VIOMUNDO

Diário da Resistência


Fascistas não respeitam nem velório e atiram panfletos no de José Eduardo Dutra; ataque causa indignação nas redes sociais
Denúncias Falatório

Fascistas não respeitam nem velório e atiram panfletos no de José Eduardo Dutra; ataque causa indignação nas redes sociais


05/10/2015 - 17h42

José-Eduardo-Dutra

Da Redação

Panfletos com a frase “Petista bom é petista morto” foram jogados de um carro em frente do local onde se realiza o velório do ex-senador José Eduardo Dutra (PT), que morreu nesse domingo 4, em Belo Horizonte (MG), aos 58 anos vítima de câncer. Dutra foi também presidente da Petrobras e do PT nacional.

A atitude fascista provocou indignação nas redes sociais.

Beatriz Cerqueira, presidente do SindUTE-MG e do PT de Minas, no Facebook

Bia Cerqueira

Conceição Oliveira, do Blog Maria Fro, no Facebook

petista 4

 A mensagem abaixo, mencionada por Conceição Oliveira, é de Ricardo Corrêa, no Facebook 

Dutra 2

Dutra 1

Além dos panfletos lançados, um grupo fez protesto em frente ao local em que José Eduardo Dutra estava sendo velado. O alvo foi o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que compareceu ao velório. Ultrajante.

Para a senhora de blusa listrada de branco e rosa, lembro o que o leitor Gerson Carneiro disse, quando em 29 de outubro de 2011, Lula teve diagnosticado o câncer na laringe e Lucia Hippolito, comentarista da CBN, debochou e comemorou a doença do ex-presidente no ar: Praga de urubu não pega.

enterro2 (1)

Leia também:

Leitora do Viomundo de 15 anos detona Eduardo Cunha 





48 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Sérgio

10 de outubro de 2015 às 03h14

Tenho dó daquelas senhoras e senhores com os cartazes nas mãos. Duvido muito de que tenham consciência do que estão fazendo. Uma pena servirem de massa de manobra da mídia sem terem a mínima noção.

Responder

Danilo Stinghen

08 de outubro de 2015 às 20h18

Estes fascistas imbecis esperam que, com sua regurgitação diária de ódio mal-digerido, as pessoas de bem (as reais pessoas de bem, não a classe média hipócrita que se proclama “de bem”) abandonem o Brasil aos Corvos e Abutres. Mas eles nunca terão o que querem! Sobrevivemos a vinte e um anos de regime militar, não para nos curvar a uma dúzia de oportunistas e moralistas de ocasião!

Responder

Julio Silveira

08 de outubro de 2015 às 11h11

Em primeiro lugar, meus pesames a familia do Eduardo Dutra. Em segundo, meus pesames as familias brasileiras, pela perda, ainda que não sentida, de boa parte de seus nacionais. Esses que da perda da educação e do respeito aos mortos, uma das coisas mais sagradas em qualquer religião, uma ode a morte dos pincipio mais elementares.
Atos como esse são reveladores, eles mostram que o Dutra mesmo morto cumpriu seu papel e vive, enquanto os que lhes desrespeitam mesmo vivos jogando seus papeis passaram a condição de mortos-vivos.

Responder

FrancoAtirador

06 de outubro de 2015 às 16h23

.
.
Onde “a Propriedade Vale Mais Que a Vida e Um Boi Vale Mais que um Índio”
.
.
A Câmara Federal viveu mais um Dia Triste na Recente História de Desmandos
e Autoritarismos Praticados por Eduardo Cosentino da Cunha (PMDB/RJ).
.
Ontem, 5 de Outubro, no dia de Aniversário da “Constituição Cidadã”,
o Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cosentino da Cunha,
se negou a receber as Lideranças da Articulação dos Povos e Comunidades Tradicionais,
que decidiram, então, iniciar uma Vigília na chamada ‘Casa do Povo Brasileiro’.
.
No Final da Noite, entretanto, Cunha mandou a Polícia cercar o Plenário 1, sitiando-o,
além de determinar o Desligamento do Ar-Condicionado e das Luzes da Sala Sem Janelas,
com o Intuito de expulsar os cerca de 200 Indígenas, Quilombolas, Pescadores e Camponeses.
.
“Então cortaram o microfone, o ambiente ficou abafado
com o ar desligado e logo a luz foi cortada.
Nesse momento, apareceram os policiais
do Choque na porta do plenário”,
conta Cléber Buzatto, Secretário Executivo
do Conselho Indigenista Missionário (Cimi).
.
Ainda assim, mesmo no Calor e na Escuridão, a Mobilização,
no Interior da Câmara, continuou Madrugada Adentro
e os Indígenas entoavam Cantos Rituais e dançavam o Toré.
.
O Presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara,
Deputado Paulo Pimenta (PT/RS), com o auxílio das Redes Sociais,
confirmava as informações e ressaltava o clima tenso no Plenário 1.
.
Numa tentativa de evitar a Ação Policial, Pimenta chegou a reabrir a Sessão
da Audiência Pública sobre a Ação de Milícias Armadas Contra Povos Indígenas,
Quilombolas e Camponeses, que havia se iniciado por volta das 3 horas da tarde.
.
Além das Lideranças de Povos e Comunidades Tradicionais, estavam presentes Parlamentares
e a Coordenadora da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão da Procuradoria-Geral da República (PGR),
Deborah Duprat.
.
Os Representantes dos Brasileiros Nativos e os demais Participantes da Mesa
se alternavam nas falas na Audiência Pública, denunciando as Ações Criminosas
historicamente praticada contra as Pessoas daquelas Comunidades Indefesas.
.
A Imprensa foi proibida de se aproximar do Recinto
.
Do lado de fora da Câmara, Apoiadores da Causa Indígena
se aglomeraram esperando o Desfecho da Situação.
.
A Solidariedade tomou conta de Centenas de Postagens
e Mensagens de Apoio nas Redes Sociais,
a [email protected] os que mantinham a vigília,
além de frases de repúdio ao presidente da Câmara.
.
Para a Imprensa, a Assessoria de Cunha afirmou que o Presidente da Casa*
não havia solicitado a Tropa de Choque (mesmo com fotos desmentindo a afirmação)
mas que de fato havia solicitado o desligamento da energia elétrica e do ar-condicionado
com o objetivo de que todos saíssem de ‘forma pacífica’.
.
Pacífica, porém, era a Vigília que reivindicava a Demarcação de Terras Indígenas
e em Posição Contrária à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215,
além de denunciar a Ação de Milícias e Grupos de Extermínio
contra as Lideranças em Luta pelos Direitos Comunitários.
.
De acordo com dados da Violência no Campo,
sistematizados pela Comissão Pastoral da Terra (CPT),
nos Últimos 10 Anos, Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais
enfrentaram 5.771 Conflitos;
4.568 Pessoas foram Vítimas de Violência;
1.064 sofreram Ameaças de Morte;
178 sofreram Tentativas de Assassinato
e 98 foram Assassinadas.
.
Por outro lado, a Vigília pretendia lembrar dos 27 anos da Constituição Federal
e do quanto a ‘Carta Cidadã’ ainda não é cumprida, principalmente no que se refere
à Garantia de Direitos e Cidadania, sobretudo para os Povos e Comunidades Tradicionais
– e já vem sendo Desconstruída, conforme os Interesses de Grupos Políticos e Econômicos.
.
Daniel Guarani e Kaiowá lembrou o Sofrimento de seu Povo no Mato Grosso do Sul
e lembrou que no Brasil os Direitos de Uns Valem Mais do que os Direitos de Outros:
.
“Uma Propriedade Vale Mais Que Uma Vida?
No Meu Estado, Um Boi Vale Mais que a Vida de um Índio”.
.
Conforme o deputado Paulo Pimenta, em vídeo postado nas Redes Sociais,
a Vigília transcorreu de Forma Pacífica, e os Atos de Violência
foram de Responsabilidade do Presidente da Câmara, Eduardo Cunha.
.
Diante das Pressões Populares, surgidas de todos os lados,
Cunha teve de desistir da Desocupação Forçada do Plenário 1,
mas não pediu a religação da energia elétrica e do ar refrigerado.
.
E [email protected] continuaram a cantar na Escuridão,
como no Poema de Thiago de Mello:
.
FAZ ESCURO, MAS EU CANTO
(Thiago de Mello)
.
Faz Escuro, mas eu canto,
Porque a Manhã vai chegar.
Vem Comigo, Companheiro,
Ver a Cor do Mundo Mudar.
.
Vale a Pena não dormir
Para cantar e esperar
A Cor do Mundo Mudar.
.
Já é Madrugada,
Vem o Sol, quero Alegria,
Que é para esquecer que eu sofria.
Quem sofre fica Acordado
Defendendo o Coração.
.
Vamos juntos, Multidão,
Trabalhar pela Alegria,
Amanhã é um Novo Dia
[Que vai se chamar NAÇÃO]
.
(http://www.avozdapoesia.com.br/obras_ler.php?obra_id=12405&poeta_id=313)
.
(http://jornalggn.com.br/noticia/cunha-corta-luz-e-amedronta-com-tropa-vigilia-de-indigenas-na-camara)
.
.

Responder

crazy horse

06 de outubro de 2015 às 14h56

Boa tarde,

Pena que não apareceu ninguém com um balde de água para espantar os urubus.

Responder

abolicionista

06 de outubro de 2015 às 14h54

Quem sabe assim o PT descobre que existe uma coisa chamada luta de classes. E que é uma luta travada até a morte.

Responder

RodrigoR

06 de outubro de 2015 às 14h10

Desculpem aos meus amigos e companheiros pelas palavras que aqui escreverei,

Não tenho certeza se estando eu, no momento de dor junto a família, e visse alguém jogar panfletos difamantes e meia dúzia de sem noção protestando em frente a um local de respeito, …com certeza perderia as estribeiras e sentava o caibro nestes malditos …….mereceriam uma resposta que com certeza, mancharia a memoria de Dutra, mas não aguentaria ver aquilo passivo e inerte………………..mesmo dando razão àqueles que civilizadamente preferiram não dar ouvidos as baboseiras..

Na hora em que algum companheiro perder a paciência e enfiar o sarrafo nestes safados, essa mídia maldita vai dizer que a ofensiva vermelha fez vítimas.

FASCISTAS NÃO PASSARÃO…

Responder

    Rodrigo

    06 de outubro de 2015 às 16h39

    Qualquer um com culhões faria isso. Independente de partido ou ideologia, o respeito a dor do próximo deveria ser primordial.

    Não sei como tais pessoas conseguem se olhar no espelho.

GILMAR JOSÉ ROCHA

06 de outubro de 2015 às 13h02

Depois dos acontecimentos no velório do Zé Eduardo Dutra, eu desisti de ser Humano. Quero ser irracional.

Responder

Urbano

06 de outubro de 2015 às 12h45

Incrível o magote de acéfalos que a oposição e pavor do Brasil comporta, pois em tempo nenhum apresentam algo minimamente razoável. Será que não se cansam de exalar cretinices e mais cretinices o dia todo e todos os dias?

Responder

C.Paoliello

06 de outubro de 2015 às 10h43

Nada a ver, mas com o nº de frequentadores do Viomundo, aqui também é lugar de denunciar uma tragédia ecológica nas estradas brasileiras: só em 2015 já foram atropelados e mortos mais de 360 MILHÕES de animais silvestres nas estradas brasileiras, de uma média anual de 470 MILHÕES (só contando os vertebrados). A gravíssima denúncia é do Centro Brasileiro de Ecologia nas Estradas:

http://cbee.ufla.br/portal/atropelometro/

Responder

luiz

06 de outubro de 2015 às 10h41

Acho um tamanho absurdo esse tipo de imbecilidade, tanto quanto os sindicalistas e petistas que agrediram o Mario Covas quando o mesmo estava convalescendo de um câncer.

Responder

    crazy horse

    06 de outubro de 2015 às 15h01

    Sim, também foi absurdo.

    abolicionista

    06 de outubro de 2015 às 21h59

    Comparação estapafúrdia. Covas usou brilhantemente de sua condição para minar as bases morais de um movimento grevista que assustava, jogou o jogo político. Os agressores puseram todos os companheiros a perder, mas ficou para a posteridade a astúcia de Covas.
    No caso do enterro, não há nada em jogo, é puro desrespeito. Essas pessoas são simplesmente a raspa do taxo do ódio anti-petista, não estão lutando por melhores salários, condições de trabalho digna, não estão lutando por nada, são apenas idiotas.

    luiz

    07 de outubro de 2015 às 16h27

    Meu caro abolicionista, não existe o menos ou mais “mal”. Existe apenas o “mal”.
    Se a gente justifica um ato insano desse, em qualquer circunstância, perdemos a condição básica que nos separa dos animais: a inteligência.
    Uma pena você garantir que o Covas foi maquiavélico usando a própria doença para expor os grevistas. Lamento muito por você.

    abolicionista

    07 de outubro de 2015 às 19h48

    A diferença entre os animais e os humanos, face ao estado de coisas atuais, resulta vantajosa para os animais.
    *
    Quanto ao Covas, você acha que ele avançou sozinho e sem segurança para cima de uma massa de grevistas por quê? Para ganhar um abraço ou aperto de mão carinhoso? Tenha dó.

Henrique Nunes

06 de outubro de 2015 às 10h14

Deviam ser levados para a delegacia para aprender que vilipêndio a cadáver e ameaça são crimes.

Responder

clodoaldo

06 de outubro de 2015 às 05h43

É vergonhoso, mas o SBT, hoje 06OUT15, lançou em seu telejornal da manhã o Jornal do SBT a reportagem que perguntava aos cidadãos se concordavam ou não com o dito: “bandido bom é bandido morto”. Não nos parece ser uma forma de aliviar os acontecimentos fascistas, esse PIG, assim como a oposição medíocre desse pais me matam de vergonha, estragam a imagem do Brasil mundo afora. Tudo que e construiu mundo afora a respeito da imagem do Brasil que era ridícula está sendo destruído agora, nós brasileiros não podemos deixar isso acontecer.

Responder

FrancoAtirador

06 de outubro de 2015 às 05h42

.
.
Ontem, a Novata Constituição Federal BraSileira fez 27 Anos,
.
e hoje, dia 6, o Presidente da Assembléia Nacional Constituinte,

que a Promulgou em 1988, estaria aniversariando os 99 Anos.
.
Se o Íntegro e Digno Deputado Federal pelo Estado de São Paulo
.
revivesse agora e fosse percorrer as Ruas e as Avenidas Paulistas
.
recitando os Princípios e Dispositivos da Carta Magna da República,
.
por certo, também seria Vítima de Atos Cruéis, Anti-Civilizatórios
.
e Socialmente Degradantes que insultam a Democracia e o Direito.
.
E se o Bravo e Eterno Deputado Peemedebista Ulisses Guimarães
.
fosse Presidente da Câmara Federal, certamente estaria bradando,
.
da Tribuna da que deveria ser a Assembléia do Povo BraSileiro,
.
contra essas Falsas Lideranças, inclusive do seu próprio Partido,
.
que mancham a Imagem do Parlamento e, mesmo, da Política,
.
e que estimulam Práticas Fascistas ou se omitem diante delas.
.
.
Que a Voz Exuberante do Constitucionalista Ecoe pelo Brasil!
.
(https://youtu.be/mlSDpvriBeM)
.
.

Responder

Claudio.sj

06 de outubro de 2015 às 05h16

O PT está sendo covardemente atacado e não reage. Já era de se esperar alguma ação dos fascistas no velório. O PT deveria ter se preparado organizando pelo menos seguranças munidas com cameras para registrar e facilitar a identificação desses criminosos.
Ninguém mais falou do ataque terrorista no Instituto Lula.
Se não houver uma reação contundente contra os facinoras, os ataques vão se intensificar cada vez mais.

Responder

    Sidnei Brito

    06 de outubro de 2015 às 14h24

    A frase “petista bom é petista morto” obviamente mimetiza a famigerada “bandido bom é bandido morto”.
    Como sabemos, pessoas que aderem à “ideologia” do “bandido bom é bandido morto” (talvez a maioria das pessoas) são capazes de, no mínimo, linchar um suspeito ou acusado de alguma coisa, sem maiores dramas de concorrência.
    Por isso, fico preocupado com o grau de tranquilidade que usam expressões apologéticas da violência contra petistas. Daí para desaguar em violência física contra representantes do partido – violências mais brutais do que as que vimos até agora – é uma questão de tempo.
    Você, Claudio, lembrou bem o descaso com que foi – vem sendo – tratado o atentado ao Instituto Lula.
    Não para por aí. Eu não acompanho nem sigo aquela porcaria, mas alguém saberia dizer se o Facebook já tomou alguma medida contra aquela página que pedia morte ao Lula?

    Sidnei Brito

    06 de outubro de 2015 às 15h47

    Ops… “Sem maiores dramas de consciência”, e não de concorrência, é claro.
    Desculpas.

    Octavio

    06 de outubro de 2015 às 19h40

    Você acha que adianta? A oposição tem o MP e o Judiciário na mão. Devem ter prometido aumentar as regalias dessem órgãos caso sejam eleitos. Agora só uma revolução salva este país. E não digo uma revolução armada. Basta botar os pingos no i e contar com os seus eleitores. Demite, exonera, todo promotor que mostrar ser partidário. Aplica alguma lei de segurança nacional para isto. Este animais só fazem isto contando com a omissão de juízes e promotores. Aplica a lei dos médios. Na marra mesmo. Não dá mais pra ficar contando com a proteção da justiça. Amanhã, será qualquer um de nós, ou pior, os nossos filhos. Imaginem o seu filho, ao emitir uma opinião , sendo agredido, massacrado por esta gente? Imaginem a cena. Ele apanhando e ao mesmo tempo pensando: “papai (mamãe) me ajuda”. E você nada pode fazer naquele momento. Mas pode fazer agora. Esta sub-raça covarde tem que saber que tem gente disposta a enfrentá-los. E conte comigo. Meus filhos não serão torturados. Não, se eu estiver vivo!

Morvan

06 de outubro de 2015 às 01h36

Boa noite.

Com as sucessivas tundas que a direita levou, nestes últimos quatro pleitos, desvaneceu-se, aos poucos, o difundidíssimo mito do homem cordial brasileiro, tão bem desvelado pelo grande Sérgio Buarque de Holanda. Outras mitificações, como o da separação Estado | Igreja, a direita “ecumênica” também cuidou de dilapidar, com vistas a resultado eleitoral, para o bem ou para o mal, culminando com a questão do aborto (No Chile, pode?).
Uma mostra de sacripantismo da turba brasileira doidivana se deu no jogo Grêmio X Internacional, em Nove de Agosto de 2014: alguns torcedores (?) gremistas entoaram cantos tribais (tipicamente “Eh, o Fernandão Morreu, o Fernandão Morreu“), ironizando sobre a morte de Fernandão, ídolo colorado, morto tragicamente e em data próxima ao ludopédio cito. O que faz uma pessoa tripudiar sobre a morte de um semelhante, mesmo que adversário, deixa muitas indagações e pouquíssima ou nenhuma resposta.
Por ora, sigo encantado com os elefantes, os quais, invariavelmente, param diante de crânios de semelhantes seus e os cortejam funebremente; com os golfinhos, capazes de se empatizar com os seus e com alguns pássaros, que sentem luto pelo semelhante.
Como nos revelamos. Como evoluímos, justamente por mostrar, nestes momentos acres, as nossas verdadeiras inconclusão e pequenez.

Saudações “Os reajudiciários dizem sempre, a cada esbulho legal, ser apenas ‘um ponto fora da curva’, mas o Direito, no Brasil, é o Ponto Fora da Curva“,
Morvan, Usuário GNU-Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use GNU-Linux.

Responder

Astrogildo Leal

06 de outubro de 2015 às 00h34

Fica cada vez mais claro que a maior parte da direita de São Paulo, e um a parte menor da direita de Minas Gerais, não se conformam com a perda de poder na política brasileira e se unem com tudo que tem de pior na sociedade desses dois Estados, tentando criminalizar os petistas e seus aliados, buscando a destruição das conquistas do povo brasileiro messes 12 anos de governos de inclusão social, de Lula e Dilma Rousseff.

Responder

FrancoAtirador

05 de outubro de 2015 às 23h38

.
.
Se os Nazi-Fascistas não respeitam os Seres Vivos, que dirá os Mortos.
.
.

Responder

Seu Zé

05 de outubro de 2015 às 23h13

A embaixada dos EUA curtiu.

Responder

Euler

05 de outubro de 2015 às 22h55

A mídia golpista brasileira conseguiu criar uma horda de lobotomizados, gente sem cérebro, que perdeu completamente a capacidade de pensar, de qualquer sensibilidade ou respeito para com o próximo. São pessoas rancorosas, frustradas, mal amadas e infelizes. O exato espelho dos barões da mídia e sua claque amestrada e bem paga de comentaristas que servem aos donos da Casa Grande. Protestar num enterro é atitude condenada em qualquer religião, ou por qualquer ser humano que não tenha perdido essa condição, humana. Estamos lidando com bestas-feras dominadas pelo ódio que a mídia golpista alimentou impunemente, já que detém o criminoso monopólio das comunicações no país. Urge mudar essa realidade, se não quisermos assistir à naturalização da barbárie no Brasil.

Responder

wendel

05 de outubro de 2015 às 22h47

Aló Senhor Fernando Morais.
Um reparo se me permite. Minas não envergonha ninguém, mas o mesmo não pode ser dito de alguns elementos que fazem vergonha a Minas. Estes por exemplo, que praticaram este vergonhoso ato, se forem mineiros, não merecem serem chamados de . Minas merece melhores conterrâneos!!
Viva Minas !!!! Viva o Brasil !!!!! e Viva os progressistas que amam este País chamado BRASIL !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

roberto

05 de outubro de 2015 às 22h25

Por outro lado, eu acho que “FASCISTA BOM É FASCISTA VIVO”, pois assim podemos levá-los à Justiça, julgá-los e condená-los, como fizemos com eles em Nuremberg,após a segunda guerra.

Responder

    pinheiro

    06 de outubro de 2015 às 01h00

    Nuremberg nao julgou nenhum facista…foi uma farsa como julgamento, uma aberracao juridica

Messias Franca de Macedo

05 de outubro de 2015 às 21h58

MAIS UMA SERPENTE DESONESTA, HIPÓCRITA E MISERÁVEL VULGAR DO PIG!

… No final da edição de hoje do INFAME programete panfletário-terrorista ‘MAU Dia Brasil’ do rádio *o nazifascista &$ boçal [pseudo]jornalista Alexandre Garcia dos Marín(hos) do FIFALÃO mencionou a morte do José Eduardo Dutra…
*e [reles] lacaio ex-porta-voz da ditadura militar
Nas poucas palavras:
“… Ele [O José Eduardo Dutra] faleceu, e teria que depor na Operação Lava Jato.”

RESCALDO:
sim, esse escroque não é ser humano!
O infeliz tem a alma do demônio!
Um sacripanta da pior espécie!
Canalha e covarde!
Imundo!…

NOTA FÚNEBRE:
aqui em Feira de Santana, Bahia, o programete fasciterrorista e antinacionalista ‘MAU Dia Brasil’ é retransmitido pela Rádio Princesa FM 96.9 e Rádio Sociedade AM 970.
Emissoras da Rede [de Frades] Capuchinhos de Comunicações.
Empresas católicas [do lucro!].
E, atualmente, também a serviço do ‘golpe jurídico-midiático ainda ora em curso desde o antanho do Mentirão’!

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia
República Desses Bananas ‘Penas Amestradas’ a $oldo IMUNDO, Panfletário-terroristas, Nazifascistas e [mega]Corruptos até a enésima geração.

Responder

    Alexandre

    06 de outubro de 2015 às 00h01

    Curioso que, quando Sérgio Mota faleceu (o Serjão), não houve um viés similar no plim-plim.

    Elias

    06 de outubro de 2015 às 10h31

    Caro Messias, compartilho totalmente com sua indignação.

Mauricio Gomes

05 de outubro de 2015 às 21h43

Segundo o Eduardo Guimarães do Blog da Cidadania, parece que anotaram a placa do carro que cometeu esse ato fascista. Quero ver o que vão fazer, não podem deixar passar em branco.

Responder

    Bonobo de Oliveira, Severino

    06 de outubro de 2015 às 05h06

    As Otoridades corruptas até a medula vão dar tanta atenção para esse episódio quanto deram e estão dando para a BOMBA no Instituto Lula. A regra vigente é o Direito Penal do Inimigo onde só são titulares de direito os seres humanos que não foram rotulados como inimigos do mundo, como fez e faz a rede GLOBO associada e apoiada por servidores Corruptos da Alta Burocracia inútil e cara do Estado. Quando aquela senhora disse que o judiciário estava “…infiltrado por bandidos escondidos atrás das togas..” ela não sabia ainda que a corrupção tinha se alastrado por todas as instituições cooptando membros do MP, PF, judiciário e todos os lugares onde há gente venal e desqualificada. E vêm querer nos fazer crer que há corrupção na Petrobras!!

abelardo

05 de outubro de 2015 às 21h24

Fascismo, insanidade, barbárie, bestialidade, desrespeito, escárnio, etc … Essas são as principais bandeiras defendidas pela horda, que atirou os panfletos no velório do ex-senador José Eduardo Dutra e, pasmem, ainda tem a petulância de querer governar o nosso país.

Responder

Seu Zé

05 de outubro de 2015 às 21h00

Reclamar não adianta. Se estavam lá, alguém os colocou. Quem colocou deve ser exposto. Essa ações tem nome e endereço que devem ser públicos e publicados.

Responder

italo

05 de outubro de 2015 às 20h32

De um lado oposição inconsolável e setores que não querem largar as tetas, públicas. De outro um bando de analfabeto político os apoiando, acreditando sem contestar ou avaliar a participação partidária daquele que, acredita-se, apenas informa, não é parte e não tem interesses. Esses imbecis não nasceram de um ovo ou casulo, devem ter família também. Vagabundo sabe fazer burrice, se esforça, planeja, tira o máximo de si, e só apresenta merda, não contribui, é inútil, desprezível.

Responder

Marat

05 de outubro de 2015 às 20h11

É isso que dá ler a veja-esgoto… a veja-esgoto emburrece as pessoas! Além de emburrecer, as animaliza e as torna bestas-fera, buchas de canhão do fascismo. Até porque os líderes fascistas estão refestelados em sofás ultra-confortáveis, bebendo uísques carésimos!

Responder

Edgar Rocha

05 de outubro de 2015 às 20h06

Não se tripudia sobre a dor alheia. Não aprenderam isto? Esta é uma regra de ouro pra qualquer cultura, qualquer ser humano. É o pior tipo de soberba. É loucura.
O resultado, todos nós já sabemos:
– Quando a mesa virar, todos darão as costas antes de virarem sal;
– Niqué lhes dará o retorno;
– a flecha acertará o calcanhar, etc. etc. etc.
Se até a fé, em todo seu proselitismo e soberba, reconhece tal erro, só um idiota completo se arrisca a isto. Hão de ter o retorno. Não por vingança, mas por pura indiferença. Já não têm mais moral pra mais nada, estes golpistas. Depois desta, não serão dignos nem de virar lenha.

Responder

    Ercy

    06 de outubro de 2015 às 23h33

    Aplausos! Aplausos! Aplausos!

    Essa gente desorientada, manipulada, cega, é indigna, doente, assustadora! E estão se multiplicando, o que me dá pavor!!!

C.Paoliello

05 de outubro de 2015 às 19h56

Para mim não são seres humanos. São no máximo humanóides.

Responder

Alexandre Tambelli

05 de outubro de 2015 às 19h31

Nesta situação o que mais me assusta é ver que a pessoa do cartaz crê (deseja) n (o) que escreve nele.

Ela fala com propriedade e acredita ser bem informada e bem intencionada.

Este desserviço dos meios de comunicação hegemônicos é irreparável.

Ele não só cria o ódio, o ridículo da exposição, a falta de sensibilidade e a desumanidade.

Ele cria pessoas que acreditam no que dizem e que fazem o que fazem crentes em uma causa maior.

É um ato necessário para estas pessoas. Alguma forma de gritar ao mundo a “verdade” que lhes foi inoculada como um veneno pela velha mídia.

A morte dos petistas é “salvação de um País”, “remissão dos pecados”, “libertação de uma classe social”.

E o remédio é colocar para fora o mal que inocularam dentro delas.

Eu preciso gritar ao mundo. Eu preciso me expor. Eu preciso me sentir útil. Todos precisam saber da “verdade” e eu não posso me furtar de apresentá-la.

Nem que seja na entrada de um velório, na porta de um cemitério.

Interessante notar.

Construíram estes personagens manipuláveis e sem limites do ridículo, dos atos que praticam, desprovidos, já, de lucidez, até em certa forma, desumanizados, robotizados.

E a Velha mídia e a oposição se calam.

Não sabemos se todos:

As pessoas dos cartazes, a velha mídia e os políticos da oposição ligados a velha mídia estão todos inoculando o mesmo veneno ou se velha mídia e oposição ligada à velha mídia trocam qualquer humanidade por dinheiro e Poder.

Responder

jeanette

05 de outubro de 2015 às 19h19

Já escrevi um comentário anteriormente aqui no blog me referindo ao olhar robótico cheio de ódio congelado, parecendo hipnotizados,
das pessoas que marchavam com suas camisetinhas amarelas da seleção e bandeiras do Brasil rumo à alguma manisfestação de extrema direita
na Pça da Liberdade (aonde puseram aquela faixa pró-Cunha). É o mesmo estado de ânimo anestesiado (no qual se perde a noção das coisas)
que fez o carro passar e jogar planfletos, que fez aquelas pessoas segurarem cartazes na porta do velório, sem o mínimo senso de humanidade.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding