VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Erika Kokay: Como o candidato a ditador está atacando os pilares do Estado; “a sua verdade não corresponde aos fatos”
Reprodução
Entrevistas YouTube

Erika Kokay: Como o candidato a ditador está atacando os pilares do Estado; “a sua verdade não corresponde aos fatos”


13/04/2021 - 10h02

Da Redação

A deputada Erika Kokay (PT-DF) acha importante que uma comissão parlamentar de inquérito para apurar a pandemia da covid-19 no Brasil seja aberta também na Câmara dos Deputados.

Ela alerta para o fato de que o presidente Jair Bolsonaro está provocando um ataque inédito às instituições brasileiras, através do que definiu como seus “ventríloquos”.

Erika se refere, por exemplo, à presença da bolsonarista-raiz Bia Kicis (PSL-SP) no cargo chave de presidenta da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados.

A petista, que integra a comissão, diz que Kicis não só mandou expurgar o termo “genocida”, quando associado ao presidente Bolsonaro, dos anais da comissão.

Muito mais importante, Kicis trabalha para acelerar a reforma administrativa proposta pelo governo Bolsonaro, que facilitaria a autoridades locais que se apropriem pessoalmente do poder, da mesma forma que o presidente da República tenta fazer.

Bolsonaro já foi bem sucedido ao emplacar mudanças na PGR e na Polícia Federal, por exemplo. Em parceria com o Centrão, imaginou ter dobrado o Congresso. E, como registrado no telefonema com o senador Kajuru, segue tentando emparedar o STF.

Amanhã, aliás, o plenário do STF deve ratificar ou não tanto o voto monocrático do ministro Edson Fachin, que anulou os processos contra Lula em Curitiba, quanto o do ministro Luís Roberto Barroso, que determinou a abertura da CPI da Covid 19 no Senado.

Diante da revelação do diário francês Le Monde sobre a interferência indevida dos Estados Unidos nos bastidores da Lava Jato, Erika parece acreditar que o voto de Fachin que diz respeito a Lula será sustentado pela maioria da Corte.

A análise da deputada federal, reproduzida no vídeo do topo, usa uma lente grande angular para mostrar que o comportamento de Bolsonaro é coerente com a de um aspirante a ditador, que pretende atropelar todos os direitos das minorias, só aceitando o que “é espelho”.

Vale a pena ver.





5 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

13 de abril de 2021 às 17h32

Ao vivo no Senado Federal: (https://youtu.be/oiO3LpsG8A8) (https://twitter.com/i/broadcasts/1mrxmwnReZwGy)

Sessão de Instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI)
para investigar “Ações e Omissões do Governo Federal na Pandemia”.

(https://www12.senado.leg.br/noticias/videos/2021/04/ao-vivo-sessao-deliberativa-remota-13-04-2021)
.
O PT indicou seus dois nomes para a CPI da COVID-19:
o ex-ministro da Saúde Humberto Costa (PT-PE) será titular
e o ex-líder da bancada Rogério Carvalho (SE) será o suplente.
Ambos são médicos.

Veja a distribuição das vagas entre os partidos e blocos.
Caberá a cada um deles indicar seus respectivos representantes.

Serão 11 titulares, assim divididos:
Bloco MDB, PP e Republicanos – 3 senadores
Bloco PSDB, Podemos e PSL – 3 senadores
PSD – 2 senadores
Bloco DEM, PL e PSC – 1 senador
Bloco Rede, Cidadania, PDT e PSB – 1 senador
Bloco PT e Pros – 1 senador
.
Serão 7 suplentes, assim divididos:
Bloco MDB, PP e Republicanos – 2 senadores
Bloco PSDB, Podemos e PSL – 1 senador
PSD – 1 senador
Bloco DEM, PL e PSC – 1 senador
Bloco Rede, Cidadania, PDT e PSB – 1 senador
Bloco PT e Pros – 1 senador

https://www25.senado.leg.br/web/senadores/liderancas-parlamentares
https://congressoemfoco.uol.com.br/legislativo/renan-e-favorito-para-relatar-cpi-da-covid-veja-distribuicao-das-vagas/

Responder

Zé Maria

13 de abril de 2021 às 16h45

Excerto

“Jair Bolsonaro tem um Negacionismo
que não é apenas pontual – que nega
somente as evidências científicas –
é um Negacionismo Estrutural: nega
a própria Realidade e constrói uma
Narrativa que não corresponde aos
Fatos”.
.
.

Responder

Zé Maria

13 de abril de 2021 às 16h29

Tudo em Casa
O Ministro da Justiça é Delegado da Polícia Federal e, quando
foi nomeado para o (des)governo Bolsonaro/Guedes/Mourão,
ocupava o cargo de Secretário de Segurança Pública do
Distrito Federal, dês do início no Governo Ibaneis Rocha (MDB).
.
O recém nomeado Diretor-Geral da Polícia Federal já foi
Chefe da Segurança do Supremo Tribunal Federal (STF)
na Presidência do Ministro Dias Toffoli, de quem é Próximo,
e atualmente é Assessor Especial de Segurança do Ministro
do STJ (Superior Tribunal de Justiça), Humberto Martins
— que preside o Conselho da Justiça Federal (CJF).
No governo de Wilson Witzel (PSC), foi membro do Conselho
de Segurança Pública do Rio de Janeiro.
No governo de Geraldo Alckmin (PSDB), foi subsecretário
de Segurança Pública.
Também foi assessor especial da Secretaria de Segurança
do Distrito Federal na gestão de Agnelo Queiroz (PT).
.
E o Novo Diretor de Tecnologia da Informação e Inovação (DTI),
nomeado para integrar a Cúpula da Polícia Federal, em Brasília,
foi Assessor de Ministro do STJ (Portaria STJ 362/2016)*.
Também foi Secretário Executivo de Segurança Pública do
Distrito Federal, no Governo Ibaneis Rocha (MDB).

*(https://www.jusbrasil.com.br/diarios/124503109/dou-secao-2-02-09-2016-pg-56)
https://br.linkedin.com/in/alessandro-moretti-a74810b1
https://www.conjur.com.br/2021-abr-12/paulo-maiurino-define-cupula-policia-federal

Responder

Silvio Fogaça

13 de abril de 2021 às 16h16

Moro e Lula tem dinheiro.
O povo não.
Poe os 2 para se enfrentar nas urnas e acaba com esse foda-se que não leva a nada.
A ricaada tem que tomar vergonha na cara e honrar as calças e as saias que vestem.
Goiás tá mais preocupado com o alface do que com a vida de pessoas pobres.
Aonde nos levou a lava jato ?
A lugar nenhum além de uma imensa vergonha mundial.
Os que sonegam impostos querem prender os que roubam impostos.
Só a multa da Petrobrás nos EUA já anula o que foi recuperado de dinheiro.
Foi inútil pq o país diminuiu ano a ano. Encolheu.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding