VIOMUNDO

Diário da Resistência


Ex-prefeito de Porto Feliz aceita acareação com Wizard  para desmentir fake news que empresário espalhou sobre covid na cidade
O ex-prefeito (centro) e vítimas famosas da covid em Porto Feliz. Reprodução.
Entrevistas YouTube

Ex-prefeito de Porto Feliz aceita acareação com Wizard para desmentir fake news que empresário espalhou sobre covid na cidade


01/07/2021 - 19h03

Desafio público

Da Redação

Em entrevista ao Viomundo, o ex-prefeito de Porto Feliz (2005-2012), Cláudio Maffei, disse que aceita uma “acareação” com o empresário Carlos Wizard, que divulgou dois vídeos em que, sorridente, afirmou que as pessoas que morreram de covid na cidade do interior de São Paulo foram vítimas da própria ignorância, ou seja, ficaram isoladas em casa em vez de buscar o pseudo tratamento precoce.

Carlos Martins adotou como sobrenome Wizard, que significa mago em inglês — o nome das escolas de idioma que o ajudaram a se tornar bilionário.

Hoje, no entanto, ele não é mais dono da rede, mas acionista de outra empresa do mesmo ramo, a Wise Up.

Dadas as circunstâncias, “fique esperto” — um dos significados de wise up — seria um melhor sobrenome para Carlos Martins neste momento.

O uso do sobrenome está em disputa.

Os vídeos chocantes, no mesmo estilo, o empresário gravou quando Porto Feliz tinha 6 e 40 mortos por covid. Sorrindo, ele praticamente culpa as vítimas.

O ex-prefeito Maffei diz que Wizard e outro empresário, Luciano Hang, adotaram Porto Feliz como exemplo para combater as medidas de isolamento social e restrições ao comércio.

Tanto Wizard quanto Hang poderiam perder dinheiro com isso.

Ambos, por oportunismo, promoveram o negacionismo nas redes sociais.

Ao adotar Porto Feliz, uma cidade de 60 mil habitantes na região de Sorocaba, como exemplo, Wizard e Hang acabaram dando força ao prefeito Cássio Prado (PTB), que em março de 2020 já havia abraçado o coquetel de ivermectina, azitromicina, hidroxicloroquina, plasil, dramin, paracetamol ou dipirona, celecoxibe e enoxaparina.

As drogas eram receitadas em Porto Feliz antes mesmo de qualquer exame.

O ex-prefeito diz que o atual, que é médico, impulsinou o kit ao dizer que a Prefeitura de Porto Feliz arcaria com despesas jurídicas se algum profissional local receitasse as drogas ineficazes e fosse processado.

A nota

Com o reconhecimento nacional que ganhou através dos empresários bolsonaristas, Cassio reelegeu-se em 2020 no primeiro turno, com 92% dos votos.

Porém, Cláudio Maffei diz que o drama da covid afetou a cidade da mesma forma que afetou outros centros urbanos do mesmo porte.

Em certos momentos da pandemia, na falta de leitos de UTI, o prefeito de uma cidade vizinha, Itu, chegou a se oferecer para receber pacientes de covid que não encontravam vaga na Santa Casa de Porto Feliz. Outros pacientes, pelo mesmo motivo, foram para Sorocaba.

Por isso, o ex-prefeito estima que os 122 óbitos oficialmente registrados em Porto Feliz não representam um quadro real da cidade.

Mesmo assim, Porto Feliz, hoje, tem uma taxa de letalidade (mortes/casos) superior a de muitos outros municípios que não adotaram o kit, ou não com a mesma agressividade.

Para desmentir Wizard, Maffei cita o caso do ex-vereador, barbeiro e músico Fernando César de Mesquita, o Nando César, bolsonarista que não fechou o salão e continuou reunindo gente em seu espaço para cantorias.

Ele não ficou trancado em casa.

Postagem de Nando Cesar

Muito querido em Porto Feliz, Nando ficou relativamente famoso na região com o sucesso Bandida.

De acordo com a revista digital Portando Click, Nando contaminou-se primeiro. A mãe, em seguida. Dona Cacilda morreu em 13 de julho e ele, em agosto do ano passado, de complicações de covid, com apenas 52 anos de idade. 

O ex-prefeito também lembra o caso do músico Eduardo Ferreira, o Dudu, pai das três componentes do grupo Choro das Três, muito famoso na região, que morreu de covid aos 60 anos de idade às 23:34 do dia 11 de junho deste ano.

Ele teve uma parada cardíaca na Santa Casa de Porto Feliz.

As irmãs Corina, Elisa e Lia lamentaram em sua página no Facebook:

Ele vai embora e nos deixa aqui com uma tremenda saudade, mas também nos deixa com um pedacinho dele. O caráter, o fazer bem feito, a preocupação com o belo, a força de vontade e a perseverança para achar soluções, o amor pela vida, a alegria de viver e a vontade de aproveitar cada segundo, a bondade e a preocupação com os outros são só algumas de suas lições. Ele dizia: “só não há solução pra morte”.

Dudu não tinha sido vacinado, nem tinha comorbidades.

A esposa dele, Maria Cristina, chegou a ser internada, mas se recuperou.

Na página das artistas, um comentarista acrescentou:

Compreendendo exatamente o que estão passando, não tive tanta sorte como vocês de ter minha mãe de volta, ambos pai e mãe perderam a batalha pra esse vírus desgovernado.

Wizard falou em mortos fazendo “pegadinha” sorridente

Para Cláudio Maffei, é um desrespeito com as 122 famílias enlutadas de Porto Feliz dizer que só morreram na cidade aqueles que ficaram trancados em casa — ou seja, na visão sorridente de Wizard, teriam sido irresponsáveis.

Além de uma tremenda fake news, que o ex-prefeito está disposto a refutar publicamente se o empresário Wizard topar uma “acareação”.





2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Sandra

02 de julho de 2021 às 00h14

Carlos Wizard é dono das marcas KFC, Pizza Hut, Rainha, Topper, Ronaldo Academy, Rainha, Aloha, Sforza, Mundo Verde e rede de idiomas Wise Up.

Responder

a.ali

01 de julho de 2021 às 22h55

e o mundo está eivado de negacionistas, o bom é que muitos se foram, assim, alivia um pouco tta ignorância sendo disseminada!
agora, duvidando que o SORRIDENTE wizard e o VEIO da HAVAN vão encarar essa de olho no olho, são calhordas e cagalhões!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding