VIOMUNDO

Diário da Resistência


‘Folha de S. Paulo decide divulgar fake news da família Bolsonaro contra Lula’, afirma assessoria do ex-presidente
Foto: Ricardo Stuckert
Denúncias

‘Folha de S. Paulo decide divulgar fake news da família Bolsonaro contra Lula’, afirma assessoria do ex-presidente


22/02/2022 - 11h49

A Folha de S. Paulo decidiu divulgar fake news dos Bolsonaro contra Lula

Lula.com.br

O diário paulistano Folha de S. Paulo decidiu fazer parte, ter uma rachadinha própria, na divulgação de fake news pela família Bolsonaro, ao publicar artigo nas suas versões online e imprensa, no qual o senador Flávio Bolsonaro não expressa opinião mas sim divulga mentiras e fala de coisas que nunca aconteceram, com acusações sem base nenhuma contra o ex-presidente Lula.

Divulgar um artigo desses levanta sérias preocupações com a seriedade e a ética com que o jornal irá cobrir as eleições deste ano.

Não há nos processos contra Lula nenhuma prova de que ele tenha tomado qualquer decisão ilegal ou em troca de benefícios pessoais, como MENTIU o senador. Ao contrário, há nos processos provas e provas da inocência do ex-presidente e de que ele nunca foi dono dos imóveis nos processos.

Os processos contra o ex-presidente tanto não possuem provas contra ele que a condenação de Lula foi por um “ato de oficio indeterminado”, ou seja, não conseguiu apontar nenhuma ação de Lula que tenha sido irregular. Lula foi absolvido de acusações sobre a Petrobras pela Justiça, em decisão da 12º Vara Federal de Brasília (saiba mais: 23 vitórias: caso a caso, a justiça reconhece a inocência de Lula)

A delação de Antonio Palocci não apresentou provas e foi rejeitada até pelo Ministério Público da Lava Jato. Mensagens obtidas pela Operação Spoofing mostram que Palocci aceitou combinar depoimentos contra o ex-presidente com procuradores.

O ex-presidente Lula nunca foi condenado no Supremo Tribunal Federal. A Folha permitiu que um artigo saísse no jornal com uma mentira dessas da família Bolsonaro, emprestando a marca do jornal para isso.

Os processos contra Lula foram anulados pela suspeição e parcialidade do juiz, ou seja, porque Lula não teve um julgamento justo, e sim uma perseguição, que não encontrou contra ele nenhuma prova, e não por “vaidade” de Moro.

Houve dois julgamentos baseados em fatos, no Supremo Tribunal Federal, que anularam os processos contra Lula por dois motivos: incompetência, ou seja, Lula jamais deveria ter sido julgado em Curitiba por Moro, e parcialidade, ou seja, Lula não teve um julgamento por um juiz imparcial, e sim por um juiz que o perseguia politicamente.

A publicação de um artigo com mentiras contra Lula, ainda mais em ano eleitoral, prejudica o debate público e politico no Brasil.

Lamentamos que o senador Flávio Bolsonaro seja um mentiroso e que a Folha de S. Paulo promova suas mentiras.

Assessoria de Imprensa do ex-presidente Lula





8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

ed.

23 de fevereiro de 2022 às 14h22

Folha com fake-news (lembram da ficha da Dilma?), Globo com “O Caso Celso Daniel”, Estadão fazendo comparações marotas com Lula, Veja (hoje fraquinha) sempre preparando surpresas como a capa do “Eles sabiam…”.
O fato é que Lula pode ser um risco para todas as privatarias e reformas tão “caras” (mas bem baratinhas) aos interesses representados por esta mídia e submedíocre “elite” por ela representadas, nacional e internacionalmente.
Como a “3a.via” do incrível Moro não decola, o capetão “mintológico” por um lado lhes é infame, mas por outro distrai excepcionalmente o saqueio, predação e aleijamento deste pobre riquíssimo país.
Fica a dúvida se no final preferirão o “alucinadopata” que lhes deixe a porteira aberta para sua boiada ou o risco do cara que prefere melhorar o nível de nossa gente, mesmo limitando a ganância dos senhores hereditários que exploram e vendem tudo que encontram nesta terra do pau-braZil, e da cana, do café, da soja … e dos minérios em geral e do petróleo, todos com altíssima margem de lucro.
Para essa gente nunca teve acordo. Ou eles … ou eles!

Responder

Mario

23 de fevereiro de 2022 às 02h57

Folha virando puxadinho do gabinete do ódio?

Responder

Guanabara

22 de fevereiro de 2022 às 19h35

Estão sendo coerentes e mostrando que têm lado e qual é este lado. Sem novidades.

Responder

Henrique Martins

22 de fevereiro de 2022 às 18h15

Complementando o comentário anterior:
Soube que 56% da população brasileira é negra.
Portanto, se eu fosse marqueteiro da esquerda vocês iam ver a limonada que eu ia fazer com esses limões na campanha eleitoral.

Responder

Henrique Martins

22 de fevereiro de 2022 às 18h03

https://www.brasil247.com/poder/irritado-bolsonaro-liga-para-dar-bronca-em-mario-frias

Bolsonaro não gostou porque, subliminarmente, isso só agrava a hipocrisia do seu governo.
Agora, quanto à declaração estapafúrdia e asquerosa de Sergio Camargo sobre o assassinato do africano não teve bronca. Ele é racista e se bobear deve ter dado parabéns ao energúmeno por ter dado voz ao que ele pensa.
Pois eu digo que essa é uma boa carta para a esquerda usar na campanha eleitoral. O assassinato do africano aconteceu justamente na Barra da Tijuca e teve repercussão nacional. Daí, a esquerda tem que dar repercussão nacional à declaração de Sérgio Camargo. O caso de Elza Soares também é outra carta a ser usada uma vez que sua morte teve repercussão internacional e ela morreu tendo sido esculhambada em vida por Sérgio Camargo. Fica esperta esquerda.

Responder

abelardo

22 de fevereiro de 2022 às 14h36

Quem diria, não é mesmo povão? Aquela que sempre se mostrou arrogante e intolerante com a ética, com a verdade e o profissionalismo, enfim recebe o seu castigo. Como outras e outros, que depois nadar em em mar descontentamentos quando se aliaram a ditaduras e herdaram vícios totalitários, agora vaga pelo ridículo, junto com suas coligadas, batendo palmas para qualquer maluco que se alinhe com suas sandices e seus desvarios.

Responder

Caio Diego

22 de fevereiro de 2022 às 13h33

LULA É INOCENTE.
O resto é conversa fiada.

Responder

Henrique Martins

22 de fevereiro de 2022 às 12h05

Alô Folha e Estadão:

Que tal ambas comprarem um tapete vermelho com fios de ouro para um certo príncipe do Oriente Médio convidado por Bolsonaro passar, heim? As senhoras têm vocação para o suicídio, sabiam?

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Blogs & Colunas
Mais conteúdo especial para leitura