VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Armando Boito Jr.: Eleições de 2022 não estão garantidas, pois liberais reagem timidamente aos chiliques autoritários de Bolsonaro
Via Fotos Públicas
Entrevistas YouTube

Armando Boito Jr.: Eleições de 2022 não estão garantidas, pois liberais reagem timidamente aos chiliques autoritários de Bolsonaro


14/05/2021 - 18h45

Da Redação

Para o professor de Ciência Política da Universidade Estadual de Campinas, Armando Boito Jr., as eleições presidenciais de 2022 provavelmente vão acontecer, mas não se pode afastar a possibilidade de um golpe que tenha apoio nos desejos autocráticos de Jair Bolsonaro e no comportamento antidemocrático dos militares que o acompanham.

Boito diz que a possibilidade de golpe só existe por causa da reação tímida dos liberais aos arroubos autoritários do presidente da República.

É como se o discurso neofascista de Bolsonaro tivesse sido “naturalizado” pela burguesia brasileira.

O professor não coloca os militares na mesma categoria do bolsonarismo raiz, mas diz que o comportamento dos oficiais que estão servindo ao governo é antidemocrático — conforme expresso, por exemplo, nos artigos do vice-presidente Hamilton Mourão.

Boito concorda que é muito difícil, nas circunstâncias de hoje, o pedetista Ciro Gomes cavar um espaço no segundo turno como “terceira via”, dado os fracassos eleitorais anteriores do ex-ministro e apesar das previsões róseas do marqueteiro João Santana.

Se houver eleições, Lula for candidato e for eleito, Boito prevê grandes dificuldades para o ex-presidente governar, já que uma coalizão como a que Lula está montando terá forte componente de centro-direita.

O professor prevê uma reprise do Lula Paz e Amor de 2022, mas em condições políticas e econômicas muito mais adversas, dada a atual crise econômica e sanitária, a existência de uma oposição antipetista organizada e as amarras impostas ao presidente pela independência do Banco Central e a Emenda 95, a do teto de gastos, aprovada no governo Temer.

Nesta conjuntura, Lula teria baixa possibilidade de conseguir maioria qualificada no Congresso para desfazer medidas reacionárias tomadas nos governos Temer e Bolsonaro.

Vale a pena ver a análise feita pelo professor Boito Júnior na íntegra da entrevista, no topo.





18 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Nelson

17 de maio de 2021 às 14h09

Concordo com o professor quando ele “prevê uma reprise do Lula Paz e Amor de 2022, mas em condições políticas e econômicas muito mais adversas”.

E digo mais. Uma vitória nessas condições, em que Lula se limitará a administrar o espólio ou o que sobrar da enorme destruição perpetrada desde o golpe de 2016, pode decretar a extinção da esquerda enquanto alternativa política por muitas décadas.

Ainda que com muitas cagadas feitas – perdão pela má palavra – do primeiro “reinado” do PT sobram boas lembranças a constrastarem fortemente com a desolação que tomou conta do país.

Se Lula se limitar à mera admnistração das sobras, vai destruir todo a credibilidade que conseguiu em seus dois mandatos e levará para o buraco toda a esquerda.

Certamente, os estrategistas da direita já devem ter vislumbrado um cenário assim e é bem possível que, na falta de uma candidatura que os satisfaça plenamente, vão preferir um “Barbudo” totalmente premido por condicionalidades.

Então, é preciso colocar um programa de esquerda que contemple a revogação das medidas tomadas após o golpe, privatizações incluídas, etc. A partir daí, temos que buscar a conscientização do povo brasileiro de que só assim poderemos aspirar a alguma melhora nas condições de vida para todos.

Até porque, sem apoio popular consistente não haverá possibilidade de implementar uma medida sequer, por mais reles que seja, a favor das necessidades da nação.

Sinceramente, se PT e Lula continuarem com este namoro cheio de afagos, insípido e inodoro com a direita, não descarto de fazer o mesmo que fiz no segundo turno aqui no Rio Grande em 2018, entre Sartori e Leite: anular o voto.

Quanto aos liberai a que se refere o professor Boito, gostaria de que ele no indicasse, explicitasse quem são eles. Me parece que, a partir, principalmente, da quarta vitória eleitoral do PT esses seres sumiram, se é que algum dia existiram concretamente.

Responder

Henrique martins

16 de maio de 2021 às 14h18

Complementando o comentário anterior: não se pode esperar dignidade de políticos sedentos pelo poder, mais o justo mesmo é que o vice de Covas renunciasse para dar a oportunidade a São Paulo de escolher legitimamente o seu governador. Inclusive ele poderia ate se candidatar novamente para ser o governador ou até o vice novamente. De qualquer forma, fica aqui a minha sugestão para ele. Se ao menos faltasse menos tempo de mandato seria mais aceitável a assunção dele ao poder. Nas atuais circunstâncias fica difícil aceitar que ele governe São Paulo embora legalmente o povo paulista seja obrigado a aceitar.

Responder

Henrique martins

16 de maio de 2021 às 13h45

https://noticias.uol.com.br/reportagens-especiais/morre-bruno-covas-prefeito-de-sao-paulo/

Lamento a morte de Bruno Covas e tenho pena do seu sofrimento. Durante as eleições eu previ ‘nas entrelinhas’ a morte dele logo no início do mandato, mais esse é o tipo de acontecimento que não tenho prazer nenhum em acertar. Muito pelo contrário. Gostaria sinceramente de ter errado.
Lamento também por São Paulo que é o farol do Brasil e agora tem um governador que, na minha opinião, não tem legitimidade para governar a cidade pelos 3 anos e meio vindouros, embora seja legal. O justo seria haver uma nova eleição em Sao Paulo e já que isso não é possível legalmente essa é a hora de discutir a questão dos vices. Tancredo Neves morreu sem governar um único dia e quem governou o país foi seu vice sem ter tido um único voto. A questão dos suplentes, especialmente de senadores também é complicada. Urge tratar do assunto.

Responder

Henrique martins

16 de maio de 2021 às 13h28

Lula faz muito bem em ignorar oa ataques baixos de Bolsonaro. Como diz Reinaldo Azevedo tudo que tinha que ser dito sobre ele ja foi dito pela oposição. Deixar Bolsonaro falando sozinho é a melhor estratégia. Se ele quer tumultuar e subir em palanque antes da hora que o faça, mais sozinho.

Responder

Henrique martins

15 de maio de 2021 às 20h44

Complementando comentario anterior devo dizer, até para ser justo , que alas das igrejas católica e espírita embora nao tenham entrado de cabeça na aventura golpista participaram ativamente da campanha pro-bolsonaro usando a religião com fins políticos.
Agora, mesmo as alas que nao participaram estão de olhos fechados vendo o país descer ladeira abaixo com um monstro no poder e nao estão fazendo absolutamente nada. Vocês nao são melhores que os evangélicos não. Nem todo ‘religioso’ consegue ter a grandeza de alma do padre Julio Lancelloti.
A ter religião assim é melhor nao ter nenhuma. O ateu que tem compaixão do próximo está mais protegido pela providência divina do que vocês que andam com a bíblia ou o evangelho de Alan Kardec debaixo do braço.

Responder

Zé Maria

15 de maio de 2021 às 20h22

Se um PreZidente Fascista Abestalhado e Meia Dúzia de Militares
de Pijama colocam em Risco as Eleições Presidenciais no País, então não há Democracia no Brasil – como, aliás, desde o Golpe
de Estado de 2016, não há – e os Phodêres da República são Meros
Simulacros a serviço de um Projeto Autoritário de Poder que
vem se materializando, pelo menos desde 2014, quando foi
articulada a Derrubada do Governo do PT pela autodenominada
‘Operação Lava Jato’ numa Trama Internacional dirigida à Destruição do Sistema Petrobras e à Espoliação do Petróleo
Brasileiro do Pré-Sal por Empresas Privadas Estrangeiras.
Aliás, a Privatização das Subsidiárias da Petrobras – Distribuidoras,
Refinarias, Petroquímicas, etc – e o Desmonte das Empresas
Nacionais de Engenharia estão aí para provar esses Crimes
de Lesa-Pátria praticados contra o Brasil.

Responder

    mario

    16 de maio de 2021 às 00h54

    Zé maria sempre preciso. Valeu, cara!

carlo ponti

15 de maio de 2021 às 18h27

Se não for para defazer as emendas que jogam o Btasil num neoliberalismo da SMP(Sociedade Mont Pélèrin) aquela em que o que pensou Hyeck, Friedman e outro merda que eu não lembro o nome e que só foi colocada em prática no Chile, sob o sabre do Pinochet e com o assassinato de 30.000( como queria o maluco hoje no poder no Brasil que acabou conseguindo beeeem mais mortes) nem vale a pena ganhar a presidência. Para quê? Não vai poder fazer nada por causa do teto de gastos, mais a independência do BC que tira o poder do presidente que já é pouco por causa do tal presidencialismo de coalisão, acho que vale mais a pena ficar na oposição ao sistema, mesmo ganhando a presidência, só para isto vai servir a vitória.

Responder

Henrique martins

15 de maio de 2021 às 12h33

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/painel/2021/05/pazuello-pretende-responder-todas-as-perguntas-na-cpi-diz-advogado-apos-concessao-de-habeas-corpus.shtml

Tratamento urbano e respeitoso, sei…
Que eu saiba nenhum depoente foi chamado de vagabundo por integrantes da CPI. A CPI sim é que foi agredida pelo filhinho do presidente.

Responder

Henrique martins

15 de maio de 2021 às 12h18

https://www.brasil247.com/brasil/igreja-universal-sinaliza-romper-com-bolsonaro-por-causa-de-crise-em-angola

Espertalhões é o que eles são. Também pudera, a coisa vai chegar num ponto em que a igreja evangélica vai sair totalmente desmoralizada dessa aventura de ajudar um terrorista de quartéis a assumir o poder.
As pessoas terão vergonha de dizer que foram ou sao evangélicas.
Eles conseguiram perdão de dívidas na casa dos bilhões, mais a sacolinha vai esvaziar e muito. Por mim torço para que fiquem até o final e morram agarrados com Bolsonaro. Os pastores nao podem sair impunes da desgraça que ajudaram a semear no país usando a bíblia e o nome de Deus como armas de manipulação de massa e lavação de mentes. Ordinários!

Responder

    Nêmesis

    15 de maio de 2021 às 21h19

    Já perceberam que Bollsonaro está fazendo água e vão pular do navio.

Henrique martins

15 de maio de 2021 às 10h40

https://www.brasil247.com/mundo/israel-e-um-estado-genocida-e-o-mundo-nao-quer-enxergar-afirma-laila-karajeh-ativista-da-causa-palestina

Os EUA são um longa manus de Israel, quer eles tenham um governo democrata ou republicano. Tem um segredo terrível por trás de Israel que um dia a providência divina vai mostrar à humanidade. Ate lá tenho muito pena dos governantes que apoiam ou já apoiaram essa nação terrorista.

Responder

Henrique martins

15 de maio de 2021 às 00h03

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/essencial/alckmin-deixara-o-psdb-e-ja-e-sondado-por-podemos-psb-psd-e-dem/

Leva a mal não, mais Alckmin é aquele político que foi candidato à presidência da República , é médico e está vendo o país ser devastado numa pandemia por um governo de extrema direita e nao serve nem para defender a saúde de nosso povo num momento desse?

Responder

Zé Maria

14 de maio de 2021 às 22h16

Mesmo a Esquerda Brasileira se acostumou ao Fascismo.
O Bolsonarismo é transformado em Piada de Mau Gosto.
E continua não sendo levado a Sério pela Militância Petista.
As Ações Fascistas, mesmo as mais Graves, são Subestimadas.
A Resistência necessita Mais de Seriedade e Menos de Ironia,
até porque os BolsoAsnos do PaíZ não compreendem ironias.

Responder

Henrique martins

14 de maio de 2021 às 22h11

https://www.brasil247.com/blog/e-preciso-medir-os-estragos-do-general-da-cloroquina-na-imagem-dos-militares

Aviso aos navegantes: tem que esperar o depoimento dele na CPI e também
a repercussão.

Responder

Henrique martins

14 de maio de 2021 às 21h47

Urgente

Alguém por gentileza avise ao Boulos que tem um email urgente sobre a CPI no email da equipe dele.

Responder

Zé Maria

14 de maio de 2021 às 20h51

Como sempre, além da importância da Eleição Presidencial,
as Eleições Parlamentares serão de Fundamental Relevância.
Expulsar do Congresso, pelo Voto, os NeoFascistas Bolsonaristas
que se elegeram pelo Tsunami de Fake News via WhatsApp,
inclusive graças aos(às) Procuradores(as) da Lava-Jato [email protected]
aos Movements de Extrema Direita (Fascistas Antipetistas).

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding