VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Justiça aceita denúncia contra tuiteira que ofendeu nordestinos


03/06/2011 - 11h22

Ministério Público Federal – Procuradoria da República em São Paulo

dica do Stanley Burburinho

02/06/11 – Denúncia do MPF é aceita e Justiça abre processo de racismo contra jovem que ofendeu nordestinos no Twitter

Juiz determinou ainda a abertura de uma investigação em Recife para apurar o mesmo crime por parte de outra internauta, que ofendeu residentes no sudeste

A Justiça Federal de São Paulo recebeu denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal e abriu processo pelo crime de racismo praticado por intermédio de meio de comunicação social contra a estudante de direito Mayara Penteado Petruso.

Segundo a denúncia, oferecida pela Procuradoria da República em São Paulo, Mayara, por intermédio da rede de comunicação social Twitter, postou em seu perfil, no dia 31 de outubro de 2010, mensagem de incitação à discriminação ou ao preconceito de procedência nacional.

Motivada pela divulgação oficial do resultado do segundo turno das eleições para a escolha do Presidente da República, a jovem publicou a seguinte mensagem em sua página do Twitter: “Nordestisto (sic) não é gente. Faça um favor a Sp: mate um nordestino afogado!”.

O ato de intolerância foi registrado por diversos usuários da referida rede social, que denunciaram o fato.

Ao prestar depoimento ao MPF, a denunciada assumiu que postou os comentários em sua página do Twitter, confirmando ser de seu perfil uma cópia da tela (screenshot), preservada como prova.  A denúncia foi oferecida no último 3 de maio e o processo aberto no último dia 4 de maio.

O crime de racismo, disposto no artigo 20 da lei 7716/89, prevê pena de 1 a 3 anos de prisão e multa. Entretanto, de acordo com o parágrafo 2º do mesmo artigo, se o crime é cometido mediante o uso de meios de comunicação social ou publicação de qualquer natureza, como ocorreu no caso de Mayara, a pena prevista é de 2 a 5 anos de prisão e multa.

SIGILO E OUTRA INVESTIGAÇÃO – O caso tramitou sigilosamente até o recebimento da denúncia pelo poder judiciário. O MPF pediu o levantamento do sigilo ao oferecer a denúncia. O objetivo do sigilo era preservar o conteúdo das quebras de sigilo telemáticas necessárias para confirmar se o perfil realmente era atualizado por Mayara.

A atuação do MPF-SP no caso foi provocada por diversas pessoas e entidades que informavam sobre a publicação de mensagens de cunho racista na internet.

O MPF-SP recebeu inúmeras mensagens, trazidas em mídia e em páginas impressas. Destas, apenas duas tiveram a materialidade comprovada, inclusive a de Mayara Petruso, pois foram capturadas com todos os dados das páginas das publicações.

Além da tuitada de Mayara, foi também comprovada a materialidade da postagem publicada por Natália Campello (“o sudeste é um lixo, façam um favor ao Nordeste, mate um paulista de bala :) VÃO SE F…. PAULISTAS F….. DA P…”).

As duas possuem conteúdo semelhante e são nitidamente racistas, na avaliação do MPF-SP, uma contra nordestinos e outra contra paulistas.

No caso de Natália, embora tivessem sido colhidos alguns dados para sua qualificação, inclusive mediante pedidos de quebra de sigilo autorizados pela Justiça Federal de São Paulo, não foram amealhados elementos suficientes para sua perfeita identificação, sabendo-se, apenas, que ela é residente no Recife e que, de lá, provavelmente, postou a mensagem racista.

O MPF requereu que cópias das investigações com relação a Natália fossem remetidos à Justiça Federal de Recife para o prosseguimento das investigações. O pedido foi deferido pela Justiça Federal.

http://www.prsp.mpf.gov.br/sala-de-imprensa/noticias_prsp/02-06-11-2013-denuncia-do-mpf-e-aceita-e-justica-abre-processo-de-racismo-contra-jovem-que-ofendeu-nordestinos-no-twitter

Leia aqui uma defesa de Mayara Petruso.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


70 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

marcos

09 de dezembro de 2011 às 15h37

Eu tenho mais vergonha do descaso do governo brasileiro com a região nordeste do que ser chamado de baiano, cabeça chata ou paraíba.

Responder

edir l silva

10 de junho de 2011 às 10h00

Azenha sugiro que abra uma conta no yahoo de perguntas e respostas, lá encontrará incontaveis de crimes de preconceitos de todo genero: político, religioso,cor, classe, misogino, homofóbicos, separatismo,cutural, regionais, , , a favor da tortura nos governos pós 64 , até apologia ao nazi-fascismo, além de calunias e injúrias,difamação, nos quais estas duas jovens racistas citadas pareceriam suaves, dada a virulencia dos comentários.

Responder

Damastor Dagobé

04 de junho de 2011 às 15h49

"Isso ocorreu em virtude da campanha irresponsável, preconceituosa e nojenta engendrada pelo PSDB e seu candidato a presidente José Serra"..ahhhhh bom..então agora que a campanha acabou voltamos ser a sociedade mais solidária, harmoniosa, igualitária, bacana e supimpa do mundo…
Os 50.000 brasileiros anualmente mortos pelos nossos motoristas terroristas (pior que qualquer guerra antiga ou moderna) na conta da classe media e os outros 50.000 mortos por outros tipos de armas na conta dos pobres, deviam ser informados disso…faça-me o favor…antigamente se dizia que o papel aceita tudo pra significar que se podia escrever qualquer estultice..hoje pode-se dizer que as telas dos computadores também tem a mesma espécie de hímen complacente.

Responder

    edv

    04 de junho de 2011 às 18h58

    Não, Damastor, não se trata de comparar coisas piores com coisas "menos piores"…
    Trtata-se de lamentar que pessoas supostamente pretensas a MELHORAR (como um partido ou candidato à presidência), "contribuam" apenas para PIORAR, com mais coisas ruins, pouco usuais e desnecessárias.

beattrice

04 de junho de 2011 às 15h15

Tudo saído da caixa de Pandora aberta pelo Zé da Bolinha e o digníssimo PiG.
E da impunidade, pois TUDO rigorosamente tudo que ocorreu durante a campanha teria que ter sido apurado, mas os 3 porquinhos fizeram acordo nos bastidores com o LOBO MAU.

Responder

Alício

04 de junho de 2011 às 15h03

Descanse em paz e que Deus a perdoe !

Responder

MAC

04 de junho de 2011 às 14h13

sudestinos !!

Responder

Paulo Marconi

04 de junho de 2011 às 14h07

Isso ocorreu em virtude da campanha irresponsável, preconceituosa e nojenta engendrada pelo PSDB e seu candidato a presidente José Serra.

Responder

fátima mattos

04 de junho de 2011 às 13h39

É Mayara,o bicho tá pegando para o seu lado.Você merece.Não é assim que devemos tratar nossos irmãos.
A justiça dos homens tarda,mas não falha,e a de Deus nunca falha.

Responder

Fabio

04 de junho de 2011 às 13h30

O que é que eu tô fazendo aqui com um dia lindo lá fora??? Fui!!!

Responder

Tomudjin

04 de junho de 2011 às 13h12

É meio contraditório, vermos os mesmos que condenam o radicalismo islâmico, defenderem atitudes como esta que vem se tornando moda no mundo virtual e real, ultimamente.

Responder

Osmar Mota

04 de junho de 2011 às 12h51

Certamente ja viram como é quase unânime na imprensa, e nas pessoas, a crítica ácida ao "politicamente correto"???
e se vc espreme um pouquinho esse critico logo escorre o caldo fedido do preconceito, do machismo, da cafajestada, do racismo, da ignorância.. da burrice enfim? Isso acaba por se constituir um tipo de medida, de teste, da escrotidão nacional bruta, como a questão das cotas na universidade, da reforma agrária e tantos outros indicativos da cegueira e atraso que explicam direitinho o motivo de sermos umas das primeiras 10 economias do mundo e estarmos pra lá do centésimo lugar em qualquer outro indicativo de IDH.

Responder

ZePovinho

04 de junho de 2011 às 10h09

O meu amigo Corisco disse que deseja ter um encontro com a Mayara Petruso.Ele também disse que a Dadá ficará em casa.

Responder

    Gerson Carneiro

    04 de junho de 2011 às 11h14

    Carece não.
    Meu primo Deraldo já se encontra em Sun Palo no encalço dela.
    Observe lá embaixo.

jr fidalgo

04 de junho de 2011 às 09h58

LIBERDADE RELATIVA: MARCELO TAS QUER ME PROCESSAR http://cloacanews.blogspot.com/2011/06/marcelo-ta… do blog LOLA ESCREVA LOLA http://escrevalolaescreva.blogspot.com/2011/06/ta

Responder

operantelivre

04 de junho de 2011 às 09h13

Prisão não é solução para estes casos.
Só faz aumentar as ações de hostilidade e nos torna mais parecidos com uma teocracia.
O que precisamos é de ações que aproximem as pessoas por medidas sócioeducativas.
Leis, ainda que imprescindíveis, não resolvem nem conflitos conjugais.
Vamos contextualizar melhor a ação da tuiteira para não ficar pior.
Aos policiais de plantão, adoro uma nordestina mulata (minha esposa).

Responder

    HMS TIRELESS

    04 de junho de 2011 às 12h43

    Por mais estúpidas e desprezíveis que tenham sido as palavras proferidas pela internauta paulista no Twitter, prisão não é a solução é sim um salutar, ainda que forçado, retorno da mesma à sala de aula, para que a mesma aprenda que muito da riqueza e pujança da economia paulista foi construída às custas do suor do trabalho dos migrantes nordestinos.

strupicio

04 de junho de 2011 às 08h30

"data venia oúnico enquadramento possível seria o relativo à incitação …" não tem nada mais divertido nesses paineis que identificar a profissão dos comentaristas; e como tem advogado -e jornalista – com tempo disponivel, para enrolar com sua linguagem peculiar, enviesada e barroca…é realmente muito divertido.

Responder

Gerson Carneiro

04 de junho de 2011 às 06h20

<img src=http://www.amambainoticias.com.br/media/images/3115/3115/4cf67f27159fb563c1803f79348514684cc015c009acb.jpg>

Responder

SILOÉ -RJ

04 de junho de 2011 às 01h34

Falta agora pegar o Serra, pois foi ele quem começou tudo isso!!!

Responder

Regina Braga

03 de junho de 2011 às 22h04

Maravilha…A elite do regime feudal…vai acordar…Viva o Brasil.

Responder

    FrancoAtirador

    04 de junho de 2011 às 00h45

    .
    .
    Vai acordar na cadeia e ver o sol nascer quadrado.
    .
    .

Roberto Locatelli

03 de junho de 2011 às 20h20

O principal nas duas mensagens é a incitação ao crime de assassinato. E não venham me dizer que era só papo de twitter. Incitação a matar pessoas é crime, seja ela perpetrada por carta, e-mail, outdoor ou twitter.

Responder

Mari

03 de junho de 2011 às 19h30

O único enquadramento possível seria o relativo à incitação à discriminação segundo a "procedência nacional".
Como nordestino não é nacionalidade, vemos aí uma analogia, ou ampliação do comando legal.
Que eu saiba o direito penal é orientado pelo princípio da tipicidade cerrada.
Resumindo: gente buscando holofote, pois por mais censurável que possa ter sido a atitude da indiciada, não há enquadramento aceitável na lei 7716/89.
Mas claro, tudo hoje pode, desde falar errado até a relativizar os princípios da norma penal ao sabor das modinhas.
Coitado do Brasil : Lula como modelo, Merval Pereira na Academia e Tiririca na Comissão de Educação da Câmara.
O último que apague a luz.

Responder

    JOSE DANTAS

    04 de junho de 2011 às 06h11

    Modelo não se impõe, nem com o apoio midiático, como no caso do FHC, por exemplo.
    Modelo se conquista assim como liderança e outras virtudes, de acordo com o desempenho apresentado em qualquer atividade.
    Se o Lula é modelo e alguém está incomodado com isso, melhor seria mudar de País, pois certamente não mudarão os outros 80% da população que o aprovaram enquanto presidente, cuja companhia tanto incomoda e até até pelo temor de acabar como mais um produto do meio.
    Agora, existe outro probleminha para quem se esquiva do povo brasileiro: ao chegar lá fora como seria visto pelos gringos? Alguns nem conseguem entrar em paises europeus, mesmo com os bolsos cheios de dólares para irrigar suas economias em decadência.
    Há um Deus que não dorme, cujo filho esteve por aqui e apesar de não discriminar ninguém, foi crucificado por uma elite perversa com o auxílio de uma massa de ignorantes que navegava pela cabeça dos outros.

    flavio jose

    04 de junho de 2011 às 13h00

    Coitada. Se a pessoa que deu este parecer pertencer a classe da área de direito é lamental. Se for leigo no assunto esta perdoada

    Yes we créu !!!

    04 de junho de 2011 às 14h39

    Mari, como advogada, voce daria uma otima pizzaiola.

    M. S. Romares

    04 de junho de 2011 às 15h34

    Esqueceu de completar sua penúltima frase: e eu aqui emitindo minhas "opiniões".

EUNAOSABIA

03 de junho de 2011 às 19h11

Lula pregou o ódio e o separatismo de classes durante a campanha eleiroral, trata-se de um espertalhão profissional na arte de enganar e ludibriar os incautos, Lula criou um inimigo imaginário (um tal de ""eles""), esse ""eles"" podia ser qualquer um, bastava não compactuar com suas sandices ou lambanças internas e externas, com a bandalheiras do PT, não aceitar uma candidata sem preparo, sem qualquer qualificação seja intelectual ou política, uma incapaz de dirigir um país complexo como o Brasil, esse tipo de condulta lastimável por parte dessa moça é de total e irrestrita responsabilida de Lula e ses seguidores, eu nunca tinha visto isso no país… era o ""nós"" contra o tal do ""eles""… esse é apenas um dos preços a pagar por se eleger um poste, guiado por um baita de um espertalhão político.

Obrigado Lula… você dividiu o país… eu faço parte do tal do ""eles""..eu e provavelmente mais 44 milhões que não cairam na sua lábia.

Responder

    Aline C Pavia

    03 de junho de 2011 às 19h20

    Quem pintou o mapa do Brasil de azul e vermelho, filho? Coitado de vc trollzinho.
    Agora pode relinchar.

    EUNAOSABIA

    03 de junho de 2011 às 19h24

    Não vou dizer o nome, mas o sujeito é funcionário do PT, um simulacro de sociólogo e pesquiseiro de araque… sacou troll???

    El Cid

    03 de junho de 2011 às 19h32

    .. qual o seu medo em dizer? não tem culhões?

    próximo troll, por favor…

    Marcelo Cardoso

    03 de junho de 2011 às 19h27

    "Candidata sem preparo" e o que dizer do candidato que DIZ ter diplomas que não tem?

    EUNAOSABIA

    03 de junho de 2011 às 20h32

    PhD em economia pela Cornnel University. Professor do curso de doutorado em economia da UNICAMP. Serve?

    Você conhece o Instituto de Economia da UNICAMP???.. pois é… eu conheço…. andei por lá uns tempos sabe….por isso sei do que falo….

    Ana Maria

    03 de junho de 2011 às 23h28

    O Diproma do Nosferatu deve ser igual a bolinha que acertou a cabeça dele durante a campanha.
    É diproma mesmo igual a aula em que foi ensinar porcentagem aos alunos do ensino fundamental e não soube fazer a conta de dividir.Porque ele não mostra o diploma, como fez o Obama que mostrou a certidão de nascimento.
    Procura-se o diproma do Cerra,gratifica-se bem……..

    Fátima Pereira

    04 de junho de 2011 às 00h28

    CARRASCOOOOOOOO………covarde………detritö de maré baixa ¨…………….coloca teu nome……….

    M. S. Romares

    04 de junho de 2011 às 02h24

    Não fale tanta bobagem por unidade de tempo. Se voce conhecesse como seu mentor intelectual operava na Unicamp, seria até melhor voce não tocar mais no assunto.

    Geovan S Silva

    03 de junho de 2011 às 20h53

    Esse cidadão é mais um preconceituoso desses que no fundo, no fundo apoiam atitudes com essa da estudante paulista contra os nordestinos. Mas como o mesmo não quer defender explicitamente a "atitude" da estudante paulista, fica com essa conversinha de que Lula é o culpado. Culpado de quê cidadão? De ter levantado esse país a uma das mais importantes potencias deste mundo? O preconceito que cada um tem dentro de si não foi enraizado nesses corações cheios de ódio por Lula. Fulaninho é preconceituoso porque na verdade carrega dentro de si várias frustrações e derrotas na vida e quer descarregar tudo isso nos outros que não tem nada a ver com suas mazelas pessoais.
    Deixa de ficar falando bobagens e vá refletir sobre suas frustrações de outra maneira.

    Giordano

    03 de junho de 2011 às 22h44

    De que vale a titulação da UNICAMP diante do mundo? Recebestes algum elogio? Mesmo sem qualquer título, o mundo se curvou e reverenciou o presidente LULA! Isso não serve?

    SILOÉ -RJ

    04 de junho de 2011 às 01h30

    Você errou nas contas, e faz parte de uma insgnificante minoria que não quer dar o braço à torcer diante das evidências.
    Só porque perderam as mamatas, ficam por aí destilando ódio; até aceito.
    Mas arrastar pra esse barco 44 milhões de insatisfeitos, é um pouco demais não é não???

    JOSE DANTAS

    04 de junho de 2011 às 07h01

    Dentro do "eles" existe uma infinidade de espécies, que vão desde os que em suas transações, muitas vezes questionadas e invariavelmente impunes, só digitam suas cifras a partir do "bi", até humildes vítimas do PIG que nem inveja "deles" aprendeu a ter, tamanha a centenária lavagem cerebral.__Ainda bem que a ficha começa a cair e o próprio PIG já não é mais o mesmo, tanto é que o couro tem comido para o lado "deles" a partir das eleições de 2002.__Em política a atitude mais inteligente é defender os interesses da maioria, principalmente depois que essa internet começou a penetrar nos barracos da vida e levantou de vez o véu com o qual a grande mídia encobria a podridão que havia em torno da coisa pública e que continuará a feder ainda por muitas décadas, só que nas cifras do "mi", o que já é um avanço multiplicado por mil e com a marcação cerrada do PIG. Isso é muito bom para todos, inclusive pra "eles".

    antonio

    04 de junho de 2011 às 15h56

    Divisão do país sempre ocorreu…desde que Brasil era colônia.

    edv

    04 de junho de 2011 às 19h30

    Prestenção, procê começar a "saber alguma coisa":
    Destes propagados "44 milhões", uns 14 milhões são pessoas afetadas pela pior, maior e mais intensa campanha de esgoto da história eleitoral deste país, com apoio de 95% da mírdia (sabe quem são, né?).
    Dos cerca de 30 milhões restantes, uns 25 milhões são cultural e historicamente amestrados por esta mesma mírdia. Votarão sempre no Serra, Maluf, FHC, etc., pois estão muito ocupados em "ganhar o vil metal". Tem gente boa neste grupo, mas falta-lhes tempo, vontade ou necessidade de acompanhar a política. Preferem ler as apenas as manchetes, o "resumo semanal" da Veja e assistir o JN às oito.
    Os que "não sabiam", geralmente estão neste grupo…
    Dos cerca de 5 milhões restantes, uns 4 milhões e algo são realmente ideólogos do modelo concentrador do "nós é nós, o resto é b_sta!". Ex: neoliberais xiitas do mercado e do "salve-se quem puder".
    O que sobra é a patota que, historicamente, tenta manter o controle sobre outros quase 200 milhões.
    Sacô?
    Agora vc não pode mais dizer que não sabia!

Benjamin Malucelli

03 de junho de 2011 às 18h00

Beleza! Que siga de exemplo para todas as manifestações de intolerância! Pena que as duas denunciadas não deverão ir para a cadeia. Devem ser de classe média, classe que a justiça se recusa a punir.

Responder

M. S. Romares

03 de junho de 2011 às 17h36

Quando leio algo desse tipo, a primeira reação é de que ainda resta esperança. Em seguida, releio o título e fica uma sensação de que estão nos fazendo favor.

Responder

jose Bentes

03 de junho de 2011 às 16h59

02/06/11 – Denúncia do MPF é aceita e Justiça abre processo de racismo contra jovem que ofendeu nordestinos no Twitter
E aí Gustavo Pamplona, não deixa nem a justiça "melar o bico" homi!!!

Responder

robledo duarte

03 de junho de 2011 às 16h32

Fumo nela, é preciso a justiça agir forte contra este tipo de verme para não aparecerem outros.

Responder

macmonteiro

03 de junho de 2011 às 16h02

Casos assim acabam servindo para justificar o controle do Estado…

Explico: esse tipo de comportamento é comum, não só na Internet. Ao contrário do que diz o Ali Kamel, ainda existe no Brasil uma mentalidade racista (sexista, patriarcal etc), que permeia e contamina tudo. Não é novidade.

Mas daí você pega um caso como o dessa moça sem-noção e potencializa, bombardeia o imaginário das pessoas com isso, dando a falsa impressão de que "estamos todos ameaçados pelo racismo na Internet"…

É a deixa para a intervenção do Estado em mais uma dimensão da nossa vida. Em breve, vamos descobrir que as leis atuais não garantem o bom comportamento na Internet, e aí aceitaremos uma regulação draconiana. Quantas vezes vimos isso acontecer antes!

Esse é um movimento global para cercear a circulação de ideias na Internet. Em cada lugar, se emprega o argumento que vai causar maior comoção.

Americanos e europeus, por exemplo, preferem defender o "livre mercado" e a "segurança nacional":

http://www.bbc.co.uk/news/technology-13626104
http://www.independent.co.uk/news/uk/crime/julian
http://www.sott.net/articles/show/106051-US-heads
http://www.examiner.com/foreign-policy-in-nationa

Responder

Zé Fake

03 de junho de 2011 às 15h47

Não gosto do Twitter. Escraviza os usuários e torna muito fácil dizer besteira. A única coisa boa nele é que desmascara a estupidez absoluta de certas pessoas (famosas e não famosas).

Responder

    Rei das Citações

    03 de junho de 2011 às 17h04

    Concordo, é uma coisa para adolescentes. Não serve rigorosamente para nada.

Klaus

03 de junho de 2011 às 15h13

Lula sempre disse na eleição que aquela era uma luta de "nós contra eles". Eles, para Lula, eram as elites deste país. Mas quem era esta elite? Basicamente, todos aqueles que não votavam em sua candidata. Pois, caso lhe fosse perguntado, se Sarney, Jáder Barbalho, Edson Lobão, Collor, Abilio Diniz faziam parte desta elite que atrasava o país, sua resposta seria NÃO. Elite eram aqueles que estavam no DEM, PPS e no PSDB e todos aqueles que neles votavam. Era necessária a demonização do inimigo (e não adversário), para mais facilmente marcar sua posição (NÓS). Mesmo que Sarney e outros fossem a cara desta elite que destruiu o Brasil, e que está no poder há décadas, naquele momento era importante transportar esta imagem da elite para os apoiadores do candidato tucano. Sarney e amigos nunca estiveram tão próximos do povo como nesta eleição. Mas há um preço a se pagar, e ele será pago em suaves prestações durante os próximos anos.

Responder

Gustavo Pamplona

03 de junho de 2011 às 14h47

E quanto a liberdade de expressão? Ela tem todo o direito de se expressar.

Não percam o tempo de vocês com isto… não vai dar em nada mesmo….e pergunto:

Houve punição contra a tal Mayara?

Responder

    Leider_Lincoln

    03 de junho de 2011 às 15h22

    Liberdade de expressão só vai até onde a tal "expressão" não se configura crime, ela não é absoluta…

    Victor

    03 de junho de 2011 às 15h29

    A liberdade de expressão encontra limites na Constituição do Brasil. Apesar de catalogada como direito fundamental, deve ser exercida dentro de parâmetros constitucionais, como, por exemplo, o que expressa o compromisso do Brasil em combater o preconceito racial, religioso, sexual etc. A todo direito corresponde uma obrigação, e se ela exerce o direito de se expressar livremente, deve adimplir sua obrigação de fazê-lo juridicamente, nos limites legais, respeitando valores consagrados por toda uma sociedade. Ademais, o hate speech não é admitido em nosso ordenamento jurídico, como já decidiu a Corte Suprema, o que demonstra a necessidade de se proteger grupos minoritários, notadamente nas situações em que a crítica racional sucumbe à ausência de escrúpulos e demonstrações violentas com teor injurioso e racista. Em relação às consequências do ato ilícito praticado, a ineficácia ou ineficiência das sanções judiciais não pode significar aceitação tácita de comportamentos nocivos à boa convivência comunitária, sob pena de nos contentarmos com o ocaso daquilo a que nos propomos enquanto cidadãos: dignidade e respeito.

    JOSE DANTAS

    03 de junho de 2011 às 17h17

    Essa questão da liberdade de expressão é apenas mais uma ilusão dessa vida.
    Se você se excede na agressão basicamente acontece uma das duas hipóteses conforme o poder de reação e tolerância da vítima; na primeira ela aceita sem maiores problemas e na segunda ela reage, seja através da mesma moeda, como no caso da moça do Recife, no braço, quando ao vivo e a cores, ou até naqueles casos em que alguém amanhece com a boca cheia de formigas e não se sabe o motivo.
    Portanto, bom mesmo é saber respeitar e evitar conflitos a mais, pois não tenham dúvidas que alguns poderão surgir mesmo sem a nossa contribuição para que aconteçam.

    Benjamin Malucelli

    03 de junho de 2011 às 18h05

    A diversão preferida de Gustavo Pamplona é divertir-se e fazer-se notar com as respostas polêmicas que costuma dar. E o pior é que ele consegue. Ele sabe muito bem que "liberdade de expressão" tem seus limites!

    M. S. Romares

    04 de junho de 2011 às 15h40

    A diversão preferida dele é ser tonto mesmo, Benjamin. E não é de hoje. Quando ele era mais novinho, a mãe pensava que ele fosse alegre.

    Aline C Pavia

    03 de junho de 2011 às 19h21

    Então eu tenho a total liberdade de "expressar" o que eu quiser contra vc, ou contra a senhora sua mãe?

    Geovan S Silva

    03 de junho de 2011 às 21h01

    Essa tal de liberdade de expressão que o cidadão Gustavo Pamplona se refere não tem nada a ver com agressão e incitação contra quem quer que seja. Esse senhor me parece ser mais um desses que querem justificar atitude da estudante paulista. Não é por aí não cidadão!

FrancoAtirador

03 de junho de 2011 às 14h25

.
.
Esse foi mais um dos legados da campanha de Serra/Marina

potencializada pelo Grupo G.A.F.E. (Globo, Abril, Folha SP e Estadão)
.
.

Responder

helio

03 de junho de 2011 às 13h54

Existe aiguma denúncia contra os tuiteiros que pediam, durante o desfile de posse de Dilma, aos atiradores de elite atirassem contra a Presidenta da Republica?

Responder

Kleber

03 de junho de 2011 às 13h07

Herança do ódio incitado pelo Padim Pade Çerra durante a campanha eleitoral, corroborado pelo PIG=PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA.

Responder

FrancoAtirador

03 de junho de 2011 às 12h58

.
.
Parece que a internet está deixando de ser uma terra sem Lei.
.
.

Responder

    Geovan S Silva

    03 de junho de 2011 às 21h04

    Concordo!

Mateus Ferreira

03 de junho de 2011 às 12h26

Tá certo! Não podemos dar tréguas a racistas e xenófobos

Responder

Leider_Lincoln

03 de junho de 2011 às 12h21

É a herança do alto nível que a campanha do Çerra deixou…

Responder

    Geovan S Silva

    03 de junho de 2011 às 21h13

    Concordo com você Leider. O Çerra e sua trupe trabalharam de maneira estupidamente suja nos bastidores incentivando todo tipo de preconceito contra Dilma nesta última campanha. Isso não pode ser esquecido pelos eleitores e todos aqueles que prezam a justiça e os bons costumes.
    O ex-candidato da "bolinha de papel" não pode sair por aí posando de santo e ficar por isso mesmo. Temos sempre que lembrar de toda sujeira que foi lançada descaradamente sobre a Dilma de maneira rasteira e injusta por essa turma dos tucanos e cia.

maria regina

03 de junho de 2011 às 11h53

Estou parcialmente de cabelo, corpo, alma, coração… lavados!!!!

Responder

Rivaldo Moraes

03 de junho de 2011 às 11h40

O título está errado. o Correto seria: justiça aceita denúncia do MPF contra tuiteira….

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    03 de junho de 2011 às 11h41

    Obrigado. Já corrigido. Desculpe nossa falha. abs


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!