% a 47,3%.

Pela média das pesquisas, seriam 13% de diferença. De fato, foram pouco mais de 5%.

Boca de urna do Ibope, amplamente divulgada pela RBS no dia da eleição:

56% a 44% para Rigotto, 12% de diferença, mais que o dobro do resultado final!

Quem acertou, mesmo, foi um único instituto,  o ligado ao jornal Correio do Povo, que cravou: 52% a 47%.

Se os “erros” do Ibope ajudaram ou não a mudar o voto dos indecisos, se foram usados para criar um “efeito manada” eleitoral, isso não dá para dizer.

Meu ponto é que um instituto se mede pela credibilidade histórica. Erros não implicam em má fé. Por isso,  não é possível dissociar as pesquisas do momento histórico em que elas foram divulgadas. Só assim, por exemplo, para entender se um instituto foi ou não usado politicamente.

O boca-de-urna do Datafolha, na eleição em que Fernando Henrique Cardoso perdeu para Jânio Quadros,  em 1984, garantia que FHC tinha sido eleito. Eu vi, porque eu estava lá, na redação da própria Folha, transmitindo a apuração para a TV Manchete (tentei, mas não consegui encontrar os dados da pesquisa para confrontá-los com o resultado final. Alguém se habilita?).

Na Venezuela, proibido pela legislação eleitoral de divulgar pesquisas sobre o referendo revogatório, em 2004, um instituto de pesquisas com serviços prestados ao Departamento de Estado dos Estados Unidos publicou a pesquisa em Nova York, na internet.

Os eleitores venezuelanos foram bombardeados com os resultados, via e-mail, via emissoras de TV por satélite e via rádio. O press release da empresa americana que fez a pesquisa dizia:

RESULTADO DE BOCA-DE-URNA MOSTRA GRANDE DERROTA DE CHÁVEZ

Eu pretendo republicar o press release acima, com tradução.

Mas o resultado previsto pela empresa pesquisadora foi de que Chávez teria seu mandato revogado por 59% de votos SIM (pela saída dele) e 41% de votos NÃO.

O processo de votação e a contagem dos votos foram ratificados por observadores internacionais.

Resultado: Chávez confirmado no cargo com 58,25% dos votos! Justamente o inverso do que tinha sido anunciado no press release.

Foi, claramente, mais que um “erro”. Pode ter sido uma tentativa de influenciar os eleitores venezuelanos enquanto eles votavam. Pode ter sido uma tentativa de ganhar o voto de indecisos. Pode ter sido uma tentativa de evitar que os apoiadores do presidente fossem às urnas. Com uma diferença dessas no boca-de-urna, já perdemos, por que sair de casa e enfrentar fila? Pode ter sido uma tentativa antecipada de tirar a legitimidade do próprio referendo e de dar mais munição à oposição derrotada.

Portanto, é impossível analisar resultado de pesquisa fora do contexto histórico. Elas podem servir para convencer aliados, desfazer alianças, conseguir financiamento de campanha.

No Brasil, o fato de que a principal emissora de televisão resolveu divulgar apenas os resultados de dois intitutos — o Ibope, cujo presidente em 2009 já disse que Lula não fará o sucessor; e o Datafolha, de um jornal que abriu as páginas para atacar um concorrente, o Sensus, ajudando assim a “desqualificá-lo” — já serve de alerta.

Se existe uma justa suspeição sobre as pesquisas, o que dizer de analistas? Não estou dizendo que sejam má intencionados, nem que não entendam de política.

Mas é um bolão viciado pela escolha dos palpiteiros.

Entre os santistas, 90% acreditam que o Santos será campeão do mundo em 2011. Acredito mais nessa pesquisa.

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



28 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Escrevinhador

26 de maio de 2010 às 10h04

[…] Confiram aqui o levantamento da Reuters – https://www.viomundo.com.br/opiniao-do-blog/ah-os-analistas.html […]

Responder

jbmartins

27 de abril de 2010 às 19h18

Azenha, concordo com o texto e claro com voce, acho que na atual urna eletronica, existe meis de manipulação quem não garante que uma pesquisa fraudulenta para colaborar com o rsultado da urna fraudada. para aprofundar o assunto urna olhem este link http://colunistas.ig.com.br/luisnassif/2009/11/23

Responder

amores

26 de abril de 2010 às 17h49

Vamos ficar de olho, nas eleições de 2006 o programa da maria lídia chamou tucanos e petistas no dia da eleição para sei lá o que. o programa ficou no ar durante o dia inteiro , achei um absurdo … Boca de urna na cara dura !

não gostei nada, afinal ela não é imparcial.

Responder

Felipe

26 de abril de 2010 às 12h29

O que é isso? Um bolão?

Já que todo mundo dá palpite, quero deixar o meu:

Dilma 62,33%
Serra 27,54%
Brancos e nulos 7,71%

É bem mais fácil chutar qualquer número do que fazer uma análise da situação….

Responder

    Renato

    30 de abril de 2010 às 22h59

    Eu vou dar o meu.
    Apesar da Dilma carregar com ela o fator Lula, irá ficar assim:
    2º Turno
    Serra: 48,75%
    Dilma: 44,95%
    Indecisos/Nulos:6,30%

    Se o Serra ganhar a eleição, não será com a maioria absoluta, mas se a Dilma ganhar(o que eu acho dificil acontecer) será no primeiro turno.

mila

25 de abril de 2010 às 23h17

BLOG OLEO DO DIABO DE MANOEL DO ROSÁRIO. http://oleododiabo.blogspot.com/

Estadão publicou hoje matéria na qual admite que Dilma Rousseff tem um grande e inexplorado potencial de votos. Confira o gráfico acima. Mesmo depois de tanta campanha, apenas 14% afirmam conhecê-la bem. E 7% dizem que nunca ouviram falar dela. Já o seu adversário, José Serra, é bem mais conhecido: 29% dos entrevistados do Ibope declararam que o conhecem bem, e somente 1% confessam que nunca ouviram falar do vampiro. A maioria dos que não conhecem Dilma são pobres. O nordeste é a região onde ela é menos conhecida.

Responder

Gerson Carneiro

25 de abril de 2010 às 18h29

Um adendo: eu só acredito que o Santos será campeão do mundo em 2011 se o astrólogo do Serra dizer que sim.

Responder

Milton Hayek

25 de abril de 2010 às 18h09

ATENÇÃO!!!!!!!!!!!ATENÇÃO!!!!!!!!!

Milton Hayek,este que vos escreve,continua denunciando a grande conspiração lusitana para transformar o Brasil numa enorme padaria.O pavilhão nacional será trocado pela bandeira do Vasco da Gama!!!!!Esses comunistas lusitanos são ardilosos(incluindo esse padeiro disfarçado de jornalista,Luiz Carlos Azenha,que tentou provocar crises de flatulência nos Deuses Dos EUA na década de 70,ao servi-lhes a gororoba brazuca chamada feijoada).Doutrinaram a Dilma Rousseff usando uma professora lusitana da UFRJ de nome Conceição Tavares(que nome portuga!!).A Dilma já está dançando até o vira!!!!!!!!!!!!!!!!!!!Vejam que plano ardiloso:

Dilma na festa
A ex ministra Dilma Rousseff esteve na noite deste sábado no aniversário de 80 anos da economista Maria da Conceição Tavares, no Rio. Aluna de Maria da Conceição Tavares na Unicamp (Universidade de Campinas), Dilma foi a convidada de honra da festa.Durante a festa, Dilma e Conceição dançaram o vira com integrantes do grupo que animou a festa. http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2010

Os comunas lusitanos também tentaram cooptar o Príncipe da Sociologia do Brasil,FHC,usando o lusitano Florestan Fernandes na década de 1950.Quase conseguiram!!!FHC foi salvo,dizem,pela gloriosa CIA usando a Fundação Ford.
Cuidado com o comunismo lusitano!!!Eles não têm limites!!!!!!Criaram essa nação misturadinha chamada Brasil e agora desejam "padarizar" o mundo!!!!Já pensaram termos de comer aqueles intragráveis pasteizinhos de Belém todos os dias????

Responder

Milton Hayek

25 de abril de 2010 às 17h53

Enquanto isso a Yoani Sanchez(a blogueira cubana financiada pelo NED) foi desmascarada:

25 DE ABRIL DE 2010 – 10H44
Repórter desmascara blogueira cubana Yoani Sánchez em entrevista

Ferrenha opositora do regime cubano, a blogueira Yoani Sánchez concedeu uma entrevista ao jornalista francês Salim Lamranium, na qual cai em contradição diversas vezes. Especialista em assuntos relacionados à ilha, ele conseguiu colocá-la contra a parede e expor a fragilidade dos argumentos da cubana. Veja abaixo.
http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia

Responder

Ramalho

25 de abril de 2010 às 16h34

Onde está Lula? Está doente? Onde está Lula?

Responder

Messias Macedo

25 de abril de 2010 às 16h20

Nove milhões de brasileiros ainda não conhecem Dilma
25 de abril de 2010 | 12h 04
AE – Agência Estado

A maratona de viagens e o "banho de mídia" a que a pré-candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, se submeteu nos últimos dois meses não ajudaram a reduzir o grau de desconhecimento sobre ela em parte significativa da população. Desde fevereiro, a parcela que afirma "conhecer bem" a petista passou de 13% para 14%, e a que diz conhecê-la "mais ou menos" se estabilizou em 33%, de acordo com duas pesquisa do instituto Ibope feitas no intervalo de 60 dias. Outros 7% – o equivalente a 9,2 milhões de brasileiros – nunca ouviram falar na ex-ministra-chefe da Casa Civil, que nunca concorreu a cargos eletivos.
Os números referentes ao tucano José Serra também não tiveram variação significativa, mas, para o tucano, que já disputou oito eleições, a desinformação do eleitorado não é um entrave: cerca de 70% dizem conhecê-lo "bem" ou "mais ou menos".
Em termos geográficos, o principal bolsão de desconhecimento sobre Dilma é o Nordeste, onde 11% da população nada sabe a seu respeito. Apenas 8% dos nordestinos afirmam conhecê-la bem. Paradoxalmente, a região é a única em que a petista está à frente de Serra. Tanto no Nordeste como nas demais regiões, a desinformação a respeito de Dilma é maior entre os eleitores mais pobres. Como é esse contingente o que mais aprova o governo de Luiz Inácio Lula da Silva, o PT aposta na associação entre a imagem do presidente e a da pré-candidata para a alavancar.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Responder

Paulo

25 de abril de 2010 às 15h47

Lendo os comentários acima fico cada vez mais convicto de que o Brasil pode mais!

Responder

Reinaldo Melo

25 de abril de 2010 às 15h28

Um exemplo a ser comentado é a manobra do Ibope/Globo em relação à Marta em 98. Ela não foi para o segundo turno com o Maluf por diferença mínima de votos em relação a Covas.

Responder

Messias Macedo

25 de abril de 2010 às 15h11

[MAIS] UM “NOVO” FACTÓIDE CONTRA DILMA!]

‘O articulista com complexo de editorialista’, Josias “da Folha” [da ditabranda], ancorado numa “investigação” de Ricardo Boechat, está alardeando que a candidata do presidente Lula teria usado de má-fé, simplesmente porque na página principal do sítio oficial da campanha consta uma fotografia de artista Normal Bengel –a cena seria de 1968. Teria sido veiculada num influente diário da época, o Correio da Manhã.

Ora bolas, senhor doutor, faça-me uma garapa, sem açúcar, por favor!

Provavelmente, a foto da atriz tenha sido colocada entre as fotos de Dilma criança e a Dilma de hoje, como uma homenagem aos vínculos e associações entre as mulheres – esta ponte histórica, simbiótica… Poderia ser uma mulher negra e anônima, uma mulher operária, uma mulher dona-de-casa, uma mulher professora…
Mas, não, os jornalistas-corvos de plantão, os que “não” (sic) combatem o patrulhamento ideológico já estão potencializando organizações delinqüentes peessedebistas que respondem pela alcunhas de ‘O Coturno Noturno’ e “Gente que Mente”! Estes jornalistas-colegas dos patrões estão disseminando estes ratos no esgoto da internet!
No “editorial” pró-Frias/(S)erra, Josias de Souza cita estas entidades altamente decentes – e dotadas de credibilidade tão significativa quanto o dossiê falso – e criminoso – da ‘Folha’ contra a mesma Dilma Brasileira Roussseff!
… Ah, no mesmo texto, o Josias “da Folha” menciona a euforia de um dos crápulas do famigerado/lacaio PPS:
“Presidente do PPS, partido aliado a Serra, Roberto Freire pendurou no twitter, na noite deste sábado (24), uma nota: “Dilma deve explicação”.

NOTA: quem deve explicação são vocês, vilões das ilações inconseqüentes! Corvos dos Infernos! Parvos e aloprados!

NOTA: O LINK PARA O “NOVO” FACTÓIDE DO TIPO LININHA DA RECEITA FEDERAL!
http://josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/

Sítio oficial 'usa' foto de atriz como se fosse de Dilma
República Destes Açodados Bananas Fomentadores de Factóides – golpistas irregeneráveis!
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Alberto F. P. Ferraz

25 de abril de 2010 às 13h37

O Lula é o cara, e a Dilma é a corôa, que vai coroar de êxitos, o projeto do governo Lula.

Responder

Alberto F. P. Ferraz

25 de abril de 2010 às 13h29

O Lula tem toda credibilidade, para montar, a estratégia de campanha.

Responder

Alberto F. P. Ferraz

25 de abril de 2010 às 13h27

O Lula disputou eleições, em condições muito mais adversas, e saiu vitorioso.

Responder

Roberto Locatelli

25 de abril de 2010 às 10h25

Dilma é favorita, sim, Azenha. O que não quer dizer que vencerá automaticamente.

É favorita porque:
1) é a candidata apoiada por Lula, o qual tem 80% de aprovação;
2) a economia está bombando, e o eleitor médio quer continuidade;
3) há um sentimento anti-paulista no Brasil, prejudicando assim o candidato Serra;
4) a maioria da população brasileira, segundo pesquisa recente, é a favor de estado forte e intervenção estatal na economia.

Repito, isso não dá vitória automática a Dilma. Mas confere a ela uma dianteira.

Responder

    Ubaldo

    25 de abril de 2010 às 21h36

    Interessante que todos os institutos de pesquisa apontam o Serra na frente.
    Talvez o torcedor Roberto tenha seu próprio instituto de pesquisas e ainda não sabemos.

    Quanto aos enumerados digo que a aprovação da população não conta, pois há diversas pessoas que aprovam o governo Lula e não votariam nele e nem vão votar na Dilma. O sentimento anti-paulista que você diz que existe talvez seja o mesmo sentimento antiamericano peculiar em quem é mais fraco. O estado forte é a esperança também dos menos dotados que angariam por mais benesses.

    augustinho

    26 de abril de 2010 às 14h09

    Ubaldote, uma coisa:
    As benesses dadas a familia marinho, camargos correas, telefonicas, danieldantas e outras no passado, nao serão suficientes para dar vitoria ao vampiro da mooca.
    E ja está fazendo sete anos e meio que um dos MENOS dotados está dando de goleada na tua turma!

    Renato

    30 de abril de 2010 às 23h04

    Eu concordo com os motivos apresentados acima, porém

    No Estado de São Paulo moram 41.384.039 de pessoas, conhecendo o povo aqui, o PSDB ganhará muitos votos por aqui. E a Dilma terá que ganhar de goleada nos Estados do Nordeste.
    Se a Dilma não for bem no Sul e Minas, terá dificuldades em ser eleita.
    O PSDB não leva muitos votos no RJ (isso é histórico), geralmente o PT fica na frente por lá.

Alberto F. P. Ferraz

25 de abril de 2010 às 13h20

Eleição e mineração o resultado só depois da apuração. Agora que a Dilma vai disputar a eleição, num terreno muito favorável é evidente que sim. Vamos aos dados: O país estará crescendo mais que 5% do PIB no período eleitoral; Gerando mais de dois milhões de empregos formalizados; Com inflação dentro meta;Com 75% de aumento real no salário mínimo; Investimento em infraestrutura ( PAC 1e 2 ); Programas sociais; Investimento em educação, saúde e segurança; E uma forte aliança que lhe dará tempo de mídia suficiente, para comparar o projeto de continuidade do governo Lula, com o projeto de mudança representado pelo candidato Serra.

Responder

Milton Hayek

25 de abril de 2010 às 12h25

Analista é coisa de quem não terminou a fase anal.Tipo FHC e Serra….

Responder

Jouber

25 de abril de 2010 às 12h12

Saiu há anos aqui no RS uma pesquisa( não consegui mais encontrá-la) que dizia que cerca de 4% a 5% do eleitorado escolhia o candidato na hora da votação. Eram pessoas que só votavam porque eram obrigadas e não tinham a mínima idéia em quem votar. Penso que é este nicho que decide as eleições. Se tu colocares na véspera da eleição uma vantagem para um candidado de 12%, 13% de diferença em relação ao outro, estás dizendo subliminarmente que o outro não tem chances de virar o pleito. Geralmente, esses 4%, 5% irão votar no candidato que está na frente nas pesquisas. Quando abrem as urnas, a diferença é justamente aquela votada pela manada de última hora.
Obs:
O que a RBS faz aqui no RS em termos de pesquisa é um acinte para quem tem mais de dois neurônios.

Gre-nal hoje. Vai pretear o olho da gateada, como dizemos por aqui
Vamo, Grêmio!!!

Responder

@Briguilino

25 de abril de 2010 às 11h43

Azenha, pesquisa por pesquisas, previsões por previsões fico com o IBOP – Instituto Briguilino de Opinião Pessoal – e as Previsões Briguilinas.
O Briguilino previu em 22/05/2006 que a Dilma seria eleita presidente. Leia:http://blogdobriguilino.blogspot.com/2008/03/reco

E o IBOP divulgou o resutado da eleição presidencial em 14/11/2008http://blogdobriguilino.blogspot.com/2008/11/prev… em outubro veremos quem estava certo.

Responder

Roberto Locatelli

25 de abril de 2010 às 10h45

Em tempo. A pesquisa que citei sobre os brasileiros e a preferência por um Estado forte está aqui> http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/11/

Responder

sergio

25 de abril de 2010 às 10h31

sejamos claros, os analistas falam com a mão no bolso, ou seja, vendem a opinião do patrão

Responder

Mc_SimplesAssim

25 de abril de 2010 às 05h18

Ao que tudo indica o circo do segundo turno já está armado com Dilma e Serra.

Me pergunto então para que servem as convenções partidárias e a eleição de outubro.

Deixemos que os analistas escolham nosso(a) presidente(a) logo de uma vez!

Atenção para o mais um golpe que está sendo arquitetado contra o nosso sofrido povo brasileiro que mesmo assim não deixa de acreditar no futuro.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.