VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Erika Kokay, sobre intervenção: E a cocaína no helicóptero?

21 de fevereiro de 2018 às 22h23

Apoie o VIOMUNDO

Crowdfunding

Veja como nos apoiar »

O lado sujo do futebol

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Entre os mais vendidos da VEJA, O Globo, Época e PublishNews. O Lado Sujo do Futebol é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. Um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva, revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos. Mostra como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. Fifa e CBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. Um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as Copas do Mundo.

por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet.

Compre agora online e receba em sua casa!

 

Um comentário escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Julio Silveira

22/02/2018 - 08h58

Resposta de um governo farsante é prender o chamado soldado, a ponta, o varejista, que logo será substituido por outro para continuar a saga maligna do vicio e das drogas. Mas manterá a ilusão de atuação em favor de uma sociedade que aprecia a teatralidade, a magica, o engodo, tomando parte nele geralmente, ator e expectador, rsrsrs. Os grandes comandantes do espetaculo, os arquitetos nessas organizações, estão lá, no topo dos poderes, empresariando também os soldados. Estes que dentre outras deficiencias morais, diversificam também nas drogas da sobrevivencia. E estes, poucos, nas convenções de canalhas terão pouca importancia. Mas não os camandantes, esse são importantes, fazem parte do corpo de festas e oferecem muitos brindes e atrativos, e assim ganham a sua galera. E terão sempre assento preferencial reservado no topo do seu meio de canalhas, dos que tratam virtudes de maneira toda especial no particular, controversa para os padrões da maioria, muito diferente daquela que costumam teatralmente vender. Por isso estamos nos consolidando como o pais dos hipocritas, com o agravante do pejorativo canalhas.

Responder

Deixe uma resposta