VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Opinião do blog

Carta Maior: Entre o bombom de cupuaçu e o bafômetro


23/04/2011 - 21h52

O excelente Quanto Tempo Dura? brincou: e se fosse o Lula? E se o Lula tivesse se recusado a passar pelo teste do bafômetro? E se o Lula tivesse levado sete pontos na carteira e tomado a multa — que equivale a de alguém que dirige alcoolizado?

por Luiz Carlos Azenha

A Carta Maior levou o desafio ao pé da letra e foi buscar um exemplo de como a Folha de S. Paulo se comportou em uma situação muito menos grave que envolveu Lula: o caso do bombom de cupuaçu.

Escreveu a Carta, em texto que se tornou viral na rede:

Sem dúvida o aspecto mais chocante no episódio da blitz da Lei Seca, no Rio, que flagrou Aécio Neves dirigindo com habilitação vencida e metabolicamente impossibilitado de soprar o bafômetro, não foi o fato em si , mas o comportamento da mídia demotucana. Os blindados da ‘isenção’ entraram em cena para filtrar o simbolismo do incidente,  ‘um episódio menor’, na genuflexão de um desses  animadores da Pág 2 da Folha. Menor?  Não, nos próprios termos dele e de outros comentaristas do diário em questão. Recordemos. Em 24 de novembro de 2004, Lula participou da cerimônia de inauguração de turbinas da Usina de Tucuruí, no Pará. No palanque, sentado, espremido entre convidados, o presidente comeu um bombom de cupuaçu, jogou o papel no chão. Fotos da cena captada por Luiz Carlos Murauskas, da Folha, saturaram o jornalismo isento ao longo de dias e dias. Ou melhor , anos e anos. Sim, em 2007, por exemplo, dois  colunistas do jornal  recorreriam às fotos de Tucuruí para refrescar o anti-petismo flácido do eleitor que acabara de dar um novo mandato a Lula. O papel do bombom foi arrolado por um deles como evidencia de que o país caminhava a passos resolutos para a barbárie: “Só falta o osso no nariz’,  arrematava Fernando Canzian (23-07-2007) do alto de sofisticada antropologia social. Sem deixar por menos, Fernando Rodrigues pontificaria em 09-04-2007: “…Respira-se em Brasília o ar da impunidade. Valores republicanos estão em falta. Há exemplos em profusão (…)  em 2004, Lula recebeu um bombom. … O doce foi desembrulhado e saboreado. O papel, amassado. Da mão do petista, caiu ao chão. Lula seguramente não viu nada de muito errado nesse ato. Deve considerá-lo assunto quase irrelevante. …Não é. No Brasil é rara a punição -se é que existe- para pequenas infrações como jogar papel no chão. Delitos milionários também ficam nos escaninhos do Judiciário anos a fio (…) Aí está parte da gênese do inconformismo de alguns, até ingênuos, defensores de uma solução extrema como a pena de morte. Gente que talvez também jogue na calçada a embalagem do bombom de maneira irrefletida. São “milhões de Lulas”, martelava o jingle do petista. São todos a cara do Brasil…” (Carta Maior; Domingo, 24/04/2011)

*****

Colaborando com a curiosidade de vocês, reproduzo na íntegra os dois textos em que os colunistas pontificam sobre Lula, o tosco:

Pena de morte e poucos valores

Por Fernando Rodrigues, na Folha de S. Paulo, em 09.04.2007

BRASÍLIA – Subiu para 55% o apoio à pena de morte. Desde 1993 o Datafolha não registrava tal marca. Essa adesão ao medieval “prenda e arrebenta” é de origem difusa. Mas a inação dos políticos tem razoável culpa no cartório. Um dos fatores mais inibidores do crime não é o tamanho da pena, mas a inevitabilidade da punição.

Nesse quesito, os políticos produzem contra-exemplos em série. Deputados e senadores cometem crimes. Renunciam para escapar da punição. Voltam reeleitos. Seus colegas se comportam como se nada tivesse ocorrido.

Respira-se em Brasília o ar da impunidade. Valores republicanos estão em falta. Há exemplos em profusão. Um caso já antigo é emblemático pela singeleza do ato e pelo protagonista envolvido. Em uma de suas andanças já como presidente, em 2004, Lula recebeu um bombom. A mídia captou a cena. O doce foi desembrulhado e saboreado. O papel, amassado. Da mão do petista, caiu ao chão.

Lula seguramente não viu nada de muito errado nesse ato. Deve considerá-lo assunto quase irrelevante. Se alguém o menciona, o petista possivelmente classificará a crítica como firula, preconceito. Não é.

No Brasil é rara a punição -se é que existe- para pequenas infrações como jogar papel no chão. Delitos milionários também ficam nos escaninhos do Judiciário anos a fio.

Malufs podem até amargar uns dias de cadeia, mas logo estão por aí, leves e soltos, desfrutando de foro privilegiado. Já pobres diabos vão para a cadeia por furtarem um frasco de xampu no mercado. Aí está parte da gênese do inconformismo de alguns, até ingênuos, defensores de uma solução extrema como a pena de morte. Gente que talvez também jogue na calçada a embalagem do bombom de maneira irrefletida. São “milhões de Lulas”, martelava o jingle do petista. São todos a cara do Brasil.

*****

23/07/2007

Elites [Ilustrada com a foto de Lula e o papel no chão, entre outras]

por Fernando Canzian, na Folha de S. Paulo

Em 1994, o escritor e crítico cultural norte-americano William Henry 3º (morto aos 50 um ano depois) lançou nos EUA “In Defense of Elitism” (Em Defesa do Elitismo), um livro deliberadamente provocativo que fez um bom barulho na “nação mais igualitária do mundo”, como a América gostaria de ser.

Em resumo, Henry argumentava que na luta perpétua entre o igualitarismo e o elitismo, o primeiro vinha ganhando de lavada nas últimas décadas nos EUA.

De maneira provocativa, dizia que não estava defendendo nenhuma elite específica, mas a “idéia de excelência”, que ele julgava ter sido abandonada ao longo do caminho em busca de uma “sociedade mais igual”.

“Algumas idéias são melhores do que outras. Alguns valores, mais duradouros. Alguns legados, mais universais”, escreveu Henry. Se autodefinindo como um “antiquado meritocratra”, afirmava que a sociedade americana de seu tempo vinha “gastando mais tempo e energia para consolar perdedores do que para incentivar vencedores”.

Uma máxima do livro, comparando uns e outros: “Não é a mesma coisa conseguir colocar um homem na Lua ou apenas ser capaz de andar com um osso enfiado no nariz…”.

Não sei o que Henry diria de nossas elites, principalmente a política, nos últimos tempos. A “elite” petista no comando desse governo é um glorioso desastre como exemplo, idéia de excelência e valores, sem falar em falta de educação e sensibilidade.

Encastelado em seu “sucesso” econômico atual, o governo parece ter perdido a noção da realidade, o bom senso. É patético assistir assessores especiais da Presidência e ministros fazendo gestos obscenos ou usando expressões ridículas enquanto milhares sofrem (e centenas morrem) na tal crise aérea que não tem mais fim.

O PT sempre se arvorou de ser um partido correto, o mais ético da cena nacional, até a crise do mensalão acabar com essa lorota.

Depois da limpa inicial, dos Delúbios endinheirados e Silvinhos corrompidos por carrões usados, sobrou agora, no comando, talvez “a melhor elite” do PT.

É o que temos. Só falta o osso no nariz.

PS do Viomundo: Quanto à pena de morte, citada pelo Fernando Rodrigues, ela existe no Brasil. Foi praticada, por exemplo, no massacre de Eldorado dos Carajás. A isso, sim, podemos chamar de impunidade.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



93 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Fernando

27 de abril de 2011 às 02h56

É interessante constatar como deu certo o plano de poder do PT. Eles conseguem fazer a mesma coisa que todos os governos anteriores (resumidamente: não retorna à população nem 10% do que dela é extorquido) mas posa de humilde, moderno e unânime, ao ponto de que a maioria da imprensa importante agora se acovarda, provavelmente com medo da reprovação do tal "povão", que na verdade não são os trabalhadores e sim a corja que usufrui e não paga 27,5% de IR (e eles chamam isso de "maioria"). Tenho que reconhecer que a estratégia deles de se travestir de "coitadinhos vencedores" e renegar as convicções ideológicas totalitárias está sendo um grande sucesso !! Quem sabe um dia eles se descuidem e tracem um plano brilhante: "agora vamos investir em educação para aumentar a classes C+ e B-, assim economizamos bolsa-esmola". Talvez depois que o plano der certo não aceitemos mais senadores e chefes de polícia rodoviária federal portando habilitação vencida ou suspensa….só prá começar.

Responder

Ivanir Ferreira

26 de abril de 2011 às 19h19

Azenha peço desculpas à você por ter postados comentários um pouco azedos contra o tal de eunaosabia, mas eu não aguentei ver um sabujo desses dando pitacos aqui no seu blog. Esse cara foi um dos mais críticos do Lula com injúrias e falta de respeito no blog do noblat, (caixa baixa mesmo).

Responder

Jota Maués

26 de abril de 2011 às 01h18

E a pena de morte em Eldorado dos Carajás, no Estado do Pará – 19 sem-terra mortos -, foi executada no governo do tucano Almir Gabriel, um dos fundadores do PSDB

Responder

FrancoAtirador

26 de abril de 2011 às 00h16

.
.
O Aébrio 'tava tão chapado

que em vez de assoprar

aspirou o bafômetro.
.
.

Responder

beattrice

25 de abril de 2011 às 20h38

Pois é, cadê a LEY de MEDIOS???
Durante o auge da campanha lacerdista da facção PSDB, muitos, neste e em outros foruns, demandaram que após as eleições houvesse apuração de TODAS as responsabilidades civis e criminais, inclusive com o intuito de educar a sociedade para que campanhas sórdidas como a de 2010 não se repetissem jamais.

Pois podemos preparar o estômago, no próximo ano vem outra aí.
Porque sem a LEY de MEDIOS ninguém pune e ninguém segura os desmandos do PiG.
Aliás, enquanto os porquinhos se refestelarem no Planalto, o PiG vai se sentir em casa não é mesmo Malocci & DANTAS Cardozo?

Responder

Renato Lira

25 de abril de 2011 às 18h56

Estes "jornalistas" da mídia-latrina são lamentáveis, abusdamente incompetentes. Somam-se tais adjetivos ao ódio antipetista que lhes cega, acabam pagando os micos cotidianos que pagam.

Aí, nesta equação ridícula, (incompetência jornalística+ódio antipetista+preconceito+cegueira+micos)) some-se ainda falso-moralismo, hipocrisia e semancol, o resultado final é esse. Uma mídia medíocre, jornalçistas e colunistas lamentáveis, ridículos e pedantes, que morrem pela boca pelas bobagens que escrevem.

Tô doidim pra ouvir qualquer reaça chamar Lula de "cachaceiro".

Responder

Lousan

25 de abril de 2011 às 18h02

referente ao papel d bala no chao e encher os canecos, as 2 coisas vc pod fazer no seu horario de descanso, fora do trabalho…ops…o Lula não estava a trabalho?
Acho q o problema nao esta no PIG bobo e malvado e sim na importancia q cada um tem na imagem do pais…foi um azar o Aecio ter sido pego, era o caso d estar no horario errado e no lugar errado como tantos outras figuras são pegas, agora o Lula foi pura falta d educacao mesmo em um evento coletivo e cheio d imprensa….
falta d responsabilidade sim, mas perseguição do PIG já é exagero…ach q deveria se falar mais d inflação e td mais ao inves d ficar se mordendo pq fofocaram d alguem….

Responder

    Daniel

    25 de abril de 2011 às 19h10

    Vai chorar em outra praia, seu perdedor! Porque não se falava em inflação na campanha? falava-se sim de outro maço de papel… aquele que caiu em uma certa testa careca…

    beattrice

    25 de abril de 2011 às 19h12

    A trollagem tucana tá mal de argumento hein?
    Que decadência.

    Renato Lira

    26 de abril de 2011 às 00h13

    Não , Lousan, o PIG não é "bobo e malvado".

    O PIG é medíocre e falso-moralista, ridículo e limitado intelectualmente. ASSIM como a maioria de seus teleguiados.

    Tão ridículo que engole hoje o que bravateou ontem. E é essa gente limitada que trata Lula empáfia e preconceito dos "letrados", da "inteligentsia".

    UIA!

    Tss, tss…

    É a síndrome do imbecil, que de tão imbecil, não nota as imbecilidades que comete e paga um mico atrás do outro e ainda acha que convence alguém de que o outro é que é imbecil e não ele.

    O único indivíduo que este imbecil convence é… outro imbecil.

    E assiM seguem os reaças brazucas. Na trilha da imbecilização, perpetrada pelo PIG, repleto de imbecis.

FrancoAtirador

25 de abril de 2011 às 15h47

.
.
Feriados de Tiradentes e Jesus Cristo confundem a Enxovalhada de S.Paulo:

Errata publicada pela Folha de S.Paulo:

"Diferentemente do que foi publicado no texto 'Artistas 'periféricos' passam despercebidos' (…),
JESUS NÃO FOI ENFORCADO, MAS CRUCIFICADO".

O texto está na coletânea de Erramos publicado na Folha Online, "uma seleção de notas embaraçosas e sugestões para evitá-las".

O site não informa, mas o autor do erro é Daniel Piza, hoje um dos principais articulistas do Estadão.
Que, a julgar pelas reações à sua biografia de Machado de Assis, ainda continua a errar pequenos detalhes aqui e ali.

http://www.acidezmental.xpg.com.br/errareumano.ht

Responder

    beattrice

    25 de abril de 2011 às 19h13

    O bispo de Guarulhos vai ou não vai excomungar o Tavinho depois dessa?
    Assim não pode, assim não dá!

Marcelo de Matos

25 de abril de 2011 às 14h42

O blog do Noblat dá o tom da grande mídia quando se trata de problemas com políticos tucanos. Depois de tentar justificar dizendo que Kennedy e Berlusconi promoviam orgias, conclui: "Aécio é solteiro. Pode namorar quem quiser. E trocar de namorada quantas vezes quiser. Ninguém tem nada a ver com isso. Se quiser também pode ficar de porre com frequência – desde que não seja na hora do expediente como senador. Nem em locais públicos para não dar o mau exemplo. Beber muito provoca danos à saúde." Como se vê, dois pesos e duas medidas.

Responder

    Ivanir Ferreira

    26 de abril de 2011 às 18h57

    O que me deixa indignado é que no blog do noblat eu sou censurado por defender o governo do PT, enquanto aqui neste blog vem um tal de eunaosabia que é figurinha carimbada no blog do noblat e não é censurado. Esse eunaosabia está se aproveitando da forma democrática desse blog!

Luís Henrique - MG

25 de abril de 2011 às 13h49

O pior de tudo é que um monte de gente fica com a opinião desses oportunistas, digo, jornalistas.

Responder

luis carlos

25 de abril de 2011 às 13h31

legal

Responder

DUDU

25 de abril de 2011 às 12h03

Como alguém pode ser tão sórdido como esses "jornalistas"?
Como podem ser tão pequenos profissional e moralmente?
Amanhã, por qualquer motivo, podem levar um pé-na-bunda…
E, então, vão arrumar emprego aonde?
Qual empresa digna do nome acolheria gente de tão baixo caráter?
O maior castigo dessa gentalha é ter que olhar no espelho todo dia!

Responder

    beattrice

    25 de abril de 2011 às 19h14

    Onde tem empresa digna de jornalismo no PiG?
    Contrasenso básico.

Yarus

25 de abril de 2011 às 12h02

Já que o PIG não quer trabalhar a matéria.Vamos lá:

Mais um da série, Aébrio Neves.
[youtube wu35TrXC5zo&feature=player_embedded http://www.youtube.com/watch?v=wu35TrXC5zo&feature=player_embedded youtube]

Responder

EdiSilva

25 de abril de 2011 às 10h37

Encontrei-me ontem com a bolinha de papel jogada no chão pelo Lula em 2004.
Quando convocada para embrulhar um bombom de cupuaçu, a princípio se negou por não gostar do sabor, mas, sabendo da honra que lhe caberia por envolver o doce que seria oferecido ao próprio presidente Lula, prontificou-se, mesmo diante de todas as advertências de seus pais, que a lembravam qual a sua linhagem, de que ótima madeira ela era procedente e que não ficava bem estar na presença e servir a tal pessoa que denegria a imagem do Brasil só por ocupar aquela cadeira antes usada por pessoas tão brilhantes, como os intelectuais José Sarney, poeta da Academia Brasileira de Letras, Fernando Henrique, injustiçado pela mesma e tantos generais de incontáveis estrelas, entre outros próceres de tamanho ou maior valor.
O pequeno papel, que na época ainda não era bolinha, ponderou tudo isto, mas aceitou, pois considerava que o presidente operário era pessoa extraordinária. Que se tratava de um grande momento para o país do qual ela, mesmo sendo nobre, sentia-se honrada em participar. Não havia garantia de que viria a estar nas mãos do presidente, mas valia a pena arriscar a sorte, mesmo diante da possibilidade de ser pega por algum daqueles petistas barbudos, amigos de Fidel e Chaves.
Quando foi escolhida pelo presidente, chegou e pensar que ele a guardaria no bolso e que seria jogada na lixeira de um grande palácio em Brasília, ou que, quem sabe, poderia vir a ser guardada como lembrança daquele momento e que passaria a eternidade em um museu que recordaria o momento em que o presidente comeu um bombom de cupuaçu durante uma cerimônia oficial.
Qual nada. Quando viu, o presidente a passou de mão em mão, depois a embrulhou, apertando cada vez mais, e jogou no chão. Que horror! Nunca pensara que este seria o seu futuro. De tudo o que imaginara, este era o pior destino. Mas lá estava: no chão abandonada e posteriormente jogada em uma lixeira comum, como se fosse um papel qualquer.
Reciclada, quase virou fita crepe, mas tornou-se papel de carta de uma grande corporação internacional, destas que gostam de mostrar que são ecologicamente responsáveis, mas somente com papel, ou no papel.
Há sim, a bolinha jura que, apesar das más línguas, nunca foi usada para acertar a careca de ninguém e nem se prestaria a tal papel.

Responder

Marcelo de Matos

25 de abril de 2011 às 10h05

O comportamento do Aécio devia ser um prato cheio para o jornalista Larry Rohter, do New York Times. Não foi ele que disse que nosso Presidente Lula bebia demais e quase foi expulso do país? Por que será que o Fernando Rodrigues não dá um toque para seu colega comentar o assunto? Por que não falas Larry? Por que te calas?

Responder

Yarus

25 de abril de 2011 às 08h43

Melô do Ébrio,

A MULTA – FALCÃO

IMPERDÍVEL !!!

[youtube -nh_T8WhWNI&feature=player_embedded http://www.youtube.com/watch?v=-nh_T8WhWNI&feature=player_embedded youtube]

Responder

Marcelo Ramos

25 de abril de 2011 às 08h39

O engraçado é que eles não percebem que foi o "tosco" Lula que varreu a oposição e empurrou o PSDB para a extrema-direita, sem parada na direita moderada.

Responder

GustavoEgito

25 de abril de 2011 às 01h38

A dono da mídia tem o capital; logo, o jornalista é o trabalho.

Mas 95% dos "jornalistas" tupiniquins querem ser parte da elite e, assim, vão defendendo os (poucos) donos do capital.

Como diz o Mino Carta: jornalista no Brasil chama o patrão de "colega". E pior: muitos não só chamam como até acreditam!

Responder

Rossetto

25 de abril de 2011 às 01h32

Conseguiram finalmente tirar o PHA do ar? A partir de 01:20 minutos do dia 25 de abril não consigo acessar seu blog http://www.conversaafiada.com.br.
Por favor, podem explicar o que está acontecendo? Será que finalmente os corruptos calaram o PHA?

Responder

Fabio_Passos

24 de abril de 2011 às 23h43

A mídia-corrupta – rede globo / veja / fsp / estadão – máquina de propaganda da "elite" branca e rica, jamais vai perdoar o "maldito-nordestino-pobre-sindicalista-analfabeto" por demonstrar que um governante com a cara do povo pode obter melhores resultados que um grã-fino rico e branquelo.

O preconceito desta ricaiada frívola não tem limites.
Protegem de toda forma as presepadas dos incompetentes e desastrados fhc, serra, aécio… e atacam espumando ódio o Lula com argumentos toscos, imaginando que ninguém percebe.

É preconceito sim.
Ojeriza contra pobre, nordestino, trabalhador… é a manifestação do desprezo que a pior "elite" do mundo sente pelo povo brasileiro.
Que se afoguem na própria bílis…

Responder

Lau Cariri

24 de abril de 2011 às 22h55

Nunca antes na história desse país bolinhas de papel amassado tiveram tanta fama.

Responder

Geraldo

24 de abril de 2011 às 22h52

Hoje no Globo, o Moreno escreveu que como o ex-presidente Lula também bebe poderia ser pego pela Lei Seca. Só rindo….rsrsrsrsrsrsrsrs
Tentou colocar todo no mesmo balaio, para aliviar a barra do Aécio.
E ainda que é tradição, todo bom político beber. Só não disse que beber até pode, o que não pode é beber e dirigir.
E ainda não pode é fugir da responsabilidade ao não fazer o teste do bafômetro.

Responder

El Cid

24 de abril de 2011 às 21h51

Muito bem analisado por você, Azenha. Não tenham a menor dúvida se fosse com o Lula até hoje a grande mídia estararia explorando o fato. Temos que fazer o mesmo não vamos esquecer esse episódio.(Já que para eles é um fato sem importância)…

Responder

Eduardo Lima

24 de abril de 2011 às 21h36

Olha só Azenha, seria cômico se não fosse trágico.

DOPS de São Paulo espionou até o GUNS 'N' ROSES!
http://www.comunistas.spruz.com/pt/DOPS-de-SP-esp

Responder

Rogerio

24 de abril de 2011 às 20h30

Esse negocio de ficar falando da credibilidade da mídia é o mesmo que achar que ladrão vai se ofender se alguém chama-lo de ladrão… O que resolve nesse caso é porrete mesmo! Pau, ovo, tomate e o que tiver à mão… A nossa imprensa e seus profissionais se comportam puta que vai com quem paga mais. Sempre foi assim e sempre será. No caso das putas, são putas e assumem isso, já a nossa imprensa vive dizendo ser a "guardiã da democracia"! Guardiã da democracia o Car#&%$! Esse pessoal tem que tomar na cara!

Responder

    GustavoEgito

    25 de abril de 2011 às 01h30

    Alô, moderador(a): cadê você!

    Por um pouco menos que "tomar na cara" PHA teve problemas no ano passado.
    Já é o 2º comentário que leio hoje (o outro foi o do Elton xingando a Carmem Leporace, no post Comida S/A) que foi publicado em oposição as normas de moderação deste fórum.

FrancoAtirador

24 de abril de 2011 às 19h46

.
.
As maiores ameaças à democracia:

1) O monopólio da desinformação.

2) O conluio para a falsificação da notícia.

3) A conspiração para a omissão da verdade.
.
.

Responder

ZePovinho

24 de abril de 2011 às 18h52

DELFIM : QUEM CONTROLA A MÍDIA IMPÕE SUA VISÃO ECONÔMICA E COLOCA EM XEQUE A DEMOCRACIA

"…Há opiniões de gente do governo (e também de fora) de que o momento não é propício a uma ampla discussão do problema (o desafio da inflação e suas intercorrências na questão dos juros e a relação destes com a valorização cambial), porque isso poderia deteriorar ainda mais as expectativas inflacionárias. Concordo que essa é uma preocupação importante, mas a ampliação do debate hoje é necessária para que não prevaleça o pensamento único imposto à imprensa por grupos restritos que se julgam portadores de uma ciência econômica que, na verdade, não existe. 'Cientificamente', os vastos recursos do sistema financeiro influem decisivamente na construção das expectativas da inflação. São elas que dão o suporte necessário à elevação das taxas de juro. Nosso papel é insistir em questionar esse mecanismo das expectativas que o Banco Central acaba sancionando. No final, oficializa a estimativa de inflação que é a do próprio sistema financeiro (…) este é um processo perverso que pode por em xeque a própria democracia: quem controla a mídia acaba impondo a sua vontade. Vivemos um período relativamente longo (nos anos que antecederam a eleição de Lula) em que o debate econômico esteve interditado. Com a 'virada da agenda' em favor do crescimento com inclusão social, parece ter renascido o interesse em discutir a política econômica de forma ampla, sem restrições" (Delfim Netto/ Carta Capital)
(Carta Maior; 2º feira, 25/04/2011

Responder

Victor

24 de abril de 2011 às 16h12

A credibilidade da mídia nativa é realmente comovente.

O problema não é nem o golpismo – conhecido desde sempre. O problema é a qualidade. Nenhuma, eu diria.

Episódio grotesco na Globonews – vcs devem ter visto ou ouvido falar – em que jornalista do Estadão assassinou, no ar, o humorista Lucio Mauro.

Imediatamente seu filho, que estava sendo "entrevistado", negou a morte, dando graças a Deus.

O nome da jornalista é Sonia Racy. Ela disse que tinha "pesquisado" um pouquinho.

VIVA O JORNALISMO BRASILEIRO!

Responder

SILOÉ

24 de abril de 2011 às 15h00

ABAFÔMETRO – Tática utilizada pelo PIG, para esconder, camuflar, minimizar e (ou) não divulgar: as falcatruas, deslizes, e barbaridades dos seus pares.

Responder

Antonio Ferreira

24 de abril de 2011 às 14h55

Não teria sido aí que nasceu a bolinha de papel que nocauteou o ex governador de SP?

Responder

    altamir

    24 de abril de 2011 às 22h03

    o fato passou desapercebido pela mídia; mas a probabilidade de ser o mesmo papel é realmente muito grande!!!

bentoxvi-o santo

24 de abril de 2011 às 14h44

AZENHA.

Já ouviram falar em tropa de ocupação em país derrotado pela guerra?no brasil…temos a mídia de ocupação de um país explorado…o pig…não é uma mídia brasileira…são as zelites cucarachas que se acham "ixtranjeiros"…

Responder

robledo duarte

24 de abril de 2011 às 14h17

Vocês ainda dão uma olhada da folha? Depois de tudo o que eles fizeram na campanha passada?
Eles não tem a credibilidade de um aécio em fim de noite…..

Responder

Alvaro Tadeu Silva

24 de abril de 2011 às 14h14

Josias de Souza, outro "colonista" da Folha, iniciou a carreira dizendo no "lead" de sua coluna que o PT favorecia a corrupção. Isso nos anos 90. Curioso, fui ler a "reporcagem". Como o PT defendia as estatais, logo, concluía brilhantemente o Asno do Planalto Central, defendia a corrupção. Simples assim.

Responder

CláudioZJ

24 de abril de 2011 às 13h25

É patético ver essa imprensa pinguenta não fazer um comentário sobre Aécio dirigir bêbado e com a carteira de habilitação vencida! Isso não é só um mau exemplo! Além de ser um péssimo exemplo, é perigoso!… É por em risco a vida de outras pessoas, até mesmo de pobres eleitores desinformados que votam nele.

Responder

Carta Maior: o bafômetro e o bombom de cupuaçu | Conversa Afiada

24 de abril de 2011 às 12h54

[…] Carta Maior: Entre o bombom de cupuaçu e o bafômetroO excelente Quanto Tempo Dura? brincou: e se fosse o Lula? E se o Lula tivesse se recusado a passar pelo teste do bafômetro? E se o Lula tivesse levado sete pontos na carteira e tomado a multa — que equivale a de alguém que dirige alcoolizado?por Luiz Carlos AzenhaA Carta Maior levou o desafio ao pé da letra e foi buscar um exemplo de como a Folha de S. Paulo se comportou em uma situação muito menos grave que envolveu Lula: o caso do bombom de cupuaçu.Escreveu a Carta, em texto que se tornou viral na rede:Sem dúvida o aspecto mais chocante no episódio da blitz da Lei Seca, no Rio, que flagrou Aécio Neves dirigindo com habilitação vencida e metabolicamente impossibilitado de soprar o bafômetro, não foi o fato em si , mas o comportamento da mídia demotucana. Os blindados da ‘isenção’ entraram em cena para filtrar o simbolismo do incidente,  ‘um episódio menor’, na genuflexão de um desses  animadores da Pág 2 da Folha. Menor?  Não, nos próprios termos dele e de outros comentaristas do diário em questão. Recordemos. Em 24 de novembro de 2004, Lula participou da cerimônia de inauguração de turbinas da Usina de Tucuruí, no Pará. No palanque, sentado, espremido entre convidados, o presidente comeu um bombom de cupuaçu, jogou o papel no chão. Fotos da cena captada por Luiz Carlos Murauskas, da Folha, saturaram o jornalismo isento ao longo de dias e dias. Ou melhor , anos e anos. Sim, em 2007, por exemplo, dois  colunistas do jornal  recorreriam às fotos de Tucuruí para refrescar o anti-petismo flácido do eleitor que acabara de dar um novo mandato a Lula. O papel do bombom foi arrolado por um deles como evidencia de que o país caminhava a passos resolutos para a barbárie: “Só falta o osso no nariz’,  arrematava Fernando Canzian (23-07-2007) do alto de sofisticada antropologia social. Sem deixar por menos, Fernando Rodrigues pontificaria em 09-04-2007: “…Respira-se em Brasília o ar da impunidade. Valores republicanos estão em falta. Há exemplos em profusão (…)  em 2004, Lula recebeu um bombom. … O doce foi desembrulhado e saboreado. O papel, amassado. Da mão do petista, caiu ao chão. Lula seguramente não viu nada de muito errado nesse ato. Deve considerá-lo assunto quase irrelevante. …Não é. No Brasil é rara a punição -se é que existe- para pequenas infrações como jogar papel no chão. Delitos milionários também ficam nos escaninhos do Judiciário anos a fio (…) Aí está parte da gênese do inconformismo de alguns, até ingênuos, defensores de uma solução extrema como a pena de morte. Gente que talvez também jogue na calçada a embalagem do bombom de maneira irrefletida. São “milhões de Lulas”, martelava o jingle do petista. São todos a cara do Brasil…” (Carta Maior; Domingo, 24/04/2011)*****Leia a íntegra no excelente blog do Azenha:https://www.viomundo.com.br/opiniao-do-blog/a-radiografia-da-carta-maior-sobre-a-midia-brasileira.htm… […]

Responder

Gerson Carneiro

24 de abril de 2011 às 11h37

Por falar em valores republicanos e chiquereza e tal, ninguém foi convidado para o casamento do Príncipe? Nem Maitê Proença, Danusa Leão, Hebe Camargo,Aécio Neves, José Serra, Lu Alckmin…? Até o Mr. Bean foi convidado!

Quero vero o Lula e a galega dele no bailão do casamento do Príncipe Williams, dançando um forrozão arrasta-pé, comendo brigadeiro e jogando os papeizinhos no chão. As zelite vai a loucura! Como diz o Tiririca: "Vai querer morrrrêêêê!!!"

Responder

    EUNAOSABIA

    24 de abril de 2011 às 12h54

    Quem nunca comeu melado, quando come fica toda lambuzado mesmo…

    Ivanir Ferreira

    26 de abril de 2011 às 18h19

    O que você está fazendo aqui, o teu lugar é lá no blog do noblat seu anti LULA!

    Ivanir Ferreira

    26 de abril de 2011 às 18h41

    eunaosabia o que você está fazendo fazendo aqui? Teu lugar é lá no blog do noblat!

Maria Rita

24 de abril de 2011 às 11h27

Coisdidoido essa mídia "isenta"!

Responder

assalariado.

24 de abril de 2011 às 11h27

Ora,ora,ora não é de hoje que a imprensa burguesa é o braço politico ideologico do capital,sempre foi!

A burguesia sempre fica na moita,nunca aparece para o publico como mandantes,destes recados através dos seus planfletos "jornalisticos".Pegam os seus puxa sacos e os colocam como escudo,para depois nós internautas arriar os cacete nestes judas travestidos de trabalhadores.

Aqui vai um video do que pensam as socialites,este é o seu mundo real,fruto da hipocrisia do deus dinheiro.

[youtube b-HaI7p6jnA http://www.youtube.com/watch?v=b-HaI7p6jnA youtube]

Responder

Go Oliveria

24 de abril de 2011 às 11h07

Insuportável mesmo é ver os mocinhos da Famíglia Grobo todo mauricinho, com terninhos cheirando a naftalina (guardado lá mesmo no arnário do studio) e cabelo empestado com derivados da brilhantina e da gomalina. A coisa toda é tão artificial que fede.

Responder

Emmanuel

24 de abril de 2011 às 11h04

Azenha,

ótima memória jornalística. Vemos o quanto a imprensa é imparcial e apegada as suas ideologias de direita. Eu observei em todos os jornais do PIG as matérias em relação a bebedeira do Aécim. Nada. Eu já imaginava. Lanço uma idéia: que tal termos sempre uma câmera de foto e vídeo (celulares tb) para os micos dos protegidos do PIG?

Abs

Responder

Fernando

24 de abril de 2011 às 10h42

Hoje em O Globo o articulista Moreno escreveu que o Lula também bebe, então poderia ter sido pego na Lei Seca.

É mole?

Responder

waleria

24 de abril de 2011 às 10h28

Não sei como vocês ainda conseguem ler esse tipo de imprensa.

Não leio essa gente há pelo menos 15 anos ou mais.
E nunca mais pretendo ler esse tipo de coisa como Veja, Folha, Globo e Estadão.

Com a internet, pra que esse lixo?

Só pra matar árvores e alimentar golpismos?

Responder

    Luís

    24 de abril de 2011 às 20h07

    É sempre importante ver o que a imprensalona pestilenta e "isenta" anda publicando. Afinal de contas o poder de influência dela ainda é muito grande. Claro, diminuiu um pouco, mas não se enganem, ela ainda tem muito poder.

    Mas isso é um trabalho para poucos. Antes de mais nada tem que ter estômago forte e tapar o nariz para remexer o esgoto.

Ismar Curi

24 de abril de 2011 às 09h45

Escreveu virou documento, e aí, vai para o arquivo da história. Legal Azenha que tenhamos essas confrontações que só o bom jornalismo nos reserva como leitores. Ideologia à frente como se fosse apenas informação, seus autores vão todos para o inferno das más consciências, e seus documentos para o lixo da história.

Responder

Remindo Sauim

24 de abril de 2011 às 09h44

A foto mostra que em 2004 a Dilma já estava lá ao lado do Lula e em 2008 quando foi lançada candidata, alegavam não saber quem ela era. talvez por isso tenham perdido a eleição.

Responder

Luis

24 de abril de 2011 às 09h33

Acho que vou criar um curso de jornalismo, estruturado em torno de textos como este post do Viomundo. IMPECÁVEL.
O que se "ensina" com este post:
1) Ética jornalistica
2) Que ideologia existe (ou seja, que a bobagem do "mundo pós-ideológico", é coisa para pobre acreditar)
3) Que notícia é "mercadoria" (e não há nada de negativo nisso; mas se acaba com a hipocrisia da neutralidade da atividade de imprensa)´.
4) E, finalmente, o texto ajuda a formular uma metodologia que identifica quem é canalha na imprensa.

Responder

Carmem Leporace

24 de abril de 2011 às 09h19

Apagão de combustíveis deixa rombo de US$ 18 bi

Com o aumento da frota em circulação, consumo de derivados de petróleo supera a produção local e impulsiona as importações

Com a disparada do preço do etanol, que subiu mais de 30% nos postos de combustível desde o início do ano, os motoristas migraram em massa para a gasolina, provocando escassez do produto. Faltou combustível em alguns postos do interior de São Paulo e a Petrobrás e os usineiros chegaram a importar gasolina e etanol.

Esse Nunca Dantes……. cadê a fotinha do doutor com as mãos sujas de óleo…. governo mambembe, vive na base da farsa e da propagada…… e ainda tem gente que leva isso a sério…… esse Nunca….

Responder

    edv

    24 de abril de 2011 às 11h07

    Ora tolinho, como há alternaativa, é só botar etanol que o seu apagão fica restrito a sua cabecinha.

    SILOÉ

    24 de abril de 2011 às 11h47

    Todos menos você, sabem que o pré- sal ainda está em fase de implantação.
    A falta do etanol deve-se à preferência dos usineiros pelo açúcar hoje com maior cotação para exportação.
    Mas o governo já criou uma regulamentação, de controle de estoque, para em breve resolver esse problema.
    Ainda bem que somos pioneiros em tecnologia flex.
    E o governo mambembe do Lula em contato direto com o povão, foi que viu mais de perto seus problemas para poder sana -los. Enquanto seus ídolos… fogem do povo como o diabo foge da cruz.
    Por favor !!! Tire a venda dos olhos e pare de falar asneiras. Se você ganha alguma coisa com isso deve ser muito pouco para compensar tanto desgaste.

    EUNAOSABIA

    24 de abril de 2011 às 12h23

    Duas surras em primeiro turno…. sim.. o povão está mesmo sempre com Lula….

    Será que ele encara a tercceira??? NADA…. corre é de medo… sabe que deve tudo ao grande estadista e siciólogo.. Lula é apenas um usurpador de obra alheia… ele mesmo não fez foi nada…

    Fabio_Passos

    24 de abril de 2011 às 16h54

    hã… seria uma delícia ver o fhc, vulgo joaquim silvério dos reis, disputando uma nova eleição para presidente.
    Tem toda razão. O Lula deve estar morrendo de medo da popularidade do fhc…

    SILOÉ

    24 de abril de 2011 às 17h50

    É mesmo. Tadinho!!!
    Até o empreginho de palestrante internacional, o estadista sociólogo e PHD perdeu também pro LULA que nem tem formação universitária tem, dá pra acreditar???
    Sabia que ele está cobrando uma nota preta por cada palestra, e está com a agenda lotada até o final do ano???
    Assim não pode!!! assim não dá!!!!

    edv

    24 de abril de 2011 às 18h00

    VCNAOSABIA que os indices de aprovação ao final dois governos são a verdadeira surra?

    Ivanir Ferreira

    26 de abril de 2011 às 19h05

    Sai prá lá puxa saco de FHC! Vá para o blog do noblat lá é que é teu lugar!!!!!

    gilberto silva

    24 de abril de 2011 às 12h01

    "Com o aumento da frota em circulação"…vc começou bem seu texto e depois fez a maior lambança…kkk
    vc disse tudo né… esse nunca dantes fez a classe c comprar tanto automovel e tanta casa que fez com que aumentasse o consumo de combustivel sendo nescessario que o pais importasse o derivado durante o periodo que o alcool costuma subir de preço devido a entressafra…..assim ficou melhor né ?

    EUNAOSABIA

    24 de abril de 2011 às 12h05

    Melhor se ele tivesse mandando o BNDES emprestar dinheiro pra fazer metrô, coisa que ele nunca fez, aliás, fez sim, pro metrô do simulacro de ditador Hugo Chavez, em Caracas.

Ronaldo

24 de abril de 2011 às 08h58

PIG – canalhas e hipócritas!

Responder

EUNAOSABIA

24 de abril de 2011 às 08h44

Ô gente, Fernando Rodrigues já foi cooptado pelo Lulo petismo, vocês sabem disso, esse rapaz foi um dos mais ácidos críticos de José Serra e escudeiro de Dilma na campanha, não perdia a chance de massacrar Serra e elevar Dilma a categoria de Madre Tereza ou coisa que o valha.

Sempre que podia, espinafrava FHC também e seu governo, esse rapaz foi cooptado. Nunca ouviram seus comentários na Rádio Jovem Pan????

Ele é tão patético mas tão patético, que quando precisava, mesmo espinafrando Serra, quando preciso ele costumava dizer que Dilma era """"muito parecida com Serra""""… isso só quando interessava.

Durante a campanha, ele não cansava de dizer que o Brasil foi descoberto em 01 de janeiro de 2003, é a tese do "" nunca"""… assim que Dilma foi eleita… olha o comentário dele na Rádio…

""O Brasil vive um ciclo de 16 anos, esse ciclo começou com Fernando Henrique que iniciou as mudanças estruturais que foram mantidas por Lula""""…

Outra coisa… muita gente foi cooptada pelo Lulo petismo, jornalistas, rádios, emissoras de TV… inclusive blogueiros que para vocês são heróis… ou vão me dizer que não sabem que boa parte dessa rede de blogueiros ""progressstas""" malhava Lula num passado recente??? querem os nomes?? vocês sabem.

Responder

    edv

    24 de abril de 2011 às 11h09

    ?

    Douglas O. Tôrres

    24 de abril de 2011 às 11h11

    "muita gente foi cooptada pelo Lulo petismo, jornalistas, rádios, emissoras de TV",gostaria muito de que vossa senhoria mostrasse manchetes destes jornais,videos de tvs,colunas de jornalistas coptadas,pois alem da carta capital,nem com lupa nuca vi uma manchete elogiosa nos 8 anos do governo lula,portanto brinde-nos com esse achado (s) histórico.

    EUNAOSABIA

    24 de abril de 2011 às 12h11

    Tu nunca assistiu a vegonhosa cobertura da TV Record???? não vê o que SBPT faz??? nunca ouviu a Rádio BAND AM???? vem dizer que o senhor finge que não conheceu nenhum desses blogueiros auto proclamados progressitas que num passado recente achicalhavam Lula e hoje o tratam como Deus??? esse tal de nunca dantes… vem dizer que não conheceu o passado desse rapaz???? amigo, o problema é que a verdade dói em vocês, eu não posso fazer nada … tem muita gente da Folha, na Época, até no Estadão tem… tem muita gente que é petista de carteirinha…. basta ver o teor de suas "'matérias""..

    Não pense que somos tolos rapaz…. o PT aparelhou foi tudo.

    Fora revistas compradas de forma direta mesmo.. como essa tal de carta capital que ninguém compra na banca….só sobrevive as custas da esmola estatal.

    Luís

    24 de abril de 2011 às 13h59

    Cara, e não é que tu tem razão. Olha só como o imprensalão petista cooptou e censurou a Proba Imprensa Gloriosa do Brasil:
    http://2.bp.blogspot.com/_UL5gef6g4hI/TG32ToQIegI

    Douglas O. Tôrres

    25 de abril de 2011 às 00h14

    Tu nunca assistiu a vegonhosa cobertura da TV Globo???? não vê o que Band faz??? nunca ouviu a Rádio CBN???? vem dizer que o senhor finge que não conheceu nenhum desses blogueiros proclamados "Blogs Sujos" que num passado recente defenderam Lula e hoje o tratam como "O CARA"??? esse tal de nunca dantes… vem dizer que não conheceu o passado desse rapaz????(,,lider metalurgico,fundador do PT,,presidente e elegeu a sucessora) amigo, o problema é que a verdade dói em vocês, eu não posso fazer nada … tem muita gente da Carta Capital até no ???? tem… tem muita gente que é petista de carteirinha(80% da população brasileira))…. basta ver o teor de suas "'matérias""..
    Não pense que somos tolos rapaz…. o PT aparelhou foi tudo.(a Petrobras,a Telebras,Pac,Bolsa Familia,Minha casa Minha Vida ,,,,mais de 30 milhões na classe C)
    Fora revistas compradas de forma direta mesmo.. como essas tais de Epoca,Veja,E Estadão,Folha,o Globo que ninguém compra na banca….só sobrevive as custas da esmola estatal do governo de São Paulo,e da prefeitura paulista.

    Ivanir Ferreira

    26 de abril de 2011 às 18h51

    O que que você está fazendo aqui? vá para o bolg do noblat lá é que é o teu lugar!

    Ivanir Ferreira

    26 de abril de 2011 às 20h20

    Vá procurar teu poleiro nazista dos infernos!!

    Alvaro Tadeu Silva

    24 de abril de 2011 às 12h54

    EUNÃOSABIA nunca saberá de nada, pois é o resíduo sólido do esgotamento sanitário da Ditadura Militar. Entreguista, fascista, provavelmente, como Cármem Leporace, deve ser mais um jornalista de Veja. Como Batman e Robin. Ou talvez sejam a mesma pessoa. É mole descobrir quem é essa gente e demascará-los.

    Aline C. Pavia

    25 de abril de 2011 às 14h03

    Pra que perder tempo com isso?
    Até papagaio na gaiola repete qualquer bobagem que a gente ensina pra ele.
    Deixa os trollzinhos repetirem à exaustão suas cantilenas recalcadas, desvarios incongruentes de acéfalos lobotomizados.
    Os papagaios se saem melhor, pq temos piadas bem engraçadas de papagaios para contar.
    Agora trolls idiotas rancorosos e desocupados não terão nem piadinhas sobre eles para imortalizá-los. Nossa cervejinha de sexta no boteco fica mais saborosa se contamos as piadas, não se falamos desses babacas.
    Vamos usar nosso tempo com algo útil, como contar formigas no chão, por exemplo.

    Luís

    24 de abril de 2011 às 12h58

    Gente, é o professor Hariovaldo. Vocês não perceberam?

    Raphael

    24 de abril de 2011 às 17h58

    E eu achando que o site do professor Hariovaldo era uma sátira. Esse pessoal realmente existe.

    Ivanir Ferreira

    26 de abril de 2011 às 18h49

    O que você está fazendo aqui, você está no blog errado seu cara de pau!

    Ivanir Ferreira

    26 de abril de 2011 às 19h12

    Patético é você seu cara de pau teu lugar não é aqui. Você sim é um dos mais críticos do governo Dilma e do LULA. Sempre comentando com falta de respeito e massacrando o LULA com suas infâmias. Eu sou censurado no bog do noblat, mas sempre acompanhei as suas fanfarronices contra o LULA. Teu lugar não é aqui é no blog limpinho do noblat.

ebrantino

24 de abril de 2011 às 08h07

Azenha, Azenha, que pitaco voce deu hein? Desculpe usar a expressão preferida do amigo, colega, e concorrente PHA, mas o seu feito, Azenha, justifica até mesmo esse desprendimento. Congratulações pelo achado. Ebrantino.

Responder

Gerson Carneiro

24 de abril de 2011 às 06h20

Se puxar esse fio da meada tem muito mais. Tal como a exploração das fotos horrendas do Lula em férias, na praia. Em uma foto ele aparece com uma cixa de isopor na cabeça, em outra aparece coçando a bunda ou ainda praticando um resgate*. Ou seja, o ex-Presidente Lula em férias, na praia, em situações absolutamente normais e corriqueiras entre qualquer ser humano, transformadas em escândalo nacional, em vergonha.

*praticar resgate = retirar, com o polegar e o indicador, a sunga do rego; a famosa puxadinha quando a sunga entra na regada.
http://fotos.estadao.com.br/ferias-de-lula-lula-d

Responder

    Gustavo Pamplona

    24 de abril de 2011 às 11h47

    Vixeee, Gargamel!!! ;-)

    imagine se fossem fotos da Dilma!!! Seria um ESCANDÂLO NACIONAL!!! hahahahhahahahahah

    Gerson Carneiro

    24 de abril de 2011 às 13h39

    Fala, Smurf Ogênio!!!

    [youtube _yZT1AK_O_s http://www.youtube.com/watch?v=_yZT1AK_O_s youtube]

Gustavo Pamplona

24 de abril de 2011 às 02h00

Mas que mau exemplo, einhhh, presidente Lula!!! hahahahahhahahahahahhahahahahahahhaa

Responder

V

24 de abril de 2011 às 01h51

Parabéns ao Viomundo à Carta Maior por fazer esta comparação. Que ridículo o papel da Folha e de seus colunistas de encomenda. Eu só lembrava do Larry Rohters.

Responder

João

24 de abril de 2011 às 01h14

Azenha, parabéns (mais uma vez)!
Vocês, dos "blogs sujos", a cada dia mais, ficam melhores.
Vocês têm feito um brilhante trabalho ao demonstrar que o PIG tem dois pesos e duas medidas.

Responder

Rasec

24 de abril de 2011 às 00h45

Excelente post!!

Responder

Eduardo Lima

23 de abril de 2011 às 23h59

Enquanto isso o marco regulatório da comunicação por onde anda, hein?! Vamos ter que aguentar outra eleição imunda em 2014?

Responder

SILOÉ

23 de abril de 2011 às 23h18

Encastelado no sucesso econômico atual a Sociedade Comum Brasileira, (POVÃO), também não tem mais tempo nem energia para perder com pompas, circunstâncias, e futilidades.
Com certeza o "antiquado meritocratra, "meu "nobre" colega Fernando Canzian; não gostaria de saber que os poucos que sobraram dessa "elite" política e nojenta do PSDB que vocês tanto admiram: ou vivem no mundo da lua agora tentando roubar o cavalo de São Jorge, ou nem tem mais cartilagem para enfiar o osso no nariz.

Responder

sergio

23 de abril de 2011 às 22h09

dois colunistas medíocres trabalhando em um jornaleco comprometido com daniel dantas.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.