VIOMUNDO

Diário da Resistência


Requião: Mídia estimula “setores abduzidos pelo fascismo”
Denúncias Falatório

Requião: Mídia estimula “setores abduzidos pelo fascismo”


29/10/2014 - 17h21

Captura de Tela 2014-10-29 às 17.19.02

Lobão em acampamento do MST no final dos anos 70

PS do Viomundo: É verdadeiramente impressionante o catálogo de casos de ameaças, ofensas e agressões que recolhemos nos últimos dias entre amigos e leitores. Da colega jornalista que foi chamada de “vaca” por usar um adesivo de Dilma na blusa a outra que foi intimada numa banca de jornal aos gritos de “esquerdista de araque que mora em nosso bairro”; da tentativa de queimar uma bandeira do PT no Rio à agressão completamente gratuita de um jovem em Belo Horizonte. Como a mídia não fará isso, por motivos óbvios, cabe a algum sociólogo ou cientista social catalogar os eventos e estudá-los para entendimento do que está se passando na sociedade brasileira. É um ódio direitista que brota das profundezas, estimulado por figuras importantes com acesso aos meios de comunicação de massa.

Veja também:

Lula: Separatismo não tem futuro no Brasil

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



20 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Washington Souza

31 de outubro de 2014 às 15h12

À bandida da Veja não pode ficar impune! Vamos Zé! Tem que ser Zé Cardozo, e não Zé Mané…vou aguardar.Por favor, botem as fotos dos jornalista da Veja e dos donos nas redes sociais, como foi colocado da pobreta de tudo, esperamos que já tenha ido para Orlando.

Responder

abolicionista

31 de outubro de 2014 às 11h19

Viva a polarização, chega de covardia! Esse país não vai mudar na base do conchavo. A presidenta precisa vir a público denunciar o golpe do legislativo contra a soberania popular. O povo tem que ir às ruas para pedir as reformas de base, é agora ou nunca. Vale lembrar que o PT não ganha uma próxima eleição se essas reformas não saírem, pode por o Lula, pode por o Papa. Chegou a hora das reformas. Não votei na Dilma para tudo continuar como estava. Às ruas, pessoal. Chegou a hora da luta!

Responder

Dilson

30 de outubro de 2014 às 17h59

Como outros recursos claramente nocivos, como a mentira e armações, a incitação ao ódio e o preconceito que em alguns momentos descambaram para intimadações e até violência física, é um instrumento perverso para amparar tentativas de constrangimento ao eleitor e interferir no voto, especialemnte dos que percebem que não há apelo ou compromisso social nas propostas tucanas, que tragam bem a sociedade em sua forma mais ampla.

Responder

mineiro

30 de outubro de 2014 às 17h09

ou a pres. vai para o pau e sem rodeios, ou ela estara sozinha. dessa vez nao tem esse negocio de paz e amor com os golpistas nao. dessa ta todo mundo de olho e quem votou nela ,nos todos , vamos cobrar sim nova postura. dela e do pt, dessa vez nao tem esse negocio de bolinho no pig, jantar com a folha , se fizer isso agora ta ferrada. ta todo mundo postura firme dela e do pt com relaçao as reformas. pode ser que eu esteja errado , mas vai ser diferente , tem que ser diferente. ninguem abraçou essa eleiçao para ela depois ir fazer bolinho no pig e jantar com a desgraça da fsp. ai passa a ser piada da nossa cara. o senador ta certissimo , so a reforma nao vai mudar a cara desses golpistas nao.

Responder

    abolicionista

    31 de outubro de 2014 às 11h20

    É isso mesmo, mineiro. Chegou a hora de partir pra cima. A política do acordão já deu o que tinha pra dar. Agora é luta!

wsobrinho

30 de outubro de 2014 às 15h06

Leiam este texto também brilhante.
Em Terça-feira, 28 de Outubro de 2014 16:16, c.tribst – UOL escreveu:

Agora é com gosto mesmo:
Obrigado, direita!
Por Rafael Castilho*
Obrigado, direita por mostrar tão nitidamente a sua face mais destrutiva e violenta.
Obrigado, direita por tornar visíveis os seus preconceitos e o desejo de restauração das velhas hierarquias.
Obrigado por deixar a olho nu o seu autoritarismo. Por mostrar o seu desprezo pelas escolhas alheias. Por desconsiderar uma visão de mundo que não seja a de vocês.
Obrigado por nos xingar de desinformados, ignorantes, acomodados, preguiçosos, corruptos. Obrigado por não nos acolher e nos deixar de fora deste camarote VIP eleitoral onde só entra quem se supõe mais esclarecido e iluminado que os outros.
Senhores reacionários, agradeço por defenderem tão explicitamente a ditadura militar e a tortura. Ficou muito mais fácil para identificar o real projeto político de vocês e encorajou muito mais as nossas escolhas.
Damos graças aos eleitores conservadores que despejam ódio nos fóruns de internet. Vocês explicitaram tudo aquilo que fica oculto numa candidatura oficial e escancararam os desejos mais inconfessáveis.
Agradecemos até mesmo as perseguições. Os ataques de fúria. As agressões físicas em praça pública aos companheiros que usavam camiseta vermelha. Foi bom que vocês fizeram isso antes da eleição. Pensando bem, até que vocês foram honestos. Normalmente as candidaturas nos afagam e depois do pleito nos enchem de porrada. Vocês não! Já nos dão mostras grátis do tamanho da opressão que iríamos sofrer. Prometem justamente o que iriam cumprir.
Obrigado direita pela Guerra Fria requentada. Por mostrar como vocês estão atrasados. Que não superaram nem o fim da escravidão, que dirá a ameaça de “golpe comunista”. Obrigado por defender tão ardorosamente o neoliberalismo. Ficou mais fácil perceber qual seria o nosso futuro olhando para as grandes economias, agora decadentes, sem potencial econômico e sem vitalidade social.
Obrigado por criticarem tanto os programas sociais. Ficou fácil perceber o egoísmo e indiferença de vocês frente à fome e a miséria.
Direitona, obrigado por revelarem ao grande público estes humoristas yuppies tão ruins. Que reivindicam o direito de fazer piada sobre qualquer barbaridade, violência e exploração. Por serem emissários, através de suas “piadas”, do preconceito e do servilismo de vocês. Por não deixarem oculto o desejo de reestabelecer os velhos privilégios e colocar novamente os negros, as mulheres, os gays e os pobres em seu “devido lugar”.
Obrigado por resgatarem alguns antigos “astros do rock”. O problema é que eles ressurgiram meio carcomidos e caquéticos. Fazendo Cover de si mesmos. Muito bobos e imaturos, mas foi legal perceber como a mídia pode colocar as pessoas no esquecimento ou dar uma canja final, desde que os palhaços estejam dispostos a servir o rei.
Obrigado, direita pelas machetes, noticias e capas escandalosas. Por não deixar nenhuma dúvida que não há nada na velha imprensa que não seja entreguismo e interesses corporativos.
Aliás, obrigado por divulgarem em capa aquela foto da Dilma presa, encaminhada para a tortura nos porões da ditadura. Eu sei que a intenção de vocês era escandalizar a sociedade e causar pânico. Mas vocês humanizaram ainda mais a figura da presidenta. Mostraram ao grande público uma Dilma jovem, corajosa e combativa, que inspira milhões de pessoas que não se conformam diante da injustiça. Agora, aquela imagem ficou eternizada e se tornou uma grande bandeira.
Por tudo isso que foi dito, agradecemos muito a direita!
Seremos eternamente gratos por não nos roubar ilusões e fazer com que a gente entenda de uma vez por todas que não se pode confiar em vocês nem um tantinho assim, nada!
Porque nunca estivemos tão unidos e tão fortes. Porque a truculência de vocês nos mobilizou e nos fez agir.
Vocês aproximaram todos aqueles que não fecham com este discurso violento, rancoroso, preconceituoso, homofóbico e cruel.
Nos unimos num fraterno abraço. Um abraço tão gostoso que promete durar décadas.
Dessa vez, o crédito pela vitória não será de nenhuma aliança espúria com vocês. Pois vocês tiveram que arrancar a máscara, sujar a mão de graxa para no final das contas engolir mais uma derrota.
*Rafael Castilho é sociólogo da FESPSP, Pós-Graduado em Política e Relações Internacionais e em Gestão Pública pela FESPSP. É Consultor e Coordenador de Projetos da FESPSP.

Responder

abolicionista

30 de outubro de 2014 às 12h43

E ninguém do PT tem coragem de dizer o que o Requião diz tão abertamente. Vamos lá, as eleições passaram e queremos medidas. Chega de covardia, chega de palhaçada governista. Vamos às ruas e forjar um novo país com ferro em brasa se for preciso. Reformas de base já! Se o PT não fizer, o povo fará!

Responder

maria nadiê rodrigues

30 de outubro de 2014 às 11h45

Azenha, ontem foi a vez do senador Inácio Arruda se delongar em um discurso condenando as manobras infames na campanha contra Dilma. Entre outras, ele teceu muitos elogios aos blogues e citou seu nome. Queria saber se dava pra trazer pra cá o discurso dele, que foi ontem no começo da noite.

Responder

    Conceição Lemes

    30 de outubro de 2014 às 11h59

    Maria, pode colocar o link aqui. Ou enviar para o meu e-mail: [email protected]
    abs

marco

30 de outubro de 2014 às 10h59

o por que deste preconceita e a violência… tente explicar a qualquer destes na mais racional das formas e vc não encontrará resposta humanamente social e sim palavrões e palavras desconexas incitando como mentira seus dados fornecidos no diálogo. ora não precisa pensar muito para enxergar que nossa mídia, nestes últimos pleitos presidenciais, tem cada vez mais tentado o golpe e o racional em cada ser passa, mesmo inconsciente, a trombar de frente com o que sente e recebe de informações. este contraditório em cada um forma esta resposta violenta. é como se sente quem apoia este governo eleito e ve que não existe nenhuma atitude até quanto a revista veja de nossas PF, MPF e por aí vai…

Responder

Clayton Augusto Benevides

30 de outubro de 2014 às 09h08

Requião para Ministro das Comunicações! Parabéns Requião!

Responder

Silvia

29 de outubro de 2014 às 22h29

“Lobão em acampamento do MST no final dos anos 70″….??? (não entendi)

Responder

renato

29 de outubro de 2014 às 21h42

Uma coisa é inegável.
Eles são a figura do ridículo.
Podendo ser levados a adentrar
aulas de comportamento como exemplos
do certo e do errado para as crianças.

Responder

Leo V

29 de outubro de 2014 às 21h21

Dentro do tema, sugiro a divulgação dessa reportagem do Diário Catarinense (jornal da RBS):

http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/politica/eleicoes-2014/noticia/2014/10/mensagens-de-odio-cresceram-342-no-segundo-turno-turbinadas-por-grupos-de-extrema-direita-4629883.html

Mensagens de ódio cresceram 342% no segundo turno, turbinadas por grupos de extrema direita

“Grupos de extrema direita, entre eles células neonazistas, turbinaram as insatisfações dos partidários de Aécio Neves na derrota na eleição presidencial para Dilma Rousseff com mensagens de ódio, em especial contra nordestinos.”

Responder

    Julio Silveira

    30 de outubro de 2014 às 07h54

    Depois, quando são chamados a justiça, se encagaçam todos e ficam dando espetuculos de choro dizendo que não são racistas e que até namoraram ou tem slgum amigo do tipo que eles discriminam. São um bando de imbecis que imbecis mais proeminentes fazem as cabeças.

Pedro Henrique

29 de outubro de 2014 às 19h52

O primeiro rompimento da Dilma tem que ser com o PMDB !!!
Esse câncer político brasileiro só tem traidores!!!

Sarney vai votar com o adesivo da Dilma no peito, mas na hora de digitar ele digitou o numero do Aécio.

Dilma, dê uma banana para o PMDB e faça as reformas que têm que serem feitas.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=53KwhitVYxc

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=WO6YSgYv4_Y

Responder

    ALEX

    29 de outubro de 2014 às 21h34

    Rompe com o PMDB e governa com quem cara pálida?

    Zé Ferreira

    29 de outubro de 2014 às 23h58

    Com o povo seu mané!

    De que adianta ter uma aliado no qual não se pode confiar ?!?

    Convoca uma chamada em rede nacional, explica o que está acontecendo e diz que o país ficará parado, enquanto o PMDB continuar chantageando o governo.

    Simples assim…

    Aí, o povo vai para as ruas contra o congresso e eu quero ver com que cara esses canalhas do PMDB vão ficar.

    É só a Dilma listar na TV os cargos que o PMDB exige para si para que ela possa aprovar os seus projetos.

    É só ela abrir o jogo.

    Quero ver se ela tem coragem de 1 vez por semana entrar em horário nobre e explicar para o povo o que está acontecendo. Ela faz isso na TV e o Lula comanda o povo nas ruas.

    E aí ?!?
    Vai encarar ?!?
    O que não dá é ela ficar trancada lá em BSB, refém desses velhos gagás!!!

    Monta um site, faz chamadas diárias no rádio.
    Lance vídeos curtos na internet.
    Chame a juventude.

    Se a Dilma tiver coragem de abrir o jogo das negociatas no planalto, o povo vai ficar do lado dela, pois ficará muito claro que ela está refém dos crápulas.

    Quem no congresso, entre os 513 deputados e 81 senadores, tem legitimidade para convocar o povo para as ruas ?!?

    Nenhum deles.

    Porém, tem um camarada de lingua-presa que quando quiser, coloca 1 milhão de pessoas na noite para o dia.

    Não tem essa de ter que ficar agradando o “mercado” ou fazendo firula para o PMDB. Tem é que aproveitar esse momento onde os holofotes estão voltados para a política e sentar o pau.

FrancoAtirador

29 de outubro de 2014 às 18h56

.
.
Depois de ler a Nota do Clube Militar, transcrita abaixo,

adquiri inteira convicção de que os Clãs da Mídia Bandida,

além de Fascistas, são os Principais Indutores do Fascismo.

“PENSAMENTO DO CLUBE MILITAR”

“Perder nunca é um fato facilmente aceitável,
mas faz parte do jogo e da vida.
Derrotar-se é que não é aceitável.
O Brasil é nosso.
A Democracia, caminho que defendemos ardorosamente,
estabelece isso. A maioria decidiu.
Não interessa que não seja a nossa opção. É a regra.
Assim devemos exercer a nossa cidadania,
exigindo do Governo a postura que consideramos correta,
a transparência que até hoje foi sonegada,
a competência que o País necessita, enfim, vamos fiscalizar.
Temos um Congresso e outras Instituições.
Não vamos baixar a cabeça.
Vamos continuar lutando pelo Brasil,
cada um fazendo a sua parte.
Um Sócio Ilustre”

Cara! Chegamos ao ponto em que até ‘Milíco de Pijama’

é menos Fascista que essa Corja Midiática e seus BOTS.

(http://jornalggn.com.br/noticia/nao-interessa-que-nao-seja-a-nossa-opcao-e-a-regra-disse-clube-militar)
(http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/10/internautas-recorrem-ao-exercito-e-pedem-um-golpe.html)
(http://www.sjpmg.org.br/index.php/fique-por-dentro/outras-noticias/2352-clube-militar-pede-respeito-a-vontade-da-maioria)
.
.

Responder

Fabio Passos

29 de outubro de 2014 às 18h09

O PiG é quem incita o preconceito, a violência e a covardia.

O desprezo que estas oligarquias midiáticas tem da democracia e do povo brasileiro nunca foi tão explícito.

Temos um acerto de contas a fazer com estes golpistas canalhas.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.