VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Desocupação atinge 51% dos brasileiros, com mulheres e jovens pagando preço mais caro pelas políticas de Temer e Bolsonaro
Os enganadores e Patrícia.
Entrevistas YouTube

Desocupação atinge 51% dos brasileiros, com mulheres e jovens pagando preço mais caro pelas políticas de Temer e Bolsonaro


17/08/2021 - 20h58

Da Redação

O apresentador Ratinho recebeu R$ 915 mil reais do governo Bolsonaro para falar bem da reforma da Previdência. Ele embolsou o dinheiro por 4 elogios à reforma no SBT.

Agora mais do que nunca, acelerados pela pandemia, os efeitos do golpe de 2016 no mercado de trabalho se fazem sentir.

Os números dramáticos são apresentados pela economista Patrícia Pelatieri, diretora-adjunta do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (DIEESE).

Em maio passado, 51% dos brasileiros em idade ativa estavam desocupados, sendo que um terço deles se considerava subutilizado, ou seja, gostaria de trabalhar mais.

“É muito desperdício para um país”, resume Patrícia.

Ela faz questão de frisar que o mercado de trabalho já estava a caminho do colapso ANTES da pandemia do coronavírus.

Em 2014, a taxa de desemprego terminou o ano em 6,8%, mas a partir de 2016 bateu nos dois dígitos e jamais recuou significativamente.

Com a crise sanitária somada, hoje há 14,8 milhões de desempregados, 7,2 milhões de subocupados e 5,9 milhões de desalentados, totalizando 27,9 milhões de homens e mulheres.

A população total em idade ativa no Brasil (acima de 14 anos) é de 177,3 milhões, com os ocupados representando hoje apenas 49% (86,7 milhões).

As reformas trabalhista e da previdência contribuíram com a devastação.

As maiores taxas de desemprego estão entre as mulheres e jovens — com as mulheres negras no topo, com cerca de 20%.

Muitas ficaram sobrecarregadas durante a pandemia com cuidados de saúde de pais, filhos e parentes.

Isso veio no topo de precarização anterior, com dados altíssimos de adoecimento entre as bancárias, por exemplo, por causa do assédio dos patrões bilionários em busca de cumprir metas.

Mulheres de mais de 40 anos já são consideradas “velhas” no mercado de trabalho.

Entre os jovens os números também são terríveis. O desemprego entre eles é calculado em cerca de 25%, taxa próxima da que levou à explosão social, por exemplo, na pseudo Primavera Árabe.

A economista diz que até o chamado “coração” dos empregos no Brasil, de homens brancos de mais de 40 anos, sofreu com a desindustrialização.

Finalmente, aos mais velhos: Patrícia sustenta que depois da reforma da Previdência o país terá uma geração de aposentados incapaz de garantir o próprio sustento.

Parte deles, é sempre bom lembrar, foi enganada pelo milionário Ratinho.

Vale a pena ouvir o relato sombrio de Patrícia Pelatieri sobre a situação do emprego no Brasil, que deve ser um tema definidor das eleições de 2022.





9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Cláudio

02 de outubro de 2021 às 08h02

Tem que haver um tribunal especial para os golpistas e os lacaios dele$ desde o Joaquim Barbosa e o Mentirão, assim como (ou ainda melhor do que) Nuremberg, e que mande para um caso também especial de prisão perpétua o Barbosão ( e outros, outras do Judiciário, exceto o quase sempre digníssimo Lewandowski), e também ponha atrás das grades MBL, Aécio, Serra, Alckmin, Moro, Dallagnol, Temer, Bolsonaro, Ratinho (inclusive filhotes), os Marinho, os Frias, o pessonhal do SBT, a mídia do PIG, os militares, os partidos de apoio aos governos golpistas e classe méRdia sabuja suja dos poderosos e os próprios até agora poderosos… E recompensar a quem sempre esteve do lado certo da História, da verdade e da justiça.

Responder

Riaj Otim

19 de agosto de 2021 às 13h37

nunca que o atual presidente e seus jamais prometeram emprego, mas trabalho. E isso não falta, pois o que faz o país crescer é produção e nisso a economia não quer saber nem se é trabalho escravizado . Por que China e tanto outro cantos são super produtores de bens?

Responder

    Nelson

    23 de agosto de 2021 às 23h12

    Meu caro. Tu já ouviste falar de crise de superprodução? Pois, este é o grande nó do sistema capitalista. Temos uma enorme capacidade de produção instalada, mas não há capacidade de consumo para dar conta dessa produção.

    Então, o que os países capitalistas mais poderosos, Estados Unidos à frente, estão a fazer é eliminar, destruir parques produtivos dos países mais fracos, como, por exemplo, o do Brasil.

    Qual foi a razão real do golpe de 2016? Evitar que o Brasil seguisse tocando seu projeto nacional de desenvolvimento implementado pelos governos do PT. Um projeto bem tímido, que poderíamos até afirmar que estava mais para um arremedo do que um projeto nacional de desenvolvimento que pudesse ser assim chamado.

    Mas, este ainda que fosse assim, esse caminho implementado pelos governos do PT deixou os países ricos, EUA à frente, em polvorosa. Imagine se esse país enorme e riquíssimo, dotado de enorme potencial para se desenvolver, continuasse se desenvolvendo, mesmo que capengando, com erros e corrupção?

    Em quatro ou cinco décadas investindo no potencial de seu povo, o Brasil iria, seguramente, começar a chegar bem perto dos países ricos em capacidade tecnológica. E aí, meu chapa, passaríamos a dispensar a tecnologia deles, uma vez que teríamos a nossa própria tecnologia.

    Isto não poderia ser tolerado pelos países ricos, pois significaria redução dos lucros das grandes corporações deles, que ganham muito em cima de nós. Além disso, o Brasil passaria a competir com os países ricos no fornecimento de tecnologias aos países que delas não dispusessem.

    Ah, meu caro. Os países ricos não poderiam deixar que o Brasil chegasse a esse ponto. Não poderiam permitir a entrada de mais um competidor num mercado já saturado pela superprodução.

    Então, veio o golpe que tem o objetivo de desmantelar, arrasar com todas as estruturas do nosso país e, claro, com nossa capacidade de pesquisa e de desenvolvimento de tecnologias e o que resta da nossa indústria.

    O golpe vai nos levar à condição de mera colônia dos países ricos. E a privatização de tudo o que ainda temos, de tudo o que ainda é nosso, que será entregue em sua maior parte, possivelmente, ao capital estrangeiro, é uma das medidas-chave para a consecução do golpe em toda a sua plenitude.

    Para terminar, MiShell Temer começou o desmantelamento final do Estado brasileiro. Jair Bolsonaro tem a missão de completar o serviço sujo de entrega do país. Como podemos ver, “Brasil acima de tudo” não passa de um slogan oco, completamente desprovido de conteúdo.

    O que temos no governo hoje é uma patota de entreguistas e vendilhões da pátria que não têm qualquer resquício de sentimento pela nação brasileira; estão lá só para “tirar uma casquinha” e se “se arrumar”, como dizia o Justo Verissimo.

Zé Maria

19 de agosto de 2021 às 01h59

Notícias do STF [Comunista]

Ministra Cármen Lúcia suspende
Reintegração de Posse
de Terreno Particular em Caraguatatuba (SP)

Segundo a ministra relatora, a decisão da 1ª Vara Cível de Caraguatatuba, ao restabelecer a determinação de reintegração, descumpriu a decisão do Supremo que suspendeu, por seis meses, desocupações de áreas coletivas habitadas antes da pandemia da Covid-19.

Caso
A reclamação foi ajuizada por um grupo de pessoas, de baixa renda e sem comprovante de renda, que reside na área ocupada.
Elas alegam que, à revelia do que fora determinado pelo STF, a ordem de reintegração do imóvel não observou a garantia de que as famílias fossem levadas para abrigos que assegurem moradia adequada.

Eficácia vinculante
Ao deferir a cautelar, a ministra explicou que, na Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 828, o ministro Luís Roberto Barroso determinou a suspensão, pelo prazo de seis meses, de medidas administrativas ou judiciais que resultem em despejos, desocupações, remoções forçadas ou reintegrações de posse de natureza coletiva em imóveis que sirvam de moradia ou que representem área produtiva pelo trabalho individual ou familiar de populações vulneráveis, nos casos de ocupações anteriores a 20/3/2020, início da vigência do estado de calamidade pública (Decreto Legislativo 6/2020).

Com relação às ocupações ocorridas após o marco temporal que sirvam de moradia para populações vulneráveis, o STF assentou que o Poder Público poderá atuar para evitar a sua consolidação, desde que as pessoas sejam levadas para abrigos públicos ou que, de outra forma, lhes seja assegurada moradia adequada.

Na avaliação da ministra, o perigo de dano está evidenciado pela possibilidade de, ainda em situação grave de pandemia, pessoas em situação de vulnerabilidade, entre elas idosos, crianças, adolescentes e mulheres, serem desabrigadas no inverno.

Íntegra da Decisão:.
(http://portal.stf.jus.br/processos/downloadPeca.asp?id=15347341569&ext=.pdf)

http://portal.stf.jus.br/noticias/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=471276&ori=1

Responder

Alaor Vicent

17 de agosto de 2021 às 23h37

Problema dos pobres de direita.
O povo está acostumado com as migalhas que caem da mesa dos ricos.
Não tem mais trabalho como há 10 anos e quem não souber prestar um serviço por conta própria, ele ser patrão dele mesmo, vai morrer de fome.
Seria tolice xingar o ratinho pq dezenas e dezenas de jornalistas defenderam as reformas. E TB receberam no escurinho do cinema. Só que ninguém sabe que eles receberam $$.
Não adianta ficar arrumando chifre em cabeça de cavalo. Chorar pelo leite derramado.
Cabe ao povo ser safo agora e escolher um país menos injusto e mais igualitário para todos.
O povo escolheu o patrão e ficou sem emprego. Lógico que isso não daria certo mesmo.
A única classe desunida é o povão.
Vamos emigrar todo mundo para os países vizinhos. Talvez lá tenha emprego para todos nós. Será que tem ?
Infelizmente todas essas reformas são impostas pelos empresários, sobretudo, pelas multinacionais, se não nem vem para cá. Aportam em outro país de 4° mundo. Qto mais pacato o povo é mais fácil passar essas reformas.
Briga por 10 centis na passagem de ônibus e não tem coragem de protestar contra a gasolina dolarizada.
O combustível dolarizado (diesel) vai jogar a inflação mensal acima de 1% a.m.
Crescer sobre menos 4% não é crescer 4 % positivos.
Um monte de jornalista famoso fez a mesma coisa que o ratinho.
Não adianta tapar o sol com a peneira e culpar o ratinho. Não que ele não tenha culpa.
Nossa sociedade é corrupta e não é culpa do Lula.
Brasil !
É um traço distintivo da sociedade brasileira. Talvez não tenha conserto nunca.

Responder

Zé Maria

17 de agosto de 2021 às 22h12

A ‘Tese’ do Guedes é de que o Desemprego e o Dólar ‘regularão’ os Preços.

Responder

    Zé Maria

    18 de agosto de 2021 às 17h47

    Aliás, o Guedes está colaborando para o Desemprego:

    Já calcularam quantos Milhares de Servidores Públicos
    Federais, Estaduais e Municipais serão Demitidos, após
    a Aprovação da tal Deforma Administrativa (PEC 32) ?
    #18ADiaDeLuta
    .
    “Sem estabilidade, servidor que denunciar corrupção
    em aquisição de vacina, por exemplo, poderá ser demitido.
    A Reforma Administrativa de Bolsonaro precisa ser derrotada. #PEC32doRetrocesso #SOSServiçoPúblico
    #18ADiaDeLuta
    https://twitter.comAlessandroMolon/status/1427977095825735692

    “A Reforma Administrativa é tão perversa quanto foi a reforma da previdência
    e a reforma trabalhista, todas elas são ataques diretos à classe trabalhadora.
    Devemos lutar agora contra a PEC 32 para que não seja aprovada
    #18ADiaDeLuta
    https://twitter.com/FernandaPsol/status/1427982699231330304

    Zé Maria

    18 de agosto de 2021 às 18h00

    “O governo quer aprovar a reforma Administrativa para repassar os serviços públicos
    à iniciativa privada e beneficiar seus apoiadores, que obterão altos lucros.
    Para conseguir isso, o Governo tem espalhado uma série de mentiras!” #18ADiaDeLuta #SOSservicopublico
    https://twitter.com/FernandaPsol/status/1427983138857308165

    https://twitter.com/i/status/1428090066866475023
    “A PEC 32, da Reforma Administrativa, tira estabilidade do servidor
    e abre caminho para apadrinhamento político em cargos públicos,
    o que pode facilitar a corrupção e ainda deixa a população
    sem um bom atendimento. #18ADiaDeLuta
    https://twitter.com/LuizaErundina/status/1427971069588250627

    Zé Maria

    18 de agosto de 2021 às 18h35

    “Com a reforma administrativa teremos menos creches, menos escolas,
    menos universidades, menos hospitais, menos ambulâncias e
    menos serviços sociais.
    A Reforma Administrativa é o fim dos serviços públicos para a população.”
    #18ADiadeLuta
    https://twitter.com/RogerioCorreia_/status/1427987572916170763

    “Estamos unidos contra a PEC do retrocesso e do desmonte.”
    #SOSServicosPublicos #PEC32doRetrocesso
    #18ADiaDeLuta

    Paulo Pimenta (PT=RS)
    https://twitter.com/DeputadoFederal/status/1428104906188132355


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding