VIOMUNDO

Diário da Resistência


Flávio Dino: Ataque de Bolsonaro a Barroso é crime de responsabilidade e expõe medo que o presidente tem do Centrão
Reprodução
Entrevistas YouTube

Flávio Dino: Ataque de Bolsonaro a Barroso é crime de responsabilidade e expõe medo que o presidente tem do Centrão


09/04/2021 - 14h36

Pelo que me parece, falta coragem moral para o Barroso e sobra ativismo judicial. Falta-lhe coragem moral e sobra-lhe imprópria militância política. Barroso, nós conhecemos teu passado, a tua vida, o que você sempre defendeu, como chegou ao Supremo Tribunal Federal, inclusive defendendo o terrorista Cesare Battisti. Então, use a sua caneta para boas ações em defesa da vida e do povo brasileiro, e não para fazer politicalha dentro do Senado Federal. Jair Bolsonaro, sobre Barroso

O STF reitera que os ministros que compõem a Corte tomam decisões conforme a Constituição e as leis e que, dentro do estado democrático de direito, questionamentos a elas devem ser feitos nas vias recursais próprias, contribuindo para que o espírito republicano prevaleça em nosso país. Nota oficial do STF em defesa de Barroso

Da Redação

O ataque que o presidente Jair Bolsonaro fez ao ministro Luís Roberto Barroso, do STF, além de juridicamente descabido expõe o medo que o ocupante do Planalto sente de seus próprios aliados do Centrão.

Esta é a opinião do governador do Maranhão, Flávio Dino, que se refere ao ocupante do Planalto como serial killer.

Dino, ex-juiz federal, diz que o Senado tem obrigação legal de abrir uma CPI que receba apoio de um terço ou mais de seus integrantes, o que aconteceu no caso da CPI da Pandemia.

Tanto o presidente do Senado quanto o presidente da Câmara disseram que uma comissão parlamentar de inquérito agora sobre o tema seria inconveniente.

Porém, como disse recentemente ao Viomundo o analista Breno Altman, a direita liberal parece ter decidido tirar a vaga de Jair Bolsonaro no segundo turno mesmo que tiver de recorrer ao impeachment.

“Hoje o impeachment não passa”, disse Dino, mas ele lembrou que a conjuntura muda rapidamente e o mesmo pode não se dar em dois meses.

O Brasil pode atingir no final de maio 500 mil mortes pela covid-19, garantindo à CPI da Pandemia uma grande importância midiática.

O senador Kajuru, do Cidadania, está sendo atacado nas redes sociais por bolsonaristas que o caracterizam como traidor, já que parecia alinhado com pautas da direita mas assinou o pedido de CPI.

Ontem à noite, o governador Flávio Dino apresentou o pedido de nova liminar a um habeas corpus que já havia sido concedido pelo ministro Ricardo Lewandowski, autorizando a importação de vacinas pelos estados da União.

No recurso, o estado do Maranhão alega que a Anvisa está criando entraves que atrasam a aprovação da Sputnik V, vacina de origem russa.

Dino pretende importar 4,6 milhões de doses para acelerar a vacinação em seu estado, que até agora recebeu apenas 1,2 milhão de doses. O Consórcio Nordeste, no total, quer 66 milhões de doses da Sputnik.

Segundo ele, se o governo federal requisitar as doses, elas serão entregues ao Plano Nacional de Imunização. Caso contrário, o Maranhão pagaria pelas doses e vacinaria sua população.

Na entrevista ao Viomundo, Dino negou que pretenda formar chapa com Luciano Huck para as eleições de 2022, mas disse que defende frente ampla, sim, para enfrentar o bolsonarismo em questões como a das vacinas.

Ele diz que o centro está lentamente migrando em direção à candidatura de Lula, não institucionalmente, mas inicialmente com lideranças políticas que reconhecem a bonança dos tempos do ex-presidente.

Com o passar do tempo, prevê Dino, algumas legendas deverão seguir pelo mesmo caminho.

Apesar de sua cordialidade e gentileza ao falar, Dino parece bastante agastado com o comportamento do presidente Jair Bolsonaro, como se pode ver na entrevista (íntegra no topo).





5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

09 de abril de 2021 às 22h33

Se Bolsonaro se sentir efetivamente ameaçado
pela CPI da Pandemia, no Senado Federal,
certamente haverá distribuição de Dinheiro Público para acalmar os dissidentes do Centro.

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2021 às 19h18

.
.
A Falcatrua que Bolsonaro fez com o Relator do Orçamento/2021
para distribuir Verbas aos Parlamentares,
Sem Previsão de Receitas,
em troca de Apoio no Congresso Nacional,
inclusive em caso de Processo de Impeachment;
não é um “Fiat Elba” é um “LearJet” “Morcego Negro”
(https://www.dgabc.com.br/Noticia/145411/jato-de-pc-farias-seria-usado-no-narcotrafico)
(http://memoria.bn.br/pdf/030015/per030015_1996_00078.pdf)

Tiraram Dinheiro dos Aposentados e Pensionistas do INSS – Benefícios da Previdência Social (Despesas Obrigatórias) –
para Destinação e Uso Impróprios.
.
.
“O realocamento de recursos feito pelo senador Márcio Bittar (MDB), relator do Orçamento, tem sido o principal ponto de divergência.

As alterações tiveram como principal objetivo aumentar as verbas disponíveis para emendas parlamentares – na qual, deputados e senadores podem destinar dinheiro para as bases eleitorais.”

“Para isso, foram retirados recursos de despesas obrigatórias, como auxílio desemprego e Previdência Social” [SIC].

“O texto aprovado passou a prever menos recursos do que o necessário [para cobrir as Despesas Obrigatórias], o que torna a peça orçamentária, na avaliação da equipe econômica, inexequível e coloca em risco a regra do teto de gastos.

Segundo a equipe econômica, se o Orçamento for sancionado como está, será necessário realizar um grande contingenciamento.
Com isso, corre-se risco de paralisar a máquina pública, interrompendo a prestação de alguns serviços”.

“O Relator do Orçamento, o senador Márcio Bittar fez ainda alterações na destinação dos recursos, o que aumentou a insuficiência de recursos para gastos obrigatórios.

Após negociações políticas [do Centrão com o Governo Federal],
o senador decidiu cortar R$ 26,5 bilhões da
verba destinada para área social (abono salarial e seguro-desemprego),
para Previdência Social (que paga aposentadoria, pensões e benefícios como auxílio doença)
e subsídios para agricultura familiar.” [!!!]

“Estas despesas são consideradas obrigatórias”.

“A equipe econômica vê risco de o governo cometer crime de responsabilidade ao assinar a sanção ao texto – o que pode justificar a abertura de um processo de impeachment.”

“O total do Déficit do Orçamento 2021 é de R$ 32,7 bilhões,
após as alterações e omissões de despesas
obrigatórias, segundo Consultoria da Câmara.”

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/politica/como-a-aprovacao-do-orcamento-esta-opondo-guedes-e-lira-em-debate-sobre-impeachment-1.3068206
.
.
Com esse Estrangulamento Orçamentário
ilegal e inconstitucional, no pior momento
da Pandemia no Brasil, Estados e Municípios Brasileiros correm o risco de ficar Sem Verbas
para Aquisição de Insumos para a Área da Saúde,
Oxigênio, EPIs (Máscaras, Luvas …), Medicamentos
(Anestésicos e Analgésicos), Equipamentos
Hospitalares, Vacinas.
.
.

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2021 às 17h55

https://twitter.com/i/status/1380499600851804160
O próprio Milicia-Mor do Planalto,
Serial Killer Palaciano, publicou
áudio-visual dele que caracteriza
o(s) Crime(s) praticado(s) por ele.
https://twitter.com/jairbolsonaro/status/1380499600851804160

Responder

Zé Maria

09 de abril de 2021 às 17h38

O Miliciano-Mor Palaciano, Serial Killer do Planalto,
cometeu não apenas um Ataque Institucional
ao STF (Crime de Responsabilidade)
como também uma Ofensa Pessoal ao Ministro Barroso (Infração Penal).

Responder

Henrique Martins

09 de abril de 2021 às 14h52

É um alento saber que ao menos uma instituição – poder republicano que defende a Constituição, e, consequentemente o estado de direito democrático – não teme
o arremedo de ditador que governa o pais. Como ele pode ver não basta um cabo e um soldado para fechar uma corte suprema dentro de um estado de direito democrático. Ele comprou o Centrão, a PGR, a AGU, a PF, cooptou os pastores, e infiltrou um ministro no STF para defender seus interesses espúrios, mais ainda temos na corte 10 ministros.
Louco todos nós já sabemos que ele é. Porém o tempo vai mostrar a todos o nível de subversão e indecência deste homem e muitos vão ser apontados por te-lo apoiado.
Quem viver, verá!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding