VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Lula desmente boatos sobre câncer e filho milionário


18/07/2013 - 21h31

Lula desmente boatos que circulam na internet

Jul 18, 2013

do site do Instituto Lula, sugerido pela Nina Santos

O ex-presidente Lula desmentiu nesta quinta-feira (18) dois boatos que circulam na internet. Primeiro ele falou sobre sua saúde: “graças a Deus eu não tenho mais câncer”. Ele relatou que tem recebido vários questionamentos sobre a volta do câncer, mas que eles são completamente falsos. “Tenho que fazer exames de controle de quatro em quatro meses durante cinco anos”, contou ele lembrando que o próximo controle será em agosto. “Se eu tivesse alguma coisa, eu jamais esconderia”.

Lula também comentou que tem ficado chateado com os falsos boatos de que seu filho teria comprado um avião de 50 milhões de dólares ou que seria dono da empresa Friboi. “Eu acho que nós temos que combater esse tipo de comportamento. Não é correto que uma pessoa utilize um instrumento de comunicação tão fantástico como a internet para fazer vandalismo na internet”.

Lula fez as afirmações depois de falar por mais de duas horas em evento sobre a política externa da última década no Brasil, na Universidade Federal do ABC.

*****

No Facebook de Willamis França constava esta foto, ontem (dica de Silvio Barreto Campello):

Leia também:

Valeir Ertle, da CUT: É preciso enfrentar o boicote ao plebiscito

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



88 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Deusdedith Fontanesi

07 de maio de 2014 às 23h33

Uma grande verdade,seria de grande valia que toda sociedade desse país soubessem sobre a realidade dos nossos políticos,irei colocar seu text em aula.

Responder

Maria

22 de julho de 2013 às 11h00

Eu queria mandar esta pergunta para Viomundo, mas nao encontrei como. Entao, resolvi postar aqui. Recebi este email e nao sei se eh verdade ou comeco de um boato maligno. Por favor esclarecam, Obrigada.

NOTICIA RUIM
Para:

Para quem não sabe, ontem, foi rejeitada a votação, na Ordem do Dia
da Câmara Federal, o Projeto de Lei FICHA LIMPA,
que impede a candidatura a qualquer cargo eletivo, de pessoas
condenadas em primeira ou única instância ou por meio de denúncia
recebida em tribunal – no caso de políticos com foro privilegiado –
em virtude de crimes graves, como: racismo, homicídio,
estupro,homofobia, tráfico de drogas e desvio de verbas públicas..

A IMPRENSA FOI CENSURADA E ESTÁ IMPEDIDA DE DIVULGAR ! PORTANTO,
VAMOS USAR A INTERNET,PARA DAR CONHECIMENTO AOS OUTROS 198.000.000 DE
BRASILEIROS QUE OS DEPUTADOS FEDERAIS TRAÍRAM O POVO!

Espalhe esta notícia; segundo dados, uma mensagem da internet enviada
a 12 pessoas, no fim do dia chega a 30.000 usuários. Vamos espalhar!

:

Responder

lidia virni

21 de julho de 2013 às 22h32

Diz a minha amiga bamericana que esse é o método preferido por lá na política:boatos, mentiras deslavadas, sempre repetida a la Goebbels,na esperança de que cole na cabeça de um desavisado. Agora, os trolls que invadem nossos espaços também são muito idotas, porque pensam convencer quem com seus comentários de um primarismo chinfrim? O Lula está acima de qualquer olho grande e inveja desvairada, seus tolinhos.

Responder

Carlos

21 de julho de 2013 às 15h48

A história de que esse avião pertence ao filho do Lula é a maior asneira. Basta pegar o registro da aeronave visível na foto (N933PA) e fazer uma busca no Google. O site FlightAware mostra que esse aparelho é da propriedade de um banco americano, o Wells Fargo Bank Northwesta NA Trustee. Confira aqui: http://pt.flightaware.com/resources/registration/N933PA

O site mostra inclusive, no alto à direita, uma foto do mesmíssimo avião.

Responder

    Mônica Santos

    22 de julho de 2013 às 00h56

    Bem pensado. Mas quem repassa esse tipo de coisa não está exatamente interessado em informar, certo? De qualquer maneira, se isso aparecer no meu FB, vou usar sua pesquisa. Valeu!

Nonato Luz

21 de julho de 2013 às 10h26

É muitavigarice

Responder

FrancoAtirador

21 de julho de 2013 às 01h26

.
.
Governo desmente uso de dinheiro público em estádios da Copa

por Redação RBA publicado 23/06/2013 19:23

São Paulo – O governo federal emitiu hoje (23) comunicado desmentindo o uso de recursos públicos na construção e na reforma de estádios que são utilizados na Copa das Confederações deste ano e na Copa do Mundo de 2014.

A nota publicada no Blog do Planalto* foi emitida pelo Ministério do Esporte depois de publicação de reportagem do portal UOL informando que a União destinou R$ 1,1 bilhão à construção de arenas.

A reportagem do UOL visava a rebater a informação divulgada por Dilma Rousseff durante pronunciamento na sexta-feira. Entre outras motivações dos protestos realizados nas últimas semanas, a presidenta abordou os gastos com a Copa para afirmar que os recursos federais empenhados na construção de estádios são empréstimos para empresas e governos estaduais.

Mas, na visão do texto do portal, os juros subsidiados garantidos pelo BNDES levam a uma perda de arrecadação de R$ 189 milhões, “valor que poderia ser aplicado em outros financiamentos para outros projetos”.
Além disso, diz a reportagem, a União é sócia na reforma do Estádio Nacional de Brasília, o Mané Garrinha, cujos custos totais chegaram a R$ 1,2 bilhão. Segundo o UOL, isso resultou em um gasto de R$ 600 milhões para a União.

(http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2013/06/governo-desmente-uso-de-dinheiro-publico-em-estadios-da-copa-6973.html)

*Nota à imprensa

Esclarecimentos sobre investimentos do governo federal para a Copa do Mundo

A matéria veiculada pelo Portal UOL na manhã deste domingo (23), assinada por Rodrigo Mattos e Vinicius Konchinski, distorce informações, faz relações incorretas e induz o leitor a uma interpretação errada dos fatos. Cabe esclarecer o seguinte:

– Não há um centavo do Orçamento da União direcionado à construção ou reforma das arenas para a Copa.

– Há uma linha de empréstimo, via BNDES, com juros e exigência de todas as garantias bancárias, como qualquer outra modalidade de crédito do banco. O teto do valor do empréstimo, para cada arena, é de R$ 400 milhões, estabelecido em 2009, valor que permanece o mesmo até hoje. O BNDES tem taxas de juros específicas para diversas modalidades de obras e projetos. O financiamento das arenas faz parte de uma dessas modalidades.

– Não houve qualquer aporte de recursos do Orçamento da União nos últimos anos para a Terracap (Companhia Imobiliária de Brasília). Portanto, a matéria do UOL está errada. Não há recurso algum do Orçamento da União para a obra de nenhuma das arena, o que inclui o Estádio Nacional Mané Garrincha.

– Isenções fiscais não podem ser consideradas gastos, porque alavancam geração de empregos e desenvolvimento econômico e social, e são destinadas a diversos setores e projetos. Só as obras com as seis arenas concluídas até agora geraram 24.500 empregos diretos, além de milhares de outros indiretos, principalmente na área da construção civil.

– É importante reforçar que todos os investimentos públicos do Governo Federal para a preparação da Copa 2014 são em obras estruturantes que vão melhorar em muito a vida dos moradores das cidades. São obras de mobilidade urbana, portos, aeroportos, segurança pública, energia, telecomunicações e infraestrutura turística.

– A realização de megaeventos representa para o país uma oportunidade para acelerar investimentos em infraestrutura e serviços, melhorando as cidades e a qualidade de vida da população brasileira. Os investimentos fortalecem a imagem do Brasil, de seus produtos no exterior e incrementa o turismo no país, gerando mais empregos e negócios para o povo brasileiro.

Ministério do Esporte
Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão

(http://blog.planalto.gov.br/nota-a-imprensa-esclarecimentos-sobre-investimentos-do-governo-federal)

Responder

Julio Silveira

20 de julho de 2013 às 17h25

A “direita” e a “esquerda” estão cada vez mais semelhantemente raivosas na defesa das justificativas de seus chefes, nessas histórias impressionantes de genialidades empresariais, que só costumam acontecer quando ocorre a proximidade e a intimidade com o “estado”.
Mas enfim, a politica brasileira gosta mesmo é de brigar por oportunidades para seu povo.

Responder

AlvaroTadeu

20 de julho de 2013 às 17h07

Atenção, o avião fotografado tem prefixo “N”, privativo das aeronaves registradas nos Estados Unidos da América. Se o avião pertencesse a um brasileiro residente no Brasil, teria um destes prefixos: PP, PT, PR e PU.

Responder

Marcio

20 de julho de 2013 às 13h10

O Lula deveria processar o Sr. Willamis França!!

Responder

    Sandra

    20 de julho de 2013 às 15h52

    Inclusive pelo erro grosseiro de português no título; “um dos mais caro e luxuoso” (sic).

    Ai, ai, é cada uma!!!

    Elias

    20 de julho de 2013 às 20h22

    Boa, Sandra…essa é para os que se acham falar melhor do que Lula

maria nadiê rodrigues

20 de julho de 2013 às 10h06

O mais instigante nisso tudo é imaginar que o filho de Lula pode ser um sujeito muito inteligente e capaz para hoje ser rico, e, no entanto, por ser filho do ex-Presidente não pode ser bem-sucedido; tem que ser um pobre coitado. Isso é um absurdo. Mas, sou da teoria que Lula não precisa sair se desculpando de nada. Quem acusa o filho dele de ter um avião, como se fosse um lalau, deve apresentar provas disso. Do contrário, nada a declarar.

Responder

    Antonio

    21 de julho de 2013 às 03h05

    A filha de Serra e os filhos de FHC podem ser bem sucedidos já que não são filhos do pau de arara. Este país não tem solução.

edir

20 de julho de 2013 às 06h44

Tanto o Lula como a Dilma tem que comecar a processar quem inventa essas mentiras. Nós näo damos conta. È todo dia ou melhor dizendo, é quase toda hora.Basta a gente entrar no face, abrir a caixa postal eletrónica que lá está um ou dois post mentirosos. Se comecarem agir assim, processando os responsável, acho que a coisa diminuirá.

Responder

Marat

19 de julho de 2013 às 23h42

“Willamis”??? Bem, já que é assim, que ele gosta de falsear, poderia também fazê-lo no sobrenome. Poderia ser Franssa…

Responder

Abelardo

19 de julho de 2013 às 22h43

Lula, não esquenta a cabeça que tudo isso é espetáculo da oposição. Eles gostam disso. Diga pra eles que sobre esses assuntos de vandalismo em internet é mió calar.

Responder

Jair Orichio Junior

19 de julho de 2013 às 21h27

Interessante que o Delegado da Polícia Federal e Deputado Federal do PC do B, prendeu o Banqueiro Daniel Dantas, por Desvio de 140 BILHÕES de DÓLARES com o fósforo, o álcool, a madeira, o abanador e mesmo assim o ministro do STF e Guardião dos Ladrões do País, Gilmar Mendes o soltou e o Prevaricador Geral da República perdeu o Prazo para indiciá-lo e ninguém falou nada nas redes sociais.. Por que será que só contra o Lula, Dilma, filhos e filhas deles que a fumaça aparece?

Responder

Jose Mario HRP

19 de julho de 2013 às 19h51

Sobre 1970, sobre Mr. Madela/ madiba/Campeonato de Rugbi/Tri Campeonato do Brsil e Agora nossa Copa do mundo.
E o povo/nós todos!
Madiba Madiba!
Jairzinho!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
O melhor futebol de todos os tempos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Não foram o generais que criaram a MAIS PERFEITA EQUIPE DE FUTEBOL DE TODOS OS TEMPOS……………
Desculpem-me Azenha!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Fabio Passos

19 de julho de 2013 às 19h27

O ódio preconceituoso e o racista contra o “operário-nordestino-pau-de-arara-sem-dedo” são marca registrada da “elite” branca e de parte da classe média adestrada pelo PiG.

Que se afoguem na própria bílis…

Responder

Rodrigo

19 de julho de 2013 às 17h04

Sei que já tinha colocado numa resposta ao post do Locateli, mas acho que o pessoal todo precisa lembrar disso aqui:

História da fazenda de FHC
Por Errico Sabaté 31/03/2002 às 10:31
Ocupada, na semana passada, por trabalhadores rurais sem terra, a Fazenda Córrego da Ponte, atualmente registrada nos nomes dos filhos do presidente da República, tem uma história que precisa ser conhecida.
Fazenda Caixa Dois
Hamilton Octavio de Souza
Ocupada, na semana passada, por trabalhadores rurais sem terra, a Fazenda Córrego da Ponte, atualmente registrada nos nomes dos filhos do presidente da República, tem uma história que precisa ser conhecida.
Na campanha eleitoral de 1985, até umas duas semanas antes da eleição o candidato Fernando Henrique Cardoso estava disparado ? nas pesquisas ? à frente de seu adversário mais direto, Jânio Quadros, que acabou levando a Prefeitura de São Paulo.
Mas, de qualquer maneira, a campanha de FHC recebeu uma excelente injeção de dinheiro do empresariado paulistano, certo de que se estava apostando no cavalo vencedor. Ele perdeu a eleição, mas terminou a campanha com boa grana em caixa ? no caixa dois, é claro, coordenado pelo amigo inseparável Sérgio Motta.
No ano seguinte, em 1986, nova campanha eleitoral. FHC concorreu e ganhou uma das duas vagas para o Senado, com bem menos votos que o senador Mário Covas. Mas, de novo, FHC teve uma campanha abastada e com boa contribuição do empresariado paulista. Mais uma vez, o mala preta foi o Sérgio Motta.
Dois ou três anos depois surgiram as primeiras notícias de que FHC e Sérgio Motta haviam se tornado proprietários de uma fazenda no noroeste de Minas Gerais. FHC, na época, tinha remuneração de senador e de professor aposentado da USP.
No início dos anos 90, a revista ?Isto É? publicou uma matéria sobre a tal fazenda de sociedade de FHC e Sérgio Motta, na qual se afirmava que o contrato de compra e venda havia sido subfaturado (colocado em preço inferior ao da negociação e do mercado) para justificar a situação de renda do professor e senador Fernando Henrique Cardoso. Essa matéria não foi desmentida e também não provocou qualquer investigação do Ministério Público ou da Receita Federal.
A matéria apenas reforçou a versão corrente nos meios políticos de que a fazenda havia sido comprada com as sobras das campanhas eleitorais de 85 e 86, administradas pelo amigo e sócio Sérgio Motta. Ou seja, a grana do caixa dois deveria ter sido contabilizada no caixa geral do PMDB partido de FHC na época das eleições, mas acabou virando propriedade privada.
Com a morte de Sérgio Motta, o presidente FHC fez acerto com a viúva Wilma Motta e acabou ficando com a parte do ex-mala preta Sérgio Motta na fazenda. Logo em seguida, o presidente passou a fazenda para os nomes do filhos, embora seja de sua propriedade, pois é ele quem usa e manda no pedaço.
A imprensa chapa branca, naturalmente, incorporou essa operação toda sem maiores questionamentos. Tanto é que trata da fazenda como sendo dos filhos do presidente e nem questiona porque ela deveria ter proteção especial com status presidencial. E jamais foi atrás investigar como a fazenda foi adquirida.
O acerto com a viúva Motta envolve também imóveis em Paris, mas isso é outra história. O que precisa ficar claro é que a fazenda ocupada pelos trabalhadores sem terra é apenas um bem simbólico ? a fazenda do presidente ? que foi obtido de forma ilícita, como tantas fazendas apropriadas pelas elites espertinhas do País. Na verdade, a propriedade deveria ser chamada mais adequadamente de Fazenda Caixa Dois, em homenagem à sua origem.
***
Hamilton Octavio de Souza é jornalista e professor de Jornalismo da PUC-SP.

Responder

    Ulisses

    19 de julho de 2013 às 18h28

    E o apartamento na Avenida Foch em Paris? Um dos m2 mais valorizados do mundo? Como ele comprou? Com a PRIVATARIA TUCANA? Pelo valor do Ap, provavavelmente, ou um caixa dois prá lá de grande não?

    FrancoAtirador

    21 de julho de 2013 às 03h00

    .
    .
    28 de março de 2002

    DÚVIDA DO MP

    Por que filha de FHC usou avião da FAB?

    A secretária particular do presidente Fernando Henrique Cardoso, sua filha Luciana Cardoso, deve ser chamada para depor no Ministério Público Federal, segundo noticiou o jornal Correio Braziliense.

    O procurador Luiz Francisco de Souza quer explicações de Luciana sobre o uso de avião da FAB (Força Aérea Brasileira) para ir à fazenda Córrego da Ponte, em Buritis, local que FHC costuma freqüentar para descansar.

    ‘Avião da FAB só pode ser usado por ministro de Estado ou autoridade com essa prerrogativa e com o objetivo de defender o interesse público. Essa fazenda é uma propriedade privada’, disse Luiz Francisco.

    Segundo registro no cartório de imóveis de Unaí, de julho de 2000, a propriedade pertence à Agropecuária Córrego da Ponte Ltda. De acordo com o governo, a parte de FHC no imóvel foi repassada aos filhos.

    Para Luiz Francisco, se Luciana Cardoso não provar o caráter de defesa do interesse público em sua viagem poderá ser processada por improbidade administrativa, com base no decreto 3.061, de 14 de maio de 1999.

    O decreto foi baixado por FHC em meio à revelação do uso indevido das aeronaves por ministros de Estado e outras autoridades em viagens particulares para o arquipélago de Fernando de Noronha.

    Segundo a assessoria de imprensa da Presidência da República, o avião, modelo Xingu, foi solicitado pelo general Alberto Cardoso, chefe do Gabinete de Segurança Institucional, em nome do gabinete particular. E conduziu, além de Luciana Cardoso, técnicos em segurança e telecomunicações da Presidência para avaliar os estragos feitos nos equipamentos utilizados na fazenda por conta da invasão do MST ocorrida no final de semana.

    Segundo levantamento feito pelo Correio, uma viagem como a de Luciana, em avião idêntico, custa entre R$ 2.700 e R$ 3.000 nas empresas de táxi aéreo que operam no Aeroporto Juscelino Kubitschek. No caso de um avião de quatro lugares que leva o dobro do tempo para chegar ao destino, a viagem de ida e volta no mesmo dia sai por R$ 2 mil. O avião da FAB foi pedido pelo Palácio do Planalto ao Comando da Aeronáutica para a viagem a Buritis.

    Memória

    As viagens particulares dos ministros de FHC

    O Ministério Público Federal propôs, em junho de 1999, ação de improbidade administrativa contra ministros do governo Fernando Henrique por terem usado aviões da FAB em viagens particulares. Na época, os procuradores Luiz Francisco de Souza e Guilherme Schelb moveram as três primeiras ações na Justiça contra os ministros Raul Jungmann (Reforma Agrária) e Clóvis Carvalho (Casa Civil), além do procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, que fizeram viagens de lazer.

    Os dois procuradores cruzaram as datas das viagens de Brindeiro, Jungmann e Clóvis a bordo de aviões da FAB com feriados e períodos em que estavam de férias.

    Resultado: comprovaram que Brindeiro e Clóvis usaram a Aeronáutica, três vezes cada, para passear em Fernando de Noronha. Jungmann, por sua vez, além de duas estadas na ilha, tomou jatinhos para ir de Brasília a Porto Alegre e de Recife a Brasília quando estava desligado de suas funções.

    Os ministros infringiram, segundo o Ministério Público, a Lei de Improbidade Administrativa ao utilizar um bem público, no caso, os aviões, e o trabalho dos servidores envolvidos para fins particulares. Os processos estão em tramitação. Apenas Clóvis Carvalho pagou ao Tesouro R$ 25 mil por ter utilizado o avião.

    Com informações do Correio Braziliense e da Folha de S.Paulo

    Revista Consultor Jurídico, 28 de março de 2002.

    (http://linkis.com/www.conjur.com.br/20/LHDr)

Raymundo P. gonçalves

19 de julho de 2013 às 15h50

Na campanha das eleiçoes de 89, participei de um jantar pra arrecadar fundos para eleger o companheiro Lula. Na época corria um boato que o Lula havia enriquecido e tinha uma mansão no Morumbi.Como sempre, mostraram uma tal mansão,não me lembro em qual revista ou jornal sairam esta fotos.Quando o companheiro Lula chegou na nossa mesa( havia eu mais tres companheiros na mesa), eu o questionei- , porque você não desmente isso? , aí ela me falou compaheiro há um ditado que diz que a mentira tem perna curta. É isso aí meu compaheiro, não vamos ligar pra esses comentários – MENTIRA TEM PERNA CURTA. E vamos em frente temos muito a fazer por esta país.

Responder

Rose Cousseau

19 de julho de 2013 às 15h37

Bem, eu penso que, se esses boatos são realmente, todos falsos, então é obrigação dos injustiçados se utilizarem dos mesmos meios interativos, e demonstrarem a verdade. Sabe-se que a grande maioria da população brasileira acredita que tudo o que se coloca na imprensa é verdade. Eles não questionam. Não têm conhecimento dos métodos políticos. Assim, o prejuízo em não se utilizar desses meios para rebater com a verdade, é imenso. As eleições estão aí, e já é hora de sair da concha e contra atacar as inverdades. Depois, será tarde!

Responder

    Luiz Eduardo

    20 de julho de 2013 às 19h39

    Rose, o Lula tem mais o que fazer! Com o monte de reaças, idiotas, canalhas, trolls, alienados e analfabetos políticos que há no nosso país, escrevendo e/ou lendo (ouvindo, assistindo) um sem-número de asneiras, calúnias, infâmias e mentiras nos mais diversos meios de comunicação, Lula não faria outra coisa, a não ser ficar rebatendo todo esse besteirol.

Ana Claudia Dantas

19 de julho de 2013 às 14h11

O PIG está torcendo para que o câncer do Lula volte!!!

Responder

maria de sobral

19 de julho de 2013 às 13h55

Estao com medo e com odio de Lula. Este odio já virou doença cronica contraida em alguns locais que virou reduto da massa cheirosa. Como fede esta elite que nao quer ver o Brasil crescer e nem seu povo ser feliz.

Responder

LEANDRO

19 de julho de 2013 às 13h36

Lulinha junior não gostou nada da matéria da revista Veja divulgando que ele passou de um humilde funcionário de zoológico, ganhando 600,00 por mes à um milionário em tempo recorde durante o governo Lula.

Mas a juiza que julgou o processo deu ganho de causa à revista Veja. Parabéns à Drª Luciana Novakoski Ferreira Alves de Oliveira, MMª Juíza de Direito Auxiliar prolatora da sentença.

Vale ler a sentença abaixo.

“…O autor (Lulinha) precisa compreender que é de interesse de toda a população brasileira saber como o filho do Presidente da República obteve tamanha ascensão, coincidente ao mandato de seu pai. E há de concordar, que uma imprensa livre para investigar tais fatos é fator essencial para que vivamos num Estado Democrático de Direito, ideal outrora defendido por tantos que, agora, ao que se vê, parecem se incomodar com ele.”

“Desse modo, examinando-se o conflito dos interesses constitucionais envolvidos na publicação da matéria, verifica-se que a conduta dos réus não foi abusiva e apenas buscou informar seus leitores sobre assunto de relevante interesse público. Logo, inexiste direito à reparação civil.”

“Ante o exposto, JULGO IMPROCEDENTE o pedido, nos termos do art. 269, inciso I, do Código de Processo Civil. Em razão da sucumbência, arcará o autor com o pagamento das custas e despesas processuais e de honorários advocatícios, que fixo, por equidade, em R$ 10.000,00.”

Responder

    Valdeci Elias

    19 de julho de 2013 às 15h35

    Será que a filha de Serra, vai conseguir ganhar na justiça. E impedir o acesso as contas nos paisos fiscais ? Se o processo cair nas mão dessa juíza, Serra vai se dar mal.

    Valdeci Elias

    19 de julho de 2013 às 15h35

    paraisos fiscais

    FrancoAtirador

    21 de julho de 2013 às 15h30

    .
    .
    Putz! Foro de Pinheiros… Tudo dominado pelos Civita.

    Ainda bem que existe duplo grau de jurisdição.

    A sentença será revista pelos Tribunais Superiores.

    Processo: 0119341-80.2006.8.26.0011 (011.06.119341-9)

    Em grau de recurso
    Classe: Procedimento Ordinário
    Área: Cível
    Local Físico: 09/04/2010 18:34 –
    Tribunal de Justiça de São Paulo
    Distribuição: Livre – 27/10/2006 às 17:01

    2ª Vara Cível – Foro Regional XI – Pinheiros
    Valor da ação: R$ 10.000,00

    Partes do Processo
    Reqte: Fábio Luis Lula da Silva
    Advogado: CRISTIANO ZANIN MARTINS
    Advogado: ROBERTO TEIXEIRA
    Reqdo: Editora Abril S/A

    Movimentações
    Data Movimento
    09/04/2010 Remetidos os Autos para o Tribunal de Justiça – Seção de Direito Privado
    1ª a 10ª camaras
    07/04/2010 Remetidos os Autos para outro Foro/Comarca deste Estado
    providencias final
    06/04/2010 Petição Juntada
    juntada 07/04
    06/04/2010 Remetidos os Autos para outro Foro/Comarca deste Estado
    prazo 05/04
    05/04/2010 Recebidos os Autos do Advogado
    24/03/2010 Autos Entregues em Carga ao Advogado do Réu
    end general jardim 808 6 and fone 32142626
    18/03/2010 Remetidos os Autos para outro Foro/Comarca deste Estado
    P. 28/03
    18/03/2010 Certidão de Publicação Expedida
    Relação :0097/2010 Data da Disponibilização: 18/03/2010 Data da Publicação: 19/03/2010 Número do Diário: Página:
    17/03/2010 Remetido ao DJE
    Relação: 0097/2010 Teor do ato: Recebo a apelação de fls. 782/816, no seu duplo efeito. Às contrarrazões. Após, subam os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça (1ª a 10ª Câmaras), com as homenagens deste Juízo. Int. Advogados(s): CRISTIANO ZANIN MARTINS (OAB 172730/SP), ROBERTO TEIXEIRA (OAB 22823/SP), ALEXANDRE FIDALGO (OAB 172650/SP), LOURIVAL JOSE DOS SANTOS (OAB 33507/SP)
    15/03/2010 Remetido ao DJE
    IMP 17.03
    12/03/2010 Despacho
    Recebo a apelação de fls. 782/816, no seu duplo efeito. Às contrarrazões. Após, subam os autos ao Egrégio Tribunal de Justiça (1ª a 10ª Câmaras), com as homenagens deste Juízo. Int.

    (http://esaj.tjsp.jus.br/cpo/pg/search.do;jsessionid=268124B35097DFA1EB3A735A5B2B02B9.cpo6?paginaConsulta=1&localPesquisa.cdLocal=11&cbPesquisa=NUMPROC&tipoNuProcesso=SAJ&numeroDigitoAnoUnificado=&foroNumeroUnificado=&dePesquisaNuUnificado=&dePesquisa=011.06.119341-9)

Acássia

19 de julho de 2013 às 12h45

Só fiquei brava quando esse tipo de e-mail fraudulento invadiu meu e-mail
e fixou um enderço falso para que eu replicasse sem saber esse tipo de noticia.

Se vc tem e-mail yahoo ( que tem proteção baixa) olhe junto ao seu remetente e verá que pode haver um endereço falso escondido lá dentro, que é pra vc replicar essa fraude contra Lula.Certamente não foi o Artur Virgilio que fez. Foi um Haker bom. Com que dinheiro pagam? Público!

Responder

    edir

    20 de julho de 2013 às 06h29

    Comigo aconteceu isso tambem. Essa é nova . A direita mente e näo aceita receber uma resposta desmentindo.

Alex Oliveira

19 de julho de 2013 às 12h16

Nao precisa ser nenhum expert para investigar uma informação… Aqui está o registro do avião da foto…

http://pt.flightaware.com/resources/registration/N933PA

Ou quem sabe agora o Wells Fargo é laranja do filho do Lula?

Responder

    Douglas Monteiro

    19 de julho de 2013 às 16h43

    Boa !!!

lulipe

19 de julho de 2013 às 12h11

Só no Brasil é possível que uma concessionária de serviço público (Telemar), da qual é sócio o BNDES, invista R$ 5 milhões numa empresa que acabara de ser criada, tendo, essa empresa, como sócio um dos filhos do presidente e tudo seja encarado com naturalidade.Ah, não vamos esquecer que algum tempo depois essa empresa foi beneficiada com uma alteração na legislação vigente para permitir a fusão da dela com a Brasil Telecom.E viva o Brasil!!!!

Responder

    Ulisses

    19 de julho de 2013 às 12h35

    Já que gosta tanto de investigar o Lula, por que como bom democrata que você deve ser, não investiga também as tramoias dos filhos de FHC e Serra e vem aqui comentar? O filhote do FHC alem de escândalo provado da feira de Hannover que envolveu alguns milhões de dolares também tem favores com ricos empresários. A filhota era funcionaria fantasma a mais de uma década, trabalhando em Brasilia mas morando em Sampa. A filhota do Serra já envolve caso de polícia pois o livro PRIVATARIA TUCANA mostra com provas a roubalheira que foi a privatização do PSDB! Ninguem fica todo dia enchendo o saco na internet sobre isto. Agora vem um rola bosta criticar o PT. Toma vergonha e vai encher o saco de outro.

    Acássia

    19 de julho de 2013 às 12h39

    Os pilantras da direita são notórios em confundir a massa sem escolaridade:( e essa falta de escolas é culpa de LULA/Dilma/Mercadante/FHC/Sarney/Militares principalmente, pois posso mostrar a coleção de livros que se tinha que estudar para a admimissão na 5ª séria, antes da destruição dos militares)

    Se li bem, acima, o empréstimo ao Lulinha foi 4.000.000 de reais. Vejam que a maioria das casas de ricos e quase ricos, hoje, após o boom artificial do mercado imobiliário valem entre 1.500.000 e 10.000.000.

    Se o BNDS emprestou isso ao Lulinha, certamente o fez com garantia. Isso é miséria perto dos emprestimos feitos fraudulentamente aos grandões.
    E nunca pagos.

    Sobre a Telemar e a valorização das ações. Só um leigo em Bolsa de Valores pode culpar só o Lulinha. A cada minuto os fraudadores do mundo todo vão pra cima de empresas bombando ações.Até podem demolir uma empresa em minutos. Leiam artigo de Leandro Fortes sobre isso.

    Mesmo no Brasil de agora, pós protestos já há um movimento assim contra algumas empresas notadamente estatais.

    As pessos não sabem comparar valores matemáticos ensinados no terceiro ano primário.

    lulipe

    19 de julho de 2013 às 13h36

    Você está bem desinformada Acássia, não houve nenhum empréstimo ao lulinha, o “ronaldinho dos negócios”, segundo o lula, o que houve foi um investimento feito pela Telemar, empresa que tinha como sócio o governo, na empresa recém criada dele.E, coincidentemente, logo depois é feita uma alteração em uma legislação para permitir uma fusão entre a Telemar e Telecom.Não tente tapar o sol com a peneira, vai terminar ficando cega!!!

    Ulisses

    19 de julho de 2013 às 15h09

    Já você se não for cego, ou usa viseira de burro para tampar o que não gosta de ver ou vê demais e se analisarmos seu caso, talvez pelo currículo de cão de aluguel, deve ter o caráter na sarjeta.

    edir

    20 de julho de 2013 às 06h17

    Foi aberto um processo contra esse assunto e neste ano, depois de anos de investigacäo, o MP arquivou o processo, por achar que o que foi feito está dentro da legalidade. Ou melhor, näo há nada errado e ou ilegal na conducäo da compra da empresa . Levante esse assunto na busca no Ministério Público, voce encontrará.

    lulipe

    21 de julho de 2013 às 16h13

    Não é por acaso, caro Edir, que o Brasil é conhecido como o país da impunidade.

    lulipe

    19 de julho de 2013 às 17h20

    Da próxima vez, caro Ulisses, escreva em português para que eu e os outros possam entender, certo???Lembre-se que mesmo em um simples texto é necessário coerência e uma boa pontuação.

    Ulisses

    19 de julho de 2013 às 18h31

    Cães de aluguel latem melhor? Deve ser o profissionalismo para latir.

Fernando Moreno

19 de julho de 2013 às 12h08

O contra-ataque em relação às falsas notícias veiculadas por essa direita canalha deve vir com informações. Exemplo: a cada veiculação de uma notícia como a do avião do filho do ex-presidente Lula, devemos responder com informações precisas a quem nos enviou e mais para várias pessoas, formando uma corrente contra a difamação. Eles não têm fatos para defender o governo deles, porque todo mundo sabe a porcaria que foi. Então, usam essas falsas notícias para confundir a população. Também não dá para ficar brigando, porque é isso que eles querem. Informação. Essa é nossa arma.

Responder

Jose Mario HRP

19 de julho de 2013 às 11h45

As pessoas que não gostam do lula não o respeitaram nem quando estava doente.
São “uma raça” como dizia o notório ACM Malvadeza!

Mais uma aula do LULA:

http://www.conversaafiada.com.br/politica/2013/07/18/lula-sobre-o-ira-obama-traiu/

Responder

Roberto Locatelli

19 de julho de 2013 às 11h15

Aqui duas fotos do interior de um dos meus 14 jatinhos:

Responder

kalifa

19 de julho de 2013 às 11h15

Se o tratamento da elite para com os pobres é esse estou louco varrido para votar em Lula de novo!

Responder

maria brasileiro

19 de julho de 2013 às 10h56

Quem está com Lula está com Dilma!

Responder

Edno Lima

19 de julho de 2013 às 10h24

o título do texto não corresponde ao conteúdo.
1º Lula não desmentiu que o filho seja milionário, apenas sinalizou que não seria proprietário de um jato de 50 milhões de dólares ou que seja dono da Friboi;

2ºSe Lulinha teve juízo, os 5 milhões aplicados pela Telemar (empresa concessionária de serviços públicos) na empresa de fundo de quintal do rapaz e mais os 5 milhões anuais de patrocínio para produção/patrocínio de programa de TV produzido pela empresa já renderam muito mais dinheiro. Se isso não é ser milionário, então eu estou abaixo da linha da miséria!

Responder

    cid elias

    19 de julho de 2013 às 13h03

    rapaz, e a telemar, doada(apenas os ativos) pelo vendilhão mor fhc, pertence não ao povo brasileiro, mas ao jereissati, sabias???
    *a pior miséria é a MORAL

    edir

    20 de julho de 2013 às 06h31

    Pobre de leitores como voce. Ele desmentiu de uma forma täo sutil, e voce näo conseguiu entender. Caramba ! vai ser tolo assim na pqp.

    Edno Lima

    21 de julho de 2013 às 13h11

    Como ex-presidente, em vez de sutil, ele poderia ter sido enfático e mostrar as declarações do IR do filho, demonstrando a evolução patrimonial do rebento.Conforme sentença da juíza Luciana Novakoski; ” O autor (Lulinha) precisa compreender que é de interesse de toda a população brasileira saber como o filho do Presidente da República obteve tamanha ascensão coincidente ao mandato de seu pai”;o fato é de interresse público.Lula deve usar de sutileza somente para petistas;para o restante restante da população, franqueza e transparência e não a tentativa de nos fazer do tolos!

Roman

19 de julho de 2013 às 09h19

O Lula está e sempre estará acima de toda essa mediocridade repugnante da elite que se diz ¨Brasileira¨. O Lula é um personagem Brasileiro e adotado pelo Mundo!

Responder

Anderson

19 de julho de 2013 às 08h44

Existem boatos que o filho dele é dono da OI?Alguém pode confirmar?

Responder

    Paulo Castello

    19 de julho de 2013 às 10h49

    Eu soube que ele comprou o Banco Itau e esta apoiando a Marina

    Perini

    19 de julho de 2013 às 12h33

    E esta noticia ainda é segredo, está fechando a compra da Microsoft

    pampas74

    19 de julho de 2013 às 16h16

    A boca pequena que corre lá na lavanderia Tucanata diz que o lulinha tá fechando uma negociata e vai monopolizar o ramo petrolífero. Eike foi o primeiro…

    maia

    19 de julho de 2013 às 17h25

    Não comprou a OI, comprou o Barcelona e é dono dos passes do Messi e Neymar

    edir

    20 de julho de 2013 às 06h27

    Que nada, ele é acionista majoritário do Itaú/Bradesco/VW/Mercerdes/Vale do Rio Doce, e acabou de fechar uma compra milionário de acöes da Petrobrás.Tem tres fazendas no norte, cada uma com mais de 500 mil hectares, é dono de mais de 20 mil cabecas de gado. Vai concorrer à Presidencia da República no próximo ano no PSDB/DEM. È de chorar ver o povo acreditar me tantas banalidades que circulam pela net.

Jayme Vasconcellos Soares

19 de julho de 2013 às 07h40

Entre todos os candidatos à presidência da República para 2014, a escolha mais aconselhável, e talvez a única mais recomendável, é Lula: pela sua atuação e representatividade dos interesses do povo brasileiro, como Presidente nas sua duas gestões, e pelo seu sentimento nacionalista. Acredito que, com Lula, os aposentados não estariam na linha da miséria como agora estão. Se os brasileiros precisassem de matemáticos ilusionistas para Presidente da República não elegeriam a Dilma, mas, sim, procurariam alguém com a competência de Malbataan!

Responder

Antônio

19 de julho de 2013 às 05h40

SE FOSSE VERMELHO…

Se a cor do avião fosse vermelho eu até que acreditaria. Isso porque eu acabei de me lembrar de uma música do tremendão Erasmo Carlos que dizia “meu carro é vermelho, não uso espelho pra me pentear… cabelo na testa, sou o dono da festa, pertenço aos dez maa.a.a.a.ais, se você quiser experimentar, você vai gostar”.

A extrema direita ainda não aprendeu que preto é cor de urubu (que também voa), e também a cor preferida da filha do Serra, a Verônica, a queridinha do Gurgel.

Responder

simas

19 de julho de 2013 às 02h50

Pra ver… Uma de minhas maiores amigas me convidou pra ir à Missa… Aceitei. Pós cerimônia, fui tomar um cafezinho com ela, acompanhada q estava de outras suas amigas… O Assunto q rolou no tal cafezinho foi sobre a acintosa bolsa vagabundagem. Assim… depois de se comemorar, santamente, a memória de Jesus, pelo Pão e pelo Vinho.
Mais um motivo, pra ter dúvidas de q a educação e o nível social, seriam as respostas, corretas, à alienação política.
Por isso, foi a a”redentora” promoveu uma reforma no ensino, abolindo a Filosofia, o Canto Orfeônico, o Latim do currículo escolar; introduzindo Moral e Cívica…

Responder

FrancoAtirador

19 de julho de 2013 às 01h58

.
.
Os dados das pesquisas de opinião escondidos pela imprensa
Luis Nassif On Line

Como ludibriar o leitor

Por Luciano Martins Costa, no Observatório da Imprensa

Uma das vantagens que os jornais supostamente oferecem em relação aos outros meios de informação é o sistema de organização das notícias: elas são distribuídas por seções temáticas, quase sempre agrupadas em cadernos específicos, facilitando a busca do leitor por seus assuntos preferidos.

O fato de esse pacote de informações se renovar diariamente reforça a percepção de uma ordem e uma correlação entre os acontecimentos, o que também funciona para passar ao leitor a confiança de que a cada dia ele está recebendo o que há de mais atual, e que com isso estaria adquirindo um conhecimento objetivo sobre a realidade que lhe interessa.

Por isso, quando a imprensa quebra esse elo, a consequência pode ser desastrosa.

Por exemplo, no domingo passado, o Globo publicou como sendo recente o resultado de uma pesquisa sobre credibilidade da imprensa que havia sido divulgada pela agência de Relações Públicas Edelman quatro meses antes. O estudo, feito anualmente há uma década, dizia que a mídia é a entidade mais confiável para os brasileiros, com 66% de aprovação, contra 64% das empresas, 59% das ONGs e 33% do governo.

O resultado, divulgado no primeiro trimestre deste ano, se refere a levantamento feito no ano anterior, ou seja, é um retrato desatualizado da realidade. Portanto, se apresentado como atual, é uma mentira. E por que razão o jornal carioca venderia aos seus leitores, como se fosse fresco, esse peixe congelado?

Os leitores atentos haverão de perceber que essa publicação, que foi imediatamente reproduzida por outros veículos noticiosos, passa a impressão de que a credibilidade da imprensa aumentou justamente quando caía a reputação de outras instituições, todas atingidas pela onda de protestos que ocorreram a partir de maio, ou seja, dois meses depois de distribuída pela Edelman a pesquisa referente a 2012.

Mas existe outro aspecto a ser considerado nessa questão. A publicação da pesquisa defasada sobre a credibilidade da imprensa foi feita em meio a uma série de outros levantamentos que mostram a queda da popularidade do atual governo.

Produzidos no calor dos protestos que paralisaram as grandes cidades brasileiras, esses estudos foram sendo levados ao público numa cronologia regular, a partir do início de junho, como se fossem resultados de consultas sequenciais, o que pode produzir em muitas pessoas a impressão de que o governo está rolando ribanceira abaixo.

Jogo perigoso

Essa técnica de manipulação é muito conhecida entre os marqueteiros e jornalistas, e costuma ser praticada em períodos eleitorais. Se serve para registrar as mudanças de humor de eleitores em meio às emoções produzidas pela propaganda dos candidatos, esse tipo de cobertura produz distorções fundamentais na percepção de outros contextos que devem ser vistos no longo prazo, como a avaliação da eficiência de um governo.

Funciona assim: o Datafolha produz uma pesquisa, constatando que a presidente Dilma Rousseff sofreu a primeira queda em sua alta taxa de popularidade, perdendo 8 pontos na aprovação popular, mas ainda venceria uma eleição em primeiro turno. Em seguida, os jornais reproduzem a pesquisa destacando declarações de líderes da oposição vinculando o governo às manifestações de rua e prevendo novas quedas de popularidade. Na sequência, nova pesquisa, desta vez com uma queda de 27 pontos porcentuais.

A notícia original, dada pela Folha de S. Paulo, usa o verbo “despencar”, que é repetido por todos os outros veículos, como num túnel de ecos. Novamente, repetem-se as “análises” com base em declarações de políticos da oposição, que vinculam os indicadores aos protestos que se multiplicam nas ruas.

Interessante observar que a mesma sequência de constatações é feita por outra série de pesquisas, estas produzidas para a Confederação Nacional do Transporte, mostrando tendência semelhante. No entanto, os jornais publicam esses resultados, com diferenças de poucos dias em relação aos levantamentos do Datafolha, como se fossem novas prospecções, quando são, na verdade, novas tomadas do mesmo contexto.

Dessa forma, passa-se para o leitor a impressão de que a aprovação do governo está “despencando”, para usar a palavra preferida dos jornais. No entanto, o que está “despencando” é a confiança dos brasileiros no processo democrático.

O fato mais relevante dessas pesquisas, que está sendo omitido pela imprensa, é a declaração de intenção no voto nulo ou em branco. Na última pesquisa do CNT/DMA, a presidente Dilma aparece com mais intenções de voto espontâneo do que o ex-presidente Lula da Silva e o dobro das intenções dirigidas aos possíveis candidatos Marina Silva e Aécio Neves. Na pesquisa estimulada, ela ainda venceria as eleições em dois turnos.

Além disso, a imprensa está escamoteando um dado fundamental nessa pesquisa, a mais recente: na pergunta sobre que partido o entrevistado quer ver na Presidência da República a partir de 2015, a resposta espontânea mostra que 22,1% apontam o PT, apenas 5,6% preferem o PSDB e 2,1% citam o PMDB.

No conjunto dos levantamentos, vistos desde o início de junho, o retrato mostra que o que caiu foi a confiança no processo político: mais de 50% dos brasileiros estariam dispostos a se abster em 2014. Com a redução do total dos votos válidos, ficaria mais fácil influenciar o resultado das urnas – e essa possibilidade parece estar no horizonte estratégico da mídia tradicional.

Mas esse é um jogo muito perigoso.

(http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/os-dados-das-pesquisas-de-opiniao-escondidos-pela-imprensa)

Responder

sergio

19 de julho de 2013 às 01h55

Os direitalhas estão cada vez mais raivosos.
Camisa-de-força para essa gente.

Responder

FrancoAtirador

19 de julho de 2013 às 01h53

.
.
Dilma: explicação da PF sobre boatos de fim do Bolsa Família é inconclusiva

Por Danilo Macedo, repórter da Agência Brasil

Brasília – A presidenta Dilma Rousseff disse hoje (18), em Fortaleza, que a explicação da Polícia Federal sobre os boatos do fim do Programa Bolsa Família não é conclusiva e que ninguém sabe o que realmente aconteceu. O mais importante, segundo Dilma, é que as ações do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome continuam sendo cada vez mais aperfeiçoadas para o sucesso do programa. Em maio, boatos sobre o fim do programa provocaram uma corrida às agências da Caixa Econômica Federal em busca do benefício e mais de 900 mil saques foram feitos em um fim de semana.

“A avaliação da Polícia Federal é no sentido de que as mudanças no processo levaram a uma situação de corrida à Caixa. Mas ninguém sabe direito, nem a Polícia Federal conseguiu detectar a causa real. Ela não conseguiu e deixou isso claro na avaliação. O que a investigação acha é que isso poderia ter contribuído, é um dos fatores, mas não é uma explicação conclusiva”, disse a presidenta, após evento na capital cearense.

Dilma participou, nesta tarde, da cerimônia de formatura de cerca de 3 mil alunos qualificados pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) Brasil sem Miséria, que oferece cursos a pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, em especial para as beneficiárias do Bolsa Família.

Durante o evento, a presidenta reforçou que o Programa Bolsa Família continuará a ser pago enquanto houver pessoas que precisem dele. “Este é o compromisso do meu governo, foi o compromisso do governo do presidente Lula. Somente quem não conhece o Bolsa Família é capaz de criticá-lo”.

De acordo com Dilma, o programa atende a uma parcela da população que antes era excluída e que agora não pode ser ignorada por nenhum governo. “Focamos nos beneficiários do Bolsa Família porque este é o compromisso de um governo que tem responsabilidade com aquela parte da população brasileira que durante muitos anos foi excluída e que agora tem que ser o centro das atenções de qualquer governo que queira ser comprometido com o povo brasileiro.”

Após o evento, a presidenta Dilma Rousseff disse também que sancionará a parte que considera justa do projeto de conversão no qual foi transformado a Medida Provisória (MP) 610, que trata de diversas ações de ajuda a pequenos produtores rurais atingidos pela seca no Semiárido. A MP, aprovada na Câmara dos Deputados e no Senado, recebeu emendas que estendem os benefícios a produtores rurais de fora do Semiárido.

“Iremos sancionar a parte que nós aceitamos como sendo a justa. É aquela que diz respeito ao Semiárido do Nordeste. Todos os demais acréscimos não são justos”, disse a presidenta após participar da cerimônia de formatura de cerca de 3 mil alunos qualificados pelo Pronatec, que oferece cursos a pessoas inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, em especial para as beneficiárias do Bolsa Família.

“Os agricultores do Semiárido, de fato, não têm como pagar suas dívidas. O que nós estamos facilitando é que eles peguem os recursos agora, se recomponham. Uma parte da dívida vai ser descontada e uma parte transferida para o médio prazo para ser paga”, explicou Dilma.

Edição: Nádia Franco

(http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-07-18/dilma-explicacao-da-pf-sobre-boatos-de-fim-do-bolsa-familia-e-inconclusiva)

Responder

FrancoAtirador

19 de julho de 2013 às 01h46

.
.
Nota do BNDES sobre reportagem publicada pelo “O Estado de S.Paulo” em 15/07/13

Em relação à reportagem “BNDES facilita pagamentos de Eike” publicada na edição de hoje (15/7) do jornal “O Estado de S.Paulo”, o BNDES esclarece que:

• O tratamento dispensado pelo Banco ao Grupo EBX é rigorosamente igual ao dado a qualquer empresa tomadora de crédito no BNDES. O Banco refuta, portanto, quaisquer insinuações de que tenha havido vantagens ou tratamento privilegiado nas concessões de financiamento ao referido Grupo.

• A estruturação de garantias também foi feita com o rigor usual adotado pelo BNDES em todas as suas operações, obedecendo às melhores práticas bancárias.

• Diferentemente do que afirma o jornal, o Grupo não desfruta nem nunca desfrutou de taxas de juros mais favoráveis do que outros clientes. Como é de conhecimento público, as taxas mencionadas, de 4,5% ao ano, eram as vigentes na época para o Programa de Sustentação do Investimento (PSI), destinado à compra de máquinas e equipamentos, válido para realização de investimentos de toda e qualquer empresa. O PSI, criado em agosto de 2009, já realizou mais de 700 mil operações e desembolsou, até 10 de julho último, total de R$ 218,2 bilhões em financiamentos a investimentos.

• A reportagem também faz uma comparação indevida entre a taxa de juros do BNDES, a TJLP, e a Selic, como se a aplicação da TJLP a um financiamento do Grupo EBX representasse algum tipo de favorecimento. É público e notório que a principal referência para os financiamentos do BNDES é a TJLP, atualmente em 5% ao ano e definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

• Também não foram corretas informações sobre os resultados da carteira de ações da BNDESPAR com empresas do Grupo EBX. A reportagem não levou em consideração explicações dadas sobre a rentabilidade do Banco nas operações de renda variável. A assessoria do Banco informou que a BNDESPAR obteve rentabilidade superior a 100% sobre o valor investido na operação de venda das ações da LLX Logística, dado que foi omitido pela reportagem. Para efeito de comparação, entre 2009 (quando da aquisição de ações pela BNDESPAR) e 2011 (quando da última venda de participação pela BNDESPAR), a valorização do índice Bovespa foi de 50%, enquanto que o retorno do CDI foi de 19%.

• Também foi quantificado de maneira incorreta um suposto prejuízo do BNDES com ações do Grupo. A estratégia da BNDESPAR é de longo prazo, ou seja, o resultado final de cada investimento só pode ser aferido com a efetiva venda dos ativos, o que não ocorreu com as demais participações da BNDESPAR nas empresas do Grupo. Ressalta-se que o investimento total da BNDESPAR em empresas do Grupo EBX representa apenas cerca de 0,6% do total do ativo da subsidiária do BNDES.

• Finalmente, a estratégia do BNDES, tanto na gestão de sua carteira de crédito quanto na renda variável, tem sido extremamente criteriosa e bem-sucedida. O Banco tem hoje uma taxa de inadimplência de apenas 0,04% (posição de março último) sobre o total da carteira de crédito, muito abaixo da média do sistema financeiro nacional, tanto público como privado.

(http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/Sala_de_Imprensa/Noticias/2013/institucional/20130715_nota.html)

Responder

    Saulo

    20 de julho de 2013 às 01h19

    Essa perseguição ao Eike se deve ao fato dele ter feito elogios ao Governo Lula !!! Pq não conseguem se lembrar da filhinha do Zé Pedágio ???

Luis Dal Colleto

19 de julho de 2013 às 00h46

O importante neste momento é apurar aquele 1,5 bilhão de reais que a Globo enrolou há pouco tempo e cair em cima. Se deixarmos a Globo solta, daqui pra frente eles vão pegar pesado. Carta Capital, Conversa Afiada, Diário do Centro do Mundo e outros têm um histórico detalhado do ocorrido. É partir pra cima. A frustração da elite é triste!

Responder

Pedro Nucci

19 de julho de 2013 às 00h28

Exemplo de comportamento digno seria o boato q o PT lançou sobre a “conta secreta” q FHC teria com Serra e Sergio Mota, no caso do Dossiê Cayman

Ou

Ps supostos milhões q FHC teria desviado das privatizações?

Fiquei em dúvida agora…

Responder

    Paulo

    19 de julho de 2013 às 07h09

    Não é boato não. tem um livro escrito repleto de documentos públicos que mostram isso. se chama “a privataria tucana”. os documentos publicados neste livro, como disse, são públicos e estão disponívels nas respectivas repartições em que foram copiados.

    Hehehe … esse seu papinho de contra-informação só pega os incautos.

    Aline C Pavia

    19 de julho de 2013 às 08h52

    Não foram milhões, amigo. Foram 87 bilhões.
    E o jatinho de 50 milhões não-declarado no IR é da Marina Silva, não do filho do Lula.

    wagner paulista de souza

    19 de julho de 2013 às 13h09

    Desminta aí, se puder: O FHC é proprietário de um apartamento milionário em Paris, França. (…Paris, França, FHC, …. tudo a ver !)

    Ulisses

    19 de julho de 2013 às 18h35

    Tu finge ignorância de nunca ter ouvido falar do livro do Amaury Ribeiro, PRIVATARIA TUCANA? Por que ler, você provavelmente não leu, mas 150 mil cópias foram vendidas e também foi disponibilizado na Internet. Muita gente leu. Há, o AP do FHC está localizado na Avenida FOCH em Paris, um dos m2 mais valorizados do mundo.

Zé Brasil

19 de julho de 2013 às 00h03

Tenho adotado o seguinte padrão: – o canalha chega e diz que o Lula é ladrão, o filho tem isto e aquilo e o ca….lho a quatro, digo apenas o seguinte: te acompanho agora até a próxima delegacia e te oriento como entrar com os documentos que provam sua acusação e você prestar uma queixa crime contra ele como um Cidadão responsável. Em geral, o sujeito fica com cara de bunda, desconversa e desiste dizendo eu só ouvi dizer… Uma minhoca tem mais caráter que um vagabundo deste tipo.

Responder

Daniel Cavalcanti

18 de julho de 2013 às 23h58

ESSA É APENAS UMA AMOSTRA GRÁTIS DOS BOATOS DESSA ASQUEROSA DIREITA BRASILEIRA QUE ESTÃO CIRCULANDO, IMAGINEM O QUE VEM POR AÍ COM A CHEGADA DAS ELEIÇÕES!

Responder

    Alencar

    19 de julho de 2013 às 09h49

    O que me constrange é que não surge nenhuma rede para ou desfazer o que foi falsa e maldosamente divulgado ou dizendo das conquistas sociais desde 2003 para todos nós. Se um internauta se dispuser a montar uma rede pró-governo para repassar notícias positivas do governo, conte comigo.

    José Sena

    19 de julho de 2013 às 14h28

    Infelizmente Alencar o acesso a internet não está massificado no Brasil, por isso não há número de pessoas que saíram da miséria (como eu saí) em número suficiente para que uma rede significativa surja. Uma coisa que tenho feito é respondido aos comentários imbecis contra o governo e que não se sustentam com a menor argumentação.
    Mas achei sua ideia muito boa, caso você resolva montar uma rede, conte com minha ajuda.

    ma.rosa

    19 de julho de 2013 às 13h41

    Bem lembrado Daniel. Preparemos nossos ouvidos e nossos olhos porque, muita “M”, iremos ouvir e ler! A direita raivosa e fascista irá demonstrar ainda mais seu ódio e seu rancor contra o povo.

Fabio Passos

18 de julho de 2013 às 23h27

A “elite” branca e rica jamais vai perdoar Lula.

Lula não é apenas a prova da capacidade e competência do povo brasileiro.
Lula é a prova de que o povo brasileiro é superior a esta “elite” inescrupulosa e incompetente.

A difamação de Lula é arma do PiG e da sua militância preconceituosa e racista para tentar perpetuar o Apartheid Social no Brasil.

Já passou da hora de explodir a casa-grande e varrer do mapa esta “elite” maldita que só produz desgraça.

Responder

    Marcelo

    19 de julho de 2013 às 00h41

    Nas eleições eu fico com muita raiva. Meus irmãos acreditam que tudo que esta na internet é bíblico. MAIS DÁ UM TRABALHO!! Para desconstruir as desinformações da internet e do pastor.

    Sadi

    19 de julho de 2013 às 07h50

    É meu irmão, as pessoas mal-informadas destilam venenos sobre o Brasil repassando falsas informações, contudo, as estudadas como pastores, usam da má fé fazendo esse tipo de comentário. Faça seu trabalho de formiguinha, esclareça a quem puder. Essa é a nossa missão. Divulgar a verdade.

Flávio Furtado de Farias

18 de julho de 2013 às 23h18

De férias, aqui em Luís Correia, um parente de minha esposa afirmou com todas as letras que um amigo dele disse ter vendido diretamente para o Lulinha, terras, gado e até tratores.
Quando eu perguntei quando teria sido isto, ele desconversou.
Tipo coisa ridícula isto que tem acontecido.
Criminosa mesmo.

Responder

renato

18 de julho de 2013 às 23h15

É verdade que os médicos estão se alistando no programa, para que na hora H, venham a pedir para sair, traindo o povo Brasileiro e a Dilma.
Verifiquem por favor a informação.

Responder

renato

18 de julho de 2013 às 23h13

Lula é meu rei, e morto vale mais que toda a direita junta.
Que não tem por quem chorar.Cade o nome da Direita, será que está dentro de uma instituição.
Saúde ao Rei( me permita).- vivo 41 %, morto 100%.

Responder

Roberto Locatelli

18 de julho de 2013 às 22h03

Até hoje a direita manda e-mails dizendo que o prédio da imagem abaixo é da “fazenda” do filho do Lula. Na verdade, é a sede da Escola de Agricultura Luiz de Queiroz, da USP – http://www.imagens.usp.br/?attachment_id=14676.

Anos atrás uma revista feminina disse que publicaria o endereço da mansão de Lula no Morumbi. Lula mandou um bilhete à revista dizendo que contrataria um caminhão de mudança e que, assim que o endereço fosse publicado, iria para lá e exigiria entrar com seus móveis. A revista, evidentemente, não publicou endereço algum, pois era apenas propaganda eleitoral.

Boris Casoy começou uma “entrevista” com Lula perguntando: “esse terno é Armani?”

O que mais me impressiona nisso é que FHC tem fazendas, sim, e ninguém questiona de onde veio o dinheiro para comprá-las. Os tucanos, via de regra, têm mansões, fazendas, jatinhos e até castelos. E ninguém acha estranho a ponto de questionar. Os políticos de direita usam ternos caros, relógios Rolex e canetas Mont Blanc. Mas todos acham que eles têm direito de ostentar. Ninguém nunca questiona de onde vem tanto dinheiro.

Responder

    Rodrigo

    19 de julho de 2013 às 16h55

    Perfeito.
    Lembro até que em uma das fazendas do FHC formou-se um mega acampamento do MST na porteira. A Fazenda era em Unaí se não me engano.
    relembrem da história com esta noticia “véia” de 2002
    Ocupada, na semana passada, por trabalhadores rurais sem terra, a Fazenda Córrego da Ponte, atualmente registrada nos nomes dos filhos do presidente da República, tem uma história que precisa ser conhecida.
    Fazenda Caixa Dois

    Hamilton Octavio de Souza

    Ocupada, na semana passada, por trabalhadores rurais sem terra, a Fazenda Córrego da Ponte, atualmente registrada nos nomes dos filhos do presidente da República, tem uma história que precisa ser conhecida.

    Na campanha eleitoral de 1985, até umas duas semanas antes da eleição o candidato Fernando Henrique Cardoso estava disparado ? nas pesquisas ? à frente de seu adversário mais direto, Jânio Quadros, que acabou levando a Prefeitura de São Paulo.

    Mas, de qualquer maneira, a campanha de FHC recebeu uma excelente injeção de dinheiro do empresariado paulistano, certo de que se estava apostando no cavalo vencedor. Ele perdeu a eleição, mas terminou a campanha com boa grana em caixa ? no caixa dois, é claro, coordenado pelo amigo inseparável Sérgio Motta.

    No ano seguinte, em 1986, nova campanha eleitoral. FHC concorreu e ganhou uma das duas vagas para o Senado, com bem menos votos que o senador Mário Covas. Mas, de novo, FHC teve uma campanha abastada e com boa contribuição do empresariado paulista. Mais uma vez, o mala preta foi o Sérgio Motta.

    Dois ou três anos depois surgiram as primeiras notícias de que FHC e Sérgio Motta haviam se tornado proprietários de uma fazenda no noroeste de Minas Gerais. FHC, na época, tinha remuneração de senador e de professor aposentado da USP.

    No início dos anos 90, a revista ?Isto É? publicou uma matéria sobre a tal fazenda de sociedade de FHC e Sérgio Motta, na qual se afirmava que o contrato de compra e venda havia sido subfaturado (colocado em preço inferior ao da negociação e do mercado) para justificar a situação de renda do professor e senador Fernando Henrique Cardoso. Essa matéria não foi desmentida e também não provocou qualquer investigação do Ministério Público ou da Receita Federal.

    A matéria apenas reforçou a versão corrente nos meios políticos de que a fazenda havia sido comprada com as sobras das campanhas eleitorais de 85 e 86, administradas pelo amigo e sócio Sérgio Motta. Ou seja, a grana do caixa dois deveria ter sido contabilizada no caixa geral do PMDB partido de FHC na época das eleições, mas acabou virando propriedade privada.

    Com a morte de Sérgio Motta, o presidente FHC fez acerto com a viúva Wilma Motta e acabou ficando com a parte do ex-mala preta Sérgio Motta na fazenda. Logo em seguida, o presidente passou a fazenda para os nomes do filhos, embora seja de sua propriedade, pois é ele quem usa e manda no pedaço.

    A imprensa chapa branca, naturalmente, incorporou essa operação toda sem maiores questionamentos. Tanto é que trata da fazenda como sendo dos filhos do presidente e nem questiona porque ela deveria ter proteção especial com status presidencial. E jamais foi atrás investigar como a fazenda foi adquirida.

    O acerto com a viúva Motta envolve também imóveis em Paris, mas isso é outra história. O que precisa ficar claro é que a fazenda ocupada pelos trabalhadores sem terra é apenas um bem simbólico ? a fazenda do presidente ? que foi obtido de forma ilícita, como tantas fazendas apropriadas pelas elites espertinhas do País. Na verdade, a propriedade deveria ser chamada mais adequadamente de Fazenda Caixa Dois, em homenagem à sua origem.

    ***

    Hamilton Octavio de Souza é jornalista e professor de Jornalismo da PUC-SP.


Deixe uma resposta para Fernando Moreno

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.