VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Denúncias

Band veta participação da deputada Luiza Erundina em programa


11/02/2011 - 12h43

via Blog do Altamiro Borges

Reproduzo mensagem enviada pela assessoria da deputada federal Luiza Erundina. A denúncia é grave e merece ampla repercussão:

Veto ao interesse público e ao direito à informação

A produção do programa Manhã Bandeirantes, da Rádio Bandeirantes de São Paulo, agendou uma entrevista por telefone com a deputada Luiza Erundina para esta quarta-feira, 9 de fevereiro, às 10h30. A pauta seria o Projeto de Lei n° 55/2011, apresentado pela deputada Erundina na Câmara, que institui referendo popular obrigatório para a fixação dos vencimentos do Presidente da República e dos parlamentares.

O projeto é de notório interesse público visto que o reajuste de 62% nos subsídios dos parlamentares aprovado no final de 2010 foi implacavelmente criticado por grande parte da população brasileira e pela imprensa.

Inclusive, no dia anterior à entrevista com a deputada Luiza Erundina, o apresentador do programa Manhã Bandeirantes, José Luiz Datena, questionou a dificuldade para o reajuste do salário mínimo dos trabalhadores e trabalhadoras brasileiros enquanto que, o reajuste de 62% para os parlamentares foi votado e aprovado em caráter de urgência pela Casa, com voto da imensa maioria dos congressistas.

Nesse contexto estávamos, a deputada Luiza Erundina e sua assessoria, aguardando a ligação para a participar do programa quando, 1h antes da possível participação, recebemos uma outra ligação cancelando a entrevista. Tratava-se de um veto da direção do grupo. Questionados sobre o por que da censura, do veto à fala de uma parlamentar brasileira em um veículo da imprensa livre, sobre projeto de interesse público, fomos surpreendidos com uma justificativa de cunho absolutamente pessoal: “Este veto é uma resposta aos ataques que a deputada vem fazendo à Rede Bandeirantes”.

Ora, a deputada Luiza Erundina apresentou requerimento junto à Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara, para a realização de audiências públicas com o objetivo de debater a renovação de concessões públicas de rádio e TV. E ela não fez isso como um “ataque” pessoal à Rede Bandeirantes. Ela apresentou requerimentos solicitando audiências públicas para debater o processo de renovação de emissoras ligadas à Rede Globo, à Rede Record e à Rede Bandeirantes, não como um ataque a essas emissoras, mas com o objetivo de motivar mais democracia e transparência no processo de renovação das concessões públicas de rádios e TVs. (REQ-205/2009REQ-220/2009 CCTCI e )

O pleito da deputada Luiza Erundina foi absolutamente isento de pessoalidade. Apenas suscita o uso de instrumentos democráticos do Congresso – as audiências públicas – para a avaliação de um serviço de interesse público, antes da sua renovação por mais 15 anos. Já o posicionamento da rede Bandeirantes revela exatamente o contrário: numa retaliação ao exercício parlamentar da deputada, priva a sociedade de ter mais informações sobre um Projeto de Lei de absoluto interesse público, já que os subsídios dos representantes do povo são oriundos do orçamento público, que pertence ao povo.

Episódios como este violam o direito à informação, e revelam que a liberdade de expressão no Brasil, definitivamente, não é uma realidade. Isenção, impessoalidade, interesse público, direito à informação ainda são expressões estranhas à maioria dos meios de comunicação. Lamentável para as comunicações. Lamentável para o Brasil.

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



77 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Claudio

12 de fevereiro de 2011 às 23h44

Azenha, precisamos urgentemente do controle SOCIAL da mídia, já chega da BAND e outras empresas decidirem sobre o que vão noticiar, quem vão entrevistar, dentre outras coisas, isso deveria ser tarefa de um conselho de jornalismo, e não destes órgãos piguentos que sempre censuram as boas ideias de nossos líderes esquerdistas.

Responder

italo

12 de fevereiro de 2011 às 16h57

Toda vez que se exige informações sobre qualquer um, independente de partido político, parte bem conhecida da mídia brasileira brada por liberdade, como se houvesse ameaça à liberdade de Imprensa e não à mentalidade retrógrada, que com uma mão serve a idéia de auto regulamentação e com outra já controlou 80% de toda verba das comunicações. Ao longo de 40 anos, mensalões e anões do orçamento parece um porquinho cheio de moedas . Quando um só controla, não existe auto regulamentação existe monopólio, um tele jornal tem mais impacto e é mais eficiente que uma decisão judicial de última instância, e o mercado é cruel, não contempla o interesse público.

Responder

Véio Zuza

12 de fevereiro de 2011 às 15h02

Também quero um plebiscito com as seguintes perguntas: você é a favor da extinção do imposto de renda? e da pena de morte? e do fechamente do Congresso, AL e câmaras de vereadores? Que tal? e da passagem de ônibus urbano de graça para todos? Democracia por inteiro! Ah Ah Ah!

Responder

Gerson Carneiro

12 de fevereiro de 2011 às 13h46

Vergonha total para Band.
Na verdade são todas iguais, a mínima sensação de que estão sendo ameaçadas, pronto. Botam os dentes pra fora.

Responder

JOEL PALMA

12 de fevereiro de 2011 às 10h59

Uma concessionária pública vetar uma parlamentar? NEM NA CORÉIA DO NORTE! Que absurdo é este!!!!!!!!

Responder

monge scéptico

12 de fevereiro de 2011 às 08h50

Parabéns navegantes!. Boa discussão.

Responder

Fábio Venâncio

12 de fevereiro de 2011 às 06h11

Que a band é de direita ,que faz parte do pig ,todos nós sabemos.Porém essa emissora está cada vez mais explicita com seus atos contra a democracia.Com apresentadores grosseiros ,mau educados ,preconceituosos ,tanto com seus subordinados quanto com os telespectadores.
Já passou da hora de serem ,cobrados e punidos.

Responder

Ana Maria

12 de fevereiro de 2011 às 00h19

Se o Alckimim entrar em uma das enchentes em SP o Datena corre o risco de morrer afogado.

Responder

ozeias laurentinoAp

11 de fevereiro de 2011 às 23h22

liberdade de imprensa pra quem cara palida ?… pra os donos dela. Regulamentação da mídia já, doa a quem doer, por essas e outras que é importante o fim da reeleição legislativa pois deputados não teriam a tentação de ficar de bem com a mídia. Deixando a sociedade na mão, mesmo sendo uma concessão pública toda solidariedade a Erondina, mais pense no fim reeleição legislativa companheira.

Responder

SILOÉ

11 de fevereiro de 2011 às 22h19

Erundina , não se lamente, se pela tv o Datena é intragável imagine pessoalmente, Você nem precisa disso, com certeza muitos outros espaços se abriram.

Responder

Luiz Fernando

11 de fevereiro de 2011 às 21h34

A Bandeirantes vem ultimamente representando os setores mais reacionários, como o agronegócio e a burguesia fascista de São Paulo, vivem a bajular a política norte-americana latina, e tem entre seus comentaristas um geógrafo neofascista, o livrinho de cabeceira do ALi Kamel. Agora, a Dilma arrochando os trabalhadores atendendo a oligarquia financeira servilmente…sinceramente não dá.

Responder

CLAUDIO LUIZ PESSUTI

11 de fevereiro de 2011 às 21h02

Acho que o meu comentario foi perdido no sistema.Vou fazer outro.Nao adianta nada ficar falando mau de SBT, Band , Globo.Isto ja teve o seu momento.Agora, Dilma venceu e tem maioria no Congresso.O que ela e o Paulo Bernardo estao fazendo para vencer este "imperio do mal"?Nada.E nao se venha com este papo de " o governo esta comecando" Para atacar trabalhadores, servidores, aposentados e defender banqueiros, tudo fou muito rapido:ajuste fiscal e aumento de juros.

Responder

ademar

11 de fevereiro de 2011 às 20h44

Eu votei na Erundina e não me arrependo.

Responder

    Paulo Amaral

    11 de fevereiro de 2011 às 22h13

    Nem quando tu entra no túnel do Anhangabau em dia de chuva??? a cidade para porque o túnel da Erondinha enche dágua rapaz… obra de petista é assim… feita pra durar o tempo todo com problemas…

    Marat

    12 de fevereiro de 2011 às 00h29

    Paulo, todos os que governaram SP cometeram erros e acertos, agora, não dá para comparar governos progressistas como os de Marta e Erundina com essa escumalha incompetente que sao o PSDB e o PFL. Olhe como eles estão destruíndo SP… ensino e transporte estão lamentáveis. Faça-me o favor…

    priscila presotto

    12 de fevereiro de 2011 às 10h37

    Na época do Ademar o túnel já inundava….

CLAUDIO LUIZ PESSUTI

11 de fevereiro de 2011 às 20h43

Bla, bla, bla, e o que a Dilma e o Paulo Bernardo estao fazendo?Tem maioria no Congresso e popularidade.O que estao fazendo:AJUSTE FISCAL E AUMENTO DE JUROS!Estou cansado de falar mau de FHC, Serra.Agora o PT, Dilma, tem todos os instrumentos para avancar.E ai , o que estao fazendo:NADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

monge scéptico

11 de fevereiro de 2011 às 20h42

Um lamentável desrespeito a uma mulher dignissíma como a ERuNDINA. Se fossem éticos,
pelo menos se retratariam e, pediriam desculpas.
São sacos vozios, cheios de empáfia. A concessão é do povo, apenas manipulada por pelos
governos. OLHA O EGITO!!

Responder

O_Brasileiro

11 de fevereiro de 2011 às 19h23

A única liberdade de expressão que a mídia golpista quer é a deles mesmos!
São uns hipócritas com concessão pública!

Responder

rubem

11 de fevereiro de 2011 às 18h58

Uma emissora que reune Mitre e Casoy tem que ser direitona, é uma das mais fortes representantes do PIG.

Responder

Marcelo de Matos

11 de fevereiro de 2011 às 18h38

Em tese, os referendos e plebiscitos seriam a melhor forma de implementar a democracia. O professor Fábio Comparato, parece-me, é adepto desses institutos. Eles correspondem, na verdade, a uma verdadeira eleição e todos sabem que eleição dá muito trabalho e despesa. Dito isso, não acredito que o Congresso, que teria de aprovar o referendo, venha a fazê-lo. Não se altera nada que contrarie os interesses da corporação congressual, a menos que se faça uma revolução. A despeito disso, Erundina poderia ser convidada por outro canal para expor seu projeto. Por exemplo, a TV Brasil. Não sei, porém, se o governo federal estaria disposto a bancar essa cutilada nos parlamentares e na própria carne. E a TV Cultura, capitaneada há vários anos pelo tucanato? Acho que também não toparia a empreitada. Mas, já que falei em TV Brasil, acho que a blogosfera deveria divulgar mais essa emissora. O Nassif, inclusive, faz programa lá. Hoje, amanhã e depois, lá pelo fim da noite, irão passar bons filmes nacionais e um argentino. Não é um bom programa?

Responder

Gersier

11 de fevereiro de 2011 às 17h46

Mas a grileira kátia abreu tem as "portas"ou melhor "as porteiras abertas" por onde a qualquer hora do dia ou da noite ela pode entrar e usar os microfones de uma concessão pública para defender os interesses não do Brasil,mas da "tchurma" de grileiros que expulsam os pequenos produtores e os índios de suas terras,usando as vezes de violência ou subornando alguns de toga. Depois vem com aquela cantilenga que a produção agrícola do pais está ameaçada porque não se pode "plantar" em certas áreas.Que áreas ô sr. joão Saad?As que os "cheirosos" invadem?Não é atoa que pra mim o melhor jornalismo,mesmo com alguns pecados,é o praticado pela Rede Record.De ha muito deixou de ser manada para seguir caminho próprio.

Responder

Paul Stano

11 de fevereiro de 2011 às 16h59

Isto simboliza o que é boa parcela do jornalismo e dos jornalistas brasileiros.
Mais um exemplo:

FURTO & ROUBO
Se existem pedreiros da categoria meia-colher, existem também os jornalistas meio-teclado, ou categoria que o valha.
Estes caras não sabem até hoje, a diferença entre furto e roubo. Esta é uma das manchetes, entre tantas semelhantes, divulgadas dias atrás nos roda-pés de GloboNews, RecordNews e outras menos votadas:
"02/02/2011 – 10:33
Lindsay Lohan pode ser acusada por roubo de joia, afirma site"
Se estiver correta, eu gostaria de saber se o roubo foi a mão-armada ou se a garota avançou em alguma perua e tomou as jóias dela. Roubo, minha gente e meus caros jornalistas, é tomar pela força. Furto é subtrair de outros se aproveitando da ausência ou distração.
O assaltante da famosa "saidinha de banco" que avança no velhinho que acabou de sacar os minguados reais de sua aposentdoria e toma seu dinheiro, comete um roubo.
O punguista que bate sua carteira enquanto v. vê um camelô anunciar a dança da cobra catarina, comete um furto.
Precisa desenhar, ou deu para entender?

Responder

Carlos

11 de fevereiro de 2011 às 16h53

Qualquer concessão, após ser dada, é quase impossível tirá-la. Os concessionários possuem seus representantes dentro do congresso nacional. São senadores e deputados: concessionários de todos os tipos(de ônibus, barcas, metrô, rodovias…); presidentes de federações e confederações de comércio e da indústria; donos de corporações midiáticas; grandes empresários; grandes exportadores; grandes fazendeiros, grandes usineiros, grandes produtores rurais; membros da UDR; milionários para rodos os gostos e vai por aí afora. O mais triste:eleitos pelo povo pobre. Este grupo poderoso, "representante do povo", nunca permitirá aplicar a lei contra um dos seus.

Responder

    Edemilson

    11 de fevereiro de 2011 às 17h29

    Isto é verdadeiro para os grandes e poderosos grupos econômicos. Para os simples mortais, tais como os pequenos empresários, tomam a concessão quando bem entendem, alegando irregularidades, ilegalidade no processo de concessão, etc. Ex.: franquias dos correios, "permissões" de loterias da Caixa Econômica Federal. Só há uma diferença: o pequeno empresário perde tudo pois não tem grana para contratar lobista no Congresso ou financiar campanha milionária de político ou contratar poderosas bancas de advocacia.

Rodrigo Santos

11 de fevereiro de 2011 às 16h49

É notório que o Salário de Servidores de alto escalão, como parlamentares, magistrados e poder executivo deveria sim ser discutido melhor e democraticamente, provavelmente nos moldes propostos pela Deputada Erundina, que eu não posso defender sem conhecer melhor. Após chegar a um valor justo os ditos pagamentos deveriam então ser definitivamente indexados por força de lei ao salário mínimo. Assim, cada vez que quisessem aumentar seus rendimentos seriam obrigados a aumentar o salário mínimo para isso. Fica a sugestão de encaminhamento.
Quanto à rede Piratas do Tietê, o que dizer? A atitude não surpreende… apenas reforça o que já está totalmente à mostra.

Responder

Rafael

11 de fevereiro de 2011 às 16h42

A lamentar apenas que uma concessão pública seja usada para obscurecer a verdade e tentar frear a vontade popular. Mas não superestimemos a Band. Seu alcance é limitadíssimo e cairá ainda mais. E não faltarão espaços muito melhores para a Erundina apresentar seus projetos.

Responder

Edson

11 de fevereiro de 2011 às 16h26

Se houve veto, a Band deve receber punição à altura. Pois serve-se de uma concessão pública e deve obediência às leis de comunicação.

Responder

Paulo Amaral

11 de fevereiro de 2011 às 16h23

Liberdade de imprensa mesmo só em Cuba…. lá sim é que a imprensa é livre… não é amiguinhos do blog???

Responder

    Elton

    11 de fevereiro de 2011 às 18h14

    Mai um chavão direitista!!! Vou começar a contar seus bordões "originalíssimos" a partir de agora, vamos lá: "um"…

    José Ruiz

    11 de fevereiro de 2011 às 20h23

    Mais do que um chavão, é um chatão…

Regis

11 de fevereiro de 2011 às 16h20

Não seria melhor fazer um projeto estabelecendo reajustes aos cargos eletivos com o mesmo índice do reajuste do salário mínimo?

Responder

sergio

11 de fevereiro de 2011 às 16h19

Como representante do PIG a Band não poderia agir de modo diferente, se fosse do DEM-PSDB a deputada poderia falar à vontade.

Responder

paulo afins

11 de fevereiro de 2011 às 15h55

Uma emissora adotar a retaliação como prática é infantil e demonstrar como são simplórios seus administradores.

Mas o projeto da deputada é populista e inoportuno. Não é negando-se aumentos salariais a autoridades que elas trabalharão melhor.

Um projeto tão bobo e inócuo quanto a PEC da felicidade.

Responder

Roberto Takata

11 de fevereiro de 2011 às 15h42

Se verdadeiro, esse veto é mesmo absurdo.

(Lateralmente digo que o projeto de lei da deputada é economicamente estúpido – iria se gastar mais com o referendo do que com um aumento salarial. Não dá pra acoplar tal referendo com eleição – os calendários eleitoral e orçamentário não coincidem.)

[]s,

Roberto Takata

Responder

    ebrantino

    11 de fevereiro de 2011 às 16h41

    Mas TAKATA, e será que não daria para só votar aumento ou reajustes, ou modificação da remuneração dos parlamentares, em épocas que permitissem a concidencia ? Aí, o plebiscito seria gratis. Quando se quer, se faz, quando não se quer, se enrola. Pensem nisso.Ebratino.

    Ricardo Rosa

    11 de fevereiro de 2011 às 16h52

    Sr. Takata,
    Não sei quanto custaria uma consulta dessa mais com certeza ,acho que povo deveria quando o projeto é em beneficio próprio(dos políticos) ser consultado sim.
    Ricardo Rosa

Edemerson Aquino

11 de fevereiro de 2011 às 15h28

Liberdade de imprensa no Brasil??? Acho que no Egito a liberdade de imprensa é maior. Já estamos carecas de saber que essa Rede Bandeirantes não passa de um ninho seguro de Tucanos e da direita conservadora e reacionária do Brasil. Ali eles tem total liberdade de falar o que bem pensam. O que digo de uma emissora que abriga Casoy, Mitre e outras figuras sombrias, sem falar no bonachão Dapena, digo: Datena, que se acha sério, falso moralista e que puxou um saco do Serra nas últimas eleições. Fala sério, gente! Quem ouve ou assiste essa porcaria?

Responder

Marat

11 de fevereiro de 2011 às 15h20

Podem deixar que o CQC vai denunciar!!!

Responder

    FatimaBahia

    11 de fevereiro de 2011 às 17h10

    boa pauta pra eles que se vendem tão preocupados com a democracia e liberdade de expressão!seria uma boa idéia enviarmos mensagens para a direção do programa,ou quem tiver twitter twittar pro Marcelo Tas,sugerindo que denunciem!

    Marat

    12 de fevereiro de 2011 às 00h26

    Rsrsrsrsrs – seria muito engraçado o malandrinho útil do Rodrigo Gentilli ser perguntado sobre isso…

Haroldo Cantanhede

11 de fevereiro de 2011 às 15h05

Esperar o quê de uma emissora que só fez/faz criticar o governo Lula? E que criou "notícias", exaustivamente repetidas em longas "reportagens", para defender os (seus) interesses do latifúndio? E que tem, entre os seus quadros, pessoas do quilate de Boris Casoy, o inimigo dos garis? O que é preciso é parar de ver este canal, ou de ouvir suas rádios, e parar de comprar os produtos que ali se anunciam, até que se corrijam, ou desapareçam.

Responder

marco do carmo

11 de fevereiro de 2011 às 15h02

É lamentavel que tenha ocorrido esse fato pelo simples poder da midia brasileira, o governo brasileiro tem que dar um basta a essas concessões e tem que dá direito de respostas as pessoas que se sentirem ofendidas pelas empresas de comunicações. Deputada use a internet para divulgar suas ideias e fazer as denuncias sobre esses absurdos como a Rádio Bandeirante fez com a senhora.

Responder

aurica_sp

11 de fevereiro de 2011 às 14h55

O que esperar de mais um GRUPO de COMUNICAÇÃO que começou com BENÇÃO DE POLÍTICO CORRUPTO!!!

Responder

Rafael

11 de fevereiro de 2011 às 14h37

Essa é exatamente a liberdade de imprensa que querem. Mostra também que as críicas aos parlamentares são somente oportunistas, na verdade não estão preocupados com questões de aumento excessivo de salários e corrupção. Se servem dessa corrupção que falsamente são banalizam. No nosso país a imprensa só se preocupa com uma questão que é a financeira, isenção, imparcialidade é somente discurso.

Responder

Rodrigo Leme

11 de fevereiro de 2011 às 14h33

Eu diria que a Erundina foi salva de ser entrevistada pelo Datena. Ô censura boa essa que te impede de encontrar com gente nefasta.

A Erundina é boa demais pra conversar com um lixo daqueles. Pra começar que pra conversar com o Datena tem que descer nas 4 patas.

Responder

Henderson Sousa

11 de fevereiro de 2011 às 14h12

Como vão, amigos? Engendrando muitas conspirações midiáticas em suas mentes, golpes inexistentes e quejandos?

Isso é censura? Acho que não.Uma emissora entrevista quem bem entender. E acho que uma parte só foi ouvida, a da Erundina.

Mas suponhamos que isso seja censura. O que foi aquilo que o SBT Nordeste fez com o Serra, lembram-se?
Recusou-se a entrevistá-lo, porquanto sua candidata favorita, a Russein, não estava com disposição para falar aos nordestinos!!

E outra, o Datena é um reconhecido petista, sabujo do Lula e do restante da joldra.

Saudações democráticas e fora Cesare Battisti.

Responder

    Guanabara

    11 de fevereiro de 2011 às 15h16

    Vejam se o que ele aí escreveu não bate com o que eu comentei lá embiaxo…

    Elton

    11 de fevereiro de 2011 às 16h32

    Parece que você tem bola de cristal, ou até se pode dizer que os direitistas são previsíveis, suas falas são sempre as mesmas….

    Antônio Crlos

    11 de fevereiro de 2011 às 15h33

    Você deve está pensando que todo mundo tem a mente fraca. O Datena em entrevista com o José Serra fez as seguintes perguntas, quando a Dilma Russef passou a frente nas pesquisas, Governador o que vamos fazer? Precisamo reagir? Ou as perguntas foram mau feita ou o Datena fez as perguntas se julgando fazer parte do grupo de campanha de josé Serra!!!!!!

    tiago

    11 de fevereiro de 2011 às 15h46

    Henderson, não venha trollar a discussão meu fofo. Sempre aparece um e outro como você aqui e passam despercebidos. Ninguém da bola para as tietes do Reinaldinho.

    ANA

    11 de fevereiro de 2011 às 16h09

    Hederson,

    Ao contrário da sua Imprensa Golpista, aqui é um espaço de liberdade de expressão. Como você só sabe dizer amém aos meios tradicionais, corruptos e anti-democráticos vem aqui para colocar sua opinião/ódio a uma parcela muito importante da sociedade. O tempo da unilateridade dos formadores de opinião acabou, assim como você.
    Mas por favor, tenha mais conteúdo.

    abraços

    priscila presotto

    11 de fevereiro de 2011 às 16h47

    Ah!O Herderson voltou com tudo …ou melhor ;com NADA!

    Fábio

    11 de fevereiro de 2011 às 17h26

    Datena petista?
    Puxa saco dos tucanos, do Kassab, da polícia!
    Realmente o grande problema deste País é a (má qualidade) educação. As pessoas terminam os cursos absolutamente incapazes de pensar, de questionar, de terem uma postura crítica. São analfabetos funcionais!

Garcia

11 de fevereiro de 2011 às 14h05

Cadê a tal de OAB nestas horas! Acho que prá isto ela não existe.

Responder

waleria

11 de fevereiro de 2011 às 13h46

Uma Concessão Publica de radio e TV – pode para proteger seus proprios interesses, desvirtuar o interesse publico?

Que Concessão é Essa?

Responder

Luis

11 de fevereiro de 2011 às 13h37

Muito lamentável e até certa medida previsível. É para exatamente para isso que serve o partido internacionalista da midia corporativa, o PIG.

Responder

trombeta

11 de fevereiro de 2011 às 13h35

A bandeirantes é uma das empresas mais reacionárias do país, basta assistir seus noticiários e, principalmente, escutar a band news em que o âncora, Ricardo Boechat, faz o papel de porta-voz da plataforma política da emissora.

É típica empresa de comunicação familiar brasileira em que a reverência ao patraozinho e a suas preferências políticas é obrigatória e exercida a mão de ferro pelos administradores.

Responder

Marat

11 de fevereiro de 2011 às 13h34

"Este veto é uma resposta aos ataques que a deputada vem fazendo à Rede Bandeirantes"… bela liberdade de imprensa… Isso é o que eu chamo de "democracia estadunidense": Exigimos a democracia, desde que nós definamos o que é democracia e em quais momentos se lhes damos o nome de democracia… Parabéns, Band, você nos mostra como ser hipócritas!!!

Responder

    Henderson Sousa

    11 de fevereiro de 2011 às 14h15

    O que o SBT nordeste fez com o Serra é aquilo que vocês querem.
    Não julguem sem antes ouvir o outro lado, o lado da emissora eivada de assacadilhas refalsadas por asseclas petistas.

    Saudações democráticas e fora Cesare Battisti.

    Rios

    11 de fevereiro de 2011 às 17h41

    O que o SBT nordeste fez como serra?

    Henderson Sousa

    11 de fevereiro de 2011 às 18h20

    Recusou que ele fosse entrevistado. Só isso.

    Marat

    12 de fevereiro de 2011 às 00h25

    De vez em quando o PIG faz uma mediazinha, para não dar muito na cara… Falando em Battisti, quem é que deu mesmo guarida a Família Doc? e ao Posada Carrilles? Isso somente para citar dois…

Márcio André

11 de fevereiro de 2011 às 13h33

É mais uma prova de que os "grandes" meios de comunicação violam a constituição federal. Eles se esquecem que são concessão pública e pensam que podem, confundindo concessão pública com interesses particulares. Esse pessoal tem que entender de uma vez por todas que eles prestam serviço para o público e são subordinados ao interesse público. Caso não queiram, tudo bem, mas devolvam a concessão.

Responder

Guanabara

11 de fevereiro de 2011 às 13h32

Tem uma galera aí com saudades da "ditabranda", rsrsrsrsrs.

Se vc for analisar friamente, a direção da Bandeirantes seguiu ao pé da letra a "liberdade de imprensa", inclusive escolhendo quem pode se expresar e quem não pode.

Como já dizia um falecido empresário que alguns ainda o chamam de jornalista (rsrsrsrs), o que importa não é o que a emissora mostra, e, sim, o que ela NÃO mostra.

Aguardando ansioso pelos comentários direitistas de que a Bandeirantes é uma empresa privada, e que as regulações são censura, intervenção do Estado na propriedade privada só atrapalha a sociedade, e que vivemos em uma democracia nos moldes da dos EUA, e que o Mubarak é vítima de fanáticos religiosos, e que a Erundina é ligada a Al-Qaeda, e um pronunciamento dela pode pôr em risco a "estabilidade"…… rsrsrs.

Responder

Daniel

11 de fevereiro de 2011 às 13h27

Olha o golpismo midiático, aí, gente! Parabéns à Luiza Erundina. E muitos lamentos e pêsames à Rádio Bandeirantes. Fascismo comunicacional é isso aí.

Responder

Externo

11 de fevereiro de 2011 às 13h19

Boicote a bandeirantes, Datena (arghhh…. um dos maiores lixos da TV brasileira)!!!!

Responder

Roberto Locatelli

11 de fevereiro de 2011 às 13h17

Fundamental o pleito da deputada Erundina. NÃO PODEMOS MAIS renovar automaticamente as concessões públicas de rádio e tv. Tem que haver análise, votação. As emissoras não são donas da CONCESSÃO PÚBLICA.

Responder

Paulo Amaral

11 de fevereiro de 2011 às 13h13

É estranho isso…. o grupo BAND de rádio e TV, foi totalmente cooptado pelo lulo petismo… acho estranho….

Datena é um baita de um troglodita de direita, completamente sem cultura, mas espertalhão que é… imediatamente aderiu ao governo de turno, o cara é um baita de um igorante e mal educado, mas quando percebeu que a moda era ser """ de esquerda""" ele imediatamente passou a adotar esse tipo de postura… se tornou uma espécie de ""leninista""……. estranho isso…

Cofesso que gosto de Erundina, ainda que seja uma baita de uma incompetente… mas pelo menos é honesta.

Responder

    Eder

    11 de fevereiro de 2011 às 13h46

    Se o Datena é leninista, eu sou o papa! Cada uma que me aparece…

    Elton

    11 de fevereiro de 2011 às 16h34

    Cara, além de CHATO você comeu algo estragado………vá deitar-se e repouse por umas semanas.

    Guanabara

    12 de fevereiro de 2011 às 02h52

    Falou o Professor Hariovaldo!

    Alvíssaras!

ANA

11 de fevereiro de 2011 às 13h11

Quando a 'censura' parte da 'liberdade de imprensa' pode. Caso contrário, é a volta do Terror do Estado. Hipocresia também tem outro nome…

Responder

Marcelo de Matos

11 de fevereiro de 2011 às 13h11

Depois esse pessoal vem chamar qualquer regulamentação da imprensa de "Lei da mordaça". Os mordaceiros-mores são eles mesmos, esses piguistas da Band e Cia Ltda.

Responder

Daniel

11 de fevereiro de 2011 às 13h09

Quem bom que existe a Internet. Que tal uma entrevista aqui no blog, Azenha?

Responder

    Elton

    11 de fevereiro de 2011 às 16h35

    Concordo PLENAMENTE!

    Guanabara

    12 de fevereiro de 2011 às 02h52

    Boa!


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.